O Verdadeiro Sentido Do Natal

Anunciamos a todos que acompanham o ANCORADOURO que pe. Reginaldo Manzotti vai colaborar com o blog. Mensalmente teremos um de seus artigos postados neste espaço. Começamos com o primeiro, no qual o sacerdote fala sobre o verdadeiro sentido do natal.

Foto: Rogério Rodrigues
Foto: Rogério Rodrigues

O Natal é de fundamental importância para o cristianismo, pois se celebra a encarnação de Deus feito homem (Jo 1, 14). Jesus, o Emanuel, Deus Conosco que entra na história, na simplicidade de uma criança. Celebrar o Natal significa comemorar o nascimento de Jesus. É o Cristo que vem para trazer a paz, como os anjos anunciaram: Gloria a Deus nas alturas Paz na terra aos homens de boa vontade. Vos nasceu o Salvador que é o Cristo Senhor (Lc 2, 11).
Este é o significado, por excelência do Natal cristão, porém ao longo da história, o sentido dessa festa foi se perdendo.
Durante séculos a imagem de São Nicolau foi associada ao Natal, porque em data próxima dessa festa ele costumava ajudar as pessoas pobres, deixando saquinhos com moedas próximas às chaminés das casas. Foi substituído por um personagem gorducho, de bochechas rosadas e barba branca, que anda num trenó puxado por renas, chamado Papai Noel, que apresentado numa propaganda de Natal, caiu no gosto do público e logo ganhou força. Com o passar do tempo, cada vez mais a imagem do Papai Noel foi vinculada ao Natal, a ponto de, as novas gerações já não saber mais o que festejam.

Papai Noel tornou-se o símbolo do Natal, e a festa do nascimento do Deus Menino, que nasceu numa simples manjedoura, pobre entre os pobres, na gruta de Belém, tornou-se um pretexto para um consumismo desenfreado.

Para muitos o Natal se tornou uma festa sem espiritualidade, em que o aniversariante é esquecido. Essa triste realidade está levando a Igreja, em muitas dioceses a lançarem campanhas, como por exemplo, a que fazemos já há alguns anos em Curitiba: “Natal com Jesus é Natal”, para resgatar o verdadeiro sentido da festa, e reforçar a figura do Menino Jesus como o centro do Natal, em detrimento do Papai Noel, e de todo o sentido comercial desta festa.
Creio que também necessitamos de um resgate numa prescritiva cristã, dos símbolos natalinos, visto que outros a eles foram incorporados, como duendes e gnomos, mas não são símbolos cristãos. Os verdadeiros símbolos de Natal, a arvore, a guirlanda, o presépio, etc., nos ajudam a celebrar, e devem levar as crianças, adolescentes, enfim toda sociedade ao verdadeiro sentido do Natal.
Não somos contra a troca de presentes, nem contra enfeites, o que recomendamos é que as pessoas, as famílias se preparem bem para viver toda a espiritualidade da data, e nunca se esqueçam que o Natal não se resume a presentes, casa decorada, ceia, mas à festa do nascimento Daquele, que sendo Deus assumiu nossa humanidade e deu Sua vida por nós, Jesus Cristo.
Preparemos nossas famílias para ser a gruta de Belém, e nossos corações para ser a manjedoura onde o Menino Deus possa nascer.

Por Pe. Reginaldo Manzotti

Vanderlúcio Souza

Sobre Vanderlúcio Souza

No ANCORADOURO busco reproduzir temas do cotidiano à luz dos princípios e valores cristãos. Sou blogueiro e tuiteiro apaixonado por comunicação. Como católico busco ser um colaborador da verdade como convidou o papa emérito Bento XVI. Sou engajado na Igreja desde minha infância.

Um comentário sobre “O Verdadeiro Sentido Do Natal

  1. ACHO DE SUMA IMPORTÂNCIA QUE SAIBAMOS O VERDADEIRO SENTIDO DO NATAL.O SER HUMANO ESTÁ MUITO DESUMANO COM SEU PRÓXIMO,NÃO PROCURAM SE APROFUNDAR EM CONHECIMENTOS BÍBLICOS, PARA SABER SOBRE NOSSO DEUS…

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>