Padre rebelde é excomungado pelo Papa Francisco

O padre Greg Reynolds de Melbourne, Austrália, foi excomungado da Igreja Católica em carta datada do dia 31 de maio de 2013, já sob a jurisdição do Papa Francisco. O sacerdote é um militante pela ordenação  de mulheres e de gays ao sacerdócio.

Mesmo depois de ser suspenso de ordem, em 2011, o padre  continuou a celebrar a eucaristia. “Este foi o motivo de sua excomunhão”, disse o Bispo de Hart ao The Telegraph.

Padre Greg Reynolds com  a carta de excomunhão.
Padre Greg Reynolds com a carta de excomunhão.

 

3 thoughts on “Padre rebelde é excomungado pelo Papa Francisco

  1. Era o que poderia ter acontecido com o então Pe. Beto. Antes de ter sido logo excomungado, mais “adequado” talvez seria primeiro ter sido suspenso de ordem.

  2. Quem faz voto de obediencia, castidade e pobreza e depois quer fazer da Igreja e do chamado aquilo que pensa e acha, já começa errado, se quiser criar uma igreja nova sai e abre que nem tem em toda esquina uma nova “congregação” evangelica.. O evangelho é claro, distorce quem quer, e responderam diante de Deus seus atos, a Ele a justiça e o julgamento. =)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *