Jean Wyllys chama homem de “negro gordo” em discussão no Twitter.

O deputado federal, eleito por coeficiente eleitoral do Psol, Jean Wyllys, chamou um  Tuiteiro de “negro gordo” e “burro” porque este  discordou do ex-bbb sobre questões ligadas ao Projeto  de Lei  Complementar (PLC) 122 conhecido como Lei da Mordaça Gay, recentemente apensado ao projeto do novo Código Penal.

Valmir Cesar escreveu a seguinte mensagem direcionada ao deputado: “ñ se faça de desentendido, vítima! vc sabem muito bem q a intenção do PL 122 era de acabar cm a liberdade de expressão“. Ao que o ex-bbb respondeu: “um negro gordo se opondo a um projeto anti-discriminação de minorias é mais que burrice: é fim de mundo!“.

Deputado não tolera quem discorda de seus pensamentos nas redes sociais.
Deputado não tolera quem discorda de seus pensamentos nas redes sociais.

O público reagiu negativamente à resposta de Jean. Em sua página no Facebook, o parlamentar se fez de vítima afirmando que o rapaz o “atacou”. Na verdade, Valmir apenas emitiu uma opinião contrária a de Wyllys. O vencedor do reality show mais famoso do Brasil chamou pela segunda vez o cidadão de “negro gordo”.

Ex-bbb chamou homem de negro gordo.
Ex-bbb chamou homem de negro gordo.

Na lógica do deputado Jean Wyllys parece  inconcebível a uma pessoa negra e gorda, pertencente – segundo ele – a uma minoria emitir opinião contrária a qualquer lei, projeto ou ação considerada positiva  para este grupo.

Deputado ficou conhecido no país depois de vencer um reality show.
Deputado ficou conhecido no país depois de vencer um reality show.

Imaginemos como Jean chamaria um negro que discordasse das políticas de cotas raciais ou  um homossexual que rejeitasse o PLC 122, por exemplo. Certamente seriam alvos de sua verborragia, assim como foi o deputado Clodovil Hernandes, homossexual assumido mas discordante da agenda  LGBT. “Ele tinha homofobia internalizada, ele não tinha orgulho da orientação sexual dele“, disparou  o ex-bbb contra o então colega.

Assumindo  a pele de vítima, o deputado se sente no direito de atacar quem pensa diferente de suas opiniões. Ao Papa emérito Bento XVI já o chamou de genocida em potencial; aos deputados que não comungam com o proselitismo gay ele rotula de fundamentalistas e pregadores do ódio.

O deputado que luta contra a intolerância mostra-se como o mais sem complacência, de todos, especialmente com os acima do peso. À apresentadora Mara Maravilha também chamou de gorda quando esta se manifestou contrária ao casamento gay.

E assim Jean Wyllys pensa que está no  BBB onde pode ridicularizar as pessoas e quando se sente ameaçado refugiar-se na sombra de sua opção sexual. A vida não é um reality show e as pessoas podem ter opinião diferente, mesmo as negras e gordas. 

Reparem que aqui nem falei da questão do racismo. Daria um pôst á parte. 

21 thoughts on “Jean Wyllys chama homem de “negro gordo” em discussão no Twitter.

  1. Esse cara é um hipócrita! Onde já se viu combater a “intolerância” sendo o mais intolerante??
    Sendo que tal comentário foi RACISTA e ele pode (e deve) ser preso por isso.
    Que ditadorzinho…

  2. Ele é gordo e é negro, não há intolerância nisso e é burro também, como um negro que no passado seria escravo afirma que a defesa das minorias é uma atividade contra a liberdade, será que ele também vai querer derrubar na constituição racismo como crime em defesa da liberdade de expressão? Se sim realmente consideraria-o apenas um libertário, de outra forma, considero-o um conservador o que na posição de negro faz dele sim um ignorante, e que ao atacar Jean, deu lhe a liberdade de responder em mesma altura, o que em nenhum momento fez dele racista, a não ser que alguém considere ser negro uma coisa ruim.

  3. Ridículo, é isso que ele é…
    Está querendo fazer do país um prostíbulo… Tenho pessoas na minha família, que são gays assumidos pessoas muito amadas e queridas por onde quer que vão… que espalham o bem e o RESPEITO entre as pessoas… Mas, por que? Elas se amam…
    Esse cara é só mais uma das faces do processo que chamamos de apocalipse!
    E quando ele sair da capa do poder, e ver a desordem que ele mesmo está tentado provocar, certamente, irá se arrepender!

    Deus tenha piedade, desse ser sem um pingo de amor próprio… e respeito pelo próximo!

  4. Wyllis é um ativista agressivo e ao mesmo tempo muito despreparado. O objetivo dessa gente não é conseguir direitos, mas sim dissolver o conceito de casamento e eleiminar a família tradicional. Todos os esforços contra essa gente ainda é pouco. E antes que algum metido a sabe tudo venha falar besteira por aqui, leiam o livro WHAT IS MARRIAGE (Girgis, Andreson, George. Encounter Books, 2012) e leiam isso também:
    http://www.veritatis.com.br/apologetica/familia-sociedade/1094-10-razoes-pelas-quais-o-casamento-homossexual-e-prejudicial-e-deve-ser-combatido

  5. O deputado não ofendeu e discriminou ninguem apenas disse que um homem que e negro e tbm gordo se opondo a uma lei antidiscriminação e burro e essa e a palavra certa burro já que tbm sofre preconceito .

  6. Jean Wyllys é uma porcaria de deputado, mais um da safra ignóbil do PSOL. É um hipócrita.

  7. Que é descendente de negros africanos, ger. dos que eram escravos; que tem pele negra ou escura como condição genética [O termo é us. como uma forma de se referir a indivíduos negros, ou mulatos, ou pardos, ao se pretender que estes termos possam ter sentido pejorativo ou discriminatório, atribuindo com isso à palavra designativa da cor da um sentido de preconceito.
    Para constituir uma conceito temos que partir do principio do respeito ao próximo, pois se fosse ao contrário, como ele iria reagir?, afinal de contas como um deputado pode ser portar desta maneira, com vocabulário tão baixo.
    Acho que deveria ter um processo seletivo mais rigoroso para alguém se tornar deputado, senador etc…
    Pois vejo a política no Brasil é uma verdadeira bagunça, aonde cada faz o que quer…..
    Não me refiro somente aos negros, mas a todo ato de preconceito.

  8. Lendo uma tal notícia e vendo certos comentários é inevitável lembrar como “A Revolução dos Bichos”, escrita na década de 40 é atual. Sua excelência, o deputado agride e se faz de vítima. É o autoritário Napoleão. E as ‘ovelhinhas’ saem em sua defesa… Certamente essa turma não concorda com George Orwell quando este afirma que “…a liberdade, se é que significa alguma coisa, significa nosso direito de dizer às pessoas o que elas não querem ouvir…”.

  9. O que há de errado em chamar o cara de negro e gordo? Ele por um acaso é loiro e magérrimo?
    O problema pior que o Jean em não tolerar quem discorda dele, é a sociedade hipocrita ficar chocada quando chamamos alguém de negro, de gordo. Agora, chamar de loira? Pode! Chamar de magrelão? Pode também! Tá na hora de acabar com esse politicamente correto imbecil onde só as caracteristicas “aceitáveis” podem ser destacadas.
    E Jean, só pq o cara discorda de voce, não quer dizer que ele é burro. FikDik!

  10. Blog podreeee!!! Ele apenas está se referindo ao fato deste cidadão já ser minoria…distorção total…pena de vcs que leem um lixo desses

  11. Mais pera ai, ele não é o defensor das minorias? cansei de ver “afro descendentes” kkkkk. aplaudirem de pé ele. e agora estão com raivinha dele, pois agora quero mais que se fo@$%!m
    continuem dando veneno a cobra.

  12. Gente, Valmir Cesar (ValmirMOMO – seu próprio pseudônimo denuncia seu tipo físico) É NEGRO, “É” GORDO e é muuuuuito BONITO!!! Qual é o problema????????? Quem o chamou de “negro gordo” foi um GAAAAAAYYY!!! Poderia ter sido uma MULHER NEGRA LÉSBICA e POBRE! Poderia ter sido um(a) PORTADOR(A) DE LIMITAÇÕES FÍSICAS; um(a) NORDESTINO(A), um(a) JUDEU(IA), um(a) MORADOR(A) DE RUA… Eu sou NEGRO (não de COR, mas, de RAÇA e de CONSCIÊNCIA), GORDO, GAY, NORDESTINO, PÉS CHATOS (E EXPRESSÍVOS PROBLEMAS NA COLUNA! QUE ME IMPÕEM CERTAS LIMITAÇÕES), PROFESSOR (portanto, SALÁRIO DE FOME! VERGONHOSO) e TUDO NA BOA!!! E NÃO acho inteligente, sensato, coerente uma pessoa que pertença a GRUPOS MINORIZADOS, se colocar expressivamente contra ao PLC 122.
    “QUER LIMPAR A CIDADE DE SÃO PAULO? MATE:
    UM GAY, UM NEGRO, UMA MULHER (QUE JULGUEMOS PÉRFIDA! VADIA…) UM NORDESTINO, UM MORADOR DE RUA, UM ÍNDIO… POR DIA”
    Lembram de algo semelhante? Pois é… Para MUITOS, isso é BRINCADEIRA, COISA SEM IMPORTÂNCIA, IRRELEVANTE… “LIBERDADE DE EXPRESSÃO”, MEEESMOOO!!! O que vocês acham? Isso me entristesse, me preocupa!!! SENSATEZ, gente, POR FAVOR. COERÊNCIA!!! Tá?

  13. E desde quando negro e gordo são ofensas?
    Seguindo a lógica, branco e magro também seriam ofensas…

  14. Quem ele pensa que é ao chamar de “negro gordo”, ele, por acaso é loiro de olhos azuis? kkkkk ele também descendente…na verdade, esse viadinho de merda, tem uma vontade enorme é de dar o rabo, mas não acha quem coma!

  15. parabens ao valmir cesar. liberdade não se faz juntando pequenos grupos de pessoas ,oprimidos para chamar a atençao de membros da mesma categoria com poder de superação. liberdade se faz vencendo as dificuldades opressores. nós somos todos iguais, somos todos juntos pela verdadeira cultura intelectual.

  16. Bom se tem gente falando que não é crime pq o cara é realmente gordo e negro, então eu chamar o Jean de Gay não pode caracterizar preconceito, certo? Jean seu GAY!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *