Luriam, a filha que Lula quis abortar

Há 21 anos o Brasil assistiu ao bombástico depoimento de Miriam Cordeiro, ex-namorada do presidente Lula, à época candidato. O episódio foi passado no horário eleitoral gratuito do então candidato Fernando Collor de Melo. No depoimento Miriam fala abertamente que não apoiaria Lula, Jamais. Os motivos: Quando grávida da filha Luriam, na década de 70, recebera de Lula dinheiro para abortar a gravidez.

Aos marqueteiros do PT, Lula disse caso o vídeo fosse exibido que  não falaria sobre o assunto pois Luriam teria sido   ” resultado de um ato de amor”. Já Fernando Collor em entrevista ao portal UOL , aqui, vinte anos depois do apisódio, disse que não sabia da veiculação da fita no horário eleitoral, informação desmentidada por Chico Santa Rita da organização da campanha Collor de Melo.

Divergências a parte sobre a publicação de casos  pessoais da vida dos candidatos o fato não entrou para a biografia de Lula, ao menos no filme Lula, o filho do Brasil. Porémm o  fato existiu, não foi invenção de marqueteiro, inclusive confirmado pelo presidente numa entrevista ao site Abc de Luta. “A gente estava até procurando casa. Mas quando eu conheci a Marisa eu me apaixonei e falei: ‘Bom, eu vou largar de tudo o que eu tenho’. Aí, eu larguei da Miriam Cordeiro e com seis meses eu casei com a Marisa”, afirma Lula.

Depoimento de Lula completo aqui.

No vídeo, Miriam Cordeiro abre o jogo e critica, inclusive, católicos que na época promoviam a campanha do ex-metalúrgico. Vale ressaltar que a teologia da libertação era forte no período e alguns clérigos, desviando-se do ensinamento da igreja, empreenderam uma política partidária. Ainda no mesmo vídeo Miriam declarou que Lula era racista.

Confira o vídeo

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=KjqUqG7aksA[/youtube]

3 thoughts on “Luriam, a filha que Lula quis abortar

  1. é importante divulgar, entretanto, que a propria Miram Cordeiro revelou, depois das eleições, que a declaração que ela fez era falsa, e que a fizera pela promessa de receber dinheiro dos marqueteiros do Collor (ela acabou nao recebendo a segunda parte, daí a denúncia).

  2. Uma estrela apaga:
    Brasil perde humor felino!
    De Chico City Anísio,
    Ilustre grande nordestino;
    Chico poeta do humor,
    Só sendo puro destino.

    Eleição Collor mais Lula (1989)
    Chico de, Zélia Cardoso,
    Foi um porta-voz da GLOBO
    Chico com Lula rigoroso
    Elevava Collor lula
    Ficava sendo leproso.

    Um bom nordestino nunca,
    Deve falar mal do outro
    Chico e lula são cunca,
    Para Chico, lula poldro
    Não houve a compaixão
    Ficou Lula foi aqueloutro.

    DEMPARASO/ADÃO SALINA

  3. E depois de adulta, a própria Luriam disse que a mãe mentiu. A Luriam era criada pela avó, e depois da mentirada da Miriam, ficou 2 anos sem falar com ela.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *