“Mangueira” retira imagem de “Cristo-Orixá” de desfile a pedido da Arquidiocese do RJ

Na onda da abordagem religiosa em desfiles de escolas de samba, a Estação Primeira da Mangueira protagonizou neste ano o enredo “só com a ajuda do santo”. Representantes da Arquidiocese do Rio de Janeiro visitaram o barracão da escola, mas na ocasião não foi mostrado a imagem do “Cristo-Orixá”, uma alegoria que apresentava Jesus Crucificado de um lado e do outro, Oxalá. 

Para o desfile das campeãs que acontecerá neste sábado a Arquidiocese do Rio de Janeiro sugeriu à escola que não levasse a imagem sincrética à Marquês de Sapucaí. O pedido foi aceito e mesmo entre lamentações de alguns o presidente da Mangueira e da Liesa, empresa responsável pelo desfile, não levarão a alegoria. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *