Fenômeno: Pastores Protestantes Retornam à Igreja Católica

O que aconteceria se um protestante sério, sedento pela verdade fosse estudar as raízes da Igreja Católica e sua origem na era apostólica e nos primeiros séculos? Nos Estados Unidos, berço do protestantismo moderno, um fenômeno está acontecendo, segundo Janina Quintal, em artigo escrito ao Universo Católico, uma série de renomados pastores e estudiosos do mundo protestante retornaram ou vieram ao seio da Igreja Católica.

Pastor convertido à fé católica
Pastor convertido à fé católica

A vinda dos pastores à Igreja de Cristo arrebata considerável número de outros fieis evangélicos, outrora anti-católicos. Eles professam seu testemunho em revistas, livros e na internet. Segundo Janaina Quintal os convertidos foram “surpreendidos com a Verdade” ao estudarem os escritos dos Pais da Igreja e Cristianismo primitivo.

Com o pontificado de  Francisco a distância entre Igreja Católica e igrejas evangélicas tem diminuído. Durante a Jornada Mundial da Juventude o pontífice rezou com um pastor e fieis da Assembleia de Deus um Pai-Nosso quando visitava a comunidade de Manguinhos. Foi o líder protestante que quis esperar o papa em frente ao seu templo.

Foi da JMJ que uma história comovente despontou. A conversão de Eduardo da Silva à fé católica  aconteceu 135 dias após ter emocionado o mundo quando apareceu segurando um cartaz de acolhimento ao Papa Francisco durante a Missa de Envio da Jornada Mundial da Juventude no Rio de Janeiro, em julho. Dizia a peça : “SANTO PADRE, SOU EVANGÉLICO MÁS EU TE AMO!! ORE POR MIM E PELO BRASIL! TUS ÉS PEDRO…”

Jovem protestante exibe cartaz de acolhimento ao Papa Francisco durante a JMJ,
Jovem protestante exibe cartaz de acolhimento ao Papa Francisco durante a JMJ,

Recentemente o Papa Francisco gravou uma mensagem para lideranças protestantes que se reuniriam nos Estado Unidos.  Como fruto desta aproximação o pastor Ulf Ekmanda igreja protestante mais influente da Suécia anunciou durante uma conferência dominical em seu templo que se convertera à fé católica.

A articulista Janaina brinda  lista  o perfil de alguns pastores que abraçaram a comunhão com o papa. O ANCORADOURO reproduz o texto da articulista e acrescenta alguns grifos considerados importantes.

1.

Scott Hann. ex-pastor presbiteriano e ex-professor de teologia protestante.

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=NcJffjVclP0[/youtube]

Era um anti-católico dos mais radicais de sua época. O seu excelente conhecimento como pastor e teólogo protestante e o testemunho de conversão para a Igreja católica faz deste servo de Deus um fascinante defensor da verdade. Milhares de protestantes e centenas de pastores voltaram ao Catolicismo vendo o testemunho deste ex-pastor.

2.

Paul Thigpen. ex- editor e escritor de várias revistas protestantes.

Foi educado em uma Igreja presbiteriana do sul. Levou a sério, os estudos religiosos na Universidade de Yale. Foi Pastor e missionário na Europa, depois passou para a Igreja Batista, Metodista, Igreja Anglicana e depois para uma Igreja Pentecostal. Finalmente fez estudos para obter doutorado em História da Teologia que o facilitou ao caminho para a Igreja Católica.

3.

Marcus Grodi ex-ministro protestante formado em Teologia e Bíblia

[youtube]http://www.youtube.com/watch?v=nr-XuRM1GW4[/youtube]
Fez os estudos de teologia no seminário protestante Gordon-Conwell em Boston, Massachussetts.

Marcus afirma: “Eu só quis ser um bom pastor”, mas um dia perguntou-se a si mesmo: “Eu estou ensinando a verdade ou o erro? Como eu posso estar seguro se em outras igrejas a mesma leitura Bíblica tem várias interpretações diferentes?”.

Estudou história da Igreja e soube através da Bíblia que não poderia continuar a ser um protestante. Concluiu que a verdade absoluta só se encontrava na Igreja católica. “Sou mais completo na Igreja dos Apóstolos”, disse ele.

4.

Steve Wood. ex-diretor de um Instituto Bíblico na Flórida.

Ex-pastor da Igreja evangélica “O Calvário”. Fazia os estudos em um Instituto das Igrejas Assembléias de Deus trabalhando em projetos de evangelismo juvenil; era líder de ministérios evangélicos na prisão; organizou um Instituto de estudos bíblicos para adultos e depois fez pós-graduação estudando no famoso seminário evangélico de teologia Gordon-Conwell em Massachusetts.

Um dia quando orava, Deus lhe falou: “Agora ou nunca”. Com a sua conversão ao Catolicismo ele perderia tudo. Perderia o trabalho como pastor e não poderia sustentar a família. “Eu tinha estudado 20 anos para ser um ministro protestante e Deus me falou: Faça, agora!… E eu fiz isto”.

5.

Bop Sungenis. ex-professor de Bíblia em uma Rádio evangélica.

Escreveu um livro contra a Igreja católica: “Recompensas no Céu?” Onde criticou os Católicos por acreditar na importância das obras. Ele quis demonstrar que os ensinamentos Católicos eram falsos e que para salvar-se, bastaria somente a fé. Estudou no “Collegue Bíblico de Washington” e depois se especializou no “George Washington University”.

Bop diz: Agora como Católico eu tenho a paz. Isso vem como consolação de viver na verdade. Agora eu entrei no exército de Cristo nesta grande batalha para a salvação das almas. Ajudarei meus irmãos protestantes a aprender que a Igreja católica não só é a verdadeira Igreja, mas a casa onde todos nós pertencemos.

6.

Duglas Bogart. Ex-missionário evangélico na Guatemala.

Meu sonho era ser missionário em minha Igreja evangélica de Phoenix. Porém com o tempo, sem perceber, Deus estava me guiando para sua Igreja. Com muita tranqüilidade afirma Douglas: “Eu li muitos livros de teologia, de história, e de testemunhos”. Estudei o Catecismo da Igreja Católica comparando-o com a Bíblia. Eu li os primeiros escritos dos Pais da Igreja e descobri que a igreja primitiva era Católica e não protestante. Terminei de aceitar a verdade e agora eu sou Católico.

7

David B. Currie. Ex-ministro evangélico do qual muitos o chamavam de “O Mestre em Divindade”.

Ele nasceu e cresceu como um protestante fundamentalista, seu pai era um pastor. David fez curso de teologia no “Trindade Universidade Internacional” em Deerfield, Illinois. Depois obteve seu “Mestrado em teologia Bíblica” no “Trindade Escola de Divindade Evangélica”.

O que o levou a ser Católico? Sua resposta se baseia em duas coisas: O estudo da Bíblia o fez descobrir que a Palavra de Deus o guiou para o Catolicismo e o segundo é que a mesma Bíblia mostrou para ele que a Igreja católica é a única Igreja fundada por Cristo.

8.

 Alan Stephen Hopes. ex- Pastor e Bispo Anglicano nomeado por João Paulo II.

Pastor Anglicano convertido ao Catolicismo. Foi nomeado bispo auxiliar de Westminster por João Paulo II. Nasceu em Oxford, em 1944.  Foi recebido na Igreja Católica em 04 de Dezembro de 1995.

Depois de dois anos como vigário da paróquia de Nossa Senhora da Vitória, de Kensington, foi nomeado Padre da Paróquia de Nosso Redentor, em Chelsea, tornando-se depois, em 2001, vigário geral da arquidiocese.

Monsenhor Hopes é um dos pastores Anglicanos que abandonaram a Igreja da Inglaterra depois que a ordenação sacerdotal de mulheres foi aprovada naquela igreja.

Todos eles são agora verdadeiros Católicos e 100% Cristãos. Eles acharam a abundância da vida Cristã na única Igreja fundada por Cristo.

Mensagem do papa gravada em celular para lideranças protestantes

[youtube]https://www.youtube.com/watch?v=S9BpPK0mvRI[/youtube]

373 thoughts on “Fenômeno: Pastores Protestantes Retornam à Igreja Católica

  1. Adorei essa matéria.isso é a verdade.Sei que quem salva é a misericórdia de Deus,não é igreja,porém nós católicos temos um entendimento mais verdadeiro,coerente em busca da salvação.Sem atacar ninguém,mas em busca constante da justiça,verdade,vida e de melhorarmos como cristão em busca da salvação em cristo.

  2. DEIXEM OS CACHORROS LATIREM…

    Tome Bíblia!!!

    A Bíblia nos dá vários exemplos de atitudes de homens e mulheres que são classificadas como cães. São atos vergonhosos, atitudes erradas.

    O tolo que faz uma tolice pela segunda vez é como um CACHORRO que VOLTA ao seu VÔMITO.(Provébios 26.11)

    Tome mais Bíblia!!!
    II Pe 2:22
    20 Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo pelo pleno conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, ficam de novo envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior que o primeiro.
    21 Porque melhor lhes fora não terem conhecido o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado.
    22 Deste modo sobreveio-lhes o que diz este provérbio verdadeiro; Volta o cão ao seu vômito, e a porca lavada volta a revolver-se no lamaçal.
    Pv 16:25
    Há um caminho que ao homem parece direito, mas o fim dele conduz à morte.

    DEIXEM OS CACHORROS LATIREM…

  3. O documento que estar fazendo os evangelicos – protestantes – verem que os católicos estão certos e que eles, os protestantes, estão errados. Que nós somos os verdadeiros cristão e eles, os evangelicos, os usurpadores do cristianismo:

    DEUS É IDOLATRA?

    Não! Então, porque mandou que Moisés fizesse a imagem de uma serpente de bronze?

    “Moisés fez, pois, uma serpente de bronze, e fixou-a sobre um poste. Se alguém era mordido por uma serpente e olhava para a serpente de bronze, conservava a vida”. (Números 21, 4-9).

    “Como Moisés levantou a serpente no deserto. Assim deve ser levantado o Filho do Homem, para que todos que nele crer tenha a vida eterna”. (João 3, 14-21).

    Obs: Quem usa uma cruz vazia, sem Jesus Cristo nela, comete o erro de se negar a olhar para aquele a quem as Sagradas Escrituras falou que seria levantado, como o foi a serpente no deserto que todos olhavam para ser curado da mordida de cobra – picada – Olhe para Jesus na cruz, como os hebreus olhavam para a serpente de bronze que Moisés fez e fixou-a sobre o poste. Porque, a cruz vazia é apenas um instrumento de morte. Já a cruz com Jesus Cristo nela: é símbolo de nossa salvação. Pois, também está escrito: “Com efeito, a linguagem da cruz é loucura para os que se perdem, mas para os que estão sendo salvos, para nós, ela é poder de Deus. Pois, está escrito; eu destruirei a sabedoria dos sábios e aniquilarei a inteligência dos inteligentes”. (I Coríntios 1, 18-20).

    E mais tema dizer a bíblia, para maior entendimento da palavra de Deus?

    “Nós, porém, pregamos um Cristo crucificado, escândalo para os judeus, loucura para os pagãos, mas para os que são chamados, tanto judeus quanto gregos, ele é Cristo, poder de Deus e sabedoria de Deus”. (I coríntios 1, 23-24).

    E para dissipar toda e, qualquer duvida a respeito da cruz de Jesus Cristo a bíblia declara?

    “Eu, por mim, nunca vou querer outro titulo de gloria que não seja a cruz de Nosso Senhor Jesus Cristo, por ela, o mundo está crucificado para mim, como eu para o mundo”. (Gálatas 6, 14).

    Vemos claramente, na passagem do livro de Gálatas, que não pode haver outro titulo de gloria para aquele que segue a Jesus, que a cruz onde ele pode ser visto, como era vista a serpente de bronze, pelos hebreus.

    Os irmãos protestantes – que no Brasil são conhecido como, evangélicos – devem também lembrar que Deus mando que Moisés fizesse a imagem de dois anjos – querubins – para serem postas sobre a Arca da Aliança, onde estavam guardados Dez Mandamentos da Lei de Deus, como pode ser lido em Êxodos 25, 18. E, mais uma vez volto a perguntar? Deus é idolatra, por ter ordenado que Moisés fizesse a imagem de uma serpente para curar os hebreus da picada de cobras e por ter mandado que ele fizesse a imagem de dois querubins para serem colocadas sobre a Arca da Aliança? Por certo que não! Pois, quando Deus falou para o povo hebreu que não adorasse a ídolos e não fizesse para si, imagens deles, estava se referindo unicamente aos falsos deuses do Egito. Tanto é verdade que ele advertiu ao povo, avisado para que eles não construíssem para si, imagem daquilo que estava nas nuvens do céu – uma clara referencia aos desuses do Egito, em forma de pássaros – que não fizesse para si, imagens das coisas que caminhavam sobre a terra – os deuses do Egito em forma de cabras, bois, gatos e outros mais – que não fizessem para si, imagens das coisas que se moviam nas águas dos mares – os desuses do Egito em forma de crocodilo, de hipopótamo e outras coisas mais. Os falsos deuses do Egito, que vocês poderão ver, nas fotos abaixo:

    “Não farás para ti ídolos ou coisas alguma que tenha a forma de algo que se encontre no alto do céu…”. (êxodo 20, 4):

    O íbis é uma ave pernalta de bico longo e recurvado. Existe uma espécie negra e outra de plumagem castanha com reflexos dourados, mas era o íbis branco, ou íbis sagrado, que era considerado pelos egípcios como encarnação do deus Thoth.

    O deus nacional do Egito, o maior de todos os deuses, criador do universo e fonte de toda a vida, era o Sol, objeto de adoração em qualquer lugar. A sede de seu culto ficava em Heliópolis (On em egípcio), o mais antigo e próspero centro comercial do Baixo Egito. O deus-Sol é retratado pela arte egípcia sob muitas formas e denominações. Seu nome mais comum é Rá e podia ser representado por um falcão.

    “…embaixo na terra…”. (Êxodo 20, 4):

    Boi sagrado que os antigos egípcios consideravam como a expressão mais completa da divindade sob a forma animal e que encarnava, ao mesmo tempo, os deuses Osíris e Ptá. O culto do boi Ápis, em Mênfis, existia desde a I dinastia pelo menos. Também em Heliópolis e Hermópolis este animal era venerado desde tempos remotos. Antiga divindade agrária simbolizava a força vital da natureza e sua força geradora.

    Uma gata ou uma mulher com cabeça de gata simbolizava a deusa Bastet e representava os poderes benéficos do Sol. Seu centro de culto era Bubástis, cujo nome em egípcio – Per Bast – significa a casa de Bastet. Em seu templo naquela cidade a deusa-gata era adorada desde o Antigo Império e suas efígies eram bastante numerosas, existindo, hoje, muitos exemplares delas pelo mundo. Quando os reis líbios da XXII dinastia fizeram de Bubástis sua capital, por volta de 944 a.C., o culto da deusa tornou-se particularmente desenvolvido.

    “…ou nas águas debaixo da terra.”. (Ê xodó 20, 4):

    Um crocodilo ou um homem com cabeça de crocodilo representava o deus Sebek, uma divindade aliada do implacável deus Seth. Seu centro de culto era Crocodilópolis, na região do Faium, onde o animal era protegido, nutrido e domesticado. Um homem ferido ou morto por um crocodilo era considerado privilegiado. A adoração desse animal foi, sobretudo importante durante o Médio Império.

    Tueris era a deusa-hipopótamo que protegia as mulheres grávidas e os nascimentos. Ela assegurava fertilidade e partos sem perigo. Adorada em Tebas, é representada em inúmeras estátuas e estatuetas sob os traços de um hipopótamo fêmea erguido, com patas de leão, de mamas pendentes e costas terminadas por uma espécie de cauda de crocodilo. Além de amparar as crianças, Tueris também protegia qualquer pessoa de más influências durante o sono.

    E, para que não haja mesmo qualquer dúvida de que Deus se referia aos falsos deuses do Egito, ao pedir que o povo não praticasse idolatria, apresentamos um trecho do livro de Josué, que foi quem substitui Moises, após a sua morte:

    “Agora, pois, temei o Senhor e o servi-o com inteligência e fidelidade. Afastai os deuses aos quais vossos pais serviram do outro lado do rio e no Egito, e servi ao Senhor”. (Josué 24, 14”.

    E para termos mais certeza de que Deus realmente falava dos falsos deuses do Egito, vejamos o que também fala, 8, 8-9-10:

    “Filho do homem, disse-me ele, fura a muralha “ quando a furei, divisei uma porta. “Aproxima-te, diz ele, e contempla as horríveis abominações a que se entregam aqui”. Fui até ali para olhar: enxerguei aí toda espécie de imagens de répteis e animais imundos e, pinturas em volta da parede, todos os ídolos da casa de Israel”.

    Como podemos verificar, nessa passagem bíblica? Os sacerdotes estavam a adorar os falsos deuses em forma de répteis e animais, que Deus havia proibido que fossem adorados. Tanto é, que Deus enviou o castigo e destruiu os sacerdotes e os que praticavam aquela adoração abominável.

    Por sempre fazer livre interpretação das Sagradas Escrituras, os protestantes – evangélicos – sempre cometem erros abomináveis, grotescos e perigosos, contra o Evangelho de Cristo. Errais, não compreendendo as escrituras, nem o poder de Deus”. (Mateus 22, 29).

    “Porque sabei-o bem: nenhum dissoluto, ou impuro, ou avarento – verdadeiros idolatras – terá herança no Reino de Cristo e de Deus.”. (Efésios 5, 5).

    Obs. Dissoluto significa: devasso, corrupto e libertino.

    O VINHO

    Os protestantes – evangélicos – costumam afirmar que é proibido beber vinho, e correm dele, como o diabo, da cruz. Será que eles, os protestantes, nunca leram que Jesus bebia vinho? E que o seu primeiro milagre foi transformar água em vinho? E que na Santa Ceia, Jesus Usou vinho? Não venham me dizer agora, os protestantes – evangélicos – que não sabia dessas coisas. E que, não era do seu conhecimento que o vinho do tempo de Cristo embriagava, tal qual o vinho de hoje. Pois, como eles devem saber – se realmente se deram ao trabalho de ler a bíblia: – que Noé se embriagou, que Lot foi embriagado por suas duas filhas, que queriam engravidar dele, para deixar descendência sobre a terra, que Davi se embriagou e o próprio Jesus foi chamado de beberrão. Se Jesus aprovava o vinho e o bebia, porque então tem quem o chame de PROIBIDO? Porque você está proibido de beber vinho, se Jesus o bebia e a palavra de Deus diz que é proibido proibir?

    “Se em Cristo estais mortos aos princípios deste mundo, por que ainda voz deixais impor proibições, como se vivêsseis no mundo? Não pegues,! Não toqueis! Proibições estas que se tornam perniciosas pelo uso que dela se faz, e que não passam de normas e doutrinas humanas. Elas podem sem dúvida, dar a impressão de sabedoria enquanto exibem cultos voluntários, de humildade e austeridade corporal. Mas não tem nenhum valor, e só servem para satisfazer a carne”. (Colossenses 2, 20).

    Jesus na Santa Ceia tomou vinho. ( I Coríntios 11, 23-26).

    O primeiro milagre de Jesus foi transformar água em vinho. (João 2, 1-12).

    Como pudemos ver: na época de Noé e de Jesus, como até aos dias de hoje, o vinho sempre embriagou.

    “Noé, que era agricultor, plantou uma vinha. Tendo bebido vinho, embriagou-se”. (Gêneses 9, 20).

    “Não continue a beber só água, mas toma também um pouco de vinho, por causa do teu estômago e das tuas freqüentes indisposições”. (I Timóteo 5, 23).
    Uma recomendação bíblica que não pode ser deixada de lado, por se achar que é proibido beber vinho.

    JESUS TEVE IRMÃOS?

    É comum, entre os protestantes – evangélicos – afirmar que Jesus Cristo teve irmãos de sangue. Porém, Em nenhuma parte da bíblia se encontra escrito que Maria e José tiveram filhos – visto que Jesus era filho legitimo de Maria, mas, filho adotivo de José, pois fora concebido pelo Espírito Santo, pois não nasceu de homem – Em defesa da verdade e das Sagradas Escrituras, vamos mais uma vez usar a palavra de Deus, para mostrar que os apóstolos e os demais que seguiam a Jesus, jamais foram seus irmãos de sangue. Começaremos pelo apostolo Tiago, que os protestantes – evangélicos – e outros, teimam em afirmar ser irmão de sangue de Jesus:

    “Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão, que estava numa barca, consertando as redes”. (Marcos 1, 14-20).

    Como pudemos ver, através dos textos bíblicos: Os apóstolos Tiago e João eram irmãos e filhos de Zebedeu. Portanto, eles jamais poderiam ser filhos de Maria e de José.

    “Tu és Simão, filho de João, será chamado de Cefas (que quer dizer pedra)¨. (João 1,42)”.

    Se a bíblia é clara quando afirma que os apóstolos Tiago e João têm como pai, Zebedeu e o apostolo Pedro, tem como pai, a João, se torna impossível que eles sejam irmãos de sangue de Jesus. E quem assim acredita e prega, estará contradizendo as Sagradas Escrituras, a bíblia. Mas então, porque Jesus falou que eles eram seus irmãos? Lendo Hebreus 2, 10-13, podermos descobrir o porque dele ter falado isto:

    “Aquele para quem e por quem todas as coisas existem, desejando conduzir à gloria numerosos filhos, deliberou elevar à perfeição, pelo sofrimento, o autor da salvação deles, para que santificador e santificados formem um só todo. Por isso Jesus não hesita em chamá-los de irmãos, dizendo: anunciarei teu nome a meus irmãos no meio da assembléia cantarei os teus louvores”. (Salmo 21,23).

    E outra vez: “Quanto a mim, ponho nela a minha confiança”. (Isaias 8,17). E: “Eis-me aqui, eu e os filhos que Deus me deu”. (Isaias 8, 18).

    O ARREBATAMENTO

    Os protestantes – evangélicos – costumam pregar que o arrebatamento acontecerá antes da vinda de Nosso Senhor Jesus Cristo, o que é um engano, mais um ensinamento protestante, que não consta das Sagradas Escrituras. Vejamos o que diz a bíblia, a respeito do arrebatamento e como e, quando ele se dará:

    “Não queremos, irmãos, deixar-vos na ignorância a respeito dos mortos, para que não vos entristeçais como os outros que não têm esperança. Se, com efeito, nós cremos que Jesus morreu e ressuscitou, assim também, aqueles que morreram, Deus, por causa deste Jesus, com Jesus os reunirá. Eis o que dizemos, segundo uma palavra do Senhor: nós os vivos, que houvermos ficado até a vinda do Senhor, não precederemos de modo nenhum os que morreram. Porque o Senhor em pessoa, ao sinal dado, à voz do arcanjo e ao toque da trombeta de Deus, descerá do céu: então os mortos em Cristo ressuscitarão primeiro; em seguida nós, os vivos que tivermos ficado, seremos arrebatados com eles sobre as nuvens, ao encontro do Senhor, nos ares, e assim estaremos sempre com o Senhor. Portanto, confortais-vos uns aos outros com este ensinamento.” (I Tessalonicenses 4, 13-18).

  4. É como diz o ditado: O bom filho à casa torna. Ou melhor: -Porque ficar no quintal se eu posso estar dentro da casa? Leiam Apocalipse 17:4: ” A mulher estava vestida com púrpura e escarlate, adornada de ouro e pedras preciosas e pérolas; e tinha na mão um cálice de ouro cheio de abominações; São as impurezas da sua prostituição. Sobre a fronte estava escrito um nome, um mistério: “Babilônia, a grande, a mãe das prostitutas e das abominações da Terra.” Sirleide da Rocha.

  5. Eu gosto muit o quando o mediador do blog .abre esse precioso espaço para evangelizar os catolicos, que perdidos pela falta de capacidade biblico, sao presas faceis do catolicismo romano que criam um engenhosa artimanha de sofismas para firmar conceitos ant biblicos . vindo das tradiçoes e costumes, como antigamente faziam os fariseus,ESta na hora de eninar a verdadeira exegese aos irmao acima sobre os textos referidos e as acusaçoes levianas contra os evangelicos(Alias protestante ´um termo inventado por eles , pois quando aceitei JEsus, nunca havia lido sequer uma tese de Lutero e nem de CAlvino , fui convencido pelo Espirito de Deus ).Bem, em primeiro lugar, o mandamento contra a feitura de “imagens de escultura” foi um mandamento proibindo fazer ídolos. Deus não ordenou que Moisés fizesse um ídolo para o povo
    adorar, mas que fizesse um símbolo para o qual eles poderiam olhar com fé e assim serem curados. Posteriormente, o povo fez daquele símbolo um ídolo. Mas isto não faria com que o símbolo se
    tornasse algo mau. Afinal, até a Bíblia tem sido adorada como um ídolo. Mas isso não quer dizer que Deus pretendia que ela se tornasse um ídolo.Além disso, nem todas as “imagens” são ídolos. A arte religiosa contém imagens, mas estas em si não são ídolos, a menos que sejam veneradas ou adoradas. Deus instruiu Moisés a fazer também querubins (anjos) para a arca, mas eles não eram ídolos. Há uma diferença entre uma representação dada por Deus como um símbolo (por exemplo, o pão e o vinho na Ceia do Senhor) e um ídolo fabricado pelo homem (veja os comentários de Êxodo 25:18). O Catolicismo Romano ensina que Maria sempre foi virgem, isto é, que ela nunca praticou uma relação sexual, mesmo depois que Jesus nasceu. Quando a Bíblia se refere então aos
    “irmãos e irmãs” de Jesus (Mt 13:55-56), na verdade ela está se referindo a primos ou a parentes próximos?
    SOLUÇÃO: É verdade que as palavras para irmão e irmã podem referir-se a um parente próximo. O sentido, porém, tem de ser determinado pelo contexto e por outros textos das Escrituras. E no
    caso dos irmãos e irmãs de Jesus, o contexto indica que se trata realmente dos meios-irmãos e meias-irmãs de Jesus.
    Primeiro, em parte alguma a Bíblia afirma a doutrina da perpétua virgindade de Maria. Tal como a doutrina católica de que Maria nunca pecou (veja os comentários de Lucas 1:46), não há em toda a Bíblia nada que suporte esse ensino.
    Segundo, quando o termo “irmãos e irmãs” é empregado em conjunto com “pai” ou “mãe”, então o sentido não é o de primos e primas, mas sim de irmãos e irmãs mesmo (cf. Lc 14:26). Tal é
    o caso a respeito das menções dos irmãos e irmãs de Jesus. Mateus 13:55 diz: “Não é este o filho do carpinteiro? Não se chama sua mãe Maria, e seus irmãos, Tiago, José, Simão e Judas?” (cf. Mc 6:3).Terceiro, há outras referências na Bíblia aos irmãos de Jesus. João nos informa de que “nem mesmo os seus irmãos criam nele” (Jo 7:5). E Paulo fala de “Tiago, o irmão do Senhor” (Gl 1:19). Em outra ocasião Marcos refere-se a “sua [de Jesus] mãe e seus irmãos” (Mc 3:31). João falou de “sua mãe, seus irmãos e seus discípulos” (Jo 2:12). Lucas menciona que estavam no cenáculo “Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos de e” (At 1:14). OS romanistas tem uma ideia fixa e cega e nao sei por qual razaão querem a todo custo ,atribuir virgindade perpetua a MAria .Deus sempre desde genesis recomendou que todos sejamos marido e mulhjer e que o sexo e algo bonito e acieto por Deus,. A virgindade e castidade de MAria é vergonhosa dogma criado por um grupo de teologos no intuito de certa forma , elevar MAria a condiçao de deusa dos catolicos,um mulher iirrepreensivel . Enochj, vai proucar ler a Biblia irmao e abandona suas praticas pagãs como adorar um pedaçõ de hostia achando que é JEsus em carne e osso!! ISso sim , É IDOLATRIA CEGA.Achar que JEsus se transforma literalmente nu hostia .EU vejo tanta gente crer nesta heresia e eu me pergunto :SE JEsus tranformou agua em vinho como disse o Enoch, aquelas pessoas beberam vinho e sentiram gosot d evinho. ok ??ENtao quando um catolico come a hostia ele sente gosto d que??NAo era para sentir gosto d e carne e sangue ao inves de sabor de hostia ??

  6. O uso do Vinho na Ceia do Senhor

    Jesus usou uma bebida fermentada ou não fermentada de uvas, ao instituir a Ceia do Senhor (Mt 26.26-29; Mc 14.22-25; Lc 22.17-20; 1 Co 11.23-26)? Os dados abaixo levam à conclusão de que Jesus e seus discípulos beberam no dito ato suco de uva não fermentado.

    (1) Nem Lucas nem qualquer outro escritor bíblico emprega a palavra “vinho” (gr. oinos) no tocante à Ceia do Senhor. Os escritores dos três primeiros Evangelhos empregam a expressão “FRUTO DA VIDE” (Mt 26.29; Mc 14.25, Lc 22.18). O vinho não fermentado é o único “fruto da vide” verdadeiramente natural, contendo aproximadamente 20% de açúcar e nenhum álcool. A fermentação destrói boa parte do açúcar e altera aquilo que a videira produz. O vinho fermentado não é produzido pela videira [não é “fruto da vide”].
    (2) Jesus instituiu a Ceia do Senhor quando Ele e seus discípulos estavam celebrando a Páscoa. A lei da Páscoa em Ex 12.14-20 proibia, durante a semana daquele evento, a presença de seor (Ex 12.15), palavra hebraica para fermento ou qualquer agente fermentador. Seor, no mundo antigo, era frequentemente obtido da espuma espessa da superfície do vinho quando em fermentação. Além disso, todo o hametz (i.e., qualquer coisa fermentada) era proibido (Êx 12.19; 13.7). Deus dera essas leis porque a fermentação simbolizava a corrupção e o pecado (cf. Mt 16.6,12; 1 Co 5.7,8). Jesus, o Filho de Deus, cumpriu a lei em todas as suas exigências (Mt 5.17). Logo, teria cumprido a lei de Deus para a Páscoa, e não teria usado vinho fermentado.
    (3) Um intenso debate perpassa os séculos entre os rabinos e estudiosos judaicos sobre a proibição ou não dos derivados fermentados na videira durante a Páscoa. Aqueles que sustentam uma interpretação mais rigorosa e literal das Escrituras hebraicas, especialmente Ex 13.7, declaram que nenhum vinho fermentado devia ser usado nessa ocasião.
    (4) Certos documentos judaicos afirmam que o uso do vinho não fermentado na Páscoa era comum nos tempos do NT. Por exemplo: “Segundo os Evangelhos Sinóticos, parece que no entardecer da quinta-feira da última semana de vida aqui, Jesus entrou com seus discípulos em Jerusalém, para com eles comer a Páscoa na cidade santa; neste caso, o pão e o vinho do culto de Santa Ceia instituído naquela ocasião por Ele, como memorial, seria o pão asmo e o vinho não fermentado do culto Seder (ver “Jesus”, The Jewish Encyclopaedia, edição de 1904, V.165).
    (5) No AT, bebidas fermentadas nunca deviam ser usadas na casa de Deus, e um sacerdote não podia chegar-se a Deus em adoração se tomasse bebida embriagante (Lv 10.9). Jesus Cristo foi o Sumo Sacerdote de Deus do novo concerto, e chegou-se a Deus em favor do seu povo (Hb 3.1; 5.1-10).
    (6) O valor de um símbolo se determina pela sua capacidade de conceituar a realidade espiritual. Logo, assim como o pão representava o corpo puro de Cristo e tinha que ser pão asmo (i.e., sem a corrupção da fermentação), o fruto da vide, representando o sangue incorruptível de Cristo, seria melhor representado por suco de uva não fermentado (cf. 1 Pe 1.18-19). Uma vez que as Escrituras declaram explicitamente que o corpo e sangue de Cristo não experimentaram corrupção (Sl 16.10; At 2.27; 13.37), esses dois elementos são corretamente simbolizados por aquilo que não é corrompido nem fermentado.
    (7) Paulo determinou que os coríntios tirassem dentre eles o fermento espiritual, i.e., o agente fermentador “da maldade e da malícia”, porque Cristo é a nossa Páscoa (1 Co 5.6-8). Seria contraditório usar na Ceia do Senhor um símbolo da maldade, i.e., algo contendo levedura ou fermento, se considerarmos os objetivos dessa ordenança do Senhor, bem como as exigências bíblicas para dela participarmos (Fonte: Bíblia de Estudo Pentecostal, p.1517-19).

    Portanto, o suco de uva não embriagante e não fermentado é a bebida mais apropriada para representar o sangue de Jesus na Ceia do Senhor. Por coerência, o pão, representativo do corpo de Cristo, deve ser sem fermento. O vinho fermentado é uma bebida alcoólica. Um sacerdote que tome vários goles de vinho dessa natureza por dia, em celebrações várias, tende a se tornar viciado. Qualquer espécie de bebida que contenha álcool é considerada uma droga, capaz de levar a dependência. A cachaça, por exemplo, é uma droga. Os ex-alcoólatras são orientados para não tomarem o primeiro gole, a fim de não desencadear um impulso incontrolável. O fornecimento de bebida embriagante a irmãos nessa situação, por ocasião da Ceia, seria desaconselhável.

  7. Sr Euclides onde estavam os irmão de Jesus quando José,Maria e o menino jesus foram ao recenceamento, e quando iam ao templo?.Será que os pastores um formado em téologia e bíblia e o outro professor de téologia (ex-evangelicos) não teriam por acaso entendimento biblico e não conheciam a verdadeira exegese?

  8. Abençoado CArlos, o fato da Biblia nao mencionar filhos de MAria e portanto irmãos de JEsus no tempo em que JEsus e sua família adotiva, a grande e bem aventurada MAria e o justo José compareceram ao recenseamento e no templo ,não implica dizer que Jsus não teve meio-irmaos, amado.Ora,se aBiblia silencia a existencia de irmao de JEsus neste periodo, não impede que Maria tivesse outros filhos posteriormente, ja que JEsus viveu 33 anos na terra .EM Mateu 12,46 -47 lemos assim ,” Enquanto ele ainda falava às multidões, estavam do lado de fora sua mãe e seus irmãos, procurando falar-lhe. Disse-lhe alguém: Eis que estão ali fora tua mãe e teus irmãos, e procuram falar contigo” Ouseja , a cena certamente refere-se no tempo em que JEsus ja era adulto. No tempo do recenseamento JEsus era um bebÊ , querido leitor.Maria e José ainda eram bem jovens e os casais judeus via de regra e costume da epoca ,sempre formavam famlias compostos de varios filhos. AMado CArlos, se voce tivesse nascido antes do ano de 649 , certamente sua igreja catolica nao o faria crer neste dogma , j´aque o que o PApa e os teologos somente autorizam o que é aprovado ou nao, apos sua oficialiazçao correto? VEja o dilema :embora milhares de catolicos acreditam que MAria permaneceu virgem ate a morte, outros tantos simplesmente rejeitam esse delirio . Jà que voce nao pode contestar o que sua igreja catolica afirma , voce “come pela s maos dos outros ‘ e ai daquele que discordar , o que caracterizaria excomunhao , querido. Repito , antes de 649 , NAO HAVIA ESSA HISTORIA DE VIRGINDADE PERPETUA da grande a amada MAria. No Concílio de Latrão, ano 649, proclamaram sua virgindade. (A Bíblia no entanto registrou que José não coabitou com Maria sua esposa somente “ATÉ” nascer Jesus. (Mateus l .25). Os primeiros cristãos e muitos “pais da Igreja”, como Tertuliano, Euzébio, Santo Irineu, Epifaneo, Hegesipo, Helvidio e tantos outros confirmavam que Maria teve outros filhos no seu matrimónio com José. Afinal, casar-se e ter filhos não desmerece; o casamento é Instituição Divina e ter filhos é ordem do Criador; o que desmerece e muito é a condição de celibatário . Finalmente quero deixar que voce mesmo leia o Salmo 69.É um texto profético com força suficiente para desmantelar o arcabouço erigido pelas artimanhas teológicas católicas. Qualquer exegeta que ler esse salmo terá de admitir que se trata de um salmo messiânico, ou seja, um salmo que fala sobre o ministério e a vida de Jesus, o Messias. No verso 8, o autor descreve perfeitamente a família de Jesus sem deixar dúvidas quanto à legitimidade carnal de parentesco entre eles. Vejamos: “Tornei-me como um estranho para os meus irmãos, e um desconhecido para os filhos de minha mãe”

  9. A Pavra de Deus é comparável a uma espada de dois gumes que penetra na divisão das juntas e medulas e da alma e do espírito , capaz de convencer ao homens .Quando alguem de depara com a veracidade inconeste da Biblia sagrada, ou o leitor se dobra e aceita o erro ora cometido, ou foge se escondendo por tras de sofismas e pseudoverdades que a religiao deste lhe impoe.PRova tanta , que o sr.Vanderlucio nao publicou meu comentario.MAS o sangue de Jesus te libertará, amado.

  10. Carlos,

    Jesus era o PRIMOGÊNITO ( Que ou aquele que foi gerado antes dos outros; que ou o que é o filho mais velho – DICIONÁRIO AURÉLIO) de Maria. Se você observar, na época do recenceamento, Maria estava gestante de Jesus (LC 2:1-6), pois sua primeira gravidez foi logo após a revelação do anjo (LC 1:26-37). Ora, se a informação que temos dá conta que quando José soube da gestação de Maria, o mesmo queria desmanchar o casamento em segredo, objetivando não difamá-la pois eram noivos ainda (MT 1:18-19), como Jesus já teria irmãos?!

    Quanto a virgindade de Maria após o nascimento de Cristo, o Evangelho de Mateus (MT 1:25) diz que José não teve relações com ela até que a criança nasceu, o que entende-se que após o nascimento José teve outros filhos com Maria.

  11. prezados irmãos em cristo que bom? esses irmãos depois de muitos anos voltarem para igreja catolica , isto e graça de DEUS e para saber estes pastores so eles estão com a verdade! que a igreja católica e erada! quantos aos irmãos de JESUS ele não tinha irmão porque quando ele estava na cruz JESUS leia joão 19 v 25 ele disse mulher ex ai teu filho ex ai tua mae ele levou maria para sua casa, cade os filhos de maria? os estudiosos da igreja estuda tudo isso, estes irmão ai que voltaram para a igreja eles sabem que não se voçe fazer o mesmo irmão tenho certeza que muitas coisa vai saber, e uma pena que poucos vai fazer isso sejam bem vindos amados irmãos a santa igreja católica a igreja de jesus ao banquete do cordeiro que a santa missa, viva a santa igreja católica? viva os padres viva o papa! temos que orar por eles pela igreja do mundo todo! por toda umanidade

  12. CATÓLICO QUER VIRAR PROTESTANTE

    Como escolher uma denominação protestante ? Qual das 50.000 denominações protestantes ?

    Os que guardam o sábado acusam de hereges aqueles que observam o domingo. E vice-versa.
    Os que não batizam acusam de hereges aqueles que batizam e vice-versa.
    Os que aceitam divórcios e uniões homoafetivas são massacrados por aqueles que são contrários.

    Pensemos, por exemplo, em uma denominação que abraça a teologia da prosperidade. Mas então outros protestantes nos dizem que estas denominações são heréticas. Dizem outros vários protestantes que tais organizações são consideradas como seitas. Dizem ainda que a Bíblia condena tal prática e que estes pregadores arderão no fogo do inferno.
    Então deixemos as seitas e nos concentremos nas denominações mais tradicionais que condenam a mesma teologia da prosperidade.

    Mas então vem uma outra situação. Ao ligar a TV, não é difícil encontrar um pastor dizendo que aqueles que não pregam tal teologia são trouxas.
    Outros ensinam ainda que como filhos do Rei, o crente deve ter tudo do bom e do melhor e portanto aqueles que pregam um evangelho de sacrifício não estão sintonizados com a palavra de DEUS.
    Se partirmos para a denominação dita “Universal” é praticamente certo uma avalanche de críticas vinda dos outros grupos protestantes.

    Vamos imaginar então um católico desligando a TV e procurando conselho no rádio de pilhas onde existem um grande número de programas protestantes.
    No rádio é possível encontrar pastores pregando uma tal de confissão positiva. Dizia um pastor que o crente que fica doente é porque não tem fé ou está possuído pelo demônio.
    Segundo este pregador, o protestante tem que determinar em nome de Jesus e seja lá qual for a doença esta mesma tem que bater em retirada. Triunfalista demais !
    Não é difícil encontrar um bom número de protestantes que condena esta abordagem.

    Mudando o rádio de estação é possível escutar um outro pregador dizendo que o protestante tem que tomar posição diante de DEUS e assumir sua condição de rei e sacerdote.
    Mas não foi exatamente isto que Judas Iscariotes fez ? Não foi Judas que tomou posição diante do DEUS vivo ?

    Confuso com tantas informações o católico vacilante querendo ser protestante resolve sair de casa. Passando pela rua nota um templo protestante próximo de onde reside. Percebe que o culto irá começar. Todos cantam e parecem bem felizes.
    Quando começa a pregação o pastor afirma que o problema do povo evangélico é que ele não toma posse de sua benção.Como assim ? Dizia este mesmo pregador que se o crente não exige de DEUS a sua vitória e posição no reino, este mesmo DEUS não pode agir do modo que se espera.
    O católico frágil em sua fé ficará ainda mais confuso. Este católico nunca tinha ouvido que DEUS “não pode” isto ou aquilo. Pensava que DEUS podia todas as coisas. E pode mesmo.
    Mas este mesmo católico pensa: “…deve estar na Bíblia. O pregador deve saber o que está falando.”
    Contudo, a dúvida ainda persiste. Cada pregador que este católico escuta condenava as teorias dos demais pregadores.

    Sabe o que o que o católico indeciso resolve fazer ?
    Radicalizar. Decide ser um cristão primitivo. Será Luterano. “Afinal de contas, se pergunta, não foi Lutero que começou tudo ?”
    Não dizem os protestantes que ele foi um homem de coragem e indispensável ? Imagina o católico que não deve existir protestantismo mais “puro” e autêntico do que o luteranismo.
    Mas aí um grande número de crentes lhe diz que os luteranos atuais traíram Lutero incorporando muitos dos ritos e costumes católicos.
    E agora ? O que este católico deve fazer ?

    Já lhe disseram que as teologias da prosperidade e confissão positiva são demoníacas. Os tradicionais foram rotulados de bobos. Os conservadores foram acusados de dogmáticos e os modernistas são chamados pelos outros grupos de hereges. As denominações carismáticas são chamados de seitas…
    Talvez ele possa ser Calvinista! Mas então um grupo lhe ensina que Calvino era um herege por acreditar na predestinação dos eleitos. Alguns protestantes chegam a dizer que o tal do Calvino teria traído o grande escolhido por DEUS que era Lutero…

    Faço uma pausa para uma reflexão. Nunca entendi. Se DEUS levantou Lutero, por que todos se dividem e continuam reformando a reforma que DEUS já “teria feito” ?
    Ou Lutero está certo ou Lutero está errado. Se DEUS o levantou para corrigir os “erros” do catolicismo, quem é tolo suficiente para afrontar a DEUS e separar-se do “ungido” do Senhor ?
    E se não foi Lutero levantado por DEUS, e não foi mesmo, o que faz o protestante fora da Igreja Católica ??
    O que você está dizendo Sr.Católico quase protestante ???

    Já existiam outros grupos antes de Lutero que pregavam Sola Scriptura ? Quais ? E não foram estes mesmos grupos condenados e chamados de hereges pela Igreja Católica de Lutero e pelo próprio heresiarca ?
    Por vezes me esqueço que estou falando do protestantismo, onde nada é exatamente o que deveria ser e nada precisa fazer sentido.
    Então Sr.Católico protestantizado, você ouviu dizer que a Igreja Católica é uma seita ou foi fundada por Constantino ??? Então me diga como um protestante abraça as teorias de Lutero que era membro de uma seita ou talvez ex sacerdote da Igreja de Constantino ? Está vendo Sr.Católico o que é o protestantismo ? Nada faz sentido. Vale apenas o que o protestante quer.

    Pensa então o católico em ser pentecostal e quando manifesta o seu desejo, os protestantes históricos lhe dizem que estes grupos carismáticos nada tem de protestantes e que estes mesmos copiaram doutrinas oriundas da América do Norte e todos seriam traidores dos princípios defendidos pelos grandes reformadores, especialmente Lutero e Calvino.
    Nesta hora, Lutero e Calvino voltam a ser amigos e todos os protestantes os tem por Inspiração. E assim, Constantino desaparece tão rápido como apareceu. Mas deixa pra lá ! Não vamos insistir em entender aquilo que é inexplicável por si só.

    Então acrescentam os Metodistas e Episcopais que os tais pentecostais praticam heresias de toda ordem.
    E os Mórmons, Testemunhas de Jeová e Adventistas ? O que dizer deles ? Todos os demais grupos lhes condenam e por sua vez estes três grupos se condenam entre si e os três condenam os demais grupos protestantes. Que Babel este protestantismo né ?

    O católico que já entendia pouco de catolicismo, menos ainda de protestantismo, parece alguém que navega em pleno mar revolto.
    Sabe de uma coisa ? O católico faz a opção de ouvir música Gospel.Pensa ele: “Quem sabe tenho alguma inspiração louvando a DEUS ?”
    Quando julga que terá alguns momentos de reflexão que lhe viabilizem tomar uma decisão adequada, eis que lhe vem um amigo da mesma Igreja Universal e lhe diz: “Estás louco ?”
    “Como assim ?” pergunta o católico. E responde o amigo “Você não sabia que 99% dos cantores Gospel estão com demônios ? Meu líder nos disse isto”

    Declina imediatamente da música Gospel e decide que irá conhecer a igreja anglicana. Pensa ele: “Deve ser boa ! Já me disseram que é uma benção.”
    Então começa a pesquisar em sites protestantes sobre a Igreja Anglicana e encontra mais contras do que prós. Lê inclusive que tudo começou porque um rei desejava cometer adultério e não teria obtido a permissão da Igreja Católica para casar-se outra vez. E os protestantes da reforma e todos os demais que vieram depois condenavam como herética a dita Igreja Anglicana que segundo eles adota entre outras coisas muitos dos ritos do catolicismo.

    Bom, diante de tudo isto, pensa que só lhe resta ser neopentecostal. Pensa que talvez deva aderir ao pastor que usa chapéu ou àquele que trata aos seus seguidores por patrocinadores.
    Quem sabe deva ele ingressar na tal da “igreja” da Lagoinha ? Soube este católico que lá tem um avivamento forte. Parece que tem uma tal de unção do Leão ! Leão ??? Logo lhe vem a mente: “Deve ser tremendo !”
    Nem preciso te dizer Senhor Católico o que todos os outros grupos protestantes disseram a respeito destes últimos líderes citados. Ou preciso ?
    E a unção do Zoológico ? “Dizem que nesta igreja a poder de DEUS se manifesta tremendamente.”
    Mas logo veio o vizinho batista para desestimulá-lo. “Meu amigo, esta unção do Zoológico é obra de Satanás. A Bíblia não fala nada a respeito disto. Quando se viu tal manifestação entre os apóstolos ? “

    Católico, o que podemos tirar de tudo isto ? Você percebe meu caro católico vacilante e inconstante o que aconteceria com a Igreja Católica se fosse possível que ela abraçasse heresias e novidades e resolvesse optar pela “doutrina” de uma denominação protestante ?

    Ela ainda assim seria chamada de herege ou apóstata. Seria atacada por todos os lados, visto que só há concordância entre todas as denominações protestantes no que tange ao ódio e aversão ao próprio catolicismo. Abraçasse a doutrina que fosse, sempre os protestantes estariam prontos para dirigir a Santa Igreja toda a sorte de acusações e calúnias.
    Agora eu te pergunto católico contestador: A verdade misturada com a mentira torna-se o que ? Meia verdade ? E meia verdade é mais parecida com a mentira ou com a verdade ? Meia verdade é também meia mentira. A verdade católica não muda jamais e nem pode mudar. Se mudasse já não seria verdade.
    Minha mãe biológica sempre será minha mãe biológica. Mesmo que seja uma péssima mãe. Mesmo que ela não tenha me desejado. Mesmo que eu não a queira por mãe. Ela sempre será minha mãe biológica. Isto é verdade. Verdade que não envelhece e portanto é sempre atual.
    E então: Que denominação protestante um católico ignorante deveria procurar ? Que tal a Igreja das células ? Parece primitivo ! Pensa o católico: “A história da Igreja não começou assim com as comunidades reunidas em casas ?” Aliás, que igreja começou assim católico ? A Igreja de Constantino ? A de Lutero ? A de Calvino ? A Batista ? A Bola de Neve ou Cuspe de Cristo ? Deixa prá lá.

    Prossegue o católico: “Tem até patriarca esta Igreja em células !” Porém, mais uma vez, este católico perdido encontra todo o tipo de opinião sobre esta vertente no meio protestante. Encontra quem é a favor e quem é contra. Muito mais contrários do que favoráveis.
    E o evangelho judaizante ? Será que é bom ? Mais uma vez não é possível encontrar consenso entre os protestantes. Pode-se perceber partidários e opositores do evangelho judaizante em todos os cantos. O protestantismo é assim mesmo. Nada é o que parece ser. E tudo que parece ser não é.

    Finalmente, cansado de tanto procurar, o católico encontra o Movimento dos Sem Igreja.
    Trata-se de um movimento supostamente evangélico. Seriam cristãos sem templo. Eles dizem a este católico que igreja não serve para nada. Dizem ainda que todas as denominações evangélicas ou protestantes foram edificadas sobre homens. Afirmam também que estão fartos de tantas heresias no meio evangélico/protestante.
    Este grupo ensina que se deve olhar apenas para Jesus e não para o homem. Eles dizem que cada crente pode caminhar com as próprias pernas. Evidentemente que não servem pernas católicas. A máxima só vale para quem fez o favor de “aceitar” a Jesus em um templo protestante!
    Nisto os protestantes ainda que não saibam têm razão. Católico sem a Igreja não consegue caminhar mesmo.
    “Um homem Cristão é Católico enquanto vive no corpo; decepado deste, torna-se um herege. o Espírito não segue um membro amputado.(Santo Agostinho)”

    Mas pensando bem, em se tratando de protestantismo faz algum sentido. Todo mundo que levantou o dedo em um templo protestante e que disse aceitar Jesus já está “salvo”. Correto?
    Todo mundo no meio protestante/evangélico lê sua Bíblia contando com a assistência “infalível” do Espírito Santo. Correto ?
    Todos acusam uns aos outros de hereges. Correto ?
    O crente protestante deve conferir se aquilo que o pastor pregou na denominação está ou não de acordo com a palavra. Correto ?
    E de acordo com a tese da maior parte dos protestantes, uma vez salvo sempre salvo. Correto ?
    Ora, depois de se tornar protestante, se o convertido pode ser intérprete, se ele conta com a assistência do Espírito Santo, se todos são hereges, menos ele, se ele já está salvo e se a salvação não pode ser perdida, por que ele deveria se tornar membro de uma denominação evangélica ou protestante ? Por que deveria frequentá-la ?

    Mas como assim intérprete da palavra de DEUS ?
    A Bíblia não condena a interpretação particular ? Tal condenação só deve existir na Bíblia católica. Deixa pra lá.
    Como assim assistência do Espírito Santo para ler a Bíblia ? Mas não é o protestantismo que condena a infalibilidade do papa ?
    Aliás, como é possível que alguém no protestantismo seja infalível na interpretação da Bíblia se todos condenam a infalibilidade ?
    E se todos discordam uns dos outros, isto não é prova que a infalibilidade de fato não está com o protestantismo ?
    Ah ! Entendi. Cada crente é “infalível” para si mesmo. Cada crente é uma espécie de Papa.
    Então este deve ser o principal motivo de tantas divisões. Quando discordam, logo surge uma nova denominação sob a regência de um novo papa “infalível”.
    Cada crente é apto para julgar todos os demais. Ele é quem decide sobre a doutrina que ele próprio deve seguir e pregar. Ele é quem determina quem é ou não herege, quem está salvo e quem está condenado. Ele decide quem é idólatra e quem é adorador. A únicas certezas que o “infalível” protestante tem é que ele está certo e salvo e que a Igreja Católica é a Babilônia…
    Assim, o cada protestante julga possuir capacidade para seguir ou rejeitar pastores ou denominações. É tudo a partir da leitura bíblica que cada crente faz. Mas deixa prá lá. Tá amarrado !

    Eu também não entendo outra coisa. Quando um protestante tem o direito de deixar a sua denominação para aderir a outra ou fundar a sua própria ?
    E aqueles que se mantiveram com o pregador ? Qual deles está salvo ?
    Aquele que deixou a denominação porque não concordou com a pregação a partir da leitura individual que fez ? Ou aquele que se mantém fiel à denominação ? Ou ainda aquele que fundou uma nova denominação ? Todos estão salvos ? Então por que brigam ?
    Deveriam estar comemorando a salvação de todos. A salvação do que ficou na denominação, daquele que saiu da denominação e daquele que fundou uma nova denominação.
    Quantas vezes o crente pode mudar de denominação ? Naturalmente, a Bíblia explica tudo isto. Não é o protestante que diz “Só a Bíblia” ?

    Então deve estar tudo lá Bíblia. Visões dos pastores, revelações de “ungidos”, Lutero, Calvino, Macedo, Soares, as denominações, a definição do Canon, os livros inspirados e a própria definição bíblica de que a Bíblia seria a única fonte de revelação. E a Bíblia deles provavelmente deve dizer que tudo deve ser consultado na Bíblia protestante. E deve dizer ainda que só serve Bíblia protestante traduzida por João Ferreira de Almeida…
    Ou não ? O problema é que como católico eu “não” leio a Bíblia. Quando me tornar protestante tudo será diferente.
    Com 06 meses de Bíblia poderei contestar a Igreja Católica de 2000 anos, todos seus concílios, toda a sua doutrina e todos os seus duzentos e tantos papas.
    E também poderei contestar meus próprios pares protestantes. Serei teólogo de mim mesmo e poderei fundar uma nova denominação.
    Nem me importa se pregarei certo ou errado, pois possivelmente meus seguidores serão menos “sábios” do que eu. Provavelmente serei idolatrado e quando os críticos me atacarem, logo um dos meus adoradores dirá sem pesquisar:
    “Não toca no ungido do Senhor”
    “Deixa que ele está fazendo a Obra de DEUS”.
    “Ai de quem tocar no servo de DEUS !”

    E o melhor de tudo é que bastará tão e somente eu dizer que eu tive uma visão para fundar uma denominação e todos sem exceção acreditarão na minha fábula.
    Isso tem de bom no meio protestante. Justiça seja feita. Todo protestante prima pela coerência.
    Eles não aceitam o papa, mas aceitam a “visão” de qualquer pastor.
    Eles rejeitam o magistério da Igreja com seus 2000 anos e sua infalibilidade, mas creem em si próprios como mestres “infalíveis”.
    Eles não creem nos concílios católicos que ocorrem a cada 50 ou 100 anos e que são ministrados não por um só homem, mas se alimentam de literatura e mídia produzida por homens e depois é só dizer que estes mesmos são “ungidos” e cheios de “bênçãos”.
    Eles não creem nos milagres católicos comprovados pela ciência e atestados até mesmo por protestantes, mas creem nos milagres exibidos na TV ou naqueles com dia e hora marcados e que ninguém comprova.
    “PARA AQUELES QUE CRÊEM, NENHUMA EXPLICAÇÃO É NECESSÁRIA; E PARA AQUELES QUE NÃO CRÊEM, NENHUMA EXPLICAÇÃO É POSSÍVEL. (SANTO INÁCIO DE LOYOLA).”

    Pensa o católico no que deve fazer depois de tanta confusão vista na Babel protestante:

    1)Devo estudar os textos, livros e escritos de Santo Agostinho ou escutar os gritos do vendedor da Bíblia da prosperidade ?
    “A Lei foi dada para que se implore a graça; a graça foi dada para que se observe a lei(Santo Agostinho).”

    2)Devo estudar São Tomás de Aquino ou escutar o pregador do patrocínio ?
    “Enquanto o amor humano tende a apossar-se do bem que encontra no seu objeto, o amor divino cria o bem na criatura amada” (Tomás de Aquino).”

    3)São Francisco de Assis ou o pregador do trízimo ?
    “Comece fazendo o que é necessário, depois o que é possível, e de repente você estará fazendo o impossível(São Francisco de Assis).”

    4)Santo Padre Pio ou o tal “patriarca” do evangelho judaizante ?
    “O meu passado, Senhor, à Tua misericórdia. O meu Presente, ao Teu amor. O meu futuro, à Tua Providência.” (Padre Pio)

    5)Santa Teresinha ou Leões e Lagoas ?
    “Deus não poderia me inspirar desejos irrealizáveis, portanto, posso, apesar da minha pequenez, aspirar à santidade”(Santa Teresinha).

    6)São João Maria Vianney ou quem ensina a adoração da Arca da Aliança ?
    “Com nossos instintos a luta é raramente de igual para igual: ou nossos instintos nos governam ou nós governamos nossos instintos. Como é triste se deixar levar pelos instintos! Um cristão é um nobre; ele deve, como um grande senhor, mandar em seus vassalos.(São João Maria Vianney)”

    7)Santo Irineu ou os “bispos” dos carnês e débitos automáticos ?
    Santo Ireneu (140-202): “Com efeito é à própria Igreja que foi confiado o Dom de Deus. É nela que foi depositada a comunhão com Cristo, isto é, o Espírito Santo, penhor da incorruptibilidade, confirmação da nossa fé e medida da nossa ascensão para Deus. Pois lá onde está a Igreja, ali está também o Espírito de Deus; e lá onde está o Espírito de Deus, ali está a Igreja e toda a graça.”

    8)Santo Ambrósio ou os pastores das fogueiras “santas” e campanhas financeiras ?
    “Toda verdade, dita por quem quer que seja, é do Espírito santo.(Santo Ambrósio)”

    9)O Papa Leão XIII ou os pregadores do evangelho triunfalista onde ninguém precisa carregar sua cruz ?
    ”O cristão nasceu para a luta, e quanto mais encarniçada se apresenta, tanto mais segura há de ser a vitória com o auxílio de Deus” (Leão XIII, Encíclica Sapientiae Christianae, 19).

    Devo recorrer ao passado recente ??? Madre Teresa de Calcutá ou a profetiza que disse Jesus voltaria em 2007 ?
    “Ninguém daria banho a um leproso nem por um milhão de dólares? Eu também não. Só por amor se pode dar banho a um leproso.”

    A quem se deve escutar católico ? João Paulo II ou o pregador do aborto ?
    “Deus se deixa conquistar pelo humilde e recusa a arrogância do orgulhoso.(João Paulo II)”
    “A Igreja é a carícia do amor de Deus ao mundo.(João Paulo II)”
    “Por isso, América: se queres a paz, trabalha pela justiça. Se queres a justiça, defende a vida. Se queres a vida, abraça a verdade, a verdade revelada por Deus.(João Paulo II)”
    “Quando o homem se põe como medida de todas as coisas, converte-se em escravo de sua própria finitude.(João Paulo II)”

    Talvez olhar para o presente seja melhor. E então católico ? Padres e Bispos católicos devidamente ordenados ou homens que se fazem “apóstolos”, “bispos” e “missionários” ?

    O teólogo Joseph Ratzinger, sua santidade o Papa Bento XVI, respeitado e reverenciado pelos protestantes históricos ou a igrejola aberta por qualquer desconhecido ?
    “Nós estamos caminhando para uma ditadura do relativismo que não reconhece nada como definitivo e tem como valor máximo o ego e os desejos individuais(Bento XVI)”
    “Vai-se constituindo uma ditadura do relativismo que não reconhece nada como definitivo e que usa como critério último apenas o próprio “eu” e as suas vontades.(Bento XVI ainda cardeal na missa na basílica de São Pedro antes do conclave.)

    E você católico inseguro ? O que irá fazer ? Abraçará a auto suficiência protestante ?
    Não se engane. Quem diz que não precisa de padre para confessar os seus pecados está apenas demonstrando sua arrogância. Se Jesus deu aos apóstolos o poder de reter ou perdoar pecados, é evidente ser indispensável que alguém lhes confesse os pecados.

    São Leão Magno (400-461), Papa e doutor da Igreja:“Quem se aparta da confissão da verdade, muda de caminho e o percurso inteiro se torna afastamento. Tanto mais próximo da morte estará quanto mais distante da luz católica.”
    Católico, não entre na falsa humildade protestante que diz “só me confesso a DEUS”.
    “A Igreja é o mundo reconciliado”. (Santo Agostinho – Sermão 96,7,9)“Quem não crer que a Igreja lhe perdoa os pecados, a esses não lhe serão perdoados os pecados”.
    Só há salvação na Igreja que detém a confissão e a penitência. A Igreja que cuida da alma e dos pecados de seus filhos.
    “Sabe porque os consultórios de psiquiatras estão cheios porque os Confessionários estão vazios.” [João Paulo II].
    E nós pertencemos a esta Igreja.
    “Portanto, a Igreja Católica é a única que retém o verdadeiro culto. Esta é a fonte da verdade; esta, o domicílio da fé; o templo de DEUS. Quem quer que não entre nela ou não saia daqui é um alienado em termos de esperança de vida e salvação… Porque, , ao contrário disso, todos os vários grupos de hereges têm confiança de que são os Cristãos, e pensam que a Igreja Católica é deles. Que se saiba que a verdadeira Igreja é na qual há confissão e penitência, e que cuida de maneira salutar dos pecados e das mágoas aos quais os fracos na carne estão sujeitos”.
    Lactantius, As Instituições Divinas, 304 A.D..

    E eu te pergunto meu caro amigo católico que me lê, pode haver maior contradição do que esta ? Os protestantes que dizem que religião não serve para nada, quando acuados dizem em alto em bom som: “estamos sendo vítimas de perseguição religiosa”. Tudo no protestantismo é contraditório. E qual a sua origem afinal ?

    O vírus que Lutero disseminou do orgulho não teve origem nele próprio. Lutero contestou a Igreja e a autoridade do papa. Hoje seus filhos contestam uns aos outros e todos contestam o catolicismo. Calvino contestou Lutero. Outros contestaram Calvino.
    O vírus da auto suficiência não coexiste com explicação de qualquer ordem e nem permite que os ouvidos estejam abertos para a instrução. Pode-se ver apenas o que se deseja e troca-se o meditar pelo falar.

    O “Super Papa” Martinho Lutero, ídolo protestante, resumiu o pensamento que iria contaminar seus filhos:
    “Quem não crê como eu é destinado ao inferno. Minha doutrina e a doutrina de Deus são a mesma. Meu juízo é o juízo de Deus” (Weimar, X, 2 Abt, 107)
    Por isto os protestantes são intérpretes da Bíblia e não aceitam instrução de qualquer tipo.

    “As pessoas costumam amar a verdade quando esta as ilumina, porém tendem a odiá-la quando as confrontam (Santo Agostinho).”
    Por isto fundam denominações e se dividem e cada crente é mestre de sua doutrina e “infalível” em sua interpretação pessoal.
    Desejar seguir Jesus é uma coisa e encontra-lo é outra. Muitos seguramente querem. Mas quem pode nos apresentar Jesus ? O cego da Bíblia fez esta pergunta. Ela ainda é atual.

    Julgas católico que podes conhecer o DEUS verdadeiro a partir de tua leitura bíblica ? Acaso não sabes que DEUS é muito maior do que a Bíblia e incompreensível para qualquer um de nós ?
    Hoje em dia muitos “jesuses” são apresentados por aí. A Bíblia nos diz que muitos cristos falsos seriam “vistos”.
    Tem o Jesus do aborto, tem o Jesus do divórcio, tem o Jesus do dízimo, tem o Jesus do carnê, tem até Jesus do Trízimo. Tem Jesus da Arca da Aliança, tem Jesus do evangelho judaizante, tem Jesus que batiza e tem Jesus que não batiza. Tem Jesus patrocinador. Que Jesus você deseja conhecer e seguir ?

    Quem pode te apresentar o Jesus verdadeiro se não a Igreja que é coluna e sustentáculo da verdade ?
    Você acha que é assim católico ? Depois de ter demonstrado tão grande amor a ponto de entregar sua vida por nós na cruz, o nosso Senhor Jesus Cristo nos deixou por conta própria ?
    Sou eu quem devo interpretar a Bíblia ? Sou eu quem devo me virar e encontrar a Igreja certa ? Eu que sou homem e falho é quem devo julgar quem interpreta certo e quem interpreta errado ? Devo escolher uma denominação protestante a partir da minha leitura individual ? Devo estudar a Bíblia para saber qual a denominação protestante é mais adequada ?

    Na prática o que está nos dizendo cada protestante ? Ora, depois de tudo que Jesus fez na cruz e sabendo que é seu desejo que nenhum de nós se perca, agora este mesmo Jesus diz:
    “Se vira. Eu já fiz a minha parte morrendo na cruz. Leia a Bíblia. Interprete por conta própria. Julgue você próprio o que é ou não heresia. Escolha uma Igreja. Fique atento aos falsos profetas. Compreenda por si mesmo qual é a minha vontade. Se perceber algo errado mude de denominação. Se não encontrar denominação alguma que pregue um evangelho “puro” funde uma nova “igreja”. Salva-se quem puder. E danem-se os ignorantes, deficientes, analfabetos. E não se esqueça de levantar o dedo em uma denominação protestante e diga que me aceita como senhor e salvador”…

    Você acha mesmo que Jesus é assim Sr.Católico ? Você acha que Jesus Cristo realmente se importa ou não com a salvação do homem ?
    Ora católico, você sabe que Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e eternamente. O amor que ele demonstrou na cruz nunca mudou. Ele nos deixou a Santa Igreja para que ela nos guiasse. Isto tudo por amor. Ele sabe que somos confusos, arrogantes, soberbos, inconstantes e muitas vezes auto suficientes. O apóstolo Paulo nos ensina que os julgamentos humanos são parciais, portanto duvidosos.
    Assim sendo, cumpre à Igreja a tarefa de ensinar e interpretar as sagradas escrituras. Os meios de salvação como os sacramentos estão disponíveis somente na Igreja. Não é possível acessá-los estando fora dela.
    Através da Igreja e não deixando o homem por conta própria, a salvação também foi possível aos ignorantes, pobres, doentes, analfabetos e deficientes.
    Não foi para estes que Jesus veio ? Ou ele veio somente para aqueles que “poderiam” teoricamente interpretar a lei ? Isto já faziam os fariseus.
    Meu irmão católico, os cristãos dos primeiros séculos não dispunham de Bíblias. Mas tinham Igreja. Isto é o amor de Jesus que não podemos medir ! Ele instituiu a Igreja para que nenhum de nós se perca.

    E se a Igreja errar ? Se tal fosse possível, pois não é, seria Jesus quem deve responder por ela e não Lutero. A Igreja nunca erra, embora seus filhos sejam pecadores. A Igreja nunca ensina errado, muito embora seus filhos distorçam eventualmente os ensinamentos corretos que lhes são passados.

    Lutero não foi autorizado a “consertar” a Igreja Católica e por via de consequência seus filhos que continuam reformando Lutero estão em verdade falando ao vento ou esvaziando o oceano com um balde.
    Mas fiquem tranquilos. O mesmo Jesus disse: “as portas do inferno jamais prevalecerão contra minha igreja”.
    E disse ainda: “eis que estarei convosco até o fim dos tempos”.
    Não caia na armadilha orgulhosa do protestantismo e nem faça de Jesus um mentiroso ao imaginar que DEUS precisou de Lutero para alguma coisa. Jesus não mente e você não é protestante para escolher o que pretende seguir ou não do evangelho.
    “SE VOCÊ ACREDITA NO QUE LHE AGRADA NOS EVANGELHOS E REJEITA O QUE NÃO GOSTA, NÃO É NOS EVANGELHOS QUE VOCÊ CRÊ, MAS EM VOCÊ.(SANTO AGOSTINHO)”

    Tem hora que o protestante é literal e tem hora que não é. Tem hora que ele admite que determinada disposição pode estar subentendida e tem hora que tem que estar ser “clara”.
    Tudo depende do que queira seguir. Depende do que ele quer praticar e do que ele deseja condenar nos outros. Tem hora que usam o grego. Usam o grego, por exemplo, para dizer que Pedro não era a Pedra. Mas sabemos que Jesus falava aramaico. Depois favorecem o aramaico ou o hebraico para justificarem outros costumes e crenças que praticam.
    Quando é interessante retomam a interpretação literal suprimindo inclusive versículos. É o caso da mediação de Jesus Cristo onde o protestante não lê o restante do texto e assim confunde mediação com intercessão. E depois de tudo isto, o protestante diz ainda que qualquer um pode ler e interpretar a Bíblia. Qualquer um ?

    Todos os protestantes conhecem as doutrinas de integrais de Lutero ou Calvino ? Todos os protestantes leem, escrevem e traduzem grego, aramaico e hebraico ?
    Pergunte a um protestante se ele conhece os pecados contra o Espírito Santo ? Ele não conhece. Sabe por que ? Porque a Bíblia não os define. A Bíblia só fala em blasfêmia. Mas não explica.
    Mas fique certo Sr.Católico que a tua Santa Madre Igreja te ensina quais são estes pecados de modo que você possa evitá-los.
    Não te disse que é mais seguro ser católico ? Como um protestante saberá se incorreu ou se está incorrendo em algum pecado contra o Espírito Santo ?
    Mas existem protestantes que são mais tementes a DEUS do que católicos ? Certamente. E existem protestantes que levam vidas mais sadias do que católicos ? Sem dúvida.
    Mesmo com uma leitura deficiente da Bíblia não é difícil superar um católico não praticante ou infiel que resolve dar as costas para a Santa Igreja.
    E se é certo que existem protestantes sinceros e cujas vidas são pautadas por honra e temor a DEUS, também é verdade que existem não cristãos que aos olhos humanos são ainda melhores do que católicos e protestantes. E agora ?

    O que você irá fazer católico indeciso ? Quem são os santos protestantes ? Quais são as suas obras ? Quem são seus expoentes e referências ? Qual das 50.000 igrejas protestantes você irá escolher ? Qual delas retém a sã doutrina ?
    A quem você irá escutar ? A Igreja de 2000 anos construtora da civilização, mestra por excelência ou vai escutar a si mesmo a partir de tua própria leitura individual da Bíblia ?

    Ora, a fé vem pelo ouvido e não pela leitura. O protestante faz o contrário. Lê para “entender” ao invés de ouvir.
    Não foi o eunuco da Bíblia que pediu por alguém que lhe ensinasse aquilo que não podia ele próprio compreender ?
    Se fosse fácil ele mesmo poderia ler e interpretar. A Bíblia nos adverte sobre o perigo que é a palavra de DEUS sendo manipulada por ignorantes. Nunca lestes que a letra mata, mas o espírito vivifica ? Pois é. A letra matou o protestante.

    Católico não entre nesta espiral de rejeição às autoridades constituídas por DEUS. Para entrar no reino dos céus é preciso recebê-Lo como crianças. Esvazie-se a si mesmo e por certo encontrarás a verdade na Igreja Católica.
    Amigo católico, pense bem quando alguém te convidar para um culto protestante ou te abordar na rua com um folheto. O abandono consciente da Igreja Católica será trágico para você meu amigo católico.
    “Os heréticos condenam-se a si mesmos já que por própria opção abandonam a Igreja, um abandono que, sendo consciente, torna-se sua condenação .”São Jerônimo Comentários acerca de Titus, 3,10 386 A.D.

    Se você ainda está em dúvida, não faça como os protestantes que nunca leram as obras de Lutero. Procure por elas e veja a pessoa do fundador do protestantismo.
    Fundador do protestantismo: Lutero:

    “Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte, de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: “Que fez, então, com ela?”, depois com Madalena, depois com a mulher adúltera, que ele absolveu tão levianamente. Assim Cristo, tão piedoso, também teve de fornicar antes de morrer.” (Tischreden, nº 1472, ed. Weimer, 11, 107)”.

    “Eu estou, da manhã à noite, desocupado e bêbado. Você me pergunta por que eu bebo tanto, por que eu falo tão galhardamente e por que eu como tão frequentemente? É para pregar uma peça ao diabo que se pôs a me atormentar”. É bebendo, comendo, rindo, nessa situação, e cada vez mais, e até mesmo cometendo algum pecado, à guisa de desafio e desprezo por Satanás, procurando tirar os pensamentos sugeridos pelo diabo com o auxílio de outros pensamentos, como, por exemplo, pensando numa linda moça, na avareza ou na embriaguês, caso contrário ficarei muito raivoso.” (Lutero). (Marie Carré, Jai choisi lunité – D.P.F., 1973, apud Lex Orandi: La Nouvelle Messe et la Foi , Daniel Raffard de Brienne 1983).”

    O que dizem os defensores da fé católica sobre a Igreja ?

    S. Cipriano (+258): “Julga conservar a fé aquele que não conserva esta unidade recomendada por Paulo? Confia estar na Igreja aquele que abandona a cátedra de Pedro sobre a qual está fundada a Igreja?” (Sobre a Unidade da Igreja cap. 4).
    S. Cipriano: “se alguém tivesse escapado (do dilúvio) fora da arca de Noé, então poderíamos admitir que quem abandona a Igreja pode escapar da condenação.”

    Orígenes escrevia: “…se alguém quer salvar-se, venha a esta casa, para que possa consegui-lo… Que ninguém se engane a si mesmo: fora desta casa, isto é, fora da Igreja, ninguém se salva.”

    Papa Inocencio III (1198-1216):
    “Com nossos corações cremos e com nossos lábios confessamos só uma Igreja, não aquela dos hereges, senão a Santa Igreja Católica Apostólica e Romana, fora da qual achamos que não há salvação “(Denzinger 792).

    Quarto Concilio de Letrán (1215):
    “Há só uma Igreja Universal dos fiéis, fora da qual ninguém esta a salvo.”

    Papa Bonifacio VIII, Bula Unam Sanctam (1302):
    “Nós declaramos, dizemos, definimos e pronunciamos que é absolutamente necessário para a salvação de toda criatura humana o estar submetida ao Romano Pontífice.”
    “Assim como há um só Deus, um só Cristo, um só Espírito Santo, assim também há uma só verdade divinamente revelada; uma só Fé divina que é o princípio da salvação do homem e o fundamento de toda a justificação, a Fé pela qual o justo vive e sem a qual é impossível agradar a Deus e chegar à comunhão dos Seus filhos. Há uma só Igreja una, verdadeira, santa e católica que é a Igreja Apostólica Romana. Há uma só cátedra fundada sobre Pedro pela palavra do Senhor, fora da qual não podemos encontrar nem a verdadeira Fé, nem a salvação eterna. Todo aquele que não tiver a Igreja como mãe não pode ter a Deus como pai, e quem quer que abandone a cátedra de Pedro sobre a qual a Igreja foi fundada confia falsamente que está na Igreja de Cristo. Na verdade, não pode haver crime maior e mancha mais repugnante do que se opor a Cristo, do que dividir a Igreja gerada e comprada pelo Seu Sangue, do que esquecer o amor evangélico e combater com o furor da discórdia hostil a harmonia do povo de Deus.”
    (Pio IX, Singulari Quidem)

    Católico, tenha amor por sua Igreja. Ela é temida por seus inimigos.
    Voltaire – inimigo confesso de Cristo e da Igreja, parabenizado sobre a destruição que promoveu de um templo católico:“Que ninguém se engane. A Igreja não está morta. O fogo da fé está somente em brasa, mas não extinto. A fé católica é fogo inextinguível.”

    “A Igreja é Santa, a Única Igreja, a Verdadeira Igreja, a Igreja Católica, lutando sempre contra todas as heresias. Ela pode lutar, mas não pode ser derrotada. Todas as heresias são expulsas por Ela, como os galhos pendentes são arrancados de uma vinha. Ela permanece presa à sua raiz, em Sua vinha, em Seu amor. As portas do inferno não prevalecerão contra ela”Santo Agostinho de Hipona, Sermão aos Catecúmenos sobre o Credo, 6,14, 395 D.C.

    Católico não fuja à perseguição e combata o bom combate.
    Santo Hilário de Poitiers (367):”Foi sempre privilégio da Igreja vencer quando é ferida, progredir quando é abandonada, crescer em ciência quando é atacada”.

    Católico, nunca deixe de defender a Santa Igreja, os santos e a Virgem Maria.
    ”ONDE ESTIVER O BISPO, ESTEJA O POVO, ASSIM COMO ONDE ESTÁ JESUS CRISTO, ESTÁ A IGREJA CATÓLICA”. (SANTO INÁCIO DE ANTIOQUIA, CARTA AOS ESMIRNENSES, 8, ANO 106 D.C.).

    Não se envergonhe de sua fé e nem se intimide com os adeptos da religião do livro.
    “Toma cuidado com o homem de um só livro(São Tomás de Aquino).”

    Ora, nosso DEUS não está restrito a tinta ou ao papel, mas é a palavra viva e encarnada.
    Quem são os nossos santos e expoentes ?
    “Espero nunca ter ensinado nenhuma verdade que não tenha aprendido de Vós. Se, por ignorância, fiz o contrário, revogo tudo e submeto todos meus escritos ao julgamento da Santa Igreja Romana(São Tomás de Aquino).
    ”Não é igreja que precisa de mim, sou eu que preciso da Igreja”( São Pio de Pietrelcina).
    “Se não podes entender, crê para que entendas. A fé precede, o intelecto segue(Santo Agostinho).”

    São João da Cruz pediu e acabou recebendo de Deus: Primeiro, força para o trabalho e para sofrer muito; Segundo: não o fazer sair deste mundo como superior de uma comunidade; Terceiro: deixá-lo morrer desprezado e escarnecido pelos homens. Pregador, místico, escritor e poeta, João da Cruz faleceu após uma penosíssima enfermidade, em 1591 com 49 anos de idade. Declarado como Doutor da Igreja pelo Papa Pio XI.
    “O amor, para ser verdadeiro, tem de doer. Não basta dar o supérfluo a quem necessita, é preciso dar até que isso nos machuque(Madre Teresa de Calcutá).”
    “Dê ao mundo o melhor de você. Mas isso pode não ser o bastante. Dê o melhor de você assim mesmo. Veja você que, no final das contas, é tudo entre VOCÊ e DEUS. Nunca foi entre você e os outros.(Madre Teresa de Calcutá)”
    “Jesus é a Ponte entre Aquele que tudo pode e as criaturas que de tudo precisam. Seja você também uma ponte que liga os que tem de sobra, com aqueles que sentem falta de tanta coisa.(Santa Clara de Assis)”
    “A castidade duma alma é de um preço aos olhos de Deus maior que a dos anjos, pois que os cristãos só podem adquirir esta virtude pelos combates, enquanto que os anjos a têm por natureza.” (Sermão sobre a Pureza).”(Santo Ambrósio).
    “Ou nos afastamos do mal por medo do castigo, estando assim na posição do escravo; ou buscamos o atrativo de recompensa, assemelhando-nos aos mercenários; ou é pelo bem em si e por amor de quem manda que nós obedecemos… e estaremos então na posição de filhos”.(São Basílio Magno)

    O que é a Igreja Católica ?

    “A Igreja Católica é a única coisa que salva o homem da degradante escravidão de ser um filho de sua época(Chesterton)”.
    São Cipriano (†258) – Bispo de Cartago:“A Esposa de Cristo não pode adulterar, é fiel e casta. Aquele que se separa dela saiba que se junta com uma adúltera, e que as promessas da Igreja já não o alcança. Aquele que abandona a Igreja não espere que Jesus Cristo o recompense, é um estranho, um proscrito, um inimigo. Não pode ter Deus por Pai no céu quem não tem a Igreja por mãe na terra”.

    São João Crisóstomo (350-407), doutor da Igreja; Patriarca de Constantinopla:“Não te afaste da Igreja: Nada é mais forte do que ela. Ela é a tua esperança, o teu refúgio. Ela é mais alta que o céu e mais vasta que a terra. Ela nunca envelhece”.

    Contemplando este mistério da Igreja, São Pio X dizia:
    “Os reinos e os impérios desmontaram; os povos que a glória de seus nomes assim como sua civilização os havia tornado célebres, desapareceram. Viram–se nações que, atingidas pela decrepitude, se desagregaram por si mesmas. A igreja, porém, é imortal por natureza, jamais o laço que a une ao seu celeste Esposo se romperá e, em consequência, a velhice não pode atingi-la; ela permanece exuberante da juventude, sempre transbordante dessa força com a qual ela nasceu do coração transpassado de Cristo morto sobre a Cruz”. (Encíclica Lucunda Sane).

    Católico nós sabemos que existem pessoas sinceras em denominações protestantes, muito embora o ciclo vicioso do protestantismo sempre os leve ao orgulho. Não tem jeito. Necessariamente o livre exame da Bíblia instituído por Lutero transforma todo e qualquer crente em uma espécie de papa e juiz de todas as coisas.
    Sabemos ainda ou temos pelo menos a expectativa de que a grande maioria é séria e honesta. Mas o Senhor Jesus também nos advertiu que devemos temer não quem mata o corpo, mas quem mata a alma. Em outras palavras, tenhamos receio ainda maior das heresias que andam por aí. São elas que podem levar o homem para o inferno.

    Como entender tudo isto ? O que pretendeu nos ensinar Jesus a este respeito ?
    Ora, mesmo os sinceros e honestos uma vez que não recebam a devida instrução que só é possível na Igreja Católica, tornam-se ainda que de boa-fé introdutores de heresias e doutrinas espúrias. No mínimo, ensinam uma doutrina incompleta calcada em suas próprias interpretações pessoais ou em interpretações meramente humanas.

    Meu amigo, se os bons podem nos levar para o inferno, imagine então o que nos fariam os maus ?
    Católico, teu porto seguro encontra-se na Santa Igreja Católica Apostólica Romana.

    João: “Eles saíram dentre nós, mas não eram dos nossos. Se tivessem sido dos nossos, ficariam certamente conosco. Mas isto se dá para que se conheça que nem todos são dos nossos.”
    Pedro: “Ora, assim como entre o povo houve falsos profetas, do mesmo modo haverá entre vós falsos doutores, que introduzirão seitas de perdição e renegarão aquele Senhor que os resgatou, atraindo sobre si mesmos uma pronta ruína. Muitos seguirão as suas dissoluções, por causa dos quais será blasfemado o caminho da verdade, e, por avareza, com palavras fingidas, farão negócio de vós, mas a sua condenação já desde há muito não repousa e a sua perdição não dorme”. (II Ped. 2, 1-3).”

    Reconheço que é direito de todo ser humano aderir à fé ou crença que lhe pareça mais adequada. Acredito que o exercício da fé deve compreender, entre outras coisas, o respeito pelas escolhas alheias e deve primar pela liberdade sem embaraços para com o próximo que não compartilha da mesma crença ou credo.
    Não é minha pretensão determinar ou qualificar a fé de quem quer que seja. Não concordo com aqueles que promovem ataques a dignidade e honra das pessoas que não professam suas religiões ou credos. Respeito todas as religiões e pretendo receber o mesmo respeito. Assim, considero salutar a liberdade religiosa que prevalece em nosso país.

    Com humildade, finalizo o presente texto fazendo das palavras do Santo Padre Pio as minhas:
    “Em tudo me sujeito ao que professa a Santa Igreja Católica Romana, em cuja fé vivo, afirmo viver e prometo viver e morrer”.(PADRE PIO)

    Autor: A. Silva com a colaboração de V. de Carvalho. Livre divulgação mencionando-se o autor.

  13. o que Deus mandou moises fazer em relacao a imagem da serpente foi no antigo testamento queridos irmaos.devemos viver o novo.quem salva é JESUS.apenas ele.pra mim nao é correto fazer nenhuma imagem.pra que colocar uma imagem de jesus morto na cruz?nao precisa.creio eu que jesus nao quer que seus filhos fiquem por aí pedindo coisas a santo disso ou santo daquilo.sabe por que? porque quem salva é ele.um exemplo:santo antonio.ele foi um padre.correto?muitas pessoas ficam adorando a sua imagem e pedindo gracas.isso é errado.devemos buscar somente a jesus.ele disse:__”‘Ninguém vem ao pai se nao por mim”‘.e disse tambem que ele é a verdade,o caminho e a vida.sinto muito por esses pastores voltarem ao fundo do abismo.nao importa qual igreja surgiu primeiro se foi a catolica ou a protestante,o que importa é seguir os mandamentos de Deus.sei que vcs nao vao concordar nemhum pouco comigo.nao quero que concordem.vcs devem estar pensando que sou protestante.nao sou(ATE AGORA NAO,MAIS VOU SER).Frequento uma igreja catolica.e espero frequenta-la por pouco tempo.nao tenham raiva de mim.

  14. Tambem depois dos escândalos praticados pelas Igrejas: Universal do Reino de Deus, Igreja da Graça, Igreja do Poder De Deus é para desnortear todo mundo.Se forem honestos estes pastores, se não forem outros Marafaias da vida talvez não foi a melhor saída, pois os escândalos do Vaticano não são menores dos das Igrejas Evangélicas

  15. Parabéns Anderson, copie o seu texto para melhor reflexão, logicamente se o postar em alguma ocasião, os citareis. Mas uma palavra de SS. Papa Bento XVI dirigida a repórteres disse ele: “A Igreja não perdeu nenhum fiel. Aqueles que se foram nunca foram fiéis católicos realmente. Não se pode perder o que nunca se teve. Os que deixaram a Igreja eram indecisos, curiosos ou pessoas que estavam apenas ‘cumprindo uma obrigação’ passada por seus pais ou avós. Os que vêm e vão não pertencem ao Corpo Místico de Cristo, que é a Igreja na Terra. Da mesma maneira, os que são católicos mas ainda não estão na Igreja, infalivelmente chegarão ou retornarão a ela no devido tempo. A Igreja, Casa e Família de Deus, surgiu como um pequeno grupo; não importa a quantidade, e sim a qualidade dos seus filhos, como cristãos conscientes e santificados”. (abril/2005) O nosso papa responde acima a saída de católicos. Quem é católico de verdade, não espera viver sem cruz, porque sem a cruz não há Cristo, o amor a única e verdadeira igreja se resume e tem sentindo pleno na adoração à Cristo no Santíssimo Sacramento. Mas muito obrigado por seu artigo meu irmão na fé, sofro, mas feliz, e só tenho esta paz, porque sou católico, e aspiro por uma vida santa, tão difícil tão longe de mim neste momento – que sou tão cheio de pecado e maldade e vícios- Enfim farei o que me é possível neste momento, mas sempre e sempre e para sempre na única Igreja – a católica – na saúde ou na doença, na alegria ou na tristeza até a morte. Fique em paz. Marcelo -sp.

  16. Engraçado, eu moro nos Eua e nunca vi uma estatistica dizendo isso.

    Ao invés que buscarem a Deus obedecendo a Sua Palavra, muitos se perdem em facção religiosa.

    Jesus volta logo, please!

  17. ***********************************************************

    NEM UNA, NEM SANTA :A FALACIA DA IGREJA CATOLICA DE ROMA
    Toda humanidad sabe que o catolicismo romano de 700 anos atras nao é o mesmo de hoje em dia .Como rarissimos catolicos nao querem ou ndad importam saber do passado da igreja que fazem parte, sao induzidos a achar que pelo fato de exisitr ‘”milhares de “igrejas “protestantes ‘,o catolicismo afirma que isso leva a apostasia e ao afastamento dos cristaos de Jesus.SE divis~~ao fosse causa para que nao buscassemos adorar a Deus em minsiterios serios , o apostolo Paulo sequer teria ainda sido judeu, ja que durante seu ministerio mnao faltou contenda, divisão e “panelinha ‘dentro do seio do cristinianismo .O leitor ANderson despejou um enorme lixo de simbologia e sofismase se embaralhou muito nas ideias,Poio acrescentou.Primeiro o catolicismo devfe tirar a trave diante dos olhos e esquecer do cisco no olho das igrejas apostatas!A humanidade sabe que o CAtolicismo é dividido por duas igrejas ;.A saber ORTODOXA E OCIDENTAL;.Foi o hisotirco Cisma do ORiente e se possivel fosse, os teologos catolicos apagariam ou queiamriam das bibliotecas mundiasi estes registros da MAIOR DIVISAO JA PRESENCIADA DENTRO DAIGREJA DE CRISTO;

    Os principais motivos que levaram ao cisma

    Além das disputas em torno do filioque, pelo menos três outros fatores contribuiram para o afastamento.

    Estevão Tavares Bettencourt cita como um dos principais motivos do afastamento, a distância entre as duas igrejas. “Além disso, falavam uns o grego e outros o latim; os costumes litúrgicos e a disciplina iam se diferenciando aos poucos. Ora, isso causou mal-entendidos e rivalidades crescentes entre cristãos bizantinos e cristãos latinos…” [4]
    A oposição dos papas ao cesaropapismo, ou seja, a intervenção do Estado (no caso, dos países orientais) nos negócios da Igreja. O termo “cesaropapismo” foi criado pelo jurista alemão Justus H. Boehmer (1674-1747)
    Em 726, Leão III, imperador do Oriente, preocupado com o avanço do islamismo, publicou um édito no qual proibia a adoração de imagens nas igrejas do oriente. A resposta de Roma viria pouco tempo depois. Em 23 de outubro de 787, a ICAR convocou o Segundo Concílio de Niceia, no qual foi definido que: “como a venerável e vivificante cruz, fossem levantadas as veneráveis e santas imagens… Quer dizer, as imagens do nosso Deus e salvador Jesus Cristo, da imaculada mãe de Deus, dos anjos principais, e de todos os santos e homens bons. Que essas imagens seriam tratadas como memórias santas, adoradas, beijadas, mas sem especial adoração que é reservada ao Eterno. Qualquer que violar esta provada tradição imemorial da igreja e procurar remover qualquer imagem à força, ou por astúcia, será deposto e excomungado, se for eclesiástico; se for monge ou leigo será excomungado”.
    Divergências doutrinárias

    Para que possamos compreender o foço existente entre cristãos bizantinos e latinos, é necessário conhecermos as treze principais divergências doutrinárias que caracterizam as confissões.

    Igreja Católica

    1. Defende a supremacia do Papa;

    2. No Concílio Vaticano I (1870) foi aprovada a infabilidade papal, segundo a qual o Papa é infalível em matéria de fé e moral;

    3. O Espírito Santo procede do Pai e do Filho (Filioque);

    4. O purgatório é um lugar de purificação e/ou um lugar onde os pecados são purgados;

    5. Defende a “imaculada” concepção de Maria, ou seja, que ela foi concebida sem pecado;

    6. Após cumprir sua missão na terra, Maria ascendeu aos céus;

    7. A tradição é mais importante que as Escrituras Sagradas.

    Igreja Ortodoxa

    1. É contra a supremacia do Papa, sendo um dos motivos da cisma em 1054;

    2. Declara que o Papa não é infalível em matéria alguma;

    3. O Espírito Santo procede apenas do Pai;

    4. Desde 1232 rejeita o dogma do purgatório póstumo;

    5. Embora reconheça a pureza de Maria, declara que ela foi concebida em estado de pecado original;

    6. Nega a ascenção de Maria;

    7. A tradição e as Escrituras Sagradas possuem o mesmo valor como fonte de revelação.

    Outros reformadores medievais

    Além dos movimentos surgidos a partir do Catolicismo Romano, também merecem destaque alguns líderes que, apesar de não terem constituído um grande número de seguidores, contribuíram sobremaneira com a defesa do Evangelho de Cristo e combate aos erros da ICAR. São eles:

    Tanchelme da Antuérpia

    Quem foi: As poucas informações disponíveis sobre Tanchelm revelam que ele – antes de ser conhecido como reformador religioso do século XII – serviu como monge ao lado do conde Roberto II, de Flandres e, posteriormente, com o duque Godofredo de Bulhão, na Palestina. Deixou as atividades sacerdotais para se dedicar à pregação do Evangelho, começando em Antuérpia, mas também ficou conhecido em Brahant, Flandres e Zelândia. Foi assassinado em Antuérpia por um padre fanático, quando estava em um bote com alguns dos seus discípulos.

    Mensagem: Em suas pregações, Tanchelme condenava a Igreja Católica, a nulidade de todas as dignidades hierárquicas da Igreja, do Papa até o mais baixo clero, que a eucaristia estava contaminada por mãos indignas e que os dízimos não deviam ser pagos. [5]

    Pedro de Bruys

    Quem foi: Também conhecido como Pierre de Bruys e Peter Bruis, não se sabe ao certo quando e onde nasceu. No entanto, para alguns pesquisadores ele teria nascido por volta de 1095 em Canton Rosans ou em Pelvoux (Hautes Alpes, França). Outros apontam Bruys como sendo à cidade natal de Pedro. Serviu por alguns anos como sacerdote na diocese de Embrun, mas teria sido afastado de sua função e excomungado da Igreja por causa de sua oposição ao clero. Começando pela cidade de Yallonire (por volta de 1106), por quase vinte anos se dedicaria à pregação e combate aos erros da Igreja. Foi perseguido pelos prelados de Embrun, Gap e Die, quando teve que fugir para Gasgone (um principado no sudoeste da França). Por volta de 1126 foi preso e queimado em Saint Gilles.

    Mensagem: Condenou o batismo infantil, a missa, as orações pelos mortos, as autoridades da Igreja, a veneração da cruz e boa parte da Bíblia (principalmente o Antigo Testamento)

    Henry de Lausanne

    Quem foi: Como os demais reformadores dos séculos XI e XII, são poucas as informações disponíveis sobre Henry de Lausanne, exceto que ele teria sido ordenado a monge na Abadia de Cluny (Borgonha, França) e exercido a função em Lausanne. Por volta de 1116 teria abandonado a vida monástica e incitado o povo contra o clero superior de Le Mans. É provável que Henry tivesse sido influenciado pelas ideias de Pedro de Bruys.

    Mensagem: Não reconhecia a autoridade dos sacerdotes, a ordem monástica, o batismo infantil, o pecado original e a invocação dos santos.

    Arnaldo de Brescia

    Quem foi: Arnaldo nasceu na cidade de Brescia, norte da Itália, por volta de 1105 e morreu em 1155, em Roma. Estudou aos pés de Abelardo, na França, e recebeu as duas primeiras ordens eclesiásticas aos trinta anos de idade. Serviu no mosteiro de Mônaco. Após suas primeiras contestações ao catolicismo, foi perseguido e considerado como cismático pela ICAR. Também é provável que Arnaldo tivesse sido influenciado pelas ideias de Pedro de Bruys.

    Mensagem: Pregava que a Igreja não deveria ter posses temporais, nem jurisdição; que a Igreja deveria voltar à simplicidade primitiva; rejeitava os sacramentos (exceto batismo e ceia do Senhor), a adoração aos mortos, o sacrifício na missa (transubstanciação) e defendia um Estado laico (sem interferência da Igreja no Estado e vice-versa).

    A Igreja e os grandes desafios do século XXI

    Após as crises enfrentadas durante a Idade Média, Moderna e início da Contemporânea, a ICAR mais uma vez se vê diante de um novo dilema: como conter o avanço das igrejas católicas cismáticas? Embora não se saiba ao certo o número de igrejas independentes, o que se tem de concreto é que a Igreja está passando por um processo acelerado de desfragmentação. A ideia de que a ICAR é “una” e que são os evangélicos os que possuem inúmeras denominações e grupos cismáticos, já não mais pode ser sustentada diante dos fatos que chegam todos os dias da América, Europa e África.

    O fantasma que persegue a Igreja hoje não é mais o mesmo da era medieval, quando o Tribunal da Inquisição tinha plenos poderes para julgar e condenar os “hereges”. Os inimigos mais temidos pela Igreja não provém do Oriente Médio ou África, mas sim do seu próprio seio. A cada dia surgem novas igrejas e associações lideradas por padres casados e que foram proibidos de exercer o sacerdócio por discordarem de certas posturas do Vaticano, como o celibato obrigatório, as campanhas contra o aborto e a eutanásia, o direito da mulher de exercer cargo na Igreja, a infabilidade papal etc. Algo que também tem gerado conflito são as denúncias de abuso sexual e homossexualismo no clero e a proteção dada pela Igreja aos infratores.

    Movimentos de Reforma

    Movimentos como “Manifestação da Igreja” (com sede na Suíça) e Nós Somos Igreja (com sede em Roma) realizam constantemente protestos contra o Papa e pedem a liberalização da ICAR. Esses movimentos não visam criar novas igrejas, mas reformar a Igreja de dentro para fora. Querem uma nova Igreja, mas não uma nova placa. Vejamos, por exemplo, o que diz o Movimento Internacional Nós Somos Igreja.

    “O Movimento Internacional Nós Somos Igreja, fundada em Roma em 1996, está empenhada na renovação da Igreja Católica Romana a partir do Concílio Vaticano II (1962 – 1965) e do espírito teológico desenvolvido a partir dele.

    Nós Somos Igreja evoluiu do referendo Igreja na Áustria em 1995, iniciada após o escândalo de pedofilia em torno do cardeal Viena Groer. Estamos presentes em mais de vinte países.

    Como os estudos de renomados sociólogos internacionais têm provado, Nós Somos Igreja é um movimento de reforma dentro da Igreja como a “voz do povo nos bancos…”

    Tal é o objetivo do movimento Manifestação da Igreja, que no dia 8 de março de 2009 reuniu cerca de 1.500 pessoas em um protesto pelas ruas de Lucerna, Suíça, cujo lema “Entrar, em vez de sair” dirigiu-se a uma “Igreja dogmática, estreita, autoritária e estranha ao mundo”.

    Movimentos Independentes

    Outras não menos carismáticas partiram para a guerra total contra a IACR, como as Redes de Missões Católicas, a Igreja Católica Brasileira, a Igreja Católica Americana, a Igreja Católica Polonesa etc. que afirmam serem movimentos independentes de Roma, mas que “possuem” a validade apostólica.

    Declarações

    Vejamos algumas declarações que provam de maneira enfática o que estamos tentando provar aqui.

    Igreja Católica Brasileira

    “A Igreja Católica Brasileira é uma instituição religiosa, cismática (discordância de opiniões) da Igreja Católica Apostólica Romana, fundada em 6 de julho de 1945, por Dom Carlos Duarte Costa”.

    Rede de Missões Católicas

    “É um movimento da fusão de alguns grupos católicos não romanos, iniciado em 1980 e que unia padres e missionários de várias igrejas e até de alguns evangélicos. O mais conhecido deste movimento é o padre Jair Pereira. Tornou-se famoso pelo programa de rádio e TV “Hora da Eucaristia”.

    Igreja Católica Americana

    “Não estamos sob a jurisdição da Igreja Católica Romana e, como tal, não estamos sujeitos às suas leis e regulamentos”.

    Igreja Católica Breakaway

    “Os católicos não em comunhão com Roma.. embora conscientemente abrace a tradição católica, tem optado por se separar de Roma”.

    Igreja Mariavete

    “É uma organização independente cristã que surgiu da Igreja Católica da Polônia, na virada do século 20”.

    Essas são apenas algumas das inúmeras igrejas e associações não – romanas, ou seja, não submetidas ao Vaticano. Poderíamos citar outras, tais como:

    a) Com sede no Brasil. Igreja Católica Apostólica Carismática, Igreja Católica Apostólica Cristã, Igreja Católica Apostólica de Jerusalém, Igreja Católica Apostólica Ecumênica Contemporânea, Igreja Católica Apostólica Nacional, Igreja Católica Apostólica Tributária, Igreja Católica Ecumênica Renovada, Igreja Católica Apostólica Heterodoxa etc.

    b) Com sede nos Estados Unidos: Paróquia Católica Nacional, Santa Perpétua y Felicidad Iglesia Católica, Divino Niño Santuário de Jesus, Igreja Rey de Reyes, Igreja Cristã Apostólica norte-americana, Igreja Católica de Cristo, Igreja Católica Ecumênica Americana.

    c) Com sede no México: Igreja Católica Mexicana, Igreja Mexicana de Jesus, Igreja Católica de Nosso Senhor Jesus Cristo, Igreja Católica Apostólica Santo de Melo, Igreja Católica Apostólica Santo do México

    A Maria Legio

    No oeste do Quênia existe um movimento conhecido como Maria Legio (do latim “Legião de Maria”), fundado pela profetisa Luo Gaudencia Aoko e pelo profeta messiânico Blasio Simeo Malkio Ondetto. Segundo a Wikipédia em inglês, ambos foram excomungados pela Igreja Católica Romana em 1960 (eles pertenciam à diocese de Kissi, no distrito de South Nyanza).

    Quando começou (em 1963), a Maria Legio possuía em torno de 90 mil adeptos. Em 1980 o número chegou a 248.000 mil. Segundo estimativas do governo queniano, atualmente existem cerca de 400.000 mil seguidores da Maria Legio. A sede fica na aldeia de Got Kwer, localizada a 15 km de Migori, Nyanza. Possui estrutura eclesiástica própria e o seu atual papa é o queniano Raphael Tito Otieno.

    Ainda segundo a Wikipédia, a Maria Legio não é a única Igreja cismática do Quênia. Somente em 1966 foi registrada a existência de 160 igrejas independentes e com cerca de 600.000 mil seguidores.

    O movimento dos padres casados

    Uma das principais razões do surgimento de inúmeras igrejas cismáticas ao redor do mundo é o número cada vez maior de sacerdotes que saem ou são expulsos da ICAR por defenderem a não-obrigatoriedade do celibato. Segundo a Confederação Internacional de Padres casados, há pelo menos 150.000 padres casados nos cinco continentes. No Brasil, são em torno de 5 mil. A Associação Rumos é a principal representante da categoria no Brasil. Ela se define da seguinte maneira:

    “A Associação Rumos foi fundada em 16 de Agosto de 1986, na cidade de Brasília, Distrito Federal, para congregar os padres, oriundos do clero da Igreja Católica Romana no Brasil, que deixaram o exercício do ministério sacerdotal para casar. É uma sociedade civil de direito privado, de âmbito nacional, com finalidades assistenciais, filantrópicas, culturais e educacionais, sem fins lucrativos, com sede e foro em Brasília.

    Representa os mais de cinco mil padres casados do Brasil e suas famílias, que formam o Movimento das Famílias dos Padres Casados (MFPC). A Associação Rumos foi criada para servir ao MFPC como personalidade jurídica, estrutura e objetivos determinados, de acordo com as exigências legais do país.

    Sendo assim, a Associação Rumos tem como objetivo ser o suporte jurídico e financeiro do Movimento das Famílias dos Padres Casados – MFPC, além de promover a mútua ajuda entre os associados, contribuindo para a sua realização pessoal, familiar, profissional e religiosa, cultivando a amizade entre os padres egressos do ministério e suas famílias.” [10]

    Assim como a Rumos, inúmeras outras associações atuam em diversas partes do mundo na defesa da não – obrigatoriedade do celibato e são apoiadas por igrejas como a Igreja Católica Americana, a Igreja Católica Polaca e movimentos de reforma da ICAR. Entre as associações mais conhecidas, destacamos quatro.

    1. Associação dos sacerdotes e suas esposas (Alemanha)

    2. Movimento Pró-Celibato Opcional (Espanha)

    3. Ora ET Labora (Itália)

    4. Associação Fraternitas Movimento (Portugal)

    O caso do Padre Oprah

    Nos Estados Unidos, o padre Alberto Cutié – popularmente conhecido como Padre Oprah -, desligou-se da Igreja Católica Romana e passou a exercer o sacerdócio na Igreja Episcopal após ter sido pego com uma mulher. Segundo o New York Times, fotografias divulgadas em um tablóide de língua espanhola revelaram um sacerdote de 40 anos, deitado ao lado de uma mulher de cabelos escuros em uma praia da Flórida. O caso serviu para que reacendesse o debate em torno do celibato obrigatório. [7]

    Autor de vários livros e apresentador do programa “Padre Alberto”, Cutié ficou conhecido como “Padre Oprah” por causa de seus conselhos sobre amor e relacionamento. Em entrevista a uma emissora de TV de Miami, defendeu que os padres deveriam se casar por ser essa uma opção mais saudável. De origem porto-riquenha, mas criado em Miami, Cutié optou pela vida sacerdotal aos 18 anos de idade.

    Uma Igreja e várias faces

    Pelo o que vimos e provamos no texto acima, a Igreja Católica Apostólica Romana não é nenhum exemplo de “unidade” e/ou “comunhão” de irmãos. Contrariando o Credo Niceno-Constantinopolitano, a Igreja está dividida em inúmeras ramificações e enfrenta movimentos de reforma em seu próprio seio, que podem resultar em novas igrejas ou movimentos independentes.

    As denúncias de pedofília e homossexualismo no clero, somado ao crescente número de padres que são expulsos da Igreja por optarem pela não-obrigatoriedade do celibato, são também exemplos de que a ICAR não é nem de longe um movimento “sadio” ou “unificado”.

    Também há os casos de brigas internas, como acontece entre jesuítas e adeptos do Opus Dei. Na década de 1940, alguns jesuítas, liderados pelo teólogo Angel Carrilo de Albornoz, denunciaram o Opus Dei por “ensinar uma nova heresia”. Daí em diante, tradicionalistas e conservadores seguiram o exemplo ao denunciar o avanço do movimento carismático e da Teologia da Libertação. São alguns exemplos do que acontece por trás daquela que se diz a “única” e “verdadeira” Igreja de Cristo.

  18. Respeitosamente, porém indignado com tantas distorções e nenhuma contestação objetiva ao texto inicialmente proposto, prática alías comum entre protestante, venho dizer:

    Diante do comentário do Junior Melo acima, auto intitulado IRMÃO DO MINISTERIO ASSEMB.DE DEUS CANAA, temos ainda mais certeza de que pertencemos a verdadeira igreja. A Católica, fora da qual não há salvação.

    Afinal de contas, com que autoridade este dito ministério define algo em matéria de fé e doutrina ?

    Acaso o auto intiulado membro deste ministério recebeu de Jesus o poder de ligar e desligar ?

    No máximo, recebeu o “pomposo” título de alguém que se auto intitulou pastor ou bispo. Nada além disto. Pois disse a Pedro e não ao pastor ou bispo que doutrina o Sr.Junior de Melo: “Pedro, confirma teus irmãos na fé.”

    Ademais, é o protestante quem diz: “Não há um só homem infalível em matéria de fé e doutrina.”

    Se não há um só homem infalível em matéria de fé e doutrina, por que alguém deveria acreditar em algum membro do “Ministério Assembléia de Deus Canaã” ?

    Com quem ficamos ? Com o “ministério canaa” que assume que só tem membros falíveis em matéria de fé e doutrina( ou não ? ), ou, devemos ficar com a igreja dos concílios, dos papas, dos dogmas e que atravessou os últimos 2000 anos, cumprindo assim o que disse Jesus: “As portas do inferno não prevalecerão contra minha Igreja” ?

    De qualquer forma, diante das proposições do Sr.Junior de Melo, perguntamo-nos o que seria mai prudente:

    RAZÕES PARA NÃO SER PROTESTANTE OU PARA NÃO SER CATÓLICO

    É muito comum na Web encontrarmos textos de católicos e protestantes justificando porque aderiram ou repudiaram ao catolicismo ou ao protestantismo.

    Qualquer pessoa que esteja com dúvidas sobre sua fé por certo terá dificuldades em entender todos os contextos.

    E mesmo que esta pessoa possa compreender a maioria dos apontamentos, não saberá definir para si próprio o caminho que deve abraçar.

    Católicos escrevem razões porque alguém não deve ser protestante.
    Protestantes dizem porque deixaram de ser católicos e vice-versa.
    Basicamente, os protestantes acusam os católicos de práticas antibíblicas.

    Os católicos por sua vez, comprovam que os protestantes não seguem a Bíblia quando adotam ou eliminam dogmas e credos previstos nas sagradas escrituras.

    Mas quem está com a razão ?

    Provaremos que são os católicos que estão certos.
    Mas como ?

    Ora, o protestante parte de um critério de homens para contestar o catolicismo.
    Como assim ?

    O critério “Só a Bíblia” ou Sola Scriptura é um critério meramente humano.
    O tal critério não está previsto na Bíblia.
    Também sabemos que Jesus nunca disse: “Só a Bíblia”.
    E tampouco os apóstolos que lhe sucederam o disseram.

    Como surgiu o critério “Só a Bíblia” ?
    Partiu de Lutero. Lutero homem e pecador. Lutero fundador do protestantismo:

    Martinho Lutero: “Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte, de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: “Que fez, então, com ela?”, depois com Madalena, depois com a mulher adúltera, que ele absolveu tão levianamente. Assim Cristo, tão piedoso, também teve de fornicar antes de morrer.” (Tischreden, nº 1472, ed. Weimer, 11, 107)”.

    Quando um protestante diz “Só a Bíblia”, deveria usar pare ele próprio o critério que pretende estabelecer para os demais.
    É no mínimo repugnante que alguém cobre de outro aquilo que ele próprio não faz.
    E como sabemos que os protestantes não seguem a Bíblia ?
    Porque deixam de observar regras fundamentais estabelecidas pelo livro sagrado.
    Podemos destacar duas destas regras:

    1)A Bíblia diz que interpretação alguma é de caráter individual. O protestante faz o contrário. Ele diz que todo e qualquer homem pode interpretar a Bíblia com o auxílio do Espírito Santo.

    Diz o protestante que a Bíblia é de fácil interpretação.
    No entanto para justificar seus desvios e teorias usa aramaico, hebraico e grego, o que por si só invalida a dita “facilidade” na interpretação da Bíblia.

    Perguntamos se todo e qualquer protestante conhece os idiomas aqui citados ? Então como o protestante pode dizer que é fácil interpretar a Bíblia?
    E se todos são assistidos pelo Espírito Santo, por que cada um tem sua própria doutrina, se sabemos que o Espírito Santo nunca se divide?

    2)A Bíblia diz que a Igreja é coluna e sustentáculo da verdade. O que isto significa ? Significa que sem a igreja a verdade não se sustenta. O protestante, fazendo o contrário, diz que igreja não serve para nada!

    Por outro lado, além das regras não observadas pelos protestantes, outras disposições bíblicas são totalmente ignoradas por eles em consequência da não observância dos critérios iniciais.

    Podemos citar a não observância da Bem Aventurança de Maria, a recitação do Pai Nosso e a confissão dos pecados. Ora, os apóstolos receberam poder para reter e perdoar pecados. Como alguém pode reter pecados ou perdoá-los se ninguém irá confessá-los? Teria Jesus Cristo dado uma ordem sem sentido aos seus apóstolos?

    Portanto, temos três principais erros que levam o protestante a cometer todos os demais desvios.

    Primeiro: A Bíblia não diz ser a única fonte de revelação. Nem Jesus o disse. Nem os apóstolos. Pelo contrário, São Paulo nos ensinou que guardássemos as tradições de tudo que nos foi ensinado. E a própria Bíblia ensina que muitas outras coisas foram feitas e ditas por Jesus, as quais não foram escritas.

    Segundo: O protestante ignora que a Bíblia não pode ser interpretada privadamente. Ou seja, nem todos podem ser intérpretes. No protestantismo todos se julgam intérpretes.

    Terceiro: O protestante ignora que somente a Igreja é coluna e sustentáculo da verdade. A Bíblia não fala de si mesma como sendo coluna e sustentáculo da verdade.

    A partir das deficiências protestantes em entender o papel da Igreja e da Bíblia, todos os demais enganos são consequências de interpretações bíblicas à margem do magistério da Igreja.

    Além disto, existe o ranço contra o catolicismo, que parece ser prioridade entre os protestantes, e que faz surgir uma animosidade, que elimina qualquer gesto de boa vontade para compreensão dos dogmas de fé e doutrinas católicas.

    Onde está a solução da questão?

    Ora, os católicos não estão obrigados ao “Só a Bíblia”. Este é um critério meramente humano. Não foi criado por Jesus, nem pela Bíblia e nem pela Igreja, mas somente por Lutero. E Lutero é ídolo dos protestantes e não dos católicos. Quem escolheu Lutero e rejeitou a Igreja foi o protestante.

    Os católicos não estão obrigados a provar suas crenças e costumes pela Bíblia.

    Os católicos seguem corretamente o magistério da Igreja, coluna e sustentáculo da verdade(Timóteo).

    Os católicos corretamente ouvem a interpretação da Igreja, pois sabemos que interpretação alguma é de caráter particular. O que escrevo aqui não ouvi de mim mesmo.

    Ora, uma vez que nem todas as coisas que foram feitas e ditas por Jesus estão escritas, como poderiam estar todas estas mesmas coisas na Bíblia?

    Ora, se São Paulo nos ensina que devemos guardar a tradição, por que deveríamos ignorar a transmissão oral que é a tradição viva?

    Ora, se os cristãos dos 350 primeiros anos não dispunham de Bíblia e por certo eram melhores do que nós e seguramente foram mais provados, como é possível tornar a Bíblia maior do que Cristo e sua Igreja?

    Ora, não é a Igreja anterior à Bíblia?

    Foi a Igreja que criou a Bíblia ou a Bíblia que criou a Igreja?

    Não é DEUS antes de todas as coisas? Como é possível ao protestante criar um DEUS que está restrito a tinta, ao papel e a interpretação de cada homem?

    Sem Bíblia, como foi possível transmitir o cristianismo nos 350 primeiros anos, exceto pela tradição oral?

    Quem está obrigado ao critério “Só a Bíblia” é quem dele se utiliza para julgar aos demais!
    É o protestante e somente ele que precisa provar pela Bíblia suas teses, teologias e doutrinas.
    É pela Bíblia que devem provar Lutero, Calvino, o protestantismo, o Canon, a Bíblia protestante, as traduções que usam e também o tradutor “insuspeito” dos protestante João Ferreira de Almeida…

    Não fosse tudo o que já dissemos acima, bastaria verificar que um protestante não concorda com o outro em matéria de fé e doutrina.
    Tão logo surge uma discordância já surge uma nova “igreja”.
    Uns batizam e outros não. Uns acatam o divórcio e outros tantos o repudiam. Tem quem case pessoas do mesmo sexo e tem quem se recuse a fazê-lo. Tem quem condene e quem aprove o sacerdócio feminino.

    As diferenças são tantas que já podemos contar somente no Brasil mais de 50.000 seitas. Tem até quem defenda o aborto ou o evangelho judaizante.
    Como podem estar todos certos ao mesmo tempo?
    Como podem todos ter interpretado corretamente a Bíblia se a Bíblia de todos é a mesma e se as doutrinas de cada um não correspondem às doutrinas de outro?

    Quem procurar na internet não terá dificuldades em encontrar protestantes chamando outros protestantes de hereges. Uns condenando as doutrinas dos outros.
    Não há protestante que não tenha chamado outro protestante de herege. E quem chamou outro de herege provavelmente também já foi chamado ou ainda será.

    Quando um protestante lista suas razões para não ser católico, reparem sempre meus amigos que as razões fazem referências a textos bíblicos soltos.
    É sempre um tal de “biblicamente correto ou porque a palavra diz isso ou aquilo ou ainda porque isto não está na Bíblia…”

    Além de interpretações equivocadas, já que ao contrário do que diz a Bíblia, cada protestante sente-se um intérprete (infalível) e acaba interpretando do seu jeito, o critério usado “só a Bíblia” nunca é provado.
    O protestante parte de uma premissa falsa para contestar o catolicismo e esquece-se de provar para si mesmo que o critério que ele utiliza é o critério adequado.

    Tudo isto engana os mais inocentes, que chegam ingenuamente a acreditar que a Igreja que compilou e traduziu a Bíblia não dispõe de homens que leem a Bíblia ou que já leram.
    Imaginem se seria possível que nos últimos 2000 anos todos os católicos, vivos e mortos, incluindo mais de 260 papas, jamais tivessem tido a ideia da consultar as Sagradas Escrituras?

    Por outro lado, quando um católico lista suas razões para não ser protestante ou para deixar o protestantismo, sempre são provados os enganos e erros protestantes a partir da não observância dos critérios bíblicos que evidenciamos acima.
    Reparem que um protestante, contestando textos católicos, nunca esgota um tema. Vencido em um argumento, ele parte imediatamente para outro tema sem esgotar o primeiro.
    Confrontado, um protestante nunca responde objetivamente o que lhe é perguntado, mas antes faz outras duas perguntas para desviar seu oponente do tema para o qual não tem resposta.
    E isto acontece rapidamente, tão logo um católico pergunte a um protestante onde está escrito que a Bíblia ensina “Só a Bíblia”.

    Antes mesmo de um protestante listar suas razões para não ser católico, deveria enumerar os motivos pelos quais ele integra uma determinada denominação protestante e não as outras 49.999 denominações.
    Desejando ser honesto, o protestante deveria mencionar uma a uma as razões porque não adere a cada uma das quase 50.000 outras seitas.
    Afinal de contas, todo protestante parece conhecer todas as seitas e todos os crentes do mundo inteiro em todos os tempos.

    Como assim?

    Porque ele mesmo, sem conhecer todas as 50.000 seitas e todos os seus crentes, entende que todos estão salvos a partir do “aceitar Jesus” e porque todos se consideram “irmãos em Cristo”, ainda que cada um pregue um Cristo diferente ou ainda que ele protestante não conheça o tipo de cristianismo que é praticado ou apresentado em outras denominações.
    O que “garante” salvação é o rótulo protestante adquirido a partir do momento que alguém levantou o dedo em uma denominação protestante e fez o favor de “aceitar” Jesus.

    Para finalizar citamos uma outra contradição que prova a debilidade da “doutrina” protestante:

    O protestante que desconhece a diferença entre infalibilidade e impecabilidade, contesta a igreja e o papado.
    (Comentário: O papa é infalível quando se pronuncia em matéria de fé e doutrina. Não se ensina no catolicismo que o papa não é pecador).

    Diz o protestante que todos os homens são pecadores e portanto falhos em suas interpretações.
    O protestante que contesta a infalibilidade papal pretende impor aos seus pares e aos católicos sua particular doutrina.
    Onde está a contradição?

    O protestante, antes mesmo de convencer os demais que sua doutrina é a doutrina correta, necessita convencer os demais que homem algum é confiável.
    Ora, se o protestante antes mesmo de defender sua doutrina tem que convencer a todos que o homem algum é digno de confiança em matéria de fé e doutrina, por que acha que quem lhe ouve deveria com ele concordar?
    Como pretende o protestante impor seus conceitos ao católico, se antes de qualquer outra coisa pretende negar-se a si próprio como intérprete infalível?

    São os próprios pregadores protestantes que negando a si mesmo dizem: “…não é o que o pastor está falando, mas é o que diz a palavra.”
    Como pretendem unidade aqueles que contestam o dogma da infalibilidade?
    (Comentário: É de fato impossível ao protestante defender a infalibilidade de um eventual protestante, seita ou conselho protestante se todos negam o dom da infalibilidade. Como admitir a infalibilidade entre protestantes e negar a infalibilidade da igreja peregrina que deu origem a tudo que está relacionado ao cristianismo ?)

    Como pretendem fazer discípulos aqueles que negam a si próprios ?

    Como pretendem eliminar do meio protestantes todas as heresias, se todo e qualquer homem pode ser um intérprete da Bíblia “infalível” para si mesmo?
    (Comentário: O processo que dá origem a uma denominação protestante séria é o mesmo que dá origem a uma denominação protestante repleta de heresias. Se todos podem fundar denominações e dizerem-se inspirados pelo Espírito Santo, como deter os maus e ignorantes ? Como saber previamente se aquele que diz ter tido uma visão para fundar uma nova denominação é um homem temente a DEUS ou se é um abutre?)

    Ora meus amigos, o protestante crê apenas na sua própria “infalibilidade”.
    Julgando-se sábios aos seus próprios olhos, ele acaba sendo infalível apenas para si mesmo.

    Concluímos que os filhos de Lutero, mesmo que não queiram, acabam fazendo exatamente as obras de seu pai:
    “Quem não crê como eu é destinado ao inferno. Minha doutrina e a doutrina de Deus são a mesma. Meu juízo é o juízo de Deus(Martinho Lutero – Weimar, X, 2 Abt, 107)”

    Católicos, provem como sempre seus credos pelo magistério da Igreja, pela Bíblia e pela transmissão oral.
    Desta forma, jamais serão vencidos.

    Protestantes: Façam um teste. Tentem provar todos os seus credos e costumes pela Bíblia.
    Nem mesmo a rebeldia protestante pode ser provada pela Bíblia.

    Agora pense meu amigo que me lê, seja católico ou protestante:

    Em tudo na vida, quando temos dúvidas sobre a seriedade e luminosidade das propostas que nos apresentam, devemos lembrar de algumas regras que podem fazer cair por terra as doutrinas e ideologias que nos remetem aos erros.

    Uma destas regras é a unidade.
    Ora, a verdade não se divide. A verdade é una.
    Quando apresentam uma doutrina que mais divide do que agrega, pode acreditar sem medo de errar que seus defensores estão longe da verdade.
    Não existe meia verdade.
    Meia verdade também é meia mentira.

    No caso específico do debate entre protestantes e católicos, além da regra da unidade, quando alguém estiver com dúvidas sobre os textos que descrevem as razões para não ser católico e as razões para não ser protestante, lembre-se de pedir a cada parte que prove suas teorias, teologias, doutrinas e costumes pelos critérios que pretendem impor aos outros.

    Você pode perguntar sem receio de se deparar com um protestante que eventualmente viva exatamente de modo correto todo o contexto da Bíblia.
    Se isto fosse possível, o tal seria católico e não protestante.

    Os católicos vivem exatamente o que pregam para os protestantes. Ninguém pode nos acusar do contrário.
    Atendemos ao magistério da Igreja, coluna e sustentáculo da verdade e por isto nos chamam de papistas.

    Confiamos na transmissão oral e portanto para nós nem todas as coisas precisam estar na Bíblia e por via de consequência nos acusam em alto e bom som: “Católicos leiam a Bíblia”.

    Pregamos a veneração a Virgem Maria e aos santos e nossos acusadores protestantes nos dizem: “Mariólatras, idólatras !”.

    Pregamos a Eucaristia e a vivemos intensamente. O que dizem os nossos opositores ? “A hóstia católica é só uma bolachinha.”
    Dizem ainda os protestantes sobre a Eucaristia Católica: “Os católicos crucifixam a Cristo em cada Missa”.

    Então Cristo está de fato vivo na Eucaristia Católica?
    Então Cristo está verdadeiramente presente na Santa Missa?

    Enfim,
    Pregamos ainda o purgatório e a confissão e por isto somos repudiados.

    Pregamos o batismo de crianças e disto nos acusam os protestantes aos gritos: “As crianças não possuem capacidade de entendimento.”
    Ora, no passado alguns perguntaram a Jesus: “Então, tu és o Filho de Deus?”
    O que lhe respondeu o Senhor da Glória?
    Respondeu ele: “Vós o dizeis: eu o sou!”
    São os protestantes com suas críticas e apontamentos que dão testemunho de nós e da doutrina da Santa Igreja que pregamos e vivemos.

    Por outro lado, se vivemos tudo que pregamos aos protestantes, provamos também que os defensores do “Só a Bíblia” não vivem o que a Bíblia ensina e portanto não vivem pelo conceito que pretendem impor a nós católicos.
    Se ainda você tiver dúvidas, pergunte ainda a cada católico e a cada protestante quais são as suas fontes de revelação.
    E uma vez que cada parte respondeu, peça provas de que tais fontes de revelações são divinas e não apenas meras doutrinas de homens.
    E sendo você católico, nunca se esqueça, que não estamos obrigados a provar tudo pela Bíblia. Foram os protestantes que se obrigaram ao “Só a Bíblia”.

    Não estamos dizendo que católicos são melhores do que protestantes.
    Não duvidamos que existem protestantes que levam vidas mais saudáveis do que católicos.
    Reconhecemos o direito de todos homens e mulheres aderirem e professarem a fé que lhes pareçam mais convenientes.
    Limitamos nossas questões aos aspectos de fé e doutrina.
    O que não aceitamos é o velho “pulo do gato” protestante de exigir de um católico que prove tudo pela Bíblia antes mesmo do protestante provar para si próprio e para os demais que o critério por ele escolhido vem de DEUS e não dos homens.

    E todos nós sabemos que o critério protestante “Só a Bíblia” veio da árvore má que é Lutero.
    Quem cobra de mim deve ser o primeiro a fazer o que me pede.

    Quem diz “Só a Bíblia” deve de fato considerar a Bíblia e assim não pode ignorar que interpretação alguma é de caráter pessoal e tampouco que a Igreja é coluna e sustentáculo da verdade.

    Quem diz “Só a Bíblia” deve provar todos os seus conceitos pela Bíblia que jura defender, inclusive que todas as coisas estão na Bíblia e que a Bíblia é a única fonte de revelação.

    Autor: A. Silva/V. de Carvalho – Livre divulgação mencionando-se o autor

  19. Sem dúvida nenhum deles conheceu ao Senhor de verdade, nenhum deles teve um encontro com Cristo de verdade, porque a verdade é que liberta, logo só posso concluir que, se voltaram para o engano, é porque nunca conheceram a Deus de verdade.

  20. Uma pergunta que eu faco para os catolicos:”jesus falou tu es pedro e sobre esta pedra edificarei minha igreja e os portoes do inferno nao prevalecerao contra ela.”se observarmos mais atras veremos pedro dizendo:tu es o Cristo,filho do Deus vivo.entao sao serao salvos os que estao em Cristo e nao vcs fazerem parte de qualquer denominacao seja catolica ou protestante.tem q nascer de novo meus irmaos.1-aceitar e confessar a Cristo q somos pecadores(Rom.10:9-10)2-se esforca para viver uma vida em santificacao com Deus sem a qual ninguem vera a Deus e 3- so jesus e o intercessor e mediador entre Deus e os homens.dizer que os santos e maria sao,e heresia.os idolatras nao herdarao o ceu.(apoc21:8)e por ultimo os Eua e uma nacao onde se tem +protestantes do q catolicos…

  21. Caro irmão euclides, vc deu uma resposta no seu próprio comentário, o fato de que o povo começou a idolatrar aquele símbolo, não fez dele algo maldito, as imagens dos Santos também não são feitas para idolatria, Não existem nenhuma Doutrina oficial da Igreja Católica que diga que se deve adorar aos Santos, mas infelizmente alguns católicos, acham que sim, muitas vezes por falta de orientação, mas isso não quer dizer que nossos Santos sejam malditos, é só estudar um pouquinho irmão, ler um pouquinho de Patrística Cristã, Bíblia, pegar vc mesmo o Catecismo da Igreja católica e compara com a Bíblia, olha pra tradição também, pois a mesma bíblia fala que se tudo o que Cristo fez fosse publicado, não haveriam livros no mundo para comportar, no mais não preciso dar respostas,parte deste princípio, estude a partir daí, que as respostas virão por acréscimo.

  22. Quando Cristo determinou que És Pedro e sobres esta Pedra edificarei minha Igreja, a pedra no caso não era a verdade proferida por ele, mas sim o próprio Pedro, alguns dizem que a Pedra foi a verdade dita antes: E´s o Cristo o filho do Deus vivo, mas se lermos o capítulo todo, Cristo começa falando Simão, Bendito és tu simão, pq não foi a carne quem te revelou isso, mas sim o Pai, e eu te declaro tu és Pedro (pedra), ele muda, na Bíblia tudo acontece quando Deus usa o Faça-se, faça-se a luz e a luz se fez, Faça-se em mim a vontade do senhor e a partir daquele momento Maria realizou em seus ventre o a vontade de Deus, no faça -se, Jesus tirou Pedro da condição de simples homem e o tornou Pedre fundamental, confiou nele e a ele e a sua descendência apostólica a verdade, se Deus tivesse confiado somente a Pedro, e não aos sucessores dele também, a verdade se perderia no tempo, é fácil dizer que foi há um culto e sentiu a verdadeira presença de Deus pq quando o pastor tal disse isso ou aquilo meu corpo começou a pular, eu me tremi todo, falei outras línguas, quero ver vivenciar o que nós vivenciamos e sem medo, abandonar por Cristo mais do que muitos dizem, ah eu sai da bebida, do cigarro, quero ver é o que fazemos muitas vezes, abandonar por completo a própria vida, viver os mistérios do sacrifício eucaristico, ter experiências de abandono no Espirito Santo, que é doce e suave, e não um simples frenesi coletivo, não que eu duvide da ação dele na sua Igreja, afinal é onde dois ou mais estiverem reunidos, mas tenta experimentar o repouso nele ao invés da gritaria e tumulto.

  23. Caro Junior Melo, as tantas denominações que vc cita como difusões católicas, divisões de Igreja católica, nenhuma delas é de fato católica, é fácil fundar uma Igreja e chamar de católica como a igreja católica brasileira por exemplo, não tem ligação alguma com a igreja de Roma, são igrejas fundadas a partir de ideais humanos, são tão protestantes, como os que descendem de Lutero.

  24. A AMERICA ESTA CADA VEZ MAIS NA HERESIA E ESTES PASTORES EQUE ESTAO FAZENDO ISTO , E E POR ISTO CADA VEZ MAIS ENTRANDO NA DECADENCIA E VAO PERDER A HEGEMONIA PORQUE ESTAO NEGANDO O REI DOS REIS ESENHOR DOS SENHORES E UMA PENA PORQUE MESMO SENDO BRASILEIRO SEMPRE ADIMIREI A AMERICA COMO EXEMPLO DO VERDADEIRO SALVADOR AGORA ELES VAO REZAR OTERÇO.

  25. Meu Deus tanta discução e briga quer saber só Jesus Cristo salva e nenhuma enem ninquem pode jugar a salvação de uma pessoa, SO JESSUS SALVA … Vao orar

  26. Caro Paulo Sérgio,parece que vc é católico…deixe te fazer uma pergunta:
    1-Onde a Bíblia fala que devemos venerar Maria e os Santos?
    2-Vc falou besteira ao dizer que Pedro era a PEDRA que Jesus fala em Mateus 16,mas se vc lê no Livro de Atos 4:10-13,vc verá Pedro dizendo que JESUS É A PEDRA A QUAL OS EDIFICADORES A REJEITARAM..E EM NENHUM OUTRO NOME HÁ SALVAÇÃO(SENÃO PELO NOME DE JESUS)…e os Cristãos Gregos????Não eram salvos só porque não eram Católicos???se a própria Bíblia fala no Livro de Efésios que a salvação se baseia pela Graça….e mais:O PRÓPRIO QUARTO CONCÍLIO DE LATRÃO ADMITIU QUE TALVEZ CIPRIANO ESTIVESSE ERRADO AO AFIRMAR QUE NÃO EXISTE SALVAÇÃO FORA DA IGREJA,E QUE PODERIA SIM EXISTIR SALVAÇÃO FORA DA IGREJA,EMBORA NÃO FORA DE CRISTO…Se convertam católicos da MARIOLATRIA!!!!!!
    Deus usou uma jumenta,vou venerar a Jumenta só pq ela foi usada por Deus????e mais MARIA está morta,ela não reza e nem intercede por nós…só Jesus…Leia em Romanos 8:34

  27. Jesus disse que qualquer que escandalizar um dos seus pequenos que creem em seu nome isso e dos meus humildes ou dos meus simples era melhor que pendurasseao pescoço uma mó de azenha e se subermegie na profundeza do mar

  28. Eu fiquei horrorizada com o q a euclides jr disse e principalmente no final nas suas conclusões. Sempre teem q dizer as tuas verdades insultando ! E com palavras que eu n sei nem o q explicar , falar estou perplexa !

  29. Fabio Jefferson me desculpe as palavras e peço que Deus me perdoe por falar isso, mas nem com Jesus vc tem jeito , se vc diz q esta na certa e q temos q nos converter, me pergunto, e quero q me responda, e nao me venha me com trechos da biblia, chega de usar a biblia como arma, quem foi que te disse q temos q nos converter para a sua religiao para ter a salvaçao? Pelo que eu saiba, quem sabe eh somente o nosso senhor , o nosso pai ! E nem voce e nem o seu pastor e nem ninguém sabe pq somos todos pobres pecadores, sim pecadores ! Eu so peço a Deus q tenha piedade, n sei lhe dizer se eh a palavra certa, piedade, por todas as pessoas que dizem : “se convertam antes q seja tarde” , eu acho q eh eu q tenho pena de pessoas assim, que pensam que so por que aquele ser eh catolico n vai se salvar, so se for protestante! Saiba que por vc pensar assim ja eh um grande pecado e q para mim n importa se eh catolico ou protestante, mas tendo fé , acreditando em Deus , n tem o que temer a nada ! Para mim ja esta de bom tamanho saber que a pessoa sabe que o unico caminho certo eh Deus.

  30. Entre vós não deve ser assim…(Mc 10,43)… Não precisamos de nos fazer valer…..Para reflexão peço que todos possam ler Mt 4,1-11… e, diante de Pilatos, Jesus, algumas questões Ele respondia, outras silenciava, mas o que impressiona é em Jo 18, 38, porque mudou o fluxo das perguntas e supostas respostas de Jesus? …….Jesus sabia quem Ele era…… e quem Ele é para nós hoje? …… Deus abençoe a todos…

  31. Que Deus perdoe pois ñ sabem mesmo o que falam. Comparar Nossa Mãe Maria a uma Jumenta ai é demais pra mim. ( Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus ) Nós mulheres, pecadoras, nos dias de hj então ñ somos dignas de tal graça.

  32. É mais um sinal claro do final dos tempos. É a besta arrebatando aqueles que são iguais a ela.

  33. Penso que os catolicos conhecem pouco a palavra de deus. Respeito os catolicos e reconheco seu papel fundamental na historia do cristianismo mas nao entendo o porque o catolicismo coloca maria como se ela fosse igual a deus. Isto e um absurdo pois e cristo quem nos salva e nao maria. Por isso nao sou catolico

  34. “conheceis a verdade e a verdade vos libertará” no dia q me mostrarem na Bíblia q maria é intercessora, q pode adorar ou dirigir minhas orações pra ela ou pros santos, q existe batismo infantil, hóstia, primeira comunhão, crisma, confessionário, papa, dentre muitas outras heresias eu pensarei em voltar a ver a igreja catolica como pertencente de Deus

  35. Pessoal,
    Para que tanta discussão? A Igreja católica foi Jesus que fundou, e existiu por 1500 anos sem nenhum divisao! Se alguém deixou o bom caminho e se debandou…diante de Deus há de prestar contas por enfraquecer o povo de Deus com esta divisao e tantos rancores e julgamentos. Vivamos com coragem nossa fé católica fazendo a diferenca neste mundo, o resto é com Deus!!!!

  36. Irmãos separados, reflitam:

    Vocês acham correto a bíblia ter mil interpretações diferentes? E que nós humanos temos capacidade por si só, entendê-la? claro que não. Precisamos do magistério da igreja para interpretar a bíblia (ensinamento escrito) e a tradição apostólica (ensinamento oral).

    Agora vocês protestantes não podem negar: É só a igreja de Jesus (católica) que tem.

    Prestem atenção em um das centenas de versículos da bíblia que o protestantismo esconde de seus fiéis em suas seitas (tem protestante que nunca ouviu falar desse versículo):

    Pedro em suas cartas diz: “As sagradas escrituras não podem ser de particular interpretação”.

    É tão difícil entender? Como haveria unidade que Jesus deixou dessa forma?

    Querem ficar na barca furada do protestantismo que fiquem, mais respeitem quem sabiamente quer ficar na barca de Pedro. OK?

    “Tu és pedra, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja”.

    Sou feliz. Sou católico. Graças a Deus!

  37. Maurício,

    não custa nada você ler um pouco sobre Maria, leia o catecismo da igreja católica, lá está todo o ensinamento da igreja para os católicos.

    Com certeza você descobrirá quantas mentiras o protestantismo inventa sobre a igreja católica. Você ficará abismado quando descobrir. O que vale são os ensinamentos da igreja e não erros humanos. Duvido que algum pastor mande o seu fiel comprovar o que ele está dizendo contra a igreja católica no catecismo da igreja. Não, ele não faz isso, sabe porque? porque ele sabe que lá está tudo ao contrário do que ele diz contra a igreja católica.

    Para a sua indagação sobre Maria, procure saber realmente a posição da igreja católica sobre ela, e verás que não existe nenhuma adoração a ela, pois a igreja jamais ensinaria isso a seus fiéis. Saia da mentira protestante que só sabem atacar a igreja de Jesus.

    Não caia na lábia de alguns pastores, pois eles misturam erros humanos com a igreja de Jesus (católica).

    O católico é consciente que só o magistério da igreja de Jesus, através do espírito santo de Deus é capaz de interpretar a palavra de Deus, e esse magistério você só encontra na igreja católica, seja aqui ou do outro lado do mundo, é o mesmo entendimento. Esta é a unidade que Jesus deixou, uma só fé, um só batismo, uma só igreja.

    Procure saber a verdade, não fique só nas interpretações pessoais de cada pastor.

    De verdade, peço a Deus que lhe ilumine.

    Paz e bem.

  38. Eu não sei como sei so sei que só senti a presença do PAI do FILHO e do ESPIRITO SANT0.Ao entregar miha vida a JESUS,e desejar sua presença a cada dia .Ele transformou minha vida,restaurou meu casamento,apos vinte três anos servindo-o com alegria libertou meu marido da bebida, prostituição.Hoje pelo seu amor e misericordia tenho meu lar abençoado .De quatro filhos três estão em sua presença servindo e adorando-o e logo logo vou dizer que eu e minha casa servimos ao SENHOR.E sabem de uma coisa se nada disso tivesse acontecido em minha vida ainda assim o amaria o serviria eo adoraria pois não imagino outra vida a não ser servindo o meu amado JESUS.

  39. Mauricio,

    Quem te falou que os católicos tratam Maria como Deus? Da onde saiu esse absurdo? Nada e ninguém é maior que Deus!! Maria é venerada como nossa mãe amorosa e protetora, um exemplo de fé… porém em nenhum momento um católico considera Maria ( ou qualquer outro santo) como superior a Deus … ela e os santos só intercedem por nós, porém qualquer graça vinda deles, é proveniente de Deus.

  40. “Irmãos separados, reflitam:(… ) separado de que??DE que CRISto? Nunca.O SEnhor JEsus nos uniu atraves do sangue na cruz, que os adeptos de santos teimam em envergonhar buscando milhares de mortos em rezas pagas.

  41. Maurício,

    Não cai nessa ladainha de ler sobre o catecismo nem sobre o catolicismo, porque ali contém todo tipo de ensinamento que Deus condena.
    Se você quer conhecer a Deus, leia a Palavra de Deus, a Única Palavra que Deus deixou a Bíblia Sagrada.

    João 14:21-24 diz assim a Palavra de Deus:

    21 Aquele que tem os meus mandamentos e os GUARDA esse é o que me ama; e aquele que me ama será amado de meu Pai, e eu o amarei, e me manifestarei a ele.
    22 Disse-lhe Judas (não o Iscariotes): Senhor, de onde vem que te hás de manifestar a nós, e não ao mundo?
    23 Jesus respondeu, e disse-lhe: Se alguém me ama, GUARDARÁ A MINHA PALAVRA, e meu Pai o amará, e viremos para ele, e faremos nele morada.
    24 Quem NÃO me ama NÃO GUARDA AS MINHAS PALAVRAS; ora, a palavra que ouvistes não é minha, mas do Pai que me enviou.

    Observe que o Senhor faz uma relação entre amá-lo e OBEDECER-LHE. Amar a Cristo significa guardar seus mandamentos. Mas não podemos guardar seus mandamentos, a menos que esquadrinhemos a ESCRITURAS para descobrir quais são.

    Não tenha os seus olhos nas coisas deste mundo, catolicismo não tem compromisso com Deus, eles tem compromisso com o papa, um homem pecador que inventou a tradição católica e eles acreditam em tudo que o papa diz!

    JESUS É BEM CLARO QUANDO DIZ: Se alguém me ama, GUARDARÁ A MINHA PALAVRA.
    Jesus não disse para guardar nenhuma tradição católica, porque para os católicos a tradição católica tem o mesmo valor da Bíblia, dá para acreditar nisso!

    Cai fora dessa arapuca. Siga a Jesus Cristo o único caminho.
    Sabe por que?
    Hoje em dia o católico diz que tem Jesus como único Senhor também, mas quando você pesquisa a fundo, vê que por debaixo dos panos nunca abandonaram a Mariolatria.

  42. A verdade se impõe! Por isto que a Igreja existe! Pedro tem as chaves. Inclusive o termo Igreja foi citado, pela primeira vez quando Jesus fez a entrega das chaves a Pedro (SOLENEMENTE), Jesus sendo Deus, faz uma declaração a um homem.
    Há quem não goste!! Então torçam e contorçam….

  43. O que era óbvio, felizmente estes acordaram para a verdade . Muitos ainda insistem em discursos acusadores sem fundamento. Estudam um pouquinho , botam um terno e uma gravata e esbravejam como doidos e arrastam milhares de pessoas sem fé e sem conhecimento.
    São o aspecto frio da bíblia sem Espírito Santo. São Paulo (Saulo) já dizia : É preciso preservar a tradição, manter a tradição. Ora, se a primeira Bíblia saiu da Igreja de Cristo só mais de 600 anos depois , como se manteve a fé em nosso Senhor Jesus Cristo sem acesso às escrituras sagradas?? nas milhares de seitas que se abrem a todo instante é que não foram.
    Curvem-se , dobrem os joelhos , pois, Deus está na Igreja Católica Apostólica Romana e ponto final, queiram ou não queiram. Escrituras teem que ser estudadas concomitantemente com a historia e fim de papo. Pois, povo sem passado não tem futuro.

  44. Sejsm bem vindos os irmaos que nunca foram catolicos de verdade, retorne a casa e busquem o conhecimento da verdade, procurem conhecer melhor a igreja catolica, estudem o magisterio da igreja a sagrada tradição. Estudem e tire as suas duvidas e so depois afirmem com claresa aquilo que se conhece de verdade.

  45. Venham, venham …. e ajudem-nos a construir uma igreja cada vez melhor. Para a glória de Deus!

  46. Não podemos chamar os protestantes de irmãos, porque não somos filhos da mesma mãe. Pois se eles não consideram Maria como Mãe, então não somos irmãos. Mas são amados,do mesmo jeito porque são imagens e semelhanças da Santíssima Trindade. Lembra lá em Genesis, quando Deus disse: Façamos o homem á Nossa Imagem e Semelhança. Pois bem Como Deus, faz um mandamento dizendo para amar pai e mãe e não respeitasse a própria mãe? Queridos faça todo dia na oração de voces coloque para Jesus Cristo, que voces desejam saber de toda a verdade.
    Para que o inimigo de Deus e nosso, não confunda a mente de voces, deixando voces menosprezarem aquela que foi criada sem a mancha do pecado original, pois seria a Mãe de Deus. Se voces ao invés de brigarem com os católicos nos chamando de idólatras pedir a Jesus que fosse revelado a verdade para voces, tenho certeza que mudariam de opinião. Nós somos os melhores não porque somos católicos, mas porque estamos sempre em busca da verdade e sempre seguindo o que Jesus, deixou todo os dez mandamentos, e nos deixou o testamento vivo que é Maria Santíssima. Nós somos os melhores, porque acreditamos que todos serão salvos, acreditando no nome de Jesus. Voces dizem aceita o Senhor Jesus e será salvo. Mas como voces aceitam Jesus, mas não aceita o que Ele deixou? Como voces aceitam Jesus e não aceitam a Mãe de Jesus? E tudo o que Ela diz é fazei tudo o que Ele vos disser.
    Não é deusa, não é mais que Deus, mas depois de Jesus o Senhor. Neste mundo ninguém foi maior. Maria é Mãe de toda a humanidade, quer voces queiram ou não. Porque senão não serão irmãos de Jesus. E quem manda Ela ser nossa Mãe è Nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo. Não deixa mais satanás, abusarem de voces, quando voces nos chamam de idólatras, pos ele sabe que os católicos não são idólatras, ele sabe o quanto amamos e respeitamos Jesus Cristo, O Divino Pai Eterno e o Divino Espírito Santo.
    Jesus Cristo é o Mediador entre Deus e o homem. Maria é a Medianeira entre Jesus Cristo e nòs. Ela pede, Jesus atende muito mais rápido, pois Ele sabe que Ela tem muito mais méritos que nós. Afinal Ela é Medianeira de todas as graças, assim Deus o quer.
    Deus abençõe e ilumine todos que vão ler este comentário. Pois voce é um amado de Deus.
    Paz e bem

  47. A religião católica é a única verdadeiramente que acredita na palavra de Cristo, pois tem em todos os que morreram por Ele a lembrança com respeito e reconhecimento de que aquele que dá sua vida em nome de Deus ganhará com certeza o reino dos céus e não se trata de competição é apenas uma questão de entendimento Jesus nos cria para entender que precisamos amar nossos irmãos para sermos felizes e a igreja católica deixa claro essa maravilhosa determinação de Cristo é dessa maneira que que temos a possibilidade de nos tornarmos santos, porém somos pecadores, mas podemos nos redimir e para isso acontecer é preciso acreditarmos que unidos verdadeiramente com os ensinamentos católicos poderemos transformar o mundo que ainda é muito infeliz pois nem todos tem Deus no coração

  48. A única verdade é a Palavra de Deus,

    Não caiam no engano de achar que a Tradição e o Magistério da igreja católica tem o mesmo valor da Palavra de Deus, porque isso não existe, isso é uma mentira e um engano do inferno que tem levado vidas para o inferno.

    A PALAVRA DE DEUS É A ÚNICA VERDADE ABSOLUTA.

  49. em que parte da Bíblia diz, que Deus escolheu Roma pra Reger o Mundo? não vejo menção alguma que Deus apoia adoração à imagem de escultura, o que aconteceu em relação a serpente no deserto foi uma alegoria, naquilo que Cristo faria quando Ele fosse levantado na cruz. só há um mediador entre Deus e os Homens, Jesus Cristo Homem. em nenhum outro há salvação, porque debaixo do céu nenhum outro nome há, pelo qual importa que sejamos salvos. Não tô nem aí pelos que brigam por nome de igrejas, Deus não habita em templos feitos por mãos humanas, Ele Habita dentro de mim e isso é Ele quem faz e não opiniões.

  50. Somos, católicos irmãos de Jesus Cristo e filhos de Maria, a Mãe de Deus e Nossa Mãe. Aliás que é Mãe de toda a humanidade, quer queiram ou não e foi Jesus que nô-la deu aos pés da Cruz, portanto aquele que diz que ama Jesus,mas não segue seus mandamentos é um mentiroso e um idólatra. Mentiroso porque não ama o Autor da palavra,coisa nenhuma e idólatra,porque não ama a Bibllia como a Palavra de Deus e sim como um objeto, que pode ser usado da maneira que achar mais fácil e mais adequado para satisfazer a sua vontade e não como a Verdade absoluta escrita e dirigida pelo Espírito Santo de Deus. Portanto meus queridos, sim queridos, porque foram criados Imagem e semelhança da Santíssima Trindade como eu fui. Tomem cuidado porque voces pensam que estão seguindo a Cristo, mas na realidade estão seguindo o inimigo de Cristo, aquele que só espalha mentira e confusão,porque ele é a própria mentira e quem segue a mentira anda nas trevas e não na Luz, porque só a verdade liberta e nos faz enchergar e reconhecer a verdade verdadeira que é Nosso Deus e Senhor e Salvador Jesus Cristo.

  51. Eu não sabia que no céu agora tem Mãe de Deus, Deus, Deus Filho e Deus Espírito Santo.

    Que mãe de Deus o que minha gente, não existe isso, Maria foi escolhida para ser mãe de Jesus Cristo homem, não existe mãe de Deus.

  52. Que pena, que voce não acredita em Jesus Cristo como eu acredito. Cem por cento homem e cem por cento divino, e que não separa a humanidade da divindade de cristo. Como voces acreditam em um cristo pequeno e limitado, então voces não leêm a Biblia coisa nenhuma. No inicio da criação já se falava daquela que esmagaria a cabeça da serpente. Eva nos trouxe o pecado original. Ave como disse o Anjo(e é contrário de Eva) nos trouxe a salvação. Deus quis nascer de Maria para nos trazer a Paz. Jesus foi gerado e não criado, porque sempre existiu, antes de todos os séculos. Mas volto a dizer, peça a Jesus para te mostrar toda a verdade. Mas primeiro tem que pedir ajuda ao Espírito Santo, porque sem o auxílio Dele, nada pode o homem.Nada produz de bom.
    Deus o ilumine.

  53. Gn 3.15
    Este versículo não faz nenhuma referência a Maria ou a sua alegada imaculada concepção. Mesmo que Maria, de alguma forma indireta, pudesse ser ligada a este texto, assim mesmo seria um salto gigantesco procurar aqui evidências a favor da imaculada Conceição, que em nenhum lugar nesta passagem é declarada ou mencionada. O sentido literal é que Eva (não Maria) e sua posteridade estarão em constante guerra contra satanás e seus seguidores. A mulher é obviamente Eva, e a semente da mulher é claramente a descendência literal da Eva (Gn 4.1,25), culminando em Cristo, vitorioso sobre Satanás (Rm 16.20). Além do mais, a passagem não faz alusão alguma de que a mãe do Messias seria concebida sem pecado.

    Aprendeu Hilda? Não? Você está precisando ler a Bíblia, sem a leitura da Bíblia fica difícil conhecer a Deus e o mundo de Deus.

  54. Alexandre e sem conhecer o Espírito Santo, e sem pedir a sua ajuda para interpretar corretamente a Palavra de Deus, é impossível conhecer verdadeiramente o que Deus quer nos dizer através da palavra. Pois é O Espírito Santo que revela toda a verdade. Voce não consegue interpretar corretamente, somente com a luz da razão, é impossível.
    Mas vamos deixar para lá, já vi que voce só acredita em Deus e não acredita na Trindade, e nem em Jesus como Deus. Então eu estou falando uma língua e voce outra. Não vamos chegar a lugar algum, por isto encerramos por aqui.
    Quando for da vontade de Deus ele revelará toda a verdade a quem ainda não entendeu.
    Fique com Deus.

  55. foi a prima santa Isabel cheia do Espirito Santo, que reconheceu Maria como a mãe de Deus quando “Disse como posso merecer que a mão do meu Senhor venha me visitar” para o Judeu, Senhor é Deus traduzindo como posso merecer que a mão do meu Deus venha me visitar Evangelho de São Lucas.

  56. Tudo isso e resultado em primeiro lugar da apostasia de muitas igrejas ditas protestantes mas que perderam a corragem de protestar contra a mentira e estão aderindo ainda mais a ela .A igreja catolica e mãe das prostitutas religiosas e aqueles que estão indo para ela e porque amam tal prostituição,são os mentirosos e covardes que sempre estiveram e estão dentro das igrejas que seguem a biblia.Realmente ao “voltar” ao romanismo estão no lugar certo para eles pois estão no antro da mentira religiosa que e a pior de todas.Esses covardes não entraram jamais no reino de Deus que e para os que andam no caminho estreito .

  57. Vocês católicos deveriam é ler a Bíblia e largar a idolatria, isso sim!!!!!!!!!!!!!

  58. Alexandre, o maximo que consigo sentir por você é pena.
    Você deve ser mais um entre muito que usa a biblia conforme sua conveniencia, o ler a biblia sem o conhecimento não serve pra nada.
    a palavra de Deus não é e nunca foi de interpretação individual.
    procure estudar desarmado que um dia quem sabe volte aqui e deixe uma mensagem mais inteligente meu caro.

    Que você abra seu coração para Deus, pois ele mesmo podendo nunca vai invadi-lo.

  59. Robson Luis,
    A Bíblia é a revelação de Deus para o homem, e é lendo-á, que conhecemos a Deus e a sua vontade.
    Você deveria aprender que, Deus deixou a Palavra Dele para o ser humano, e não tradição católica, magistério, catecismo, aonde estão estes ensinamentos na Bíblia? Não existem, é coisa que o homem inventou, diga-se de passagem, esses papas malucos ao longo dos anos.

  60. Como se pode criticar um erro que se pratica? Se tu julgas os ensinamentos da igreja católica, como o Catecismo, os dogmas, os Concílios e livros de grandes santos, como coisas erradas por terem sido criadas por “homens” (e uso aspas por que tudo que vem à Igreja vem do Espírito Santo por intermédio de homens) o que dizer de vossa igreja, criada por homens que se julgam suficientes e escolhidos por Deus para criar um novo povo, separando-se da unidade criada pelo próprio Cristo, de sua Igreja, descendente diretamente dos apóstolos?
    A igreja católica esta longe de ser perfeita! Ela é conduzida por homens e tem seus erros. Mas está longe de ser idólatra e mentirosa.
    Sinto pena por não aceitarem essa mãe maravilhosa que nos foi entregue pelo próprio Cristo na Cruz. Essa mãe que é forte esteve ao lado de seu filho até o último minuto, de pé, aos pés da Cruz.
    É muito comum pastores usarem homens do antigo testamento, grandes homens, mas grandes pecadores:
    Moisés, guia do povo e grande profeta, foi homem maravilhoso, mas matou um egípcio e escondeu seu corpo!
    Davi foi grande rei e de grande força, mas caiu na tentação do adultério.
    Salomão foi um rei muito sábio, mas caiu (e esse sim é um pecado verdadeiro) na idolatria.
    Agora, eu vos pergunto, qual o pecado de Maria? Aponte-me na Bíblia onde está o erro dessa mulher que é maior que todos os profetas do antigo testamento?!
    “O nó da desobediência de Eva foi desfeito pela obediência de Maria; O que virgem Eva ligou pela incredulidade, a virgem Maria desligou pela fé.” – Sto. Irineu
    Veio a morte por Eva e a vida por Maria
    Eu rogo a Deus que ele toque seu coração e o faça ver a verdade. Não é preciso que se torne um católico para isso. Apenas é preciso respeito. Sou um jovem católico e tenho amigos evangélicos e fazemos muitas partilhas juntos. Minha namorada é evangélica e convivemos muito bem. Foi para unidade que Cristo nos criou.
    Fique com Deus.

  61. PARA O ALEXANDRE
    UMA REFLEXÃO QUE MUDARÁ SUAS CONVICÇÕES E CONCEITOS:
    VOCÊ TEM 100% DE CERTEZA QUE SEGUE A JESUS, A BIBLIA E A IGREJA?

    IGREJA: Só existe uma fundada por Jesus, sobre o fundamento dos Apóstolos conf. S. Mateus 16,18-19 I Pedro 2,5 Atos 2,42. Em I Timóteo 3,15 diz que ela é a Coluna e Sustentáculo da Verdade. Está claríssimo na Biblia em Atos 2,42 que todos perseveravam na Doutrina dos Apóstolos, os quais fizeram sucessores conf. Atos 20,28 Filip. 1,1 I Pedro 5, 1-2 Apocalípse 5,10 com as seguintes atributos: sopro, imposição de mãos e unção. Leia S. João 20,22-23 Atos 6,6 e 8,17-18 S. Tiago 5,14…etc.
    Portanto, quem ouve, segue e obedece a Igreja de Jesus, conf. S. Mateus 18,17 S. Lucas 10,16…. ouve, segue e obedece ao próprio Jesus. Só há um rebanho com um só pastor visível e concreto aqui na terra ( Pedro e Papas – pais na Fé ) subordinados ao Supremo Pastor, invisível do céu, Jesus Cristo. Confira: S. João 17,21 S. João 10,16.
    Qualquer crença ou denominação criada, inventada ou forjada muitos séculos após a era Apostolica e que não herdou o elo e vínculo deles é puramente falsa obra humana. Se amas verdadeiramente a Jesus e prezas a Bíblia e a Igreja, averigue quando, onde e como surgiu sua crença e qual elo ou vínculo ela herdou dos Apóstolos e seus sucessores para comprovar se é verdadeira! Só quem herdou o elo e vínculo dos Apóstolos com: imposição de mãos, unção e sopro é verdadeiro.

    Conforme Efésios 1,22-23 5,23 e I Corintios 12,27 Jesus, é o cabeça invisível da Igreja, o qual constituiu Pedro, como cabeça visível de sua Igreja, outorgando-lhe poderes para ligar e desligar ( definir e decidir ) questões de Fé, Doutrina e Ensinos para todo a cristandade que é o corpo da Igreja de Jesus. Afinal é através da Igreja que recebemos: o batismo, a ceia, a unção, o congregar, a ordenação ministerial, as explicações, ensinos e entendimentos biblicos……etc. Comprove lendo Neemias cap. 8
    Conforme Atos cap. 15 e cap. 16,4 sabemos que a Igreja se reunia e reune em concílios para decidir e definir questões de Fé, Doutrina e Ensinos para toda a cristandade, corpo da Igreja de Jesus. Quem assim não procede, cria uma babel de crenças, doutrinas e interpretações biblicas para todos os gostos e sabores de seus adeptos e Deus não é Deus de confusão e anarquia e sim de harmonia, união e unidade! Portanto, questões sobre: imagens, celibato, intercessão dos Santos, purgatório, não irmãos carnais de Jesus, assunção da Virgem Maria….etc tudo foi e é tratado em concílios.
    Efésios 4, 5-6 Há um só Senhor, uma só fé, um só batismo. Há um só Deus e Pai de todos Em S. João 7, 16 diz: Respondeu-lhes Jesus: A minha doutrina não é minha, mas daquele que me enviou. Atos 2,42 Perseveravam eles na doutrina dos apóstolos, na reunião em comum, na fração do pão e nas orações. Portanto, há uma só Igreja, uma só Sã Doutrina, um só Ensino e Interpretação Bíblica fundamentada sobre os Apóstolos e seus sucessores, Bispos, Presbíteros, Diáconos e Sacerdotes. A Igreja Católica Apostólica Romana, que existia há 1500 anos, chegou ao Brasil em 1500 com os descobridores e por mais de 400 anos foi a Crença, Doutrina e Igreja Oficial de todo o povo brasileiro. A partir de 1880 é que aqui chegaram centenas de novas crenças humanas, todas originadas do protestantismo, sem nenhuma herança elo ou vínculo herdado dos Apóstolos de Jesus, e que foram se instalando pelo país; portanto falsas!

    BATISMO: Sem que as crianças ainda tenham atingindo a idade da razão, os pais escolhem para elas: nome, escola, crença, presentes, roupas, diversões, festas, passeios….etc. e paradoxalmente renegam o batismo. O batismo é a porta de entrada na Igreja e Reino de Jesus e as criancinhas são batizadas na Fé dos pais, os quais as educam ao longo do tempo passando pela idade da razão e continuando depois dela.
    Segundo o Pastor Augustus Nicodemus Lopes,a prática de batizar as crianças, filhos(as) dos cristãos, vem desde os primórdios do cristianismo. Pais da Igreja, como Irineu (século II), se referem ao batismo infantil. Orígines (século IV) foi batizado quando criançinha.
    Alguns me perguntam, como pastor, por que apresentei meus quatro filhos para serem batizados, quando cada um ainda não tinha mais que dois meses. Minha resposta é que acredito estar seguindo a tradição bíblica, que remonta ao tempo do Antigo Testamento, e que não foi abolida no Novo, de incluir os filhos dos fiéis na aliança de Deus com o seu povo. ( comprove em II Tessalonicenses 3,15 ) Batizei meus filhos crendo que, através desse rito iniciatório, eles passaram a fazer parte da Igreja visível de Cristo aqui na terra. Minha crença sé baseia no fato de que, quando Deus fez um pacto com Abraão, incluiu seus filhos na aliança, e determinou que fossem todos circuncidados (Gn. 17.1-14). A circuncisão, na verdade, era o selo da fé que Abraão tinha (ver Rm 4-3,11 com Gn 15.6), mas, mesmo assim, Deus determinou-lhe que circuncidasse Ismael e, mais tarde, Isaque, antes de completar duas semanas (Gn. 21.4). Abraão creu e o sinal da sua fé foi aplicado à Isaque, mesmo quando este ainda não podia crer como seu pai. Mais tarde, quando Moisés aspergiu com o sangue da aliança as tábuas da Lei dada por Deus, aspergiu também todo o povo presente no monte Sinai, incluindo obviamente as mães e seus filhos de colo (Hb 9.19-20). Estou persuadido de que a Igreja cristã é a continuação da Igreja do Antigo Testamento. Símbolos e rituais mudaram, mas é a mesma Igreja, o mesmo povo. O Sábado tomou-se em Domingo, a Páscoa, em Ceia, e a circuncisão, em batismo. Os crentes são chamados de “filhos de Abraão” (Gl 3.7,29) e a Igreja de “o Israel de Deus” (Gl 6.16). Não é de se admirar que Paulo chame o batismo de “a circuncisão de Cristo” (Colossenses 2.11-11). Foi uma grande alegria ter meus filhos batizados e vê-los, assim, receber o selo da fé que minha esposa e eu temos no Senhor Jesus. Deus sempre tratou com famílias (Dt 29.9-12), embora nunca em detrimento da responsabilidade individual. Assim, Deus mandou que Noé e sua família entrassem na arca (Gn. 7.1), chamou Abraão e sua família (Gn 12.1-3) e castigou Acã, Coré e suas famílias juntamente. Paulo, ao refletir sobre a história de Israel e ao mencionar a passagem dos israelitas pelo Mar Morto, diz que todo o povo foi batizado com Moisés, na nuvem e no mar inclusive as crianças, é claro, pois havia milhares delas (1 Co 10.1-4).Não é de se admirar, portanto, que Pedro, no dia de Pentecostes, ao chamar os ouvintes aoarrependimento, à fé em Cristo e ao batismo, disse-lhes que a promessa do Espírito Santo era para eles e para seus filhos (At 2.38-39). E não é de admirar que os apóstolos batizavam casas inteiras em suas viagens missionárias: Paulo batizou Lídia e toda sua casa (At. 16.15), o carcereiro e todos os seus (At 16.3233), a casa de Estéfanas (1 Co 1.16). É verdade que não se mencionam crianças nessas passagens, mas o entendimento mais natural de “casa” e “todos os seus” é que se refira à família do que creu e fica difícil imaginar que, se houvesse crianças, elas teriam sido excluídas. Pois, para Paulo, os filhos dos crentes eram “santos” (1 Co 7.14), ao contrário dos filhos dos incrédulos. Talvez ele estivesse seguindo o que o Senhor Jesus havia dito, que não impedissem as crianças de virem a Ele (Mc10.13-16).Compreendo a dificuldade que alguns terão quanto ao batismo infantil, pois não há exemplos claros de crianças sendo batizadas no Novo Testamento. É verdade. Mas é igualmente verdade que não há nenhum exemplo de um filho de crente sendo batizado em idade adulta. Neste caso, talvez seja mais seguro ficar com o ensino do Antigo Testamento., Se os judeus que se converteram a Cristo não podiam batizar seus filhos, era de se esperar que houvesse alguma proibição neste sentido por parte dos apóstolos, já que estavam acostumados a incluir seus filhos em todos os aspectos da religião judaica. Mas não há nenhuma proibição apostólica quanto a isso. Compreendo também que alguns têm dificuldades com o batismo infantil por causa da prática da Igreja Católica e de algumas denominações evangélicas, que adotam a idéia da regeneração batismal, isto é, que, pelo batismo, a criança tenha seus pecados lavados e seja salva. Pessoalmente não creio que seja este o ensino bíblico. O batismo infantil não salva a criança. Meus filhos terão de exercer fé pessoal em Cristo Jesus. Não serão salvos pela minha fé ou da minha esposa. Eles terão de se converter de seus pecados e crer no Senhor Jesus, para que sejam salvos. O batismo foi apenas o ritual de iniciação pelo qual foram admitidos na comunhão, da Igreja visível. Simboliza a fé dos seus país nas promessas de Deus quanto aos seus filhos (cf. Pv 22.6; At 2.38; At 16.31) e expressa os termos da aliança que nós e nossos filhos temos com o Senhor (Dt ‘ 6.6,7; Ef 6.4). Se, ao crescer, uma criança que foi batizada resolver desviar-se dos caminhos em que foi criada, é da sua inteira responsabilidade, assim como os que foram batizados em idade adulta, e que se desviam depois. Certamente que o Novo Testamento fala do batismo como sendo uma expressão de fé e de arrependimento por parte daqueles que se convertem a Cristo – coisas que uma criança em tenra idade não pode fazer. Por outro lado, lembremos que passagens assim não tinham em vista os filhos dos fiéis, mas toda uma primeira geração de adultos que se converteram pela pregação do Evangelho.

    SANTOS:Tanto os do céu, quanto os da terra, são amigos e heróis de Deus, os quais viveram e vivem em grau máximo as exigências do Evangelho para alcançarem o Reino. Eles participam da Glória de Deus, conf. S. João 17, 22. Eles podem e intercedem pelos irmãos alcançando de Deus: curas, bênçãos, conversões, milagres e prodígios. Os Apóstolos em nome de Jesus, alcançavam muitos benefícios para seus irmãos e seus sucessores também, até o tempo de hoje. Os Santos no céu estão vivos, conscientes e cientes das coisas da terra e em Deus podem interceder por aqueles que lhes rogam. Leia os exemplos biblicos: Eclesiástes 12,7 S. Mateus 17, 1-3 S. Lucas 16, 22-25 Hebreus 11,5 Apocalípse 6, 10…etc Estes textos nos revelam claramente que os Santos do céu, estão: vivos, conscientes e cientes em Deus, das coisas da terra.

    Segundo o famoso protestante Leibnitz, em sua Obra System Ther Theologie ( Se os Santos na Terra alcançavam de Deus para seus irmãos: curas, bênçãos, conversão, milagres e prodígios… Acaso agora que eles estão no céu, junto da fonte de todas as graças que é Deus, valerão menos? Logicamente, que terão ainda mais poderes de intercessão junto a Jesus.

    Nós cristão católicos veneramos os Santos e nunca os adoramos, pois adorar é somente a Deus. Venerar é o que os filhos fazem em relação aos seus pais, mestres e herois, ou seja: os amamos, estimamos, honramos, homenageamos e rogamos-lhes algo. Nós veneramos os Anjos e Santos diante de seus quadros, estampas e imagens, assim como lembramos e recordamos com sentimentos nossos entes queridos, diante de seus retratos. Nos tempos antigos não havia retratos, por isso usavam fazer imagens dos Anjos e Santos.

    Venerar: significa honrar, estimar, considerar, ter apreço e respeito por alguém ou alguma coisa santa ou sagrada. É o que os filhos fazem em relação aos seus pais biológicos, ou seja: os amam, estimam, enaltecem, rogam-lhes algo, honram…etc. Se veneramos a nossos pais biológicos, quanto mais os Santos e Anjos amigos e heróis de Deus.

    Exemplos: Em I Reis 18,3 e 7 e 8 nos revela que Abdias era fervoroso Adorador de Deus, quando viu o profeta Elias vir em sua direção, prostrou-se diante dele em sinal de veneração.

    Em I Samuel 24,9 II Samuel 14,33 16,4 I Reis 1,16 e 22 *2, 19 também nos mostra como era a atitude dos cristãos perante às pessoas santas.

    Adorar é prestar culto a Deus. Os católicos não adoram os Santos e a Nossa Senhora porque sabem que eles não são deuses. Ajoelhar em frente de suas imagens, é sinal de respeito, saudação e não de adoração. Jacó, o pai das doze tribos de Israel se prostrou 7 vezes perante o seu irmão Ezaú (Gênesis 33:3). Nem por isso Jacó pensava que seu irmão fosse Deus. Em muitas nações o povo tem por costume saudar seus irmãos com gestos de inclinação, beijo ou aperto de mãos. Tudo isso é de natureza humana e nunca de Adoração.

    Mais uma vez lembramos que eles estão vivos, conscientes e cientes em Deus. Leia: II Reis 2,11 S. Mateus 17,1-3 S. Lucas 16, 22-25 Hebreus 11,5

    Jeremias 15,1 No céu eles podem interceder por nós da terra, caso mereçamos!!!! Note que no tempo de Jeremias, Moisés e Samuel já estavam no céu.

    A Bíblia diz que todos nós somos chamados por Deus para vivermos a Santidade( S. Mateus 5,48 I Pedro 1,16); contudo, há pessoas que a praticam em grau máximo atingindo quase a perfeição, por isso se tornam para nós, modelos os quais devem ser lembrados, honrados e louvados. I Coríntios 11, 1 Sede meus imitadores, como também eu o sou de Cristo.

    S. Mateus 26,12-13 A memória dos Santos sempre será lembrada. Cântico dos Cânticos 4,7 6, 9-10 Os Santos sempre serão proclamados bem-aventurados, louvados e venerados. Gálatas 2,20 “Já não sou euquem vive, mas é Cristo que vive em mim” I Coríntios 11, 1 Sede meus imitadores,como também eu o sou de Cristo.

    Em S. Lucas 16, 9 diz que Os Santos nos receberão no céu. As imagens, pinturas ou estampas, tais como os “retratos”, são símbolos que nos edificam, encorajam e inspiram, além de nos lembrarem que nosso destino é a eternidade, junto daqueles que, tendo vivido de acordo com os ensinamentos de Nosso Senhor Jesus Cristo, já desfrutam da felicidade eterna.

    EM DEUS OS SANTOS POSSUEM O DOM DA REVELAÇÃO
    S. Pedro e outros Santos possuem o Dom do conhecimento das coisas. Atos 5, 1-11 ou em II Reis 6,12. II Timóteo 4, 6 Quanto a mim, estou a ponto de ser imolado e o instante da minha libertação se aproxima. São Paulo diz que tinha o Espírito de Jesus Cristo e que era Cristo que vivia nele, por isso sabia até quando iria morrer.

    INTERCESSÃO DOS SANTOS:
    Palavras de um protestante: Também é consenso entre os cristãos que os filhos de Deus aqui na terra podem interceder uns pelos outros, pois lemos em Jó 42,8-9 Jeremias 15,1 2 Tessalonicenses 3:1:“Por fim, irmãos, orai por nós, para que a palavra do Senhor seja divulgada e glorificada, como também aconteceu em vosso meio.”
    Em 1 Timóteo 2:1, encontramos provas da necessidade de intercedermos a Deus por outros:“Antes de tudo, exorto que se façam súplicas, orações, intercessões e ações de graças por todos os homens.””Nossos irmãos a quem amamos nunca morrem,apenas partem antes de nós” Oremos por todos nossos irmãos que partiram lembrando de suas memórias e importância em nossas vidas, para que sejam recebidos no Reino de Deus.
    Livro de Jó 42, 8-9 Atos 12, 5 S. Tiago 5,16 *I Coríntios 6,2-3 I Tessalonicenses 1,2 5,25 II Tessalonicenses 3,1 I Timóteo 2,1-2 Apocalípse 6, 9-10 *Apocalípse 8,3-4. Quem crê em mim fará as obras que faço e fará até maiores do que elas, porque vou para o Pai” S. João 14,12. S. Mateus 10,8 Atos 1,8 5,12

    ORAR OU REZAR:Rezar é sinônimo e plural de orar. Quem ora faz uma determinada oração e quem reza faz variadas orações. Por exemplo: Quem reza o “terço” faz as orações: o Creio em Deus Pai, o Pai Nosso, a Ave Maria, o Glória ao Pai….etc. A palavra Rezar não tem que constar da bíblia como não constam: Trindade, Cânon, Domingo, Irmãos Consanguíneos, a própria palavra Biblia, Primos, Sobrinhos, Tios, Evangélico, Católico, Natal, Único Deus em três pessoas e quase 100% dos cristãos aceitam isto.

    IMAGENS: É preciso observar que na Bíblia existem leis Absolutas e leis Relativas. Está claríssimo que quando Deus permite fazer obras de escultura como: Serpente de Bronze, Arca da Aliança, Imagens de Anjos Querubins, Obejtos e Símbolos da Fé etc. é porque temos aí uma lei relativa e não absoluta em relação ao que é permitido ou proibido!!!
    A arte é um dom de Deus para a humanidade. Tudo o que entra pelos nossos olhos e vai até o cérebro para ser identificado são imagens. Gostamos de espelho, televisão, cinema, quadros, estampas, paisagens….etc. por causa das imagens. Na Bíblia Deus ordena fazer imagens como símbolos e representações das coisas do reino celestial. O que Deus condena na Bíblia é a adoração de ídolos fabricados como deuses. Assim, Deus condenou a fabricação do bezerro de ouro que os Israelitas fizeram e aclamaram como o deus de Israel. Nos tempos antigos os povos pagãos adoravam os astros celestes, as criações da natureza ( animais, árvores, homens ) como deuses e até faziam esculturas deles e é isto que Deus condena. As imagens dos Anjos e Santos não são deuses e sim amigos e herois de Deus, que nós cristãos veneramos como nossos modelos na fé a serem imitados, os quais nos levam e nos direcionam para Jesus. S. Paulo escreveu: sede meus imitadores como eu o sou de Cristo.
    Leia Êxodo cap. 30 e 35. Obejetos e símbolos da fé cristã teem valor didático e pedagógico, pois através das coisas visíveis e concretas, entendemos melhor as coisas abstratas e invisíveis. Na biblia Deus não condena o fazer e ter imagens de Anjos e Santos e sim condena o fazer e ter IDOLOS que são entidades consideradas como deuses. Exemplo: fizeram um bezerro de ouro e o aclamaram como o deus de Israrel, criador e salvador deles. Os textos como II Samuel 6,11 Êxodo 25, 18 cap. 31,1-7 e 35,30-35 Números 7,89 21,8-9 Ezequiel cap. 10 Salmo 132, 6-7 S. João 3,14 nos revelam claramente que imagensdas coisas de Deus, não são ídolos, portanto permitidos por Deus. Quem não consegue compreender isto, como querer compreender questões mais complexas, como por exemplo: Trindade, Encarnação de Jesus, Pregação de Jesus aos mortos, Batismo pelos mortos…..etc.? EmÊxodo 30, 25-29 Números 4,4e15e20 diz que todo objeto ungido e consagrado a Deus, se torna uma coisa Santíssima e pode nos transmitir um bem, um benefício, uma graça.
    A Pastora Batista Ana Paula Valadão, que reconhece a Igreja Católica Apostólica Romana, como a

    única dos primórdios ( consulte no google Ana Paula Valadão reconhece a patrí­stica e a Santa Igreja Católica …), escreveu: As imagens de Santos dos cristãos católicos, não são deuses e sim representações dos amigos e herois de Deus. Houve um grave erro de ensino entre nós protestantes, por causa dos longos anos de pregações anticatolicismo de muitos protestantes evangélicos. Eu e minha família temos imagens de Leões que lembram e representam Jesus, o Leão de Judá e estas imagens ministram até pelo olhar. ( Se a pastora confessa que as imagens católicas não são deuses e que as imagens de leões da família dela ministram só de olhar ) que dirá então as imagens dos Santos católicos, amigos e herois de Deus?? Ministram muito mais!! ).
    Também no site “Mocidade Ekklésia” (http://www.bethshalom.org.br/estudos.htm) o pastor Henrique Jorge diz que “a presença da Cruz no símbolo da igreja tem sido erroneamente interpretado por muitos crentes. O pastor passa a demonstrar, pela Bíblia, a legitimidade do uso de imagens (que ele chama de “símbolos”, talvez para não escandalizar os mais radicais) afirmando que “qualquer objeto, pessoa, festa, estampas, quadros podem ser utilizados como símbolo de alguma realidade espiritual”. Ao final, o pastor bem mostra o que deve ser repudiado: a adoração do objeto e não a veneração; usando suas palavras, diz que o objeto cruz “só se torna uma maldição quando colocamos sobre ela expectativas, esperamos alguma coisa dela, quando lhe atribuímos poder ou virtude que não tem”. Perceba-se, portanto, que o citado pastor possui um entendimento muito de acordo com o ensino católico.
    Colossenses 2,16 Ninguém, pois, vos julgue por causa de comida ou bebida, ou espécies de festas ou de luas novas ou de sábados. Portanto, que ninguém nos julgue por causa de imagens se o próprio Deus ordenou fazê-las! Aliás, mais vale uma bela imagem sagrada para a elevação e edificação da fé do que mil palavras de um pregador que se perdem ao sabor dos ventos. Muitos foram os que se converteram contemplando um presépio, quadros da via sacra e imagens de anjos e santos.
    É relevante notar que já nas antigas Catacumbas de Roma, os antigos cemitérios cristãos, onde os cristãos se reuniam, para celebrar por medo dos imperadores romanos, encontram-se diversos afrescos ou pinturas geralmente inspirados pelo texto bíblico: Noé salvo das águas do dilúvio, os três jovens cantando na fornalha, Daniel na cova dos leões, os pães e os peixes restantes da multiplicação efetuada por Jesus, o Peixe (Ichthys), que simbolizava o Cristo, pinturas da Virgem Maria e do Menino Jesus. Os cristãos dos primeiros séculos ainda estavam debaixo da perseguição dos romanos. E eles faziam imagens e pintavam figuras. Será que eram idólatras por isso? É lógico que não, eles morriam às vezes mártires exatamente para não praticarem a idolatria; eles negavam admitir que César e qualquer imperador fosse considerado deus . Ora, se os nossos mártires usavam figuras pintadas ou imagens sagradas, é claro que elas são legítimas. Nas Igrejas as imagens tornaram-se a “Bíblia dos iletrados”, dos simples e das crianças, exercendo grande função catequética. Alguns escritores cristãos nos contam isso. S. Gregório de Nissa (†394) escreveu: “O desenho mudo sabe falar sobre as paredes das igrejas e ajuda grandemente na evangelização” (Panegírico de S. Teodoro, PG 94, 1248c). S. João Damasceno, doutor da Igreja, grande defensor das imagens no Concilio de Nicéia II, disse:“O que a Bíblia é para os que sabem ler, a imagem o é para os iletrados” (De imaginibus I 17 PG, 1248c) Através do visível compreendemos melhor o invisível. O perigo da interpretação fundamentalista ou livre exame é este: fixar os olhos em um único versículo e querer tirar daí uma interpretação definitiva de uma verdade religiosa faz cair-se no erro, pois o mesmo Deus que condenou fazer imagens de ídolos deuses é o mesmo Deus que ordenou fazer imagens sagradas.

    IDOLATRAR é dizer ou confessar que um objeto, um animal, um ser humano, um elemento da natureza ou um astro celeste é o seu deus criador e salvador. Em Êxodo 34, 14 e 17 diz: não adorarás outros deuses fazendo esculturas deles. Leia os textos que definem idolatria: Êxodo 32,3-4 Atos 7,40-42 12,19-23 ( Mas Deus afastou-se e os abandonou ao culto dos astros do céu ) Os índios adoram a lua, o sol, os elementos da natureza. Os budistas adoram o personagem buda como um deus. os espíritas adoram entidades sobrenaturais como deuses. Em nossos dias o dinheiro, o poder, a fama, a avareza, o sexo , os líderes tiranos….etc. são os novos e atuais deuses cultuados hoje cultuados até por “pastores evangélicos”. S. João 8,32 Conhecerei a Verdade e a Verdade vos Libertará!

  62. PARA O OLIVEIRA,
    PRA VER SE VC APRENDE UM POUCO E AGREGA CONHECIMENTO DE DEUS PARA SUA VIDA.

    IGREJA: Realmente, Igreja só existe uma, a que Jesus fundou, mas os católicos não obedecem.
    Nós cremos na crença em um Deus Único e Onipotente criador do Universo, a nós revelado através do seu Filho Jesus Cristo, o resplendor da glória de Deus e a expressão exata do seu Ser, sustentando todas as coisas por Sua Palavra poderosa. Ele é a imagem do Deus invisível, o primogênito de toda a criação, entregue a morte por nossos pecados e ressuscitado para a nossa justificação. Creio que aquele que criou o Universo a partir do nada (i.e, sem matéria, sem tempo) tem também poder para nos ressuscitar e nos apresentar juntamente com Ele, que está para julgar os vivos e os mortos por ocasião do Seu Reino e de Sua Vinda.
    No céu só existe Senhor, não tem senhora não.

    BATISMO: Sem que as crianças ainda tenham atingindo a idade da razão, os pais escolhem para elas: nome, escola, crença, presentes, roupas, diversões, festas, passeios….etc.
    Argumento muito pobre de conhecimento.
    O batismo é uma ordenança de Jesus, mas não um sacramento. Batizamo-nos porque somos salvos e não nos batizamos para sermos salvos (Mt 28.19; Mc 16.15-16). O versículo 16 declara que quem não crer será condenado e não quem não for batizado (Lc 5.24-34, 23.43; At 16.30-31) Jesus ensinou sobre as crianças que elas não se perdem (Mt 18.1-4; 19.13-14).

    SANTOS: Vê se aprende um pouco.
    Analisando essa prática romanista à luz da Bíblia e da História fica claro que são práticas pagãs. O papa Bonifácio IV, em 610, celebrou pela primeira vez a festa a todos os santos e substituiu, panteão romano (templo pagão dedicado a todos os deuses) por um templo cristão para que as relíquias dos santos fossem ali colocadas, inclusive de Maria. Dessa forma, o culto aos santos e a Maria substituiu o dos deuses e deusas do paganismo.
    A Bíblia não autoriza a invocação de santos. Os discípulos pediram a Jesus que lhes ensinasse a orar e Jesus não mandou que fossem a Maria ou aos santos. Assim diz a Bíblia: E ACONTECEU que estando ele a orar num certo lugar, quando acabou, lhe disse um dos seus discípulos: Senhor, ensina-nos a orar, como também João ensinou aos seus discípulos. E ele lhes disse: Quando orardes, dizei: Pai nosso, que estás nos céus, santificado seja o teu nome; venha o teu reino; seja feita a tua vontade, assim na terra, como no céu (Lc 11.1-2). Convidou a todos a irem até Ele para encontrar descanso para suas almas (Mt 11.28). Com clareza Jesus ensinou que nossa invocação deve ser feita ao Pai, em seu nome como lemos: E tudo quanto pedirdes em meu nome eu o farei, para que o Pai seja glorificado no Filho. Se pedirdes alguma coisa em meu nome, eu o farei (Jo 14.13-14). Os santos são apenas criaturas e infinitamente menores do que Deus. Não possuem os atributos da eternidade, onipresença, onipotência a onisciência. Não podem ouvir e responder a milhares a milhares de pedidos feitos pelos católicos ao mesmo tempo. Precisavam para atender a todos os pedidos que lhes fossem feitos que fossem como Deus, conhecendo os segredos do coração dos homens. Os cristãos são aconselhados a orar pelos vivos e uns pelos outros (Tg 5.16; Rm 15.30; Ef 6.18-19). É proibido orar a santos e anjos (Cl 2.18; Ap 19.10; 22.8-9; At 10.25-26; 14.11-18). Os santos têm consciência do que ocorre em torno deles no céu (Ap 6.9-11). O processo para canonização é longo. Santo, na Bíblia, é diferente do processo de canonização. A palavra santo é relacionada com a palavra separado. A raiz significa que os santos são aqueles a quem Deus tem colocado separadamente para seu propósito (1 Co 1.1-2). Um santo, pois, é aquele que aceitou Jesus como seu único Salvador pessoal (Jo 1.12); nascido de novo (Jo 3.3) santificado em Cristo Jesus. A Bíblia não recomenda orar aos santos mortos. Por que fazê-lo, se temos o Senhor Jesus que pode socorrer perfeitamente aos que se chegam a Ele (Hb 7.25). Lemos que a purificação dos nossos pecados se dá pelo sangue de Cristo (1 Jo 1.7-9; 2.1-12). No livro de Apocalipse, 7.9-15, João viu uma grande multidão com vestidos brancos mostrando sua purificação pelo sangue de Jesus. Deus não pode perdoar pecados de quem não se arrepende nem aceita a oferta de salvação em Jesus (Mt 11.28-30).

    INTERCESSÃO DOS SANTOS: Intercessão somente dos que estão vivos, quem já morreu não pode interceder por ninguém. Já respondi bem, nos dizeres acima sobre os santos.

    ORAR OU REZAR: Orar é conversar com Deus, rezar são vãs repetições, que não servem para nada. Sem contar que o católico reza muito para maria e quase nada para Jesus, que contradição!

    IMAGENS: A Igreja católica é Idólatra, e isso no mundo inteiro, e esse papo de que Deus mandou fazer a serpente de ouro não cola.
    Deus mandou construir imagens, mas não mandou ninguém se dobrar a elas, nem acenderem velas para elas, fazerem petições para elas e etc…

    IDOLATRAR: Idólatra é toda pessoa que se prostra ou adora uma imagem ou faz petições a uma imagem e o tem como alguém superior para trazer respostas ou o tem no lugar que só DEUS PODE OCUPAR – ISSO SE CHAMA IDOLATRIIIIIIIIIIIIIIIA.
    E como já disse antes, a Bíblia diz que idólatra vai para o inferno.
    APRENDEU OLIVEIRA!

  63. e aquele que estiver domado pela ira também irá Alexandre. É impressionante como os protestantes acreditam que só eles tem a salvação. Alexandre, nossa igreja, a católica foi fundada com os apóstolos de Cristo, a sua quando foi? Se não fosse por Lutero após mil anos da morte de Jesus não existiria o movimento protestante. Eu te pergunto, o que aconteceu com os cristãos que morreram antes da reforma? Será que Deus quis que todos fossem para o inferno por serem “idolatras”? Mas importante do que a religião é a fé! Nós aceitamos a Jesus desde que fizemos primeira comunhão. Não sejam domados pelo espirito do egoismo para julgar que só vcs detem a salvação. Não julgueis para que não sejam julgados. Acreditamos no mesmo Deus que vcs acreditam, só que nós não somos orfãos de mãe como vcs são. Se o ladrão que foi crucificado junto com Jesus está junto a ele no céu, porque não Maria sua mãe também não pode está? Se os apóstolos após a ressurreução de ressurreição de Cristo faziam milagres em nome de Jesus porque não podem fazer agora também? A biblia não diz que ele ele estão no céu mas também não afirma que não estão. Sou católico e vivo a minha fé!!

  64. Ahh, esse conceito de idolatria que vc citou não é biblico e sim aureliano, vai ver que Aurelio também era protestante igual a vc!

  65. Alexandre que diz que lê ISABEL ao receber a saudação de MARIA se enche do ESPÍRITO SANTA E DECLARA QUE HONRA DEVO A CASA A MÃE DO MEU SENHOR. OU SEJA MÃE DE DEUS JÁ QUE ESTÁ NA BÍBLIA QUE VC DIZ QUE ENTENDE CRISTO DECLARA O PAI VIVE EM MIN E EU VIVO NO PAI.LEMBREMOS ISABEL CHEIA DO ESPÍRITO SANTO DECLARA BENDITA ES TU ENTRE AS MULHERES TODAS AS GERAÇÕES A CHAMARAM DE BENDITA ENTENDEU TODAS AS GERAÇÕES E A UNICA QUE PRESTA HONRA A MÃE DE DEUS É A IGREJA CATÓLICA QUE CUMPRE O QUE ESTÁ ESCRITO QUANTO A SUA IGREJOLA E SEU PASTORZINHO SÃO DIGNOS DE PENA QUERENDO VC OU NÃO NOSSA SENHORA É SUA MÃE E TE ESPERA COM SEU AMOR INFINITO PARA QUE A MÃE LEVA PARA SEU FILHO AMADO NOSSO SENHOR JESUS CRISTO AS SUAS SUPLICAS ESPERO QUE VC SAI DESSA CEGUEIRA A TEMPO O FILHO HONRA O PAI O PAI HONRA O FILHO E OS DOIS HONRAM SUA MÃE.ENTENDEU OU PRECISA DESENHAR?

  66. PARA MAURÍCIO E ANDRÉ,

    O CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA ENSINA QUE MARIA FOI ASSUNTA AO CÉU EM CORPO E ALMA IGUAL A JESUS.

    ME DIGAM UMA, APENAS UMA, SOMENTE UMA PASSAGEM NA BÍBLIA QUE FALA SOBRE A ASSUNÇÃO DE MARIA AO CÉU EM CORPO E ALMA IGUAL A JESUS, SÓ UMA PASSAGEM SÓ!

    AH! MAIS UM DETALHE,
    NO CÉU HÁ SOMENTE, DEUS, DEUS FILHO E DEUS ESPÍRITO SANTO, NÃO TEM MÃE DE DEUS NÃO!

    E PARA VCS QUE SABEM MUITO POUCO DE BÍBLIA, TEM MAIS UMA:

    1 Coríntios 8:5-6

    Porque, ainda que haja também alguns que se chamem deuses, quer no céu quer na terra (como há muitos deuses e muitos senhores),
    Todavia para nós há um só Deus, o Pai, de quem é tudo e para quem nós vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, pelo qual são todas as coisas, e nós por ele.

    NO CÉU NÃO TEM SENHORA NÃO, SÓ TEM SENHOR, E O SENHOR CHAMA-SE JESUS CRISTO.

  67. Protestante é sinônimo de ignorância,e sem fundamentação,não tem senso do ridículo e eles não gostam de Cristo.Protestante gosta de espetáculo e comportam-se como verdadeiros palhaços em um circo.O protestantismo saiu da ambição de alguns príncipes alemães que apoiaram Lutero não pela fé,mas sim pelas terras da Igreja Católica,outra coisa,Lutero focou em problemas de ordem clerical,e não com os santos e Nossa Senhora.Isso é característico dos pentecostais e neo pentecostais(leia-se de de passagem);queria que um protestante fosse estudar a história da igreja primitiva e os pais da igreja,a questão do Cânon.Outra coisa o conhecimento que se tem hoje é graças a Santa Madre Igreja Católica Apostólica Romana.

    OBS:Amo Maria,rezo com fervor,sou devoto de Santa Rita de Cássia com muito orgulho e sou Católico com total admiração e perseverança.

  68. Confesso que estou cansado de ver tanta gente fraca e pobre de alma e mente, verdadeiros paus-mandados da religião, com suas logiquinhas, hermeneuticazinha , patronos da eixegegue. Não é necessário ser Dr. em teologia para enxergar que a igreja Católica Romana se transformou no equívoco no transito da Igreja Cristã, olhemos para a história, contra fatos não há argumento, igreja Católica enquanto proposta clerical foi a demonização do Cristo que é simplicidade, amor, salvação e verdade, a igreja Romana foi a antítese da proposta de Cristo, a prostituição da fé simples dos apóstolos e da igreja, a desconstrução da fé dos cristãos que eram condenados à churrasco para leões e escarnio para a platéia romana; que partilhava o cálice de Satã, que se deleitavam com a morte dos que se negavam a adorar imagens de escultura e a pessoa do imperador. Se Jesus fundou a igreja esta igreja não pode ser a Romana, pois quem a inventou foi Constantino e sua mãe, que descobriram o poder da religião, eles convenceram parte dos que estavam na igreja original sem títulos e rótulos, senão o de mártir. Esses líderes primitivos se venderam como Geasi ou foram comprados pelos presentes do imperador, fico pensando se Paulo estivesse vivo nos dias de Constantino, o rumo com certeza seria outro. Foi a partir de Constantino que a paganização grega entrou, a instituição Católica já nasceu errada, azeda, pois contaminou-se com as águas do paganismo. Onde Paulo teria tempo para desenterrar ossos de supostos “santos” para fazer fortuna, uma vezes que a salvação é pela graça mediante a fé, quando foi que Paulo equipou exercito para ameaçar com espada os não conversos, quando foi que o Cristo ou mesmo os apóstolos ofereceram o céu a a troco de indulgencias, um esforço elástico para se canonizar Maria, que foi santa, tanto quanto o cristão o é, em Cristo nosso remidor. se Maria é tão revelante enquanto teologia, porque os apóstolos não teceram nenhuma doutrina, clara e evidente, como por exemplo Paulo escreve o maior tratado da história a Carta aos Romanos, para sistematiza a vida e obra de Cristo, provando que só há salvação e mediação através de Cristo, mas não há nas páginas neotestámentarias uma doutrina mariana, a não quando se faz uso da inferência e da eisegese, forçando o texto dizer o que não diz, outrossim na Bíblia os Romanistas usam textos isolados sobre Maria, que mesmo assim a luz da hermenêutica bíblica, isto é quando se faz uma leitura singela, a tal dedução não pode ser intendida. Agora quando Paulo fala a Timóteo, que Jesus Cristo é o único mediador entre Deus e o homem, a luz do texto e do contexto a afirmação é enfática, um doutor ou leigo entendem com clareza, sem inferir ou deduzir.
    Na história ig Romana já matou milhares e milhares em nome de Deus, acusados de heresia, e só não o faz a vista de todos, graças a separação de Estado e Igreja, o mundo é outro, graças a Deus, no Brasil mesmo, num tempo não muito remoto quantos protestantes não foram mortos ou perseguidos a mando de padres infernais, a exemplo os primeiros protestantes que vieram evangelizar no Brasil, que foram mortos a mando do famoso padreco padre José de Anchieta, pois sentiu seu mercado ameaçado. Outro engano terrível é o celibatário compulsório para os sacerdotes, todos os leitores das escrituras sabem, que ser marido de uma só mulher é recomendação básica para que se consagrasse presbíteros, bispos ou pastores veja a lista vícios proibidos e virtudes basilares, o candidato que não se enquadrasse era reprovado. há uma explicação básica padres pudessem casar significaria um rombo na fortuna quase milenar do Vaticano. Poderia escrever um livro para falar dos erros históricos e teológicos deste império Chamado igreja Católica Romana, que inclusive afirmam os teólogos inclusive católicos carrega uma das chaves que abre a obra do Anticristo. Quanto as coitados que se “converteram” ao catolicismo, meus pêsames, pois ainda estão perdidos, meu contive para os mesmo é se converta a a Jesus Cristo, não aos rótulos, imagens e esteriótipos, que chamam de Cristo, mais ao nazareno revelado de forma pura e simples nos evangelhos, não interpretados por homens falíveis e nem produzido por religiões, exarado pelo Espírito Santo, de forma tão lúdica que até crianças são arrebatas e se rendem ante a sua graça.

  69. Irmãos, esse tal de Alexandre não sabe interpretar.
    Até verdades bíblicas, como por exemplo: A Santíssima Trindade, ele nega.
    É assim que ele diz acreditar na bíblia negando o que nela está escrito?
    Como pode um homem que se diz obediente ao Senhor não aceitar o que ele ensinou?
    Ou será que ele nunca leu na bíblia que foi Deus quem ensinou o dogma da Santíssima Trindade?
    Irmãos, não creiam nesse Alexandre, algo de anormal ele tem.
    Deixemos a subjetividade dele de lado e vamos a objetividade.
    Façamos uma exegese cronológica da bíblia e comprovemos que a Santíssima Trindade existe sim. Vamos lá!
    Quando Deus criou o homem era de se supor que Ele estava só. No entanto, Ele mesmo revelou que não, quando na (1ª) Pessoa do plural falou assim:
    “FAÇAMOS o homem a Nossa imagem e semelhança.”(Gn 1,26)
    Reparem que, no singular, Deus NÃO disse assim: FAÇO o homem a minha imagem e semelhança.
    E se o que Ele disse foi “FAÇAMOS”… é porque naquele momento havia mais Alguém.
    E se o principal atributo de Deus é de ser o Criador das coisas, e o Senhor ordenou a Eles que criassem o homem, junto com Ele, é porque Eles também são Criadores e se são Criadores é porque são Deuses.
    Daí subentende-se a causa Dele também dizer “NOSSA”(= 1ª + 2ª + 3ª pessoa do plural) de “FAÇAMOS o homem a NOSSA imagem e semelhança.”.(Gn 1,26)
    A quem Deus Pai falou assim?
    É claro que foi a Deus Filho e a Deus Espírito Santo.
    Eis aqui meus irmãos, a confirmação da existência da Santíssima Trindade, pelo próprio Jesus Cristo que disse :”Ide a todos os povos e os batizai em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo.”. (Mt 28,19).
    Agora se a bíblia diz que a Santíssima Trindade existe e se Alexandre informa que não , é porque ele não interpreta direito e, por isso, o que ele interpreta é indigno de fé!
    Com fé suprema na Santíssima Trindade e rogando a intercessão da virgem poderosa, despeço-me e subscrevo-me:
    Francisco Gomes.

  70. A grande MERDA é que uns querem PUXAR sardinha p si!!!! Sê, a denominação da igreja fosse BOA o nome da mesma …não, ficaria para o lado de fora e, sim p dentro!!! Por tanto A IGREJA “verdadeira” são, todos que obedecem as Escrituras Sagradas!!! Procuram viver em Cristo, para Cristo e por Cristo !!!! Quem morreu na cruz foi Cristo e, nem líder religioso : E, + Deus não deixou ninguém como seu representante aqui na terra…o único que representa Deus é, o Espírito Santo e, + NINGUÉM!!!! …por tanto sê querem defender a FÉ que assim seja…agora DENOMINAÇÃO e, nem tão pouco a LIDERANÇA ? Pois, todos não passam de meros homens …que, um dia morrerão !!!! Por tanto … Isso, é perder tempo!!! Quem somos nós afinal? Somos a : IGREJA EVANGÉLICA, APOSTÓLICA, CATÓLICA : (I) – Povo Convocado para uma … (A) Missão de levar as ( E) Boas Novas de Cristo ao (C) Mundo Inteiro !!! A única diferença é que eu particularmente não , somos …ROMANO!!!! e , sim Brasileiros!!!! Não, há nenhuma BASE bíblica em que diga que a IGREJA de CRISTO é ROMANA!!!! A História não aponta isso!!!!

  71. Passagem bíblica para um “evangélico” que se converte a fé católica:

    “Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado;
    Deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espojadouro de lama.”
    2 Pedro 2:21-22

  72. Passagem bíblica para um evangélico que não se converteu a ÚNICA IGREJA QUE JESUS CRISTO FUNDOU e que só leu no texto de PEDRO AQUILO QUE LHE INTERESSOU:

    “Antes de mais nada, saibam que nenhuma profecia da Escritura provém de interpretação pessoal.”
    2 Pedro 1:20

    PARA FUNDAR IGREJAS DUAS COISAS SÃO NECESSÁRIAS:

    MORRER NA CRUZ SENDO DEUS;
    RETORNAR DOS MORTOS.

    O FUNDADOR DA TUA IGREJA FEZ AO MENOS UMA DAS DUAS COISAS ?

    “…é a Igreja de Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade”. (1Tm 3,15)”

    O TEXTO BÍBLICO FALA IGREJA COLUNA E SUSTENTÁCULO DA VERDADE, NO SINGULAR. A IGREJA E NÃO AS MILHARES DE IGREJAS.

  73. Passagem bíblica para o evangélico que recusa a ÚNICA IGREJA QUE JESUS CRISTO FUNDOU:

    “Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou.

    Lucas 10:16

  74. O Valério,

    Você pode amar Maria, rezar com fervor, ser devoto de Santa Rita de Cássia e ser Católico com total admiração e perseverança.

    SÓ UM DETALHE, IDÓLATRA VAI PARA O INFERNO.
    QUEM QUISER LER A BÍBLIA QUE LEIA, QUEM NÃO QUISER LER NÃO LEIA.

  75. LILIAN, ANDERSON E HENRIQUE:
    ESTUDEM PRIMEIRO, E NÃO SOLTEM TEXTOS SEM EXPLICAÇÃO E COERÊNCIA.
    E OUTRA, SE VOCÊS NÃO CREEM QUE A BÍBLIA É A ÚNICA FONTE DE FÉ, PORQUE USAM A BÍBLIA PARA ARGUMENTAREM ALGUMA COISA?

  76. Muito bom é consultar o testemunho de Scott Hahn. Um protestante que estudou a história da Igreja e de uma forma racional converteu-se a fé verdadeira.

    Um dia Scott Hahn se fez a si próprio uma pergunta simples:

    “Se meus irmãos fazem a leitura da mesma Bíblia que eu e todos nós divergimos, como posso ter certeza que eu mesmo estou certo de minha convicções ? Não seria natural que todos concordássemos em todos os pontos se todos nós lemos a mesma Bíblia e todos nos dizemos assistidos pelo mesmo Espírito Santo ?”

  77. CATÓLICO NÃO LE BÍBLIA, E MESMO QUE LEIA, NÃO LARGA A MARIOLATRIA, ESSE É O MAIOR ERRO DO CATÓLICO. É ENSINADO QUE MARIA É RAINHA DO CÉU E DO UNIVERSO.
    SE NÃO FOSSE A IDOLATRIA, ELES CAMINHARIAM AO QUE É VERDADEIRO.

  78. Outro testemunho muito bom é do ex pastor da Assembléia de Deus do Brás-SP(Ministério Madureira)

    Vejam que depoimento maravilhoso:

    http://baixadacatolica.blogspot.com.br/2014/05/pastor-protestante-se-converte-igreja.html

    E que humildade deste homem:

    “Naquele dia eu levei a maior surra de interpretação bíblica, apanhei até cansar de um católico chamado Paulo, mais conhecido como Confrade. Eu não tinha argumentos, mesmo sendo um leitor ativo da Bíblia, me considerando apto a debater as Escrituras, eu fui calado pela sabedoria e conhecimento daquele rapaz. Derrotado, pedi perdão pelo equívoco…”

  79. Por que discutem religião? A religião foi criada pelos homens.
    Precisamos voltar ao verdadeiro Evangelho, aquele que Jesus pregou.
    “Quem crer em mim será salvo.” está bem claro que não é pelas obras. Jesus nos ensinou a orar do modo certo e somente ao Pai.
    Nosso único ajudador é o Espírito Santo, se tivermos Ele, não precisamos de nenhum ”santo” para interceder por nós.
    Oremos somente ao Pai. Podemos orar juntos (com pessoas), mas somente ao Pai.
    Idolatria não é só adoração a ídolos! Idolatria é TUDO o que tira o Senhor do centro. Tudo que toma o lugar de Deus. Pode ser pornografia, filmes, séries.. Repito: Tudo o que toma o lugar de Deus. Por que queremos ser sábios? A cada dia Deus tem que crescer e nós diminuir.
    Não temos de seguir o Papa nem padres, e nem pastores. Só podemos seguir Jesus, que é o nosso exemplo. O papa não é santo, galera. Na Bíblia diz que TODOS nós somos pecadores! Se não fosse por Jesus, todos nós iríamos direto para a condenação. Aceitem a verdadeira Vida e a Verdade, que não é a igreja, e sim JESUS !

  80. Resposta ao Félix e Silva e Ana Lívia

    E quem disse para vocês que nós católicos achamos que o papa é santo ?

    Vocês precisam ler jornais. Precisam ler a história da Igreja para não repetirem o que o paxtô de meia pataca ensina na seita que vocês frequentam.

    O papa se confessa. Se diz pecador. O tempo todo.

    O papa tem o seu próprio confessor. Isto ocorre com todos os papas.

    Seguimos a Pedro e não a Simão.

    Simão erra. Tanto que foi repreendido por Jesus quando lhe aconselhou.

    Mas Pedro não erra quando ensina ex catedra.

    Se não gostaram, reclamem com Jesus quando ele voltar.

    Pois foi ele que disse a Pedro: “Confirma teus irmãos na fé.”

    E disse a Pedro ainda: “O que ligares na terra será ligado no céu. O que desligares na terra será desligado no céu.”

    E disse mais: “Pedro apascenta minhas ovelhas.”

    Não concordaram com Jesus ???

    Reclamem com ele.

    Dizer que segue Jesus ou que Jesus é lindo é fácil.

    Dificil é fazer o que Jesus manda.

    Quanto a dizer que A VERDADE NÃO É A IGREJA, AÍ JÁ NÃO SE TRATA DE IGNORÂNCIA HISTÓRICA TAL COMO SE VERIFICOU NA QUESTÃO DO PAPA SER PECADOR.

    É FALTA DE CONHECIMENTO BÍBLICO MESMO.

    Como a Igreja não é a verdade ???

    Está escrito: “…a Igreja de Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade”. (1Tm 3,15)

    Estudem para não repetirem feito papagaios as bobagens dos “ungidos” que andam por aí.

  81. caros protestantes, sem juízo de valor pois os seus são desprezíveis. A BÍBLIA É FILHA DA IGREJA, durante séculos não existia como a atual foi a igreja católica que selecionou os livros que eram validos e estavam Esparsos e desconhecidos, logo vocês se submetem a autoridade dos católicos do Canon do NT, SÃO os mesmos livros, já o AT VOCES ACEITAM A AUTORIDADE DOS JUDEUS DE Jâmnia ADVERSARIOS DE cristo.
    Não deveriam utilizar a bíblia que já adverte seus erros “Almeida Revista e Atualizada”
    esqueceram de retirar alguns livros que refutam as falsas doutrinas protestantes, por exemplo:
    sola escritura é refutada na bíblia
    ….1Tm3,15 a igreja e a coluna e sustentáculo da verdade
    2PE1,20 nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação.
    sem OBRAS?
    SOLA FIDE é refutada na bíblia 1Pe1,17
    17 Uma vez que vocês chamam Pai àquele que julga imparcialmente as obras de cada um, portem-se com temor durante a jornada terrena de vocês.
    somente a fé?…. Ti2,17 Assim também a fé, por si só, se não for acompanhada de obras, está morta
    1Co3,13,14 sua obra será mostrada, porque o Dia a trará à luz; pois será revelada pelo fogo, que provará a qualidade da obra de cada 14Se o que alguém construiu permanecer, esse receberá recompensa
    1 tm6,18
    A doutrina diabólica e anti-biblica de aceitar JESUS…É CONDENADA NA BÍBLIA….
    Rm15,7 Portanto, aceitem-se uns aos outros, da mesma forma com que Cristo os aceitou
    1Jo15,16 Não me escolhestes vós a mim, mas eu vos escolhi,17
    CRUZ SEM CRISTO DOS HEREGES… 1Co17 Pois Cristo não me enviou para batizar, mas para pregar o evangelho, não porém com palavras de sabedoria humana, para que a cruz de Cristo não seja esvaziada
    Jo6,65É por isso que eu lhes disse que ninguém pode vir a mim, a não ser que isto lhe seja dado pelo Pai
    São tantos enganos protestantes que se retirassem cada livro somente restaria em apoio a suas crenças a capa da bíblia, na qual admiteos erros “almeida corrigida”, almeida revista e atualizada”

  82. Oh! edir leite da silva,

    A Bíblia é antes da Igreja.
    E outra, desde quando a Igreja Católica é a Igreja de Deus!!! Quem te enganou.

  83. A Bíblia é antes da Igreja ???

    Pirou de vez.

    Diga-nos Alexandre, quem deixou a Bíblia pronta ?

    Diga-nos que compilou o novo testamento ?

    Não precisa dizer quem te enganou.

    Eu sei quem foi.

    Desde quando a tua seita é a igreja de DEUS ?

    Você acha mesmo que tua conversinha de pastor cheio de bossa e truques da Eslavec funciona com católicos instruídos ?

    Te manca !

  84. Antes da Igreja já havia o Antigo Testamento (Pentateuco, livros históricos, livros poéticos, e os profetas).

    EU FALO PARA VC ESTUDAR, VOCÊ NÃO QUER. VAI SEMPRE FALAR BURRADA!!!

  85. OLHA A RESPOSTA DA BEL.

    “E quem disse para vocês que nós católicos achamos que o papa é santo”?

    MAIS UMA VEZ, A CASA CAIU. É O QUE EU DIGO, CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS:

    PARA OS LEIGOS DE PLANTÃO E PARA AQUELES QUE QUEREM CONHECER DE FATO AS MENTIRAS CATÓLICAS, VAI MAIS UMA. A RESPOSTA DA CATÓLICA BEL DIZ TUDO. É O QUE OS CATÓLICOS FAZEM, ENCOBREM A NOJEIRA DO VATICANO, PARA QUE, AQUELES QUE REALMENTE QUEREM SE CHEGAR A DEUS, NÃO CONSIGAM, OU SEJA, NÃO ENTRAM NO CÉU E NÃO DEIXAM NINGUÉM ENTRAR.

    CATÓLICOS NÃO SÓ ACHAM QUE O PAPA É SANTO, COMO O TEM COMO A VOZ DE DEUS NA TERRA E PARA ALGUNS DETÉM ATÉ O LUGAR DE DEUS NESTA TERRA. É POR ISSO, QUE O INFERNO ESTÁ CHEIO DE PAPAS.

    MAS VAMOS AOS FATOS, PARA DESMASCARAR MAIS UMA VEZ O REINO DAS TREVAS:

    “Nós detemos nesta terra o lugar de Deus Todo-Poderoso” (Papa Leão XIII, em Praeclara Gratulationis Publicae)

    “Cuidemos não perder aquela salvação, aquela vida e fôlego os quais tu nos tem dado, pois tu és nosso pastor, tu és nosso médico, tu és nosso governador, tu és nosso esposo, finalmente tu és outro Deus, sobre a terra” (Quinto Concílio de Latrão, ano 1512; Do Latim em Mansi SC, Vol. 32, col. 761)

    Este outro antigo documento católico, denominado O Brilho dos Extravagantes (do papa João XXII), se refere ao papa como: “Nosso Senhor Deus o papa” – no latim: “Dominum Deum Nostrum Papam”:

    “Crer que nosso Senhor Deus, o papa, não tem poder para decretar assim como ele tem decretado, deve ser considerado heresia” (O Brilho dos Extravagantes do papa João XXII, Inter, título 14, capítulo 4, “Ad Callem Sexti Decretalium”, Coluna 140, Paris, 1685)

    “Além disso, nós declaramos e definimos que é absolutamente necessária para a salvação que toda criatura humana esteja sujeita ao Pontífice Romano” (Papa Bonifácio VIII, Unam Sanctam, Rome: 1302)

    JESUS CRISTO TEM MISERICÓRDIA DESSE POVO.
    SE ISSO NÃO É IDOLATRIA, É O QUE ENTÃO? ALÉM DE IGNORANTES, A BÍBLIA FALA DESSE POVO, DIZ QUE O DIABO CEGOU O ENTENDIMENTO DOS INCRÉDULOS.

    MEU DEUS DO CÉU, O PAPA É DEUS, UM HOMEM COMUM COMO QUALQUER OUTRO QUER TÍTULO DE DEUS, ESSA É DE MATAR QUALQUER UM, E PIOR, ALÉM DE IR PARA O INFERNO LEVA MILHARES COM ELE.

    DEUS NÃO TEM O CULPADO POR INOCENTE, IDÓLATRAS VÃO PARA O INFERNO!

  86. Você pirou Alexandre.

    Imaginar que as pessoas naquele tempo tinham fotocópias dos textos sagrados é literalmente estar de porre.

    E detalhe. Quem poderia garantir que os textos eram inspirados se não a Igreja ?

    Como um crente na Pérsia poderia saber que a cópia traduzida(delírio puro) que ele “teria” em mãos era a expressão da verdade ?

    O teu pior erro é forçar a barra.

    Para pessoas como você aplicam-se com propriedade as palavras: “…e darão crédito às fábulas”

    Fingir que existiam máquinas copiadoras naquele tempo e fingir que todos sabiam ler e escrever e que todos sabiam traduzir grego, aramaico e hebraico é pior do que as lorotas contadas por malafaia na tv.

    O típico caso do súdito superando o mestre.

    Você segue o canon dos judeus. Ou melhor. Fariseus.

    Você segue o canon daqueles que mataram Jesus.

    E quanto ao Novo Testamento, você não tem como saber.

    Crê apenas no pastor.

    Você não estava lá quando os textos foram escritos.

    Você não recebeu revelação de Jesus.

    E você não crê na Igreja que diz que aqueles livros foram inspirados.

    Você crê no paxtô. E disto você não poderá fugir.

  87. Quanto ao papa ser santo, o importante não é o que você afirma. O importante é o que nós sentimos de fato.

    O papa é pecador. Queira você ou não.

    Mas se você não acredita, que relevância isto tem para nós ?

    Qual é a importância de um membro de seita malafenta entender ou não o que sentimos em relação ao papa ?

    O que muda em nossas vidas se você tiver inteligência algum dia para compreender que o papa peca ?

    Vida que segue…

  88. O BEL, VC É UMA DENTRE MILHARES, VC COMO MUITOS FAZEM VISTA GROSSA PARA A IMUNDÍCIE DO VATICANO, MAS EXISTEM CATÓLICOS QUE AMAM A DEUS DE VERDADE E NÃO SABEM DE NADA QUE ACONTECE POR DEBAIXO DOS PANOS. VC E MUITOS QUE ACEITAM ESSA IMUNDÍCIE NÃO IMPORTA, IMPORTA SIM ÀQUELES QUE QUEREM A VERDADE.

  89. OLHA AÍ, A CASA CAINDO NOVAMENTE!!!

    ‘Igreja foi cúmplice de abusos sexuais na Europa’, assume papa.

    O líder máximo da Igreja Católica surpreendeu o mundo no início desta semana ao admitir pela primeira vez que a instituição de 1,2 bilhão de seguidores foi cúmplice de padres pedófilos. Diante de seis vítimas de abusos sexuais cometidos por clérigos — duas da Irlanda, duas do Reino Unido e duas da Alemanha, papa Francisco celebrou uma missa privada, durante a qual fez o mea-culpa e implorou por perdão.

    O papa comparou os abusos de crianças a um “culto sacrílego” e assegurou que a Igreja deseja “chorar” pelos crimes.

    CHORAR UMA VÍRGULA, ESSA CAMBADA MISERÁVEL TEM É QUE IR TUDO PRA CADEIA, QUE É O LUGAR DESTES MONSTROS, CRIADOS PELA IGREJA CATÓLICA. ISSO MESMO, SÃO CRIAS DA IGREJA CATÓLICA.

    É PARA RIR OU NÃO É, DO QUE ADIANTA, TANTA ROUPA BONITA, FILACTÉLIOS, TANTA POMPA E REALEZA, BANDO DE CARNICEIROS, MAS NÃO TEM PROBLEMA NÃO, A IGREJA CATÓLICA TANTO ACOBERTOU MAS VEIO A TONA, E AGORA VÃO RECEBER O QUE MERECEM, E MAIS A JUSTIÇA DIVINA NÃO FALHA!!!

  90. De fato, o que interessa para nós católicos a opinião de um puxador de saco de pastô impostor ?

    De que vale a opinião de alguém que puxa o saco de “profeta” que diz que não se deve tocar em PASTOR PILANTRA OU PASTOR LADRÃO ?

    Que validade tem a opinião de alguém que defende as idéias asquerosas e nojentas de malafaia ?

  91. O LILIAN, ESTE TEU PAPO FURADO NÃO CONVENCE NINGUÉM.
    O PASTOR SILAS É UM DENTRE VÁRIOS LÍDERES, E COM CERTEZA SE ELE ERRAR ELE VAI PRESTAR CONTAS COM DEUS E COM O HOMEM.
    SE ELE FOSSE IMPOSTOR COM MUITOS PAPAS E PADRES COM CERTEZA MERECERIA A CADEIA COMO TODOS ELES MERECEM.

    O PASTOR SILAS NÃO É PERFEITO, ELE ERRA COMO QUALQUER UM, AGORA, ESTÁ LONGE DE SER IGUAL A ESTES PAPAS E PADRES MALANDROS E HEREGES.

    OS CATÓLICOS NÃO SUPORTAM O PASTOR SILAS POR VÁRIOS MOTIVOS, DENTRE ELES PORQUE ELE DENUNCIA O PECADO DA IGREJA CATÓLICA, O QUE FAZ MUITO BEM, AFINAL DE CONTAS, OS EVANGÉLICOS ESTÃO AQUI PARA ISSO, DENUNCIAR AS MAZELAS DA IGREJA CATÓLICA, E OUTRA, NO FUNDO NO FUNDO, SÃO TUDO UM BANDO DE RECALCADOS.

    PODE GRITAR, ESSE PAPO DE CRENTE IDÓLATRA DE PASTOR, É MAIS UMA CONVERSA FIADA DE QUEM NÃO TEM ARGUMENTO SUFICIENTE PARA REFUTAR A PRÓPRIA FÉ.

    NÓS SABEMOS EM QUEM TEMOS CRIDO. JESUS CRISTO NOSSO SENHOR.

    E SABEMOS A NOSSA FILOSOFIA DE VIDA. A BÍBLIA SAGRADA, PALAVRA DE DEUS, QUE É A VERDADE ABSOLUTA DE DEUS.

    QUEM ACREDITA EM CATECISMO, MAGISTÉRIO, TRADIÇÃO CATÓLICA, SÃO OS ANALFABETOS QUANTO A PALAVRA DE DEUS E AO REINO DE DEUS.

  92. IDOLATRIA DOS PAPAGAIOS DE PIRATA A SILAS MALAFAIA
    ====================================

    Texto original: A IDOLATRIA EVANGÉLICA POR SILAS MALAFAIA

    O pessoal do Cante as Escrituras tirou uma foto interessantíssima na cruzada evangelística do pastor Silas Malafaia em Fortaleza.

    Na ocasião, nossos irmãos testemunharam uma multidão de pessoas comprando por singelos R$ 2,00 (Dois Reais), bandanas e gravatas com o nome do ex-bigodudo.

    Segundo o pessoal do Cante as Escrituras, uma enorme quantidade de fãs compraram os apetrechos “malafalianos” demonstrando assim sua veneração ao polêmico pastor.

    Prezado amigo, confesso que estou assustado com a idolatria evangélica! Sinceramente diante do que vejo sou levado a crer que alguns dos evangélicos estão ensandecidos. Ora, fazer bandanas e gravatas com o nome do Silas Malafaia é o cúmulo da idolatria.

    Pois é, diante desta loucura manifesto a minha preocupação com o rumo da igreja evangélica brasileira. Lamentavelmente parte dos evangélicos está acreditando num evangelho absolutamente diferente do pregado por Jesus e pelos apóstolos.

    Diante do exposto, resta-nos chorar diante do Senhor pedindo a ele que nos perdoe os pecados e mude definitivamente os rumos da Igreja de Cristo

    Pense nisso!
    Renato Vargens

  93. E não é nenhum católico dizendo isto. É Renato Vargens.

    Puxa saquismo e idolatria ao pastor malafaia !!!

    Que nojo.

  94. A HISTÓRIA NEGRA DA IGREJA CATÓLICA CONTINUA……….

    DIA DESSES DESCOBRIRAM QUASE 800 ESQUELETOS AO LADO DE UM ANTIGO CONVENTO CATÓLICO DE TUAM, QUE ABRIGOU ENTRE 1925 E 1961 JOVENS MÃES SOLTEIRAS.

    “MENCIONARAM UM CEMITÉRIO PARA RECÉM-NASCIDOS, MAS O QUE ENCONTREI É MUITO MAIS QUE ISSO”, DECLAROU A HISTORIADORA CATHERINE CORLESS, QUE FEZ A DESCOBERTA.

    AO INVESTIGAR OS ARQUIVOS DE UM CONVENTO DE TUAM, A HISTORIADORA DESCOBRIU QUE 796 CRIANÇAS, DE RECÉM-NASCIDAS A 8 ANOS, FORAM ENTERRADAS SEM CAIXÃO NEM LÁPIDE EM UMA ANTIGA FOSSA SÉPTICA.

    ESTES RECÉM-NASCIDOS FORAM ENTERRADOS EM SEGREDO POR FREIRAS DO CONVENTO SANTA MARIA, ADMINISTRADO POR FREIRAS DO BOM SOCORRO.

    É SÓ MAIS UMA MAZELA DESTA INSTITUIÇÃO QUE ALGUNS LOUCOS CHAMAM DE IGREJA DE DEUS.
    ESSA DESGRAÇA TODA, NÃO TEM NADA A VER COM A IGREJA DE JESUS CRISTO.

  95. Em país sério Malafaia já estaria na cadeia, diz pastor Caio Fábio
    ======================================

    Pastor Caio Fábio
    Caio Fábio disse que a fortuna de
    Malafaia está em nome de “laranjas”

    O pastor Caio Fábio afirmou que, se o Brasil fosse um país sério, o seu colega Silas Malafaia já “estaria na cadeia”, porque se trata de um “estelionatário e mentiroso”.

    Ao comentar a entrevista que Malafaia deu à Marilia Gabriela, Caio Fábio escreveu que a fortuna do pastor da Assembleia de Deus Vitória em Cristo está em nome de “laranjas”.

    “Manda ele me processar”, escreveu Caio Fábio. “Eu sei como funciona o “esquema”. No fim tudo é dele. O avião é da “igreja”, mas, no fim, a “igreja” é dele. Aprendeu com Macedo. A escola é velha.”

    Malafaia é o terceiro pastor mais rico do Brasil, com fortuna de R$ 300 milhões, na avaliação da Forbes. Malafaia disse que vai “ferrar” [processar] a revista americana porque pode provar que seu patrimônio é de apenas R$ 4,5 milhões, conforme está declarado em seu Imposto de Renda.

    Caio Fábio associou Malafaia à Neisseria gonorrheae, que é a bactéria que causa a gonorreia. “Para mim, esse gonococo falante não levantaria os olhos”, escreveu. “Mas tem a coragem de mentir descaradamente para quem não conhece o “esquema” [de fortunas em nome de “larajas”].

    “Outro dia eu o vi dizendo que nunca ganhou dinheiro da Iurd. Meu Deus! Mandem ele dizer isso para mim. Ele dizia: “Por favor, Caio, não denuncie a Iurd, pois, se você o fizer, terei que bater em você, e não quero, pois sei que você é um homem de Deus. Mas não posso deixar de ganhar os 40 mil dólares [às vezes ele dizia 45] que eles me dão por mês. Eu terei que defendê-los”.

    No programa “De Frente para Gabi”, Malafaia disse que não odeia os homossexuais, mas não pode aceitar o pecado da homossexualidade. “Eu amo os gays como amo os bandidos”, disse.

    Caio Fábio afirmou que Malafaia “odeia sim” os homossexuais. “Tudo nele é ódio”, disse. “Até para falar de amor ele odeia. Se constrange quando se pede que ele repita algo sobre amor aos gays.”

    Para ele, Malafaia não tem conhecimento para falar sobre genética, na questão da homossexualidade. “As bases ‘científicas’ dele são as de um burro. Ele é inteligente apenas para os burros.”

    Caio Fábio disse que Malafaia é um pastor “seletivo e malandro” porque todos os seus argumentos são do Velho Testamento. “Dizer que a Bíblia manda que os ‘pastores’ sejam ricos, é blasfêmia contra o Evangelho”.

    “[…] o Gonococolafaia disse que ‘Deus trabalha no regime de recompensa’. E tudo tem a ver com dinheiro. Deus nojento este do Silas. Não é melhor do que qualquer divindade pagã. Só não vê aquele a quem o diabo cegou o entendimento.”

    “[Ele] é só uma matraca verborrágica. É uma ejaculação oral em estado de esparrame.. É nojento o ser que ele expressa.

    Caio Fábio disse que, se Malafaia acredita em tudo que a Bíblia diz, que “então seja macho e diga por que não advoga, como manda a “Bíblia”, o apedrejamento dos gays e outros?”

    Fonte: Blog do Paulo Lopes

  96. Alexandre, seguramente você é alguém que tem má-fé.

    E diante de DEUS não poderá furtar-se a responder pelas insanidades que escreve.

    Salvo melhor juízo, eu diria que você é o próprio malafaia.

    Neste mesmo blog a notícia que você postou.

    Sabemos que você tomou conhecimento.

    Então…

    Sem comentários.

    Você não cristão nem aqui, nem na eslavec, nem na….

    “Historiadora reclama que pesquisa sobre 800 esqueletos de bebês encontrados em convento foi deturpada”

  97. Desta vez Alexandre se superou.

    Agora entendo porque ele suporta malafaia.

    Malafaia também tem que suporta-lo.

    O desmentido sobre o crime por ele apontado, muito embora não se possa precisar a autoria, já foi objeto de publicação neste mesmo blog.

    Lamentável equívoco que cremos não ter sido acidental.

    Acho que com isto realmente podemos ter certeza que não estamos lidando apenas com cristãos revoltados com Jesus, mas com sectários adestrados e orientados para atacar a igreja de Jesus Cristo, valendo-se inclusive de quaisquer artifícios, armas e expedientes.

    Alexandre na Eslavec ou no ombro de malafaia é a pessoa certa no lugar certo.

  98. Bajulador é uma raça abominável.

    Alguém que se presta a isto não deve merecer qualquer atenção de quem quer que seja.

    O meu consolo é que normalmente o próprio bajulado cospe e escarnece de suas crias pegajosas.

  99. ALGUNS PANFLETOS MARIOLÁTRICOS. ISTO SERVE PARA OS DESAVISADOS DE PLANTÃO, TIRANDO É CLARO, OS CATÓLICOS PARVOS QUE POSTAM NESTE BLOG. ESTES NÃO CONTAM, POIS JÁ OUVIRAM DEMAIS, E DEUS NÃO TEM O CULPADO POR INOCENTE. A BÍBLIA É A VERDADE.

    VEJAMOS ENTÃO OS PANFLETOS MARIOLÁTRICOS QUE EXISTEM PELO MUNDO.

    a) O coração de Maria é o caminho que nos conduz a Deus. Mas essa postura da Igreja Católica colide com Jo 14.6, onde Jesus afirma: ”Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim”.

    b) Maria vai salvar a humanidade. Isso é afirmado textualmente. Referindo-se a Maria se diz: “…ela vai salvar a humanidade”. “Salvai-me Rainha! Por Vosso Maternal Olhar” é o título da mensagem contida num desses panfletos. Porém, a Bíblia, do Gênesis ao Apocalipse garante que só Jesus salva (At 4.12).

    c) Maria pode nos agraciar. O Cardeal Sílvio Oddi disse: “…Peço à Santíssima Virgem de Fátima que cumule com graças…” (Prova documental em poder do autor. Trata-se de um panfleto que nos foi presenteado por um padre). Veja o leitor que esse cardeal não crê apenas que Cristo pode nos abençoar, mediante os rogos de Maria (o que já seria um grande erro à luz da Bíblia), mas sim, que ela mesma pode nos cumular com graças.

    d) As estátuas de Maria são prodigiosas. Em um dos panfletos que ganhamos está escrito que a estátua de Nossa Senhora de Fátima já chorou 14 vezes. Esse folheto está sendo distribuído com o apoio do Vaticano, o que é confessado no próprio panfleto.

    e) Devemos nos consagrar por inteiro a Maria. Eis a prova: “Ó minha Senhora, e Minha Mãe! Eu me ofereço todo a Vós, e em prova de minha devoção para convosco, vos consagro neste dia, meus olhos, meus ouvidos, minha boca, meu coração e inteiramente todo o meu ser. E porque assim sou vosso, ó incomparável Mãe, guardai-me, defendei-me, como filho e propriedade vossa. Amém” (Folheto católico Novena da Medalha Milagrosa). Obviamente, tamanha consagração só é admissível a Deus. Nenhuma criatura, (seja homem, mulher, anjos…) é digna desse tipo de devoção. Contudo, a distribuição nacional desse folheto está a cargo da entidade católica Distribuidora Loyola de Livros Ltda.

    E AINDA ME VEM OS PARVOS QUE POSTAM NESTE BLOG, DIZER QUE A IGREJA CATÓLICA NÃO É IDÓLATRA. PUTZ… IDÓLATRA VAI PARA O INFERNO!!!

    CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS!!!!!!!

  100. UMA DECLARAÇÃO BESTAL, QUERO DIZER PAPAL

    Inúmeras obras oficiais da Igreja Católica afirmam que Maria está abaixo de Cristo. Mas estas declarações não têm valor algum, pelas seguintes razões: Que adianta dizer em um livro que Maria está abaixo de Cristo, se há outros escritos católicos pondo-a em pé de igualdade com o Senhor Jesus, e, às vezes, até acima dEle? Além disso, quando a Igreja Católica afirma que Maria está abaixo de Cristo, acrescenta que, não obstante, ela está acima dos profetas, apóstolos, santos, anjos e papas. O Concílio do Vaticano II asseverou que Maria “supera… todas as outra criaturas, celestes e terrestres” e “ocupa o lugar mais alto depois de Cristo e o mais perto de nós” (Compêndio do Vaticano II, Editora Vozes, 29ª edição, 2000, página 104, ## 141-142). Deste modo a Igreja Católica nunca põe Maria no seu devido lugar. Às vezes a põe acima de Cristo, às vezes ao lado de Cristo, e às vezes um pouquinho abaixo dEle e bem acima de todas as demais criaturas, incluindo anjos, arcanjos, querubins e serafins.

    NÃO SEI AONDE ESSE POVO PARVO DESEJA CHEGAR COM TANTA INSANIDADE.

  101. ALGUNS PANFLETOS MARIOLÁTRICOS. ISTO SERVE PARA OS DESAVISADOS DE PLANTÃO, TIRANDO É CLARO, OS CATÓLICOS PARVOS QUE POSTAM NESTE BLOG. ESTES NÃO CONTAM, POIS JÁ OUVIRAM DEMAIS, E DEUS NÃO TEM O CULPADO POR INOCENTE. A BÍBLIA É A VERDADE.

    VEJAMOS ENTÃO OS PANFLETOS MARIOLÁTRICOS QUE EXISTEM PELO MUNDO.

    a) O coração de Maria é o caminho que nos conduz a Deus. Mas essa postura da Igreja Católica colide com Jo 14.6, onde Jesus afirma: ”Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai senão por mim”.

    b) Maria vai salvar a humanidade. Isso é afirmado textualmente. Referindo-se a Maria se diz: “…ela vai salvar a humanidade”. “Salvai-me Rainha! Por Vosso Maternal Olhar” é o título da mensagem contida num desses panfletos. Porém, a Bíblia, do Gênesis ao Apocalipse garante que só Jesus salva (At 4.12).

    c) Maria pode nos agraciar. O Cardeal Sílvio Oddi disse: “…Peço à Santíssima Virgem de Fátima que cumule com graças…” (Prova documental em poder do autor. Trata-se de um panfleto que nos foi presenteado por um padre). Veja o leitor que esse cardeal não crê apenas que Cristo pode nos abençoar, mediante os rogos de Maria (o que já seria um grande erro à luz da Bíblia), mas sim, que ela mesma pode nos cumular com graças.

    d) As estátuas de Maria são prodigiosas. Em um dos panfletos que ganhamos está escrito que a estátua de Nossa Senhora de Fátima já chorou 14 vezes. Esse folheto está sendo distribuído com o apoio do Vaticano, o que é confessado no próprio panfleto.

    e) Devemos nos consagrar por inteiro a Maria. Eis a prova: “Ó minha Senhora, e Minha Mãe! Eu me ofereço todo a Vós, e em prova de minha devoção para convosco, vos consagro neste dia, meus olhos, meus ouvidos, minha boca, meu coração e inteiramente todo o meu ser. E porque assim sou vosso, ó incomparável Mãe, guardai-me, defendei-me, como filho e propriedade vossa. Amém” (Folheto católico Novena da Medalha Milagrosa). Obviamente, tamanha consagração só é admissível a Deus. Nenhuma criatura, (seja homem, mulher, anjos…) é digna desse tipo de devoção. Contudo, a distribuição nacional desse folheto está a cargo da entidade católica Distribuidora Loyola de Livros Ltda.

    E AINDA ME VEM OS PARVOS QUE POSTAM NESTE BLOG, DIZER QUE A IGREJA CATÓLICA NÃO É IDÓLATRA. PUTZ… IDÓLATRA VAI PARA O INFERNO!!!

    SÓ PRA RELEMBRAR, PORQUE ESSA É DE DOER.

    ATÉ SEGUNDA QUANDO ESTAREI MAIS UMA SEMANA ENSINANDO AS VERDADES DE DEUS PARA TODOS.

  102. Lindos testemunhos. Recebemos com amor também os milhares de luteranos e anglicanos que estão retornando a Santa Igreja na Europa e Estados Unidos.

    Louvado seja Nosso Senhor Jesus Cristo !

    Para sempre seja louvado !

  103. Dia 16 próximo é dia de Nossa Senhora do Carmo.

    Você já usa o escapulário ???

    Lembremos da santíssima virgem com carinho e amor.

    Não se esqueçam católicos que foi ela que trouxe o salvador ao mundo.

    E não se esqueçam das palavras de Jesus ao discípulo mais amado: “…eis a tua mãe”.

    E daquele instante em diante João levou Maria para a casa.

    Levemos Maria para a casa.

    O senhor Jesus certamente ficará feliz.

  104. Ainda sobre Nossa Senhora do Carmo

    Nossa Senhora do Carmo – Ato de Consagração

    Ó Nossa Senhora do Carmo, venho hoje consagrar-me inteiramente a vós. Tudo o que sou e tudo o que tenho, entrego em vossas mãos.

    Vós olhais com especial bondade, os que estão revestidos do vosso escapulário. Suplico-vos que fortaleça com o vosso poder a minha fraqueza. Iluminai a escuridão da minha mente com vossa sabedoria, para que eu possa render-vos todos os dias, a minha homenagem.

    Que o Santo Escapulário atraia sobre mim o vosso olhar misericordioso. Traga-me a vossa especial proteção nas lutas diárias, para que eu possa ser fiel a vós e ao vosso Divino Filho.

    Possa o Santo Escapulário, afastar-me de tudo o que é pecaminoso e me lembre sempre o dever de imitar-vos e revestir-me com vossas virtudes.

    Desde já me esforçarei, para viver em vossa presença, de oferecer tudo a Jesus por vossas mãos e fazer da minha vida um espelho de vossa humildade, caridade, paciência, mansidão e empenho.

    Mãe querida, apóia-me com vosso constante amor, para que eu, vosso filho mais pecador, possa um dia trocar vosso escapulário pela veste celestial e viver convosco e os santos, no Reino do Vosso Filho. Amém

  105. DO SITE A FÉ EXPLICADA – TAGS: FALSOS PROFETAS

    Tags: Falsos Profetas
    A rotina dos tele pastores
    06 dez

    A cada dia aumenta o número de pessoas que desligam a TV ou mudam de canal na hora em que começa um desses programas de tele pastores. O principal motivo é a rotina sedentária apresentada por eles. O telespectador acaba sem uma palavra de consolo e o evangelho da verdade é trocado ou abandonado por “bênçãos “ materiais.Abaixo segue a rotina de cada mega pastor e a meta a ser alcançada na nova ordem mundial.

    Edir Macedo IURD

    Rotina: Desafios, dízimos, ofertas, sacrifícios, testemunhos fabricados e teologia da prosperidade

    Tipo de leitura bíblica: Texto fora do contexto com o objeitvo de ganhar dinheiro usando todos os versículos da escritura.

    Meta final: Fogueira Santa de Israel, onde cada membro da igreja é convidado a dar tudo que tem.

    RR Soares Igreja Internacional da Graça

    Rotina: Dízimos, ofertas (patrocinador) e teologia da cura. A pessoa sorteada deve falar rapidamente sobre a sua suposta cura se não ele corta o depoimento.

    Tipo de leitura bíblica: Quando a pessoa começa a entender algum estudo entra a propaganda dos “nossos” produtos.

    Meta final: Conseguir o maior número possível de assinantes da “ Nossa TV”.

    Valdemiro Santiago -IMPD

    Rotina: Teologia da cura. Os supostos milagres são apresentados pelo “apóstolo” aos gritos em um festival de sensacionalismo. A pessoa deve contar de preferência desde o dia em que nasceu até o dia que ficou doente. Se o suposto milagre for de impacto a pessoa receberá um abraço do “apóstolo” grátis.

    Tipo de leitura bíblica: Meio versículo durante um culto que é constantemente deixado de lado para mostrar mais um suposto milagre.

    Meta final: Sensibilizar o povo a dar mais dinheiro após ver os milagres.

    Silas Malafaia –Ministério Vitória em Cristo

    Rotina: Teologia da prosperidade , mas sem nenhum testemunho de alguém que tenha alcançado a tal benção e ativismo político.

    Tipo de leitur bíblica: Texto fora do contexto, mas usando personalidades do mundo gospel americano.

    Meta final: Conseguir aumentar o lucro e a vida mansa com a venda de seus produtos produzidos pela Editora Central Gospel.

    1 comentário

    Publicado por afeexplicada em 06/12/2013 em Falsos Profetas

  106. MAIS UMA PROVA DE QUE NÃO SE DEVE PEDIR NADA PARA MARIA, PEDRO, TIAGO, JOÃO, ETC…….

    João 16:24
    Até agora nada pedistes em meu nome; pedi, e recebereis, para que o vosso gozo se cumpra.

    É PARA DEUS QUE SE PEDE, E É EM NOME DE JESUS.

    Lucas 22:31-32
    Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo;
    Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos.

    SÓ TEMOS UM ADVOGADO PARA INTERCEDER POR NÓS, JESUS CRISTO NOSSO SENHOR.

    PARA COMEÇAR A SEMANA BEM, E JÁ ENSINANDO MAIS UM POUCO!!!!!
    AFINAL, NÃO CUSTA NADA, ESTOU AQUI PARA ISSO.

  107. CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA

    I.49.7 Intercessão no Antigo Testamento

    §210 “DEUS DE TERNURA E DE COMPAIXÃO” Depois do pecado de Israel, que se desviou de Deus para adorar o bezerro de ouro, Deus ouve a intercessão de Moisés e aceita caminhar no meio de um povo infiel, manifestando, assim o seu amor. A Moisés, que pede para ver sua glória, Deus responde: “Farei passar diante de ti toda a minha beleza e diante de ti pronunciarei o nome de Iahweh” (Ex 33,18-19). E o Senhor passa diante de Moisés e proclama: “Iahweh, Iahweh, Deus de ternura e de compaixão, lento para a cólera e rico em amor e fidelidade” (Ex 34,6). Moisés confessa então que o Senhor é um Deus que perdoa.

    §2574 Moisés e a oração do mediador Logo que começa a se realizar a Promessa (a Páscoa, o Êxodo, a entrega da Lei e a conclusão da Aliança), a oração de Moisés é a figura surpreendente da oração de intercessão que se realizará no “único Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus” (1 Tm 2,5).

    §2577 Dessa intimidade com o Deus fiel, lento para a cólera e cheio de amor, Moisés tirou a força e a tenacidade de sua intercessão. Não ora por si, mas pelo povo que Deus adquiriu. Já durante o combate com os amalecitas, ou para obter a cura de Míriam, Moisés intercede. Mas é sobretudo depois da apostasia do povo que “ele se posta na brecha”, diante de Deus (Sl 106,23), para salvar o povo. Os argumentos de si oração (a intercessão também é um combate misterioso) inspirarão a audácia dos grandes orantes do povo judeu e da Igreja: Deus é amor, por isso é justo e fiel; não se pode contradizer, deve lembrar-se de suas ações maravilhosas, sua Glória está em jogo, não pode abandonar o povo que traz seu nome.

    §2578 Davi e a oração do rei A oração do povo de Deus florescerá à sombra da Casa de Deus, da Arca da Aliança e, mais tarde, do Templo. São principalmente os guias do povo os pastores e os profetas – que o ensinarão a orar. Samuel, menino, teve de aprender de sua mãe Ana como “se portar diante do Senhor”, e do sacerdote Eli, como ouvir Sua Palavra: “Fala, Senhor, que teu servo ouve” (1Sm 3,9-10). Mais tarde, também ele conhecerá o preço e o peso da intercessão: “Quanto a mim, longe de mim esteja que eu venha a pecar contra o Senhor, deixando de orar por vós e de vos mostrar o bem e o reto caminho” (1Sm 12,23).

    §2584 No “face a face” com Deus, os profetas haurem luz e força para sua missão. Sua oração não é uma fuga do mundo infiel, mas uma escuta da Palavra de Deus, às vezes um debate ou uma queixa, sempre uma intercessão que aguarda e prepara a intervenção do Deus salvador, Senhor da história.

  108. TUDO BEM QUE A IGREJA CATÓLICA É HERÉTICA E IDÓLATRA, MAS CALMA AÍ GENTE, É DEMAIS ESSE LIVRO DO SENHOR AFONSO.
    QUERO COMPARTILHAR MAIS UMA ESTARRECEDORA HERESIA, DA AUTORIA DESTE “SANTO” CATÓLICO. SEGUNDO ESSE AFONSO, O PAI, O FILHO E O ESPÍRITO SANTO DETERMINARAM QUE AO NOME DE MARIA “SE DOBREM OS JOELHOS DOS QUE ESTÃO NO CÉU, NA TERRA E NO INFERNO” (IBIDEM, PÁGINA 213).
    SÓ FALTOU DIZER: “E TODA LÍNGUA CONFESSE QUE MARIA É A SENHORA, PARA GLÓRIA DE DEUS PAI”, PARA, DESTA MANEIRA, APLICAR A MARIA O QUE EM FILIPENSES 2.10-11 SE REFERE A JESUS CRISTO NOSSO SENHOR.
    ESSA É DE MATAR QUALQUER UM. JESUS DO CÉU, E PIOR, TEM GENTE QUE ACREDITA NUMA BARBARIDADE DESSAS.
    E ENTÃO, BEL, EDUARDO, LILIAN, LÚCIA, MÁRIO E RONALDO, DIANTE DE UMA ABERRAÇÃO DESSAS, VCS AINDA TEM ALGO A DIZER, OU FICA PROVADO AQUI, TAMANHA IDOLATRIA E FALTA DE CONHECIMENTO? ISSO, ACIMA DE QUALQUER HERESIA ESTAPAFÚRDIA É UM ABSURDO!!!
    SUGIRO QUE OS CATÓLICOS LEIAM A SEGUINTE REFERÊNCIA BÍBLICA.
    Isaías 45:20
    Congregai-vos, e vinde; chegai-vos juntos, os que escapastes das nações; nada sabem os que conduzem em PROCISSÃO as suas IMAGENS DE ESCULTURA, feitas de madeira, e rogam a um deus que não pode salvar.

  109. Evangelho: Mt 12,46-50 E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: ‘Eis minha mãe e meus irmãos

    Naquele tempo, enquanto Jesus estava falando às multidões, sua mãe e seus irmãos ficaram do lado de fora, procurando falar com ele. Alguém disse a Jesus: “Olha! Tua mãe e teus irmãos estão aí fora, e querem falar contigo”.

    Jesus perguntou àquele que tinha falado: “Quem é minha mãe, e quem são meus irmãos?”

    E, estendendo a mão para os discípulos, Jesus disse: “Eis minha mãe e meus irmãos. Pois todo aquele que faz a vontade do meu Pai, que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe”. – Palavra da Salvação.

    Comentando o Evangelho (Padre Jaldemir Vitório / Jesuíta):

    A ruptura com os laços familiares foi uma das exigências do serviço ao Reino, com as quais Jesus se defrontou.

    Também por exigência do Reino, foi levado a constituir, sobre novas bases, uma comunidade cujo relacionamento interpessoal deveria ter a profundidade do relacionamento familiar.

    A comunidade dos discípulos de Jesus pode ser definida como a família do Reino, cuja característica são os laços fraternos que unem seus membros.

    Nesta perspectiva, fica em segundo plano a consanguinidade. Doravante, ser mãe ou irmão de sangue não tem importância.

    O critério de pertença à família do Reino consiste em submeter-se à vontade do Pai, sendo-lhe obediente em tudo. Importa mostrar, com ações concretas, esta submissão.

    Aí o agir do discípulo identifica-se com o agir do Mestre, a ponto de Jesus poder considerá-lo como irmão: a vontade do Pai é o imperativo na vida de ambos.

    Assim, a ligação entre Jesus e os seus discípulos era muito mais profunda do que a sua convivência física com eles.

    Havia algo de superior que os unia, sem estar na dependência de elementos conjunturais, quais sejam, a pertença a uma determinada família, raça ou cultura.

    Basta alguém viver um projeto de vida fundado na vontade do Pai, para que Jesus o reconheça como pertencente à sua família.

    Para ele, estes são seus irmãos, suas irmãs, suas mães.

    São irrelevantes outros títulos de relação com Jesus, quando falta este pré-requisito.

  110. SEGUNDO AFONSO, O PAI, O FILHO E O ESPÍRITO SANTO DETERMINARAM QUE AO NOME DE MARIA “SE DOBREM OS JOELHOS DOS QUE ESTÃO NO CÉU, NA TERRA E NO INFERNO” (IBIDEM, PÁGINA 213).

    SERÁ QUE A BEL, A LILIAN, A LÚCIA, O ANDERSON, O MÁRIO E O RONALDO, TERIAM ALGUMA COISA A DIZER SOBRE ESSA FRASE.

    E ENTÃO MINHA GENTE, VCS QUE DIZEM SER DA IGREJA DE JESUS, COM MAIS DE 2000 ANOS, VCS É QUE ESTÃO CERTOS. NÃO ACREDITO QUE NINGUÉM VAI COMENTAR SOBRE A FALA DO AFONSO!!!

    CONTRA FATOS, NÃO HÁ ARGUMENTOS!!!!!!

  111. SEGUNDO AFONSO, O PAI, O FILHO E O ESPÍRITO SANTO DETERMINARAM QUE AO NOME DE MARIA “SE DOBREM OS JOELHOS DOS QUE ESTÃO NO CÉU, NA TERRA E NO INFERNO” (IBIDEM, PÁGINA 213).

    SERÁ QUE A BEL, A LILIAN, A LÚCIA, O ANDERSON, O MÁRIO E O RONALDO, TERIAM ALGUMA COISA A DIZER SOBRE ESSA FRASE.

    E ENTÃO MINHA GENTE, VCS QUE DIZEM SER DA IGREJA DE JESUS, COM MAIS DE 2000 ANOS, VCS É QUE ESTÃO CERTOS. NÃO ACREDITO QUE NINGUÉM VAI COMENTAR SOBRE A FALA DO AFONSO!!!

    CONTRA FATOS, NÃO HÁ ARGUMENTOS!!!

    SERÁ QUE TEM ALGUM CATÓLICO QUE CONSEGUIRIA DEFINIR ESTA FRASE DO AFONSO, OU VÃO FAZER VISTA GROSSA, PARA O QUE É REAL!!! VAMOS LÁ MINHA GENTE, CADE O RESPALDO CATÓLICO!!!

    TÁ DIFÍCIL? PEDE AJUDA DO SANTO DAS CAUSAS IMPOSSÍVEIS!!!

  112. “Magnificat anima mea Dominum Et exultavit spiritus meus in Deo salutari meo. Quia respexit humilitatem ancillæ suæ: ecce enim ex hoc beatam me dicent omnes generationes. Quia fecit mihi magna qui potens est, et sanctum nomen eius. Et misericordia eius a progenie in progenies timentibus eum. Fecit potentiam in brachio suo, dispersit superbos mente cordis sui. Deposuit potentes de sede et exaltavit humiles. Esurientes implevit bonis et divites dimisit inanes, Suscepit Israel puerum suum recordatus misericordiæ suæ, Sicut locutus est ad patres nostros, Abraham et semini eius in sæcula.”

    HOJE É DIA DE NOSSA SENHORA DO CARMO 16/07/2014

    O PROFETA ELIAS A SENHORA DO ESCAPULÁRIO

    No seu tempo, Elias enfrenta o rei Acab, anunciando a praga da seca e caminha para o deserto. Ali é alimentado por Deus com pão e carne (1Rs 17,4-6). Desta forma, Elias refaz a caminhada do povo, revivendo a história do passado e despertando na origem da fé o caminho do reencontro com Javé. O Profeta Elias foi um grande testemunho da presença de Deus naquele tempo (1Rs 17,1;18,15). Diante do povo, ele era um homem de Deus, que falava em nome de Javé (1Rs 17,24). Sempre se retirava na solidão (1Rs 17,3;19,3-8), seu alimento era o que a natureza oferecia (1Rs 17,4) e partilhava com os pobres destes alimentos (1Rs 17,15).

    O cenário onde nasceu a Ordem da Bem-aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo – instituição profética – é rico em simbolismo. Nos confins da Galiléia e da Samaria, as encostas do Carmelo tocam no mar Mediterrâneo. No horizonte, em direção ao rio Jordão, emerge o Tabor e, em toda a redondeza, outras grandes testemunhas dos mistérios da vida de Nosso Senhor Jesus Cristo: Nazaré, Caná, Tiberíades, Corozaim.

    Carmelo, monte santo do Antigo Testamento! Nas florestas que outrora o cobriam, o Profeta Elias e seu discípulo Eliseu foram procurar a solidão e o recolhimento, para melhor compreenderem os desígnios de Deus e indicarem a rota que, depois, foi seguida por milhares de continuadores.

    Para compreender e adquirir verdadeira devoção a Nossa Senhora do Carmo – ou do Monte Carmelo – é de toda conveniência admirar o protótipo de varão apostólico, combativo e indomável, que disse ao próprio Criador: “Zelo zelatus sum pro Domino Deo exercituum” – “Eu me consumo de ardente zelo pelo Senhor Deus dos exércitos” (III Reis 19, 14). Este foi Elias, o Fundador da Ordem do Carmo.

    Elias, então, realizou no Monte Carmelo prodigioso milagre, fazendo vir fogo do céu para consumir o holocausto, a lenha e as pedras do altar por ele edificado. E, quanto aos 450 falsos profetas de Baal, principais responsáveis pelos pecados do povo, “Elias levou-os até a torrente de Cison, e lá os matou” (III Reis, 18,40).

    Depois dessa extirpação salutar e admirável, Elias pôs-se a rezar no alto do monte Carmelo, implorando a Deus que cessasse a terrível seca. Eis, então, que se levantou do mar uma “pequena nuvem, como a pegada de um homem”, a qual, em pouco tempo, deu origem a uma grande chuva (III Reis, 18,44).

    Essa nuvenzinha é o símbolo de Nossa Senhora e de sua Imaculada Conceição. Porque, assim como a leve e alígera nuvem surgiu do mar salgado, sem conter seu amargor, a Virgem Maria surgiu da humanidade culpada, sem a culpa.

    Elias compreendeu esse simbolismo e foi o primeiro a cultuar Nossa Senhora. E a doutrina da Imaculada Conceição – que em 1854 foi proclamada como dogma por Pio IX – foi sempre defendida pela Ordem do Carmo.

    Eliseu e o manto de Elias

    Embora se tenham passado mais de 2.800 anos, o Profeta Elias não morreu. Quando foi arrebatado desta Terra por um carro de fogo, lançou seu manto para o discípulo e também profeta Eliseu. Este, tendo pedido e recebido em dobro o espírito de Elias, passou a dirigir a Ordem do Carmo, a qual nunca se extinguiu, apesar de todas as tragédias ocorridas na Palestina.

    Segundo abalizados intérpretes da Sagrada Escritura, Elias virá no fim do mundo – juntamente com Henoc, que também não morreu – para combater o Anticristo.

    QUEM TEM OUVIDOS QUE OUÇA !

  113. MUITO OBRIGADO!
    EU JÁ SABIA QUE VCS NÃO TINHAM MESMO RESPALDO. POIS É, TEM TRADIÇÃO, MAS NÃO SABEM EXPLICÁ-LA. QUE CRISTÃO SÃO VCS, QUE NÃO SABEM NEM DEFENDER A PRÓPRIA FÉ.

    QUE BOM QUE A LILIAN ACHA QUE SÓ JESUS CRISTO SALVA, SÓ PRECISA AGORA É TIRAR MARIA E A IDOLATRIA DEBAIXO DOS PANOS!!!

    VOCÊS QUEREM ENGANAR A QUEM? FALA SÉRIO, DEIXA DE PAPO FURADO.

    NEM MARIA, NEM SANTO CATÓLICO NENHUM PODE FAZER NADA POR NINGUÉM.

    IDOLATRIA LEVA PARA O INFERNO!!!

  114. QUEREM DEBATER COMIGO? PRIMEIRO VÃO ESTUDAR, DEPOIS VEM DEBATER, PARA NÃO PASSAR VERGONHA!!!

  115. Pedimos a Santíssima Virgem que continue trazendo de volta a Igreja de Jesus Cristo os filhos que se desviaram ou que foram seduzidos pela astúcia de Satanás.

    E também aqueles que sem culpa já nasceram em lares protestantes.

    Como sabemos, não há ninguém, exceto o pai, que entenda mais de Jesus do que Maria.

    Quem está perto de Maria, está perto de Jesus.

    De Jesus, Maria nunca se afastou.

  116. “E como poderia o Filho desatender à Mãe, mostrando-lhe esta os seios que o sustentaram? […] A excelsa Virgem hospedou a Deus em seu ventre; em paga de tal hospitalidade dele exige a paz para o mundo, a salvação para os perdidos, a vida para os mortos” (páginas 209-210. Grifo meu).

    [Glórias de Maria, de Santo Afonso de Ligório, versão da 11ª edição italiana, pelo padre Geraldo Pires de Souza, 14ª edição, Editora Santuário, 1.989].

    QUEM CONHECE A BÍBLIA SABE QUE AS DECLARAÇÕES ACIMA SÃO DE UM FALSO PROFETA, NÃO SANTO. PORÉM, ESSE HOMEMEÉ UM DOS GRANDES VULTOS DA IGDREJA CATÓLICA. ELE FOI CANONIZADO PELO PAPA GREGÓRIO XVI EM 1839, E DECLARADO DOUTOR DA IGREJA PELO PAPA PIO IV.

    CONSIDEREMOS ALGUMAS DAS AFIRMAÇÕES DE “SANTO” AFONSO, ACIMA TRANSCRITAS:

    1) Ele disse que não ousava recorrer a Cristo. Ora, quem não recorre a Cristo é um perdido, não um santo.
    ALEXANDRE: KKKKKKKK, ISSO SÓ PODE SER BRINCADEIRA.

    2) Ele disse que Maria é a verdadeira medianeira entre Deus e os homens, bem como a única advogada dos pecadores. Mas a Bíblia afirma que o único Mediador entre Deus e nós, é Jesus (1 Tm 2.5), bem como nosso único Advogado (1Jo 2.1)..
    ALEXANDRE: KKKKKKKK, ESSE CARA ERA UM BRINCALHÃO

    3) Ele disse que o ofício de Jesus é julgar e punir, enquanto que o ofício de Maria é socorrer e aliviar os miseráveis. Assim Jesus se sobressai como Juiz, e Maria como Salvadora. Logo, a missão de salvar foi, segundo esse herege, confiada a Maria, não a Cristo. Mas, que diz Jo 3.16?
    ALEXANDRE: LEIAM.

    OBVIAMENTE, SENDO CRISTO NOSSO ADVOGADO, É CONTRA SENSO DIZER QUE MARIA NOS ADVOGA JUNTO A CRISTO. A MENOS QUE CRISTO NÃO FOSSE NOSSO ADVOGADO DE DEFESA, MAS ALGUÉM INCUMBIDO DE NOS ACUSAR.

    A AFIRMAÇÃO CATÓLICA DE QUE JESUS É O JUIZ ENCARREGADO DE NOS JULGAR E PUNIR, CONTRADIZ AS SEGUINTES PALAVRAS DE JESUS:

    “PORQUE DEUS ENVIOU O SEU FILHO AO MUNDO, NÃO PARA QUE CONDENASSE O MUNDO, MAS PARA QUE O MUNDO FOSSE SALVO POR ELE” (JOÃO 3.17).

    OBS ALEXANDRE: O LIVRO GLÓRIAS DE MARIA É OBRA OFICIAL DA IGREJA CATÓLICA, POIS À PÁGINA 13 PODEMOS LER O SEGUINTE ACERCA DO SEU AUTOR:

    “Em vida a Igreja o honrou, elevando-o à dignidade episcopal. Morto, elevou-o aos altares, deu-lhe a auréola de Doutor zelosíssimo, aprovou-lhe os escritos, depois de percorrê-los cuidadosamente”

    DEIXEM O ORGULHO DE LADO E LEIAM A BÍBLIA PARA APRENDER. SE É QUE QUEREM, PORQUE PARA CONHECER A DEUS E PROVAR O PODER DE DEUS, TEM QUE CONHECER A PALAVRA DE DEUS.

    Mateus 22:29
    Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus.

  117. É simples.

    Só Jesus Cristo pode fundar igrejas.

    Se não foi Jesus Cristo que fundou determinada igreja, então esta igreja não serve.

    Não tem como errar.

    Só quem morre na cruz e retorna dos mortos é que tem autoridade para julgar todas as coisas.

    Não troco a igreja fundada por Jesus Cristo por nenhuma seita herética fundada por homens.

  118. Que a Santíssima Virgem Maria continue trazendo ao porto da verdade nossos irmãos separados e tantos outros enganados pelos falsos ensinos e falsos profetas.

    Que São Miguel Arcanjo se digne a proteger toda a Santa Igreja.

    Pedimos ainda a intercessão de São José que cuidou da mais santa família que jamais houve em todos os tempos.

    Por Cristo Nosso Senhor, amém.

  119. Reino dividido contra si mesmo não prevalece.

    O protestantismo desmorona por meio de suas eternas divergências, heresias, acusações de uns aos outros e notória falta de amor cristão entre os auto denominados crentes.

  120. O QUE MAIS ME ESPANTA NOS CATÓLICOS É O CÚMULO DO CONTRA-SENSO, COMO PODE UMA IGREJA QUE DÁ PARA MARIA, TÍTULOS E HONRARIAS QUE PERTENCEM SOMENTE À JESUS CRISTO, CHAMAR ALGUMA OUTRA INSTITUIÇÃO DE HERÉTICA, SENDO ELA MESMA A PRÓPRIA HERESIA.

    A BÍBLIA DIZ QUE SÓ JESUS CRISTO SALVA.

    A IGREJA CATÓLICA DIZ QUE MARIA SALVA, COMO MOSTRAM VASTA DOCUMENTAÇÃO JÁ POSTADA POR MIM, NESTE BLOG.

    ENTÃO, QUEM É HERÉTICA, A BÍBLIA OU A IGREJA CATÓLICA? HAHAHAHA, NEM PRECISA RESPONDER NÃO É MESMO.

    A HERESIA SURGIU COM A IGREJA CATÓLICA, NO SÉCULO XVIII, EM ESPECIAL NO PERÍODO DA IDADE MÉDIA, QUANDO ELA COMEÇOU A SENTIR-SE AMEAÇADA POR PESSOAS QUE CRITICAVAM SEUS DOGMAS E SEUS ENSINAMENTOS.

    E ENTÃO, APRENDERAM, EM ESPECIAL PARA A LÚCIA, QUE MAIS UMA VEZ CONFIRMOU O QUANTO É POBRE DE ARGUMENTO E DE CONHECIMENTO. NÃO LÊ A BÍBLIA, SE NÃO SABERIA.

  121. Prezados irmãos,

    Na audiência geral de 02 de abril de 2014, O Papa Francisco concluiu o ciclo de catequeses sobre os Sacramentos falando do matrimônio.

    O texto é belíssimo e recomendo que o procurem pela Internet.

    Destacamos:

    “O matrimônio é o ícone do amor de Deus por nós. Com efeito, também DEUS é comunhão: As três Pessoas, Pai , Filho e Espírito Santo vivem desde sempre ep ara sempre em unidade perfeita. É precisamente nisto que consite o mistério do Matrimônio: Dos dois esposos, DEUS faz uma só existência.”

    “A Igreja é a eposa de Cristo. Esta é a relação. Isto significa que o matrimônio corresponde a uma vocação específica e deve ser considerado uma consagração: O homem e a mulher são consagrados no seu amor. Com efeito, em virtude do Sacramento, os esposos são revestidos de uma autêntica missão, para que possam tornar visível, a partir das realidades simples e ordinárias, o amor com que Cristo ama a sua Igreja, continuando a dar a vida por ela na fidelidade e no serviço.”

    “A vida matrimonial é realmente bela, e devemos preserva-la sempre, cuidando dos filhos.”

  122. E PARA FECHAR A SEMANA BEM, VAMOS A MAIS UM ENSINAMENTO.

    POR QUE OS LIVROS A MAIS, NAS BÍBLIAS CATÓLICAS NÃO VALEM COMO LIVROS REAIS DA BÍBLIA SAGRADA.

    A RAZÃO ÓBVIA É QUE ELES NÃO SUPORTAM UMA PROVA DE CANONICIDADE, COMO É MOSTRADO A SEGUIR:

    • Eles nunca fizeram parte do cânon hebraico.
    • Eles nunca foram citados no Antigo Testamento.
    • Joséfo, o historiador judeu, os omite em seus escritos.
    • Nenhum deles reclama a inspiração divina para si.
    • Eles contêm erros históricos, geográficos e cronológicos.
    • Eles ensinam e apóiam doutrinas que são contrárias às Escri¬turas em geral.
    • Como literatura, às vezes não passam de mitos e lendas.
    • Em geral, seu nível espiritual e moral deixa muito a desejar.
    • Jesus não os cita em seus escritos.
    • Os apóstolos e escritores dos Evangelhos, das Epístolas e do Apocalipse não se referem a eles nos seus escritos.
    • Os famosos Pais da Igreja primitiva não se reportam a eles como fonte de inspiração dos seus escritos.
    • Eles foram escritos muito tempo depois de encerrado o cânon do Antigo Testamento.

    QUALQUER DÚVIDA, FALAR-ME. BOM FINAL DE SEMANA PARA TODOS!!!

  123. Casos para a Excomunhão da Igreja Católica

    O Código de Direito Canónico prevê desde 1983 nove casos para a pena de excomunhão:

    1. Profanação das espécies sagradas;
    2. Violência física contra o Pontífice;
    3. Absolvição por um sacerdote do cúmplice do pecado da carne;
    4. Consagração ilícita de um bispo sem mandato pontifical;
    5. Violação direta do segredo da Confissão;
    6. Apostasia (renegar a fé ou afastar-se da doutrina que professava…);
    7. Heresia (professar uma fé ou doutrina contrária à que está estabelecida);
    8. Cisma (separação ou divisão de um corpo geralmente religioso);
    9. Aborto.

    Na Igreja Católica, a excomunhão, consiste em excluir ou expulsar oficialmente um membro religioso. Sanção religiosa máxima que separa um membro transgressor da comunhão da comunidade religiosa. O mesmo que desassociação em outras religiões. Pode ser aplicada a uma pessoa individual ou aplicada colectivamente.

  124. Jo 20,22ss – Concílio de Trento, 25 de outubro de 1551, “Cânones sobre o Sacramento da Penitência” – Cânon 3

    Se alguém disser que aquelas palavras de nosso Senhor e Salvador: “Recebei o Espírito Santo. Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos “[Jo 20,22ss], não devem entender-se como poder de perdoar ou não perdoar os pecados no Sacramento da Penitência, como o é entendido desde o princípio pela Igreja Católica, e em vez disso as distorça e as entenda (contra a instituição deste Sacramento), simplesmente como uma autoridade de pregar o Evangelho, seja anátema.

  125. A confissão ao sacerdote é clara na Bíblia.

    Só um imbecil não entende.

    Ou então, como é o caso dos falsos ungidos, má-fé para justificar a abertura de seitas e faturar grana alta.

    O que não falta é otário para dar dinheiro para estes urubus.

  126. Sem dúvida. Jesus é claro quando concede poderes aos apóstolos para reterem e perdoarem pecados.

    Um imbecil não entende o que lê.

    Mas o que temos por aí é quem distorça a palavra de DEUS sem temor.

    Não há inocência na maior parte destas víboras.

  127. Boa noite caríssimo Alexandre

    Vai aí somente uma dica: Se não contiver essa sua arrogância a ponto de dizer como disse dia 11 que vai continuar “ensinando as verdades de Deus a todos”, você corre o risco de com o tempo se achar superior à Maria (Nossa Senhora) aquela que é o canal de bênçãos que nos trouxe Jesus, e talvez quem sabe querer se achar superior ao próprio Jesus!
    Porque em nossas missas ou grupos de oração, o que ouvimos da boca dos padres e ou ministros, é que ainda não conhecemos a verdade, estamos todos caminhando para isso, e na humildade ao final das celebrações agradecem por terem aprendido juntos mais um pouco sobre as coisas de Deus.
    CUIDADO! Você não pode julgar uma religião, por causa de algum livro ou panfleto que lê e interpreta da maneira que lhe convém, assim como não posso achar que os muuuitos amigos evangélicos que tenho, e até de outras seitas sejam uns ignorantes por causa do comportamento de uma pessoa assim como você .
    Pelo jeito você é uma cara que estuda muito, e busca a sabedoria dos homens,(devido as palavras difíceis que utiliza em suas críticas) mas lembre-se que para Deus a sabedoria mais importante é aquela que se baseia na Lei do Amor, porque Deus é o próprio Amor, e saiba ainda que existem muitas pessoas que nem leitura nem formação possuem, mas ao invés de perderem tempo discutindo religião, usam bem o seu tempo, praticando tudo aquilo que Jesus pediu, tais coisas como: Partilhar o pão, visitar os idosos, os doentes, os encarcerados, dar de comer e vestir a quem tem fome e frio. Esses são os operários que precisamos para continuar construindo o Reino de Deus. Isso sim é agradável aos olhos de Deus.
    Infelizmente, temos alguns irmãozinhos de outras seitas ou religiões, que criticam os católicos e negam os panfletos que trazem imagem e mensagens sobre Nossa Senhora, mas no lugar dos panfletos e imagens de Nossa Senhora, as vezes se encantam e Idolatram as imagens contidas nessas revistas mundanas, jornais que se vê nas bancas e até em alguns vídeos que alugam para idolatrar (por debaxo do panos).
    E por aí vai…. Idolatram a casa nova, o carro novo (que se um filho fizer um risquinho de nada quase matam o filho de bater), e todos os bens materiais que conseguirem comprar.

    Pelo jeito você se acha superior e Mega-inteligente. Muito bem.
    Mostre que é inteligente respeitando e amando o próximo, e comece a agir. Porque se vivermos observando e sempre criticando os outros, não conseguimos perceber nem corrigir os nossos defeitos, e acho que se temos um alto potencial, devemos pô-lo a serviço dos irmãos com ações que possam dar frutos favorecendo os mais necessitados.

    Boa noite, e não vou responder nem debater com você, porque trabalho fora, em casa, tenho
    minhas funções liturgicas na igreja (CATÓLICA) e sociais em minha comunidade, tanto que quase nem entro na internet por falta de tempo, somente vi esses comentários por acaso.

    Que Deus te abençoe, e que você permita que a verdadeira conversão aconteça em seu interior! E saiba que, mesmo não crendo, Nossa Senhora intercede a Jesus por todos nós, sem cessar, inclusive por você!

  128. BOM DIA,
    PARA INICIARMOS A SEMANA BEM, QUERO COMEÇAR FALANDO PARA OS ACUSADORES DE PLANTÃO ACERCA DO PASTOR SILAS MALAFAIA.

    COMO É NOTÍCIA PARA TODOS, SÁBADO, O PASTOR ANUNCIOU QUE ESTARIA FAZENDO UMA DENÚNCIA EM SEU SITE. POIS BEM, CASO TENHAM VISTO OK, (JÁ QUE ATÉ MESMO OS CATÓLICOS ASSISTEM E MUITO O PROGRAMA DO PR. SILAS), MAS CASO NÃO TENHAM VISTO, VEJAM: http://www.verdadegospel.com/

    EM SUA DENÚNCIA, O PASTOR PROVOU COM FARTA DOCUMENTAÇÃO, QUE OS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL INVESTIGARAM DURANTE MUITO TEMPO (A IGREJA ADVEC E A AVEC), E NÃO ARRUMARAM NADA CONTRA ELE.

    ENTÃO PARA VOCÊS, PRINCIPALMENTE A LILIAN, EDUARDO, BEL, LÚCIA, MÁRIO E RONALDO FIQUEM AÍ SEM GRAÇA, É PODE FICAR SEM GRAÇA MESMO, FIQUEM AÍ COM A CARA NO CHÃO, VOCÊS NÃO ACUSARAM, MAS ESTÁ AÍ A PROVA, NINGUÉM PROVOU NADA, E COMO ELE MESMO DISSE, NEM VÃO PROVAR.

    DIFERENTEMENTE ACONTECE NA CÚPULA DA IGREJA CATÓLICA, QUE ATÉ HOJE É UM MISTÉRIO A LAVAGEM DE DINHEIRO DENTRO DO VATICANO!!!

    ISSO SERVE PARA CALAR A BOCA DOS INVEJOSOS E RECALCADOS DE PLANTÃO, PODEM FICAR SEM GRAÇA MESMO.

    CONTRA FATOS, NÃO HÁ ARGUMENTO!!!

  129. PARA NELCI.

    ESTOU FELIZ EM VER MAIS UMA CATÓLICA COMENTANDO MINHAS POSTAGENS.

    GOSTARIA DE FAZER SOMENTE ALGUMAS OBSERVAÇÕES:

    1ª OBS: NÃO ME ACHO SUPERIOR À MARIA E A NINGUÉM, TENHO APENAS UMA FILOSOFIA DE VIDA E CREIO NA BÍBLIA QUE É A PALAVRA DE DEUS, É A ÚNICA PALAVRA QUE DEUS DEIXOU PARA O SER HUMANO. PARA DEUS O QUE IMPORTA É QUE OBEDEÇAM A SUA PALAVRA E NÃO TRADIÇÃO. QUEM FICA FELIZ COM A OBEDIÊNCIA À TRADIÇÃO CATÓLICA É O VATICANO E NÃO DEUS.

    2ª OBS: MARIA FOI CANAL DE BÊNÇÃO ENQUANTO ESTEVE VIVA, HOJE, COMO ESTÁ MORTA, NÃO PODE SER CANAL DE BÊNÇÃO PARA NINGUÉM, A NÃO SER PARA OS MARIÓLATRAS QUE INFELIZMENTE ACHAM QUE ELA PODE FAZER ALGO PARA ELES.

    3ª OBS: NAS MISSAS NÃO SE APRENDE O MAIS IMPORTANTE QUE É A PALAVRA DE DEUS. NO EVANGELHO DE LUCAS CAP. 4:16-21, O SENHOR JESUS QUANDO CHEGOU À NAZARÉ ENTROU NA SINAGOGA, PEGOU A BÍBLIA E ENSINOU A PALAVRA DE DEUS AO POVO. ENTENDEU? PALAVRA DE DEUS, BÍBLIA SAGRADA, PADRE ATÉ SABE O QUE É, MAS INFELIZMENTE A CÚPULA DO VATICANO SEGA TODOS ELES.

    4ª OBS: NÃO JULGO NINGUÉM, DENUNCIO PECADO, A IGREJA CATÓLICA É HERÉTICA E IDÓLATRA, E COMO FILHO DE DEUS, MEU DEVER É DENUNCIAR O QUE ESTÁ ERRADO, MOSTRANDO NA BÍBLIA O QUE É CERTO, É SÓ LER, QUE SAI DA IGNORÂNCIA.

    5ª OBS: COMO VC NÃO LE A BÍBLIA, SEI QUE É DIFÍCIL DE VC ENTENDER, MAS VOU LHE EXPLICAR: DEUS É AMOR, MAS É TAMBÉM FOGO CONSUMIDOR, É JUSTIÇA. SE DEUS FOSSE SÓ AMOR, IMAGINA COMO O MUNDO SERIA. DEUS É AMOR, MAS É JUSTO.

    6ª OBS: SOBRE AS IMAGENS DOS CATÓLICOS, É OUTRA ABERRAÇÃO: PRIMEIRO LUGAR QUE ESTAS IMAGENS NÃO SEI QUEM INVENTOU, PORQUE NEM SÃO DE JESUS NEM DE MARIA. QUEM FEZ ESTAS IMAGENS, QUEM ESTAVA LÁ PARA DESENHAR. SE LESSEM A BÍBLIA VERIAM O QUE DIZ O LIVRO DO PROFETA ISAÍAS CAP. 53:2 DIZ QUE ELE NÃO ERA BONITO, ENTÃO, ESTA FOTO É FALSA! QUE FEIO HEIN, BOTANDO FOTO FALSA PARA ENGANAR O POVO!!!

    7ª OBS: NÃO ME ACHO MEGA INTELIGENTE, E ESTOU FAZENDO UM SERVIÇO QUE DÊ FRUTO, ESTOU OBEDECENDO AO MANDAMENTO DO SENHOR JESUS, QUANDO ELE ORDENOU O SEGUINTE: E DISSE-LHES: “VÃO PELO MUNDO TODO E PREGUEM O EVANGELHO A TODAS AS PESSOAS”. MARCOS 16:15. A ORDEM DE JESUS FOI PREGAR A BÍBLIA E NÃO TRADIÇÃO CATÓLICA.

    8ª OBS: E POR ÚLTIMO, PARA VC QUE NÃO CONHECE À DEUS, POIS NÃO CONHECE A SUA PALAVRA, VAI UMA DICA: NÃO EXISTE NOSSA SENHORA, EXISTE A SENHORA DE VOCÊS. APRENDA O SEGUINTE:
    1 JOÃO 2:1 DIZ ASSIM: MEUS FILHINHOS, ESCREVO-LHES ESTAS COISAS PARA QUE VOCÊS NÃO PEQUEM. SE, PORÉM, ALGUÉM PECAR, TEMOS UM INTERCESSOR JUNTO AO PAI, JESUS CRISTO, O JUSTO.

    VAI MAIS UMA DICA: LEIA A BÍBLIA, SEM A LEITURA DA BÍBLIA É IMPOSSÍVEL CONHECER A DEUS E O MUNDO DE DEUS.

  130. Comentário do Alexandre: “…VOCÊS NÃO ACUSARAM, MAS ESTÁ AÍ A PROVA, NINGUÉM PROVOU NADA, E COMO ELE MESMO DISSE, NEM VÃO PROVAR.”

    Resposta: Não acusamos mesmo. Que bom que você mesmo notou.

    E não estamos preocupados com os negócios do Sr.Malafaia.

    Os erros comuns aos homens não escolhem religião, credo, sexo ou profissão.

    Jesus nos adverte que devemos temer mais os que matam a alma.

    Ou seja, Jesus nos adverte para aqueles que pegam heresias que condenam ao inferno.

    E como tem gente ouvindo estes que pregam heresias !!!

    É por isto que não gostamos de malafaia.

    Não porque fez isto ou aquilo.

    Sabemos que ele pode errar. E sabemos que pode se levantar também.

    Condenamos sua doutrina que é herética, anti bíblica, falsa e infernal.

  131. Nelci, não perca o teu tempo com Alexandre.

    Nada que você explique será suficiente.

    Ele sempre usará dois pesos e duas medidas.

    Sua missão é defender malafaia. Só isto.

    Baba ovismo clássico de evangélico ao seu pastor.

  132. Mentira do Alexandre: ““VÃO PELO MUNDO TODO E PREGUEM O EVANGELHO A TODAS AS PESSOAS”. MARCOS 16:15. A ORDEM DE JESUS FOI PREGAR A BÍBLIA E NÃO TRADIÇÃO CATÓLICA.”

    JESUS MANDOU PREGAR AS BOAS NOVAS. JESUS NÃO MANDOU PREGAR A BÍBLIA.
    NEM EXISTIA BÍBLIA NO TEMPO DE JESUS.

    TUA TÁTICA DE PASTOR EVANGÉLICO DISTORCENDO A BÍBLIA NÃO FUNCIONA POR AQUI.

  133. MENTIRA DO ALEXANDRE: “VAI MAIS UMA DICA: LEIA A BÍBLIA, SEM A LEITURA DA BÍBLIA É IMPOSSÍVEL CONHECER A DEUS E O MUNDO DE DEUS.”

    A FÉ VEM PELO OUVIR. É O QUE ENSINA A BÍBLIA. “Logo a fé vem pelo ouvir” Romanos 10:17

    NENHUMA INTERPRETAÇÃO É DE CARÁTER PARTICULAR. É O QUE ENSINA A BÍBLIA.
    Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação.
    2 Pedro 1:20

    PARA CONHECER A DEUS: ENSINOU JESUS.

    Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou.
    Lucas 10:16

    Mas, respondendo ele, disse-lhes: Minha mãe e meus irmãos são aqueles que ouvem a palavra de Deus e a executam.
    Lucas 8:21

    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

    Conclusão:

    O Sr.Alexandre “interpreta” quando a própria Bíblia proíbe de faze-lo.

    O Sr.Alexandre desenvolve sua fé fuleira e grotescca a partir da leitura bíblica, quando a Bíblia ensina que a fé vem pelo ouvir.

    O Sr.Alexandre pretende conhecer a vontade DEUS a partir da sua leitura e das pregações histéricas do Sr.Malafaia.

    A Bíblia ensina que é preciso ouvir aqueles a quem Jesus enviou.

    O SR ALEXANDRE OUVE AQUELES A QUEM JESUS NÃO ENVIOU. AQUELES QUE JESUS ENVIOU ELE NÃO QUER OUVIR.

    A Bíblia ensina que são irmãos e mãe de JESUS AQUELES QUE OUVEM.

    o Sr.Alexandre não ouve, exceto, o que o senhor malafaia prega.

  134. MENTIRA DO SR.ALEXANDRE: “MARIA FOI CANAL DE BÊNÇÃO ENQUANTO ESTEVE VIVA, HOJE, COMO ESTÁ MORTA, NÃO PODE SER CANAL DE BÊNÇÃO PARA NINGUÉM, A NÃO SER PARA OS MARIÓLATRAS QUE INFELIZMENTE ACHAM QUE ELA PODE FAZER ALGO PARA ELES.”

    Jesus Cristo não mente.

    O Sr.Alexandre tal como seu chefe malafaia, fazem de Jesus um mentiroso.

    Jesus Cristo não muda. É o mesmo ontem, hoje e eternamente.

    O Sr.Alexandre tal como seu mentor malafaia, fazem de Jesus um metiroso.

    A Bíblia ensina que DEUS É DEUS DOS VIVOS E NÃO DOS MORTOS.

    NA TRANSFIGURAÇÃO MOISÉS E ELIAS ESTAVAM VIVOS.

    Jesus disse ao ladrão da cruz: “AINDA HOJE, ESTAREMOS JUNTOS NO PARAÍSO.”

    Alexandre desmente Jesus e diz que o ladrão da cruz está dormindo, enquanto Jesus está vivo.

    Para Alexandre e seu doutrinador Malafaia, Jesus mentiu ao ladrão da cruz.

  135. Comentário do Sr.Alexandre: “O SENHOR JESUS QUANDO CHEGOU À NAZARÉ ENTROU NA SINAGOGA, PEGOU A BÍBLIA E ENSINOU A PALAVRA DE DEUS AO POVO.”

    FINALMENTE O SR.ALEXANDRE DESCOBRIU DUAS COISAS QUE SEMPRE NEGOU:

    PRIMEIRO É PRECISO QUE ALGUÉM ENSINE A PALAVRA DE DEUS.

    SEGUNDO, O VERDADEIRO APRENDIZADO VEM PELO OUVIR. AQUELES QUE APRENDERAM, APRENDERAM OUVINDO JESUS PREGANDO.

    Se prevalecesse a tese herética do Sr.Alexandre, ao invés de pregar na Sinagoga, JESUS TERIA QUE DISTRIBUIR BÍBLIAS A TODOS PRESENTES.

    AINDA BEM QUE A DOUTRINA DE JESUS NÃO É IGUAL A DOUTRINA DE ALEXANDRE.

    QUEM OUVE JESUS TEM VIDA. E VIDA EM ABUNDÂNCIA.

    QUEM OUVE ALEXANDRE ESTÁ MORTO.

  136. MENTIRA DO SR.ALEXANDRE: “DENUNCIO PECADO, A IGREJA CATÓLICA É HERÉTICA E IDÓLATRA, E COMO FILHO DE DEUS, MEU DEVER É DENUNCIAR O QUE ESTÁ ERRADO, MOSTRANDO NA BÍBLIA O QUE É CERTO, É SÓ LER, QUE SAI DA IGNORÂNCIA.”

    Mentira !

    O Sr.Alexandre não denunciou malafaia que disse que sexo anal e sexo oral estão liberados.

    O Sr.Alexandre não denunciou macedo que prega pelo aborto.

    O Sr.Alexandre não denunciou Cerullo e Murdock que pregam a prosperidade com seu chefe malafaia.

    O Sr.Alexandre não denunciou RR Soares que negou o Espírito Santo.

    O Sr.Alexandre não denunciou Santiago que negou a divindade de Jesus.

    O Sr.Alexandre não denunciou o Reverendo Moon e Abner Ferreira(vice de malafaia) que pregava que a obra de Cristo não foi perfeita.

    O Sr.Alexandre não denuncia o pecado.

    O Sr.Alexandre aponta apenas o dedo na cara dos outros. Igual ao seu chefe mulambo.

    O Sr.Alexandre não liga para heresias.

    O Sr.Alexandre é apenas anti católico.

    Ela atacará a Igreja mesmo que ouça um católico confessando Jesus como Senhor.

    E defenderá malafaia mesmo que o pastoreco diga, por exemplo: “TEU PASTOR É PILANTRA ? TEU PASTOR É LADRÃO ? NÃO TOCA NO UNGIDO DO SENHOR.”

  137. MENTIRA DO SR.ALEXANDRE: “SOBRE AS IMAGENS DOS CATÓLICOS, É OUTRA ABERRAÇÃO:”

    Êxodo 25, 18- 22 diz: “Farás dois querubins de ouro polido nas duas extremidades do propiciatório um de cada lado, de modo que os dois querubins estejam nos dois extremos do propiciatório… Ali me encontrarei contigo, e de cima do propiciatório, do meio dos dois querubins colocados sobre a arca da aliança, eu te comunicarei tudo o que deves ordenar aos israelitas.”

    Deus disse: “Faze uma serpente de bronze e coloca-a sobre uma haste. Todo aquele que for mordido e olhar para ela, será curado”. Então quando alguém era picado por uma serpente olhava para a serpente de bronze, ficava curado. Isso está escrito em Números 21, 4-9.

    Em I Reis 6,23-27 “no Santíssimo Salomão mandou instalar dois querubins de madeira de dez côvados de altura….O primeiro querubim tinha cinco metros de altura e da mesma forma o segundo.Colocou os querubins no meio da parte interior do templo…”

    Em Ezequiel 41,17 “Dentro e fora do templo, em volta de todas as paredes externas e internas estavam pintadas querubins e palmeiras.”

    Em II Crônicas 3, 10 “No Santo dos Santos mandou erigir dois querubins esculpidos revestidos de ouro. A extensão total das asas dos querubins era de dez metros.”

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    CONCLUSÃO:

    Em gênesis 1, 27 “Deus criou o ser humano à sua imagem, a imagem de Deus o criou Homem e Mulher ele os criou”

    Em Colossenses 1, 15 “Cristo é a imagem do Deus invisível”

    Em Romanos 8, 29 “Pois aos que ele conheceu desde sempre, também os predestinou a se configurarem com a imagem de seu Filho …”

    Deus mandou fazer muitas imagens na Bíblia.

    QUEM DIZ QUE DEUS PROÍBIU IMAGENS PROVA APENAS QUE NÃO CONHECE A BÍBLIA.

  138. A prova do puxa saquismo repugnante e detestável ao paxtoreco evangélico:

    “EM SUA DENÚNCIA, O PASTOR PROVOU COM FARTA DOCUMENTAÇÃO, QUE OS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL INVESTIGARAM DURANTE MUITO TEMPO (A IGREJA ADVEC E A AVEC), E NÃO ARRUMARAM NADA CONTRA ELE.”

    Que coisa !!!
    Coitadinho do pastor silas.
    Que injustiça.
    Só ele que não pode sofrer investigação.
    Só ele que cai na malha fina.
    O mundo inteiro está contra o malafaia.
    Coitado !
    Como é duro ser rico !!!
    Que pastor ungido e abençoado !!!
    Ainda bem que não falta é trouxa para lhe puxar o saco !!!

  139. MENTIRA DO SR.ALEXANDRE: “NAS MISSAS NÃO SE APRENDE O MAIS IMPORTANTE QUE É A PALAVRA DE DEUS.”

    Até parece que o Sr.Alexandre frequenta a Missa.

    Se frequenta, não entende nada.

    Na Santa Missa se aprende que Jesus Cristo é o centro de tudo.

    Na Santa Missa são feitas de 3 a 4 leituras bíblicas, sendo uma necessariamente referente a um dos evangelhos.

    Nas seitas judaízantes do tipo malafentas é que se prega ainda no velho testamento.

    COMO É INGÊNUO O SR.ALEXANDRE QUERENDO NOS ENSINAR O QUE APRENDE OU O QUE SE ENSINA NA SANTA MISSA.

    Como é inocente ou talvez sem noção !

  140. MENTIRA DO SR.ALEXANDRE: “É QUE OBEDEÇAM A SUA PALAVRA E NÃO TRADIÇÃO”

    O que ensina a Bíblia que o SR.ALEXANDRE NÃO SABE PORQUE ESTAVA OUVINDO O CD HERÉTICO DO SEU ÍDOLO MALAFAIA:

    “Portanto, irmãos, ficai firmes; guardai as TRADIÇÕES que vos ensinamos ORALMENTE ou por ESCRITO” (2 Ts 2, 15), e:

    “Nós vos ordenamos, irmãos, em nome do Senhor Jesus Cristo, que vos afasteis de todo irmão que leve vida desordenada e contrária à TRADIÇÃO que de nós receberam” (2 Ts 3, 6),

    “Toma por modelo as sãs palavras que de mim ouviste, com fé e com o amor que está em Cristo Jesus. Guarda o bom depósito, por meio do Espírito Santo que habita em vós” (2 Tm 1, 13-14)

    “Eu vos louvo por vos recordardes de mim em todas as ocasiões e por conservardes as TRADIÇÕES tais como vo-las transmiti (1 Cor 11, 2).

    CONCLUSÃO:

    QUEM OBEDECE A PALAVRA COMO QUER O SR.ALEXANDRE, TAMBÉM DEVERIA OBEDECER A TRADIÇÃO.

    MAS O PAXTÔ NÃO DEIXA.

    E TODOS DIZEM AMÉM.

  141. MENTIRA DO SR.ALEXANDRE: “ESCREVO-LHES ESTAS COISAS PARA QUE VOCÊS NÃO PEQUEM. SE, PORÉM, ALGUÉM PECAR, TEMOS UM INTERCESSOR JUNTO AO PAI, JESUS CRISTO, O JUSTO.”

    A tática do Sr.Alexandre aprendida na Eslavec com o mestre das heresias e das mentiras, é cortar todos os textos pela metade.

    Vamos ao texto completo que o Sr.Alexandre omitiu porque pensa que está lidando com SEUS IRMÃOS EVANGÉLICOS:

    Meus filhinhos, escrevo-lhes estas coisas para que vocês não pequem. Se, porém, alguém pecar, temos um intercessor junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo.
    Ele é a propiciação pelos nossos pecados, e não somente pelos nossos, mas também pelos pecados de todo o mundo.
    1 João 2:1-2

    Nota-se que a intercessão ali descrita refere-se a redenção do homem.

    Não estamos falando de redenção para obtenção de graças.

    Maria não salva ninguém.

    Ela mesmo foi salva pelos méritos antecipados de Jesus Cristo.

    O Sr.Alexandre distorce o texto bíblico pensando que está lidando com os ignorantes que frequentam a sua escola chefiada por malafaia.

    Além disto, Maria é intercessora junto ao filho.

    Ela intercedeu nas bodas de Canã e o filho lhe atendeu, MUITO EMBORA NÃO TIVESSE CHEGADO A SUA HORA.

    Está na Bíblia. Está na Bíblia protestante.

    O catecismo da Igreja ensina as crianças desde os 07 anos de idade exatamente isto.

    Jesus Cristo é o único mediador entre DEUS e os homens.

    E o Sr.Alexandre já sabe disto.

    O texto lhe foi passado mais de uma vez.

    O Sr.Alexandre precisa se convencer de que os truques de pastor evangélico por aqui não funcionam.

    As distorções bíblicas, os versículos fora do contexto, as mentiras históricas, os achismos de pastor, os sofismas e especialmente os julgamentos com dois pesos e duas medidas já são mais do que conhecidos e estão com seus dias contados.

    Pelo simples fato de ser um súdito de malafaia, já não é possível que alguém acredite em uma só palavra do que escreve o Sr.Alexandre.

    Não por acaso ele tentou esconder o fato o maior tempo possível.

    Mas no final teve que assumir o fardo excessivamente pesado.

  142. OH! ANDERSON,
    PRIMEIRO LUGAR, EU PEÇO A DEUS QUE RETIRE DE VOCÊ ESSE ESPÍRITO DEMONÍACO AGRESSOR. QUANTAS PALAVRAS DE ÓDIO, E SE DIZ SERVO DE DEUS, TÁ MAIS PRA SERVO DO DIABO!!!

    E COMO VC É MEDÍOCRE COM RELAÇÃO A BÍBLIA, ENTENDA UMA COISA:

    JESUS LEU O LIVRO DE ÍSAIAS NA PASSAGEM QUE COMENTEI, ESSE LIVRO ESTÁ AONDE? NA BÍBLIA OU NA TRADIÇÃO CATÓLICA?

    E OUTRA, É ÓBVIO QUE A FÉ VEM PELO OUVIR, MAS SE NÃO TIVER QUEM LEIA, COMO OUVIRÃO?

    VAI ESTUDAR UM POUCO, PORQUE ALÉM DE MEDÍOCRE E IGNORANTE, É ANALFABETO QUANDO SE TRATA DE BÍBLIA SAGRADA.

    VOCÊ PODE SER PHD EM TRADIÇÃO CATÓLICA, CATECISMO, ETC… SABE O QUE ISSO SIGNIFICA PARA DEUS? NADA?

    PARA DEUS IMPORTA QUE O HOMEM OBEDEÇA A SUA PALAVRA. SIMPLES ASSIM.

    QUANDO VC ESTIVER NO MEU NÍVEL, VEM DEBATER A BÍBLIA, QUANDO PUDER, PORQUE NO MOMENTO VC NÃO DÁ NEM PARA O COMEÇO. EU QUE NÃO SOU CATÓLICO, E SEI MAIS DO CATOLICISMO DO QUE VOCÊ CARA, E VC AINDA QUER DEBATER!!! ACORDA FILHÃO!!!
    VAI APRENDER, PORQUE A GENTE SÓ PODE DAR O QUE TEM, E A ÚNICA COISA QUE VOCÊ TEM PARA DAR NESTE BLOG ATAQUE DE PITI!!! NÃO AGREGA NADA DE BOM!

  143. MENTIRA DO SR.ALEXANDRE: ”

    “SEM A LEITURA DA BÍBLIA É IMPOSSÍVEL CONHECER A DEUS E O MUNDO DE DEUS.”

    A BÍBLIA ENSINA DIFERENTE DO QUE ENSINA O SR.ALEXANDRE:

    “Todavia, se eu tardar, quero que saibas como deves portar-te na casa de Deus, que é a Igreja de Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade”. (1Tm 3,15)

    A Igreja deve ser ouvida.

    Quem não ouve a Igreja, no singular, está longe da verdade.

    É O QUE ENSINA A BÍBLIA.

  144. MENTIRA DO SR.ALEXANDRE: “PRIMEIRO LUGAR, EU PEÇO A DEUS QUE RETIRE DE VOCÊ ESSE ESPÍRITO DEMONÍACO AGRESSOR. QUANTAS PALAVRAS DE ÓDIO, E SE DIZ SERVO DE DEUS, TÁ MAIS PRA SERVO DO DIABO!!! ”

    Ele provou ser um servo de malafaia. Usa até mesmo as expressões de seu professor.

    Ele só está com raiva porque foi confrontado.

    Ele não sabe como responder e nem tem capacidade para contestar.

    É apenas um copista. Um repetidor e colador de textos.

    Ele finaliza: “QUANDO VC ESTIVER NO MEU NÍVEL, VEM DEBATER A BÍBLIA,”

    NÃO QUERO NUNCA FICAR NO TEU NÍVEL. QUE O BOM DEUS ME LIVRE DISTO.

    imagina ser um seguidor de malafaia ???

    Que nojo !!!

  145. ALEXANDRE fugiu de diversas perguntas.

    ISTO É FATO.

    E, usando o conhecido chavão evangélico: CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS

    FORAM DEZENAS DE PERGUNTAS SIMPLES NÃO RESPONDIDAS.
    Só da Lilian foram talvez duas dezenas.

    Sua fuga se dá ESPECIALMENTE QUANDO SE COLOCAM PARA ELE DUAS OU MAIS DOUTRINAS DE EVANGÉLICOS DIVERGENTES ENTRE SI.

    FICA COMPLICADO PARA O ALEXANDRE CONDENAR A DOUTRINA DE UM E ENDOSSAR A DOUTRINA DE OUTRO.

    LÓGICO. SE UMA DAS DOUTRINAS ESTÁ ERRADA, LOGO OUTRAS PODEM ESTAR.

    E se evangélicos erram quando “interpretam” a Bíblia, AO CONTRÁRIO DO QUE DIZEM, O ESPÍRITO SANTO NÃO ASSISTE NENHUM EVANGÉLICO NA INTERPRETAÇÃO BÍBLICA.

    DO CONTRÁRIO, OBVIAMENTE, se os evangélicos fossem assistidos na “interpretação” bíblica, NUNCA NINGUÉM ASSISTIRIA HERESIA NO MEIO EVANGÉLICO E NEM HAVERIA DIVERGÊNCIAS ENTRE ELES.

    É lógico que o Espírito Santo não pode assistir o evangélico em sua interpretação bíblica.
    Se a palavra de DEUS condena a interpretação privada, como seria possível que o mesmo

    DEUS permitisse a interpretação particular ?

    Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação. 2 Pedro 1:20

    EVANGÉLICO INTERPRETANDO A BÍBLIA NÃO PODE CABER NA CABEÇA DE NINGUÉM COM O MÍNIMO DE HONESTIDADE INTELECTUAL.

    CONDENANDO AS DOUTRINAS ESPÚRIAS DE SEUS PARES, ALEXANDRE ESTARIA ADMITINDO QUE TUDO SERIA ACHISMO DE CADA UM.

    ENTENDEMOS O SEU SILÊNCIO.

    CONTUDO, LEMBRAMOS ao Alexandre, o “doutor”, “perito” e “mestre” bíblico QUE ESTE SILÊNCIO QUE BEIRA A OMISSÃO E POR VEZES A CÚMPLICIDADE, NÃO PASSARÁ DESAPERCEBIDO DO JUÍZ QUE TUDO ENXERGA.

    Exatamente por isto é que não queremos mais o debate como Sr.Alexandre.

    Da minha parte, as eventuais intervenções se darão somente quando ele estiver tentando fazer a pregação de suas heresias diante de um católico ainda não conhecido por aqui.

    Bastou constatar que este católico é firme na fé, nem mesmo precisaremos prosseguir.

    No passado foi fácil para as seitas manipularem o povo mais desinformado.

    Com o advento da internet e celulares e canetas que também gravam imagens e sons em alta definição, os manipuladores estão com dificuldades em reprisar os discursos de outrora que tanto enganaram as pessoas.

    Hoje com facilidade podem ser desmascarados e quaisquer distorções que possam promover já são imediatamente objeto de postagem na Internet.

    Os lobos estão uivando cada vez menos.

    ISTO TAMBÉM É FATO.
    E CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS

  146. Eu fiz muitos questionamentos ao Sr.Alexandre.

    Ele nunca respondeu.

    Ele só sabe dizer feito um disco quebrado:

    “Você é bem fraquinho de Bíblia”

    “Vamos ler a Bíblia minha gente.”

    “O teu discurso é cheio de ódio.”

    “Vamos debater sério ?”

    “E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará.”

    “Contra fatos não há argumentos.”

    “kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk”

    Sempre com duas perguntas para cada uma que se faz a ele.

    Sempre com versículos soltos fora do contexto.

    Sempre deturpando a palavra de DEUS e cortando parte do texto para modificar-lhe o sentido.

    Sempre julgando com dois pesos e duas medidas.

    Sempre acusando os católicos sem provas.

    Sempre defendendo os pastores em que pese as provas. Vide o caso do malafão quando disse que não se deve tocar no ungido, referindo-se aos pastores pilantras e ladrões.

    Não tenho qualquer esperança quanto a ele.

    Sua missão aqui é defender malafaia custe o que custar.

    Eis o ápice da bajulação e puxa saquismo:

    Palavras do Alexandre: “EM SUA DENÚNCIA, O PASTOR PROVOU COM FARTA DOCUMENTAÇÃO, QUE OS AUDITORES FISCAIS DA RECEITA FEDERAL INVESTIGARAM DURANTE MUITO TEMPO (A IGREJA ADVEC E A AVEC), E NÃO ARRUMARAM NADA CONTRA ELE. ”

    Como se ele tivesse visto os documentos.

    Como se ele fosse o auditor da receita federal que cuidou do processo.

    A quem ele quer enganar ?

    Será que realmente o Alexandre pensa que nós somos da Eslavec e qualquer história azeda e mau cheirosa de pastor evangélico vai criar impacto entre nós ?

    Será que ele realmente acredita que estamos impressionados com a defesa patética do Sr.Malafaia ?

    Acorda Alexandre.

    Você vive no mundo da fantasia.

    Desgruda do zangão e olha para Jesus que cura, liberta, salva e FUNDA IGREJA.

  147. Não é fantasia, não é impressão errada, não é ilusão de ótica, o Alexandre realmente ACREDITA EM CADA PALAVRA DO MALAFAIA. ELE ACREDITOU MAIS UMA VEZ !!!!

    Bem…ele acreditou que um vídeo editado é a mesma coisa que vídeo montado.

    Por que me espanto ?

  148. VCS ME FAZEM SORRIR! JÁ DEIXEI VÁRIAS PERGUNTAS SEM RESPOSTAS.
    E VOCÊS, JÁ FIZ MILHARES DE PERGUNTAS, E NUNCA RESPONDERAM, E NUNCA VÃO RESPONDER, PELO MENOS DENTRO DA BÍBLIA NÃO.

    RESPONDER SEM RESPALDO BÍBLICO NÃO É RESPOSTA.

    RESPONDER COM RESPALDO DO CATECISMO, NÃO SERVE PARA NADA.

    SERÁ QUE VCS NUNCA VÃO ENTENDER, QUE O RESPALDO PARA O CRISTÃO É A BÍBLIA.

    TRADIÇÃO E CATECISMO SÓ SERVE PARA O CATÓLICO E MAIS NINGUÉM.

    PALAVRA DE DEUS É SÓ UMA. A BÍBLIA SAGRADA.

  149. Sim é verdade. Ele acreditou no que disse o malafaia.

    Não estamos delirando não. Ele acredita mesmo no Sr.Camaleão.

  150. Então Paulo e Barnabé lhes responderam corajosamente: “Era necessário anunciar primeiro a vocês a palavra de Deus; uma vez que a rejeitam e não se julgam dignos da vida eterna, agora nos voltamos para os gentios.

    Atos 13:46

    ERA NECESSÁRIO ANUNCIAR O QUÊ? O QUÊ? O QUÊ? O QUÊ?

    A SIM, A PALAVRA DE DEUS.

    ERA NECESSÁRIO ANUNCIAR A PALAVRA DE DEUS, E NÃO TRADIÇÃO!!! A BÍBLIA DIZ TUDO.

  151. A PALAVRA DE DEUS É ESCRITA E FALADA.

    QUAL É A DIFICULDADE ?

    O TEXTO NÃO DIZ BÍBLIA. O TEXTO DIZ A PALAVRA DE DEUS.

    DEUS FALA. DEUS NÃO É MUDO. DEUS FALA ATÉ NO SEU SILÊNCIO.

    A GLÓRIA DE DEUS ESTÁ POR TODO LADO, EM TODOS OS CANTOS E EM TUDO QUE HÁ.

    NÃO DIMINUA DEUS, FAZENDO DELE UM REFÉM DA TUA EDIÇÃO ALMEIDA E FERREIRA.

    DEUS FALA ATRAVÉS DO ESPÍRITO SANTO.

    DEUS FALOU COM MOISÉS E NÃO USOU BÍBLIA.

    NÃO FALE ASNEIRA.

    E SE VOCÊ MESMO LÊ E DIZ QUE PAULO E BARNABÉ ANUNCIARAM, ENTÃO A FÉ DE FATO VEM PELO OUVIR.

    DO CONTRÁRIO VOCÊ DIRIA QUE PAULO E BARNABÉ DISTRIBUÍRAM BÍBLIAS.

    E NÃO FOI ISTO QUE ELES FIZERAM.

    ANUNCIARAM DE BOCA, ANUNCIARAM ORALMENTE.

    ISTO CHAMA-SE TRANSMISSÃO ORAL, TRADIÇÃO.

    ALEXANDRE, VOCÊ É UMA ABERRAÇÃO.

    CONSEGUE DISTORCER A BÍBLIA LENDO APENAS PARTE DOS TEXTOS OU MESMO PALAVRAS SOLTAS.

    NÃO LÊ O QUE NÃO INTERESSA.

    VOCÊ JOGA FORA TUDO QUE TE CONDENA.

    POR ISTO VOCÊ É UM HEREGE.

    PORQUE ESCOLHE DO EVANGELHO APENAS O QUE GOSTA.

    CITA PAULO NO TEXTO QUE APARENTEMENTE TE FAVORECIA.

    ESQUECE QUE O MESMO PAULO ENSINA A TRADIÇÃO CONFORME JÁ ENSINADO DIVERSAS VEZES. FICOU ATÉ CANSATIVO.

    E FAZ ISTO DISSIMULADAMENTE.

    COM A MAIOR CARA DE PAU.

    E PENSA REALMENTE QUE IRÁ CONVENCER ALGUÉM.

    VOCÊ SOFRE UMA LAVAGEM CEREBRAL DE UM LÍDER CARISMÁTICO E GANANCIOSOS E INFERNAL.

    EU ROGO A DEUS QUE TE LIBERTE POR MEIO DE JESUS CRISTO DESTA ARMADILHA NA QUAL VOCÊ MERGULHOU AO PONTO DE NEGAR A PALAVRA DE DEUS PARA DEFENDER COM UNHAS E DENTES HERESIAS DEFENDIDAS POR UM SUJEITO SEM ALMA E SEM AMOR CRISTÃO NO CORAÇÃO.

    Honestamente, que DEUS te livre da peste.

  152. Os ídolos deles, de prata e ouro, são feitos por mãos humanas.
    Têm boca, mas não podem falar, olhos, mas não podem ver;
    têm ouvidos, mas não podem ouvir, nariz, mas não podem sentir cheiro;
    têm mãos, mas nada podem apalpar, pés, mas não podem andar; nem emitem som algum com a garganta.
    Tornem-se como eles aqueles que os fazem e todos os que neles confiam.

    Salmos 115:4-8

    Estudar e meditar na Bíblia, é preciso!!!

  153. O GRANDE ÓDIO CONTRA O CATOLICISMO SE DÁ PELA FÚRIA QUE MUITOS MANIPULADOS ACABAM DESENVOLVENDO CONTRA A SANTA MÃE DE JESUS CRISTO, SEDUZIDOS QUE SÃO PELAS SEITAS E NUTRIDOS POR LOBOS E MERCENÁRIOS

    Mas como sabemos está escrito:

    “E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar.”
    Gênesis 3:15

    O que a Bíblia ensina e que os hipócritas fingem que não sabem:

    Isabel, que ficou cheia do Espírito Santo com a visita de Maria, chamou-a de “mãe do meu Senhor”.

    Estes blasfemadores chamam a mãe de Jesus Cristo de “mulher como outra qualquer”…

    Com a chegada de Maria grávida DO SENHOR DA GLÓRIA, Isabel ficou repleta do Espírito Santo.

    Estes homens e mulheres sem alma ficam cheio de RAIVA quando se menciona o nome de Maria. JAMAIS FICAM REPLETOS DO ESPÍRITO SANTO COMO FICOU ISABEL.

    João Batista estremeceu no ventre de Isabel ao ouvir a voz de Maria.

    Estes adoradores de homens se enfurecem quando ouvem o nome Maria.

    Estas pessoas sem amor cristão jamais estremecem de alegria quando escutam sobre Maria.

    João, o discípulo amado, levou Maria para a casa. E aceitou o que Jesus lhe disse: “…eis a tua mãe.”

    Estes impiedosos não só sacodem os ombros para o pedido de Jesus como também, se possível fosse, expulsariam a santíssima virgem ou qualquer referência ao seu nome de todo e qualquer lugar

    Por isto quebram imagens aqui e acolá.

    Por isto existem projetos de aves de rapina querendo mudar nomes de cidades ou por fim aos feriados religiosos que remetem ao nome da MÃE DO SALVADOR.

    Estes FANTOCHES E MARIONETES DE URUBUS E CÃES GULOSOS que se fazem doutores, mesmo lendo na Bíblia que Isabel disse sobre Maria: “Mãe do meu Senhor” e mesmo que saibam que o Senhor é DEUS e não há outro além dele, COMETEM A INFAME, IMORAL E AMORAL AUDÁCIA DE PROCLAMAREM EM ALTO EM BOM SOM QUE MARIA NÃO É MÃE DE DEUS.

    A Bíblia ainda diz que Maria será chamada de bem aventurada por toda as gerações.

    Os escorpiões que não cumprem a profecia bíblica chamam a mãe do REDENTOR DO GÊNERO HUMANO de mulher pecadora como qualquer outra.

    O grande ódio é dirigido sempre contra Maria.

    A maior parte dos ataques e postagens tem por objetivo desmerecer o papel de Maria na história do cristianismo.

    O tempo todo Maria é alvo de calúnias, difamações, ataques gratuitos e elevada por eles, não por nós católicos a condição de deusa do catolicismo.

    Raça de bajuladores ávidos por novidades e “mestres” !!!

  154. ANDERSON, A TUA FALTA DE CONHECIMENTO DE DEUS ASSUSTA, POIS A BÍBLIA ESTÁ AÍ, PARA TODOS LEEM.

    NO MOMENTO, ESTOU COM UM POUCO DE PRESSA, MAS AMANHÃ, LHE DAREI UMA AULA SOBRE ESTE VERSÍCULO. Gênesis 3:15

    AGUARDE, QUE VOCÊ AGREGARÁ CONHECIMENTO DE DEUS PARA SUA VIDA.

  155. OI Alexandre, diferente do que ocorre no meio evangélico, eu não tenho vergonha em reconhecer a minha ignorância.

    E muito menos tenho medo do aprendizado.

    Só não espere que eu deixe de aprender com a Igreja Coluna e Sustentáculo da verdade para aprender com você, marcos pereira, malafaia, macedo, valnice ou santiago.

    Isto, com certeza não irá acontecer.

    A minha falta de conhecimento bíblico alegada por você, curiosamente é bíblica.

    Lembra do Eunuco da Rainha ?

    E ele disse: Como poderei entender, se alguém não me ensinar? E rogou a Filipe que subisse e com ele se assentasse. Atos 8:31

    O eunuco desejou aprender com um apóstolo verdadeiro.

    Você prefere aprender com o apóstolo Hernandez ou com o apóstolo Santiago ou o missionário soares.

    Ademais, você não sabe, porque estava assistindo o programa de vendas do malafaia, mas a fé vem pelo ouvir.

    “Logo a fé vem pelo ouvir…” Romanos 10:17

    No passado Jesus condenou os fariseus que decoravam textos.

    Examinais as Escrituras, porque julgais ter nelas a vida eterna, e elas mesmas são as que dão testemunho de mim; João 5:39

    Finalmente, a própria Bíblia com extrema sabedoria, eu diria sabedoria divina, condena aqueles que vivem pela letra. 2 Coríntios 3:6

    “Ele nos capacitou para sermos ministros de uma nova aliança, não da letra…”

    “… pois a letra mata, mas o Espírito vivifica.”

    Não fique assustado com meu conhecimento bíblico. Tem conserto.

    Foi para isto que Jesus nos deixou a sua Igreja.

    Por isto que ele enviou o Espírito Santo. Para que ela possa ser assistida permanentemente.

    O desejo de Jesus é que nenhum de nós se perca.

    E assim, é natural que ele não queira que um filho amado como eu fique a minha própria sorte, sujeito as minhas fraquezas, preguiça, limitações intelectuais, soberba, arrogância, etc…

    O que me assusta em você não é a tua falta de conhecimento bíblico, pois isto seria natural e esperado sabendo quem são teus chefes, ídolos, mestres e parceiros.

    Mas o que ma assusta é você pensar que tem conhecimento bíblico.

    Neste caso já não temos culpa, mas dolo.

    “Bem aventurado aquele que não se condena naquilo que aprova.”

  156. MARIA ESMAGA A CABEÇA DA SERPENTE

    E COMO PROMETIDO AO ANDERSON, QUERO AGORA ENSINAR COM EXEGESE, O QUE SIGNIFICA O TEXTO EM QUESTÃO. POR ISSO, PEÇO AOS DEBATEDORES QUE LEIAM, MAS LEIAM MESMO, SÓ ASSIM, AGREGARÃO CONHECIMENTO DE DEUS.

    É DITO NOS SITES CATÓLICOS QUE MARIA É A MULHER QUE ESMAGOU A CABEÇA DA SERPENTE, NA DESCRIÇÃO DE GÊNESIS 3:15, ONDE A MAIORIA DAS VERSÕES CATÓLICAS VERTEM O TEXTO DA SEGUINTE FORMA:

    “E porei inimizade entre ti e a mulher, e entre a tua semente e a sua semente; esta te ferirá a cabeça, e tu lhe ferirás o calcanhar” (Gênesis 3:15)

    “Esta”, SEGUNDO OS CATÓLICOS, SE REFERE À MARIA, É CLARO! O TEXTO, NA VISÃO DE ALGUNS CATÓLICOS MAIS ANIMADOS, SIGNIFICA NADA MAIS E NADA MENOS QUE ISSO:

    É ISSO MESMO. PARA OS CATÓLICOS, DEUS ESTAVA PROFETIZANDO O SURGIMENTO DO PROTESTANTISMO EM GÊNISIS 3:15, E, BASEADO NISSO, ELES DIZEM QUE OS PROTESTANTES SÃO OS “FILHOS DA SERPENTE” E ELES SÃO OS FILHOS DE MARIA. E TOME MUITO CUIDADE PARA NÃO DUVIDAR OU QUESTINOAR ESSA INTERPRETAÇÃO MALUCA, SENÃO ELES VÃO DIZER QUE VOCÊ ODEIA MARIA, QUE É FILHO DA SERPENTE E QUE ESTÁ PISANDO NO CALCANHAR DELA. TOME MUITO CUIDADO! RISOS!!!

    SÓ PARA DEIXAR CLARO, PARA O ANDERSON ENTENDER E APRENDER E DEIXAR DE FALAR BURRADA POR AÍ, E NÃO PASSAR MAIS VERGONHA. CABE RESSALTAR AQUI QUE O ORIGINAL HEBRAICO TRAZ “ele” (e não “ela”) QUE FERIRIA A CABEÇA DA SERPENTE. A VERSÃO BÍBLICA LTT (BÍBLIA LITERAL DO TEXTO TRADICIONAL), QUE VERTE O TEXTO HEBRAICO DA MANEIRA MAIS LITERAL POSSIVEL, DIZ:

    “Em hebraico, é ‘ele’, masculino. Portanto, é o Semente (o Cristo) de Eva, e não ela”

    POR ISSO, COMO ESTÁ NO MASCULINO, E NÃO NO FEMININO, A TRADULÇÃO CORRETA DA PASSAGEM SERIA “este te ferirá a cabeça”, E NÃO “esta te ferirá a cabeça”.

    PORTANTO, É “ele” (hû´), E NÃO “ela” (hî´), QUE ESMAGA A CABEÇA DA SERPENTE. Gênesis 3.15 É CONHECIDO NA ERUDIÇÃO COMO “PROTOEVANGELHO”, SENDO A 1ª MENÇÃO DE YESHUA NA BÍBLIA.

    TENDO EM VISTA O QUE O ORIGINAL HEBRAICO NOS DIZ, FICA CLARO QUE É JESUS QUEM ESMAGA A CABEÇA DA SERPENTE, E NÃO MARIA! E COMO FOI QUE CRISTO OBTEVE ESSA VITÓRIA SOBRE A SERPENTE?

    COMO EU JÁ DISSE QUE A BÍBLIA POR SI SÓ SE EXPLICA E QUE TEXTO SEM CONTEXTO (QUE CATÓLICO ADORA FAZER) É PRETEXTO PARA HERESIA, PAULO RESPONDE ISSO EM COLOSSENSES 2:14-15:

    “Havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz. E, despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo” (Colossenses 2:14-15)

    QUEM FOI QUE «tirou do meio de nós» A CÉDULA QUE NOS ERA CONTRÁRIA? MARIA? NÃO, JESUS!

    QUEM FOI QUE «cravou na cruz» E «riscou a cédula» DE ORDENANÇAS? FOI MARIA? NÃO, JESUS!

    QUEM FOI QUE «despojou os principados e potestades»? FOI MARIA? NÃO, JESUS!

    QUEM FOI QUE «expôs publicamente» OS PRINCIPADOS E POSTESTADES? FOI MARIA? NÃO, JESUS!

    QUEM FOI QUE «triunfou em si mesmo» CONTRA SATANÁS? FOI MARIA? NÃO, JESUS!

    PORTANTO, QUEM FOI QUE ESMAGOU A CABEÇA DA SERPENTE? FOI MARIA? NÃO, JESUS!

    DIANTE DE TODO O CONTEXTO, FICA ÓBVIO QUE AQUELE QUE TRIUNFOU SOBRE OS PRINCIPADOS E POTESTADES, OS DESPOJANDO E OS DERROTANDO, FOI O NOSSO SENHOR E SALVADOR JESUS CRISTO. OS CATÓLICOS, DE TÃO ESPIRITUALMENTE CEGOS QUE JÁ FICARAM, QUEREM TIRAR ESTE PAPEL DE NOSSO ÚNICO SENHOR E ENTREGÁ-LO A MARIA! ISSO NÃO É APENAS UMA EXEGESE FALIDA, DETURPADA E CÔMICA, É TAMBÉM UM ULTRAJE E UMA TOTAL BLASFÊMIA CONTRA A OBRA DE CRISTO EM TER REALMENTE TRIUNFADO SOBRE A SERPENTE.

    AO INVÉS DE PAULO TER CITADO MARIA COMO SENDO AQUELA QUE “ESMAGOU A SERPENTE” TENDO TRIUNFADO SOBRE PRINCIPADOS E POTESTADES (DEMÔNIOS), ELE APONTA UNICAMENTE JESUS CRISTO, O NOSSO SENHOR, COMO TENDO EFETUADO ESTA MISSÃO. ALIÁS, MARIA NEM SEQUER APARECE NAS EPÍSTOLAS DE PAULO, POIS ESTE NÃO CITA MARIA EM LUGAR NENHUMA DE SUAS CARTAS.

    SENDO ASSIM, CHEGA A SER RIDÍCULO INTERPRETAR A “MULHER” ALI NO TEXTO COMO SENDO UMA REFERÊNCIA A MARIA, E MAIS RIDÍCULO AINDA DIZER QUE FOI ELA QUEM ESMAGOU A CABEÇA DA SERPENTE. A SERPENTE É SATANÁS (Ap.20:2), E QUEM TRIUNFOU SOBRE SATANÁS NÃO FOI MARIA, MAS JESUS (Cl.2:14,15). JESUS TRIUNFOU SOBRE A SERPENTE (“ESMAGOU-A”) AO MORRER NA CRUZ, CONSEGUINDO DESPOJAR OS PRINCIPADOS E POTESTADES, E RISCANDO A CÉDULA DELES QUE NOS ERA CONTRÁRIA.

    O MÁXIMO QUE SATANÁS, A SERPENTE, FOI CAPAZ DE FAZER COM CRISTO FOI FERÍ-LO NO “CALCANHAR” (Gn.3:15), ISTO É, FAZÊ-LO SOFRER. DE FATO, JESUS E NÃO MARIA PASSOU PELA VIA DOLOROSA, CARREGOU A SUA CRUZ, LEVOU CHIBATADAS PELO EXÉRCITO ROMANO COM FLAGELO ROMANO, FOI COROADO COM UMA COROA DE ESPINHOS NA CABEÇA, FOI PENDURADO NUMA CRUZ, TEVE AS SUAS MÃOS E SEUS PÉS PREGADOS, ATÉ ENTREGAR O ESPÍRITO AO PAI. QUEM FOI QU SOFREU TUDO ISSO POR NÓS? FOI MARIA? NÃO, JESUS!

    PORTANTO, QUEM FOI QUE TEVE O “CALCANHAR” FERIDO? FOI MARIA? NÃO, JESUS!

    FOI JESUS QUEM SOFREU TUDO ISSO, E ELE QUEM EXECUTOU A PLENA VITÓRIA NA CRUZ DO CALVÁRIO CONTRA A ANTIGA SERPENTE, SATANÁS, JUNTO A SEUS PRINCIPADOS E POTESTADES.

    INTERPRETAR QUE TUDO ISSO SE REFERE À MARIA NÃO É SOMENTE UM ATROPELAMENTO EM CIMA DO ORIGINAL HEBRAICO, MAS É TAMBÉM UM DISPARATE CONTRA A EXEGESE, CONTRA AS SANTAS ESCRITURAS E CONTRA A OBRA DE REDENÇÃO DE CRISTO JESUS. O TEXTO, PORTANTO, ESTÁ FALANDO NADA A MAIS DO QUE ISSO:

    “E porei inimizade entre ti [A SERPENTE, SATANÁS] e a mulher [EVA], e entre a tua semente [INIMIGOS DE CRISTO] e a sua semente [CRISTÃOS]; este [CRISTO] te ferirá a cabeça, e tu [SATANÁS] lhe ferirás o calcanhar” (Gênesis 3:15)

    ISSO SE CHAMA EXEGESE BEM FEITA.

    NO HEBRAICO, NA BÍBLIA E NO CONTEXTO, NÃO HÁ ESPAÇOS PARA AS MALUQUICES INTERPRETATIVAS CATÓLICAS. A MULHER, EM TODO O CONTEXTO, É UMA REFERÊNCIA A EVA (vs. 13 e 16). DEUS ESTAVA FALANDO DIRETAMENTE A EVA NO VERSO 13, E CONTINUA FALANDO CLARAMENTE SOBRE A “MULHER” (EVA) LOGO NO VERSO SEGUINTE:

    “E à mulher disse: Multiplicarei grandemente a tua dor, e a tua conceição; com dor darás à luz filhos; e o teu desejo será para o teu marido, e ele te dominará” (Gênesis 3:16).

    SHOW DE BÍBLIA, SHOW DE ENSINAMENTO, SHOW DE EXEGESE COMO TEM QUE SER FEITA. APRENDEU ANDERSON, SE TU NÃO FOSSE TÃO MARIÓLATRA NÃO VIVERIA ESSE CONTO DE FADAS, ESSE SONHO, ESSA FANTASIA.

    JESUS CRISTO É O SENHOR!!!

    A PARTIR DE AGORA, COMO JÁ APRENDEU A VERDADE, PARE DE ENSINAR MENTIRA POR AÍ, E COMECE A ENSINAR A VERDADE E TAMBÉM AGREGUE CONHECIMENTO DE DEUS PARA SUA VIDA.
    CASO QUEIRA MAIS EXPLICAÇÃO SOBRE O ASSUNTO, É SÓ DIZER!!!

  157. Alexandre, você não acha que alguém deixará o ensino da Igreja Bi milenar para ficar com o teu achismo made ESLAVECA MELECA ???

    Você não acha que trocaremos os grandes santos e snatos padres pelas doutrinas demoníacas de malacheia de dinheiro, macedo abortista, santiago que nega o cristo ou reverendo moon amigo de todos vocês ?

    Você acha mesmo que abraçaremos o “estudo” de uma seita cujo chefe diz: “Teu pastor é pilantra ? Teu pastor é ladrão ? Não toca no ungido do Senhor. EU JÁ VI GENTE MORRER POR CAUSA DISTO.”

    Vamos ao estudo da Igreja Primitiva. O ensino que de fato interessa.

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    Porei uma inimizade entre ti e a mulher: a Imaculada Conceição de Nossa Senhora

    Marcos Roberto Bonelli
    Site Montfort Associação Cultural

    “Eu estabeleço uma inimizade entre ti e a mulher, entre tua posteridade e a posteridade dela”. (Gênesis III, 15)

    Designa-se há muito tempo, com o nome de Protoevangelho, essa passagem do terceiro capítulo do Gênesis no qual Deus, surpreendendo nossos primeiros pais, Adão e Eva, logo após terem pecado, fulminou o castigo merecido contra o demônio, que os havia instigado à desobediência.

    Um grande número de autores defende que a mulher e sua posteridade abençoada designam direta e exclusivamente a Virgem Maria e o fruto de seu ventre, Nosso Senhor Jesus Cristo.

    Esta opinião é a que prevaleceu na bula de definição do dogma da Imaculada Conceição:

    “Assim a Santíssima Virgem, unida com Cristo em um vínculo estreitíssimo e indissolúvel, juntamente com ele e por ele, exercendo uma eterna inimizade contra a serpente venenosa e triunfando plenissimamente dela, esmagou sua cabeça com seu pé imaculado” (Pio IX, bula Ineffabilis Deus).

    Também na bula Munificentissimus Deus, de Pio XII, que proclamou no dia 1 de novembro de 1950 o dogma da Assunção, lemos que:

    “É necessário, antes de tudo, nos lembrarmos de que desde o segundo século a Virgem Maria fora unida pelos Padres ao novo Adão como a nova Eva, sobre um plano inferior, mas em uma união estreita com ele, no combate contra o inimigo infernal. Ora, este combate, como é anunciado com antecedência no Protoevangelho, devia terminar numa vitória plena sobre o pecado e a morte, que estão sempre associados nos escritos do Doutor das nações [São Paulo]”.

    O Protoevangelho esboça, então, o plano divino de redenção do mundo.

    O decreto da cólera divina

    O decreto de cólera que Deus pronunciou nesta circunstância nos faz odiar o pecado e louvar sua misericórdia.

    Esforcemo-nos por imaginar a consternação e o terror que tomaram Adão e Eva neste momento decisivo, e que os deixa imóveis sob o olhar de Deus ofendido, de quem eles buscaram fugir inutilmente.

    Eles vêem sua condenação, os bens que perderão, a infelicidade que pesará sobre eles, os males que envolverão toda sua posteridade.

    A única causa de tudo isso?

    O pecado.

    Pecado que se apresentou com a aparência de um conhecimento novo, de um fruto agradável!

    Temos aqui uma verdade inegável: todo sofrimento provém do pecado. É por ele que a morte entrou no mundo (Romanos V, 12), e a morte é o modelo de todo mal temporal.

    A consternação de Adão e Eva, após o pecado, nos oferece uma imagem bem viva do desencantamento que costuma seguir ao pecado, sobretudo daqueles cometidos por sensualidade. É uma viva imagem, sobretudo, do desespero irremediável que virá sobre o pecador quando, após esta vida, ele se apresentar diante de Deus, que ele não temeu nesse mundo!

    Reconheçamos no pecado o grande inimigo de nossa felicidade, e que esta persuasão seja viva o suficiente para nos afastar de toda fascinação pelo mal.

    Mas guardemos bem isto: este princípio vale para o pecado mortal e para o pecado venial. O caminho do pecado venial, das negligências voluntárias e da tibieza é um caminho oposto ao da felicidade.

    Consideremos também como Deus tem razão de estar irado.

    Quantos bens e dons desprezados! Que lei fácil e justa, transgredida pelos nossos primeiros pais!

    Porém, antes do castigo, Deus faz entrever sua graça, prometendo a luz que dissipará as trevas.

    Como é admirável a imensidade da misericórdia divina em relação a nós!

    Devemos corresponder a esta misericórdia com uma confiança total, mesmo após nossas quedas. Vejamos que foi, depois da grave transgressão de Adão, antes da vinda de Cristo e sem ter sido implorado – pior ainda, ouvindo as fracas justificativas de Adão e Eva após terem pecado – que Deus se obrigou a nos dar um Redentor, através uma promessa de misericórdia e perdão.

    O estabelecimento da inimizade

    Insistamos a respeito da hostilidade entre a mulher e a serpente.

    Vejamos o que ela nos ensina sobre a Virgem Maria e aproveitemos o ensinamento que contém para nós.

    Colocando em destaque a inimizade que Ele constituirá entre uma mulher e o demônio, Deus revela que virá uma mulher cuja marca característica será a de estar em guerra contra Satanás.

    Uma tal guerra implica uma separação radical, uma oposição completa e perpétua.

    Ora, o demônio personifica a tentação e o pecado, porque nos instiga a cometê-los.

    Esta futura mulher, consequentemente, se distinguirá por estar totalmente livre do pecado e imune de toda tentação.

    Seria possível que esta mulher começasse sua existência contraindo o pecado original, contra o qual Deus havia garantido uma revanche gloriosa?

    Eis como a inimizade predita entre a mulher e a serpente implica na Imaculada Conceição de Nossa Senhora.

    Eis como, desde o começo, a esperança do mundo foi a esperança de ver nascer uma mulher preservada do pecado original.

    Notemos como a grande consolação do gênero humano foi prometida sob a forma de uma hostilidade e de uma guerra.

    Nosso papel nesta vida não é o de ter uma paz mentirosa e cheia de armadilhas, mas o de lutar energicamente contra o demônio e seu espírito – o espírito do mundo – para ter uma consolação mais nobre, que vem do esforço generoso e da vitória.

    Mas esta luta deve ser feita com o sustento de uma fervorosa devoção para com a Sempre Virgem Maria. Todos os atos de amor que oferecemos a Ela são uma declaração de guerra ao nosso inimigo mortal.

    O anúncio da vitória

    Esta hostilidade anunciada por Deus é uma inimizade vitoriosa. Ela irá até um triunfo completo: a serpente infernal terá sua cabeça esmagada.

    Porém, esta vitória possui duas características:

    a) A mulher será vitoriosa na sua posteridade abençoada. Ela triunfa porque é a Mãe de um Filho a quem foi dado esmagar a cabeça da serpente. Nossa Senhora deverá tudo a Jesus Cristo e aos seus méritos.

    Mas este aspecto da vitória, se é glorioso para o Filho, também o é para a Mãe. A Virgem Maria pertence menos à descendência dos seus primeiros pais, vítimas do inferno e de suas armadilhas, e é antes o princípio de um novo Adão, triunfador do demônio.

    Sendo filha do primeiro Adão, Ela deveria herdar o triste pecado original. Mas sendo a Mãe do Libertador e associada a Ele, Ela não deve começar pela servidão.

    A necessidade do contágio deve ceder diante da necessidade superiora da imunidade.

    Moralmente unida a Jesus, Maria deve ser Imaculada.

    A vitória vem depois de lutas e se encontra misturada com derrotas parciais, que a linhagem da mulher irá, conforme a imagem da Sagrada Escritura, padecer no seu calcanhar.

    Vemos esta derrota parcial, este calcanhar ferido, na humanidade de Cristo pregado na cruz, na traição dos hereges, nas impiedosas injúrias feitas contra Nossa Senhora, na triste perda das almas arrastadas na revolta fatal do demônio.

    Mas o demônio não ferirá nem Deus mesmo, nem seus anjos, nem seus santos. Deus só é vulnerável nas suas criaturas humanas e Ele só permite que elas sejam machucadas no calcanhar, ou seja, durante a curta provação desta vida terrena, no corpo e nos bens exteriores. Na alma, somente se elas o consentem voluntariamente, deixando-se seduzir.

    Mais ainda: os sucessos do inimigo são compensados por vitórias esmagadoras.

    A cruz de Cristo esmaga a cabeça da serpente, as heresias levam à proclamação dos dogmas, as ofensas lançadas contra a Santíssima Virgem abrasam o zelo de seus filhos e faz com que suas prerrogativas sejam vistas claramente, a derrota dos maus faz com que seja manifestada a virtude e a felicidade dos bons.

    Temos uma nobre segurança, que deriva de uma superioridade invencível. Enquanto estivermos com Nossa Senhora e nossa Mãe, poderemos desafiar nossos inimigos.

    No meio de tantas tribulações pelas quais passa a Igreja, é um pensamento de grande conforto!

    Mas pensemos também que estas feridas no calcanhar atingem nossos irmãos, nossos próximos. Com Nossa Senhora estamos seguros, mas isto não pode nos deixar indiferentes à infelicidade deles.

    Combatamos com Nossa Senhora contra a serpente infernal, fazendo o que pudermos para colocar os que estão à nossa volta sob Seus cuidados. Ensinemos a verdadeira devoção a Nossa Senhora, movamos os outros homens a conhecer e a amar a Santíssima Virgem, a qual retribui com generosidade incomparável, até mesmo o menor louvor que lhe damos.

    Não há outro caminho mais fácil de salvação: “Ela esmagará tua cabeça”.

  158. AGORA A COISA FICOU BOA. QUEM ESTÁ CERTO ?

    DE UM LADO A IGREJA PRIMITIVA E A IGREJA ATRAVÉS DOS SÉCULOS.

    DE OUTRO LADO, DIVERGÊNCIAS ENTRE PROTESTANTES HISTÓRICOS E “UNGIDOS” OU “FARISEUS MODERNOS”

    VAMOS CONFRONTAR ????

    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

    A Igreja através dos séculos e Maria:

    Santo Irineu: “Assim como Eva, seduzida pela palavra do maligno, para que se afastasse de Deus, pecou contra a palavra d’Este, assim Maria, evangelizada pela palavra, mereceu trazer a Deus. E se aquela desobedeceu a Deus, esta foi obediente a Ele, para que a Virgem Maria se tornasse advogada de Eva.” (ADVERSUS HAERESES L. 5, cap. 19).

    Santo Efrém: “Maria é Mãe de Deus sem culpa” (S. Ephre. in Thren. B.V.).

    Santo André diz: “Maria é Mãe de Deus, resplandecente de tanta pureza, e radiante de tanta beleza, que, abaixo de Deus, é impossível imaginar maior, na terra ou no céu.” (Sto Andreas Apost. in transitu B. V., apud Amad.).

    São João diz: “Maria é verdadeiramente Mãe de Deus, pois concebeu e gerou um verdadeiro Deus, deu à luz, não um simples homem como as outras mães, mas Deus unido à carne humana.” (S. João Apost. Ibid).

    S. Tiago: “Maria é a Santíssima, a Imaculada, a gloriosíssima Mãe de Deus” (S. Jac. in Liturgia).

    S. Dionísio Areopagita: “Maria é feita Mãe de Deus, para a salvação dos infelizes.” (S. Dion. in revel. S. Brigit.)

    Orígenes (Sec. II) escreve: “Maria é Mãe de Deus, unigênito do Rei e criador de tudo o que existe” (Orig. Hom. I, in divers.)

    Santo Atanásio diz: “Maria é Mãe de Deus, completamente intacta e impoluta.” (Sto. Ath. Or. in pur. B.V.).

    PROTESTANTES HISTÓRICOS

    LUTERO, PAI DOS EVANGÉLICOS:
    “O que são as servas, os servos, os senhores, as mulheres, os príncipes, os reis, os monarcas da terra, em comparação com a Virgem Maria, que, além de ter nascido de uma estirpe real, é também Mãe de Deus, a mulher mais importante da Terra? No meio de toda a Cristandade ela é a jóia mais preciosa depois de Cristo, a qual nunca pode ser suficientemente exaltada; a imperatriz e rainha mais digna, elevada acima de toda nobreza, sabedoria e santidade”.

    CALVINO, SEGUIDO PELA MAIORIA DAS DENOMINAÇÕES EVANGÉLICAS: “Não podemos reconhecer as bênçãos que nos trouxe Jesus, sem reconhecer ao mesmo tempo quão imensamente Deus honrou e enriqueceu Maria, ao escolhê-la para Mãe de Deus.” (Comm. Sur l’Harm. Evang.,20)

    JOHN WESLEY: “Creio que Jesus foi feito homem, unindo a natureza humana à divina em uma só pessoa; sendo concebido pela obra singular do Espírito Santo, nascido da abençoada Virgem Maria que, tanto antes como depois de dá-lo à luz, continuou virgem pura e imaculada.”

    ZWINGLIO: “Firmemente creio, segundo as palavras do Evangelho, que Maria, como virgem pura, nos gerou o Filho de Deus e que, tanto no parto quanto após o parto, permaneceu virgem pura e íntegra.” (Zwinglio, em “Corpus Reformatorum”)

    OS GRANDES SANTOS E/OU TEÓLOGOS

    São Tomás de Aquino: “…Os Anjos participam da própria luz divina em mais perfeita plenitude. Pode-se enumerar os soldados de Deus, diz Jó (25, 3) e haverá algum sobre quem não se levante a sua luz? Por isso os Anjos aparecem sempre luminosos. Mas os homens participam também desta luz, porém com parcimônia e como num claro-escuro. Por conseguinte, não convinha ao Anjo inclinar-se diante do homem, até, o dia em que apareceu urna criatura humana que sobrepujava os Anjos por sua plenitude de graças (cf n° 5 a 10), por sua familiaridade com Deus (cf. n° 10) e por sua dignidade.Esta criatura humana foi a bem-aventurada Virgem Maria. Para reconhecer esta superioridade, o Anjo lhe testemunhou sua veneração por esta palavra: Ave.”

    Santo Ambrósio: “Que porta é esta, senão Maria, que permanece fechada por ser virgem? Portanto esta porta foi Maria, através da qual Cristo veio a este mundo graças a um parto virginal, sem romper os claustros fecundos da pureza. Permaneceu íntegro em seu pudor e se conservaram intactos os selos da virgindade, enquanto nascia Cristo de uma virgem cuja grandeza não podia sustentar o mundo inteiro. Esta porta, disse o Senhor, há de permanecer fechada e não se abrirá. Bela porta!, Maria, que sempre se manteve fechada e não a abriu! Passou Cristo através dela, mas não abriu”(DA formação da Virgem, 52-53).”

    S. Jerônimo: “Maria é verdadeiramente Mãe de Deus”. (S. Jerôn. in Serm. Ass. B. V.).

    Santo Agostinho: “Maria é Mãe de Deus, feita pela mão de Deus”. (S. Agost. in orat. ad heres.).

    CONCÍLIOS DA IGREJA:

    Concílio de Latrão: “Se alguém, segundo os Santos Padres, não confessa que própria e verdadeiramente é Mãe de Deus a santa e sempre virgem e imaculada Maria, já que concebeu nos últimos tempos sem sêmen, do Espírito Santo, o próprio Deus-Verbo (…) e que deu à luz sem corrupção, permanecendo a sua virgindade indissolúvel mesmo depois do parto, seja anátema”.

    São Cirilo de Alexandria no Concílio de Éfeso: “Salve, ó Maria, Mãe de Deus, virgem e mãe, estrela e vaso de eleição! Salve, Maria, virgem, mãe e serva: virgem, na verdade, por virtude daquele que nasceu de ti; mãe, por virtude que cobriste com panos e nutriste em teu seio; serva, por aquele tomou de servo a forma! Como Rei, quis entrar em tua cidade, em teu seio, e saiu quando lhe aprouve, cerrando para sempre sua porta, porque concebesse sem concurso de varão, e foi divino teu parto.”

    “UNXIDOS”, FARISEUS, PERITOS BÍBLICOS, DOUTORES EVANGÉLICOS, ABENXOADOS, PUXA SACOS, BABA OVOS E BAJULADORES DE PAXTORES, DECORADORES DE VERSÍCULOS E CAPÍTULOS, LEITORES BÍBLICOS ESPECIALISTAS EM LER APENAS PARTE DOS TEXTOS OU APENAS OS TEXTOS QUE GOSTAM:

    Quem são eles ?

    Silas – “Teu pastor é pilantra ? Teu pastor é ladrão ? Não toca no ungido do Senhor”

    Malafaia – “A bíblia não proíbe sexo anal e sexo oral.”

    Malacheia: “Idiotas, filhos do diabo, trouxas, manés, imbecis”, “ahahahahahahahahah”

    Alexandre – “Amém pastor”, “O pastor está certo”

    E ainda Alexandre: “Leia a Bíblia”, “Tu é bem fraquinho em Bíblia”, “kkkkkkkkk”, “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”, “Contra fatos não há argumentos.”

    E também Alexandre: “Parvos, retardados”

    Macedo – O abortista. Sem maiores comentários.

    Santiago – “Jesus é criatura de DEUS”

    E ainda o Valdemiro – “A cruz é sinal de maldição” (que pérola !)

    Reverendo Moon – “A obra de Cristo foi incompleta”

    Abner Ferreira – “Tenho a honra de ser um dos vices de malafaia” (Bem feito !)

    RR – “No batismo só recebemos o pai e o filho.”

    E ainda o Soares – “Ajudar os pobres desvia recursos da igreja”

    Valnice – “Jesus voltará em 2007″

    Terra Nova – “Devemos perdoar a DEUS por seus erros em nossas vidas”

    Cuspe de Cristo – Ninguém sabe o que pregam

    Bola de Neve – Tanto faz o que pregam

    Marcos Pereira – Está preso

    Casal Hernandes – Já foram soltos

    Profetas evangélicos – “O papa João Paulo II é a besta do apocalipse”

    O que todas estas bençãos dizem sobre Maria ????

    “Maria pecadora”
    “Maria mulher como outra qualquer”
    “Maria teve outros filhos”
    “Maria não pode nada”
    “Maria está morta”
    “Maria não é mãe de DEUS.”

    Entre outros deboches, escárnios e apelidos que não iremos reproduzir por nos causa ânsia de vômito.

    CONCLUSÃO:

    É óbvio que rejeitaremos as doutrinas dos “unxidos”.

    Quem poderia ter dúvidas entre os grandes santos e os abenxoados ?

    Mesmo quem adere ao protestantismo, não poderia negar os pais da reforma para ficar com as doutrinas abomináveis dos fariseus.

    E assim, como João Batista, estremeceremos de alegria ao ouvir a saudação mariana.

    Alexandre, estremecerá de raiva. Muita RAIVA.

    Como Isabel, ficaremos repletos do Espírito Santo ao ouvirmos a saudação mariana.

    Alexandre, ficará repleto de que espírito ????

    Do Espírito Santo que não é.

    É NÃO É MESMO.

  159. Santo imaculado e’ somente Jesus , porque ele e’ perfeito , e’ o pro’pio Deus , dizer que algum homem ou mulher e’ imaculado(a) e’ uma heresia gigantesca , respeito Maria porque teve um papel fundamental na histo’ria do cristianismo , pore’m quem salva e’ Jesus , quem liberta de todo mal e’ Jesus , eu so’ posso expulsar demo^nios em nome de Jesus .

  160. Maria foi virgem ate’ ser concebida Jesus atrave’z do Espi’rito Santo , pore’m nao permaneceu virgem , ela teve outros filhos : Tiago , Jose’ , Simao , Judas , que nao e’ o Iscariotes e filhas que nao e’ citado nomes , vejamos :
    Mateus 12 . 46 , 50
    Marcos 3 . 31 , 35
    Lucas 8 . 19 , 21

  161. Mateus 12 . 46
    Mateus 13 . 55
    Marcos 3 . 31
    Lucas 8 . 19
    Joao 7 . 1 , 10
    Atos 1 . 14
    Ga’latas 1 . 19

  162. Eu só quero dizer que gostei muito dos comentários do Anderson e da Lilian; perfeito.
    Muito obrigado por escrever coisas tão verdadeiras. Sou um católico leigo e muito devoto de Nossa Sra. Sou coordenador do grupo Terço dos Homens daqui da minha paróquia. Embora eu seja um semianalfabeto gosto muito de escrever! Por exemplo: …Acusam-nos de idolatria – dizem ser uma grande bobagem – Mas nós não adoramos Maria – Nem tampouco a sua imagem.
    Existem alguns religiosos – Com um determinado zelo, – Que, na sua escola da “fé” – Coam um mosquito e engolem um camelo! – Dizem que somente a Bíblia – É a única regra de fé! – Mas, a Tradição e o Magistério – Veio antes da Bíblia até!… HTML

  163. MAGISTÉRIO E TRADIÇÃO SÓ SERVE PARA OS CATÓLICOS E PARA QUEM QUER ACREDITAR NAQUELAS MENTIRAS.

    A BÍBLIA É PARA TODO SER HUMANO – É A PALAVRA DE DEUS.

  164. SOLA SCRIPTURA E SOLA FIDE SÓ SERVEM PARA OS EVANGÉLICOS, FILHOS DE LUTERO E PARA QUEM QUER ACREDITAR NAQUELAS MENTIRAS DE HOMENS.

    JESUS NUNCA PREGOU AMBAS AS DOUTRINAS.

    A TRADIÇÃO É PARA TODOS, POIS SÓ HÁ UMA IGREJA QUE JESUS CRISTO FUNDOU E SÓ ELE TEM AUTORIDADE PARA FUNDAR IGREJAS. SÓ ELE MORREU NA CRUZ SENDO DEUS, SÓ ELE RETORNOU DOS MORTOS E ASCENDEU AO PAI.

    QUEM FUNDA IGREJAS SEM TER MORRIDO NA CRUZ SENDO DEUS E SEM TER RETORNADO DOS MORTOS E SUBIDO AO PAI É UM IMPOSTOR.

    MALAFAIA, ALEXANDRE, CASAL HERNANDES, REVERENDO MOON, PASTOR POROROCA E MARCOS PEREIRA NÃO POSSUEM AUTORIDADE PARA FUNDAR IGREJAS.

  165. A BÍBLIA É PARA TODOS.

    A TRADIÇÃO QUE DIZ QUE O PAPA DETÉM O LUGAR DE DEUS NA TERRA É PARA OS RETARDADOS.

  166. No hebraico não existem as palavras “irmão, tio, sobrinho’. Então para designar qualquer parentesco, usa-se a palavra “irmão”. A pessoa que não sabe disso, acaba pensando que Maria teve outros filhos além de Jesus, porque a Bíblia fala dos “irmãos”de Jesus. Assim está escrito:
    “Não é este o filho do carpinteiro? Não é Maria a sua Mãe? Não são seus irmãos: Tiago, José, Simão e Judas? E suas irmãs, não vivem todas entre nós? (Mt 13, 55-56a)

    No entanto, sabemos que não se trata de “irmãos” de Jesus no sentido de nossa língua, mas simplesmente esses “irmãos” são os primos de Jesus. Aliás, Jesus foi mais longe ainda, dizendo que seus “irmãos” são todos aqueles que fazem a vontade de Deus:
    “Todo aquele que faz a vontade de meu Pai que está nos céus, esse é meu irmão, minha irmã e minha mãe” (Mt 12, 48)

    Foi dito que a Palavra de Deus é transmitida não só pela Bíblia, que é a palavra escrita, mas também pela Igreja, que é a palavra falada. A esse ensinamento que vem através da Igreja, desde os tempos dos Apóstolos, nós chamamos “Tradição”. E a voz oficial da “Tradição” nós
    chamamos “Magistério”. O Magistério é a Igreja ensinando como Mestra, quando fala das coisas da fé em nome de Jesus Cristo. O Magistério não é a voz de um teólogo nem de um estudioso da Bíblia, Por mais que estas pessoas entendam do assunto. O Magistério é a voz oficial da Igreja: O Papa e os Bispos em comunhão com o Papa. É ao Magistério que compete o ofício de interpretar a Palavra de Deus, como nos fala o Vaticano II:

    “O ofício de interpretar autenticamente a Palavra de Deus, escrita ou transmitida, foi confiado unicamente ao Magistério vivi da Igreja cuja autoridade se exerce em nome de Jesus Cristo”
    (DV, 10).

    Quando, através de seu Magistério, a Igreja interpreta e ensina a Palavra de Deus, ela está desempenhando a missão que recebeu de Jesus através dos Apóstolos, os quais “ouviram e viram o Mestre com os próprios olhos” e tocaram com as próprias mãos a Vida Eterna” (Cf. 1 Jo 1, 1-3). Por isso afirma o Concílio:

    “Fica portanto, bem claro que, segundo o sapientíssimo plano divino, a Sagrada Tradição, a Sagrada Escritura e o Magistério da Igreja estão de tal maneira entrelaçados e unidos entre si que um não tem consistência sem os outros, e que juntos, cada qual a seu modo, sob a ação do mesmo Espírito Santo, contribuem eficazmente para a salvação das almas” (DV,10).

    Jesus confiou à Igreja a missão de pregar o Evangelho com aquela mesma autoridade que Ele recebeu do Pai. E prometeu estar sempre com sua Igreja. Ele disse aos Apóstolos:

    “Todo o poder me foi dado no céu e na terra. Ide, pois, ensinai a todos os povos. Batizai-os em nome do Pai, e do Filho e do Espírito Santo. Ensinai-os a observar todos os meus preceitos. Eis que estou convosco todos os dias até o fim do mundo” (Mt 28, 18-20).

    Para percebemos melhor até onde vai a autoridade da Igreja na interpretação da Palavra de Deus, basta lembrarmos o que Jesus disse aos Apóstolos:

    “Em verdade vos digo: tudo o que ligardes sobre a terra será ligado no céu. E tudo o que desligares na terra será desligado no céu” (Mt 18,18).

  167. ALIÁS, É POR ISSO QUE SÃO MUITOS, OS PADRES E PAPAS QUE SOFREM NA VIDA.

    PORQUE NÃO LÊ BÍBLIA, POR QUE SE LESSEM, NÃO FALARIAM UMA IDIOTICE DESSAS, DE QUE O PAPA DETÉM O PODER DE DEUS NA TERRA. ISSO É UMA ABERRAÇÃO.

    SE O PAPA Papa Leão XIII TIVESSE LIDO A BÍBLIA, NÃO FALARIA TAL BURRADA!

    1 Coríntios 8:5-6

    Pois mesmo que haja os chamados deuses, quer no céu, quer na terra, ( como de fato há muitos “deuses” e muitos “senhores” ),

    para nós, porém, há um único Deus, o Pai, de quem vêm todas as coisas e para quem vivemos; e um só Senhor, Jesus Cristo, por meio de quem vieram todas as coisas e por meio de quem vivemos.

    A DEUS SEJA A GLÓRIA!!!

  168. Provas bíblicas: (Mt 28,28): “Foi me dado todo poder no céu e na terra. Ide, pois, ensinai todas as
    gentes… Eu estarei convosco todos os dias até o fim do mundo”. Os Apóstolos deviam morrer, por isso a ordem de pregar o Evangelho e a promessa de ficar com eles até o fim do mundo, vale
    necessariamente para seus legítimos sucessores que são o Papa com os Bispos católicos (Lc 10,16): “Quem vos ouve, a mim ouve, e quem vos despreza, a mim despreza. E quem me despreza, despreza Aquele que me enviou”. (Tt 1,5): “Deixei-te em Creta para que regules o que falta e estabeleça presbíteros, isto é, bispos e sacerdotes nas cidades, segundo as prescrições que te dei”.

    Sobre a validade da tradição, lemos ainda em (II Ts. 2,1-4): “Conservai as tradições que aprendestes ou por nossas palavras ou por nossa carta”.

    Existe abundante material neste sentido, para provar o valor da tradição. Nem existiria a Bíblia sem a tradição.

  169. OH! GERÔNIMO,

    QUEM DISSE QUE JESUS DEIXOU UM SUCESSOR?

    A MENSAGEM DE JESUS FOI: IDE POR TODO O MUNDO E PREGAI O EVANGELHO, E ISSO É ORDEM PARA TODO CRISTÃO.

    E TEM MAIS, O PAPA NÃO É E NUNCA FOI SUCESSOR DE PEDRO. NO MÍNIMO, PARA TER COERÊNCIA, OS PAPAS E PADRES DEVERIAM PODER CASAR, JÁ QUE PEDRO ERA CASADO.

    E A TRADIÇÃO É VÁLIDA QUANDO APONTA PARA A BÍBLIA E NÃO ESSE ENSINAMENTO DA TRADIÇÃO CATÓLICA, QUE É UM ENGANO E TEM LEVADO VIDAS PARA O INFERNO.

    AONDE JÁ SE VIU, DAR TÍTULOS E HONRARIAS QUE PERTENCEM SOMENTE AO SENHOR JESUS! DELÍRIO TOTAL, ISSO NÃO É TRADIÇÃO ISSO É SANDICE.

  170. PERGUNTA DE ANALFABETO BÍBLICO FEITA PELO ALEXANDRE: “QUEM DISSE QUE JESUS DEIXOU UM SUCESSOR? ”

    RESPOSTA BÍBLICA PARA QUEM NÃO SABE NADA DE BÍBLIA:

    JESUS DIZENDO A PEDRO. SOMENTE A PEDRO.

    Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;
    Mateus 16:18

    E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.
    Mateus 16:19

    Disse-lhe: Apascenta os meus cordeiros.
    João 21:15

    Disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas.
    João 21:16

    Jesus disse-lhe: Apascenta as minhas ovelhas.
    João 21:17

    JESUS DISSE TRÊS VEZES A PEDRO. APASCENTA MEUS CORDEIROS(PRIMEIRA VEZ) E DEPOIS DUAS VEZES – APASCENTA MINHAS OVELHAS.

    A IMPRESSÃO QUE DÁ É QUE JESUS DISSE TRÊS VEZES PARA FICAR BEM CLARO.

    E NÃO É QUE TEM ANALFABETO QUE NEM DEPOIS DISSO CONSEGUIU ENTENDER O QUE JESUS DISSE.

    COMO TEM IRMÃOZINHO FRAQUINHO DE BÍBLIA, MANIPULADO PELO PASTOR EVANGÉLICO DE MEIA PATACA.

    JESUS AINDA DISSE A PEDRO. DISSE SOMENTE A PEDRO:

    Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos.
    Lucas 22:32

    JESUS DEIXA CLARO QUEM SÃO SEUS SUCESSORES:

    Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou.
    Lucas 10:16

    JESUS PERDOAVA PECADOS

    Ora, para que saibais que o Filho do homem tem na terra autoridade para perdoar pecados (disse então ao paralítico): Levanta-te, toma a tua cama, e vai para tua casa.
    Mateus 9:6

    JESUS DEIXA CLARO QUE SÃO SEUS SUCESSORES QUE PODERÃO PERDOAR PECADOS

    Àqueles a quem perdoardes os pecados, ser-lhes-ão perdoados; àqueles a quem os retiverdes, ser-lhes-ão retidos.
    João 20:23

    JESUS ENVIA OS ESCOLHIDOS

    Disse-lhes outra vez: A paz esteja convosco! Como o Pai me enviou, assim também eu vos envio a vós.
    Depois dessas palavras, soprou sobre eles dizendo-lhes: Recebei o Espírito Santo.
    João 20:21-22

    MAIS CLARO DO QUE ISTO IMPOSSÍVEL.

    PARA FINGIR QUE PEDRO NÃO É PEDRO OU QUE OS APÓSTOLOS NÃO SÃO APÓSTOLOS, PARA FINGIR QUE ELES NÃO RECEBERAM AUTORIDADE DE JESUS, PARA FINGIR QUE ELES NÃO RECEBERAM PODER DO ALTO TEM QUE TER:

    UMA CARA DE PAU DO TAMANHO DO MAR DA GALILÉIA, TALVEZ MÁ-FÉ OU O MAIS PROVÁVEL, A IGNORÂNCIA, BURRICE, ANALFABETISMO BÍBLICO COMBINADOS COM A MANIPULAÇÃO DO PASTOR EVANGÉLICO.

    QUE TIPO DE PESSOA QUE GRITA PARA OS OUTROS “LEIAM A BÍBLIA” E FINGE QUE NÃO CONHECE OS TEXTOS ACIMA ?

  171. Como já disse outras vezes, os conhecimentos bíblicos do Sr.Alexandre são por demais limitados.

    Até uma múmia do Egito sabe mais de Bíblia do que o Alexandre.

    Ele lê e não entende nada do que lê.

    Agora ele inventou que Jesus não deixou sucessores.

    É o ápice da ignorância bíblica se materializando diante de todos !!!

  172. Lamentável que Alexandre rasgue literalmente a Bíblia em pedaços e ignore a hierarquia e distribuíção de poderes e tarefas na igreja que ele próprio fundou e comprou com seu sangue precioso.

    Tá explicado porque ele fica maravilhado com o discurso de malafaia.

    Para quem não sabe nada, um pastoreco com algum conhecimento já pode ser chamado de gênio.

  173. Só para complementar:

    Jesus não mandou escrever sua mensagem, mas mandou primeiro os Apóstolos pregar seu Evangelho. Estes escolheram, ordenaram e autorizaram seus sucessores, bispos e sacerdotes, e só no fim, os sucessores deles, o magistério da Igreja, escolheu e promulgou os livros sagrados da Bíblia. Por isso, na ordem cronológica, primeiro existia a autoridade do magistério, dos Apóstolos e seus sucessores com suas tradições, e só em terceiro lugar a Bíblia. Pensar de outra maneira, é pensar contra a lógica e contra a Bíblia.

    Jesus disse a São Pedro: ” E eu te digo que tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela” (Mt 16,18). Na língua aramaica de Jesus, não há diferença entre pedro e pedra. é uma só palavra masculina “Kephas”. Por isso, o sentido bem claro é este: Tu és rochedo, e sobre este rochedo eu edificarei a minha Igreja”.

  174. QUERO DEIXAR ALGUMAS POSTAGENS PARA QUE ALGUNS CATÓLICOS POSSAM APRENDER UM POUCO ESTE FIM DE SEMANA.

    E PARA COMEÇAR, QUERO PRIMEIRO POSTAR ALGO PARA A LILIAN, QUE INFELIZMENTE A TANTO TEMPO NESTE DEBATE, NÃO CONSEGUIU APRENDER NADA, CONTINUA CEGA ESPIRITUALMENTE FALANDO. E A PARVOÍCE É TANTA, QUE CHEGA ESPANTAR.

    SEGUE NO PRÓXIMO POST.

  175. ESSA É PRINCIPALMENTE PARA A LILIAN, QUE COMO SEMPRE, DEMONSTRA TODA SUA IRA E TAMBÉM CONTINUA POSTANDO SEM DOMÍNIO DE CONHECIMENTO

    Com relação a Pedro apascentar as ovelhas: Vê se aprende desta vez hein Lilian.

    Nos vv. 15-17 que a Lilian se refere, são utilizados dois verbos gregos diferentes para a palavra “amar”: agapaõ, “amar profundamente” usado em 14.21 em relação ao amor divino e ao amor exigido pela lei (Lc 10.27), e phileõ, “ter afeto por”, um amor em menor grau que agapaõ, como o amor entre amigos. Acompanha o raciocínio e aprende.

    Nos dois primeiros casos em que o Senhor pergunta a Pedro: “Amas-me?”, ele usa agapaõ; no entanto, Pedro, lembrando que negara o Senhor três vezes e consciente agora de sua própria fraqueza, não se anima a responder com uma palavra tão forte como agapaõ. Em lugar disso, em sua resposta ele emprega phileõ: “Sim, Senhor, tu sabes que te amo”.

    Quando o Senhor pergunta pela terceira vez se o ama, ele usa a palavra phileõ, de um amor menos intenso. E outra vez o discípulo humilhado responde: “Senhor, tu sabes tudo; tu sabes que eu te amo (phileõ)”.

    A TRÍPLICE REPETIÇÃO que, Cristo faz do pronome possessivo (“meus cordeiros (…) minhas ovelhas (…) minhas ovelhas”, vv. 15,16,17) recorda a todos os cristãos que tem responsabilidade pelos outros, que as pessoas que se encontram sob quem foi encomendado o cuidado das ovelhas de Cristo. Com sua autoconfiança abalada por haver negado seu Senhor pouco tempo atrás, Pedro se sente indigno de expressar seu amor a Cristo com a intensidade da palavra agapaõ e, portanto, usa a palavra mais suave, plhileõ.

    Jesus, agora, se mostra condescendente com a auto-avaliação de Pedro e, na verdade, está lhe dizendo: “Ainda que você não confie em suas próprias emoções para usar a palavra agapaõ, ainda assim deve apascentar minhas ovelhas”.

    APRENDEU, É ASSIM QUE SE FAZ, ESTUDA EXEGESE, VOCÊ CHEGA LÁ.

  176. Alexandre, como você mesmo diz, contra fatos não há argumentos.

    Você pode esticar o quanto quiser a Bíblia para adapta-la aos teus caprichos.

    Você pode distorcer a palavra de DEUS o quanto quiser para agradar a ti próprio ou aos teus mestres.

    Mas não poderá deixar de comparecer ao tribunal naquele grande e único dia.

    E neste dia, você poderá dizer a Jesus que não concordou com as decisões que ele tomou acerca da Igreja e dos apóstolos.

    Quando Jesus voltar condene a sucessão apostólica. Faça como achar melhor.

    Não esqueça de dizer a Jesus que você não aceita que os apóstolos perdoem e retenham pecados.

    Diga ainda a Jesus que você odeia sua mãe.

    Diga que odeia a Igreja que ele fundou.

    Diga que você só aceita igrejas fundadas por homens.

    Diga ainda que o importante não é visitar órfãos e viúvas, mas ler a Bíblia.

    Só não acredite que alguém aqui vai trocar as decisões de Jesus e seus maravilhosos ensinamentos que produzem vida pelos achismos e caôs dos pastores evangélicos.

    A Alexandre o que é de Alexandre e a DEUS ALTÍSSIMO O QUE É DE DEUS ALTÍSSIMO.

  177. OBRIGADO LILIAN,

    ERA SOMENTE ISSO QUE EU QUERIA VER, QUE VOCÊ NÃO TEM RESPALDO NEM CONTRA-ARGUMENTO COM RELAÇÃO AO QUE POSTEI. POSTEI ALGO SIMPLES, PORÉM EXPLICATIVO E CORRETO, DENTRO DO CONTEXTO BÍBLICO.

    TODA VEZ QUE UMA PESSOA NÃO TEM RESPALDO ELA DÁ DESCULPA. E É EXATAMENTE O QUE VOCÊ E OS DEMAIS FAZEM, DÃO DESCULPA. E TODAS AS VEZES SERÃO ASSIM, SABE POR QUÊ?

    PORQUE A BÍBLIA É A INERRANTE PALAVRA DE DEUS!!!

  178. Alexandre, é muito simples.

    Até por exclusão é fáciil descartar o teu “ensino”.
    ENFIM, ALEXANDRE ACERTOU: “PORQUE A BÍBLIA É A INERRANTE PALAVRA DE DEUS!!!”

    MAS O QUE ALEXANDRE NÃO SABE É QUE SE EXISTE UMA PALAVRA INERRANTE, É ÓBVIO QUE O DEUS QUE NÃO É DEUS DE CONFUSÃO TAMBÉM NOS DEU UM INTÉRPRETE INFALÍVEL.

    O QUE NÃO SÃO INERRANTES SÃO AS MÚLTIPLAS INTERPRETAÇÕES DIVERGENTES E CONTRADITÓRIAS DE NOSSOS IRMÃOS EVANGÉLICOS QUE NÃO POSSUEM NENHUM TIPO DE UNIDADE, EXCETO NO ÓDIO CONTRA A IGREJA QUE JESUS CRISTO FUNDOU.

    Caro Alexandre,

    De uma lado temos Santo Agostinho, São Tomás de Aquino e Padre Pio.

    Do outro macedo abortista, o trio calafrio malafaia, cerullo e murdock e a dupla abner e reverendo moon.

    De um lado temos Santo Ambrósio, Santo Irineu, São Bernardo, Santo Atanásio e São Francisco de Salles.

    E, finalmente temos Alexandre, Sarah Sheeva, Neusa Itioka, o pastor pororoca e o marcos pereira.

    TEM COMO ERRAR ?

  179. Oi,
    Por acaso estou lendo todos os comentários , e vejo como todos são conhecedores da palavra de Deus, e com muito fundamento. Estou estudando para chegar ao nivel de conhecimento de voçês, realmente é de cristãos assim que Deus precisa.
    Sou Catolico, atuo como ministro extratordinario da eucaristia, faço parte do ministério de musica, e atuo no Conselho Pastoral Paroquial.
    Tenho amigos catolicos, Evangélicos, Espíritas etc, e convivemos como irmãos, conversamos sobre a Biblia, as graças que Deus realiza na vida de cada um, e aprendemos um com o outro , intelictualmente e Espiritualmente.
    Acredito que é assim que deve ser a convivência entre as religiões, dessa forma o Reino de Deus irá acontecer no mundo.

  180. “UM É VOSSO MESTRE, E TODOS VOCÊS SÃO IRMÃOS” (MT 23,8).

  181. Porque os irmãos continuam separados?

    Porque há um só Deus, e um só Mediador entre Deus e os homens, Jesus Cristo homem. 1Timóteo 2:5
    E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos. Atos 4:12
    Na verdade, na verdade vos digo que tudo quanto pedirdes a meu Pai, em meu (Jesus) nome, ele vo-lo há de dar. João 16:23
    Porque pela graça sois salvos, por meio da fé; e isto não vem de vós, é dom de Deus.
    Não vem das obras, para que ninguém se glorie;
    Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus para as boas obras, as quais Deus preparou para que andássemos nelas.
    Efésios 2:8-10
    A saber: Se com a tua boca confessares ao Senhor Jesus, e em teu coração creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Visto que com o coração se crê para a justiça, e com a boca se faz confissão para a salvação. Romanos 10:9-10
    Mas, ainda que nós mesmos ou um anjo do céu vos anuncie outro evangelho além do que já vos tenho anunciado, seja anátema. Gálatas 1:8

    Igreja não é templo mas pessoas. Cada pessoa é um sacerdote de Deus:

    Mas vòs sois a geração eleita, o sacerdòcio real, a nação santa, o povo adquirido, para que anuncieis as virtudes daquele que vos chamou das trevas para a sua maravilhosa luz; 1 Pedro 2:9
    Se alguém destruir o templo de Deus, Deus o destruirá; porque o templo de Deus, que sois vós, é santo. 1 Coríntios 3:17.

    A mulher gerou Deus, a mulher continua sendo mulher e Deus continua sendo Deus. Observe você mesmo a qual dentre eles recebe dos católicos maior importância. A ideia de mãe é muito “bem vinda” nas religiões. Ser julgado pela seria melhor do que pelo Filho, afinal mãe sempre perdoa. Mas é o Filho que não somente salva, mas envia ao inferno! Obviamente as atenções deveriam estar voltadas totalmente para Ele. Se foi os padres que trouxeram a fé desde o início da igreja, só pode ser pela Bíblia, mais um motivo para observá-la.
    Fé fora do”livro” é perigoso:
    “Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;
    E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.” Apocalipse 22:18-19.
    “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça.” 2 Timóteo 3:16
    “E Jesus, respondendo, disse-lhes: Porventura não errais vós em razão de não saberdes as Escrituras nem o poder de Deus?” Marcos 12:24.
    Seguir religião dos pais pode ser loucura:
    (Jesus disse:) “E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna.” Mateus 19:29.
    Nem tudo que é antigo, nós seguimos: Hinduísmo surgiu 5000AC.

    Na Bíblia, qual o registro da única ordem dada por Maria?
    “Fazei tudo quanto ele vos disser.” João 2:5.

    Há! ainda tem uma declaração dela:
    “E o meu espírito se alegra em Deus meu SALVADOR; Porque atentou na baixeza de sua serva.” Lucas 1:47-48
    A mulher gerou Deus, a mulher continua sendo mulher e Deus continua sendo Deus. Observe você mesmo a qual dentre eles recebe dos católicos maior importância. A ideia de mãe é muito “bem vinda” nas religiões. Ser julgado pela seria melhor do que pelo Filho, afinal mãe sempre perdoa. Mas é o Filho que não somente salva, mas envia ao inferno! Obviamente as atenções deveriam estar voltadas totalmente para Ele. Se foi os padres que trouxeram a fé desde o início da igreja, só pode ser pela Bíblia, mais um motivo para observá-la.
    Fé fora do”livro” é perigoso:
    “Porque eu testifico a todo aquele que ouvir as palavras da profecia deste livro que, se alguém lhes acrescentar alguma coisa, Deus fará vir sobre ele as pragas que estão escritas neste livro;
    E, se alguém tirar quaisquer palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte do livro da vida, e da cidade santa, e das coisas que estão escritas neste livro.” Apocalipse 22:18-19.
    “Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça.” 2 Timóteo 3:16
    “E Jesus, respondendo, disse-lhes: Porventura não errais vós em razão de não saberdes as Escrituras nem o poder de Deus?” Marcos 12:24.
    Seguir religião dos pais pode ser loucura:
    (Jesus disse:) “E todo aquele que tiver deixado casas, ou irmãos, ou irmãs, ou pai, ou mãe, ou mulher, ou filhos, ou terras, por amor de meu nome, receberá cem vezes tanto, e herdará a vida eterna.” Mateus 19:29.
    Nem tudo que é antigo, nós seguimos: Hinduísmo surgiu 5000AC.

    Na Bíblia, qual o registro da única ordem dada por Maria?
    “Fazei tudo quanto ele vos disser.” João 2:5.

    Há! ainda tem uma declaração dela:
    “E o meu espírito se alegra em Deus meu SALVADOR; Porque atentou na baixeza de sua serva.” Lucas 1:47-48

  182. De fato é simples.

    Os santos de um lado.

    Os “ungidos” de outro.

    Aqueles cuja fé vem pelo ouvir, escutam a Igreja Coluna e Sustentáculo da verdade.

    Aqueles cuja “fé” vem pela leitura bíblica no passado condenaram Jesus e hoje condenam a sua Igreja que é o corpo místico do próprio Senhor.

    Contra a Virgem Maria estao macedo, malafaia, pororoca, abner, moon, marcos pereira, casal hernandes, santiago, soares, valadao, valinice, Neusa itioka e terra nova.

    É só fazer diferente do que eles ensinam.

    Tudo que eles disserem contra a Santíssima Virgem, é justamente o oposto.

  183. Fico pensando , se uma pessoa que não crê em Deus, ou que esta procurando Deus, esta neste momento lendo os comentários, o que ela deve estar pensando sobre religião ou sobre o próprio Deus?
    Queria dizer a ela que Deus é amor,e que Ele não quer que fiquemos cheios de “nós mesmos” e sim de seu “Espìrito”.

  184. “Tomemos cuidado com os comentários, talvez ele seja o unico evangelho que as pessoas leiam”

  185. O maior escândalo do cristianismo é justamente a divisão.

    Independentemente do que leiam as pessoas, o mundo não pode crer em uma religião que parece mais dividir do que agregar.

    Só no Brasil temos 70.000 seitas protestantes, divergentes entre si e contraditórias.

    Umas acusando as outras de heresias e todas dizendo ser a verdadeira Igreja de Cristo.

    Quanto a pregação do evangelho, duas coisas são fundamentais. Anunciar as boas novas.

    E o que seriam as Boas Novas(evangelho) ?

    Não é pregar a Bíblia como muitos pensam.

    Mas é anunciar que Jesus morreu na cruz por nossas culpas e faltas. O justo morreu pelo pecador. O DEUS que vai e eternidade a eternidade assumiu a forma humana, experimentou as nossas dores e sem cometer pecados morreu pela salvação de todos.

    E este mesmo Jesus retornou dos mortos vencendo assim a morte. E ascendeu ao pai.

    E ao lado do pai está sentado e de lá virá para julgar os vivos e os mortos.

    Seu reinado não terá fim.

    Assim, todo aquele que nele crê não perece, mas tem vida eterna.

    Simples. Com Jesus é tudo muito simples.

    A outra coisa é reconhecer nos rostos dos mais sofridos a face do Senhor da Glória.

    Ele mesmo diz: “Tive fome e me destes de comer…”

    E conclui: “…cada vez que fizestes isto a um dos meus mais pequeninos irmãos é como se a mim tivesse feito.”

    Também simples.

    E por isto mesmo a Bíblia ensina: “A verdadeira religião é visitar órfãos e viúvas.”

    Portanto, tudo que não precisamos é das incontáveis divisões e achismos do protestantismo.

    Nem precisamos de tantos “doutores” e “intérpretes”.

    Anunciemos as boas novas.

    Prestaremos um bom testemunho de vida assistindo aos mais necessitados.

    Jesus mandou anunciar o evangelho. Jesus não mandou distribuir bíblias.

    A fé vem pelo ouvir e não pela leitura.

    Bem aventurado os lábios que proclamam as boas novas !!!

  186. BEL, JÁ QUE SUA IGREJA É A IGREJA FUNDADA POR JESUS, ME DIGA QUAL DESTAS IGREJAS FOI FUNDADA POR JESUS, JÁ QUE ESTÁ FALANDO DE DIVISÃO, ENTÃO QUAL DESTAS IGREJAS CATÓLICAS É A CERTA.

    -Católica Apostólica Brasileira
    -Católica Apostólica Carismática
    -Católica Apostólica Cristã
    -Católica Apostólica Ortodoxa
    -Católica Armênia
    -Católica Bizantino
    -Católica Brasileira
    -Católica Carismática do Brasil
    -Católica do Brasil
    -Católica Maronita
    -Católica Melquita
    -Católica Não Apostólica
    -Católica Novo Mandamento
    -Católica Ortodóxica Armênica
    -Católica Ortodóxica Grega
    -Católica Ortodóxica Russa
    -Católica Pentecostal
    -Católica Renovação Carismática
    -Católica Renovada
    -Católica Síria
    -Católica Tradicionalista
    -Católica Ucraniana
    -Catolicismo Apostólico Romano
    -Católico Congregação Mariano
    -Católico Congregado Mariano
    -Católico Conservador
    -Católica Latina
    -Católica da Tradição Litúrgica Alexandrina
    -Igreja Católica Copta (1741)
    -Igreja Católica Etíope (1846)
    -Tradição Litúrgica de Antioquia
    -Igreja Maronita (união oficial reafirmado em 1182)
    -Rito litúrgico siríaco
    -Igreja Católica Siro-Malancar (1930)
    -Igreja Católica Siríaca (1781)
    -Igreja Católica Arménia (1742)
    -Igreja Católica Caldeia (1692)
    -Igreja Católica Siro-Malabar (1599)
    -Igreja Greco-Católica Melquita (1726)
    -Igreja Católica Bizantina Grega (1829)
    -Igreja Greco-Católica Ucraniana (1595)
    -Igreja Católica Bizantina Rutena (1646)
    -Igreja Católica Bizantina Eslovaca (1646)
    -Igreja Católica Búlgara (1861)
    -Igreja Greco-Católica Croata (1611)
    -Igreja Greco-Católica Macedónica (1918)
    -Igreja Católica Bizantina Húngara (1646)
    -Igreja Greco-Católica Romena unida com Roma (1697)
    -Igreja Católica Ítalo-Albanesa
    -Igreja Católica Bizantina Russa (1905)
    -Igreja Católica Bizantina Albanesa (1628)
    -Igreja Católica Bizantina Bielorrussa (1596)
    -Igreja Católica Apostólica Carismática
    -Igreja Católica Apostólica Cristã
    -Igreja Católica Apostólica de Jerusalém
    -Igreja Católica Apostólica Ecumênica Contemporânea
    -Igreja Católica Apostólica Livre do Brasil
    -Igreja Católica Apostólica Missionária de Evangelização
    -Igreja Católica Apostólica Nacional
    -Igreja Católica Apostólica Nordestina
    -Igreja Católica Apostólica Tributária
    -Igreja Católica da Primeira Ordem
    -Igreja Católica Ecumênica Renovada
    -Igreja Católica Ecumênica
    -Igreja Católica Liberal (ICL)
    -Igreja dos Velhos Católicos
    -Igreja Episcopal Latina do Brasil
    -Santa Igreja Velha Católica
    -Igreja Católica Ecumênica do Brasil
    -Igreja Católica Apostólica Ortodoxa – Patriarcado do Brasil
    -Igreja Católica Apostólica Ortodoxa Americana
    -Igreja Católica Apostólica Ortodoxa Ocidental
    -Igreja Católica Apostólica Ortodoxa Unida – Eparquia Mundial
    -Igreja Ortodoxa Católica Apostólica Militante
    -Igreja Católica Apostólica Ortodoxa Militante
    -Igreja Católica Apostólica Ortodoxa do Brasil
    -Igreja Católica Ortodoxa Grega do Antigo Calendário
    -Igreja Católica Ortodoxa Siriana do Brasil
    -Igreja Católica Independente
    -Rede Nacional de Missões Católica

    E ENTÃO, QUAL IGREJA CATÓLICA JESUS FUNDOU? Risos…..
    E VC LÁ TEM MORAL PRA ISSO.

  187. Alexandre leia a Bíblia protestante. Serve a Bíblia mutilada que voces usam e que foi traduzida pelo falsário João Ferreira de Almeida.

    Mais claro do que isto…

    E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.
    E Jesus, respondendo, disse-lhe: Bem-aventurado és tu, Simão Barjonas, porque to não revelou a carne e o sangue, mas meu Pai, que está nos céus.
    Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela;
    E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.

    Mateus 16:16-19

  188. Agora nos diga você onde está na Bíblia que a Igreja do Malafaia, surgida no mundo 2.000 anos após as palavras de Jesus é a Igreja que Jesus Cristo fundou ?

    Só um idiota para acreditar que a Igreja do Malafaia é a Igreja que Jesus Cristo fundou.

    Não tem como Jesus ter aguardado 2.000 anos para fundar sua igreja.

    E se Jesus fundou sua Igreja através de Malafaia, então as outras igrejas evangélicas são falsas.

    Ou Jesus também fundou outras igrejas edificando-as sobre outros “ungidos” ?

    Não tem jeito Alexandre. Tens que se conformar que vives nas seitas dos homens. Aceite o fato e quando Jesus voltar diga a ele em alto e bom som:

    “Eu não aceito que tenhas edificado a Igreja sobre Pedro.”

  189. Ora, se o Alexandre diz que a Igreja Católica Apostólica Romana não é a Igreja fundada por Cristo, pergunta-se ao gênio:

    Por que Alexandre adota o Sola Scriptura e o Sola Fide, ambos de Lutero, sabendo que o mesmo era um ex monge da Igreja que ele diz não ter sido fundada por Jesus Cristo ?

    Ora, Jesus nunca ensinou tais doutrinas.
    Nem os apóstolos.
    Nem a Igreja.
    Nem a Bíblia.

    Onde Alexandre aprendeu estas doutrinas que são praticadas exclusivamente pelos homens ?

    Todos aprenderam com Lutero, Calvino, etc…

    Ou seja, Alexandre segue a doutrina de um ex monge da igreja que ele diz ser falsa.

    VAI SER COERENTE E ÉTICO ASSIM LA NA ESLAVEC !!!

  190. “Pregue o Evangelho em todo tempo.
    Se necessário, use palavras”.
    “MADRE TEREZA DE CALCUTA”

    “Tome cuidado com a sua vida, talvez ela seja o único evangelho que as pessoas leiam”
    “MADRE TEREZA DE CALCUTA”

    “O Espírito Santo faz-nos olhar para os outros de modo novo, vendo-os sempre, em Jesus, como irmãos e irmãs que temos de respeitar e amar.”
    “PAPA FRANCISCO”

    Sou Catolico, tenho uma colega de trabalho que é evangélica, conversamos sobre nossa religião, nossas doutrinas, e cada um responde o posicionamento de sua igreja em relação a diversos asuuntos fundamentados na bilblia, e nos damos muito bem. E nós não tentamos convencer o outro que sua religião esta errada ou não, ou trazer o outro para sua religião, apenas aprendemos um com o outro. E não tenho somente ela como colega evangelica, tenho outros amigos evangélicos, e a situação é a mesma. Sempre peço a o Espirito Santo sabedoria para viver como cristão neste mundo, de ser colaborador no projeto de Deus para levar almas para Ele.
    Para pregar o Evangélho não é necessario as vezes palavras , mas atitudes concretas.
    Nosso viver é um evangélho que pode levar muitas pessoas a Deus, ou afasta-las de Deus. As redes sociais é uma grande oportunidade de levarmos pessoas ao conhecimento de Deus.
    Para isto devemos ter muita sabedoria. Quanto pedimos ao Espírito Santo, logo vemos os frutos, respeito, amor, compreensão. Somente é o Espírito Santo que convence…

  191. BEL,

    REALMENTE SÓ UM IDIOTA PARA ACREDITAR QUE A IGREJA É DO MALAFAIA, ASSIM COMO VC ACREDITA, PORQUE NA IGREJA EVANGÉLICA NÃO EXISTE UMA ALMA QUE ACREDITE NISTO, SÓ VC MESMA.

    A IGREJA É DE JESUS CRISTO, O PASTOR É SOMENTE UM LÍDER, COMO VÁRIOS OUTROS, ELE NÃO É O ÚNICO NEM O MELHOR, ELE É UM DENTRE VÁRIOS.

    NÃO EXISTE UM LÍDER SUPREMO QUE SEJA SUCESSOR DE CRISTO, O SUCESSOR DE CRISTO SÃO SEUS DISCÍPULOS, QUANDO ELE MANDOU-OS AQUI NA TERRA IMITÁ-LO E PREGAR O QUE ELE DEIXOU. ELE NÃO INTITULOU NINGUÉM QUE FOSSE UM LÍDER ÚNICO PARA COMANDAR.

    E O ANDERSON,

    PRIMEIRO LUGAR, O QUE EU SEMPRE DISSE É QUE A IGREJA CATÓLICA É APÓSTATA, VC SABE O QUE É ISSO? PELO JEITO NÃO, ENTÃO EXPLICO:

    A IGREJA CATÓLICA SE DESVIOU DOS FUNDAMENTOS BÁSICOS DA FÉ CRISTÃ, POR ISSO CHEGOU AONDE ESTÁ HOJE, ATOLADA NA IDOLATRIA.

    QUANTO A LUTERO, REALMENTE ELE ERA UM MONGE, A DIFERENÇA É QUE ELE LEU A BÍBLIA E ENTENDEU O PLANO DE DEUS PARA O HOMEM, E COMO ELE SABIA QUE A IGREJA CATÓLICA ESTAVA TODA ERRADA, CRIOU AS TESES, DANDO INÍCIO A REFORMA.

    ASSIM COMO HOJE EM DIA, O QUE MAIS TENHO VISTO SÃO CATÓLICOS CONHECENDO A VERDADE DO EVANGELHO E SE CONVERTENDO A CRISTO VERDADEIRAMENTE.

    AS VEZES FICA ATÉ SEM GRAÇA DE DEBATER COM VCS, TAMANHA A POBREZA DE ARGUMENTOS QUE VCS APRESENTAM. E PIOR, NUNCA TEM RESPALDO PARA REFUTAR AS ABERRAÇÕES DE SUA SEITA HERÉTICA.

  192. Alexandre, grite o quanto quiser. Faça exatamente como teu chefe e esbraveje contra Igreja de Cristo.

    Mas não se esqueça que a igreja a qual você pertence e escolheu por livre espontânea vontade, não foi fundada por Jesus Cristo.

    Eu duvido que a coragem que você tem para nos cobrar textos bíblicos sabendo que somos católicos, seja usada para cobrar do teu pastor o TEXTO BÍBLICO QUE LHE AUTORIZA A FUNDAR UMA IGREJA.

    Nesta hora, rabinho entre as pernas e nada de Bíblia.

  193. Fala patética do Alexandre: “QUANTO A LUTERO, REALMENTE ELE ERA UM MONGE, A DIFERENÇA É QUE ELE LEU A BÍBLIA E ENTENDEU O PLANO DE DEUS PARA O HOMEM, E COMO ELE SABIA QUE A IGREJA CATÓLICA ESTAVA TODA ERRADA, CRIOU AS TESES, DANDO INÍCIO A REFORMA.”

    Primeiro: Lutero leu a Bíblia só pode ser piada. Lutero conheceu a Bíblia na Igreja católica. Não havia igreja protestante.

    Alexandre, lembre-se que você não está na Eslavec tentando fazer os outros engolirem uma tese idiota como esta. E lembre-se que não somos evangélicos que dizem amém para o paxto.

    Segundo: Se Lutero “leu” a Bíblia e “entendeu” tudo, ao ponto de fundar uma igreja, pergunta-se:

    O QUE O ALEXANDRE FAZ FORA DA IGREJA LUTERANA FUNDADA POR MARTINHO LUTERO QUE LEU E ENTENDEU A BÍBLIA E QUE FOI “ILUMINADO” POR DEUS PARA PROMOVER A REFORMA ?

    ESTARIA ALEXANDRE SE REBELANDO CONTRA A SUPOSTA “ESCOLHA” DE DEUS SOBRE MARTINHO LUTERO COMO REFORMADOR ?

    TENDO LUTERO LIDO E ENTENDIDO A BÍBLIA, SEGUNDO PALAVRAS DO ALEXANDRE, E SABENDO-SE QUE LUTERO VENERAVA A VIRGEM MARIA E SABENDO QUE A IGREJA LUTERANA BATIZA E ADOTA ALGUMAS IMAGENS E SACRAMENTOS TAIS COMO EXISTEM NA IGREJA CATÓLICA, ESTARIA CORRETO DIZERMOS QUE ALEXANDRE É UM APÓSTATA QUE RENEGA A FÉ “CORRETA” DE MARTINHO LUTERO ?

    SE ALEXANDRE RECONHECE EM LUTERO UMA REFORMADOR INSPIRADO E O QUAL, SEGUNDO SUAS PALAVRAS, SERIA TAMBÉM UM PERFEITO ENTENDEDOR DE BÍBLIA, POR QUE ALEXANDRE PERMANECE AGARRADO A MALAFAIA ?

    Mistério evangélico que não pertubará nem um pouquinho o Alexandre.

    Viver na contradição, viver na mentira e no puxa saquismo desenfreado ao pastor é algo para ele natural e necessário.

    PALAVRAS DE ALEXANDRE SOBRE MARTINHO LUTERO:

    QUANTO A LUTERO, REALMENTE ELE ERA UM MONGE, A DIFERENÇA É QUE ELE LEU A BÍBLIA E ENTENDEU O PLANO DE DEUS PARA O HOMEM, E COMO ELE SABIA QUE A IGREJA CATÓLICA ESTAVA TODA ERRADA, CRIOU AS TESES, DANDO INÍCIO A REFORMA.

  194. Vamos testar a coragem do Alexandre:

    PALAVRAS DE MARTINHO LUTERO SOBRE JESUS:

    “Cristo Adúltero. Cristo cometeu adultério pela primeira vez com a mulher da fonte [do poço de Jacó] de que nos fala São João. Não se murmurava em torno dele: “Que fez, então, com ela? ” Depois, com Madalena, depois, com a mulher adútera, que ele absolveu tão levianamente. Assim, Cristo, tão piedoso, também teve que fornicar, antes de morrer” (Lutero, Tischredden, Conversas à Mesa, N* 1472, edição de Weimar, Vol. II, p. 107, apud Franz Funck Brentano, Martim Lutero, Ed Vecchi Rio de Janeiro 1956, p. 15).

    PALAVRAS DE ALEXANDRE SOBRE MARTINHO LUTERO:

    QUANTO A LUTERO, REALMENTE ELE ERA UM MONGE, A DIFERENÇA É QUE ELE LEU A BÍBLIA E ENTENDEU O PLANO DE DEUS PARA O HOMEM, E COMO ELE SABIA QUE A IGREJA CATÓLICA ESTAVA TODA ERRADA, CRIOU AS TESES, DANDO INÍCIO A REFORMA.

    E então Alexandre, você confiaria no “entendimento” bíblico de Martinho Lutero ?

  195. Vamos testar o plano de fuga do Alexandre que acuado costuma dizer: “Nem vou entrar neste assunto agora…”

    PALAVRAS DE ALEXANDRE SOBRE MARTINHO LUTERO:

    QUANTO A LUTERO, REALMENTE ELE ERA UM MONGE, A DIFERENÇA É QUE ELE LEU A BÍBLIA E ENTENDEU O PLANO DE DEUS PARA O HOMEM, E COMO ELE SABIA QUE A IGREJA CATÓLICA ESTAVA TODA ERRADA, CRIOU AS TESES, DANDO INÍCIO A REFORMA.

    PALAVRAS DE LUTERO SOBRE A VIRGEM MARIA

    “Peçamos a Deus que nos faça compreender bem as palavras do Magnificat… Oxalá Cristo nos conceda esta graça por intercessão de sua Santa Mãe! Amém. (“Comentário do Magnificat”).

    “O que são as servas, os servos, os senhores, as mulheres, os príncipes, os reis, os monarcas da terra, em comparação com a Virgem Maria, que, além de ter nascido de uma estirpe real, é também Mãe de Deus, a mulher mais importante da Terra?”

    “No meio de toda a Cristandade ela é a jóia mais preciosa depois de Cristo, a qual nunca pode ser suficientemente exaltada; a imperatriz e rainha mais digna, elevada acima de toda nobreza, sabedoria e santidade”.

    “Por justiça teria sido necessário encomendar-lhe um carro de outro e conduzi-la com 4000 cavalos, tocando a trombeta diante da carruagem, anunciando: “Aqui viaja a mulher bendita entre todas as mulheres, a soberana de todo o gênero humano”. Mas tudo isso foi silenciado; a pobre jovenzinha segue a pé, por um caminho tão longo, e apesar disso, é de fato a Mãe de Deus. Por isso não nos deveríamos admirar, se todos os montes tivessem pulado e dançado de alegria”.

    “Esta única palavra “mãe de Deus” contém toda a sua honra. Ninguém pode dizer algo de maior dela ou exalta-la, dirigindo-se à ela, mesmo que tivessem tantas línguas quantas folhas crescem nas folhagens, quantas graminhas há na terra, quantas estrelas brilham no céu e quantos grãozinhos de areia existem no mar. Para entender o significado do que é ser mãe de Deus, é preciso pesar e avaliar esta palavra no coração”. (Explicação do Magníficat)

    E agora Alexandre ?

    Martinho Lutero pede a intercessão de Maria.

    Martinho Lutero chama Maria de mãe de DEUS.

    Martinho Lutero rende homenagens a Virgem Maria insinuando que nenhuma honraria dada pelos homens a Maria parece ter sido suficiente.

    E Alexandre diz que Martinho Lutero leu a Bíblia, entendeu o que leu e compreendeu o plano de DEUS.

    E agora Alexandre ?

    Continuas com a mesma firme opinião sobre Martinho Lutero ?

    Se Martinho Lutero está certo ao ponto de “compreender” o plano de DEUS, por que você não imita o reformador na veneração a Virgem Maria ?

    Que nome você daria a uma pessoa que sabendo a verdade faz a opção pela mentira ?

  196. Ama e faz o que quiseres. Se calares, calarás com amor; se gritares, gritarás com amor; se corrigires, corrigirás com amor; se perdoares, perdoarás com amor. Se tiveres o amor enraizado em ti, nenhuma coisa senão o amor serão os teus frutos.
    “Santo Agostinho”

    Geralmente suspeitamos dos demais o que sentimos em nós
    “Santo Agostinho”

    As pessoas costumam amar a verdade quando esta as ilumina, porém tendem a odiá-la quando as confrontam.
    “Santo Agostinho”

    “O coração delicado sofre menos das feridas que recebe do que das que faz…”
    “Santo Agostinho”

    O pecado é, amor de si mesmo, até o desprezo de Deus.
    “Santo Agostinho”

    Pois o Deus Todo-Poderoso, por ser soberanamente bom, nunca deixaria qualquer mal existir nas suas obras se não fosse bastante poderoso e bom para fazer resultar o bem do próprio mal.
    “Santo Agostinho”

    Orgulho não é grandeza, mas inchaço. E o que está inchado parece grande, mas não é sadio.
    “Santo Agostinho”

    Preocupas-te se a árvore de tua vida tem galhos apodrecidos? Não percas tempo; cuida bem da raiz e não terás de andar pelos galhos.
    “Santo Agostinho”

    “Mesmo que já tenha feito uma longa caminhada, sempre haverá mais um caminho a percorrer.”
    “Santo Agostinho”

    A infância que já não existe presentemente, existe no passado que já não é.
    “Santo Agostinho”

    O que temer? Nada.
    A quem temer? Ninguém.
    Por que? Porque aqueles que se unem a Deus obtém três grandes previlégios: onipotência sem poder; embriaguez, sem vinho e vida sem morte.
    “São Francisco de Assis”

    Ninguém é suficientemente perfeito, que não possa aprender com o outro e, ninguém é totalmente desttuído de valores que não possa ensinar algo ao seu irmão.
    “São Francisco de Assis”

    A cortesia é irmã da caridade, que apaga o ódio e fomenta o amor.
    “São Francisco de Assis”

    Há três caminhos para o fracasso: não ensinar o que se sabe, não praticar o que se ensina, e não perguntar o que se ignora.
    “São Beda”

    Necessitamos uns dos outros para sermos nós mesmos.
    Santo Agostinho

    ” O tempo é um vestígio de eternidade”
    Santo Agostinho

    Não vês que somos viajantes?
    E tu me perguntas:
    Que é viajar?
    Eu respondo com uma palavra: é avançar!
    Experimentais isto em ti
    Que nunca te satisfaças com aquilo que és
    Para que sejas um dia aquilo que ainda não és.
    Avança sempre! Não fiques parado no caminho.
    Santo Agostinho

    Não procure fora, mas dentro de você, é no interior do homem que habita a verdade
    “Santo Agostinho”

    O Viver em Plena Felicidade não é próprio desta vida mortal. Só o será quando aparecer a imortalidade…Sem a Imortalidade não existe Felicidade.”
    Santo Agostinho

    Não andes averiguando quanto tens, mas o que tu és.
    A verdadeira felicidade não consiste em ter muito, mas em contentar-se com pouco.
    Santo Agostinho

    Ter fé é acreditar naquilo que você não vê; a recompensa por essa fé é ver aquilo em que você acredita.
    Santo Agostinho

    A oração é o encontro da sede de Deus e da sede do homem.
    Santo Agostinho

    A felicidade é continuar desejando aquilo que possuímos.
    Santo Agostinho

    Dá-me aquilo que ordenas, ordena-me aquilo que queres.”
    Santo Agostinho

    As lágrimas são o sangue da alma.
    Santo Agostinho

    Queria voltar a ser criança, porque os joelhos ralados curam bem mais rápidos que os corações partidos.
    São Marcos

    Há pessoas que desejam saber só por saber, e isso é curiosidade; outras, para alcançarem fama, e isso é vaidade; outras, para enriquecerem com a sua ciência, e isso é um negócio torpe; outras, para serem edificadas, e isso é prudência; outras, para edificarem os outros, e isso é caridade”
    Santo Agostinho

    Quando o amor é grande, o medo não é menor.
    Agostinho Santo

    Se quiser conhecer uma pessoa não observe oque ela faz mais oque ela ama.
    Santo Agostinho

    “A humildade é o reconhecimento da renúncia de si mesmo.”
    São Padre Pio de Pietrelcina

    É preciso calar e ter silêncio ao seu redor para poder ouvir a voz de Deus.
    São Padre Pio de Pietrelcina

    Não peças coisa alguma a Deus, senão Deus mesmo. Ama-o,gratuitamente.
    Santo Agostinho

    “Se dois amigos pedirem para você julgar uma disputa, não aceite, porque você irá perder um amigo; por outro lado, se dois estranhos pedirem o mesmo, aceite, porque você irá ganhar um amigo.”
    Santo Agostinho

    “Lute ferozmente contra as tentações da carne.”
    São Padre Pio de Pietrelcina

    O amor é o meu peso. Para qualquer
    parte que vá, é ele quem me leva.
    Santo Agostinho

    Como é bom saber que este Infinito Amor de Deus nos envolve, esta presente em qualquer espaço, me faz olhar para tudo e saber que nada é maior que Ele e nada esta longe de seu Amor, pois o Amor que Ele tem por todos nós é do tamanho do próprio Deus, ele é imensuravel. Um dia Abençoado a todos…

  197. ENTÃO VAMOS LÁ, PARA ACABAR DE UMA VEZ COM A FARSA IDÓLATRA, VAMOS A VERDADEIRA HISTÓRIA, PARA ACABAR DE VEZ COM ESSE PAPO FURADO DE QUE A IGREJA CATÓLICA É A “IGREJA DE CRISTO”, E A ÚNICA.

    Desvendado o mito de que Jesus fundou a Igreja Católica e que Pedro nunca exerceu primado algum em Roma, faz-se cair por terra toda a falsa estória católica, tal como sua suposta “sucessão apostólica”. Mas, então, como surgiu a Igreja Católica? Qual é a sua VERDADEIRA origem???

    Durante os primeiros séculos da era cristã, os seguidores de Cristo foram duramente perseguidos, martirizados, queimados na fogueira, crucificados, lançados para serem devorados por leões e outras feras selvagens. Mas, acima de tudo, continuavam firmes e fiéis no evangelho segundo Jesus Cristo, segundo o qual o apóstolo Paulo e os demais pregaram e os alertavam a não se desviarem do Caminho (Gl.1:8; Cl.1:23; Cl.2:2-5; Cl.2:8; 1Tm.6:3; 1Tm.6:21; 2Tm.4:3,4; Hb.12:9; 2Co.11:2-4). Em 2Coríntios, Paulo alerta a Igreja a não abandonar a devoção pura e sincera a apenas uma pessoa, que é Cristo (2Co.11:2-4). Mas mesmo sendo perseguidos e mortos de tal maneira, os cristãos dos primeiros séculos se sentiam honrados em morrer por aquele que os amou primeiro. Embora fossem minoria e essa minoria fosse duramente reprimida, os cristãos continuavam a crescer mais e mais a cada dia. O amor presente na Igreja Cristã era contagiante demais para os seus inimigos, não havia quem pudesse segurar aquela “onda revolucionária”. Quando Satanás percebeu que perseguir os cristãos não estava dando jeito, decidiu mudar de tática. “Se você não pode com eles, junte-se a eles!”

    Através de decreto do imperador Romano Constantino (adorador do deus Sol invicto), o cristianismo passou a ser a religião oficial do Império Romano. Muitos historiadores dizem ter sido um “golpe político”. Constantino observou que os grupos Cristãos vinham corajo­samente subsistindo apesar da perseguição acirrada que teve início principal­mente na época de Nero. Quanto mais eram perseguidos, mais fortes pareciam ficar. Apesar de não serem maioria. Então era interessante obter o apoio daquele grupo em Roma. E através do Concilio de Nicéia, em 325, o Cristianismo tor­nou-se a religião oficial do Império. Mas quando deixaram de ser perseguidos, quando foi dado todo o aval para que cultuassem ao seu Deus… a coisa começou a ir por água abaixo. Constantino sugeriu, na verdade, uma unificação do Cristianismo com as religiões politeístas da época. Os Templos Pagãos foram modificados convenientemente, mas mantidos. Bem como as suas imagens de escultura, cujos nomes foram apenas modificados. PORQUE A ESSÊNCIA DAQUELE POVO ROMANO NÃO PODERIA SER ASSIM RETIRADA DO DIA PRA NOITE. Mas os Cristãos também tinham que sair contentes do acordo. A solução era um sincretismo com carinha mais Cristã do que pagã! E a partir daí foi só induzir mais e mais ao erro. A raiz da idolatria já existia dentro do Cristi­anismo. Foram, ao longo dos anos, mais de sessenta a setenta alterações das doutrinas bíblicas, acréscimos totalmente anti-bíblicos com o intuito de desviar o verdadeiro cristão da verdade que é Cristo. Abaixo, apenas algumas das alterações que tiraram a Igreja do rumo:

    Ano 304: Os Bispos começam a serem chamados de Papa [Mt. 23:12]. Ano 310: Iniciam as rezas pelos mortos [Dt.18:11]. Ano 320: Começam usar velas nas Igrejas pela primeira vez. Ano 325: Constantino celebra o 1º concílio das Igrejas [com Cristãos e atores]. Ano 381: A Igreja Cristã recebe o nome de “Católica”. Ano 394: O culto Cristão é substituído pela Missa. Ano 416: Começam a batizar crianças recém-nascidas. Ano 431: Instituído o culto à Maria, mãe de JESUS. Ano 503: O Purgatório começa a existir. Ano 787: Começaram com o Culto às Imagens. Ano 830: Começaram a usar Ramos e Água Benta. Ano 933: Instituída a Canonização de “Santos”. Ano 1184: Inquisição [foi efetivada anos depois]. Ano 1190: Instituem a venda de Indulgência [pagar ($) para perdão dos pecados]. Ano 1200: A Hóstia substitui a Ceia. Ano 1216: Instituída a Confissão. Ano 1546: Os Livros Apócrifos [não inspirados por DEUS] foram introduzidos na Bíblia. Ano 1854: Dogma da Imaculada Conceição. Ano 1870: Infalibilidade Papal. Ano 1950: Assunção de Maria. Existem mais coisas que foram inventadas ao longo dos tempos, isso se cumpre quando a Bíblia diz: Salmos 42:7 “Um Abismo chama outro Abismo”.

    Constantino permitiu, e mesmo promoveu a “cristianização” de crenças pagãs. Crenças completamente pagãs e totalmente não-bíblicas ganharam nova identidade “cristã”. Seguem-se alguns claros exemplos disso:

    1- O Culto a Ísis, deusa-mãe do Egito e esta religião, foram absorvidas no Cristianismo, substituindo-se Ísis por Maria. Muitos dos títulos que eram usados para Ísis, como “Rainha dos céus”, “Mãe de Deus” e “theotokos” (a que carregou a Deus) foram ligados a Maria. A Maria foi dado um papel exaltado na fé cristã, muito além do que a Bíblia a ela atribui, com o fim de atrair os adoradores de Ísis para uma fé que, de outra forma, não abraçariam. Na verdade, muitos templos a Ísis foram convertidos em templos dedicados a Maria. A primeira indicação clara da Mariologia Católica ocorre nos escritos de Origen, que viveu em Alexandria, Egito, que por acaso era o lugar principal da adoração a Ísis.

    2- O Mitraísmo foi uma religião no Império Romano do 1º ao 5º século d.C. Muito popular entre os romanos, em particular entre os soldados, e possivelmente a religião de vários imperadores romanos. Mesmo que jamais tenha sido dado ao Mitraísmo um status “oficial” no Império Romano, foi de fato religião oficial até que Constantino e imperadores romanos que o sucederam substituíram o Mitraísmo pelo Cristianismo. Uma das principais características do Mitraísmo era a refeição sacrificial, que envolvia comer a carne e beber o sangue de um touro. Mitras, o deus do Mitraismo, estava “presente” na carne e no sangue do touro, e quando consumido, concedia salvação àqueles que tomavam parte da refeição sacrificial (teofagia, comer o próprio deus). O Mitraísmo também possuía sete “sacramentos”; que foram difundidos através do Catolicismo e estão vivos até hoje.

    3- Constantino e seus sucessores encontraram um substituto fácil para a refeição sacrificial do Mitraísmo no conceito da Ceia do Senhor/Comunhão Cristã. Infelizmente, alguns cristãos primitivos já haviam ligado o misticismo à Ceia do Senhor, rejeitando o conceito bíblico de uma simples e adorativa rememoração da morte e sangue derramado de Cristo. (” Fazei isto em memória de mim. “) A romanização da Ceia do Senhor completou a transição para a consumação sacrificial de Jesus Cristo, agora conhecida como a Missa Católica/Eucaristia. Um ato folclórico e não cristão.

    4- A maioria dos imperadores romanos (e cidadãos) era henoteísta. Um henoteísta é alguém que crê na existência de muitos deuses, mas dá atenção especial a um deus em particular, ou considera um deus em particular como supremo e acima dos outros deuses, como no politeísmo. Por exemplo, o deus romano Júpiter era supremo acima do panteão romano de deuses. Os marinheiros romanos eram freqüentemente adoradores de Netuno, o deus dos oceanos. QUANDO A IGREJA CATÓLICA ABSORVEU O PAGANISMO ROMANO, ELA SIMPLESMENTE SUBSTITUIU O PANTEÃO DE DEUSES PELOS SANTOS. Assim como no panteão romano de deuses havia um deus do amor, um deus da paz, um deus da guerra, um deus da força, um deus da sabedoria, etc, da mesma forma, na Igreja Católica havia um santo “responsável” por cada uma destas coisas, e muitas outras categorias. Assim como muitas cidades romanas tinham um deus específico para ela, também a Igreja Católica providenciou “santos padroeiros” para as cidades. Ao invés de combater o sistema politeísta, se prostituiu.

    5- A supremacia do bispo romano (o papado) foi criada com o apoio de imperadores romanos. Com a cidade de Roma sendo o centro do governo para o Império Romano, e com os imperadores romanos vivendo em Roma, a cidade de Roma alcançou proeminência em todos os aspectos da vida. Constantino e seus sucessores deram apoio ao bispo de Roma como governante supremo da Igreja. Logicamente é o melhor para a unidade do Império Romano que o governo e estado religioso sejam centralizados no mesmo lugar. Mesmo a maioria de outros bispos (e cristãos) resistindo à idéia da supremacia do bispo romano, o bispo romano ascendeu à supremacia, por causa do poder e influência dos imperadores romanos. Quando houve a queda do Império Romano, os papas tomaram para si o título que anteriormente pertencia aos imperadores romanos – Máximo Pontífice.

    Esta foi a nova identidade “cristã”.

    A origem da Igreja Católica é a trágica mistura de Cristianismo com religiões pagãs que o cercavam. Ao invés de proclamar o Evangelho e converter os pagãos, a Igreja Católica “cristianizou” as religiões pagãs e “paganizou” o Cristianismo. Embaçando as diferenças e apagando as distinções, sim, a Igreja Católica se fez atraente às pessoas do Império Romano. O resultado foi que a Igreja Católica se tornou a religião suprema no “mundo romano” por séculos.

    II Timóteo 4:3-4 declara: “Porque virá tempo em que não suportarão a sã doutrina; mas, tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências; E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.”

    É ISSO AÍ MINHA GENTE, APROVEITEM E TENTEM “PORQUE EU SEI QUE VCS TEM DIFICULDADE DE ENTENDIMENTO” MAS TENTEM PELO MENOS ESTUDAR UM POUCO MAIS, SE NÃO VAI FICAR SEMPRE DIFÍCIL PARA VOCÊS. BOM FIM DE SEMANA E APROVEITEM O ESTUDO.

  198. Alexandre, sem embromação de pastor evangélico canastrão.

    POR FAVOR, RESPONDA AS PERGUNTAS DA BEL E DO ANDERSON.

    VOCÊ FICOU SEM RESPOSTA.

    ELOGIOU O TONTO DO LUTERO E AGORA TEVE QUE ENGOLIR O QUE DISSE.

    VOCÊ É APENAS UM PATÉTICO REPETIDOR DE TEXTOS PRONTOS E CAPACHO DE MALAFAIA.

  199. “O que era desde o princípio, o que ouvimos e vimos com nossos olhos, o que contemplamos e nossas mãos tocaram do Verbo da Vida. Porque a Vida se manifestou e nós a vimos; damos testemunho e anunciamos a Vida Eterna, que estava no Pai e se manifestou a nós; O que vimos e ouvimos, isso vos anunciamos, para que tenhais comunhão conosco: nossa comunhão é com o Pai e com o Filho, Jesus Cristo. Escrevemos estas coisas para que a vossa alegria seja completa.” (I João 1-4)

    A PROFISSÃO DA FÉ CRISTÃ

    O CREDO

    Creio em Deus, Pai todo-poderoso, Criador do Céu e da Terra

    E em Jesus Cristo, seu único Filho, nosso Senhor
    que foi concebido pelo poder do Espírito Santo;
    nasceu da Virgem Maria;
    padeceu sob Pôncio Pilatos,
    foi crucificado, morto e sepultado;
    desceu à mansão dos mortos;
    ressuscitou ao terceiro dia;
    subiu aos Céus;
    está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso,
    de onde há-de vir a julgar os vivos e os mortos.

    Creio no Espírito Santo;
    na santa Igreja Católica;
    na comunhão dos Santos;
    na remissão dos pecados;
    na ressurreição da carne;
    e na vida eterna. Amen

    Credo Niceno-Constantinopolitano

    Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso
    Criador do Céu e da Terra,
    de todas as coisas visíveis e invisíveis.

    Creio em um só Senhor, Jesus Cristo,
    Filho Unigénito de Deus,
    nascido do Pai antes de todos os séculos:
    Deus de Deus, luz da luz,
    Deus verdadeiro de Deus verdadeiro;
    gerado, não criado, consubstancial ao Pai.
    Por Ele todas as coisas foram feitas.
    E por nós homens e para nossa salvação
    desceu dos Céus.
    E encarnou pelo Espírito Santo,
    no seio da Virgem Maria,
    e se fez homem.
    Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos;
    padeceu e foi sepultado.

    Ressuscitou ao terceiro dia,
    conforme as Escrituras;
    e subiu aos Céus, onde está sentado à direita do Pai.
    De novo há-de vir em sua glória
    para julgar os vivos e os mortos;
    e o seu Reino não terá fim.

    Creio no Espírito Santo, Senhor que dá a vida,
    e procede do Pai e do Filho;
    e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos profetas.

    Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica.
    Professo um só Baptismo para a remissão dos pecados.
    E espero a ressurreição dos mortos
    e a vida do mundo que há-de vir. Ámen.

    CREIO EM DEUS PAI
    Simbolos da Fé

    33. O que são os Símbolos da Fé?

    185-188
    192. 197

    São fórmulas articuladas, também chamadas «profissões de fé» ou «Credo», mediante as quais a Igreja, desde as suas origens, exprimiu resumidamente e transmitiu a própria fé, numa linguagem normativa e comum a todos os fiéis.

    34. Quais são os mais antigos Símbolos da fé?

    189-191

    São os Símbolos baptismais. Porque o Baptismo é administrado «em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo» (Mt 28,19), as verdades de fé neles professadas estão articuladas segundo a sua referência às três Pessoas da Santíssima Trindade.

    35. Quais são os mais importantes Símbolos da fé?

    193-195

    São o Símbolo dos Apóstolos, que é o antigo Símbolo baptismal da Igreja de Roma, e o Símbolo niceno-constantinopolitano, fruto dos primeiros dois Concílios Ecuménicos de Niceia (325) e de Constantinopola (381), e que é, ainda hoje, comum a todas as grandes Igrejas do Oriente e do Ocidente.

    «CREIO EM DEUS, PAI OMNIPOTENTE,
    CRIADOR DO CÉU E DA TERRA»

    36. Porque é que a profissão de fé começa com «Creio em Deus»?

    198-199

    Porque a afirmação «Creio em Deus» é a mais importante, a fonte das outras verdades respeitantes ao homem, ao mundo e à nossa vida de crentes n’Ele.

    37. Porque professamos um só Deus?

    200-202
    228

    Porque Ele se revelou ao povo de Israel como o Único, quando disse: «Escuta Israel, o Senhor é um só» (Dt 6,4), «não há outros» (Is 45,22). O próprio Jesus o confirmou: Deus é «o único Senhor» (Mc 12,29). Professar que Jesus e o Espírito Santo são também eles Deus e Senhor, não introduz nenhuma divisão no Deus Uno.

    38. Com que nome Deus se revela?

    203-205
    230-231

    Deus revela-se a Moisés como o Deus vivo, «o Deus de Abraão, o Deus de Isaac, o Deus de Jacob» (Ex 3,6). Ao mesmo Moisés, Deus revela também o seu nome misterioso: «Eu Sou aquele que Sou (YHWH)». O nome inefável de Deus, já nos tempos do Antigo Testamento, foi substituído pela palavra Senhor. Assim, no Novo Testamento, Jesus, chamado Senhor, aparece como verdadeiro Deus.

    39. Só Deus «é»?

    212-213

    Enquanto as criaturas receberam d’Ele tudo o que são e têm, só Deus é em si mesmo a plenitude do ser e de toda a perfeição. Ele é «Aquele que é», sem origem e sem fim. Jesus revela que também Ele é portador do nome divino: «Eu sou» (Jo 8, 28).

    40. Porque é importante a revelação do nome de Deus?

    206-213

    Ao revelar o seu Nome, Deus dá a conhecer as riquezas do seu mistério inefável: só Ele é, desde sempre e para sempre, Aquele que transcende o mundo e a história. Foi Ele que fez o céu e aterra. Ele é o Deus fiel, sempre próximo do seu povo para o salvar. É o Santo por excelência, «rico de misericórdia» (Ef 2,4), sempre pronto a perdoar. É o Ser espiritual, transcendente, omnipotente, eterno, pessoal, perfeito. É verdade e amor.

    «Deus é o ser infinitamente perfeito que é a
    Santíssima Trindade» (S. Turíbio de Mongrovejo).

    41. Em que sentido Deus é a verdade?

    214-217
    231

    Deus é a própria Verdade e como tal não se engana e não pode enganar. Ele «é luz e n’Ele não há trevas» (1 Jo 1,5). O Filho eterno de Deus, Sabedoria encarnada, foi enviado ao mundo «para dar testemunho da Verdade» (Jo 18, 37).

    42. De que maneira Deus revela que é amor?

    218-221

    Deus revela-se a Israel como Aquele que tem um amor mais forte que o pai ou a mãe pelos seus filhos ou o esposo pela sua esposa. Ele, em Si mesmo, «é amor» (1 Jo 4,8.16), que se dá completa e gratuitamente, «que tanto amou o mundo que lhe deu o seu próprio Filho unigénito, para que o mundo seja salvo por seu intermédio» (Jo 3,16-17). Enviando o seu Filho e o Espírito Santo, Deus revela que Ele próprio é eterna permuta de amor.

    43. O que implica crer em um só Deus?

    222-227
    229

    Crer em Deus, o Único, implica: conhecer a sua grandeza e majestade; viver em acção de graças; confiar sempre n’Ele, até nas adversidades; reconhecer a unidade e a verdadeira dignidade de todos os homens, criados à imagem de Deus; usar rectamente as coisas por Ele criadas.

    44. Qual é o mistério central da fé e da vida cristã?

    232-237

    O mistério central da fé e da vida cristã é o mistério da Santíssima Trindade. Os cristãos são baptizados no nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

    45. O mistério da Santíssima Trindade pode ser conhecido só pela razão humana?

    237

    Deus deixou alguns traços do seu ser trinitário na criação e no Antigo Testamento, mas a intimidade do seu Ser como Trindade Santa constitui um mistério inacessível à razão humana sozinha, e mesmo à fé de Israel, antes da Encarnação do Filho de Deus e do envio do Espírito Santo. Tal mistério foi revelado por Jesus Cristo e é a fonte de todos os outros mistérios.

    46. O que nos revela Jesus Cristo sobre o mistério do Pai?

    240-242

    Jesus Cristo revela-nos que Deus é «Pai», não só enquanto é Criador do universo e do homem, mas sobretudo porque, no seu seio, gera eternamente o Filho, que é o seu Verbo, «resplendor da sua glória, e imagem da sua substância» (Heb1, 3).

    47. Quem é o Espírito Santo que Jesus Cristo nos revelou?

    243-248

    É a terceira Pessoa da Santíssima Trindade. Ele é Deus, uno e igual ao Pai e ao Filho. Ele «procede do Pai» (Jo 15, 26), o qual, princípio sem princípio, é a origem de toda a vida trinitária. E procede também do Filho (Filioque), pelo dom eterno que o Pai faz de Si ao Filho. Enviado pelo Pai e pelo Filho encarnado, o Espírito Santo conduz a Igreja «ao conhecimento da Verdade total» (Jo 16, 13).

    48. Como é que a Igreja exprime a sua fé trinitária?

    249-256
    266

    A Igreja exprime a sua fé trinitária confessando um só Deus em três Pessoas: Pai e Filho e Espírito Santo. As três Pessoas divinas são um só Deus, porque cada uma delas é idêntica à plenitude da única e indivisível natureza divina. Elas são realmente distintas entre si, pelas relações que as referenciam umas às outras: o Pai gera o Filho, o Filho é gerado pelo Pai, o Espírito Santo procede do Pai e do Filho.

    49. Como operam as três Pessoas divinas?

    257-260
    267

    Inseparáveis na sua única substância, as Pessoas divinas são inseparáveis também no seu operar: a Trindade tem uma só e mesma operação. Mas no único agir divino, cada Pessoa está presente segundo o modo que lhe é próprio na Trindade.

    «Ó meu Deus, Trindade que eu adoro… pacificai a minha alma;
    fazei dela o vosso céu, vossa morada querida e o lugar
    do vosso repouso. Que eu não vos deixe nunca só, mas que
    esteja lá, com todo o meu ser, toda vigilante na minha fé, toda
    em adoração, toda oferecida à vossa acção criadora»
    (Beata Isabel da Trindade).

    50. O que significa que Deus é omnipotente?

    268-278

    Deus revelou-se como «o Forte, o Potente» (Sal 24, 8-10), Aquele para quem «nada é impossível» (Lc 1,37). A sua omnipotência é universal, misteriosa, e manifesta-se na criação do mundo a partir do nada e na criação do homem por amor, mas sobretudo na Encarnação e na Ressurreição do Seu Filho, no dom da adopção filial e no perdão dos pecados. Por isso a Igreja dirige a sua oração ao «Deus omnipotente e eterno» («Omipotens sempiterne Deus»).

    51. Porque é importante afirmar: «No princípio criou Deus o céu e a terra» (Gn 1,1)?

    279-289
    315

    Porque a Criação é o fundamento de todos os projectos divinos de salvação; manifesta o amor omnipotente e sapiente de Deus; é o primeiro passo para a Aliança do Deus único com o seu povo; é o início da história da salvação que culmina em Cristo; é uma primeira resposta às questões fundamentais do homem acerca da sua própria origem e do seu fim.

    52. Quem criou o mundo?

    290-292
    316

    O Pai, o Filho e o Espírito Santo são o princípio único e indivisível do mundo, ainda que a obra da criação do mundo seja particularmente atribuída ao Pai.

    53. Para que foi criado o mundo?

    293-294
    319

    O mundo foi criado para a glória de Deus, que quis manifestar e comunicar a sua bondade, verdade e beleza. O fim último da criação é que Deus, em Cristo, possa ser «tudo em todos» (1 Cor 15,28), para a sua glória e para a nossa felicidade.

    «A Glória de Deus é o homem vivo e a vida do homem
    é a visão de Deus» (Santo Ireneu).

    54. Como é que Deus criou o universo?

    295-301
    317-320

    Deus criou o universo livremente, com sabedoria e amor. O mundo não é o produto duma necessidade, dum destino cego ou do acaso. Deus criou «do nada» (ex nihilo: 2Mac 7,28) um mundo ordenado e bom, que Ele transcende infinitamente. Deus conserva no ser a sua criação e sustenta-a, dando-lhe a capacidade de agir, e conduzindo-a à sua realização, por meio do seu Filho e do Espírito Santo.

    55. Em que consiste a Providência divina?

    302-306
    321

    A Providência divina consiste nas disposições com as quais Deus conduz as suas criaturas para a perfeição última, à qual Ele as chamou. Deus é o autor soberano do seu desígnio. Mas para a realização do mesmo serve-se também da cooperação das suas criaturas. Ao mesmo tempo, dá às criaturas a dignidade de agirem por si mesmas, de serem causas umas das outras.

    56. Como é que o homem colabora com a Providência divina?

    307-308
    323

    Ao homem, Deus concede e requer, respeitando a sua liberdade, a colaboração através das suas acções, das suas orações e mesmo com os seus sofrimentos, suscitando nele «o querer e o operar segundo os seus benévolos desígnios» (Filp 2,13).

    57. Se Deus é omnipotente e providente porque é que existe o mal?

    309-310
    324. 400

    A esta pergunta, tão dolorosa quanto misteriosa, só o conjunto da fé cristã pode dar resposta. Deus não é de maneira nenhuma, nem directamente nem indirectamente, a causa do mal. Ele ilumina o mistério do mal no seu Filho Jesus Cristo, que morreu e ressuscitou para vencer aquele grande mal moral que é o pecado dos homens e que é a raiz dos outros males.

    58. Porque é que Deus permite o mal?

    311-314
    324

    A fé dá-nos a certeza de que Deus não permitiria o mal se do próprio mal não extraísse o bem. Deus realizou admiravelmente isso mesmo na morte e ressurreição de Cristo: com efeito, do maior mal moral, a morte do Seu Filho, Ele retirou os bens maiores, a glorificação de Cristo e a nossa redenção.

    O céu e a terra

    59. O que é que Deus criou?

    325-327

    A Sagrada Escritura diz: «No princípio Deus criou o céu e a terra» (Gn 1,1). A Igreja, na sua profissão de fé, proclama que Deus é o criador de todas as coisas visíveis e invisíveis: de todos os seres espirituais e materiais, isto é, dos anjos e do mundo visível, e em particular do homem.

    60. Quem são os anjos?

    328-333
    350-351

    Os anjos são criaturas puramente espirituais, incorpóreas, invisíveis e imortais, seres pessoais dotados de inteligência e de vontade. Estes, contemplando incessantemente a Deus face a face, glorificam-no, servem-no e são os seus mensageiros no cumprimento da missão de salvação, em prol de todos os homens.

    61. Como é que os anjos estão presentes na vida da Igreja?

    334-336
    352

    A Igreja une-se aos anjos para adorar a Deus, invoca a sua assistência e celebra liturgicamente a memória de alguns.

    «Cada fiel tem ao seu lado um anjo como protector e pastor,
    para o conduzir à vida» (S. Basílio Magno).

    62. Que ensina a Sagrada Escritura sobre a criação do mundo visível?

    337-344

    Ao narrar os «seis dias» da criação, a Sagrada Escritura dá-nos a conhecer o valor dos seres criados e a sua finalidade de louvor a Deus e serviço ao homem. Todas as coisas devem a sua existência a Deus, de quem recebem a sua bondade e perfeição, as suas leis e o lugar no universo.

    63. Qual é o lugar do homem na criação?

    343-344
    353

    O homem é o vértice da criação visível, pois é criado à imagem e semelhança de Deus.

    64. Que tipo de relação existe entre as coisas criadas?

    342-354

    Entre as criaturas existe uma interdependência e uma hierarquia queridas por Deus. Ao mesmo tempo, existe uma unidade e solidariedade entre as criaturas, uma vez que todas têm o mesmo Criador, são por Ele amadas e estão ordenadas para a sua glória. Respeitar as leis inscritas na Criação e as relações derivantes da natureza das coisas é portanto um princípio de sabedoria e um fundamento da moral.

    65. Qual a relação entre a obra da criação e a da redenção?

    345-349

    A obra da criação culmina na obra ainda maior da redenção. Com efeito, esta dá início à nova criação, na qual tudo reencontrará o seu pleno sentido e o seu acabamento.

    O homem

    66. Em que sentido o homem é criado «à imagem de Deus»?

    355-358

    Afirmar que o homem é criado à imagem de Deus significa que ele é capaz de conhecer e amar, na liberdade, o próprio Criador. É a única criatura, nesta terra, que Deus quis por si mesma e que chamou a partilhar a sua vida divina, no conhecimento e no amor. Enquanto criado à imagem de Deus, o homem tem a dignidade de pessoa: não é uma coisa mas alguém, capaz de se conhecer a si mesmo, de se dar livremente e de entrar em comunhão com Deus e com as outras pessoas.

    67. Para que fim Deus criou o homem?

    358-359

    Deus criou tudo para o homem, mas o homem foi criado para conhecer, servir e amar a Deus, para Lhe oferecer neste mundo toda a criação em acção de graças e para ser elevado à vida com Deus no céu. Só no mistério do Verbo encarnado se esclarece verdadeiramente o mistério do homem, predestinado a reproduzir a imagem do Filho de Deus feito homem, que é a perfeita «imagem de Deus invisível» (Col 1, 15).

    68. Porque é que os homens constituem uma unidade?

    360-361

    Todos os homens formam a unidade do género humano, graças à sua comum origem em Deus. Para além disso, Deus criou «a partir de um só homem todo o género humano» (Act 17,26). Todos têm também um único Salvador e todos são chamados a partilhar a eterna felicidade de Deus.

    69. Como é que, no homem, a alma e o corpo formam uma unidade?

    362-356
    382

    A pessoa humana é um ser ao mesmo tempo corpóreo e espiritual. O espírito e a matéria, no homem, formam uma única natureza. Esta unidade é tão profunda que, graças ao princípio espiritual que é a alma, o corpo, que é material, se torna um corpo humano e vivo e participa na dignidade de imagem de Deus.

    70. Quem dá a alma ao ser humano?

    366-368
    383

    A alma espiritual não vem dos pais, mas é criada directamente por Deus e é imortal. Separando-se do corpo no momento da morte, ela não perece; voltará a unir-se novamente ao corpo, no momento da ressurreição final.

    71. Que relação Deus estabeleceu entre o homem e a mulher?

    369-373
    383

    O homem e a mulher foram criados por Deus com uma igual dignidade enquanto pessoas humanas e, ao mesmo tempo, numa complementaridade recíproca enquanto masculino e feminino. Deus quis que fossem um para o outro, para uma comunhão de pessoas. Juntos são também chamados a transmitir a vida humana, formando no matrimónio «uma só carne» (Gn 2, 24), e a dominar a terra como «administradores» de Deus.

    72. Qual era a condição originária do homem segundo o projecto de Deus?

    374-379
    384

    Deus, criando o homem e a mulher, tinha-lhes dado uma participação especial na própria vida divina, em santidade e justiça. Segundo o projecto de Deus, o homem não deveria nem sofrer nem morrer. Além disso, reinava uma harmonia perfeita no próprio ser humano, entre a criatura e o criador, entre o homem e a mulher, bem como entre o primeiro casal humano e toda a criação.

    A queda

    73. Como se compreende a realidade do pecado?

    385-389

    O pecado está presente na história do homem. Tal realidade só se esclarece plenamente à luz da Revelação divina, e sobretudo à luz de Cristo Salvador universal, que fez superabundar a graça onde abundou o pecado.

    74. O que é a queda dos anjos?

    391-395
    414

    Com esta expressão indica-se que Satanás e os outros demónios de que falam a Sagrada Escritura e a Tradição da Igreja, de anjos criados bons por Deus, se transformaram em maus, porque, mediante uma opção livre e irrevogável, recusaram Deus e o seu Reino, dando assim origem ao inferno. Procuram associar o homem à sua rebelião contra Deus; mas Deus afirma em Cristo a Sua vitória segura sobre o Maligno.

    75. Em que consiste o primeiro pecado do homem?

    396-403
    415-417

    O homem, tentado pelo diabo, deixou apagar no seu coração a confiança em relação ao seu Criador e, desobedecendo-lhe, quis tornar-se «como Deus», sem Deus e não segundo Deus (Gn 3, 5). Assim, Adão e Eva perderam imediatamente, para si e para todos os seus descendentes, a graça da santidade e da justiça originais.

    76. O que é o pecado original?

    404
    419

    O pecado original, no qual todos os homens nascem, é o estado de privação da santidade e da justiça originais. É um pecado por nós «contraído» e não «cometido»; é uma condição de nascimento e não um acto pessoal. Por causa da unidade de origem de todos os homens, ele transmite-se aos descendentes de Adão com a natureza humana, «não por imitação mas por propagação». Esta transmissão permanece um mistério que não podemos compreender plenamente.

    77. Que outras consequências provoca o pecado original?

    405-409
    418

    Em consequência do pecado original, a natureza humana, sem ser totalmente corrompida, fica ferida nas suas forças naturais, submetida à ignorância, ao sofrimento, ao poder da morte, e inclinada ao pecado. Tal inclinação é chamada concupiscência.

    78. Depois do primeiro pecado, o que fez Deus?

    410-412
    420

    Após o primeiro pecado, o mundo foi inundado por pecados, mas Deus não abandonou o homem ao poder da morte. Pelo contrário, pré-anunciou de modo misterioso – no «Proto-evangelho» (Gn 3,15) – que o mal seria vencido e o homem levantado da queda. É o primeiro anúncio do Messias redentor. Por isso a queda será mesmo chamada feliz culpa, porque «mereceu um tal e tão grande Redentor» (Liturgia da Vigília pascal).

    CREIO EM JESUS CRISTO,
    O FILHO UNIGÉNITO DE DEUS

    79. Qual é a Boa Nova para o homem?

    422-424

    É o anúncio de Jesus Cristo, «o Filho do Deus vivo» (Mt 16,16), morto e ressuscitado. No tempo do rei Herodes e do imperador César Augusto, Deus cumpriu as promessas feitas a Abraão e à sua descendência enviando «o Seu Filho, nascido de uma mulher e sujeito à Lei, para resgatar os que estavam sujeitos à Lei, e nos tornar seus filhos adoptivos» (Gal 4, 4-5).

    80. Como se difunde esta Boa Nova?

    425-429

    Desde o início os primeiros discípulos tiveram um ardente desejo de anunciar Jesus Cristo, com o fim de conduzir à fé n’Ele. Também hoje, do amoroso conhecimento de Cristo nasce o desejo de evangelizar e catequizar, isto é, de revelar na sua pessoa o pleno desígnio de Deus e de colocar a humanidade em comunhão com Ele.

    «E EM JESUS CRISTO, SEU ÚNICO FILHO, NOSSO SENHOR»

    81. Que significa o nome «Jesus»?

    430-435
    452

    Dado pelo Anjo no momento da Anunciação, o nome «Jesus» significa «Deus salva». Exprime a sua identidade e a sua missão, «porque é Ele que salvará o seu povo dos seus pecados» (Mt 1,21). Pedro afirma que «não existe debaixo do céu outro Nome dado aos homens pelo qual possamos ser salvos» (Act 4,12).

    82. Porque é que Jesus é chamado «Cristo»?

    436-440
    453

    «Cristo» em grego, «Messias» em hebraico, significa «ungido». Jesus é o Cristo porque é consagrado por Deus, ungido pelo Espírito Santo para a missão redentora. Ele é o Messias esperado por Israel, enviado ao mundo pelo Pai. Jesus aceitou o título de Messias, precisando porém o seu sentido: «descido do céu» (Jo 3,13), crucificado e depois ressuscitado, Ele é o Servo Sofredor «que dá a sua vida em resgate pela multidão» (Mt 20,28). Do nome Cristo é que veio para nós o nome de cristãos.

    83. Em que sentido Jesus é o «Filho Unigénito de Deus»?

    441-445
    454

    No sentido único e perfeito. No momento do Baptismo e da Transfiguração, a voz do Pai designa Jesus como seu «Filho predilecto». Apresentando-se a Si mesmo como o Filho que «conhece o Pai» (Mt 11,27), Jesus afirma a Sua relação única e eterna com Deus Seu Pai. Ele é «o Filho Unigénito de Deus» (1 Jo 2, 23), a segunda Pessoa da Trindade. É o centro da pregação apostólica: os Apóstolos viram «a Sua glória, como de Unigénito do Pai» (Jo 1, 14).

    84. O que significa o título «Senhor»?

    446-451
    455

    Na Bíblia, este título designa habitualmente Deus Soberano. Jesus atribui-o a si mesmo e revela a sua soberania divina através do poder sobre a natureza, sobre os demónios, sobre o pecado e sobre a morte, sobretudo com a sua Ressurreição. As primeiras confissões cristãs proclamam que o poder, a honra e a glória devidas a Deus Pai são também devidas a Jesus: Deus «deu-Lhe o Nome que está acima de todos os nomes» (Fil 2,9). Ele é o Senhor do mundo e da história, o único a quem o homem deve submeter completamente a própria liberdade pessoal.

    «JESUS CRISTO FOI CONCEBIDO PELO PODER
    DO ESPÍRITO SANTO, E NASCEU DA VIRGEM MARIA»

    85. Porque é que o Filho de Deus se fez homem?

    456-460

    O Filho de Deus encarnou no seio da Virgem Maria pelo poder do Espírito Santo, por causa de nós homens e para nossa salvação, ou seja: para nos reconciliar a nós pecadores com Deus; para nos fazer conhecer o seu amor infinito; para ser o nosso modelo de santidade; para nos tornar «participantes da natureza divina» (2 Ped 1, 4).

    86. Que significa a palavra «Encarnação»?

    461-463
    483

    A Igreja chama «Encarnação» ao mistério da admirável união da natureza divina e da natureza humana na única Pessoa divina do Verbo. Para realizar a nossa salvação, o Filho de Deus fez-se «carne» (Jo 1,14) tornando-se verdadeiramente homem. A fé na Encarnação é o sinal distintivo da fé cristã.

    87. De que modo Jesus Cristo é verdadeiro Deus e verdadeiro homem?

    464-467
    469

    Jesus é, inseparavelmente, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, na unidade da sua Pessoa divina. Ele, o Filho de Deus, que é «gerado, não criado, consubstancial ao Pai», fez-se verdadeiramente homem, nosso irmão, sem com isto deixar de ser Deus, nosso Senhor.

    88. Que ensina acerca disto o Concílio de Calcedónia (ano 451)?

    467

    O Concílio de Calcedónia ensina a confessar «um só e mesmo Filho, nosso Senhor Jesus Cristo, perfeito na sua divindade e perfeito na sua humanidade; verdadeiro Deus e verdadeiro homem, composto de alma racional e de corpo, consubstancial ao Pai pela sua divindade, consubstancial a nós pela humanidade, “em tudo semelhante a nós, excepto no pecado” (Heb 4, 15); gerado pelo Pai antes de todos os séculos, segundo a divindade e, nestes últimos tempos, por nós homens e para nossa salvação, nascido da Virgem Maria e Mãe de Deus, segundo a humanidade».

    89. Como é que a Igreja exprime do mistério da Encarnação?

    464-469
    479-481

    Exprime-o afirmando que Jesus Cristo é verdadeiro Deus e verdadeiro homem, com duas naturezas, a divina e a humana, que se não confundem, mas estão unidas na Pessoa do Verbo. Portanto, na humanidade de Jesus, tudo – milagres, sofrimento, morte – deve ser atribuído à sua Pessoa divina, que age através da natureza humana assumida.

    «Ó Filho Unigénito e Verbo de Deus, Tu que és imortal, para a nossa salvação dignaste-Te encarnar no seio da santa Mãe de Deus e sempre Virgem Maria ( … ). Tu que és Um da Santa Trindade, glorificado com o Pai e o Espírito Santo, salva-nos!» (Liturgia Bizantina de S. João Crisóstomo).

    90. O Filho de Deus feito homem tinha uma alma com um conhecimento humano?

    470-474
    482

    O Filho de Deus assumiu um corpo animado por uma alma racional humana. Com a sua inteligência humana, Jesus aprendeu muitas coisas através da experiência. Mas também, como homem, o Filho de Deus tinha um conhecimento íntimo e imediato de Deus seu Pai. Penetrava igualmente os pensamentos secretos dos homens e conhecia plenamente os desígnios eternos que Ele viera revelar.

    91. Como se harmonizam as duas vontades do Verbo encarnado?

    475
    482

    Jesus tem uma vontade divina e uma vontade humana. Na sua vida terrena, o Filho de Deus quis humanamente o que divinamente decidiu com o Pai e o Espírito Santo para a nossa salvação. A vontade humana de Cristo segue, sem oposição ou relutância, a vontade divina, ou melhor, está subordinada a ela.

    92. Cristo tinha um verdadeiro corpo humano?

    476-477

    Cristo assumiu um verdadeiro corpo humano, através do qual Deus invisível se tornou visível. Por esta razão, Cristo pode ser representado e venerado nas santas imagens.

    93. O que significa o Coração de Jesus?

    478

    Jesus conheceu-nos e amou-nos com um coração humano. O Seu coração trespassado para nossa salvação é o símbolo daquele infinito amor com o qual Ele ama o Pai e cada um dos homens.

    94. «Concebido por obra do Espírito Santo…»: o que significa esta expressão?

    484-486

    Significa que a Virgem Maria concebeu o Filho eterno no seu seio, por obra do Espírito Santo e sem a colaboração de homem: «O Espírito Santo descerá sobre ti» (Lc 1, 35), disse-lhe o Anjo na Anunciação.

    95. «…Nascido da Virgem Maria»: porque é que Maria é verdadeiramente Mãe de Deus?

    495
    509

    Maria é verdadeiramente Mãe de Deus porque é a mãe de Jesus (Jo 2,1; 19,25). Com efeito, Aquele que foi concebido por obra do Espírito Santo e que se tornou verdadeiramente Filho de Maria é o Filho eterno de Deus Pai. É Ele mesmo Deus.

    96. O que significa «Imaculada Conceição»?

    487-492
    508

    Deus escolheu gratuitamente Maria desde toda a eternidade para que fosse a Mãe de seu Filho: para cumprir tal missão, foi concebida imaculada. Isto significa que, pela graça de Deus e em previsão dos méritos de Jesus Cristo, Maria foi preservada do pecado original desde a sua concepção.

    97. Como colabora Maria no desígnio divino da salvação?

    493-494
    508-511

    Durante toda a sua existência, por graça de Deus, Maria conservou-se imune de todo o pecado pessoal. É a «cheia de graça» (Lc 1,28) e a «Toda Santa». Quando o Anjo lhe anuncia que dará à luz «o Filho do Altíssimo» (Lc 1,32), dá livremente o seu assentimento com a «obediência da fé» (Rm 1,5). Maria entrega-se totalmente à Pessoa e obra do seu Filho Jesus, abraçando com toda a alma a vontade divina de salvação.

    98. Que significa a conceição virginal de Jesus?

    496-498
    503

    Significa que Jesus foi concebido no seio da Virgem apenas pelo poder do Espírito Santo, sem intervenção de homem. Ele é o Filho do Pai celeste, segundo a natureza divina, e Filho de Maria segundo a natureza humana, mas propriamente Filho de Deus nas suas naturezas, existindo nele uma única Pessoa, a divina.

    99. Em que sentido Maria é «sempre Virgem»?

    499-507
    510-511

    No sentido de que Maria «permaneceu Virgem na concepção do seu Filho, Virgem no parto, Virgem grávida, Virgem mãe, Virgem perpétua» (Santo Agostinho). Portanto, quando os Evangelhos falam de «irmãos e irmãs de Jesus», trata-se de parentes próximos de Jesus, segundo uma expressão usual na Sagrada Escritura.

    100. De que modo é que a maternidade espiritual de Maria é universal?

    501-507
    511

    Maria tem um único Filho, Jesus, mas, n’Ele, a sua maternidade espiritual estende-se a todos os homens que Ele veio salvar. Obediente, ao lado do novo Adão, Jesus Cristo, a Virgem é a nova Eva, a verdadeira mãe dos vivos, que coopera com amor de mãe no seu nascimento e na sua formação na ordem da graça. Virgem e Mãe, Maria é a figura da Igreja e a sua realização mais perfeita.

    101. Em que sentido toda a vida de Cristo é Mistério?

    512-521
    561-562

    Toda a vida de Cristo é acontecimento de revelação: o que é visível na vida terrena de Jesus conduz ao seu Mistério invisível, sobretudo ao Mistério da sua filiação divina: «quem me vê, vê o Pai» (Jo 14, 19). Além disso, embora a salvação provenha plenamente da cruz e da ressurreição, toda a vida de Cristo é Mistério de salvação, porque tudo o que Jesus fez, disse e sofreu tinha como objectivo salvar o homem caído e restabelece-lo na sua vocação de filho de Deus.

    102. Quais foram as preparações para os Mistérios de Jesus?

    522-524

    Antes de mais, houve uma longa preparação de muitos séculos, que nós revivemos na celebração litúrgica do tempo do Advento. Para além da obscura expectativa que colocou no coração dos pagãos, Deus preparou a vinda do seu Filho através da Antiga Aliança, até João Baptista que é o último e o maior dos profetas.

    103. Que ensina o Evangelho sobre os Mistérios do nascimento e da infância de Jesus?

    525-530
    563-564

    No Natal, a glória do Céu manifesta-se na debilidade dum menino; a circuncisão de Jesus é sinal da pertença ao povo hebraico e prefiguração do nosso Baptismo; a Epifania é a manifestação do Rei-Messias de Israel a todas as gentes; na sua apresentação no templo, em Simeão e Ana é toda a esperança de Israel que vem ao encontro do seu Salvador; a fuga para o Egipto e a matança dos inocentes anunciam que toda a vida de Cristo estará sob o sinal da perseguição; o seu regresso do Egipto recorda o Êxodo e apresenta Jesus como o novo Moisés: Ele é o verdadeiro e definitivo libertador.

    104. O que é que nos ensina a vida oculta de Jesus em Nazaré?

    533-534
    564

    Durante a vida oculta em Nazaré, Jesus permanece no silêncio duma vida normal. Permite-nos assim estar em comunhão com Ele, na santidade duma vida quotidiana feita de oração, de simplicidade, de trabalho, de amor familiar. A sua submissão a Maria e a José, seu pai putativo, é uma imagem da sua obediência filial ao Pai. Maria e José, com a sua fé, acolhem o Mistério de Jesus, ainda que nem sempre o compreendam.

    105. Porque é que Jesus recebe de João o «baptismo de conversão para o perdão dos pecados» (Lc 3, 3)?

    535-537
    565

    Para dar início à sua vida pública e antecipar o «Baptismo» da Sua morte: aceita assim, embora sendo sem pecado, ser contado entre os pecadores, Ele, «o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo» (Jo 1,29). O Pai proclama-O Seu «Filho predilecto» (Mt 3,17) e o Espírito desce sobre Ele. O baptismo de Jesus é a prefiguração do nosso baptismo.

    106. O que revelam as tentações de Jesus no deserto?

    538-540
    566

    As tentações de Jesus recapitulam a tentação de Adão no paraíso e as de Israel no deserto. Satanás tenta Jesus na sua obediência à missão que Lhe tinha sido confiada pelo Pai. Cristo, novo Adão, resiste, e a sua vitória anuncia a vitória da sua paixão, suprema obediência do seu amor filial. A Igreja une-se, em particular, a este Mistério, no tempo litúrgico da Quaresma.

    107. Quem é convidado para o Reino de Deus, anunciado e realizado por Jesus?

    541-546
    567

    Jesus convida todos os homens a tomar parte no Reino de Deus. Mesmo o pior pecador é chamado a converter-se e a aceitar a infinita misericórdia do Pai. O Reino pertence, já aqui sobre a terra, àqueles que o acolhem com coração humilde. É a eles que são revelados os seus Mistérios.

    108. Porque é que Jesus anuncia o Reino com sinais e milagres?

    547-550
    567

    Jesus acompanha a sua palavra com sinais e milagres para atestar que o Reino está presente n’Ele, o Messias. Embora Ele cure algumas pessoas, não veio para eliminar todos os males aqui na terra, mas, antes de mais, para nos libertar da escravidão do pecado. A expulsão dos demónios anuncia que a sua cruz será vitoriosa sobre o «príncipe deste mundo» (Jo 12,31).

    109. Que autoridade confere Jesus aos seus Apóstolos, no Reino?

    551-553
    567

    Jesus escolhe os Doze, futuras testemunhas da sua Ressurreição, e torna-os participantes da sua missão e da sua autoridade para ensinar, absolver os pecados, edificar e governar a Igreja. Neste colégio, Pedro recebe «as chaves do Reino» (Mt 16,19) e ocupa o primeiro lugar, com a missão de guardar a fé na sua integridade e de confirmar os seus irmãos.

    110. Qual o significado da transfiguração?

    554-556
    568

    Na Transfiguração aparece antes de mais a Trindade: «O Pai na voz, o Filho no homem, o Espírito na nuvem brilhante» (S. Tomás de Aquino). Evocando, com Moisés e Elias, a sua «partida» (Lc 9, 31), Jesus mostra que a sua glória passa através da cruz e antecipa a sua ressurreição e a sua vinda gloriosa, pois «transfigurará o nosso pobre corpo para transformá-lo no seu corpo glorioso» (Filp 3, 21).

    «Transfiguraste-Te sobre a montanha e, na medida em que disso eram capazes, os teus discípulos contemplaram a Tua glória, Cristo Deus, para que, quando te vissem crucificado, compreendessem que a Tua Paixão era voluntária, e anunciassem ao mundo que Tu és verdadeiramente a irradiação do Pai» (Liturgia Bizantina).

    111. Como se deu a entrada messiânica em Jerusalém?

    557-560
    569-570

    No tempo estabelecido, Jesus decide subir a Jerusalém para sofrer a sua paixão, morrer e ressuscitar. Como Rei Messias que manifesta a vinda do reino, Ele entra na sua cidade montado num jumento. É acolhido pelos humildes, cuja aclamação é retomada no Sanctus eucarístico: «Bendito aquele que vem no nome do Senhor! Hossana (salva-nos)» (Mt 21,9). A liturgia da Igreja inicia a Semana Santa com a celebração desta entrada em Jerusalém.

    «JESUS CRISTO PADECEU SOB PÔNCIO PILATOS,
    FOI CRUCIFICADO, MORTO E SEPULTADO»

    112. Qual é a importância do Mistério pascal de Jesus?

    571-573

    O Mistério pascal de Jesus, que compreende a sua paixão, morte, ressurreição e glorificação, está no centro da fé cristã, porque o desígnio salvífico de Deus se realizou uma vez por todas com a morte redentora do seu Filho, Jesus Cristo.

    113. Quais as acusações para a condenação de Jesus?

    574-576

    Alguns chefes de Israel acusaram Jesus de agir contra a Lei, contra o templo de Jerusalém, e em particular contra a fé no Deus único, porque Ele se proclamava Filho de Deus. Por isso, O entregaram a Pilatos, para que O condenasse à morte.

    114. Qual o comportamento de Jesus, em relação à Lei de Israel?

    577-582
    592

    Jesus não aboliu a Lei, dada por Deus a Moisés no Sinai, mas levou-a à plenitude, dando-lhe a interpretação definitiva. É o Legislador divino que cumpre integralmente esta Lei. Além disso, Ele, o Servo fiel, oferece mediante a sua morte expiadora o único sacrifício capaz de redimir todas «as faltas cometidas durante a primeira Aliança» (Heb 9,15).

    115. Qual a atitude de Jesus em relação ao templo de Jerusalém?

    583-586
    593

    Jesus foi acusado de hostilidade em relação ao Templo. Contudo Ele venerou-o como «a morada do seu Pai» (Jo 2,16) e consagrou-lhe uma parte importante do seu ensino. Mas predisse também a sua destruição, em relação com a sua própria morte, e Ele mesmo se apresentou como a morada definitiva de Deus entre os homens.

    116. Jesus contradisse a fé de Israel no Deus único e salvador?

    587-591
    594

    Jesus nunca contradisse a fé num Deus único, nem sequer quando realizava a obra divina por excelência que cumpria as promessas messiânicas e o revelava igual a Deus: o perdão dos pecados. A exigência feita por Jesus de fé na sua pessoa e de conversão permite compreender a trágica incompreensão do Sinédrio que considerou Jesus merecedor de morte porque blasfemo.

    117. Quem é responsável pela morte de Jesus?

    595-598

    A paixão e a morte de Jesus não podem ser imputadas indistintamente nem a todos os judeus então vivos, nem aos outros judeus que depois viveram no tempo e no espaço. Cada pecador, isto é, cada homem, é realmente causa e instrumento dos sofrimentos do Redentor, e culpa maior têm aqueles, sobretudo se são cristãos, que mais frequentemente caem no pecado ou se deleitam nos vícios.

    118. Porque é que a morte de Cristo faz parte do desígnio de Deus?

    599-605
    619

    Para reconciliar consigo todos os homens votados à morte por causa do pecado, Deus tomou a iniciativa amorosa de enviar o Seu Filho para que se entregasse à morte pelos pecadores. Anunciada no Antigo Testamento, em particular como sacrifício do Servo sofredor, a morte de Jesus acontece «segundo as Escrituras».

    119. Com é que Cristo se ofereceu ao Pai?

    606-609
    620

    Toda a vida de Cristo é oferta livre ao Pai para realizar o seu desígnio de salvação. Ele dá «a sua vida em resgate por muitos» (Mc 10,45) e deste modo reconcilia com Deus toda a humanidade. O seu sofrimento e a sua morte manifestam como a sua humanidade é o instrumento livre e perfeito do Amor divino que quer a salvação de todos os homens.

    120. Como se manifesta na última Ceia a oferta de Jesus?

    610-611
    621

    Na última Ceia com os Apóstolos, na vigília da paixão, Jesus antecipa, isto é, significa e realiza antecipadamente a oferta voluntária de Si mesmo: «este é o meu corpo entregue por vós», «este é o meu sangue, que é derramado…» (Lc 22,19-20). Ele institui assim ao mesmo tempo a Eucaristia como «memorial» (1 Cor 11,25) do seu sacrifício e os seus Apóstolos como sacerdotes da nova Aliança.

    121. Que acontece na agonia do horto do Getsemani?

    612

    Apesar do horror que a morte provoca na humanidade santíssima d’Aquele que é o próprio «Autor da vida» (Act 3,15), a vontade humana do Filho de Deus adere à vontade do Pai: para nos salvar, Jesus aceita carregar sobre Si os nossos pecados no seu corpo, «fazendo-se obediente até à morte» (Fil 2,8).

    122. Quais os efeitos do sacrifício de Cristo na cruz?

    613-617
    622-623

    Jesus ofereceu livremente a Sua vida em sacrifício de expiação, isto é, reparou as nossas culpas com a plena obediência do Seu amor até à morte. Este «amor até ao fim» (Jo 13,1) do Filho de Deus reconcilia com o Pai toda a humanidade. O sacrifício pascal de Cristo resgata portanto os homens num modo único, perfeito e definitivo, e abre-lhes a comunhão com Deus.

    123. Porque é que Jesus convida os discípulos a tomar a sua cruz?

    618

    Chamando os discípulos a «tomar a sua cruz e a segui-Lo» (Mt 16,24), Jesus quer associar ao seu sacrifício redentor aqueles mesmos que dele sãos os primeiros beneficiários.

    124. Em que condições estava o corpo de Cristo no sepulcro?

    624-630

    Cristo conheceu uma verdadeira morte e uma verdadeira sepultura. Mas o poder divino preservou o seu corpo da corrupção.

    «JESUS CRISTO DESCEU AOS INFERNOS,
    RESSUSCITOU DOS MORTOS AO TERCEIRO DIA»

    125. O que são «os infernos», aos quais Jesus desceu?

    632-637

    Os «infernos» (não confundir com o inferno da condenação) ou mansão dos mortos, designam o estado de todos aqueles que, justos ou maus, morreram antes de Cristo. Com a alma unida à sua Pessoa divina, Jesus alcançou, nos infernos, os justos que esperavam o seu Redentor para acederem finalmente à visão de Deus. Depois de com a sua morte, ter vencido a morte e o diabo «que da morte tem o poder» (Heb 2,14), libertou os justos que esperavam o Redentor, e abriu-lhes as portas do Céu.

    126. Que lugar ocupa a ressurreição de Cristo na nossa fé?

    631, 638

    A Ressurreição de Jesus é a verdade culminante da nossa fé em Cristo e representa, com a Cruz, uma parte essencial do Mistério pascal.

    127. Que «sinais» atestam a ressurreição de Jesus?

    639-644
    656-657

    Para além do sinal essencial constituído pelo túmulo vazio, a Ressurreição de Jesus é atestada pelas mulheres que foram as primeiras a encontrar Jesus e o anunciaram aos Apóstolos. A seguir, Jesus «apareceu a Cefas (Pedro) e depois aos Doze. Seguidamente, apareceu a mais de quinhentos irmãos de uma só vez» (1 Cor 15,5-6) e a outros ainda. Os Apóstolos não teriam podido inventar a Ressurreição, uma vez que esta lhes parecia impossível: de facto, Jesus repreendeu-os pela sua incredulidade.

    128. Porque é que a Ressurreição é ao mesmo tempo um acontecimento transcendente?

    647
    656-657

    Embora seja um acontecimento histórico, constatável e atestado através dos sinais e testemunhos, a Ressurreição, enquanto entrada da humanidade de Cristo na glória de Deus, transcende e supera a história, como mistério da fé. Por este motivo, Cristo ressuscitado não se manifestou ao mundo mas aos seus discípulos, fazendo deles as suas testemunhas junto do povo.

    129. Qual é o estado do corpo ressuscitado de Jesus?

    645-646

    A Ressurreição de Cristo não foi um regresso à vida terrena. O Seu corpo ressuscitado é Aquele que foi crucificado e apresenta os vestígios da Sua Paixão, mas é doravante participante da vida divina com as propriedades dum corpo glorioso. Por esta razão, Jesus ressuscitado é soberanamente livre de aparecer aos seus discípulos como Ele quer, onde Ele quer e sob aspectos diversos.

    130. De que modo a Ressurreição é obra da Santíssima Trindade?

    648-650

    A Ressurreição de Cristo é uma obra transcendente de Deus. As três Pessoas actuam conjuntamente segundo o que lhes é próprio: o Pai manifesta o Seu poder; o Filho «retoma» a vida que livremente ofereceu (Jo 10,17) reunindo a Sua alma e o Seu corpo, que o Espírito vivifica e glorifica.

    131. Qual o sentido e a importância da Ressurreição?

    651-655
    658

    A Ressurreição é o culminar da Encarnação. Ela confirma a divindade de Cristo, e também tudo o que Ele fez e ensinou, e realiza todas as promessas divinas em nosso favor. Além disso, o Ressuscitado, vencedor do pecado e da morte, é o princípio da nossa justificação e da nossa Ressurreição: a partir de agora, Ele garante-nos a graça da adopção filial que é a participação real na sua vida de Filho unigénito; depois, no final dos tempos, Ele ressuscitará o nosso corpo.

    «JESUS SUBIU AO CÉU
    ESTÁ SENTADO À DIREITA DO PAI OMNIPOTENTE»

    132. O que é que significa a Ascensão?

    659-667

    Passados os quarenta dias em que se mostrou aos Apóstolos sob as aparências duma humanidade normal que ocultavam a sua glória de Ressuscitado, Cristo sobe ao céu e senta-se à direita do Pai. Ele é o Senhor que agora reina com a sua humanidade na glória eterna de Filho de Deus e sem cessar intercede por nós junto do Pai. Envia-nos o Seu Espírito e tendo-nos preparado um lugar, dá-nos a esperança de um dia ir ter com Ele.

    «DE ONDE VIRÁ A JULGAR OS VIVOS E OS MORTOS»

    133. Como reina agora o Senhor Jesus?

    668-674
    680

    Senhor do cosmos e da história, Cabeça da sua Igreja, Cristo glorificado permanece misteriosamente sobre a terra, onde o Seu Reino já está presente como germe e início na Igreja. Ele um dia voltará em glória, mas não sabemos quando. Por isso, vivemos vigilantes, rezando: «Vem, Senhor» (Ap 22,20).

    134. Como se realizará a vinda do Senhor na glória?

    675-677
    680

    Após o último abalo cósmico deste mundo que passa, a vinda gloriosa de Cristo acontecerá com o triunfo definitivo de Deus na Parusia de Cristo e com o Juízo final. Assim se cumprirá o Reino de Deus.

    135. Como é que Cristo julgará os vivos e os mortos?

    678-679
    681-682

    Cristo julgará com o poder adquirido como Redentor do mundo, vindo para salvar os homens. Os segredos dos corações serão revelados, bem como o procedimento de cada um em relação a Deus e ao próximo. Cada homem será repleto de vida ou condenado para a eternidade segundo as suas obras. Assim se realizará «a plenitude de Cristo» (Ef 4,13), na qual «Deus será tudo em todos» (1 Cor 15,28).

    CREIO NO ESPÍRITO SANTO

    «CREIO NO ESPÍRITO SANTO»

    136. Que quer dizer a Igreja quando professa: «Creio no Espírito Santo»?

    683-686

    Crer no Espírito Santo é professar a terceira Pessoa da Santíssima Trindade, que procede do Pai e do Filho, e «com o Pai e o Filho é adorado e glorificado». O Espírito foi «enviado aos nossos corações» (Gal 4,6) para recebermos a vida nova de filhos de Deus.

    137. Porque é que as missões do Filho e do Espírito são inseparáveis?

    687-690
    742-743

    Na Trindade indivisível, o Filho e o Espírito são distintos mas inseparáveis. De facto, desde o princípio até ao final dos tempos, quando o Pai envia o Seu Filho, envia também o Seu Espírito que nos une a Cristo na fé, para, como filhos adoptivos, podermos chamar Deus «Pai» (Rm 8,15). O Espírito é invisível, mas nós conhecemo-lo através da sua acção quando nos revela o Verbo e quando age na Igreja.

    138. Quais são as designações do Espírito Santo?

    691-693

    «Espírito Santo» é o nome próprio da terceira Pessoa da Santíssima Trindade. Jesus chama-lhe também: Espírito Paráclito (Consolador, Advogado) e Espírito de Verdade. O Novo Testamento chama-o ainda: Espírito de Cristo, do Senhor, de Deus, Espírito da glória, da promessa.

    139. Com que símbolos se representa o Espírito Santo?

    694-701

    São numerosos: a água viva que jorra do coração trespassado de Cristo e dessedenta os baptizados; a unção com o óleo que é o sinal sacramental da Confirmação; o fogo que transforma o que toca; a nuvem, obscura e luminosa, na qual se revela a glória divina; a imposição das mãos mediante a qual é dado o Espírito; a pomba que desce sobre Cristo e permanece sobre Ele no baptismo.

    140. O que significa que o Espírito «falou pelos profetas»?

    687-688
    702-706
    743

    Com o termo profetas entende-se todos os que foram inspirados pelo Espírito Santo para falar em nome de Deus. O Espírito conduz as profecias do Antigo Testamento ao seu pleno cumprimento em Cristo, de quem revela o mistério no Novo Testamento.

    141. O que é que o Espírito Santo realiza em João Baptista?

    717-720

    João Baptista, o último profeta do Antigo Testamento é cheio do Espírito Santo, que o envia a «preparar para o Senhor um povo bem disposto» (Lc 1,17) e a anunciar a vinda de Cristo, Filho de Deus: Aquele sobre o qual João viu o Espírito descer e permanecer, «Aquele que baptiza no Espírito» (Jo 1,33).

    142. Qual é a obra do Espírito em Maria?

    721-726
    744

    Em Maria, o Espírito Santo realiza as expectativas e a preparação do Antigo Testamento para a vinda de Cristo. De forma única enche-a de graça e torna fecunda a sua virgindade para dar à luz o Filho de Deus encarnado. Faz dela a Mãe do «Cristo total», isto é, de Jesus Cabeça e da Igreja que é o seu corpo. Maria está com os Doze no dia de Pentecostes, quando o Espírito inaugura os «últimos tempos» com a manifestação da Igreja.

    143. Qual a relação entre o Espírito e Cristo Jesus, na missão terrena?

    727-730
    745-746

    O Filho de Deus é consagrado Messias através da unção do Espírito na sua humanidade desde a Encarnação. Ele revela-O no seu ensino, cumprindo a promessa feita aos antepassados e comunica-O à Igreja nascente, soprando sobre os Apóstolos depois da Ressurreição.

    144. O que acontece no Pentecostes?

    731-732
    738

    Cinquenta dias após a Ressurreição, no Pentecostes, Jesus Cristo glorificado infunde o Espírito em abundância e manifesta-O como Pessoa divina, de modo que a Santíssima Trindade é plenamente revelada. A Missão de Cristo e do Espírito torna-se a Missão da Igreja, enviada a anunciar e a difundir o mistério da comunhão trinitária.

    «Vimos a verdadeira Luz, recebemos o Espírito celeste, encontrámos a verdadeira fé: adoramos a Trindade indivisível porque nos salvou» (Liturgia Bizantina, Tropário das Vésperas de Pentecostes)

    145. Que faz o Espírito Santo na Igreja?

    733-741
    747

    O Espírito edifica, anima e santifica a Igreja: Espírito de Amor, Ele torna a dar aos baptizados a semelhança divina perdida por causa do pecado e fá-los viver em Cristo da própria Vida da Santíssima Trindade. Envia-os a testemunhar a Verdade de Cristo e organiza-os nas suas mútuas funções, para que todos dêem «o fruto do Espírito» (Gal 5,22).

    146. Como actuam Cristo e o seu Espírito no coração dos fiéis?

    738-741

    Por meio dos sacramentos, Cristo comunica aos membros do Seu Corpo o Seu Espírito e a graça de Deus que produz os frutos de vida nova, segundo o Espírito. Finalmente, o Espírito Santo é o Mestre da oração.

    «CREIO NA SANTA IGREJA CATÓLICA»

    A Igreja no desígnio de Deus

    147. O que significa a palavra Igreja?

    751-752
    777-804

    Designa o povo que Deus convoca e reúne de todos os confins da terra, para constituir a assembleia daqueles que, pela fé e pelo Baptismo, se tornam filhos de Deus, membros de Cristo e templo do Espírito Santo.

    148. Há, na Bíblia, outros nomes e imagens para indicar a Igreja?

    758-766
    778

    Na Sagrada Escritura encontramos muitas imagens que põem em evidência aspectos complementares do mistério da Igreja. O Antigo Testamento privilegia as imagens ligadas ao povo de Deus; o Novo Testamento privilegia as imagens ligadas a Cristo como Cabeça deste povo que é o Seu Corpo, e as imagens retiradas da vida pastoril (redil, rebanho, ovelhas), agrícola (campo, oliveira, vinha) habitacional (morada, pedra, templo), familiar (esposa, mãe, família).

    149. Quais são as origens e a realização plena da Igreja?

    758-766
    778

    A Igreja encontra a sua origem e a sua realização plena no eterno desígnio de Deus. Foi preparada na Antiga Aliança com a eleição de Israel, sinal da reunião futura de todas as nações. Fundada pelas palavras e acções de Jesus Cristo, foi realizada sobretudo mediante a sua morte redentora e a sua ressurreição. Foi depois manifestada como mistério de salvação mediante a efusão do Espírito Santo, no dia de Pentecostes. Terá a sua realização plena no fim dos tempos, como assembleia celeste de todos os redimidos.

    150. Qual é a missão da Igreja?

    767-769

    A missão da Igreja é a de anunciar e instaurar no meio de todos os povos o Reino de Deus inaugurado por Jesus Cristo. Ela é, na terra, o germe e o início deste Reino salvífico.

    151. Em que sentido a Igreja é Mistério?

    770-773
    779

    A Igreja é Mistério enquanto na sua realidade visível está presente e operante uma realidade espiritual, divina, que se descobre unicamente com os olhos da fé.

    152. Que significa que a Igreja é sacramento universal de salvação?

    774-776
    780

    Significa que é sinal e instrumento da reconciliação e da comunhão de toda a humanidade com Deus e da unidade de todo o género humano.

    A Igreja: povo de Deus, corpo de Cristo, templo do Espírito Santo

    153. Porque é que a Igreja é povo de Deus?

    781
    802-804

    A Igreja é o povo de Deus porque aprouve a Deus santificar e salvar os homens não isoladamente mas constituindo-os num só povo, reunido pela unidade do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

    154. Quais são as características do povo de Deus?

    782

    Este povo, de que nos tornamos membros mediante a fé em Cristo e o Baptismo, tem por origem Deus Pai, por cabeça Jesus Cristo, por condição a dignidade e a liberdade dos filhos de Deus, por lei o mandamento novo do amor, por missão a de ser o sal da terra e a luz do mundo, por fim o Reino de Deus, já iniciado na terra.

    155. Em que sentido o povo de Deus participa das três funções de Cristo: Sacerdote, Profeta e Rei?

    783-786

    O povo de Deus participa no ministério sacerdotal de Cristo, enquanto os baptizados são consagrados pelo Espírito Santo para oferecer sacrifícios espirituais; participa no seu ministério profético, enquanto, com o sentido sobrenatural da fé, a esta adere indefectivelmente, a aprofunda e testemunha; e participa no seu ministério real com o serviço, imitando Jesus Cristo, que, rei do universo, se fez servo de todos, sobretudo dos pobres e dos que sofrem.

    156. Como é que a Igreja é corpo de Cristo?

    787-791
    805-806

    Por meio do Espírito, Cristo morto e ressuscitado une intimamente a Si os seus fiéis. Deste modo, os crentes em Cristo, enquanto unidos estreitamente a Ele, sobretudo na Eucaristia, são unidos entre si na caridade, formando um só corpo, a Igreja, cuja unidade se realiza na diversidade dos membros e das funções.

    157. Quem é a cabeça deste corpo?

    792-795
    807

    Cristo «é a Cabeça do corpo, que é a Igreja (Col 1,18). A Igreja vive d’Ele, n’Ele e para Ele. Cristo e a Igreja formam o «Cristo total» (S. Agostinho); «Cabeça e membros são, por assim dizer, uma só pessoa mística» (S. Tomás de Aquino).

    158. Porque é que a Igreja é chamada esposa de Cristo?

    796
    808

    Porque o próprio Senhor Se definiu como o «Esposo» (Mc 2,19), que amou a Igreja, unindo-a a Si por uma Aliança eterna. Ele entregou-se a Si mesmo por ela, para a purificar com o Seu sangue, «para a tornar santa» (Ef 5,26) e fazer dela mãe fecunda de todos os filhos de Deus. Enquanto a palavra «corpo» evidencia a unidade da «cabeça» com os membros, o termo «esposa» sublinha a distinção dos dois na relação pessoal.

    159. Porque é que a Igreja é designada templo do Espírito Santo?

    797-798
    809-810

    Porque o Espírito Santo reside no corpo que é a Igreja: na sua Cabeça e nos seus membros; para além disso, Ele edifica a Igreja na caridade com a Palavra de Deus, os sacramentos, as virtudes e os carismas.

    «O que o nosso espírito, quer dizer, a nossa alma, é para os nossos membros, o Espírito Santo é-o para os membros de Cristo, para o corpo de Cristo, que é a Igreja» ( S. Agostinho).

    160. Que são os carismas?

    799-801

    Os carismas são dons especiais do Espírito concedidos a alguém para o bem dos homens, para as necessidades do mundo e em particular para a edificação da Igreja, a cujo Magistério compete o seu discernimento.

    A Igreja é una, santa, católica e apostólica

    161. Porque é que a Igreja é una?

    813-815
    866

    A Igreja é una porque tem como origem e modelo a unidade na Trindade das Pessoas de um só Deus; porque tem como fundador e cabeça Jesus Cristo, que restabelece a unidade de todos os povos num só corpo; e porque tem como alma o Espírito Santo, que une todos os fiéis na comunhão em Cristo. Ela tem uma só fé, uma só vida sacramental, uma única sucessão apostólica, uma comum esperança e a mesma caridade.

    162. Onde subsiste a única Igreja de Cristo?

    816
    870

    A única Igreja de Cristo, como sociedade constituída e organizada no mundo, subsiste (subsistit in) na Igreja católica, governada pelo sucessor de Pedro e pelos Bispos em comunhão com ele. Só por meio dela se pode obter toda a plenitude dos meios de salvação, pois o Senhor confiou todos os bens da Nova Aliança ao único colégio apostólico, cuja cabeça é Pedro.

    163. Como considerar os cristãos não católicos?

    817-819

    Nas Igrejas e comunidades eclesiais, que se desligaram da plena comunhão da Igreja católica, encontram-se muitos elementos de santificação e de verdade. Todos estes bens provêm de Cristo e conduzem para a unidade católica. Os membros destas Igrejas e comunidades são incorporados em Cristo pelo Baptismo: por isso, nós reconhecemo-los como irmãos.

    164. Como empenhar-se em favor da unidade dos cristãos?

    820-822
    866

    O desejo de restabelecer a união de todos os cristãos é um dom de Cristo e um apelo do Espírito. Ele diz respeito a toda a Igreja e realiza-se mediante a conversão do coração, a oração, o recíproco conhecimento fraterno, o diálogo teológico.

    165. Em que sentido a Igreja é santa?

    823-829
    867

    A Igreja é santa, porque Deus Santíssimo é o seu autor; Cristo entregou-se por ela, para a santificar e fazer dela santificadora; e o Espírito Santo vivifica-a com a caridade. Nela se encontra a plenitude dos meios de salvação. A santidade é a vocação de cada um dos seus membros e o fim de cada uma das suas actividades. A Igreja inclui no seu interior a Virgem Maria e inumeráveis Santos, como modelos e intercessores. A santidade da Igreja é a fonte da santificação dos seus filhos, que, aqui, na terra, se reconhecem todos pecadores, sempre necessitados de conversão e de purificação.

    166. Porque é que a Igreja se chama católica?

    830-831
    868

    A Igreja é católica, isto é, universal, porque nela está presente Cristo: «Onde está Cristo Jesus, aí está a Igreja católica» (S. Inácio de Antioquia). Ela anuncia a totalidade e a integridade da fé; leva e administra a plenitude dos meios de salvação; é enviada em missão a todos os povos, em todos os tempos e qualquer que seja a cultura a que eles pertençam.

    167. É também católica a Igreja particular?

    832-835

    É católica toda a Igreja particular (isto é, a diocese e a eparquia), formada pela comunidade de fiéis cristãos que estão em comunhão de fé e de sacramentos seja com o seu Bispo, ordenado na sucessão apostólica, seja com a Igreja de Roma, que «preside à caridade» (S. Inácio de Antioquia).

    168. Quem pertence à Igreja católica?

    836-838

    Todos os homens, de diferentes modos, pertencem ou estão ordenados à unidade católica do povo de Deus. Estão plenamente incorporados na Igreja católica aqueles que, tendo o Espírito de Cristo, se encontram unidos a ela pelos vínculos da profissão de fé, dos sacramentos, do governo eclesiástico e da comunhão. Os baptizados que não se encontram plenamente nesta unidade católica estão numa certa comunhão, ainda que imperfeita, com a Igreja Católica.

    169. Qual a relação da Igreja católica com o povo judeu?

    839-840

    A Igreja católica reconhece a sua relação com o povo judeu no facto de Deus ter escolhido este povo entre todos, para primeiro acolher a sua Palavra. É ao povo judeu que pertencem «a adopção a filhos, a glória, as alianças, a legislação, o culto, as promessas, os patriarcas; dele provém Cristo segundo a carne» (Rm 9,5). Diferentemente das outras religiões não cristãs, a fé judaica é já resposta à Revelação de Deus na Antiga Aliança.

    170. Que ligação há entre a Igreja católica e as religiões não cristãs?

    846-848

    Antes de mais, há o laço comum da origem e fim de todo o género humano. A Igreja católica reconhece que tudo o que de bom e de verdadeiro existe nas outras religiões vem de Deus, é reflexo da sua verdade, pode preparar para acolher o Evangelho e mover em direcção à unidade da humanidade na Igreja de Cristo.

    171. Que significa a afirmação: «Fora da Igreja não há salvação»?

    846-848

    Significa que toda a salvação vem de Cristo-Cabeça por meio da Igreja, que é o seu corpo. Portanto não poderiam ser salvos os que, conhecendo a Igreja como fundada por Cristo e necessária à salvação, nela não entrassem e nela não perseverassem. Ao mesmo tempo, graças a Cristo e à sua Igreja, podem conseguir a salvação eterna todos os que, sem culpa própria, ignoram o Evangelho de Cristo e a sua Igreja mas procuram sinceramente Deus e, sob o influxo da graça, se esforçam por cumprir a sua vontade, conhecida através do que a consciência lhes dita.

    172. Porque é que a Igreja deve anunciar o Evangelho a todo o mundo?

    849-851

    Porque Cristo ordenou: «ide e ensinai todas as nações, baptizando-as no nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo» (Mt 28,19). Este mandato missionário do Senhor tem a sua fonte no amor eterno de Deus, que enviou o seu Filho e o seu Espírito porque «quer que todos os homens sejam salvos e cheguem ao conhecimento da verdade» (1 Tim 2, 4).

    173. Como é que a Igreja é missionária?

    852-856

    Guiada pelo Espírito Santo, a Igreja continua no curso da história a missão do próprio Cristo. Os cristãos portanto devem anunciar a todos a Boa Nova trazida por Cristo, seguindo o seu caminho, dispostos também ao sacrifício de si mesmos até ao martírio.

    174. Porque é que a Igreja é apostólica?

    857-869

    A Igreja é apostólica pela sua origem, sendo construída sobre o «fundamento dos Apóstolos» (Ef 2,20); pelo ensino, que é o mesmo dos Apóstolos; pela sua estrutura, enquanto instruída, santificada e governada, até ao regresso de Cristo, pelos Apóstolos, graças aos seus sucessores, os Bispos em comunhão, com o sucessor de Pedro.

    175. Em que consiste a missão dos Apóstolos?

    858 – 861

    A palavra Apóstolo significa enviado. Jesus, o Enviado do Pai, chamou a Si doze entre os Seus discípulos e constituiu-os como seus Apóstolos, fazendo deles testemunhas escolhidas da sua ressurreição e fundamentos da sua Igreja. Deu-lhes o mandato de continuarem a sua missão, dizendo: «Como o Pai me enviou, assim também Eu vos envio a vós» (Jo 20,21). E prometeu estar com eles até ao fim do mundo.

    176. O que é a sucessão apostólica?

    861- 865

    A sucessão apostólica é a transmissão, mediante o sacramento da Ordem, da missão e do poder dos Apóstolos aos seus sucessores, os Bispos. Graças a esta transmissão, a Igreja permanece em comunhão de fé e de vida com a sua origem, enquanto ao longo dos séculos orienta todo o seu apostolado para a difusão do Reino de Cristo na terra.

    Os fiéis: hierarquia, leigos, vida consagrada

    177. Quem são os fiéis?

    871 – 872
    934

    Os fiéis são aqueles que, incorporados em Cristo pelo Baptismo, são constituídos membros do povo de Deus. Tornados participantes, segundo a sua condição, da função sacerdotal, profética e real de Cristo, são chamados a exercer a missão confiada por Deus à Igreja. Entre eles subsiste uma verdadeira igualdade, na sua dignidade de filhos de Deus.

    178. Como é formado o povo de Deus?

    873

    Na Igreja, por instituição divina, existem os ministros sagrados que receberam

  200. 163. Como considerar os cristãos não católicos?

    817-819

    Nas Igrejas e comunidades eclesiais, que se desligaram da plena comunhão da Igreja católica, encontram-se muitos elementos de santificação e de verdade. Todos estes bens provêm de Cristo e conduzem para a unidade católica. Os membros destas Igrejas e comunidades são incorporados em Cristo pelo Baptismo: por isso, nós reconhecemo-los como irmãos.

    171. Que significa a afirmação: «Fora da Igreja não há salvação»?

    846-848

    Significa que toda a salvação vem de Cristo-Cabeça por meio da Igreja, que é o seu corpo. Portanto não poderiam ser salvos os que, conhecendo a Igreja como fundada por Cristo e necessária à salvação, nela não entrassem e nela não perseverassem. Ao mesmo tempo, graças a Cristo e à sua Igreja, podem conseguir a salvação eterna todos os que, sem culpa própria, ignoram o Evangelho de Cristo e a sua Igreja mas procuram sinceramente Deus e, sob o influxo da graça, se esforçam por cumprir a sua vontade, conhecida através do que a consciência lhes dita.

    170. Que ligação há entre a Igreja católica e as religiões não cristãs?

    846-848

    Antes de mais, há o laço comum da origem e fim de todo o género humano. A Igreja católica reconhece que tudo o que de bom e de verdadeiro existe nas outras religiões vem de Deus, é reflexo da sua verdade, pode preparar para acolher o Evangelho e mover em direcção à unidade da humanidade na Igreja de Cristo.

  201. Havia Faltado uma parte do texto

    Os fiéis: hierarquia, leigos, vida consagrada

    177. Quem são os fiéis?

    871 – 872
    934

    Os fiéis são aqueles que, incorporados em Cristo pelo Baptismo, são constituídos membros do povo de Deus. Tornados participantes, segundo a sua condição, da função sacerdotal, profética e real de Cristo, são chamados a exercer a missão confiada por Deus à Igreja. Entre eles subsiste uma verdadeira igualdade, na sua dignidade de filhos de Deus.

    178. Como é formado o povo de Deus?

    873

    Na Igreja, por instituição divina, existem os ministros sagrados que receberam o sacramento da Ordem e formam a hierarquia da Igreja. Os outros são chamados leigos. De uns e de outros, provêm fiéis, que se consagram de modo especial a Deus com a profissão dos conselhos evangélicos: castidade no celibato, pobreza e obediência.

    179. Porque é que Cristo instituiu a hierarquia eclesiástica?

    874-877
    935

    Cristo instituiu a hierarquia eclesiástica com a missão de apascentar o povo de Deus em seu nome, e para isso lhe deu autoridade. A hierarquia eclesiástica é formada por ministros sagrados: Bispos, presbíteros e diáconos. Graças ao sacramento da Ordem, os Bispos e os presbíteros agem, no exercício do seu ministério, em nome e na pessoa de Cristo cabeça; os diáconos servem o povo de Deus na diaconia (serviço) da palavra, da liturgia, da caridade.

    180. Como se actua a dimensão colegial do ministério eclesial?

    878

    A exemplo dos doze Apóstolos escolhidos e enviados por Cristo, a união dos membros da hierarquia eclesiástica está ao serviço da comunhão dos fiéis. Cada Bispo exerce o ministério, como membro do colégio episcopal, em comunhão com o Papa, participando com ele na solicitude pela Igreja universal. Os sacerdotes exercem o seu ministério no presbitério da Igreja particular, em comunhão com o próprio Bispo e sob a sua condução.

    181. Porque é que o ministério eclesial tem um carácter pessoal?

    879 – 880

    O ministério eclesial tem também um carácter pessoal, pois, em virtude do sacramento da Ordem, cada um é responsável diante de Cristo, que pessoalmente o chamou, conferindo-lhe a missão.

    182. Qual é a missão do Papa?

    881- 882
    936 – 937

    O Papa, Bispo de Roma e Sucessor de S. Pedro, é o perpétuo e visível princípio e fundamento da unidade da Igreja. É o vigário de Cristo, cabeça do colégio dos Bispos e pastor de toda a Igreja, sobre a qual, por instituição divina, tem poder, pleno, supremo, imediato e universal.

    183. Qual é a missão do colégio dos Bispos?

    883 – 885

    O colégio dos Bispos, em comunhão com o Papa e nunca sem ele, exerce também sobre a Igreja supremo e pleno poder.

    184. Como é que os Bispos exercem a sua missão de ensinar?

    886-890
    939

    Os Bispos, em comunhão com o Papa, têm o dever de anunciar o Evangelho a todos, fielmente e com autoridade, como autênticas testemunhas da fé apostólica e revestidos da autoridade de Cristo. Mediante o sentido sobrenatural da fé, o Povo de Deus, adere indefectivelmente à fé, sob a condução do Magistério vivo da Igreja.

    185. Quando se exerce a infalibilidade do Magistério?

    971

    A infalibilidade exerce-se quando o Romano Pontífice, em virtude da sua autoridade de supremo Pastor da Igreja, ou o Colégio Episcopal, em comunhão com o Papa, sobretudo reunido num Concílio Ecuménico, proclamam com um acto definitivo uma doutrina respeitante à fé ou à moral, e também quando o Papa e os Bispos, no seu Magistério ordinário, concordam ao propor uma doutrina como definitiva. A tais ensinamentos cada fiel deve aderir com o obséquio da fé.

    186. Como é que os Bispos exercem o ministério de santificar?

    971

    Os Bispos santificam a Igreja dispensando a graça de Cristo, mediante o ministério da palavra e dos sacramentos, em particular da Eucaristia, e também com a oração e o seu exemplo e trabalho.

    187. Como é que os Bispos exercem a função de governar?

    894 – 896

    Cada Bispo, enquanto membro do colégio episcopal, exerce colegialmente a solicitude por todas as Igrejas particulares e por toda a Igreja, juntamente com os outros Bispos unidos ao Papa. O Bispo, a quem é confiada uma Igreja particular, governa-a com a autoridade do poder sagrado, próprio, ordinário e imediato, exercido em nome de Cristo, bom Pastor, em comunhão com toda a Igreja e sob a condução do sucessor de Pedro.

    188. Qual é a vocação dos fiéis leigos?

    897-900
    940

    Os fiéis leigos têm como vocação própria a de procurar o reino de Deus, iluminando e ordenando as realidades temporais segundo Deus. Correspondem assim ao chamamento à santidade e ao apostolado, dirigido a todos os baptizados.

    189. Como participam os fiéis leigos na função sacerdotal de Cristo?

    901-903

    Participam nela oferecendo – como sacrifício espiritual «agradável a Deus por Jesus Cristo» (1 Ped 2,5), sobretudo na Eucaristia – a sua vida com todas as obras, as orações e as iniciativas apostólicas, a vida familiar, o trabalho de cada dia, as agruras da vida suportadas com paciência e os lazeres corporais e espirituais. Deste modo, os leigos, dedicados a Cristo e consagrados pelo Espírito Santo, oferecem a Deus o próprio mundo.

    190. Como participam na sua função profética?

    904-907
    942

    Participam nela acolhendo cada vez mais na fé a Palavra de Cristo e anunciando-a ao mundo com o testemunho da vida e da palavra, a acção evangelizadora e a catequese. Esta acção evangelizadora adquire uma particular eficácia pelo facto de ser realizada nas condições ordinárias da vida secular.

    191. Como participam na sua função real?

    908 – 913
    943

    Os leigos participam na função real de Cristo, tendo recebido d’Ele o poder de vencer o pecado em si mesmos e no mundo, mediante a abnegação de si e a santidade de vida. Exercem vários ministérios ao serviço da comunidade e impregnam de valor moral as actividades temporais do homem e as instituições da sociedade.

    192. O que é a vida consagrada?

    914 – 916
    944

    É um estado de vida reconhecido pela Igreja. É uma resposta livre a um chamamento particular de Cristo, mediante a qual os consagrados se entregam totalmente a Deus e tendem para a perfeição da caridade sob a moção do Espírito Santo. Tal consagração caracteriza-se pela prática dos conselhos evangélicos.

    193. O que é que a vida consagrada oferece à missão da Igreja?

    931-933
    945

    A vida consagrada participa na missão da Igreja mediante uma plena dedicação a Cristo e aos irmãos, testemunhando a esperança do Reino celeste.

    Creio na Comunhão dos santos

    194. O que significa a expressão comunhão dos santos?

    946–953
    960

    Indica, antes de mais, a participação de todos os membros da Igreja nas coisas santas (sancta): a fé, os sacramentos, em especial a Eucaristia, os carismas e os outros dons espirituais. Na raiz da comunhão está a caridade que «não procura o próprio interesse» (1 Cor 13, 5), mas move o fiel «a colocar tudo em comum» (Act 4, 32), mesmo os próprios bens materiais ao serviço dos pobres.

    195. O que significa ainda a expressão comunhão dos santos?

    954–959;
    961–962

    Designa ainda a comunhão entre as pessoas santas (sancti), isto é, entre os que, pela graça, estão unidos a Cristo morto e ressuscitado. Alguns são peregrinos na terra; outros, que já partiram desta vida, estão a purificar-se, ajudados também pelas nossas orações; outros, enfim, gozam já da glória de Deus e intercedem por nós. Todos juntos formam, em Cristo, uma só família, a Igreja, para louvor e glória da Trindade.

    Maria Mãe de Cristo, Mãe da Igreja

    196. Em que sentido a Bem-aventurada Virgem Maria é Mãe da Igreja?

    963 – 966
    973

    A Bem-aventurada Virgem Maria é Mãe da Igreja na ordem da graça porque deu à luz Jesus, o Filho de Deus, Cabeça do corpo que é a Igreja. Jesus ao morrer na cruz, indicou-a como mãe ao discípulo com estas palavras: «Eis a tua Mãe» (Jo 19, 27). ( )

    197. Como é que a Virgem Maria ajuda a Igreja?

    967 – 970

    Após a Ascensão do Seu Filho, a Virgem Maria ajuda, com as suas orações, as primícias da Igreja e, mesmo depois da sua assunção ao céu, continua a interceder pelos seus filhos, a ser para todos um modelo de fé e de caridade, e a exercer sobre eles um influxo salutar, que nasce da superabundância dos méritos de Cristo. Os fiéis vêem nela uma imagem e uma antecipação da ressurreição que os espera, invocando-a como advogada, auxiliadora, socorro, medianeira.

    198. Que tipo de culto se presta à Virgem santíssima?

    971

    É um culto singular, que difere essencialmente do culto de adoração, prestado apenas à Santíssima Trindade. Tal culto de especial veneração encontra uma particular expressão nas festas litúrgicas dedicadas à Mãe de Deus e na oração mariana, como o santo Rosário, resumo de todo o Evangelho.

    199. Como é que a bem-aventurada Virgem Maria é ícone escatológico da Igreja?

    972;
    974–975

    Dirigindo o seu olhar para Maria, santíssima e já glorificada em corpo e alma, a Igreja contempla o que ela própria é chamada a ser na terra e o que será na pátria celeste.

    «CREIO NA REMISSÃO DOS PECADOS»

    200. Como são perdoados os pecados?

    976 – 980
    984 – 985

    O primeiro e principal sacramento para o perdão dos pecados é o Baptismo. Para os pecados cometidos depois do Baptismo, Cristo instituiu o sacramento da Reconciliação ou Penitência, por meio do qual o baptizado é reconciliado com Deus e com a Igreja.

    201. Porque é que a Igreja tem o poder de perdoar os pecados?

    981–983;
    986–987

    A Igreja tem a missão e o poder de perdoar os pecados, porque o próprio Cristo lho conferiu: «Recebei o Espírito Santo: àqueles a quem perdoardes os pecados ser-lhes-ão perdoados, e àqueles a quem os retiverdes serão retidos» (Jo 20, 22-23).

    «CREIO NA RESSURREIÇÃO DA CARNE»

    202. Que indica a palavra carne e qual é a sua importância?

    990
    1015

    O termo carne designa o homem na sua condição de debilidade e de mortalidade. «A carne é o eixo da salvação» (Tertuliano). Com efeito, nós cremos em Deus que é o Criador da carne; cremos no Verbo que se fez carne para redimir a carne; cremos na ressurreição da carne, acabamento da criação e da redenção da carne.

    203. O que significa a «ressurreição da carne»?

    990

    Significa que o estado definitivo do homem não será só a alma espiritual separada do corpo, mas também que os nossos corpos mortais um dia retomarão a vida.

    204. Qual a relação entre a Ressurreição de Cristo e a nossa?

    988 – 991,
    1002 – 1003

    Como Cristo verdadeiramente ressuscitou dos mortos e vive para sempre, assim Ele próprio nos ressuscitará a todos no último dia, com um corpo incorruptível: «os que tiverem feito o bem para uma ressurreição de vida, e os que tiverem feito o mal para uma ressurreição de condenação».

    205. Com a morte, que sucede ao nosso corpo e à nossa alma?

    992 – 1004;
    1016 –1018

    Com a morte, separação da alma e do corpo, o corpo cai na corrupção, enquanto a alma, que é imortal, vai ao encontro do Julgamento divino e espera reunir-se ao corpo quando este, transformado, ressuscitar no regresso do Senhor. Compreender como acontecerá a ressurreição supera as possibilidades da nossa imaginação e do nosso entendimento.

    206. Que significa morrer em Cristo Jesus?

    1005-1014.
    1019

    Significa morrer na graça de Deus, sem pecado mortal. O que crê em Cristo e segue o Seu exemplo pode assim transformar a própria morte num acto de obediência e de amor ao Pai. «É certa esta palavra: se morrermos com Ele, também com Ele viveremos» (2 Tim 2,11).

    «CREIO NA VIDA ETERNA»

    207. O que é a vida eterna?

    1020 1051

    A vida eterna é a que se iniciará imediatamente após a morte. Ela não terá fim. Será precedida para cada um por um juízo particular realizado por Cristo, juiz dos vivos e dos mortos, e será confirmada pelo juízo final.

    208. O que é o juízo particular?

    1021 – 1022
    1051

    É o julgamento de retribuição imediata, que cada um, a partir da morte, recebe de Deus na sua alma imortal, em relação à sua fé e às suas obras. Tal retribuição consiste no acesso à bem-aventurança do céu, imediatamente ou depois de uma adequada purificação, ou então à condenação eterna no inferno.

    209. O que se entende por «céu»?

    1023 – 1026
    1053

    Por «céu» entende-se o estado de felicidade suprema e definitiva. Os que morrem na graça de Deus e não precisam de ulterior purificação são reunidos à volta de Jesus e de Maria, dos anjos e dos santos. Formam assim a Igreja do céu, onde vêem Deus «face a face» (1 Cor 13,12), vivem em comunhão de amor com a Santíssima Trindade e intercedem por nós.

    «A vida na sua própria realidade e verdade é o Pai que, pelo Filho e no Espírito Santo, sobre todos derrama como fonte, os seus dons celestes. E, pela sua bondade, promete verdadeiramente também a nós homens os bens divinos da vida eterna. (S. Cirilo de Jerusalém)

    210. O que é o purgatório?

    1030 – 1031
    1054

    O purgatório é o estado dos que morrem na amizade de Deus, mas, embora seguros da sua salvação eterna, precisam ainda de purificação para entrar na alegria de Deus.

    211. Como podemos ajudar a purificação das almas do purgatório?

    1032

    Em virtude da comunhão dos santos, os fiéis ainda peregrinos na terra podem ajudar as almas do purgatório oferecendo as suas orações de sufrágio, em particular o Sacrifício eucarístico, mas também esmolas, indulgências e obras de penitência.

    212. Em que consiste o inferno?

    1033–1035.
    1056–1057

    Consiste na condenação eterna daqueles que, por escolha livre, morrem em pecado mortal. A pena principal do inferno é a eterna separação de Deus, o único em quem o homem encontra a vida e a felicidade para que foi criado, e a que aspira. Cristo exprime esta realidade com as palavras: «Afastai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno» (Mt 25, 41).

    213. Como conciliar o inferno com a bondade infinita de Deus?

    1036 – 1037

    Deus, apesar de querer «que todos tenham modo de se arrepender» (2Ped 3,9), tendo criado o homem livre e responsável, respeita as suas decisões. Portanto, é o próprio homem que, em plena autonomia, se exclui voluntariamente da comunhão com Deus se, até ao momento da própria morte, persiste no pecado mortal, recusando o amor misericordioso de Deus.

    214. Em que consistirá o Juízo final?

    1038–1041;
    1058–1059

    O juízo final (universal) consistirá na sentença de vida bem-aventurada ou de condenação eterna, que o Senhor Jesus, no seu regresso como juiz dos vivos e dos mortos, pronunciará em relação aos «justos e injustos» (Act 24, 15), reunidos todos juntos diante d’Ele. A seguir a tal juízo final, o corpo ressuscitado participará na retribuição que a alma teve no juízo particular.

    215. Quando terá lugar este juízo final?

    1040

    O juízo final terá lugar no fim do mundo, do qual só Deus conhece o dia e a hora.

    216. Em que consiste a esperança dos novos céus e da nova terra?

    1042 – 1050
    1060

    Depois do juízo final, o próprio universo, libertado da escravidão da corrupção, participará na glória de Cristo com a inauguração dos «novos céus e da nova terra» (2 Ped 3,13). Será assim alcançada a plenitude do Reino de Deus, ou seja a realização definitiva do desígnio salvífico de Deus de «recapitular em Cristo todas as coisas, as do céu e as da terra» (Ef 1,10). Deus será então «tudo em todos» (1 Cor 15,28), na vida eterna.

    «ÁMEN»

    217. Que significa o Ámen, que conclui a nossa profissão de fé?

    1064 – 1065

    A palavra hebraica Amen, que conclui o último livro da Sagrada Escritura, algumas orações do Novo Testamento e as orações litúrgicas da Igreja, significa o nosso «sim» confiante e total a tudo o que professamos crer, confiando totalmente n’Aquele que é o «Ámen» (Ap 3,14) definitivo: Cristo Senhor.

  202. Meu Deus, acho que pessoas que “brigam” em seu nome e em nome de “igrejas” nestes comentários ainda não te conhecem, pois o Senhor é Amor, Misericórdia e Justiça!! Jesus, fazei nosso coração semelhante ao Seu!! Que saibamos como cristãos amar e não se atacar, ou julgar e dar o veredito em seu nome !!

  203. verdadeira conversão vem do assentimento, entendo e creio. Jesus é histórico, a igreja é histórica e suas raizes se lançam na tradição apostólica. Estude, ame e creia.

  204. Caro”Deus e amor”, A Paz de Cristo.
    Concordo com você, sabio é seu comentário.

    A posição da Igreja Catolica é:

    “Antes de mais, há o laço comum da origem e fim de todo o género humano. A Igreja católica reconhece que tudo o que de bom e de verdadeiro existe nas outras religiões vem de Deus, é reflexo da sua verdade, pode preparar para acolher o Evangelho e mover em direcção à unidade da humanidade na Igreja de Cristo”.
    Catecismo da Igreja Católica

    “Nas Igrejas e comunidades eclesiais, que se desligaram da plena comunhão da Igreja católica, encontram-se muitos elementos de santificação e de verdade. Todos estes bens provêm de Cristo e conduzem para a unidade católica. Os membros destas Igrejas e comunidades são incorporados em Cristo pelo Baptismo: por isso, nós reconhecemo-los como irmãos”
    Catecismo da Igreja Católica

    A arquidiose de Curitiba publicou na “Voz de Igreja” que quer união com todos os irmãos de outras religiões, e pediu aos irmãos Católicos que respeitem, ouçam ,dialogem com todos os irmãos de outras Religiões ,por que Deus esta dentro de todos nós.

    Como falei anteriormente, tenho amigos evangélicos ,Espíritas , Ateus, enfim. O que nós faz irmãos é o amor entre nós, e isto faz parte da evangelização.

    É exatamente assim o posicionamento da igreja Católica .

    Uma semana abençada a todos

  205. Prezados,

    Devemos ter amor aos nossos irmãos separados.

    Não há verdade sem caridade.

    Entretanto, é justamente a caridade que nos obriga dizer a verdade aos nossos irmãos separados.

    Quem ama corrige.

    E queremos ve-los no céu.

    Também não podemos nos calar para os absurdos e insultos dirigidos a Santa Igreja e a Virgem MariaMãe de DEUS.

    Os reformadores nunca dirigiram insultos a Santíssima Virgem.

    Quem quer respeito, deve respeitar antes.

    É pela vóz macia dos lobos e aves de rapina que muitos dos nossos irmãos estão sendo vítimas de charlatões.

    Ficaremos calados em nome de uma paz que só trás divisões ?

    A Igreja Católica deseja a unidade entre os cristãos. Mas não abriará mão da verdade para ser simpática ao mundo.

    Ensina o professor Renato Colonna Rosman

    “Só há uma Verdade, e o monopólio, a posse exclusiva, da Verdade está com Deus, que é a própria Verdade.

    O monopólio da Verdade, porém, foi revelado plenamente por Deus enviando o seu próprio Filho, Jesus Cristo, no qual estabeleceu a sua aliança para sempre.

    O Filho é a Palavra definitiva do Pai, de modo que, depois d’Ele, não haverá outra Revelação.

    A verdade profunda (“o monopólio da Verdade”) tanto a respeito de Deus como a respeito da salvação dos homens, manifesta-se-nos, por esta revelação, em Jesus Cristo, que é, simultâneamente, o mediador e a plenitude de toda a revelação.

    Jesus Cristo, o Filho de Deus, só confiou à Sua Igreja que é Una, Santa, Católica, Apostólica, por intermédio do Magistério da Igreja Católica (os bispos católicos em comunhão com o papa, sucessor do apóstolo Pedro) a tarefa de guardar, defender, interpretar sob a inspiração do Espírito Santo, e transmitir fielmente a todos os povos, o monopólio da Verdade, isto é, a “Verdade profunda tanto a respeito de Deus como a respeito da salvação dos homens”.

    Acrescenta o Ilmo.Professor:

    ” A ação de Deus nas outras religiões, crenças, filosofias de vida, culturas, não é o mesmo que revelação. O que há de santo e verdadeiro nas outras religiões, crenças, filosofias de vida e culturas, reflete um pouco da Verdade que ilumina todos os homens, ensinada pela Igreja Católica, por desígnio de seu fundador – Jesus Cristo. A Igreja Católica detém o monopólio da Verdade, não por mérito próprio, mas por graça de Seu Fundador, que assim o quis para que todos tenham acesso à Verdade livre de erro.

    Cabe também a nós cristãos católicos que não fazemos parte do Magistério da Igreja Católica, a obrigação de conhecermos a Verdade, tal como nos foi revelada por Jesus Cristo e ensinada pelo Magistério da Igreja Católica, e a transmiti-la a todos, mesmo àqueles que não são cristãos, porque embora as crenças dos não-cristãos “reflitam não raramente um raio da verdade que ilumina todos os homens”, nós cristãos “temos mesmo a obrigação de anunciar incessantemente Cristo, «caminho, verdade e vida» (Jo. 14,6), em quem os homens encontram a plenitude da vida religiosa e no qual Deus reconciliou consigo todas as coisas.”

    Anunciar o Evangelho não é uma vantagem, é uma obrigação. Não esqueçamos a ordem de Jesus: “Toda autoridade me foi dada no céu e na terra. 19. Ide, pois, e ensinai a todas as nações; batizai-as em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. 20. Ensinai-as a observar tudo o que vos prescrevi. Eis que estou convosco todos os dias, até o fim do mundo.[Mt 28, 19, 20].”

    Ensina ainda Carlos Eduardo Maculan:

    “A confiança na Verdade, a observância dos ensinamentos da Igreja, a certeza na indefectibilidade da Esposa de Cristo. Estamos diante da pureza doutrinária, que nos leva pelos caminhos que nos conduzem ao Cristo Senhor – Rei do Universo -, que exerce todo o poderio divino através da Igreja Católica.

    Ouvir a voz da Igreja é a forma eficaz de estar unido ao Cristo, viver a moral universal e receber todo a estrutura do depósito da fé; esse que capacita a humanidade na vivência da santidade, afastando cada um do pecado que vitima os filhos de Deus.”

    Disse o Senhor Jesus: “Quem vos ouve a vós, a mim me ouve; e quem vos rejeita a vós, a mim me rejeita; e quem a mim me rejeita, rejeita aquele que me enviou.”
    Lucas 10:16-17

    A Bíblia que muitos dizem “seguir” ensina: “Todavia, se eu tardar, quero que saibas como deves portar-te na casa de Deus, que é a Igreja de Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade”. (1Tm 3,15)”

    O texto aqui fala em Igreja física. E fala no singular. Apenas 01 igreja.

    Neste sentido atestam os cristão primitivos:

    “Onde está Cristo Jesus, está a Igreja Católica.”(Inácio de Antioquia. Carta aos Erminenses 8,2)

    Cipriano (200-258): “atrevem-se estes a dirigir-se à cátedra de Pedro, a esta igreja principal de onde se origina o sacerdócio… esquecidos de que OS ROMANOS NÃO PODEM ERRAR NA FÉ”.(Epist. 59,n.14, Hartel, 683)

    A igreja sabiamente reconhece as boas obras de nossos irmãos separados.

    E também não os culpa pela divisão ocorrida 500 anos atrás.

    Todavia, as divisões entre os nossos irmãos não param de ocorrer todos os dias.

    Já temos só no Brasil 70.000 igrejas evangélicas.

    Todas divergentes umas das outras.

    E todas se proclamam como as verdadeiras Igreja de Cristo.

    Atacam-se umas as outras. Seus chefes chamam os chefes das outras de hereges, apóstatas, etc…

    Alguns sem qualquer educação atacam seus próprios pares de imbecis, idiotas, trouxas, filhos do diabo, etc…

    Uns pregam pelo divórcio. Outros discordam.

    Uns batizam e outros não batizam.

    Uns querem sacramentos e outros os repelem.

    Tem quem case pessoas do mesmo sexo e tem quem condene.

    Tem unção do chulé, da Vassoura, do chifre, da lama, do zoológico.

    Tem regressão ao útero materno.

    Tem quem negue que Jesus Cristo é DEUS.

    Tem quem pregue pelo aborto.

    E todos usam a mesma Bíblia para justificarem suas doutrinas.

    E todos “interpretam” quando a própria Bíblia os proíbe de faze-lo, se não vejamos:

    “Sabendo primeiramente isto: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação.” 2 Pedro 1:20

    Ensina o professor Pete Vere(artigo disponível no site Veritatis Splendor)

    Ecumenismo mantém a Presença Real(sobre o Concílio do Vaticano II)

    São Pedro e seus sucessores são o alicerce da unidade na Igreja. No entanto, esse alicerce foi estabelecido por Jesus Cristo. Nosso Senhor é a fonte de unidade na Igreja, especialmente no que concerne Sua Real Presença no Santíssimo Sacramento.

    Devemos ter isso em mente quando defendermos os ensinamentos do Concílio sobre ecumenismo, porque muitos Lefebvristas também alegam que o ecumenismo mina a fé católica na Presença Real de Nosso Senhor com o propósito de agradar os não-católicos. Essa alegação é falsa. Continue lendo o decreto do Vaticano II sobre ecumenismo, e você descobrirá o seguinte ensinamento: “E na sua Igreja instituiu o admirável sacramento da Eucaristia, pelo qual a unidade da Igreja é significada e realizada.”iii

    Em outras palavras, o Concílio Vaticano II convoca a Igreja a promover a unidade cristã pelo diálogo ecumênico. De fato, o concílio reconhece que a unidade não pode ser plenamente realizada ou simbolizada a não ser pelo sacramento da Sagrada Eucaristia. O Concílio Vaticano II não só mantém a posição católica tradicional acerca do Santíssimo Sacramento, mas também claramente afirma essa posição no mesmo decreto pelo qual o ecumenismo é promovido. Os padres conciliares, ao promover o diálogo ecumênico, procuraram trazer os nossos irmãos cristãos separados de volta à plena comunhão com a Igreja católica pela Eucaristia. A Eucaristia simboliza nossa unidade com a Igreja como católicos, primeiramente com Deus e então uns com os outros. Este simbolismo só pode ser plenamente realizado pelo Santo Sacrifício da Missa.

    Trazendo-nos o Corpo, o Sangue, a Alma e a Divindade de Nosso Senhor Jesus Cristo, assim como perpetuando o sagrado sacrifício de Cristo na cruz, a Missa une todos os discípulos de Cristo no tempo e no espaço, unindo-os em uma Igreja. A intenção do ensinamento do Concílio Vaticano II sobre o ecumenismo é ajudar a reunir com a Igreja todos aqueles discípulos cristãos que se separaram por cismas históricos e heresias.”

    Finalmente, podemos ver na CARTA ENCÍCLICA UT UNUM SINT DO SANTO PADRE
    JOÃO PAULO II SOBRE O EMPENHO ECUMÉNICO

    Contributo da Igreja Católica na busca da unidade dos cristãos
    ======================================

    86. A Constituição Lumen gentium, numa afirmação fundamental que ressoa depois no Decreto Unitatis redintegratio, 141 escreve que a única Igreja de Cristo subsiste na Igreja Católica. 142 O Decreto sobre o ecumenismo sublinha a presença nela da plenitude (plenitudo) dos instrumentos de salvação. 143 A plena unidade realizar-se-á quando todos participarem da plenitude dos meios de salvação que Cristo confiou à sua Igreja.

    Uma semana de paz para todos.

  206. SANTA HELENA (18/08/2014)

    Lembramos neste dia a santa que depois da conversão se dedicou na ajuda ao Cristianismo no tempo da liberdade religiosa acontecida durante o Império Romano. Nascida no ano de 255 em Bitínia, de família plebéia, no tempo da juventude trabalhava numa pensão, até conhecer e casar-se com o oficial do exército romano, chamado Constâncio Cloro.

    Fruto do casamento de Helena foi Constantino, o futuro Imperador, o qual tornou-se seu consolo quando Constâncio Cloro deixou-a para casar-se com a princesa Teodora e governar o Império Romano. Diante do falecimento do esposo, o filho que avançava na carreira militar substituiu o pai na função imperial, e devido a vitória alcançada nas portas de Roma, tornou-se Imperador.

    Aconteceu que Helena converteu-se ao Cristianismo, ou ainda tenha sido convertida pelo filho que decidiu seguir Jesus e proclamar em 313 o Édito de Milão, o qual deu liberdade à religião cristã, isto depois de vencer uma terrível batalha a partir de uma visão da Cruz. Certeza é que no Império Romano a fervorosa e religiosa Santa Helena foi quem encontrou a Cruz de Jesus e ajudou a Igreja de Cristo, a qual saindo das catacumbas pôde evangelizar e com o auxílio de Santa Helena construir basílicas nos lugares santos.

    Faleceu em 327 ou 328 em Nicomédia, pouco depois de sua visita à Terra Santa. Os seus restos foram transportados para Roma, onde se vê ainda agora, no Vaticano, o sarcófago de pórfiro que os inclui.

    Santa Helena, rogai por nós!

  207. História de Santa Luzia.( 283 a 304)

    Luzia nasceu na cidade italiana de Siracusa e era de uma família rica e cristã. Era considerada como uma das jovens mais belas de sua cidade. Seu pai morrera quando ela tinha 5 anos e sua mãe, Eutíquia, sofria de graves hemorragias internas. Luzia tinha uma grande convicção cristã, que a fez consagrar-se, secretamente, ao Senhor Jesus, e oferecer sua virgindade perpetuamente. Um dia ela e sua mãe foram peregrinar à cidade de Catânia onde se encontrava o corpo da Grande Santa Águeda, que morrera por não se converter aos ídolos. O Evangelho pregado na Santa Missa desse dia foi o da mulher que sofria com hemorragias internas, iguais às da mãe de Luzia. Luzia então pensou: “Se aquela mulher ao tocar nas vestes do Senhor ficou curada, será que Santa Águeda não pedirá ao Senhor que cure minha mãe da mesma forma que curou aquela mulher?” Ela então disse a sua mãe que esperassem todos saissem da Igreja, para elas irem rezar junto ao corpo da Santa. Durante esse meio tempo Luzia dormiu, e em êxtase sonhou que anjos rodeavam Santa Águeda, e que a mesma disse-lhe: “Luzia minha irmã, porque pedes a mim uma coisa que tu mesma podes conceder?” Luzia rapidamente saiu do êxtase e despertou do sonho. Foi procurar sua mãe, a qual disse-lhe que tinha sido curada. Luzia aproveitou esse momento para revelar à mãe que tinha feito um voto de virgindade a Jesus, e que iria distribuir todos os seus bens aos pobres. Sua mãe disse: “Luzia minha filha, tudo o que é meu e de seu falecido pai é teu, por isso faça o que queres.” Ao chegar em casa elas começaram a distribuir todos os seus bens aos pobres. Um jovem muito rico e pagão, politeísta de nascença, que já era apaixonado por Luzia, foi perguntar à mãe da mesma o motivo de tanto esbanjamento de dinheiro,e em resposta Eutíquia disse: “Luzia é muito providente, ela achou bens muito mais valiosos do que esses e por isso é que estamos fazendo isso.” O jovem não entendeu que ela falava dos “bens” do Paraíso Celeste, por isso entendeu como quis e voltou para casa. Os dias se passavam e Luzia e sua mãe davam mais e mais dinheiro aos necessitados assim dilapidando a grande fortuna da família, e por isso o jovem logo teve a certeza que Luzia era cristã. Ele denunciou-a ao prefeito de Siracusa, Pascasio que furioso com a grande fé cristã de Luzia, mandou-a ao Imperador Diocleciano , que tentou persuadi-la a se converter aos ídolos. Luzia se mostrou cheia do Espírito Santo em frente ao imperador Diocleciano. Ele vendo que nada a convertia fez inúmeras coisas cruéis com ela.

    O martírio[editar código-fonte]

    Diocleciano vendo que nada a convertia, mandou jogá-la em uma casa de prostituição, cheia de homens sedentos de um corpo virginal como o de Luzia, mas foi em vão: ninguém conseguia tirar Luzia dali. Nem mesmo uma junta de bois conseguiu. Os soldados saíram envergonhados por não conseguir tira-la dali. Seus pés eram como se estivessem fincados no chão, como raízes de plantas. (As virgens naquele tempo tinham mais medo de perder a virgindade do que uma cova cheia de leões). Como isso não dera certo, tentaram depois colocar fogo em seu corpo, mas Luzia fez a seguinte oração: “Ó Senhor Deus, Jesus Cristo meu Rei, não deixai que essas chamas me façam mal algum.” As chamas nada fizeram contra ela, nem mesmo vermelhidão no seu corpo deixaram, e por isso retiraram ela de dentro do fogo. Como tudo isso não havia dado certo, foi lhe aplicado o castigo mais cruel depois da degolação. Luzia não se convertia de jeito nenhum aos falsos deuses, e por isso um soldado, a mando do imperador, arrancou-lhe os olhos de sua face, e entregou os olhos em um prato a Luzia, mas milagrosamente ao entregar o prato com os olhos de Luzia, no rosto da mesma, nasceram-lhe dois lindos olhos, sãos, perfeitos e mais lindos do que os outros. Vendo que nada a convencia de converter-se ao paganismo, deceparam sua cabeça no momento que Luzia dizia: “Adoro a um só Deus verdadeiro, e a ele prometi amor e fidelidade” No mesmo instante sua cabeça rolou pelo o chão. Era 13 de Dezembro do ano de 304 D.C. Os cristãos recolheram seu corpo virginal e a sepultaram nas catacumbas de Roma. Sua fama de Santa se espalhou por toda a Itália e Europa e depois para todo mundo, onde hoje é venerada e honrada como a “Santa da Visão”

  208. Sou devoto de Santa Luzia. Por sua intercessão curei-me com 1 ano de um problema em uma das vistas.

  209. POR QUE SE DEVE DEFENDERA HONRA DA SANTÍSSIMA VIRGEM MARIA ?

    Não nos esqueçamos da profecia de Simeão que uniu os destinos de Jesus e Maria:

    “… abençoou-os e disse a Maria, sua mãe: Eis que este menino está destinado a ser uma causa de queda e de soerguimento para muitos homens em Israel, e a ser um sinal que provocará contradições, a fim de serem revelados os pensamentos de muitos corações. E uma espada transpassará a tua alma.” Lucas 2:34-35

    E Simeão estava com o Espírito Santo quando profetizou:

    “…Impelido pelo Espírito Santo, foi ao templo. E tendo os pais apresentado o menino Jesus, para cumprirem a respeito dele os preceitos da lei,” Lucas 2:27

    A espada da qual nos fala Simeão expressa a participação de Maria nos sofrimentos do seu Filho.

    É uma dor sem precedentes que transpassaria a sua alma.

    As palavras ditas à Santíssima Virgem anunciam que Maria estaria unida à obra redentora do Seu Filho.

    O Senhor sofreu na Cruz pelos nossos pecados e estes pecados de cada um de nós forjaram a espada de dor da nossa Mãe.

    Consequentemente é nosso dever assumir atos de desagravo não só com Deus, mas também com a Sua Mãe, que é igualmente nossa Mãe.

  210. SANTA EULÁLIA EULÁLIA DE MÉRIDA
    Segundo o escritor cristão Prudêncio, na sua obra Peristephanon3 , Eulália seria uma virgem cristã muito devota, com idade entre 12 e 14 anos, cuja mão fora sequestrada em sua própria casa em 304 d.C. por causa da exigência de que todos os cidadãos romanos deveriam realizar sacrifícios aos deuses romanos durante a perseguição de Diocleciano. Eulália correu para a corte do governador romano Daciano, em Emerita, confessou ser uma cristã, ofendeu os deuses pagãos e o imperador romano Maximiano e o desafiou a martirizá-la. As tentativas do juiz de suborná-la com dinheiro e elogios fracassou.

    Ela foi então despida pelos soldados, torturada com ganchos e tochas e queimada na estaca, sufocando por conta da inalação de fumaça. Ela provocou os torturadores por todo o tempo4 e, quando ela expirou, uma pomba voou de sua boca, o que assustou os soldados e permitiu que uma neve milagrosa cobrisse a sua nudez com uma brancura indicativa de sua santidade.

    Um santuário foi logo erguido sobre seu túmulo e a veneração de Eulália já era muito popular entre os cristãos por volta de 350 d.C.5 e suas relíquias foram distribuídas por toda a Iberia. O bispo Fidelis de Mérida reconstruiu a basílica em sua memória por volta de 560 d.C.5 6 . Este santuário era o mais popular do Reino Visigótico7 . Por volta de 780, seu corpo foi translado para Oviedo pelo Rei Silo do Reino das Astúrias repousa atualmente num caixão de prata árabe doado por Alfonso VI de Castela em 1075. Em 1639, ela foi transformada em padroeira da cidade8 .

    É cantada na célebre Sequência de Santa Eulália (ou Cantilena de Santa Eulália), o primeiro texto poético em língua francesa, de fins do século IX.

  211. Santa Dorotéia
    Santa Doroteia, foi uma jovem capadócia, conhecida por ofecer sua virgindade a Deus e por este motivo fora perseguida e martirizada. Também conhecida pela devoção popular como a santa das flores. Nobre, muito rica e bem educada, Doroteia viveu em Cesareia, capital da província romana da Capadócia e foi, segundo a lenda, martirizada por ser cristã no ano de 304 d.C., vítima das perseguições de Diocleciano.

    A jovem teve, segundo a lenda, os pais martirizados no anfiteatro, fez um voto de castidade a Cristo e transformou a própria casa numa espécie de igreja, onde passava os dias em meio a jejuns e orações, e valendo-se da própria fortuna para fazer caridade aos pobres. Tanto zelo e piedade da jovem levavam os cristãos de Cesareia a procurarem-na para os mais sábios conselhos. Isso fez com que seu nome fosse citado no Tribunal Romano como praticante da fé cristã.

    Na época, segundo esse mito, governava o pretório de Cesareia o nobre Fabrício, que mandou trazer a jovem à sua presença e a indagou a respeito de sua condição cristã. Como a bela moça respondesse sabiamente a todas as perguntas, alegadamente desarticulando as intenções dos juízes de ridicularizarem a religião cristã e muito zeloza de sua pureza, foi obrigada a viver durante uma semana na companhia de duas jovens licenciosas e perversas, de nome Crista e Calista, mas a constância de Doroteia acabou por convertê-las à fé cristã e ambas foram mortas.

    Não satisfeito com isso, segunda a lenda, Fabrício lhe imputou a pena capital: a morte pela espada. Ao escutar a moça dizer que iria para o céu onde era eterna a primavera, um dos pretores, de nome Teófilo, zombou dela dizendo: “Pois já que vais ao jardim de teu esposo onde a primavera é eterna, envia-me de lá frutos e rosas perfumadas”.

    Doroteia prometeu realizar sua vontade. Antes de a espada dobrar sobre sua cabeça, ela rezou e pediu a Deus que realizasse sua promessa. Apareceu-lhe subitamente um anjo, tendo às mãos uma cesta com três belas maçãs e três perfumadas rosas. Doroteia tomou um lenço, enxugou com ele o suor e entregou-o ao anjo, dizendo-lhe: “Vai e leva a Teófilo e diz que Doroteia, serva de Cristo, lhe envia os frutos e as flores que ele pediu. E diz também que, se ele quiser mais, que vá ter com ela no paraíso”.

    Dito isso, o anjo desapareceu e a espada caiu sobre Doroteia, que subiu radiante ao céu. No tribunal, segundo esse mito, Teófilo continuava a zombar do caso de Doroteia quando lhe apareceu o anjo e transmitiu-lhe o recado da virgem cristã. Assombrado com o estupendo milagre de receber as maçãs e as rosas, em época de inverno rigoroso, Teófilo se converteu e, pedindo perdão a Deus e a Doroteia, também morreu mártir.

    Não existe qualquer comprovação científica da veracidade dessa lenda, nem mesmo de que a mitológica Doroteia tenha sequer existido. Era o dia 6 de fevereiro de 304. Acredita-se que o corpo da donzela cristã repousa na igreja que leva seu nome em Roma.

  212. Santa Irene

    Nasceu, segundo alegam as lendas, no século IV, época do imperador romano Diocleciano, considerado pelos cristãos, o mais sanguinário perseguidor dos cristãos, e que “proibia que as pessoas portassem ou guardassem escritos que pregassem o cristianismo”. Todos os livros “deveriam ser entregues às autoridades para serem queimados. Irene, ainda jovem, junto com suas irmãs, Ágape e Quiônia, pertencia a uma família pagã da Tessalônica, mas elas se converteram e possuíam vários livros da Sagrada Escritura, e passaram a pregar o cristianismo”.

    As três irmãs foram denunciadas e, em sua casa, segundo a lenda, “foram encontradas várias bíblias”, por isso passaram a ser “perseguidas, e deveriam ser levadas ao interrogatório diante do governador da Macedônia, Dulcério”. Deveriam, como os demais cristãos, submeter-se ao “intenso interrogatório, para renegar a fé em Cristo”. E só se salvariam se idolatrassem aqueles que os cristãos consideravam “falsos deuses”, oferecendo “publicamente comida e incenso a eles, e queimando as suas bíblias”. Quando os cristãos se negavam a renunciar a sua fé, “geralmente eram queimados vivos, junto com a bíblia”.

    Ágape e Quiônia foram encontradas antes. Presas e interrogadas, segundo a lenda, negaram-se a adorar os deuses a que os cristãos alegavam serem “falsos deuses” e confirmaram sua alegada “fé”. Por isso foram “queimadas vivas”. O Martirológio Romano as reverencia dois dias antes.

    Entretanto, Irene, que havia escondido grande parte dos livros cristãos em sua casa, conseguiu “fugir para as montanhas, mas foi encontrada no dia do martírio das suas irmãs, levada a um prostíbulo para ser violada e, depois, presa”. Lá, porém, segundo conta a lenda, “por uma graça, ninguém a tocou”. Irene foi, então, ainda segundo a lenda, “submetida a interrogatório, manteve-se firme em sua profissão de fé”. Condenada pelo governador Dulcério, foi entregue aos carrascos, “que lhe tiraram a roupa, expuseram-na à vergonha pública e depois também a queimaram viva”.

    O veneração a Santa Irene ainda é muito intenso no oriente e no Ocidente, e se perpetuou até os nossos dias pelo seu lendário “exemplo de santa mártir”, bem como pela tradição de seu nome, que em grego significa “paz”, e é muito difundido em todo o planeta, principalmente entre os povos cristãos, apesar de não existirem quaisquer comprovações destas lendas pela Ciência.

    A festa de santa Irene acontece em 5 de abril, dia em que recebeu a palma do martírio pela fé em Cristo, no ano 304

  213. Santa Igreja Católica dos mártires !
    Santa Igreja Católica dos santos e verdadeiros doutores !
    Santa Igreja Católica dos corpos incorruptos !

    Louvado seja o Nosso Senhor Jesus Cristo !

    Para sempre seja louvado !

  214. Édito de Milão

    Edictum Mediolanense

    Criado

    313

    Ratificado

    313

    Signatários

    Constantino I, Licínio

    Propósito

    Legitimar o laicismo em Roma

    O Édito de Milão (313 d.C.), também referenciado como Édito da Tolerância, declarava que o Império Romano seria neutro em relação ao credo religioso, acabando oficialmente com toda perseguição sancionada oficialmente, especialmente do cristianismo. O édito foi emitido pelo tetrarca ocidental Constantino I, o grande, e por Licínio, o tetrarca Oriental.

    A aplicação do Édito fez devolver os lugares de culto e as propriedades que tinham sido confiscadas aos cristãos e vendidas em hasta pública: “… o mesmo será devolvido aos cristãos sem pagamento de qualquer indenização e sem qualquer fraude ou decepção…”

    Deu ao cristianismo (e a todas as outras religiões) o estatuto de legitimidade, comparável com o paganismo e com efeito desestabeleceu o paganismo como a religião oficial do império romano e dos seus exércitos.

    Na tentativa de consolidar a totalidade do Império Romano sob o seu domínio, Licínio em breve marchou contra Constantino I. Como parte do seu esforço de ganhar a lealdade do seu exército, Licínio dispensou o exército e o serviço civil da política de tolerância do Édito de Milão, permitindo-lhes a expulsão dos cristãos. Alguns cristãos perderam consequentemente propriedades e alguns a vida.

    No final, por volta de 324 d.C., Constantino ganhou o domínio de todo o Império e ordenou a execução de Licínio, por traição.

    Édito de Milão, março de 313 d.C..1

    Nós, Constantino e Licínio, imperadores, encontrando-nos em Milão para conferenciar a respeito do bem e da segurança do império, decidimos que, entre tantas coisas benéficas à comunidade, o culto divino deve ser a nossa primeira e principal preocupação. Pareceu-nos justo que todos, os cristãos inclusive, gozem da liberdade de seguir o culto e a religião de sua preferência. Assim qualquer divindade que no céu mora ser-nos-á propícia a nós e a todos nossos súditos.

    Decretamos, portanto, que, não obstante a existência de anteriores instruções relativas aos cristãos, os que optarem pela religião de Cristo sejam autorizados a abraçá-la sem estorvo ou empecilho, e que ninguém absolutamente os impeça ou moleste… . Observai outrossim, que também todos os demais terão garantia a livre e irrestrita prática de suas respectivas religiões, pois está de acordo com a estrutura estatal e com a paz vigente que asseguremos a cada cidadão a liberdade de culto segundo sua consciência e eleição; não pretendemos negar a consideração que merecem as religiões e seus adeptos. Outrossim, com referência aos cristãos, ampliando normas estabelecidas já sobre os lugares de seus cultos, é-nos grato ordenar, pela presente, que todos os que compraram esses locais os restituam aos cristãos sem qualquer pretensão a pagamento… [as igrejas recebidas como donativo e os demais que antigamente pertenciam aos cristãos deviam ser devolvidos. Os proprietários, porém, podiam requerer compensação.]
    Use-se da máxima diligência no cumprimento das ordenanças a favor dos cristãos e obedeça-se a esta lei com presteza, para se possibilitar a realização de nosso propósito de instaurar a tranquilidade pública. Assim continue o favor divino, já experimentado em empreendimentos momentosíssimos, outorgando-nos o sucesso, garantia do bem comum

  215. A história da Igreja Católica cobre um período de aproximadamente dois mil anos1 e relata os eventos de uma das mais antigas instituições religiosas em atividade, influindo no mundo em aspectos espirituais, religiosos, morais, políticos e sócio-culturais. A história da Igreja Católica é integrante da História do Cristianismo e da história da civilização ocidental.2

    A Igreja Católica acredita que “está na História, mas ao mesmo tempo a transcende”. Segundo o seu Catecismo, “é unicamente ‘com os olhos da Fé’ que se pode enxergar a sua realidade visível, ao mesmo tempo, uma realidade espiritual, portadora de vida divina”.3

    Antiguidade Cristã

    É denominado de Antiguidade Cristã o período da história da Igreja que vai do ano 30 ao ano 692 e comporta duas fases: uma do ano 33 ao ano 313, em que se tem a sua fundação, propagação e perseguições, esta fase se encerra com o Édito de Milão; a segunda fase é caracterizada principalmente pela conversão dos povos invasores, o desenvolvimento da doutrina e o surgimento do Islamismo, que impõe fortes limitações à expansão da Igreja. Em 692 reúne-se o Concílio in Trullo.4

    Universalidade

    Primórdios da literatura cristã[editar código-fonte]

    A primeira literatura cristã, a seguir o Novo Testamento, teve origem nos Padres Apostólicos, cujos escritos refletem a vida da Cristandade mais antiga. A apologética foi uma literatura de defesa da fé, ao passo que o século III viu já o nascimento de uma ciência teológica. Os escritos dos Padres Apostólicos são de índole pastoral e dirigem-se a um público cristão. Deste período destacam-se a Didaké, a carta de São Clemente aos Coríntios, as sete cartas de Santo Inácio de Antioquia a outras Igrejas, a epístola de Policarpo de Esmirna e o Pastor de Hermas.11

    O Cristianismo nasceu e desenvolveu-se dentro do quadro político-cultural do Império Romano. Os cristãos, inicialmente perseguidos pelo Sinédrio, depressa se desvincularam da Sinagoga. O cristianismo desde as suas origens, foi universal, aberto aos gentios, e estes foram declarados livres das prescrições da Lei Mosaica. O universalismo cristão manifestou-se desde os primórdios da Igreja em contraposição ao caráter nacional da religião judaica. Fugindo da perseguição em Jerusalém os discípulos de Jesus chegaram a Antioquia da Síria, uma das principais metrópoles do Oriente naquele tempo. Alguns destes discípulos eram de origem helênica, de mentalidade mais aberta que os judeus da palestina e começaram a anunciar o Evangelho aos gentios. Foi em Antioquia que o universalismo da Igreja mostrou-se concretamente uma realidade e foi nesta cidade que pela primeira vez os seguidores de Cristo começaram a ser chamados de cristãos. Nestes primeiros séculos a penetração cristã foi um fenômeno muito mais urbano que rural.5

    O testemunho de Tertuliano, escrito por volta do ano 200 é significativo: Somos de ontem e já enchemos tudo o que é vosso:cidades, ilhas, acampamentos militares, o palácio imperial, o Senado, o forum; só vos deixamos os templos vazios. A fé estendeu-se por onde hoje é a Itália, Grécia, Espanha, França, Norte da África e Ásia.6

    Perseguição e crescimento
    Durante três séculos o Império Romano perseguiu os cristãos, porque a sua religião era vista como uma ofensa ao estado, pois representava outro universalismo e proibia os fiéis de prestarem culto religioso ao soberano imperial. Durante a perseguição, e apesar dela, o cristianismo propagou-se pelo império. Neste período os únicos lugares relativamente seguros em que se podiam reunir eram as catacumbas, cemitérios subterrâneos. O cristianismo teve de se converter numa espécie de sociedade secreta, com os seus sinais convencionais de reconhecimento. Para saber se outra pessoa era cristã, por exemplo, desenhava-se um peixe , pois a palavra grega ichtys (peixe) era o anagrama da frase Iesos Christos Theou Hyios Soter (Jesus Cristo, Filho de Deus, Salvador). 7

    As principais e maiores perseguições foram as de Nero, no século I – a pretexto do incêndio de Roma na noite de 18 para 19 de julho de 64, a perseguição deu lugar a uma multidão de mártires, dentre eles S. Pedro e S. Paulo; a de Domiciano (81-96), Trajano (98-117), a de Sétimo Severo (193-211), a de Décio no ano 250, a de Valeriano (253-260) e a maior, mais violenta e última a de Diocleciano entre 303 e 304, que tinha por objetivo declarado acabar com o cristianismo e a Igreja. O balanço final desta última perseguição constituiu-se num rotundo fracasso. Diocleciano, após ter renunciado, ainda viveu o bastante para ver os cristãos viverem em liberdade graças ao Édito de Milão, iniciando-se a Paz na Igreja.8

    Martírio de São Pedro, por Caravaggio.
    No ano 313, Constantino e Licínio, imperadores, assinaram o Édito de Milão no qual se concedia aos cristãos a liberdade de culto e restituiam os bens à Igreja, equiparava-se o cristianismo, em direitos e privilégios, à religião pagã. Os cristãos formaram comunidades locais, denominadas Igrejas, sob a autoridade pastoral de um bispo. O bispo de Roma, sucessor do apóstolo Pedro, exercia o Primado sobre todas as Igrejas. A vida cristã estava centralizada em torno da Eucaristia e o repúdio do Gnosticismo 9 foi a grande vitória doutrinal da primitiva Igreja. 10

    Primórdios da literatura cristã

    A primeira literatura cristã, a seguir o Novo Testamento, teve origem nos Padres Apostólicos, cujos escritos refletem a vida da Cristandade mais antiga. A apologética foi uma literatura de defesa da fé, ao passo que o século III viu já o nascimento de uma ciência teológica. Os escritos dos Padres Apostólicos são de índole pastoral e dirigem-se a um público cristão. Deste período destacam-se a Didaké, a carta de São Clemente aos Coríntios, as sete cartas de Santo Inácio de Antioquia a outras Igrejas, a epístola de Policarpo de Esmirna e o Pastor de Hermas.11

    O Império Romano Cristão

    No decurso do século IV, o Cristianismo começou a ser tolerado pelo Império, para alcançar depois um estatuto de liberdade e converter-se finalmente, no tempo de Teodósio, em religião oficial do Estado. O imperador romano, por esta época, convocou as grandes assembléias dos bispos, os concílios, e a Igreja pôde então dar início à organização de suas estruturas territoriais.

    A igreja cristã na região do Mediterrâneo foi organizada sob cinco patriarcas, os bispos de Jerusalém, Antioquia, Alexandria, Constantinopla e Roma (veja Pentarquia). As antigas comunidades cristãs foram, então sucedidas pela “sociedade cristã”, o cristianismo passou de religião das minorias para então se tornar em religião das multidões. Com a decadência do Império, os bispos pouco a pouco foram assumindo funções civis de caráter supletivo e a escolha do bispo passou a ser mais por escolha do clero do que pela pequena comunidade, segundo as fórmulas antigas. Por essa época não foram poucas as intervenções dos nobres e imperadores nas suas escolhas. Figuras expressivas da vida civil foram alçadas à condição de bispo, exemplo disto foram Santo Ambrósio, governador da Alta Itália que passou a bispo de Milão; São Paulino de Nola, ex-cônsul e Sidônio Apolinário, genro do imperador Ávito e senhor do Sul das Gálias, que foi eleito bispo de Clermont-Ferrand.

    Antes de findar o século IV o Primeiro Concílio de Niceia (325) e o Primeiro Concílio de Constantinopla, em respostas às heresias arianas e ao macedonianismo, formularam a doutrina da Trindade que ficou fixada no seu conjunto no “Credo niceno-constantinopolitano”. Por esta época colocou-se a questão da relação entre as naturezas humana e divina de Cristo, a heresia do monofisismo, que foi finalmente decidida no Primeiro Concílio de Éfeso, convocado pelo imperador Teodósio II, que afirmou que Cristo é “perfeito Deus e perfeito homem” e definiu Maria como “Aquela que portou Deus” (Theotokos) em resposta à heresia nestoriana (do bispo Nestório) que lhe atribuia apenas o Christotokos (Aquela que portou Cristo). Esta posição depois foi reafirmada no Concílio de Calcedônia (451) e no Terceiro Concílio de Constantinopla (680).

  216. Padres da Igreja

    Cristo entrega as chaves do Reino a São Pedro, Capela Sistina, afresco de Perugino.
    Os tempos de ouro da Patrística foram os séculos IV e V, embora possa se entender que se estenda até o século VII a chamada “idade dos Padres”. Os principais Pais do Oriente foram: Eusébio de Cesareia, Santo Atanásio, ilustre na defesa da fé contra o arianismo; Basílio de Cesareia, Gregório de Nisa, Gregório Nazianzo, São João Crisóstomo, alcunhado de Boca de Ouro pela sua excelente oratória, e São Cirilo de Alexandria.

    Os principais Padres do Ocidente ou da Igreja Latina são: Santo Agostinho, autor das “Confissões”, obra prima da literatura universal e Santo Ambrósio, Eusébio Jerônimo, dálmata, conhecido como São Jerônimo que traduziu a Bíblia diretamente do hebraico, aramaico e grego para o latim. Esta versão é a célebre Vulgata, cuja autenticidade foi declarada pelo Concílio de Trento. Outros padres que se destacaram foram São Leão Magno e Gregório Magno, este um romano com vistas para a Idade Média, as suas obras “os Morais e os Diálogos” serão lidas pelos intelectuais da Idade Média, e o “canto gregoriano” permanece vivo até os dias de hoje. Santo Isidoro de Sevilha, falecido em 636, é considerado o último dos grandes padres ocidentais.

    Ícone de Maria, a Theotokos, pelo diácono Ioasaf Athonites.
    Por esta época surgiu o monaquismo. Em busca de uma imitação de Cristo mais perfeita, com o tempo o ascetismo cristão tomou formas de afastamento do mundo. Santo Antão é figura-símbolo do monaquismo dos primeiros séculos, mas a sua figura central é São Bento de Núrsia que com os seus dois primeiros mosteiros e a sua famosa “Regra” serviu de referência típica para o monaquismo, principalmente no Ocidente. Na idade média os mosteiros prestaram relevantes serviços e, dentre outros, tiveram a grande missão de conservar a cultura antiga.

    À medida que o Império Romano decaía, a Igreja assumiu muitas de suas funções e ajudou a manter a ordem no meio do caos que se generalizava. O fato de nem tudo se haver perdido se deve em grande parte à influência ordenadora da organização eclesial. Por ela foram estimulados os ideais de justiça social, preservada e transmitida a cultura antiga e civilizadas as populações bárbaras

  217. ANÔNIMO, JÁ QUE VC GOSTA DE ESCREVER MUITO, VAMOS LÁ. AINDA NÃO ENCONTREI NENHUMA CATÓLICO QUE POSSA SE DEFENDER, QUEM SABE VC NÃO MUDA ESTA HISTÓRIA.

    10 PERGUNTAS SOBRE PEDRO QUE NENHUM CATÓLICO RESPONDE.

    1. Se Pedro era o líder máximo dentre os cristãos, que exercia o primado sobre os demais, sendo chamado pelos próprios católicos como sendo o “chefe dos apóstolos”, “príncipe dos apóstolos”, “bispo dos bispos”, “bispo universal”, entre outras designações, por que razão Jesus Cristo não afirmou que Pedro lideraria sobre os demais discípulos, mas, ao contrário disse:

    “Vocês sabem que aqueles que são considerados governantes das nações as dominam, e as pessoas importantes exercem poder sobre elas. Não será assim entre vocês” (Marcos 10:42)

    Em direto contraste com as nações da época, onde havia alguém que governava sobre os demais, exercendo domínio ou poder sobre eles, Cristo afirma que não seria assim entre os discípulos. Ora, se Pedro foi chamado para ser o chefe do grupo apostólico, como dizem os católicos, onde está o contraste indicado por Cristo? Não seria mais correto dizer que, assim como os governantes das nações exercem autoridade sobre os outros, Pedro exerceria autoridade como o príncipe dos apóstolos? Por que não haveria primazia de um com relação ao outro, se os católicos dizem que Pedro era o primaz?

    2. Por que Jesus não respondeu que era Pedro o maior dentre eles, quando os discípulos disputaram entre si acerca de qual deles era o maior, em Mateus 18:1? Se foi Jesus quem tornou Pedro o “líder” dentre eles, então por que ele próprio não confirmou isso, mas, ao contrário, disse coisa completamente diferente? Não seria mais fácil responder prontamente: “é Pedro” – como sonham os católicos – e fim de papo? Para que fazer suspense e deixar de dizer o “óbvio”, se Pedro era mesmo o maior dentre os discípulos?

    3. Por que os discípulos perguntaram “quem é o maior no reino dos céus” (Mt.18:1) e “houve também entre eles contenda, sobre qual deles parecia ser o maior” (Lc.22:24), se já estava definido que era Pedro? Note que estes fatos ocorreram depois de Mateus 16:18, que, de acordo com o que dizem os católicos, é uma suposta “prova” do primado de Pedro sobre os demais.

    Mas, se os discípulos entenderam a passagem deste jeito, e não conforme os evangélicos afirmam, então por que ainda havia disputa entre eles acerca de qual deles era o maior, se já estava decidido desde antes que era Pedro? Faria lógica um católico romano perguntar qual bispo tem a primazia, sendo que é óbvio para eles que é o papa? Quando muito, os discípulos estariam no máximo disputando osegundo lugar, porque o primeiro já estaria com Pedro!

    4. Por que Lucas escreve no livro de Atos que Paulo era “o principal cabeça da seita dos nazarenos -και ειναι πρωτοστατης της αιρεσεως των Ναζωραι” (At.24:5)? Se a afirmação é mentirosa ou está incorreta, por que nem Lucas nem Paulo corrigem o interlocutor? Por que um famoso advogado, chamado Tértulo, iria se enganar tão facilmente quanto a quem era o líder dos cristãos, se estava tão óbvio assim que Pedro liderava dentre os cristãos em Roma?

    5. Se o texto de Atos 24:5 deve ser encarado somente como evidência de que Paulo era um dos cabeças dos cristãos, e não o cabeça, então por que Lucas aplica o artigo definido naquela passagem? Não seria mais fácil deixar sem artigo definido para dar a impressão de que Paulo era somente mais um dos líderes?

    Por que o termo grego “πρωτοστατης”, que pode ser traduzido de amplas maneiras (tais como “líder”, “principal promotor”, “chefe”, “primeiro lugar”, “cabeça” – sempre dando o sentido de liderança) não está colocado no plural (como seria no caso de Paulo dividir tal liderança com outros, como Pedro), mas sim realmente no singular, e com o artigo definido que o antecede?

    6. Se Pedro era o líder máximo dos cristãos e autoridade absoluta sobre o próprio Paulo, então por que este escreve dizendo: “em nada fui inferior aos mais excelentes apóstolos” (2Co.11:5)? Se Paulo era inferior a Pedro, que era autoridade sobre Paulo, então por que Paulo não disse que era inferior ao seu líder Pedro, mas, ao contrário, declarou categoricamente que ele não era inferior nem sequer aos mais excelentes apóstolos?

    7. Se Pedro era o líder dos cristãos, o papa infalível, então por que não foi ele, mas Tiago que liderou o Concílio de Jerusalém (At.15)? Por que não foi Pedro quem abriu a assembleia, nem ele quem fechou o concílio, ainda mais sabendo que o líder é aquele que dá a palavra final? Por que a carta enviada às demais igrejas cristãs não foi baseada nas palavras ditas por Pedro, mas inteiramente naquilo que foi dito por Tiago? Por que foi Tiago quem fechou o concílio e quem deu o veredicto final, e não Pedro? Por que foi Tiago quem falou em nome do corpo de apóstolos? Por que foi Tiago, e não Pedro, aquele que mais discursou? Por que a ênfase é dada ao discurso final de Tiago, e não ao de Pedro, se era Pedro o “papa”?

    8. Por que Paulo, ao escrever aos romanos, saúda nominalmente 27 pessoas, mas se “esquece” de saudar bem exatamente aquela que seria a mais importante dentre elas, que é Pedro? Será que Paulo não saudou os romanos na carta aos romanos, mas os asiáticos (veja a refutação desta pérola aqui)? Se Paulo não citou Pedro porque este não era bispo de Roma, então onde vão parar os supostos 25 anos de primado de Pedro em Roma, alegados pela Igreja Romana?

    Mas, se Pedro era mesmo o bispo de Roma, por que Paulo se lembrou de saudar 27 irmãos, muitos dos quais não passam de anônimos pela Bíblia e que não são mencionados em mais lugar nenhum das Escrituras, mas deixa de citar bem exatamente aquele que seria o mais importante, que é Pedro? É a liderança de Pedro que não era tão imponente assim, ou as cronologias católicas que pisaram na bola de novo?

    9. Por que Pedro, ao escrever aos presbíteros da Igreja, declara que escrevia “na mesma qualidade de presbítero como eles” (1Pe.5:1), isto é, em igualdade com eles, e não superioridade, como seria no caso de que ele exercesse um primado sobre todos os demais? Por que ele não diz que escrevia na qualidade de bispo dos bispos, mas de um simples presbítero? Por que Pedro se declarava presbíterocomo eles, e não acima deles, como quem estivesse exercendo liderança ou autoridade?

    10. Por que Pedro era casado (Mt.8:14; 1Co.9:5), mas os papas atuais são proibidos de se casar? Foi Pedro que estava errado em pleno século I, ou os papas atuais que estão enganando e sendo enganados? Por que Pedro não aceitou que se prostrassem diante dele (At.10:25,26), mas os papas atuais aceitam isso sem qualquer problema? Por que Pedro não tinha prata nem ouro (At.3:6), mas os papas atuais têm grandes quantidades de ambos?

    Por que Pedro falhou ao errar em questões de fé, tais como pensar que certos alimentos que Deus purificou ainda eram imundos (At.10:10-17), pensar que era proibido comer com os não-judeus (Gl.2:11-13), ser temporariamente contra a evangelização dos gentios (At.10:15), mas os papas atuais não podem errar em matéria de fé? Por que ninguém avisou Pedro que, 1800 anos depois da morte dele, iriam inventar o dogma da infalibilidade papal?

    O ANÔNIMO, TENTA MUDAR ESTA HISTÓRIA, PORQUE ESSAS E OUTRAS PERGUNTAS NENHUM CATÓLICO RESPONDE, OU, SE RESPONDE, É APENAS PARA AFUNDAR AINDA MAIS AS TESES DELES MESMOS, COM EXPLICAÇÕES DAS MAIS MIRABOLANTES POSSÍVEIS E MALABARISMOS TEOLÓGICOS DOS MAIS ALUCINANTES, QUE MAIS SERVEM PARA NOS DIVERTIR DO QUE PARA NOS REFUTAR.

  218. Anonimo, nao perca o teu tempo em responder o Alexandre. Todas estas perguntas que ele faz já foram feitas por ele mesmo. E todas já respondidas sem que ele tenha comentado a resposta.

    Quanto ele for acuado por voce, entao fará novas perguntas.

    E o ciclo jamais será interrompido.

    Ele só pergunta. Nao comenta respostas e nem responde nada do que lhe é perguntado.

    É o velho truque e caô de pastor evangélico treinado em escola própria.

  219. OH! ANDERSON,

    PELO CONTRÁRIO, EU NÃO SOU COMO VCS, NÃO ME CONFUNDA.
    AO CONTRÁRIO DE VCS, EU SEMPRE RESPONDO E DOU TEXTO BÍBLICO PARA ISSO. JÁ VCS, É QUE FINGEM QUE NÃO VIRAM, PORQUE NÃO TEM COMO SE DEFENDER.

    MAIS UMA VEZ, ANÔNIMO, FAÇA DIFERENTE, NÃO FAÇA COMO O ANDERSON, QUE TODAS AS VEZES QUE FICA SEM RESPALDO, VEM COM A MESMA ESTRATÉGIA DE SATANÁS.
    “SAÍDA PELA DIREITA”.

  220. Será Alexandre que você responde mesmo ???

    Vou te fazer as perguntas que você não respondeu em outro post da Lilian e da Lúcia.

    Vou te dar outra chance de provar teus “conhecimentos” bíblicos:

    Mas vou fazer uma pergunta de cada vez.

    Só vou passar para a segunda quando você tiver respondido a primeira.

    Vamos começar:

    “Alexandre, já que você está comentando alguns textos católicos e dando-lhes um “sentido” particular, gostaríamos que você fizesse o mesmo com o texto abaixo.

    Acho que você será justo o suficiente para comenta-lo:

    Tratado da Verdadeira Devoção da Santíssima Virgem por São Luís Maria Grignion de Montfort:

    “…14 Confesso com toda a Igreja que
    Maria é uma pura criatura saída das mãos do Altíssimo.
    Comparada, portanto, à Majestade infinita
    ela é menos que um átomo,
    é, antes, um nada,
    pois que só ele é “Aquele que é” (Ex 3, 14) e,
    por conseguinte, este grande Senhor, sempre independente e bastando-se a si mesmo,
    não tem nem teve jamais necessidade da Santíssima Virgem para a realização de suas vontades e a manifestação de sua glória.
    Basta-lhe querer para tudo fazer.”

    Diga-nos Alexandre.

    A Igreja acerta ou erra quando declara Maria da forma que declarou acima ?

    O que você diria daqueles que conhecendo este apontamento ainda insistem dizer que nós católicos colocamos Maria no lugar do Altíssimo DEUS ?

  221. Anderson,

    A Bíblia é a Palavra de Deus, e isso já foi comprovado, excluindo-se claro os livros apócrifos católicos, que também já foi provado que neles não encontraram autenticidade, portanto, como já disse, todo cristão se submete à Palavra de Deus.

    Sendo assim, São Luís Maria Grignion de Montfort, pode dizer o que quiser, se não tem respaldo Bíblico, não vale nada.

    E outra, o catolicismo engana muita gente, ora diz que Maria é uma simples serva, ora diz que é deusa.

    Vocês só enganam os católicos.

  222. Sobre o comentário de fuga do Sr.Alexandre.

    Se ele me perguntasse sobre um texto de malafaia, por exemplo, eu não lhe daria a resposta patética que ele nos deu: “…não tem respaldo bíblico.”.

    Ninguém perguntou se o texto tem respaldo bíblico ou não.

    E pelo contrário. É lógico que tem. Se o texto está dizendo que Maria é nada diante da majestade divina, aí mesmo é que ele tem respaldo bíblico, já que a bíblia em canto algum iguala Maria ao altíssimo DEUS.

    Alexandre não entendeu uma pergunta simples feita no idioma português.

    Se Alexandre me pedisse opinião para texto de malafaia eu não fugiria da pergunta com respostas sem malucas: “não tem respaldo bíblico.”

    Eu diria que é bom ou ruim. Que está certo ou errado. Simples.

    No caso de malafaia, muito provavelmente eu diria: “O texto é um lixo, como tudo que ele diz ou escreve.”

    Mas responderia feito gente normal.

    2a chance ao Alexandre.

    Aguardando seus comentários para o texto abaixo.

    Ele pode dizer sim, não, gostei, não gostei, concordo, discordo, não entendi.

    Só não poderá enrolar como fez acima.

    Então passaremos para um segundo tema.

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    Alexandre, não esqueça ainda de nos fornecer o documento oficial da Igreja católica que diz textualmente que Maria é deusa. Você fez tal afirmação. Suponho que tenha este documento.

    Fique tranquilo que se este documento oficial existir, católico algum será cretino suficiente para dizer a você: “…este documento não tem respaldo bíblico.”

    De forma alguma. Se a Igreja aprovou o documento, se ele é oficial, não poderemos negar o erro.

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    Tratado da Verdadeira Devoção da Santíssima Virgem por São Luís Maria Grignion de Montfort:

    “…14 Confesso com toda a Igreja que
    Maria é uma pura criatura saída das mãos do Altíssimo.
    Comparada, portanto, à Majestade infinita
    ela é menos que um átomo,
    é, antes, um nada,
    pois que só ele é “Aquele que é” (Ex 3, 14) e,
    por conseguinte, este grande Senhor, sempre independente e bastando-se a si mesmo,
    não tem nem teve jamais necessidade da Santíssima Virgem para a realização de suas vontades e a manifestação de sua glória.
    Basta-lhe querer para tudo fazer.”

    Diga-nos Alexandre.

    A Igreja acerta ou erra quando declara Maria da forma que declarou acima ?

    O que você diria daqueles que conhecendo este apontamento ainda insistem dizer que nós católicos colocamos Maria no lugar do Altíssimo DEUS ?

  223. Será que eu entendi ?

    Estou perplexo. Nem tanto assim !

    Alexandre usou o livro de Santo Afonso para condenar o catolicismo em determinado tema.

    Tema este que ele deturpou pois não entendeu nada do que leu.

    E pior. Imaginando que estava pregando para os ingênuos na Eslavec, veio com o velho truque barato e manjado de postar frases soltas fora de contexto.

    Mas o fato é que ele usou o livro católico para condenar a doutrina católica.

    Curiosamente, usando pesos e medidas diferentes tal como faziam os fariseus no tempo de Jesus, ele recusa o livro católico para absolver o catolicismo sobre o mesmo tema.

    No primeiro caso ele dispensa respaldo bíblico já que pretende acusar e neste caso qualquer coisa vale como prova.

    No segundo caso onde ele tem que se defender ou fazer comentários, aí ele quer respaldo bíblico para se esquivar uma vez que se viu acuado, sem saída.

    Patético. Mas não chega a surpreender em se tratando de um evangélico.

    Não é diferente de Abner Ferreira ou Hernandes Dias Lopes.

    Só que Alexandre está tão confuso e tão desorientado por conta do seu puxa saquismo indecoroso ao Silas Malafaia que não percebeu que ele em verdade está clamando por respaldo bíblico para uma doutrina que ele mesmo aprova.

    Ou seja. A Igreja Católica diz que Maria é uma simples criatura, tal como os evangélicos afirmam. (Na verdade os evangélicos sem educação dizem outras coisas sobre Maria.)

    Mas ele quer respaldo bíblico de nós para afirmamos que Maria é simples criatura e ao mesmo tempo não cobra dele mesmo e de seus pares respaldo bíblico para afirmar a mesma coisa que afirmamos.

    Seu anti catolicismo é tão forte que mesmo que a doutrina católica lhe agrade ou lhe confirme impressão seu ódio deve ser ainda maior. Que confusão mental pororoca, marcos pereira, cerullo e murdock produziram nesta mente inquieta e contraditória !

    É óbvio que ter descoberto que para os católicos Maria é simples criatura saída das mãos do Senhor, sendo ainda diante da majestade divina quase um nada, menor que um átomo, causou enorme desconforto no Alexandre.

    Ao invés de ficar feliz porque descobriu que nós católicos afirmamos que Maria foi salva por Jesus, ele ficou decepcionado.

    Ele não tem preocupação com sua salvação e muito menos com a salvação alheia.

    O que ele deseja mesmo é todos sejam condenados. O que vale para ele não é a doutrina.

    Pregar o aborto sendo evangélico está salvo.

    Dizer que Maria é simples criatura sendo católico está condenado.

    Dizer que Jesus Cristo não é DEUS sendo evangélico está salvo.

    Dizer que Jesus Cristo é o Senhor sendo católico está condenado.

    Ora, se ele acha que Maria é tudo que afirmamos e descobre que nós temos uma doutrina que assim nos ensina, não seria de se esperar que ele ficasse contente ?

    Não. De forma alguma.

    Ele vive apenas o anti catolicismo.

    Se fosse possível a Igreja Católica acabar, não lhe sobra nada.

    Afinal de contas, sua seita não tem dogmas. Não tem pastor verdadeiro. Sua bíblia é falsa. Não tem bulas, não tem concílios, não tem doutrina. Só tem achismos, truques, lavagem cerebral, adoração ao dinheiro e doutrinas meramente humanas.

    E tem ainda muito puxa saquismo e “ungidos” nos quais ninguém pode tocar.

    Alexandre é um exemplo vivo do que as seitas heréticas fazem nas mentes mais débeis e nas pessoas sujeitas a todo vento de doutrina e ávidas por mestres de qualquer espécie !

    Que fique claro que Maria é pura criatura.

    No entanto a mais sublime criatura. A obra prima do Altíssimo DEUS.

    A mãe perfeita.

    E só poderia ser assim.

    Afinal de contas ela trouxe ao mundo o DEUS verdadeiro, o cordeiro sem mácula, o cordeiro sem mancha, o salvador, o redentor, o sacerdote eterno, o sumo sacerdote, o príncipe da paz, aquele que vive de eternidade a eternidade e pelo qual todas as coisas foram feitas.

    Pobre Alexandre e e sua doutrina malafenta de ódio que não pode lhe trazer salvação !!!

  224. Olá Alexandre, Paz e bem para todos…

    Não escrevi acima com o objetivo de refutar ninguem e muitos menos de querer provar algo, mesmo por que não julgo necessario, escrevi isto por que amo minha igreja, e não condeno as outras religiões.

    Li varios comentários com carinho e atenção e somente penerei o que acrescenta em minha santificação, e que tambem todos possam ler o que escrevi e penerar o que lhe é util.

    Apenas quis entrar em comunhão com as pessaos atraves deste espaço , daqueles que escrevem ou apenas leêm, e que eu possa de alguma forma ajudar no seu processo de viver.

    Fique com Deus…

  225. VALEU ANÔNIMO,

    VC É SÓ MAIS UM IDÓLATRA PERDIDO E CONFUSO, COM RELAÇÃO AS VERDADES DE DEUS, MAS TUDO BEM, CONTINUE PARTICIPANDO DO DEBATE E APROVEITA PARA AGREGAR CONHECIMENTO DE DEUS.

    AH! SIM, LEIA A BÍBLIA. PORQUE SE VC CONTINUAR ACREDITANDO NA TRADIÇÃO CATÓLICA, VAI CONTINUAR SENDO UM IDÓLATRA APENAS, E IDOLATRIA LEVA PARA O INFERNO, COMO A BÍBLIA DIZ.

  226. Interessante como o “Cristão” Alexandre retribui o carinho que lhe dão.

    Coisas de Eslavec, malafaia, pororoca, marcos pereira e macedo…

  227. DAS ÚLTIMAS POSTAGENS QUE LI, O QUE ME CHAMOU A ATENÇÃO FOI A DO ANDERSON,
    NÃO ACREDITO!

    FINALMENTE FALOU ALGO COM COERÊNCIA, MEUS PARABÉNS, ANALISANDO SUA FALA:

    “ E pelo contrário. É lógico que tem. Se o texto está dizendo que Maria é nada diante da majestade divina, aí mesmo é que ele tem respaldo bíblico, já que a bíblia em canto algum iguala Maria ao altíssimo DEUS “.

    É JUSTAMENTE ISSO QUE SEMPRE FALEI E FALO TODO ESTE TEMPO, SÓ QUE VOCÊS NÃO QUEREM ENTENDER.
    A BÍBLIA, EM MOMENTO ALGUM ELEVA MARIA, MUITO MENOS IGUALA ELA À DEUS. É ISSO MESMO, VC ESTÁ CERTO.

    AGORA, A CULPA DE MARIA SER DEUSA NO CATOLICISMO, NÃO É DA BÍBLIA MEU CARO, É DO ENSINO CATÓLICO.
    É POR ISSO, QUE VOCÊS SÃO IDÓLATRAS E MARIÓLATRAS, PRÁTICAS ABOMINÁVEIS A DEUS E QUE LEVAM PARA O INFERNO.

    COM RELAÇÃO AO DOCUMENTO OFICIAL DA IGREJA CATÓLICA, VAI A PROVA:
    COMPÊNDIO VATICANO II, PÁG. 109 – ISSO AQUI É DOCUMENTO OFICIAL DA IGREJA CATÓLICA.

    “ A BEM-AVENTURADA VIRGEM MARIA É INVOCADA, NA IGREJA SOB OS TÍTULOS DE ADVOGADA, AUXILIADORA, ADJUTRIZ, MEDIANEIRA, INTERCESSORA “.
    Compêndio Vaticano II – pág 109

    O APÓSTOLO PAULO RESPONDE DIRETAMENTE ÀS DECLARAÇÕES CATÓLICAS DIZENDO QUE “ HÁ UM SÓ DEUS, E UM SÓ MEDIADOR ENTRE DEUS E OS HOMENS, CRISTO JESUS, HOMEM,” (1Tm 2:5). EXISTE ALGUMA VERDADE MAIS CLARA DO QUE ESTA? ENTRE OS HOMENS E DEUS HÁ UM ÚNICO MEDIADOR E SEU NOME É JESUS CRISTO.

    E PRA PIORAR, O CLERO CATÓLICO TENTA SE ESQUIVAR DESTA VERGONHA DIZENDO QUE O TERMO “MEDIANEIRA” DEVE SER COMPREENDIDO COMO “INTERCESSORA”, OLHA A SER VERGONHICE. MAS ENTÃO PORQUE ELES ESCREVERAM MEDIANEIRA E NÃO INTERCESSORA? HÁ UM ABISMO DE DIFERENÇA ENTRE MEDIADOR E INTERCESSOR. SERÁ QUE ELES NÃO SABIAM DISSO? E MESMO SE FOSSE ESTARIA ERRADO.

    1 João 2:1
    Meus filhinhos, estas coisas vos escrevo, para que não pequeis; e, se alguém pecar, temos um Advogado para com o Pai, Jesus Cristo, o justo.

    AGORA, QUERO CHAMAR A ATENÇÃO DE TODOS PARA QUE LEIAM COM ATENÇÃO, MAIS LEIAM MESMO, É DE SUMA IMPORTÂNCIA PARA VOCÊS:

    MARIA NASCEU EM PECADO,VIVEU EM PECADO E SÓ PÔDE SER SALVA MEDIANTE SUA FÉ EM CRISTO JESUS. OS QUE REZAM PARA MARIA, BLASFEMAM CONTRA DEUS, FAZENDO DESTA SERVA DO SENHOR UM SER DIVINO.

    AO AFIRMAR QUE ELA OUVE ORAÇÕES, OS CATÓLICOS CONCEDEM-LHE ATRIBUTOS QUE PERTENCEM EXCLUSIVAMENTE A DEUS. ORA, MARIA NÃO É ONIPRESENTE, ONISCIENTE E ONIPRESENTE, E, PORTANTO NÃO PODE OUVIR ORAÇÕES.

    SENDO ASSIM, AFIRMO SEM QUE AINDA QUE TENHA POSSUÍDO VIRTUDES INCONTÁVEIS, MARIA NÃO FOI IMACULADA, NEM TAMPOUCO PERFEITA EM SEUS CAMINHOS.

    AFIRMO TAMBÉM QUE A TRADIÇÃO CATÓLICA DE QUE ELA FOI ASSUNTA AOS CÉUS É HERÉTICA, E ANTI-BÍBLICA E QUE COMO QUALQUER PESSOA QUE MORRE EM CRITSO NÃO PODE INTERCEDER PELOS VIVOS, E QUE ESTA FUNÇÃO DE INTERCEDER JUNTO AO PAI PELOS SANTOS DE DEUS, CABE EXCLUSIVAMENTE, REPITO, EXCLUSIVAMENTE, MAIS UMA VEZ, EXCLUSIVAMENTE, SÓ PARA GRAVAR, EXCLUSIVAMENTE AO SENHOR JESUS, O REI DA GLÓRIA, NOSSO SENHOR!

    POR ISSO DIGO, QUE EM CRISTO, POR CRISTO E POR INTERMÉDIO DE CRISTO É QUE SOMOS SALVOS E QUE MARIA NÃO PODE FAZER ABSOLUTAMENTE NADA PELA HUMANIDADE.

    MAIS UM EXCELENTE ESTUDO, BEM CLARO, BEM EXPLICADO PARA NINGUÉM TER DÚVIDAS.

  228. Alexandre, você não sabe ler português.

    Eu pedi:

    “Alexandre, não esqueça ainda de nos fornecer o documento oficial da Igreja católica que diz textualmente que Maria é deusa. Você fez tal afirmação. Suponho que tenha este documento.”

    Você me trouxe:

    “ A BEM-AVENTURADA VIRGEM MARIA É INVOCADA, NA IGREJA SOB OS TÍTULOS DE ADVOGADA, AUXILIADORA, ADJUTRIZ, MEDIANEIRA, INTERCESSORA “.
    Compêndio Vaticano II – pág 109″

    ALEXANDRE, VOCÊ AFIRMOU QUE MARIA É CONSIDERADA UMA DEUSA NO CATOLICISMO.

    Portanto, é justo que você nos forneça o documento oficial da Igreja católica que diz textualmente que Maria é deusa.

    Você pode tentar a vontade, mas não passaremos para outro tema até que você nos forneça o documento em questão.

    Então lhe daremos razão ou se tal documento não existe, você se retrata.

    Não vai colar o embuste de fingir que medianeira, advogada são a mesma coisa que deusa.

    Sem truques meu caro de pastor evangélico.

    Você não está lidando com a platéia do malafaia.

    E ainda aguardo seus comentários para o texto(terceira vez que peço):

    Tratado da Verdadeira Devoção da Santíssima Virgem por São Luís Maria Grignion de Montfort:

    “…14 Confesso com toda a Igreja que
    Maria é uma pura criatura saída das mãos do Altíssimo.
    Comparada, portanto, à Majestade infinita
    ela é menos que um átomo,
    é, antes, um nada,
    pois que só ele é “Aquele que é” (Ex 3, 14) e,
    por conseguinte, este grande Senhor, sempre independente e bastando-se a si mesmo,
    não tem nem teve jamais necessidade da Santíssima Virgem para a realização de suas vontades e a manifestação de sua glória.
    Basta-lhe querer para tudo fazer.”

    COMENTE O DOCUMENTO CATÓLICO. DIGA CERTO OU ERRADO. PELO MENOS ISTO. INACREDITÁVEL COMO VOCÊ SE RECUSA A ENFRENTAR A VERDADE.

  229. Alexandre surpreso:

    “FINALMENTE FALOU ALGO COM COERÊNCIA, MEUS PARABÉNS, ANALISANDO SUA FALA:

    “ E pelo contrário. É lógico que tem. Se o texto está dizendo que Maria é nada diante da majestade divina, aí mesmo é que ele tem respaldo bíblico, já que a bíblia em canto algum iguala Maria ao altíssimo DEUS “.

    Caro Alexandre, ficou surpreso ?

    Aprenda.

    Se você está doente procura o médico.

    Se quer reformar a casa, procura o arquiteto.

    Se quer construir uma ponte, procure o engenheiro.

    Quando quiser saber de catolicismo, procure a Igreja coluna e sustentáculo da verdade.

    O teu erro foi primário.

    Você não conhecia o Tratado de Devoção a Santíssima Virgem ?

    O tratado tem 300 anos.

    Que coisa lamentável para alguém que se diz um estudioso.

    Mas não fiquei surpresa com tua ignorância.

    Afinal de contas, você não sabe até hoje o que disseram os reformadores protestantes sobre a Santíssima Virgem.

    Não é por acaso que você está na Igreja de malafaia.

    Não esqueça. Quando quiser saber de catolicismo e se realmente quiser conhecer a verdade, não pergunte ao pastor cafajeste.

    As crianças lá de casa já aprenderam que Maria é pura criatura saída das mãos do Senhor.

    Novidade para você Alexandre ?

    Posso apostar que teu pastor já conhecia o tratado. Ele só não quis contar a você e aos teus irmãos.

  230. Olá meus irmãos na fé, Paz e bem…

    “Havia uma grande cachoeira, a mais linda como nunca houve outra. Longe dela e da beira, havia um povo, que por estarem tão longe, não sentiam nem o respingar dela.

    Havia também outro povo que estavam à beira, porem com os respingos ficavam molhados a ponto de ficarem todos encharcados.

    Abaixo na cachoeira, dentro do rio havia outro povo mergulhado até a cabeça, porém quando saiam estavam envolvidos por um plástico, e quando o tiravam estavam completamente secos.

    A de se dizer que alguns do povo que estavam longe da margem corriam e mergulhavam no rio e se encharcavam e ficavam submersos até a cabeça.

    A de se dizer que alguns do povo que estavam na beira encharcados com o respingo entraram no rio e ficaram submersos ate a cabeça

    A de se dizer, que alguns do povo que já estavam submersos ate a cabeça, tiraram o plástico que os envolviam, assim como os outros ficavam submersos ate a cabeça e se encharcavam, e todos se reconheceram”.

    Um ótimo final de semana a todos

  231. Caro Alexandre, Paz e bem…

    Bom, não tive intenção de ofender ninguem , muito pelo contrário , caso eu tenha feito alguma ofensa, peco desculpas.

    Se sou ìdroltara, é você quem o diz .

    Em relação as verdades de Deus, eu a procuro com humildade e simplicidade e devo procurar sempre dar o meu melhor.

    Com esta “sua fala” não agregarei nenhum conhecimento de Deus, e isto não me edifica.

    Não irei mais participar do debate, e nem olhar o que você irá postar depois, por que tambem não ira me edificar.

    Você não faz idéia de como ganhei minha primeira Biblia e não sabe se leio ou não.

    Amo a Igreja Católica, amo a tradição, por que as pessoas que fazem parte do inicio de minha conversão me acolheram, lutaram, oraram por mim a ate hoje cuidam de mim, e somente Deus sabe o que vivi e o que vivo.

    A pessoa que me chama de Idolatra , não sabe o que é idrolatria pois idolatra a si mesma.

    Devemos ter cuidar quando dizemos que alguma religião vai para o Inferno, não somos a quarta pessoa da Santisssima Trindade.

    Meu Caro, não tenho nada contra os evangélicos, muito pelo contrário prociro ama-los e respeita-los, o sentimento que tenho em te escrever isto e do mais puro , por que devemos corrigir com amor.

    Ontem orei por você, com muito carinho e sem ressentimento.

    Fique na Paz…

  232. MISSA EM TODO MUNDO DO DIA 24/08/2014(DOMINGO)

    21º Domingo Tempo Comum
    Evangelho (Mt 16,13-20)

    — O Senhor esteja convosco.

    — Ele está no meio de nós.

    — Proclamação do Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João.

    — Glória a vós, Senhor!

    Naquele tempo, Jesus foi à região de Cesareia de Filipe e aí perguntou a seus discípulos: “Quem dizem os homens ser o Filho do Homem?”

    Eles responderam: “Alguns dizem que é João Batista; outros, que é Elias; outros ainda, que é Jeremias ou algum dos profetas”.

    Então Jesus lhes perguntou: “E vós, quem dizeis que eu sou?”

    Simão Pedro respondeu: “Tu és o Messias, o Filho do Deus vivo”.

    Respondendo, Jesus lhe disse: “Feliz és tu, Simão, filho de Jonas, porque não foi um ser humano que te revelou isso, mas o meu Pai que está no céu.

    Por isso, eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra construirei a minha Igreja, e o poder do inferno nunca poderá vencê-la.

    Eu te darei as chaves do Reino dos Céus: tudo o que tu ligares na terra será ligado nos céus; tudo o que tu desligares na terra será desligado nos céus”.

    Jesus, então, ordenou aos discípulos que não dissessem a ninguém que ele era o Messias.

    — Palavra da Salvação.

    — Glória a vós, Senhor.

    XXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXXX

    Comentários do Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa

    O texto tem duas partes:

    – A primeira, de caráter cristológico: Quem é Jesus Cristo?
    – A segunda, de caráter eclesiológico: Quem é a Igreja?

    1. Jesus interroga os discípulos:

    O que as pessoas dizem dele e o que os discípulos pensam?
    – Para os “homens” Jesus é um homem extraordinário, bom e justo,como tantos outros homens antes dele.

    – Para Pedro e os discípulos, Jesus é muito mais: “Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo” .

    2. Jesus responde à confissão de fé

    A fé da comunidade dos discípulos, apresentada pela voz de Pedro, é o fundamento sobre o qual Jesus vai assentar a Igreja.

    IGREJA: É a comunidade dos discípulos que reconhecem Jesus como “o Messias, o Filho de Deus”.

    Ela existe para testemunhar Cristo e para levar a todos os homens a proposta de salvação que ele veio oferecer.

    Para isso, é confiado a Pedro e à Comunidade o “Poder das Chaves”.

    Uma missão particular para manter a unidade da fé em Cristo.

    Lembra a nomeação do “Administrador do Palácio”, de que fala a primeira leitura.

    A primeira leitura, Is 22, 19-23 mostra como se deve concretizar o poder “das chaves”. Aquele que detém “as chaves” não pode usar a sua autoridade para concretizar interesses pessoais e para impedir aos seus irmãos o acesso aos bens eternos; mas deve exercer o seu serviço como um pai que procura o bem dos seus filhos, com solicitude, com amor e com justiça. –

    QUEM É CRISTO Hoje?

    Apesar do secularismo cada vez mais difundido e de um abandono da prática e das tradições cristãs cada vez mais generalizado:
    é interessante notar como a pergunta continua atual:

    – Para os JOVENS, Jesus representa a novidade, a contestação de uma sociedade e de um sistema envelhecido, árido, privado de fantasia e criatividade…

    – Para as MASSAS OPRIMIDAS, Jesus aparece como o Libertador, o símbolo de uma esperança, que não está somente num futuro misterioso…

    – Para os AGENTES de Obras sociais, Jesus é um revolucionário, que luta contra a injustiça, a opressão, a exploração do homem pelo homem…

    – Até as pinturas apresentam hoje Jesus Cristo em vestes extravagantes e coloridas de um Hippie, ou de um barbudo guerrilheiro “procurado”.

    E NÓS também fazemos questão de ter uma IMAGEM de Cristo:
    de pedra, madeira, ferro, ouro, às vezes como peça preciosa de arte…

    Seu NOME é cantado em festas, em momentos de alegria e até de boemia, e é recordado nos momentos de apuros, como último recurso…

    Tudo isso revela uma realidade positiva: O nosso mundo não pode prescindir de Cristo.
    Nossa História está tão marcada por ele, que não se pode ignorá-lo.

    Quem é Jesus Cristo para mim?

    Para responder, não basta procurar na memória alguma fórmula que aprendemos no catecismo, ou ouvimos de outros ou lemos nos livros.

    É preciso procurar no coração, em nossa fé vivida e testemunhada.
    Assim descobriremos o que Jesus representa, de fato, em nossa vida.

    Cristo não é um personagem histórico morto do PASSADO.
    Ele ressuscitou e está vivo.

    – Ele vive ainda hoje no menor dos irmãos: vive no mendigo, no migrante, no bêbado, no revoltado, no pecador, no ladrão…

    – Ele vive dentro de nosso coração. Ele vive em seus familiares, em seus irmãos.

    Ele vive no coração de todos.

    – Ele nos fala ainda HOJE no seu Evangelho:
    que devemos conhecer com fidelidade, que devemos viver com autenticidade, que devemos anunciar com renovado ardor missionário…

    Lugares de encontro com Jesus Cristo (Doc. Aparecida 6.1.2) :

    Na fé recebida e vivida na Igreja; na Sagrada Escritura; na Sagrada Liturgia (especialmente na celebração eucarística dominical);
    no Sacramento da Reconciliação; na Oração pessoal e comunitária; na Comunidade viva na fé e no amor fraterno; nos pobres, aflitos e enfermos…

    Descubra a felicidade de servir, de amar, de perdoar, e Cristo se encarnará em cada um de seus gestos, e se encarnará em cada rosto de pessoa humana que você encontrará ao longo de seu caminho.

    Dia dos Ministérios Leigos:
    Nesse domingo, a Igreja recorda e louva a vocação de tantos homens e mulheres que se dedicam incansavelmente na construção do Reino de Deus. A eles a nossa gratidão.

    Pe. Antônio Geraldo Dalla Costa – 24.08.2014

  233. Anderson,
    Os católicos manifestam seu sentimento de profunda tristeza quando afirmamos que Maria é reconhecida como deusa no catolicismo. Dizem que não estamos sendo honestos nessa declaração, mas os fatos falam por si mesmos. O livro “Glórias de Maria” atribui a Maria toda a honra e toda a glória que a Bíblia confere ao Senhor Jesus Cristo. Chama Maria de onipotente e por outros atributos divinos.

    É por isso, que Maria é deusa no catolicismo, pois dão à ela, títulos que pertencem somente ao Senhor Jesus.

    Agora, com relação ao documento que prova a adoração à Maria, já mostrei anteriormente:

    “ A BEM-AVENTURADA VIRGEM MARIA É INVOCADA, NA IGREJA SOB OS TÍTULOS DE ADVOGADA, AUXILIADORA, ADJUTRIZ, MEDIANEIRA, INTERCESSORA “.

    Compêndio Vaticano II – pág 109″

    Quer maior prova do que esta.

    É por isso que são idólatras, quer explicação melhor do que esta.
    Existe afronta maior do que esta, de dar títulos e honrarias que pertencem ao Senhor Jesus à outra pessoa.

    Não dá, não é mesmo!!!

  234. Alexandre, por respeito a todos, favor responder sem a velha malandragem de pastor evangélico:

    Mostre-nos que você é diferente.

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    ALEXANDRE, VOCÊ AFIRMOU QUE MARIA É CONSIDERADA UMA DEUSA NO CATOLICISMO.

    Portanto, é justo que você nos forneça o documento oficial da Igreja católica que diz textualmente que Maria é deusa.

    Você pode tentar a vontade, mas não passaremos para outro tema até que você nos forneça o documento em questão.

    Então lhe daremos razão ou se tal documento não existe, você se retrata.

    Não vai colar o embuste de fingir que medianeira, advogada são a mesma coisa que deusa.

    Sem truques meu caro de pastor evangélico.

    Você não está lidando com a platéia do malafaia.

    E ainda aguardo seus comentários para o texto(terceira vez que peço):

    Tratado da Verdadeira Devoção da Santíssima Virgem por São Luís Maria Grignion de Montfort:

    “…14 Confesso com toda a Igreja que
    Maria é uma pura criatura saída das mãos do Altíssimo.
    Comparada, portanto, à Majestade infinita
    ela é menos que um átomo,
    é, antes, um nada,
    pois que só ele é “Aquele que é” (Ex 3, 14) e,
    por conseguinte, este grande Senhor, sempre independente e bastando-se a si mesmo,
    não tem nem teve jamais necessidade da Santíssima Virgem para a realização de suas vontades e a manifestação de sua glória.
    Basta-lhe querer para tudo fazer.”

    COMENTE O DOCUMENTO CATÓLICO. DIGA CERTO OU ERRADO. PELO MENOS ISTO. INACREDITÁVEL COMO VOCÊ SE RECUSA A ENFRENTAR A VERDADE.

  235. TUDO BEM ANDERSON, EU ME COMPADEÇO DA SUA IGNORÂNCIA, POR ISSO, VOU LHE EXPLICAR MELHOR E DE NOVO.

    A Igreja Católica CANONIZOU e elevou a Doutor da Igreja um “bispo” católico chamado Afonso Maria de Ligório. Este escreveu um livro intitulado Glórias de Maria, o qual vem sendo editado há 241 anos e já teve pelo menos 800 edições. Na página 13 do dito livro está registrado que o mesmo GOZA DA APROVAÇÃO DA IGREJA CATÓLICA.

    O fato de a Igreja Católica canonizar o senhor Afonso, elevá-lo a Doutor da Igreja, aprovar o seu livro e publicá-lo, é PROVA CABAL (ENTENDE ISSO, PROVA CABAL) de que ela RECONHECE OFICIALMENTE que o seu conteúdo está em perfeita harmonia com as DOUTRINAS CATÓLICAS SOBRE MARIA.

    Vejamos então o que diz o tal livro e certifiquemo-nos que de fato os papas estão pondo Maria acima de Jesus Cristo. Sim, a Igreja Católica está fazendo de Maria, não uma deusa qualquer (o que já seria um grande erro), mas uma Deusa tão poderosa que supera até o Senhor Jesus Cristo. Ela está pregando oficialmente que Cristo não salva ninguém. Segundo a Igreja Católica, a missão de salvar não foi confiada a Cristo, mas sim, a Maria. Senão, vamos às PROVAS, vendo o que está escrito no livro Glórias de Maria:

    NÃO QUERO NEM COLOCAR TUDO, SÓ ALGUNS ABSURDOS:

    • “Se Maria é por nós, quem será contra nós?” (página 90);
    • “Vós sois a única advogada dos pecadores” (página 105);
    • “Quando nos dirigimos a esta divina Mãe, não só devemos ficar certos de seu patrocínio, mas às vezes seremos até mais depressa atendidos e salvos chamando pelo nome de Maria, do que invocando o santíssimo nome de Jesus, nosso Salvador” (página 118);
    • “Ó minha Rainha, sede-me advogada junto a vosso Filho, a quem não tenho coragem de recorrer” (página 120);
    • “…Ninguém se salva a não ser por meio de Maria” (página 143);
    • “Ninguém pode entrar no Céu, senão pela porta que é Maria” (página 136);
    • “Em vão procura Jesus quem não procura achá-lo com sua Mãe” (página 139);
    • “Maria é toda poderosa junto a Deus” (página 151);
    • “Como não ser toda cheia de graça, aquela que se tornou a escada do paraíso, a porta do céu e verdadeira medianeira entre Deus e os homens?” (página 131);
    • Sois onipotente, ó Maria, visto que vosso Filho quer vos honrar, fazendo sem demora tudo quanto vós quereis. Os pecadores só por intercessão de Maria obtêm o perdão. Ó, mãe de Deus, vossa proteção traz a imortalidade; vossa intercessão, a vida. Em vós, Senhora, tenho colocado toda a minha esperança e de vós espero minha salvação, …Maria é toda a esperança de nossa salvação, …acolhei-nos sob a vossa proteção se salvos nos quereis ver pois só por vosso intermédio esperamos a salvação (página 76-77,147).

    EU TENHO PENA DE VCS, “Ninguém pode entrar no Céu, senão pela porta que é Maria”. QUE ABSURDO, A PORTA PARA O CÉU É MARIA, REALMENTE REPITO, DÁ PENA DE VOCÊS!!!
    ANDERSON, NÃO FICA SEM GRAÇA NÃO, É COMO EU SEMPRE FALO.
    EU AMOSTRO E DOU DOCUMENTOS E REFERÊNCIA, E CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS. CONTRA PROVAS NÃO HÁ ARGUMENTOS. É POR ISSO QUE A IGREJA APÓSTATA É UMA IGREJA IDÓLATRA.

    FIZ A MINHA PARTE, RESPONDI, AGORA FAZ A TUA E PROVA QUE NÃO É IDÓLATRA , ME DIZ O LIVRO, CAPÍTULO E VERSÍCULO NA BÍBLIA DA ASSUNÇÃO DE MARIA.

  236. Alexandre não vai colar.

    Você responde objetivamente cada pegunta e então prosseguiremos. Se você quiser é claro.

    A embromação e charlatanismo de pastor evangélico não alcançar êxito por aqui.

    Isto aqui não é a Eslavec e nem você é malafaia.

  237. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    REALMENTE ANDERSON,

    ERA SOMENTE ISSO QUE EU ESPERAVA DE VC E DOS DEMAIS, TODOS SE CALAM MEDIANTE AS PROVAS E CONTRA ESTES FATOS QUE POSTEI NÃO HÁ ARGUMENTOS, TAMANHA CARA DE PAU DOS CATÓLICOS.

    POR ISSO, DIGO E REPITO, TU ÉS MUITO FRACO PARA DEBATER.

    E AINDA ME VEM COM ESTA DESCULPA ESFARRAPADA. ” ISSO AQUI NÃO É ESLAVEC”.

    RIDÍCULO, EM MOMENTO NENHUM FALEI DE ESLAVEC, DE MALAFAIA, DE SOARES DE NADA, FALEI DA BÍBLIA, QUE É O QUE VCS NÃO CONHECEM. TODAS AS VEZES QUE FICAM SEM ARGUMENTO E SEM GRAÇA DIANTE DA VERDADE, VEM COM ESSA DESCULPA, POR FIM, A CASA CAIU.

    SE NÃO TEM COMO RESPONDER, ESTÁ CLARO QUE NÃO PASSAM DE IDÓLATRAS, MARIÓLATRAS, SEGUEM DOUTRINAS HUMANAS FALIDAS COMO A TRADIÇÃO E O MAGISTÉRIO, QUE SÓ SERVEM PARA LEVAR O HOMEM PARA O INFERNO.

  238. “Há pessoas que desejam saber só por saber, e isso é curiosidade; outras, para alcançarem fama, e isso é vaidade; outras, para enriquecerem com a sua ciência, e isso é um negócio torpe; outras, para serem edificadas, e isso é prudência; outras, para edificarem os outros, e isso é caridade”

  239. Anonimo, por tudo isto se diz: “Fora da Igreja Católica não há salvação.”

  240. Alexandre, sem truques.

    Responda o que te foi perguntado e então iremos adiante.

    Não adianta vir com os estratagemas de cerullo, murdock ou moon.

    Aqui não é a Eslavec onde todo mundo bate palmas e abre a carteira.

    Só passaremos para um tema após esgotarmos o primeiro.

  241. Fico feliz que agora as pessoas estão correndo atrás dos documentos oficiais da Igreja.

    Espero que elas não façam com eles como fazem com a Bíblia, escolhendo apenas o que gostam.

    Credo de Santo Atanásio (séc. IV), oficial da Igreja Católica: ” Todo aquele queira se salvar, antes de tudo é preciso que mantenha a fé católica; e aquele que não a guardar íntegra e inviolada, sem dúvida perecerá para sempre (…) está é a fé católica e aquele que não crer fiel e firmemente, não poderá se salvar”.

  242. BEL,

    QUE BOM QUE FICA FELIZ, JÁ EU QUANDO VEJO UMA PESSOA CEGA ESPIRITUAL COMO DIZ EM 2 CORÍNTIOS 4:4, DIZENDO QUE O deus DESTE SÉCULO CEGOU O ENTENDIMENTO DOS DESCRENTES, COMO VCS CATÓLICOS, FICO MUITO TRISTE. AFINAL DE CONTAS TODOS OS DIAS MILHARES DE CATÓLICOS VÃO PARA O INFERNO A PASSOS LARGOS. MUITAS DAS VEZES ATÉ TEM BOA INTENÇÃO, SÃO PESSOAS DE BEM, MAS POR SEREM IDÓLATRAS E ABOMINAÇÃO DIANTE DE DEUS, ACABAM PERECENDO.

    DEUS NÃO TEM O CULPADO POR INOCENTE!!! IDÓLATRA VAI PARA O INFERNO.

    E PARA O ANDERSON,

    COMO JÁ DISSE, TU ÉS FRACO, SEM ARGUMENTO, SEM RESPALDO, NÃO SABE NADA DE BÍBLIA, NÃO SABE NADA DE DEUS, NEM DO MUNDO DE DEUS, NÃO FOI CAPAZ DE DEFENDER SUA FÉ, UMA FÉ FALIDA, SEM RESPOSTA. POR ISSO QUE ÉS FRACO, TE ENGOLI NESSE DEBATE, COMO A ÚLTIMA POSTAGEM, DA QUAL FICOU SEM ARGUMENTO PARA REFUTAR.

    SINCERAMENTE, QUE DECEPÇÃO, PENSEI QUE AMOSTRARIA UMA RESPOSTA COERENTE, MAS TU É TÃO FRACO QUE DIANTE DO QUE POSTEI, QUE VEM COM DESCULPA.
    NÃO FALOU NEM UMA VÍRGULA SOBRE O QUE POSTEI, NEM TENTOU DEFENDER SUA FÉ, E QUANDO POST ALGO, VEM COM EXPLICAÇÕES MIRABOLANTES E ALUCINANTES, QUE MAIS SERVEM PARA ME DIVERTIR DO QUE PARA ME REFUTAR.

    E A PERGUNTA QUE NÃO QUER CALAR. CATÓLICO É OU NÃO IDÓLATRA?

    SIM, COM CERTEZA É. DO CONTRÁRIO, TERIAM PROVA PARA REFUTAR.

    E PIOR, FALOU TANTO PARA EU AMOSTRAR DOCUMENTO, E DEPOIS QUE AMOSTREI FICOU COM A CARA NO CHÃO E SEM RESPOSTA.

    6 DEBATENDO CONTRA MIM, OU MELHOR 7, JÁ QUE AGORA SURGIU MAIS UM ANÔNIMO IDÓLATRA, E NENHUM DOS 7 PUDERAM PROVAR NEM REFUTAR NADA DIANTE DA VERDADE ESCRITA, DE QUE A IGREJA APÓSTATA NÃO PASSA DE UMA IGREJA HERÉTICA, IDÓLATRA E MARIÓLATRA.

    FRACOS, IDÓLATRAS E MARIÓLATRAS, VCS NÃO PASSAM DISSO!!!

  243. Alexandre não vai colar.

    Podes xingar a vontade.

    Não seja inocente pensando que está “ministrando” na escola dominical da tua seita malafenta.

    Você não tem a inteligência de santiago ou sheeva. Até se esforça. Mas no final quem manda é o pastor e você apenas obedece, copia e paga. E paga caro !!!

    E nós não temos o hábito de assistir as palestras de silas, cerullo e murdock.

    Aceite o fato.

    Responda o que te foi perguntado e então prosseguiremos.

  244. E por falar em seitas e suas doutrinas, não custa lembrar um antigo discurso que ainda é muito atual e apropriado com o quadro de Babel religiosa instalado:

    Alerta do Santo Papa João Paulo II:

    “Não há outro nome no qual possamos encontrar a salvação, senão o nome bendito de Jesus Cristo (cf. At 4, 12).

    Quantas vezes, ao longo destes 20 séculos, o sucessor de Pedro, com os Pastores em comunhão com ele, vem repetindo o mesmo anúncio aos homens, sempre tentados a buscar a salvação noutros nomes e noutros cultos.”

    O sincretismo religioso é um fenômeno realmente complexo, e ainda não foi plenamente estudado.

    Com o desenvolvimento da atividade industrial no Brasil, e com a consequente migração interna do campo para as cidades, se tornou mais fácil a influência das práticas espiritualistas, bem como a exploração folclórica, inclusive turística, dos símbolos, ritos e das festividades populares, em que esses novos cultos se mantêm e se desenvolvem.

    E o resultado é por demais conhecido: alguns aspetos míticos e demiúrgicos, provindos de crenças das mais diversas origens e sentidos, vieram a misturar-se confusamente com os mistérios fundamentais da fé cristã.

  245. ANDERSON,

    VC TEM RAZÃO, NÃO DÁ PARA CONTINUAR ESTE DEBATE COM VC, NÃO PORQUE VC NÃO QUEIRA, MAS PORQUE NÃO TEM ARGUMENTO E NÃO SABE RESPONDER. E QUANDO NÃO SABE RESPONDER, FICA IGUAL CRIANÇA MIMADA FAZENDO PIRRAÇA.

    JÁ ESTÁ SEM GRAÇA DEBATER COM VC, ÉS MUITO FRAQUINHO, ESTUDA E QUANDO SOUBER UM POUCO, DEBATEREMOS, PORQUE DEBATER COM QUEM SÓ LEVA PANCADA QUE NEM VC, JÁ PERDEU A GRAÇA.

    BEL,

    VCS CATÓLICOS ENGANAM SOMENTE OS PRÓPRIOS CATÓLICOS, QUE NÃO TEM O ESPÍRITO SANTO PARA DISCERNIR O CERTO E O ERRADO.

    NÃO ADIANTA DIZER QUE SÓ JESUS SALVA, SE POR DEBAIXO DOS PANOS PREGAM A MARIOLATRIA.

    SÃO BERNARDINO DE SENA:

    Esse “santo” disse que “ao império de Maria todos estão sujeitos, até o próprio Deus”. (Glórias de Maria, Editora Santuário, página 152, edição de 1989).

    AGORA VC VEJA, ELE DISSE QUE ATÉ DEUS ESTAVA SUJEITO AO IMPÉRIO DE MARIA.

    SANTO EPIFÂNIO:

    À página 175 do referido livro Glórias de Maria, lemos: “S. Epifânio chama a divina Mãe de onividente…”, isto é, que vê todas as coisas. ORA, SÓ DEUS PODE VER TODAS AS COISAS.

    MISERICÓRDIA, EU TENHO PENA DE VCS.

    ESTÁ VENDO AÍ, VCS NÃO PASSAM DE MARIÓLATRAS E QUEREM ENGANAR A QUEM.

    VOCÊS SÓ ENGANAM PESSOAS SEM DEUS, SEM O ESPÍRITO SANTO DE DEUS, PORQUE UM SERVO DE DEUS FIEL, QUANDO LÊ UMA ABERRAÇÃO DESSAS, (QUE MARIA É ONIVIDENTE), ELE LOGO PERCEBE QUE ISTO É OBRA DO DIABO. E É ESSA OBRA QUE VCS SEGUEM!!!

  246. Caro Alexandre,

    Enquanto você não responder o que te foi perguntado, nada te será dito.

    Um tema só entra em pauta quando o outro é esgotado.

    Lembre-se que você é apenas um aspirante a pastor evangélico.

    Se os truques deles não funcionam, o que dirá os teus ?

  247. FOI O PRÓPRIO ALEXANDRE QUEM DISSE:

    “…São Luís Maria Grignion de Montfort, pode dizer o que quiser, se não tem respaldo Bíblico, não vale nada.”

    Então, por analogia…para o Alexandre que é SUPER COERENTE, SANTO AFONSO MARIA DE LIGÓRIO PODE DIZER O QUE QUISER, SE NÃO TEM RESPALDO BÍBLICO, NÃO VALE NADA.

  248. ANDERSON,

    CASO NÃO TENHA ENTENDIDO, FALEI ACIMA QUE REALMENTE PARA VC NÃO TEM MAIS DEBATE, A NÃO SER QUANDO ESTUDAR E APRENDER UM POUCO. VAI ESTUDAR, PORQUE NEM DA TUA SEITA TU CONSEGUE SE DEFENDER!!!

    BEL,

    VC TEM RAZÃO, O QUE O SANTO AFONSO MARIA DE LIGÓRIO ESCREVEU, REALMENTE NÃO VALE NADA. O ERRO NÃO ESTÁ EM QUEM ESCREVEU, MAS SIM EM QUEM ACREDITA!!!

    TÁ VENDO SÓ, É DIFÍCIL DEBATER COM VC, TU NÃO CONSEGUE NEM INTERPRETAR UM QUESTÃO TÃO FÁCIL DESSAS, E AINDA QUER DEBATER. ISSO VALE PARA VC TAMBÉM, VAI ESTUDAR UM POUCO E VÊ SE CONSEGUE APRENDER ALGUMA COISA, MESMO QUE SEJA DIFÍCIL DEMAIS PARA VC!!!

  249. Exato Alexandre. Para você os escritos de Santo Afonso não servem para nada. Portanto, não teça comentários a respeito.

    O teu problema é que você tem todos os defeitos do Edir Macedo e nenhuma de suas virtudes.

  250. Alexandre, enquanto você não responder as perguntas que te fiz, o debate não prossegue.

  251. “Muitos pastores vão para o inferno”, alerta líder nigeriano

    Ao pregar uma mensagem intitulada “As lições de Ló”, pastor Chris afirmou aos fiéis: “Muitos pastores vão para o inferno por não obedecerem a Deus. Alguns não são chamados por Deus, outros tem ministério por razões carnais, há quem esteja no ministério para servir somente a si mesmos”.

    O pastor disse que seu país tem visto muitas igrejas dividirem e vários pastores deixam as igrejas onde estavam trabalhando para começar outro ministério por causa de fofocas, brigas, enganos ou pura inveja.

    Ele disparou “Você precisa aprender a obedecer a Deus em tudo. Eu não quero ver nenhum de vocês em tal situação. Decida obedecer a Deus em tudo “.

    Oyakhilome acumula polêmicas na Nigéria, pois é milionário e ensina que todo crente verdadeira tem de ser rico, numa versão extrema da teologia da prosperidade.

    Que gracinha este pastor.
    Prega a teologia da prosperidade e aponta o dedo na cara dos outros.

    O eterno vício demoníaco do protestantismo. O discurso de Lutero preservado no tempo e no espaço:

    “Quem não crê como eu está destinado ao inferno. O meu juízo e o juízo de DEUS são a mesma coisa.”

  252. Este pastor nigeriano com este discurso que toma o lugar de DEUS e pregando a prosperidade, até parece um famoso pregador brasileiro que usa peruca.

  253. FINAL DE SEMANA CHEGANDO, É HORA DE APRENDER-MOS SOBRE AS MENTIRAS DO DIABO E AS VERDADES DE DEUS.
    PRIMEIRO VAMOS PARA A MENTIRA DO DIABO – CHAMADA INDULGÊNCIA.

    Define a Igreja como indulgência: A indulgência é a remissão da pena temporal devida pelos pecados já perdoados quanto à culpa, remissão que a Igreja concede fora do sacramento da penitência (“Terceiro Catecismo de Doutrina Cristã”, Editora Vera Cruz Ltda., 1ª edição, agosto de 1976, resposta à pergunta 793, p. 145).

    Ensinando que o papa é o Vigário de Cristo e o Cabeça da Igreja, pode ele sacar do Tesouro da Igreja os bens de que a Igreja é depositária. Ela constrói a sua doutrina sobre Mateus 16.19, onde se lê: E eu te darei as chaves do reino dos céus; e tudo o que ligares na terra, será ligado nos céus; e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus.

    O papa sustenta que tem poder de outorgar qualquer destas indulgências e toda a Igreja ou a qualquer membro da Igreja, individualmente. Em 1903, o papa delegou autoridade a outros sacerdotes, permitindo cardeais outorgarem indulgência por 200 dias, cada um em sua própria diocese; aos arcebispos por cem dias; aos bispos por 50 dias, cada um em sua própria diocese.

    OS TIPOS DE INDULGÊNCIA

    Existem modalidades diferentes de indulgências: quanto ao tempo de duração e quanto ao lugar. Quanto ao tempo de duração, existem as indulgências plenárias ou completas e as indulgências parciais. Nas indulgências plenárias ou completas, o pecador é isento das penalidades desta vida e da que há de vir no purgatório. O ensino católico sobre as indulgências plenárias é: A indulgéncia plenária é a que perdoa toda a pena temporal devida pelos nossos pecados. Por isso, se alguém morresse depois de ter recebido esta indulgéncia, iria logo para o céu, inteiramente isento das penas do Purgatório (“Terceiro Catecismo de Doutrina Cristã”, Editora Vera Cruz Ltda., 1a edição, agosto de 1976, resposta à pergunta 798, p. 146).

    Nas indulgências parciais, a isenção das penas é dada por um tempo determinado de dez, vinte ou trinta dias.
    Quanto ao lugar, as indulgências universais são para uso de todas as Igrejas em toda parte. As indulgências particulares são para uso da igreja específica ou de relicários.

    AGORA, VAMOS PARA AS VERDADES DE DEUS, REVELADAS PELA PALAVRA DE DEUS, A ÚNICA PALAVRA DE DEUS.

    A Bíblia afirma que após a morte segue-se o juízo (Hb 9.27). Como afirmamos, existem dois lugares apontados para depois desta vida e, num dos dois, todos os homens se encontrarão. Jesus falou do céu ao afirmar: Então dirá o Rei aos que estiverem à sua direita: vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo.
    E falou do inferno, dizendo: Então dirá também aos que estiverem à sua esquerda: Apartai-vos de mim, malditos, para o fogo eterno, preparado para o diabo e seus anjos… E irão estes para o tormento eterno, mas os justos para a vida eterna (Mt 25.34,41,46).

    Jesus disse ao ladrão arrependido: E disse-lheJesus: Em verdade te digo que hoje estarás comigo no Paraíso (Lc 23.43). A mulher perdida que ungiu os pés de Jesus com suas lágrimas, arrependida dos seus pecados, ele falou: E disse- Ihe a ela: Os teus pecados te são perdoados. E os que estavam à mesa começaram a dizer entre si: Quem é este, que até perdoa pecados? E disse à mulher: A tua fé to salvou; vai-te em paz (Lc 7.48-50).
    Paulo não esperava o purgatório nem admitia indulgências. Falou o seguinte: Porque para mim o viver é Cristo, e o morrer é ganho (Fp 1.21).

  254. VAMOS A MAIS UM ENSINAMENTO MALDITO DO INFERNO – O TAL DO PURGATÓRIO.

    A doutrina do purgatório foi aprovada em 1439, no Concílio de Florença, confirmada definitivamente no Concílio de Trento (1549-1563), mas ela já existia desde 1070. Essa doutrina ensina que os cristãos parcialmente santificados, que são a maioria, passam por um processo de purificação para depois entrar no céu. Essa crença veio do paganismo e é muito antiga, e não há espaço para ela na Bíblia.

    A Igreja Católica ensina:

    Vão logo para o céu os que morrem depois de ter recebido a absolvição, mas antes de terem satisfeito plenamente a justiça de Deus?
    Não; eles vão para o Purgatório, para ali satisfazerem à justiça de Deus e se purificarem inteiramente (“Terceiro Catecismo de Doutrina Cristã”, Editora Vera Cruz Ltda., 1a edição, agosto de 1976, resposta à pergunta 787, p. 144).
    Em seguida é feita a seguinte pergunta:
    Podem as almas que estão no Purgatório ser aliviadas por nós nas suas penas?
    Sim, as almas que estão no Purgatório podem ser aliviadas com orações, com esmolas, com todas as demais obras boas e com as indulgências, mas, sobretudo, com o Santo Sacrifcio da Missa (“Terceiro Catecismo de Doutrina Cristã”, Editora Vera Cruz Ltda., 1a edição, agosto de 1976, resposta à pergunta 788, p. 144).

    AGORA, CLARO, VAMOS AS VERDADES ESCLARECIDAS POR DEUS, ATRAVÉS DE SUA MARAVILHOSA PALAVRA.

    A Igreja Católica descobriu quatro lugares no além: céu, inferno, purgatório e limbo. Para o limbo vão as pobres crianças que morrem sem batismo. Não vão para o inferno, dizem, mas ficam numa sombra eterna, sem penas, sem sofrimentos, mas também sem gozo algum.
    A Bíblia diz que o batismo não salva ninguém (At 10.47; Ef 2.8-9; Mt 3.15; Tt 3.5).
    Não ficou satisfeita com o que Cristo mencionou: dois caminhos, duas portas, dois fins (Mt 7.13-14; 25.34-46).

    A Bíblia menciona esses dois lugares depois desta vida: o céu e o inferno, que nas línguas originais bíblicas são assim chamados: Seol, Hades, Geena (Lc 16.19-31; 12.4-5).
    Para o cristão não há mais condenação (João 5.24; Romanos 8.1), pois alcançou justificação pela fé (Rm 5.1). O purgatório do cristão é o sangue de Cristo que nos purifica de todo o pecado (1 Jo 1.7-9).

    É ASSIM QUE SE APRENDE.

  255. Meus queridos irmaõs, A Paz de Cristo a todos…

    Ontem em oração diante do Senhor, eu pensava: Senhor, não me considero digno de estar proximo de ti, mas mesmo assim gostaria de estar.

    Após um tempo em oração , veio em meus pensamentos uma criança, e logo em seguida passou uma criança em minha frente muito sorridente e feliz,levando seus pedidos no altar.
    Dai percebi a resposta do Senhor.
    Compreendi que ,se quiser estar proximo do senhor que eu seja como esta criança, que eu seja puro como uma criança.

    E logo a passagem: “Mas Jesus chamou a si as crianças e disse: “Deixem vir a mim as crianças e não as impeçam; pois o Reino de Deus pertence aos que são semelhantes a elas”.

    Só queria partilhar com vocês este momento que tive com o Senhor.
    Um otimo final de semana e que Deus os abençõe…

  256. Grato anonimo por compartilhar este belo momento conosco.

    Um grande abraço e a paz do Nosso Senhor Jesus Cristo.

  257. E AÍ MINHA GENTE,

    GOSTARAM DO ESTUDO MARAVILHOSOS POSTADO ESTE FIM DE SEMANA.
    ESPERO TEREM AGREGADO VALOR DE DEUS PARA SUAS VIDAS.

    LOGO, LOGO TEM MAIS!!!

  258. AFINAL DE CONTAS,

    VÃO DIZER O QUÊ, DIANTE DA REFUTAÇÃO DA PALAVRA DE DEUS.
    CONTRA FATOS NÃO HÁ ARGUMENTOS. OU VÃO DIZER QUE A BÍBLIA É QUE ESTÁ ERRADA?

    NÃO DÁ, NÃO É MESMO PESSOAL.

    MAS É ASSIM MESMO, DEUS DEIXOU SUA PALAVRA, PARA QUE POSSAMOS APRENDER CADA DIA MAIS, AS SUAS VERDADES, E SAIRMOS DO ENGANO DO INIMIGO.

  259. HOMILIA DO PAPA FRANCISCO EM 31 DE AGOSTO DE 2014(DOMINGO)

    Queridos irmãos e irmãs, bom dia!

    No itinerário dominical com o Evangelho de Mateus, hoje chegamos ao ponto crucial em que Jesus, depois de ter verificado que Pedro e os outros onze tinham acreditado nele como Messias e Filho de Deus , “começou a explicar lhes que tinha que ir à Jerusalém e sofrer muito…, ser morto e ressuscitar ao terceiro dia” (16, 21).

    É um momento crítico no qual emerge o contraste entre o modo de pensar de Jesus e aquele dos discípulos.

    Pedro até mesmo se sente no dever de reprovar o Mestre, porque não pode atribuir ao Messias um fim tão vergonhoso.

    Então Jesus, por sua vez, repreende severamente Pedro, coloca-o de volta “na linha”, porque não pensa “como Deus, mas como os homens” e sem perceber faz a tarefa de Satanás, o tentador.

    Sobre este ponto insiste, na liturgia deste domingo, também o apóstolo Paulo, que, escrevendo aos cristãos de Roma, lhes diz: “Não vos conformeis com este mundo – não entreis nos padrões deste mundo -, mas deixai-vos transformar renovando o vosso modo de pensar, para poder discernir a vontade de Deus” (Rm 12,2).

    Na verdade, nós cristãos vivemos no mundo, totalmente inseridos na realidade social e cultural do nosso tempo, e com razão; mas isso traz o risco de que nos tornemos “mundanos”, o risco de que “o sal perca o sabor”, como diria Jesus (cf. Mt 5,13), ou seja, que o cristão se torne aguado, perca a novidade que lhe vem do Senhor e do Espírito Santo.

    Em vez disso, deveria ser o contrário: quando nos cristãos permanece via a força do Evangelho, essa pode transformar “os critérios de juízo, os valores determinantes, os pontos de interesse, as linhas de pensamento, as fontes inspiradoras e os modelos de vida” (Paulo VI, Exortação Apostólica Evangelii nuntiandi, 19).

    É triste encontrar cristãos “aguados”, que parecem vinho diluído, e não se sabe se são cristãos ou mundanos, como o vinho diluído que não se sabe se é vinho ou água!

    É triste isso. É triste encontrar cristãos que não são mais o sal da terra, e sabemos que quando o sal perde o seu sabor, não serve mais para nada.

    O seu sal perdeu o sabor porque se entregou ao espírito do mundo, ou seja, se tornou mundano.

    Portanto, é necessário renovar-se continuamente com a seiva do Evangelho.

    E como é possível pode fazer isso na prática ?

    Antes de mais nada, lendo e meditando o Evangelho a cada dia, para que a palavra de Jesus esteja sempre presente na nossa vida.

    Lembrem-se: sempre será de ajuda levar o Evangelho com vocês: um pequeno Evangelho, no bolso, na bolsa, e ler uma passagem durante o dia.

    Mas sempre com o Evangelho, porque é levar a Palavra de Jesus, e poder lê-la.

    Também participando da Missa dominical, onde encontramos o Senhor na comunidade, escutamos a sua palavra e recebemos a Eucaristia que nos une a Ele e entre nós; e depois são muito importantes para a renovação espiritual as jornadas de retiro e de exercícios espirituais.

    Evangelho, Eucaristia e oração.

    Não se esqueça: Evangelho, Eucaristia, oração.

    Graças a esses dons do Senhor podemos conformar-nos não ao mundo, mas a Cristo, e seguir o seu caminho, o caminho do “perder a própria vida” para reencontrá-la (v 25). “Perdê-la”, no sentido de doá-la, oferecê-la por amor, e no amor – e isso envolve o sacrifício, até mesmo a cruz – para recebê-la novamente purificada, livre do egoísmo e da hipoteca da morte, cheia de eternidade.

    A Virgem Maria nos precede sempre nesta jornada; deixemo-nos guiar e acompanhar por ela.

  260. O texto da Missa de ontem(domingo) nos mostra mais uma vez a fidelidade do Senhor.

    Na semana passada a leitura indicava que Pedro receber dos céus a revelação de que Jesus era o Messias, o filho do DEUS VIVO.

    Entretanto, Pedro demonstra toda a sua fragilidade humana quando pensando como homem tenta reprovar o Senhor para que não tenha um destino de vergonha.

    Apesar da fraqueza de Pedro, o Senhor não lhe abandonará.

    O Senhor escolhe aquele homem frágil para confirma seus irmãos na fé:

    Disse também o Senhor: Simão, Simão, eis que Satanás vos pediu para vos cirandar como trigo;
    Mas eu roguei por ti, para que a tua fé não desfaleça; e tu, quando te converteres, confirma teus irmãos.

    E ele lhe disse: Senhor, estou pronto a ir contigo até à prisão e à morte.
    Mas ele disse: Digo-te, Pedro, que não cantará hoje o galo antes que três vezes negues que me conheces.

    Lucas 22:31-35

    E mesmo sabendo que Pedro iria nega-lo três vezes, Jesus faz a sua escolha e tudo isto nos prova a máxima que anda na boca do povo com muita sabedoria: “DEUS não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos.”

    Isto nos serve para todos os dias.

    Por maior que seja o nosso sofrimento, por maior que seja a nossa debilidade e fraqueza, Jesus nunca nos abandona. Ele está sempre pronto a vir em nosso socorro.

    Um grande dia para todos.

    A paz de Nosso Senhor Jesus Cristo e o amor de Maria.

  261. Olá Caros irmãos…

    Na liturgia do Evangelho(Lc 4,16-30)de hoje diz:
    “Em verdade eu vos digo que nenhum profeta é bem recebido em sua pátria. 25De fato, eu vos digo: no tempo do profeta Elias, quando não choveu durante três anos e seis meses e houve grande fome em toda a região, havia muitas viúvas em Israel. 26No entanto, a nenhuma delas foi enviado Elias, senão a uma viúva que vivia em Sarepta, na Sidônia.

    Estou querendo refletir sobre este evangelho, mas estou com duvidas. Gostaria de pedir a vocês que pudessem colocar para mim o que este evangelho quer dizer?

    Penso que seria como um ex- Paroco de minha comunidade falava: ” Santo de casa não faz milgares”, enfim não sei de fui claro.

    Desde ja agradeço e otima semana a todos…

  262. Prezado, uma bela explicação postada por Bantu Mendonça Katchipwi Sayla

    JESUS EM NAZARÉ Lc 4,16-30
    HOMILIA

    Jesus de Nazaré foi um judeu da Galileia onde passou quase toda a sua vida e desenvolveu a maior parte da sua atividade pública.

    Ora, os estudos recentes mostraram as particularidades da Galileia de então nos domínios social, cultural e religioso.

    No entanto, a interpretação dessas particularidades é objeto de discussão entre os especialistas.

    Do ponto de vista social, a Galileia parece ter conhecido nesse tempo um processo de urbanização, que afundou o fosso entre as classes detentoras do religioso.

    O judaísmo da Galileia tinha traços que o distinguiam do judaísmo de Jerusalém ou da Judeia em geral.

    O enraizamento de Jesus na Galileia talvez não tenha influenciado somente a formulação de sua mensagem.

    Os Evangelhos atribuem a Jesus uma atividade bastante variada que parece supor o desempenho de vários papéis ou funções sócio-religiosas.

    Jesus proclama a vinda iminente do Reino de Deus como um profeta, ensina como um doutor ou um sábio, cura doentes e exorciza possessos como um homem que está investido do poder de Deus.

    Parece difícil colar uma etiqueta a Jesus. Os historiadores privilegiam, segundo as suas próprias tendências, ora um ora outro dos papéis que os Evangelhos lhe atribuem, às vezes com a exclusão dos restantes.

    Ora, tal exclusão não se impõe, podendo um homem de Deus desempenhar ao mesmo tempo mais do que uma função.

    Tudo indica que os contemporâneos de Jesus viram nele um profeta.

    Há duas séries de textos evangélicos particularmente significativas a esse respeito.

    A primeira, que se lê em Mc 6,15 e em Lc 9,8, conta a reação de Herodes perante a fama de Jesus.

    A segunda, presente nos três Evangelhos sinópticos, relata a chamada confissão de Pedro.

    As duas séries de textos informam sobre o que a opinião pública pensava de Jesus.

    Para uns, Jesus era João Batista ressuscitado; para outros, Elias; para outros, enfim, um dos profetas de outrora que ressuscitou.

    Jesus é ainda chamado profeta pela multidão ou por um ouvinte individual em vários outros textos próprios a um ou a outro evangelho.

    Ao falar na Sinagoga, Jesus assumia as palavras de Is 61, 1-2 as quais anunciavam a todas as nações a Sua missão de ungido do Senhor.

    Este trecho nos relata o ministério de Jesus aqui na terra que se constitui também na nossa missão, pelo poder do Espírito Santo: anunciar a boa nova, proclamar a libertação dos cativos, recuperar a vista aos cegos, livrar os oprimidos e proclamar o perdão do Senhor!

    Todos nós que somos batizados em Cristo temos também esta vocação.

    Pela palavra que anunciamos, pela oração que fazemos ou pelo nosso testemunho, todas estas coisas acontecem àqueles a quem nós nos dirigimos.

    Naquele tempo o povo de Nazaré não acreditou em Jesus porque Ele era de casa, mas mesmo assim Ele não desistia dos seus.

    É difícil para nós também anunciarmos Jesus na nossa casa ou evangelizar as pessoas no lugar onde todos nos conhecem.

    Nem sempre somos acolhidos e admirados porque seguimos os ensinamentos de Deus.

    Assim foi também no tempo de Jesus. Por isso é que Ele nos recorda as figuras de Elias que fez prodígios na vida de uma viúva que não pertencia ao povo de Israel e Naamã, o sírio, que procurou Eliseu longe da sua terra para ser curado da lepra.

    Às vezes não fazemos sucesso onde queríamos, mas o Senhor nos envia a alguém a quem nem imaginamos, para que por nosso meio ela possa obter cura e libertação.

    A quem você se sente chamado a evangelizar?
    Para você o que é evangelizar?
    O que você tem feito para atrair os seus para uma vida melhor?
    Você tem visto algum progresso na sua família por causa do seu testemunho de vida?
    Você continua insistindo?
    Você sente o poder do Espírito Santo quando fala no nome de Jesus Cristo?
    Como você acolhe aqueles que lhe anunciam a Palavra da Verdade?
    Diante dos seus erros e falhas, você aceita de bom coração as correções?

    Os conterrâneos de Jesus não o acolheram.
    E você?

    Pai, que as contrariedades da vida jamais me impeçam de seguir o caminho que traçaste para mim. Com Jesus, quero seguir sempre adiante!

    Fonte Bantu Mendonça Katchipwi Sayla

  263. Católico é mesmo sem noção.
    Se existem verdadeiros pastores, esses nunca voltarão ao vômito.

  264. Não sei porquê vocês ainda discutem com o Alexandre! O negócio dele é SOLA SCRIPTURA e pronto, acabou. Não adianta argumentarmos, ele sempre vai dar um jeito de defender essas seitas Protestantes e essas ideias sem pé nem cabeça, apoiado nas suas interpretações distorcidas da Bíblia e, além do mais, nos CtrlC + CtrlV tendenciosos que ele pega do google em sites Protestantes.

    A verdade está na Santa Igreja Católica e PONTO. Doa a quem doer.

    Ps.: Aguardando o Alexandre dizer que nós estamos fugindo dele porque ele postou as coisas certas e nós estamos sem argumento.
    Filho, antes de mais nada, não é isso, definitivamente. É que, depois de tudo o que eu li e depois de tudo o que te apresentaram, você ainda ficar de lero lero ACHANDO que está certo, desmotiva qualquer pessoa de contra argumentar. Mas fique “sussa”, não fazemos isso porque não temos argumentos, mas porque você é CHATO.

  265. Olá Bel,
    Muito obrigado pela interpretação a mim dirigida ,foi muito mais do que eu esperava.

    Esta passagem em que pedi auxilio, foi por causa de uma situação em que vivo em minha própria comunidade.

    A intepretação desta palavra é o inicio da cura que necessito…

    Paz e bem…

  266. Pois então meu caro anônimo, vá ao médico dos médicos que é Cristo Jesus.

    Conforme nos ensina o Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem, não há outro caminho que não seja Jesus Cristo:

    Jesus Cristo é o fim último da devoção à Santíssima Virgem

    61. Primeira verdade. – Jesus Cristo, nosso salvador, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, deve ser o fim último de todas as nossas devoções; de outro modo, elas serão falsas e enganosas. Jesus Cristo é o Alfa e Omega, o princípio e o fim de todas as coisas.

    Nós só trabalhamos, como diz o apóstolo, para tornar todo homem perfeito em Jesus Cristo, pois é em Jesus Cristo que habita toda a plenitude da Divindade e todas as outras plenitudes de graças, de virtudes, de perfeições; porque nele somente fomos abençoados de toda a bênção espiritual; porque é nosso único mestre que deve ensinar-nos, nosso único Senhor de quem devemos depender, nosso único chefe ao qual devemos estar unidos, nosso único modelo, com o qual devemos conformar-nos, nosso único médico que nos há de curar, nosso único pastor que nos há de alimentar, nosso único caminho que devemos trilhar, nossa única verdade que devemos crer, nossa única vida que nos há de vivificar, e nosso tudo em todas as coisas, que deve bastar-nos.

    Abaixo do céu nenhum outro nome foi dado aos homens, pelo qual devamos ser salvos.

    Deus não nos deu outro fundamento para nossa salvação, nossa perfeição e nossa glória, senão Jesus Cristo.

    Todo edifício cuja base não assentar sobre esta pedra firme, estará construído sobre areia movediça, e ruirá fatalmente, mais cedo ou mais tarde.

    Todo fiel que não está unido a ele, como um galho ao tronco da videira, cairá e secará, e será por fim atirado ao fogo.

    Fora dele tudo é ilusão, mentira, iniqüidade, inutilidade, morte e danação.

    Se estamos, porém, em Jesus Cristo e Jesus Cristo em nós, não temos danação a temer; nem os anjos do céu, nem os homens da terra, nem criatura alguma nos pode embaraçar, pois não pode separar-nos da caridade de Deus que está em Jesus Cristo.

    Por Jesus Cristo, com Jesus Cristo, em Jesus Cristo, podemos tudo: render toda a honra e glória ao Pai, em unidade do Espírito Santo e tornar-nos perfeitos e ser para nosso próximo um bom odor de vida eterna.

    62. Se estabelecermos, portanto, a sólida devoção à Santíssima Virgem, teremos contribuído para estabelecer com mais perfeição a devoção a Jesus Cristo, teremos proporcionado um meio fácil e seguro de achar Jesus Cristo.

    Se a devoção à Santíssima Virgem nos afastasse de Jesus Cristo, seria preciso rejeitá-la como uma ilusão do demônio.

    Mas é tão o contrário, que, como já fiz ver e farei ver, ainda, nas páginas seguintes, esta devoção só nos é necessária para encontrar Jesus Cristo, amá-lo ternamente e fielmente servi-lo.

  267. Razões para os Católicos seguirem somente a Bíblia

    1ª Razão: Só ela é a verdade. O filho de Deus, Jesus Cristo, certa vez disse: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará (Jo. 8:32). Mas muitos como Pilatos querem saber “o que é a verdade” Deixemos o próprio Jesus responder “A tua palavra é a verdade” (Jo. 17:17). Veja que a Bíblia é a verdade que liberta da ignorância e superstição das muitas filosofias inventadas pelo homem.
    2º Razão: É luz para nossos caminhos. “Lâmpadas para meus pés é a tua palavra e luz para meus caminhos” (Sl.119:105). Ela é a luz que nos guia nas trevas. Hoje, enquanto muitos dizem possuir a verdade final, Deus nos orienta a procurarmos sua palavra.
    3ª Razão: Não devemos ignorá-la. “Errais não conhecendo as escrituras nem o poder de Deus” (Mat. 22:29). As pessoas geralmente erram porque lhes faltam examinar com cuidado o que crêem e porque crêem. Jesus nos insta a conhecermos a Bíblia.
    Amigo católico, os três motivos acima mostram-nos a importância da palavra de Deus na vida do cristão. E nada pode ser mais importante do que a Bíblia. Certa vez alguns religiosos estavam querendo modificar a palavra de Deus por misturá-la com ensinamentos humanos. Jesus logo os censurou dizendo: “Vós deixais o mandamento de Deus, e vos apegais à tradição dos homens”.(leia Mc. 7:8) Esse incidente mostra-nos o quanto o ser humano gosta de seguir seu próprio caminho ao invés do caminho traçado por Deus. Diante disso devemos perguntar a nós mesmos; será que minha religião está de acordo com a palavra de Deus? Ora, Deus mesmo disse que não deveríamos tirar ou acrescentar nada à sua palavra “Tudo o que eu te ordeno, observarás; nada lhe acrescentarás nem diminuirás”.(leia Deuteronômio 12:32) Pois bem, se a igreja católica é a igreja verdadeira como dizem os padres, porque então que ela tem desobedecido estes mandamentos de Deus. Veja:

    1. Porque na IC os padres não casam se a Bíblia diz que os bispos precisam casar-se? (Leia I Timóteo 3:2; 4:3)
    2. Porque na IC o padre só da o pão (hóstia) e nunca dá o vinho ao comungante, se na Bíblia Jesus mandou dar os dois símbolos aos fieis? (leia Mat. 26:26-27).
    3. Porque na IC deixa-se usar imagens se na Bíblia Deus proibiu fazer imagens para culto? (leia Ex. 20:4).
    4. Porque na IC o padre ensina que há um terceiro lugar no além chamado purgatório se na Bíblia Jesus ensinou que há apenas dois lugares; céu e inferno? (Leia Lc. 16: 19-31).
    5. Porque na IC se batiza bebês se a Bíblia ordena o batismo somente para os que ouvem o evangelho e crêem Nele. Certamente bebês não têm a capacidade de tomar essa decisão. (leia Mat. 19:14)

    LEIA A BÍBLIA E VEJA SE AS TRADIÇÕES QUE VC TEM ACREDITADO ATÉ HOJE CONDIZEM COM O QUE ENSINA A PALAVRA DE DEUS.

  268. Caro Alexandre, nenhum apontamento será respondido até que você esclareça as questões já adiantadas.

    E quais são elas ?

    A questão da exceção(Maria concebida sem pecado) x A dupla morte da Filha de Jairo e Lázaro

    A segunda questão seriam os apontamentos de Martinho Lutero(Jesus Cristo adúltero e Maria sempre virgem), segundo palavras tuas, uma perfeito entendedor da palavra de DEUS e conhecedor da vontade divina.

  269. ANDERSON,

    COMO EU SEI QUE VC É INCAPAZ DE REFUTAR A SUA PRÓPRIA FÉ, DEIXE PARA OS CATÓLICOS QUE AMAM A DEUS DE VERDADE, MAS ESTÃO NO ENGANO, LEREM E CONHECEREM A VERDADE.

    VOCÊ MESMO, NÃO PRECISA RESPONDER NADA NÃO!!!

  270. Eu também vou aguardar você responder as perguntas formuladas para prosseguir no debate.

    Conforme já alertado pelo Ronaldo, você pula de um tema o outro tão logo seja confrontado.

    Sem esclarecer um ponto, pois não há como recusar a verdade que brilha como sol do dia, usa a velha malandragem de pastor evangélico made Eslavec pulando para outro tema.

    E logo retoma as questões já esclarecidas.

    Já cansou.

    Ou você se convence que tua doutrina malafenta não vai colar e vai embora, ou, se queres um debate de verdade, tens que assumir o compromisso de esgotar os temas.

    E quando for o caso, deve retratar-se pelas afirmações mentirosas ou pelas perguntas para as quais não tens resposta.

    Eu mesmo ainda aguardo 12 ou 13 respostas às perguntas que formulei cerca de 1 ou 2 meses atrás. Você não foi capaz de dar uma única reposta.

    Chega de truques infantis Alexandre. Só você acredita que alguém passar batido sem perceber a conhecida tática evangélica.

  271. LILIAN,

    SENDO ASSIM, VOU ESPERAR AS RESPOSTAS DAS PERGUNTAS FORMULADAS POR MIM CERCA DE 1 ANO ATRÁS E ATÉ HOJE NUNCA RESPONDIDAS NESTE BLOG.

    TÁ BOM PRA VC!!!

  272. Alexandre, pela resposta que você deu a Lilian, fica provado que na melhor das hipóteses você é no máximo igual a nós.

    Você não conseguiu ser melhor.

    Quanto a mim, minhas perguntas não serão respondidas porque simplesmente você não tem capacidade e conhecimento suficientes para faze-lo.

    E não é só isto. Você foi pego em suas próprias palavras torpes e enganosas.

    Não sabe se permanece elogiando Lutero que venerava a Virgem Maria ou se condena o herege porque condenou Cristo.

    Lembre-se que para você Lutero é alguém que leu “interpretou” perfeitamente a Bíblia e conheceu a vontade de DEUS para os homens. PALAVRAS TUAS.

    Em você cumpriu-se:

    “Ninguém se engane a si mesmo. Se alguém dentre vós se tem por sábio neste mundo, faça-se louco para ser sábio.

    Porque a sabedoria deste mundo é loucura diante de Deus; pois está escrito: Ele apanha os sábios na sua própria astúcia.

    E outra vez: O Senhor conhece os pensamentos dos sábios, que são vãos.

    1 Coríntios 3:18-21

  273. Realmente é muita hipocrisia, mas tudo bem vou responder e mostrar que não sou como vcs. Aproveitem o estudo!

    E para começarmos, primeiro vamos a uma correção para a Lilian.

    O livro que vc citou é 2Ts 2:15 E NÃO 2:14, só para não perder o costume!
    Se cremos que a Bíblia foi escrita por homens inspirados por DEUS, então cremos no ensino de São Paulo: “Guardai as tradições que aprendestes, ou por nossas palavras, ou por nossa carta” (II Thess. II, 14).

    1ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    O que Paulo está explicando neste texto é que aquilo que estava sendo verbalmente transmitido tinha autoridade divina, perpétua e definitiva, sobretudo, por estar sendo anunciado pelos apóstolos de Cristo, escolhidos por Jesus para tornarem notória a sua Palavra que, posteriormente, tornar-se-ia a própria Bíblia.

    É perfeitamente natural que os apóstolos transmitissem os ensinamentos de forma verbal, uma vez que ainda estavam vivos. Não é, porém, razoável julgar que alguma revelação divina importante tenha sido deixada fora das Escrituras, tendo em conta que Paulo disse a Timóteo que toda a Escritura é divinamente inspirada e capaz de tomar o homem de Deus perfeito para as boas obras (2Tm 3.16,17).
    ___________________________________________________________________________

    Lutero, segundo você disse foi alguém que soube ler a Bíblia perfeitamente e compreendeu como ninguém a vontade de DEUS para os homens.

    2ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    Lutero, assim como muitos monges da época, não concordava com a “venda do perdão” e, muito menos, com a exploração que seus conterrâneos estavam submetidos. Com isso, em outubro de 1517, Lutero afixou na porta do castelo de Wittenberg suas famosas 95 Teses. Nelas, o monge alemão, defendia a extinção das indulgências e condenava o luxo de que desfrutava o papa em Roma. Para surpresa do alto clero romano, Lutero obteve o apoio de praticamente todos os setores da sociedade alemã.

    Com isso, o papa Leão X exigiu que Martinho Lutero se arrependesse e se retratasse. Como o monge negou-se, foi excomungado (expulso da Igreja) pelo papa. Fato que levou uma série de nobres alemães a se desligarem da Igreja de Roma.
    Livre das limitações teológicas a que estava submetido, Lutero passou a escrever uma série de livros e tratados onde defendia a revitalização (renascimento) da Igreja. Nestes livros, Lutero estabeleceu a Bíblia como a mais alta autoridade doutrinária da Igreja. Para ele, todas as doutrinas deveriam ter a Bíblia como fundamento.
    Para Lutero, a salvação era fruto direto da fé do cristão em Deus. Ao contrário do que defendiam os católicos, para o reformador, não havia intermediários entre os homens e Deus. A salvação somente poderia ser alcançada pelo relacionamento entre o fiel e Deus.
    Enquanto Igreja Católica defendia ser ela mesma a intermediária entre os homens e Deus. Lutero afirmava que a Igreja não era o caminho até o Senhor, o papel da Igreja era o de apontar o caminho até Deus. Mas, mesmo que criticasse a atuação da Igreja, Lutero defendia a existência dela, pois, o fiel necessitava fazer parte da Igreja (que era o Corpo de Cristo).
    ___________________________________________________________________________

    Por que você não é luterano?

    3ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    Não sou luterano porque não sigo Lutero, porém acredito que a Reforma Protestante, a partir de 95 Teses escritas em 1517, foi um passo importantíssimo para as verdades de Deus serem disseminadas pelo mundo.
    ___________________________________________________________________________

    Lutero estava certo ao afirmar que Jesus cometeu adultério?

    4ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    As “Conversas à mesa” (Tischreden) de Martinho Lutero são uma compilação de diálogos com os seus discípulos e colegas, não um tratado formal de teologia.

    A primeira edição alemã foi preparada por um dos que tomavam notas, Johannes Aurifaber (Goldschmitt) e publicada em 1566.
    Lutero disse e escreveu muito (a edição Weimar das suas obras soma 125 volumes) e nem tudo de qualidade uniforme. Não o consideramos de modo algum infalível. Como de qualquer outro cristão pós-apostólico, retemos apenas o bom.

    Podem reprovar-se muitas coisas a Lutero. Em muitos sentidos foi um filho do seu tempo e um homem de contrastes entre a sua vasta erudição e as suas maneiras e formas de expressão.
    A citação de Lutero tomada das suas Tischreden, originalmente, na mistura de latim e alemão em que Lutero costumava expressar-se nestas ocasiões, diz:

    Christus ist am ersten ein Ebrecher (Ehebrecher) worden bei dem Brunn cum muliere, quia illi dicebant… Quid facit cum ea? Item cum Magdalena, item cum adultera (Tischr. 1472 II 107).

    Que, literalmente traduzido, significa (a tradução é minha):

    Cristo é primeiro adúltero junto ao poço com a mulher, porque naquele lugar diziam… Que faz com ela? Do mesmo modo, com Madalena. Do mesmo modo, com a adúltera.

    Olha que interessante, o próprio historiador CATÓLICO Ricardo García-Villoslada, na sua obra “Martín Lutero”, tomo II, página 251:

    “É completamente absurdo pensar que Lutero chamasse a Cristo adúltero. Faz alusão aos murmúrios dos judeus contra Jesus. Se o texto não aparece claro, é porque Schlagenhaufen (um dos que anotaram as conversas à mesa com Lutero) descuidadamente omitiu algumas palavras explicativas, v.gr., «adulter coram mundo», que encontramos num lugar quase paralelo. Pregando sobre Madalena em 1536, dizia: O que disse, pois, Lutero foi que Cristo pareceu perante o mundo como adúltero, porque murmuraram dele ao vê-lo com a samaritana e outras pecadoras.”

    Portanto feito este esclarecimento necessário, conclui-se que a citação de Lutero tal como é apresentada está adulterada ou pelo menos foi grosseiramente mal-interpretada. Lutero não blasfemou contra nosso Senhor Jesus Cristo chamando-o de adúltero como querem fazer crer alguns católicos mal-intencionados.
    ___________________________________________________________________________

    Lutero estava certo ao venerar a Virgem Maria e defender sua perpétua virgindade?

    5ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    Como todo católico, Lutero cresceu no engano e na mentira sobre a perpétua virgindade de Maria. Se ele algum dia defendeu esta tese, não sei, mediante a tantas adulterações até mesmo pela igreja católica, mesmo assim, se um dia ele acreditou nisso, com certeza, se libertou deste engano ao conhecer a Bíblia e o Deus da Bíblia. A Bíblia é clara em separar irmãos de primos, fala sobre irmãos de Jesus e fala sobre a prima de Maria, não existe engano, está distinto e separado, irmãos de primos.
    ___________________________________________________________________________

    Lutero estava certo ao realizar sacramentos em sua igreja?

    6ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    Como disse anteriormente, ele viveu no engano até conhecer a verdade e se libertar.
    ___________________________________________________________________________

    Mas provamos que embora a mesma Bíblia ensine que os homens só podem morrer uma só vez, a filha de Jairo e Lázaro morreram duas vezes.

    7ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    Ora, a Bíblia diz que ao homem cabe morrer uma só vez, e depois segue-se o juízo de Deus, pois bem, esta passagem está falando exclusivamente sobre a vida pós morte, está claro para quem conhece as Escrituras.
    Após a morte, dizem as Escrituras, segue-se o juízo, embora não imediato. Como mostra a história do homem rico e Lázaro (Lc 16.19-31). Os perdidos (o rico) já sofrem as preliminares de uma condenação eterna (Jo 5.29; 2Ts 1.9). Esta mesma passagem demonstra que não há reparação para os que não se convertem durante a existência terrena. Paulo corrobora com isso quando diz: “Ouvi-te em tempo aceitável; e socorri-te no dia da salvação; eis aqui agora o tempo aceitável, eis aqui agora o dia da salvação” (2Co 6.2; Ec 9.5).
    Agora, por onde Jesus passa, Ele opera milagres e maravilhas, é lógico que Ele ressuscitou a filha de Jairo, Lázaro e vários outros. Isso chama-se: Milagre de Deus!!!
    ___________________________________________________________________________

    Você diz que a Bíblia não admite exceções. E assim quando a Bíblia diz que todos pecaram, isto inclui Maria.

    8ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    É óbvio que sim. A própria Maria diz:
    e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador, Lucas 1:47
    Quem não tem pecado, não precisa de um Salvador. É só pensar um pouquinho!
    ___________________________________________________________________________

    Ou seja. Ou a Bíblia é contraditória ou a Bíblia admite exceções.

    9ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    Só diz uma coisa dessa quem não crê na Bíblia. Sendo católico, normal, não me admira.
    A Bíblia é o único livro do mundo que possui os 4 pilares do conhecimento: Cientifico, Filosófico, Vulgar e Teológico. A Bíblia é perfeita.
    ___________________________________________________________________________

    Com que autoridade você define o que é certo ou errado ?

    10ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    Autoridade dada por Deus através de Sua Palavra.
    Portanto, somos embaixadores de Cristo, como se Deus estivesse fazendo o seu apelo por nosso intermédio. Por amor a Cristo lhes suplicamos: Reconciliem-se com Deus.

    2 Coríntios 5:20
    Só para saber: Embaixador significa representante legal.
    E com relação ao que é certo ou errado, é simples: Quando vc lê no código penal, que furto é crime, vc pratica se quiser, mas sabe que é errado.
    Parte do mesmo princípio, se a Bíblia explica que idolatria leva para o inferno, e a pessoa sabe disso e continua idólatra, ela vai para o inferno.
    ___________________________________________________________________________

    Ou você não guarda a tradição?

    11ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    Já expliquei mil vezes, que somente a tradição que aponta para a Bíblia, tradição católica não aponta para a Bíblia, é uma invenção para dar respaldo à idolatria.
    ___________________________________________________________________________

    E então Alexandre, você confiaria no “entendimento” bíblico de Martinho Lutero?

    12ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    Quando tiver base Bíblica, sim.
    ___________________________________________________________________________

    Se Martinho Lutero está certo ao ponto de “compreender” o plano de DEUS, por que você não imita o reformador na veneração a Virgem Maria?

    13ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    Como disse na 4ª resposta, como católico, ele um dia pode ter sido idólatra. Porém eu, como já disse antes, leio a Bíblia, por isso, jamais veneraria Maria, jamais cometeria um absurdo desses.
    ___________________________________________________________________________

    Que nome você daria a uma pessoa que sabendo a verdade faz a opção pela mentira?

    14ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    Não daria nome nenhum.
    O que eu sei é que, a verdade é o que deve prevalecer.
    ___________________________________________________________________________

    Lutero que você diz ter lido a Bíblia e entendido a vontade de DEUS para a vida do homem está certo ou errado?

    15ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    Perfeito é o Senhor. Mas com certeza ao conhecer a Bíblia e estuda-la, ele se libertou do engano do diabo. Tanto é que condenou várias coisas, entre elas as indulgências.
    ___________________________________________________________________________

    Martinho Lutero é ou não alguém que entendeu tudo que leu na Bíblia e compreendeu a vontade do Senhor?

    16ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    Tudo não digo, mas conheceu o suficiente, para ter os olhos abertos e sair da idolatria.
    ___________________________________________________________________________

    Por outro lado, se você retira os elogios a Lutero, então por que praticas o Sola Scriptura que ele criou?

    17ª RESPOSTA DO ALEXANDRE:
    Minha base de fé e prática é sim, a Bíblia Sagrada.
    ___________________________________________________________________________

    Você confia no critério Sola Scriptura (tudo tem que estar na Bíblia) criado por alguém que venera a Virgem Maria e ao mesmo tempo chama Jesus Cristo de adúltero?

    18ª RESPOSTA DO ALEXANDRE: Já respondido.

    PRONTO, RESPONDIDO E MUITO BEM RESPONDIDO, COMO SEMPRE, ESTOU ME SUPERANDO A CADA DIA.

    SATISFEITOS, EU QUERO VER AGORA, QUAL VAI SER A DESCULPA DE VCS!!!

  274. É A VEZ DE VOCÊS AGORA, COMO DISSE, QUERO VER QUAL DESCULPA VÃO DAR DESTA VEZ:

    Pode oferecer uma prova bíblica ou histórica de que Maria ascendeu ao céu em corpo glorificado?

    Segundo “santo” Afonso, o Pai, o Filho e o Espírito Santo determinaram que ao nome de Maria “se dobrem os joelhos dos que estão no céu, na terra e no inferno” (Ibidem, página 213).

    Se Maria é Nossa Senhora, então podemos e devemos servi-la; mas como conciliarmos isto com Mt 6:24 que diz que não podemos servir a dois senhores? Veja também 1 Sm 7:3-4.

    Vós sois a única advogada dos pecadores. (página 105 – Afonso Ligório);

  275. Alexandre, o herege e idólatra:

    Você começou de forma debochada corrigindo o texto.

    Lembre-se que usamos a Bíblia original. Você utiliza a versão falsificada.

    Todavia, se eu tardar, quero que saibas como deves portar-te na casa de Deus, que é a Igreja de Deus vivo, coluna e sustentáculo da verdade.
    1 Timóteo 3:15

    Quanto a você dizer que nada de importante teria ficado fora da Bíblia trata-se de mero factóide.

    Pois o que foi dito é o seguinte:

    “Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez; e se cada uma das quais fosse escrita, cuido que nem ainda o mundo todo poderia conter os livros que se escrevessem. Amém.”
    João 21:25

    Alexandre, você está nos dizendo que tudo que Jesus fez e disse e que não está na Bíblia NÃO TEM A MENOR IMPORTÂNCIA.

    Eu não consigo imaginar algo que se refere a Jesus que não tenha importância.

    Bom…

    Se bem que para vocês a mãe de Jesus não é nada. Muito menos a Igreja.

    Faz sentido ignorarem o disse e o que fez Jesus.

    Agora você não é só herege e idólatra. É apostata também.

    Para Alexandre, o apóstata, TUDO QUE JESUS DISSE E FEZ E QUE NÃO ESTÁ NA BÍBLIA FALSIFICADA DE JOÃO FERREIRA DE ALMEIDA NÃO TEM A MENOR IMPORTÂNCIA.

    Que loucura deve ser esta Eslavec !

    Vou repetir: “”Há, porém, ainda muitas outras coisas que Jesus fez; e se cada uma das quais fosse escrita, cuido que nem ainda o mundo todo poderia conter os livros que se escrevessem. Amém.” João 21:25

  276. ESTOU EXTREMAMENTE FELIZ, POR VÁRIOS MOTIVOS, DENTRE ELES, A COMPROVAÇÃO DE QUE OS DEBATEDORES NÃO ENCONTRARAM RESPALDO BÍBLICO PARA A ASSUNÇÃO DE MARIA AO CÉU EM CORPO GLORIFICADO COMPROVANDO ASSIM, O QUE EU JÁ SABIA, QUE ESSA HISTÓRIA TODA NÃO PASSA DE IDOLATRIA CRIADA POR HOMENS, E DAS PIORES.

    O ANDERSON DEU O TEXTO DE AP. 12:1-6

    MAS COMO A HERMENÊUTICA E A EXEGESE DELE É MUITO POBRE, QUERO AQUI, MAIS UMA VEZ DESMASCARAR MAIS ESTA MENTIRA E ENSINAR DO QUE SE TRATA O TEXTO MENCIONADO.

    MENCIONADO PELO ANDERSON, TALVEZ ATÉ COM BOA INTENÇÃO, PORÉM SEM DOMÍNIO NENHUM DE CONHECIMENTO DE DEUS E SUA PALAVRA. VAMOS LÁ.

    Apocalipse 12:1

    Apareceu no céu um sinal extraordinário: uma mulher vestida do sol, com a lua debaixo dos seus pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça.

    “ ESTE TEXTO NÃO SE REFERE À MARIA, MAS À PRÓPRIA NAÇÃO DE ISRAEL, DA QUAL JESUS É ORIUNDO. A NATUREZA DE SUA ARGUMENTAÇÃO É ESCATOLÓGICA, O QUE PROVA SER IMPOSSÍVEL TRATAR-SE DE MARIA. A MULHER DESCRITA AQUI JÁ TEM UM LUGAR PREPARADO PARA PASSAR SEUS 1260 DIAS. O LUGAR É O DESERTO E FOI PROVIDO POR DEUS (12:6). A PROFECIA ESTÁ SE REFERINDO AO PERÍODO CONHECIDO COMO GRANDRE TRIBULAÇÃO, QUE AINDA ESTÁ PARA ACONTECER (7.14; 11.2,3). LOGO, SE MARIA JÁ ESTÁ MORTA E FORA DAS CIRCUNSTÂNCIAS DOS ACONTECIMENTOS ESCATOLÓGICOS, É IMPOSSÍVEL QUE ELA ESTEJA INSERIDA NESTE CONTEXTO “.

    QUANDO VC DEBATE UM TEMA EM QUE, A OUTRA PARTE NÃO TEM RESPOSTA COMPROVADA DO QUE FALA, É EXATAMENTE O MOMENTO EM QUE FICA CLARO A DERROTA DESTE DEBATEDOR, SENDO ASSIM, RESPONDI TODAS AS PEGUNTAS, E EM VEZ DO MESMO, A OUTRA PARTE, NENHUMA. E OLHA QUE SÃO 7 CONTRA MIM.

    É POR ESSAS E POR OUTRAS QUE DIGO E AFIRMO QUE VCS NÃO PASSAM DE IDÓLATRAS, NÃO DERAM UMA PROVA SE QUER DA ASSUNÇÃO DE MARIA. IDÓLATRAS, FRACOS PARA O DEBATE, INCAPAZES DE DEFENDER A PRÓPRIA FÉ.

  277. Alexandre, a tua interpretação bíblica condenada pela Bíblia, não me interessa.

    A tua doutrina chulé, aprendida com canastrões da pior espécie não me serve de nada.

    Lamento. Mas não é dificil escolher.

    De um lado todos os santos, os cristãos primitivos, a Igreja, os apóstolos(verdadeiros), os papas, os concílios e até os reformadores.

    Do outro lado: Alexandre, sheeva, malafão, marcos pereira, pororoca, itioka, moon, soares, macedo, santiago, terra nova, valadão, hernandes.

    Alexandre, você acha mesmo que eu poderia ter interesse na tua “interpretação” bíblia ?

  278. De acordo com o site evangélico Gospelmais, Silas Malafaia no período entre 16 de agosto a 02 de novembro de 2013, escreveu no twitter a palavra Jesus 21 vezes contra 180 vezes que escreveu a palavra gay.

    O que isto quer dizer ?

    Nada. Absolutamente nada.

    Talvez o assunto em questão demandasse um número de citações maiores.

    Mas quando se quer falar qualquer coisa contra alguém tudo é pretexto.

    É assim que fazem com os católicos.

    Chegam a citar o Santo Rosário, alegando que rezamos mais Ave Marias do que Pai Nossos.

    E aqueles que nos criticam não rezam ao menos um Pai Nosso que é bíblico e que foi ensinado por Jesus.

    Substituem esta oração maravilhosa pela oração do pastor.

    Façamos ao Malafaia o que gostaríamos que fizessem a nós.

    Nisto consiiste a caridade.

    Concederemos a ele o benefício da dúvida e da boa fé neste caso em particular.

  279. OH! ANDERSON E BEL.

    NÃO ADIANTA QUERER SAIR PELA DIREITA NÃO!!!

    A BÍBLIA É CLARA, QUANDO ELA FALA DO diabo ELA DÁ NOME, QUANDO FALA DO SENHOR JESUS ELA DÁ NOME, QUANDO FALA DE PAULO, DOS PROFETAS, ENFIM QUALQUER QUE SEJA A PESSOA ELA DÁ NOME. SABE POR QUÊ? JUSTAMENTE PARA NÃO BLASFEMAREM, COMO VOCÊS FAZEM.

    O TEXTO MENCIONADO POR VC, QUE JÁ DESMASCAREI NÃO FALA DE MARIA EM MOMENTO NENHUM. É SÓ UMA QUESTÃO DE ESTUDO APROFUNDADO QUE VCS NÃO SABEM COMO FAZER.

    ESTE TEXTO NÃO TEM NADA, NADA, MAS NADA A VER COM MARIA.

    INVENTA OUTRA DESCULPA, PORQUE ESTA ESTÁ MUITO FRAQUINHA, SEM SAÍDA PELA DIREITA, SEM SUBTERFÚGIO, VCS NÃO TEM RESPOSTA, ISTO ESTÁ CLARO CARA, NÃO ADIANTA INVENTAR NÃO!!!

    E OUTRA, RESPONDEU ERRADO SOBRE A ASSUNÇÃO DE MARIA E EU CORRIGI, NÃO PORQUE SOU MELHOR, MAS PORQUE ESTUDO, PESQUISO, SÓ ISSO. AGORA, CADÊ AS OUTRAS RESPOSTAS. O QUE VCS TEM A DIZER SOBRE O ENSINO ABAIXO, ENSINADO PELA IC.

    Segundo “santo” Afonso, o Pai, o Filho e o Espírito Santo determinaram que ao nome de Maria “se dobrem os joelhos dos que estão no céu, na terra e no inferno” (Ibidem, página 213).

    Se Maria é Nossa Senhora, então podemos e devemos servi-la; mas como conciliarmos isto com Mt 6:24 que diz que não podemos servir a dois senhores? Veja também 1 Sm 7:3-4.

    Vós sois a única advogada dos pecadores. (página 105 – Afonso Ligório);

    E como mencionaram acima, sobre o Pai Nosso, aonde encontramos toda a reza da ave maria na Bíblia, como temos a do Pai Nosso em Mateus 6:9-13 e Lucas 11:2-4.

    CADÊ AS RESPOSTAS, ESTÃO COM DIFICULDADE DE ACHÁ-LAS?

  280. Alexandre, cumpri minha parte.

    E você tem todo o direito de discordar as respostas.

    Não me importo.

    Você conseguiu piorar o que já era ruim.

    Para justificar a afirmação de Lutero de que Jesus era adúltero, tratou de traduzir para o alemão a blasfêmia proferida pelo heresiarca com o único objetivo de distorcer a afirmação do endemoníado reformador.

    Na prática, a tradução que você criou tratou apenas de confirmar o que todos já tinham lido.

    Ora, se você não compreende a doutrina clara ensinada por um dos teus pares, como seria possível entender as doutrinas daqueles que te fazem oposição ?

    Vale a pena prosseguir com alguém que diz que Lutero entendeu perfeitamente a vontade de DEUS para os homens e compreendeu como ninguém o sentido das Escrituras, e que acha que ao mesmo tempo que Lutero não fez nada demais ao chamar Jesus de adúltero ?

    Você exige clareza para cada passagem atribuída a Maria.

    E para Lutero você consegue distorcer um texto claro para justificar a blasfêmia proferida pelo herege suicída.

    Atribui a mãe de Jesus defeitos e pecados que ela não tinha.

    E atribui àquele que blasfemou contra Jesus virtudes que nele não existem.

    Repudia a mãe de Jesus e bate palmas para seus inimigos.

    E depois grita: “EU AMO JESUS !”

    Definitivamente, você só quer encher o saco !!!

  281. Alexandre, cumpri minha parte.

    E você tem todo o direito de discordar as respostas.

    Não me importo.

    Você conseguiu piorar o que já era ruim.

    Para justificar a afirmação de Lutero de que Jesus era adúltero, tratou de traduzir para o alemão a blasfêmia proferida pelo heresiarca com o único objetivo de distorcer a afirmação do endemoníado reformador.

    Na prática, a tradução que você criou tratou apenas de confirmar o que todos já tinham lido.

    Ora, se você não compreende a doutrina clara ensinada por um dos teus pares, como seria possível entender as doutrinas daqueles que te fazem oposição ?

    Vale a pena prosseguir com alguém que diz que Lutero entendeu perfeitamente a vontade de DEUS para os homens e compreendeu como ninguém o sentido das Escrituras, e que acha que ao mesmo tempo que Lutero não fez nada demais ao chamar Jesus de adúltero ?

    Você exige clareza para cada passagem atribuída a Maria.

    E para Lutero você consegue distorcer um texto claro para justificar a blasfêmia proferida pelo herege suicída.

    Atribui a mãe de Jesus defeitos e pecados que ela não tinha.

    E atribui àquele que blasfemou contra Jesus virtudes que nele não existem.

    Repudia a mãe de Jesus e bate palmas para seus inimigos.

    E depois grita: “EU AMO JESUS !”

    Definitivamente, você só quer encher o saco !!!

  282. Corrigindo. O comentário atribuído a alexandre(o último) é de Anderson. Teclei errado outra vez.

    Peço ao Vanderlúcio que desconsidere.

    Segue o comentário de Anderson para o Alexandre:

    xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

    Alexandre, cumpri minha parte.

    E você tem todo o direito de discordar as respostas.

    Não me importo.

    Você conseguiu piorar o que já era ruim.

    Para justificar a afirmação de Lutero de que Jesus era adúltero, tratou de traduzir para o alemão a blasfêmia proferida pelo heresiarca com o único objetivo de distorcer a afirmação do endemoníado reformador.

    Na prática, a tradução que você criou tratou apenas de confirmar o que todos já tinham lido.

    Ora, se você não compreende a doutrina clara ensinada por um dos teus pares, como seria possível entender as doutrinas daqueles que te fazem oposição ?

    Vale a pena prosseguir com alguém que diz que Lutero entendeu perfeitamente a vontade de DEUS para os homens e compreendeu como ninguém o sentido das Escrituras, e que acha que ao mesmo tempo que Lutero não fez nada demais ao chamar Jesus de adúltero ?

    Você exige clareza para cada passagem atribuída a Maria.

    E para Lutero você consegue distorcer um texto claro para justificar a blasfêmia proferida pelo herege suicída.

    Atribui a mãe de Jesus defeitos e pecados que ela não tinha.

    E atribui àquele que blasfemou contra Jesus virtudes que nele não existem.

    Repudia a mãe de Jesus e bate palmas para seus inimigos.

    E depois grita: “EU AMO JESUS !”

    Definitivamente, você só quer encher o saco !!!

  283. OH! ANDERSON, SEM LERO, LERO!

    VC FEZ TANTA QUESTÃO DE EU RESPONDER AS SUAS PERGUNTAS E DOS DEMAIS DEBATEDORES, DISSE ATÉ QUE NÃO MUDARIA O ASSUNTO ENQUANTO EU NÃO RESPONDESSE, AGORA VEM COM ESSE PAPO FURADO. FALA SÉRIO, EU POSSO RESPONDER, AGORA, QUANDO EU PERGUNTO É PORQUE ESTOU QUERENDO ENCHER O SACO!

    A REALIDADE É ESSA, CADE OS COMENTÁRIOS DOS CATÓLICOS SOBRE OS ASSUNTOS ABAIXO.

    Segundo “santo” Afonso, o Pai, o Filho e o Espírito Santo determinaram que ao nome de Maria “se dobrem os joelhos dos que estão no céu, na terra e no inferno” (Ibidem, página 213).

    Se Maria é Nossa Senhora, então podemos e devemos servi-la; mas como conciliarmos isto com Mt 6:24 que diz que não podemos servir a dois senhores? Veja também 1 Sm 7:3-4.

    Vós sois a única advogada dos pecadores. (página 105 – Afonso Ligório);

    E como mencionaram acima, sobre o Pai Nosso, aonde encontramos toda a reza da ave maria na Bíblia, como temos a do Pai Nosso em Mateus 6:9-13 e Lucas 11:2-4.

    CASO NÃO TENHAM RESPOSTA, ESTARÃO ATESTANDO A TOTAL INCOMPETÊNCIA PARA FALAR DE BÍBLIA E PARA ESTAREM NESTE DEBATE!!! E CASO NÃO RESPONDAM, ACABOU O DEBATE COM VCS, POIS PARA MIM, VCS SÃO MUITO FRACOS PARA DEBATER QUALQUER ASSUNTO RELACIONADO A PALAVRA DE DEUS.

  284. Alexandre, nada do que eu diga irá convence-lo. Você é um anti católico.

    Siga o teu pastor. O melhor lugar para você é ao lado de malafaia.

    Continue atacando a mãe de Jesus Cristo e continue patrocinando traduções para justificar as blasfêmias de Lutero contra Cristo.

    Eu não quero responder nada a você.

    E esqueça todas as perguntas que fiz.

    Soubesse eu que você iria advogar em favor das blasfêmias de Lutero, não teria perguntado nada.

    Só não se esqueça os elogios que você teceu a Lutero e as suas 95 testes.

    Está escrito: “Bem aventurado aquele que não se condena naquilo que aprova.”

  285. QUER DIZER ENTÃO QUE NINGUÉM TEM RESPOSTA PARA O QUE POSTEI.

    CADÊ A RESPOSTA ANDERSON?
    CADÊ A RESPOSTA BEL?
    CADÊ A RESPOSTA LILIAN?
    CADÊ A RESPOSTA LÚCIA?
    CADÊ A RESPOSTA RONALDO?
    CADÊ A RESPOSTA MARIO?
    CADÊ A RESPOSTA ANONIMO?

    AGRADEÇO A TODOS, POIS ME DERAM A OPORTUNIDADE DE ENSINAR UM POUCO A PALAVRA DE DEUS NESTE DEBATE.

    CONCLUSÃO: FORAM INCAPAZES, INABILITADOS, IMPOSSIBILITADOS, INAPTOS, INCOMPETENTES, PARA FALAR DE SOMENTE 4 COLOCAÇÕES QUE FIZ, ENQUANTO EU FALEI DE TODAS.

    BANDO DE IDÓLATRAS, É O QUE VCS SÃO, E ESTÁ PROVADO E COMPROVADO!!!
    DIGO E REPITO, IDÓLATRAS É O QUE SÃO, PROVADO E COMPROVADO PELA AUSÊNCIA DE REFUTAÇÃO. NÃO CONSEGUEM NEM DEFENDER A PRÓPRIA FÉ. VERGONHOSO, TRISTE!!!

    IDÓLATRAS, SOMENTE ISSO, IDÓLATRAS. VALE LEMBRAR QUE, IDÓLATRAS VÃO PARA O INFERNO.

    PARA VCS, CHEGA!

    QUANDO APARECER ALGUÉM A MINHA ALTURA OU MELHOR DO QUE EU, QUE TENTE CONTRADIZER E EXPLICAR TODA ESTA IDOLATRIA.

  286. Alexandre hoje nos brindou com a melhor de suas frases: “PARA VCS CHEGA”.

    Vamos esperar que a profecia se cumpra.

    Contudo, em se tratando de profecia de seita de pastor canastrão…

  287. Alexandre disse: “CASO NÃO RESPONDAM, ACABOU O DEBATE COM VCS”

    Eu topo o desafio com prazer.
    Eu acredito na promessa do Alexandre.

  288. Caro irmão Alexandre.

    Bom, escrevi e coloquei muitas coisas, mas minha maior intenção de entrar nestes comentários foi encontrar meus irmãos, ter comunhão e poder saudar a todos assim como Paulo sempre fez. Grande era seu amor pelos seus.

    Separados ou não, tenho amigos evangélicos e católicos e independentemente dos mal entendidos da historia, somos irmãos e meu dever é ama-los por que são duas coisas que Deus me pede : Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo. Não vou entrar em questões doutrinais, bíblicas e tudo mais,pois não há melhor linguagem para convencer as pessoas de que Deus nos deseja mais do que qualquer coisa , do que a linguagem do coração. Ela não requer conhecimento e nem estudo.
    Então falo de meu coração que, ore por mim , preciso de sua oração, já orei por você.
    Peço que Deus nos traga unidade sempre.
    Tenho plena convicção de que Deus irá concluir sua obra.
    Confesso a você meu irmão Alexandre que eu tinha muito receio de falar de Deus com evangélicos, e pedi a Deus que me curasse, e hoje percebo de fato que estou curado.

    Que Deus lhe abençoe e que você também possa me abençoar.

  289. Eu Já fui evangélico e frequentei varias denominações, onde elas afirmavam que eram fieis ao verdadeiro evangelho de Jesus Cristo, que ali Jesus estava vivo e o Espírito Santo agia com seus dons, curava, libertava, e os cultos eram lindos com louvores, hinos, apresentações e pregações cheias de convicções, que o pregador parecia que estava em transe.
    Os cultos evangélicos são como um show para o louvor de Nosso Senhor Jesus, onde cada irmão treina, prepara, ensaia a semana toda para apresentar no culto. Cada um tem sua forma, seu modo de se apresentar, cantando um hino, partilhando a palavra, dando um testemunho. O culto evangélico ele é bem democrático, basta o irmão está cheio do Espírito Santo que ele participa, seja na frente do púlpito ou no meio da assembleia.
    Por outro lado, a ICAR, assim como as ICAO (Grega, Russa, Egipcia…) são bem diferentes… Seus valores são outros. O que é importante para um católico não pode ser compreendido por um evangélico, ou quem tem a cabeça que funciona como tal.
    Os templos evangélicos são como uma sala de aula, um auditório para palestra, uma casa de show, bem democrática, onde o máximo é a palavra de Deus e seu Verbo que se encarnou.
    Os templos católicos são local de sacrifício, é o altar onde o próprio Jesus Cristo vem renovar o seu sacrifício de redenção por toda humanidade, onde renovam a paixão, morte e ressurreição de Jesus Cristo, até que ele volte em sua glória para arrebatar sua Igreja, sua noiva. Onde há transubstanciação do pão e do vinho no corpo e sangue de Jesus, um lugar sagrado.
    As ICA são mais litúrgicas, mais simbólicas, místicas, sombrias, com hierarquia rígida, que os leigos fies são na maioria das vezes apenas assistente, cabendo mais ao clero, os presbíteros consagrados a participação e condução da Igreja.
    Assim para um católico leigo frequentador só de missa de 7º dia é uma surpresa quando vai a um culto evangélico, pois as diferenças são gritantes.
    Se o católico não conhece os fundamentos da doutrina católica, vira evangélico e o pior, evangélico protestante.
    Por outro lado, se um evangélico vai a uma missa sai de lá horrorizado, achando os católicos verdadeiros idolatras.
    Tamanha é a diferença de concepção de Deus, de Jesus, do Espírito Santo, da Igreja para esse dois seguimento de cristão. Imaginem quando veredam nas questões, marianas, dos santos, purgatório, das bíblias, etc…
    Suas diferenças são enormes, suas cabeças e suas concepções são distintas, logo só Nosso Senhor Jesus Cristo é capaz de unir vocês. As ICA hoje já são mais unidas do que no passado, já comungam juntos, congregam, votam e compartilham os Concilhos. Mas quando Jesus voltar espero que sejamos todo um só rebanho.
    Amigo, não usei nenhuma citação bíblica, apenas fatos e experiências vividas neste longo e estreito caminho para conhecer a verdade. A paz de Jesus.

  290. Hoje meus amigos e irmãos quero aborda o questão de como os católicos e evangélicos enxergam Jesus Cristo, o seu Único Senhor e Salvador.
    Olhando em uma primeira visada de forma macro são bem semelhantes. Mas quando descemos no micro, após várias espiadas verificamos que são bem diferentes. Até hoje não sei dizer qual concepção e a mais verdadeira ou completa, pois todas tem seus fundamentos, seus pontos fortes e também pontos fracos.
    Assim, todos acreditam em Jesus Cristo como o Senhor de suas Vidas, o Nome pelo qual todos são salvos, são batizados em nome de Deus Trino, procuram viver a palavra conforme os seus pastores e padres ensinam. Todos tem Jesus como centro, como pedra angular de sua fé, pois por estes que Jesus morreu na cruz, derramou seu sangue como agnus dei para salva-los.
    Agora suas semelhança acabam aqui. Por que o agnus dei de vocês são diferente. Não que há dois cristo, dois redentor, mas sim que vocês vêm o Senhor Jesus Cristo de formas diferente, com relação as concepções de onisciência, onipotência e onipresença.
    A doutrina Católica e Evangélica são igualitárias nas duas primeiras, mas suas diferença são bem sentidas na questão da onipresença.
    Para o católico Deus (Pai, Filho e Espírito Santo) é intemporal em todo sentido, ele se manifesta no tempo e no espaço, usando o tempo de forma endógena e exógena tanto no espaço físico quanto no espiritual, concebendo quando necessário essa virtude aos seus Anjos e Santos. Assim Jesus de manifesta na Igreja como o Menino Jesus, como o crucificado com suas Sagas, como o Seu Coração, com sua Mãos Ensanguentadas, como o Pastor, como o pregador, como o Ressurreto.
    Que os nossos pecados individuais, o pecado do mundo inteiro que são cometidos diariamente necessitam da expiação pelo Sangue de Jesus. Por este motivo eles renovam esse sacrifício todos os dias na Santa Missa, até que Jesus volte de novo para julgar a todos vivos e mortos.
    Daí advêm outros aspectos que diferem dos evangélicos, como Maria que auxilia seu Filho nessa batalha pelos filhos de Eva, para conduzi-los a Salvação, na comunhão dos santos, ou seja, noção da igreja militante, padecente e triunfante.
    Na concepção católica não basta pregar a palavra e batizar, há a necessidade de implantar o Reino de Deus na terra e nos corações dos homens: na terra pela renovação diária do sacrifício do Agnus Dei (Cristo) e os sacrifícios, os votos, as orações de intercessão dos consagrados nos mosteiros católicos, bem como as orações perante o Deus Sacramental, e as ações de caridade nos hospitais, presídios, na rua ou qualquer lugar onde Jesus está sofrendo na pele de um irmão menos afortunado; e no coração humano por meio de sua palavra lida, meditada e vivida diariamente, orientada pela sua Igreja e tradição, com a sua participação e comunhão na Eucaristia dominical.
    Para o Evangélico a concepção de Deus Onipresente é mais simples, e mais absoluta. Jesus é o mesmo ontem, hoje e amanhã. É o alfa e o ômega. Seu sacrifício na cruz foi a mais de dois mil anos, lá naquele madeiro Jesus purificou a humanidade para sempre.
    É simples, basta crer que Jesus é o Senhor é confessar com sua boca e com seu coração que você será salvo. Não importa o que você foi ante, o que importa é você e Deus (Jesus) agora, o resto é passado. Não precisa de auxiliares como os Apóstolo Santificados e os demais Santos posteriores, nem tão pouco Maria, talvez um pouco os Anjos Celestiais como os Hebreus no antigo testamento, porque o sangue de Jesus já o lavou. Precisa sim em vida, de uma comunidade que professe como ele sua fé em Jesus, para mergulha nas água quando adulto, e consciente sendo batizado em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Essa comunidade (Igreja Evangélica) que tenha um Pastor sério, fiel, honesto, e principalmente, santo e ungindo para ministrar a palavra, onde está o fundamento angular da Igreja que seus membros possam viver o mais fiel possível essa palavra de Cristo, sendo verdadeira testemunha de Jesus Cristo no mundo. Assim atrair os demais para Jesus para serem salvos também. Embriagarem-se nos dons do Espírito Santos, por meios de louvores, orações, hinos, com profecias, curas, dons de línguas estranhas, etc (os Pentecostais e Neopentecostais). Vivendo assim seu pedacinho aqui na terra do Céu, até que Jesus volte ou o leve por meio da morte.
    Para o Evangélico a onipresença de Deus é absoluta, Jesus era o mesmo que ressuscitou como aquele que ajudou o Pai a criar o Universo e a terra, o que manifestou no Antigo Testamento. Saiu da essência e voltou a essência, ou seja, não se manifestará como Jesus Menino, como o crucificado, mas tão somente como o Jesus Ressuscitado, Rei do Universo, o Leão de Judá o Vencedor. Seu sacrifício foi só uma vez, e só essa vez serviu para o passado o presente e o futuro, não há necessidade de renovar o sacrifício de Jesus, há sim necessidade de recordar esse fato, pois foi ele que nos salvou.
    Os católicos creem na necessidade da Eucaristia para si e para o mundo, nos fundamentos da palavra, na fé em Jesus o qual é demonstrado por meio do testemunho e suas obras, bem como que a Sagrada Escritura é fielmente interpretada a luz do Espírito Santo, pelo seus Sacerdote que são pessoas saídas no meios deles, escolhidas por Deus, que se dedicam única e exclusivamente para isso, ligado ao Bispo de Roma sucessor direto de São Pedro Apóstolo. Seguem Jesus o mais fiel possível, largaram suas famílias, sua posses, sentimento carnais, sua futuras esposas(os) para viverem pela sua fé em seu Deus, em benefício do Povo e do mundo inteiro.
    O Evangélico tem que o sacerdote rei é Jesus, nós homens sejam quais somos ou façamos, seremos justificados só em Jesus. O caminho é a sua palavra contida suficientemente nos 66 livros, que nos é revelada pelo Espírito Santo, em nos ou no nosso irmão que confessa a mesma fé em Jesus. O resto é besteira. É invenção humana.
    São duas concepções muito diferente entre si, agora só Jesus em sua misericórdia pode nos unir.
    A Paz de Jesus

  291. A Paz de Jesus a vocês meus irmãos.
    A maior alegria do Cristão é viver o mais fiel possível a boa nova, revelada pelo seu Salvador, o Nosso Senhor Jesus Cristo. Seja católico ou evangélico.
    Agora temos outro problema entre os Cristãos, pois eles buscam suas fontes de doutrina em Bíblias que são diferentes em cerca de 10% de uma para a outra. Vamos usar a Biologia para analisar essa questão.
    O homem e o chimpanzés tem os seus DNAs 99,4% semelhantes, e são tão diferentes entre si. Imaginem os animais que tem 10% do seu DNA diferente a do homem, com certeza pertencem a outro filo.
    Mas o argumento de que a diferença doutrinárias entre a doutrina católica e a doutrina evangélica que baseiam-se em Bíblia que são tão diferentes, não alteram tanto a doutrina fundamental em Jesus Cristo, pois essa é baseada no Novo Testamento, e nessa parte são iguais. Logo possuem a mesma essência.
    Pegue uma Bíblia católica (uma Ave Maria) e outra Evangélica (uma SBB- de Almeida), e então compare o Novo Testamento entre elas. Vamos observar que tem muita diferença em suas Bíblias.
    Tudo começou com Lutero, ao traduzir a Bíblia para o alemão, traduziu também os sete livros (deuterocanônicos) na sua edição de 1534, e as Sociedades Bíblicas Protestantes, até o século XIX incluíam os sete livros nas edições da Bíblia. No Sec XVII o Pr. Calvinista João Ferreira de Almeida, traduziu a Bíblia Protestante para a língua portuguesa, tradução essa usada por mais de 60% dos Evangélicos. Os católicos afirmam que esse tradutor alterou muitas palavras na Bíblia maliciosamente, com objetivo de mostrar que os católicos não são fieis a Palavra de Deus, que são idolatras, enfatizando os aspectos da doutrina Protestante, em detrimento da verdade.
    Logo, esse ato, essa ação alterou o DNA da Bíblia Protestante, em relação as Bíblias Católicas, e foi principalmente no Novo Testamento, a principal base doutrinaria Evangélica em relação a Jesus Cristo. Essas alterações não chegam a 0,5%, mas foi o suficiente para criar não duas espécie, mas duas família distinta de Cristão.
    Então no Sec XIX os Protestante decidem retirar os 7 livros deuterocanônicos de sua Bíblia, abismando mais o hiato entre Protestantes e Católicos. Que agora tornam-se espécie de famílias totalmente diferentes, ambos em papeis de presa ou predador, que se gladiam pela fé das pessoas, pelo direito de proclamar o Nome de Nosso Jesus Cristo ao mundo, afirmando que são os verdadeiros seguidores.
    Para os não Cristãos é um grande contra testemunho essa babel vivida no meio Cristão.
    Meus irmãos, Evangélicos e Católicos embora confesse a mesma fé em Nosso Senhor Jesus Cristo, são hoje mais diferentes entre si, do que no passado, tornaram-se famílias distintas. A falta de zelo e cuidado com a Palavra de Deus, criam, geram hoje muitas espécie de Cristão, principalmente no meio Evangélico.
    Jesus está a porta e bate. Ele voltará em sua glória com seus anjos para nos levar. Será que eu vou estar pronto, preparado para recebe-lo e por ele ser arrebatado, ou pronto para morrer? O mundo Cristão estar tão confuso?
    Paz de Nosso Senhor Jesus..

  292. Olá Caro irmão Reinaldo, Paz e bem…

    Obrigado por sua imparcialidade, não há como negar que no fim todos seremos um só rebanho.

    Seu comentário foi bem explicado e imparcial…

    Fik com Deus

  293. Diante desta matéria eu só tenho uma coisa a dizer:

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  294. Após tudo isso, digno de verdadeira obra prima de literatura, só me resta dizer uma coisa: quando nos envolvemos num debate desta natureza compartilhamos com os planos do encardido, que é a destruição da Igreja. Pessoas como esse irmão Alexandre não passa de um distribuidor de contendas. Pessoas que julgam seu irmão, quem quer que seja, já pecou, essa pessoa não conhece a Bíblia, e tão a doutrina de Cristo. A Igreja Católica não precisa dá satisfações a uma pessoa que só traz discórdia no seu coração. Essas pessoas (que não só ele, é claro), se conhecessem a nossa Igreja, e as maravilhas que acontecem nela, não fariam jamais um julgamento tão mesquinho, que revela o que são as milhares de igrejas distribuídas por esse Brasil afora, que servem apenas como trampolim para enriquecimento ilícito daqueles que se apresentam como “donos” da igreja fundada.
    Os protestantes cospem no prato em que comeram, pois todas as igreja protestantes nasceram da Igreja Católica, portanto fazem parte desta que tanto difamam e são filhos da mesma mãe, por mais que não queiram. Só pediria a eles que lessem a Bíblia e não ficassem buscando apenas versículos com propósito apenas de armar contendas e tomem cuidado para não se tornarem discípulos do demônio.
    Aos católicos, não devemos revidar certas baboseiras, pois corremos o risco de nos igualar a eles. Eles só semeiam o ódio e a discórdia e isso não é papel de nenhum que se diz cristão ou seguidores de Cristo. Um abraço fraterno de um irmão em Cristo.

  295. Bom dia amigos.

    Vejamos por outro ângulo.
    Hoje em dia cremos num Deus único ,pai do nosso senhor e libertador Jesus “o verdadeiro Messias”.
    Católicos tradicional, ou reformistas, evangélicos de todas ás denominações, ou qualquer pessoa que aceitar Jesus como o seu senhor e salvador, mesmo instante antes da morte, é” salvo”.
    Não quero entrar no mérito de quem está certou ou errado, pois não posso julgar ninguém.
    Sabemos que todos os escritos revelados por Deus aos seus fiéis seguidores:
    Profetas, Apóstolos, sacerdotes e pessoas escolhidas por ele é fiel e inegável.
    Porém á controvérsias nas traduções para nossa língua. Outro fato também, é que muitas coisas aconteceram e não foram registradas, nem puderam ser reveladas.’Apocalipse”
    Jesus já sabendo que haveria muitas dúvidas a respeito dos seus ensinamentos. ” Como vimos nos relatos dos amigos nos email acima.” Foi que ele prometeu que enviaria outra pessoa semelhante a ele, que aprenderia com ele, para mostrar e revelar “os segredos de Deus” para todos os humildes que aceitarem esta boa nova .A saber;
    Apóstolo Paulo sobre ” apostasia” o rumo que a humanidade tomaria, ás controvérsias do caminho a seguir…etc. Que o fim dos tempos só se daria, após estes acontecimentos.
    Jesus promete outro consolador para revelar a verdade ao seu povo.”Não pode ser o “espirito santo”, pois aprenderia com ele Jesus, o espirito santo é superior da “trindade” porém não pode ser. Para ensinar, tem que ser uma pessoa carnal.
    A duas testemunhas, “TESTEMUNHA” tem que presenciar os fatos e acontecimentos.
    A promessa do outro “CONSOLADOR”, que aprenderia com ele, “Jesus”para ensinar toda a verdade ” os segredos de Deus. A todos os humildes de coração.
    A consumação de todas ás coisas; “O fim do mundo, o grande dia do senhor, o juízo final e o fim dos tempos.
    Muitos acham que é Elias, Moises ou Enoque quer virão para ajudar na consumação. Entretanto, “Elias já veio ajudar João Batista no seu ministério.”
    Aguardemos amigos, com humildade e devoção estes acontecimentos.
    Seja lá qual for sua fé, respeite o seu próximo, amando-o com fraternidade e sinceridade de coração. Ninguém é dono da verdade, só Deus trino. Assim seja.
    Todos nós sabemos fazer o bem, é só praticar. Abcs fraternal a todos.

  296. Olá meus irmãos, não gosto muito de comentar esses posts pois sempre há muita confusão e quase nenhum resultado positivo. Mas li algumas coisas aqui que me deixaram pensativa, então resolvi comentar, sou Católica Apostólica Romana, e é com muita alegria que digo isso. Durante muitos anos me vi numa situação complicada, pois não conhecia a Igreja Católica e nem a protestante, então durante anos me dizia católica mas não praticante, ia somente nas missas mas não entendia quase nada ou nada, frequentei algumas vezes cultos na Igreja protestante sem também conhecê-las, e acredito que só conseguimos amar aquilo que conhecemos. Então no ano de 2013 o Senhor me surpreendeu, conheci uma comunidade católica chamada Shalom, pra mim foi a ação de Deus em minha vida, foi a minha salvação, estando no Shalom comecei a estudar sobre a Igreja Católica, li um livro chamado: “Por que sou católico?” do autor Felipe de Aquino, foi um divisor de águas, comecei a conhecer a nossa Igreja, e como é bela essa nossa Igreja, santa e pecadora, santa por ter sido a partir do próprio Cristo a sua fundação, já que os primeiros cristãos instituíram as primeiras Igrejas com seus apostolados e missionariedade (sim as primeiras Igrejas eram católicas, o termo “católica” significa Universal pois existia somente essa Igreja cristã), e pecadora por ser composta por homens e portanto pecadores. Peço a todos os irmãos protestantes que não julguem o que não conhecem, sejam curiosos no sentido positivo: LEIAM O CATECISMO, estude esse livro que é toda a doutrina, não julguem a Igreja santa por algumas pessoas que se dizem católicos mas não conhecem a doutrina, e depois de estudar esse livro juntamente é claro com o estudo da Bíblia (Já que o catecismo explica a tradição e a Bíblia Sagrada o caminho da Salvação – se completam). Só depois meus irmãos tirem as suas conclusões. Não vamos julgar de forma nenhuma nem condenar, isso que nosso Senhor Jesus Cristo nos ensinou. Hoje sou missionária da Comunidade Católica Shalom, renunciei a mim mesma para viver por, para e com Cristo. Hoje trabalho com evangelização principalmente aos jovens e isso é a minha felicidade, a minha alegria, estar na vontade de Deus. Caso concorde ou discorde podem me escrever; email: falysboa777@hotmail.com . Terei o prazer e a alegria de respondê-los. Fiquem com Deus. Shalom!.

  297. O Diabo é o pai da dúvida. Com suas astúcias e palavras vagas ele nos leva para a prisão. Temos que ter amor por Deus, por mais que sejamos pecadores. Que os santos de Deus intercedam por nós, por que já estamos afastados da verdade. Só a misericórdia de Deus poderá nos salvar. Que Maria Santíssima seja nossa advogada diante de Deus.

  298. Católicos falem o que quiser vocês adoram e servem a imagens e ídolos. Podem enganar a muitos, mas a Deus não, Ele sabe de tudo. Não é a toa que Sua Palavra te um verso que representa bem o que é a igreja católica (Romanos: 1. 25. pois trocaram a verdade de Deus pela mentira, e adoraram e serviram à criatura antes que ao Criador, que é bendito eternamente. Amém.) os católicos defendem sua crença em santos a qualquer custo, mas não respeita a Palavra, não a prática nem a prega corretamente. Sim… Não posso esquecer não estou aqui defendendo nenhuma igreja, só apenas um jovem cristão que, decidiu estudar a bíblia sem uma opinião formada e por conta própria com a bênção de Deus, que me deu sabedoria para interpreta. Eu defendo apenas a Palavra de Deus. Jesus nos manda examinar às escrituras por dizes ter nela a vida eterna e é ela que testifica de Jesus… porisso examino a Palavra e não igreja, porém nesses meus estudos percebi o quanto o ensinamento católico não é nem um pouco bíblico e olha que nasci em berço católico. .. Que Deus abençoe a todos e que todos procurem a Palavra de Deus em Espírito e em Verdade.

  299. Uma correção no vídeo: Não são pastores pentecostais, esses líderes representam o movimento carismático dos EUA. Vc devia mudar esse título para pastores “CARISMÁTICOS”. O homem que se apresenta como um pseudo líder dos demais é Kenneth Copeland é o homem mais bem sucedido e conhecido no Movimento “Palavra da Fé/Confissão Positiva“. Seu programa de TV na Trinity Broadcasting Network (TBN) abrange toda a nação e ele é o autor de vários livros e artigos de orientação pentecostal. Seu programa diário de TV – Believer’s Voice of Victory – é transmitido a mais de 76 milhões de residências, em aproximadamente 700 estações, nos Estados Unidos. Cerca de 82 milhões de lares estão capacitados a receber a transmissão dominical, em mais de 600 estações internacionais.Em sua revista Copeland ensina as seguintes heresias: “Deus nunca usa a enfermidade para disciplinar os Seus filhos” (8/99); “A AIDS não é, absolutamente, a maneira de Deus castigar as pessoas imorais” (11/87); “Jesus nunca disse que era Deus, quando vivia na terra” (8/88); “As técnicas ocultistas da Nova Era de imaginação e visualização são legítimas para o povo de Deus, hoje em dia” (9/88); “Deus pretende que o Seu povo fique unido e essa união não deve ser embasada na doutrina” (12/88) “A cura é para todos os crentes” (2/93); “As línguas são para todo o corpo de Cristo” (1/93). Copeland diz ainda que “É impossível que Jesus fosse pobre” (9/90 – “Charisma”) (Registrado no “Calvary Contender”, em 15/02/1993). Palavra da Fé – este movimento ensina que a fé é uma questão do que falamos, mais do que daquele em quem confiamos e de quais as verdades que abraçamos e afirmamos em nosso coração. Um termo favorito na Palavra da Fé é a “confissão positiva”. Na Palavra da Fé isto significa que as palavras têm o poder de criar. O que você fala, afirma o ensino da Palavra da Fé, determina tudo que lhe acontece. Suas “confissões”, isto é, as palavras que você diz – especialmente o favor que você exige de Deus – devem ser declaradas sempre positivamente e sem hesitação. Então, Deus fica obrigado a responder. (Charismatic Caos, p. 281).
    Então não se preocupem com esse movimento. Não passa da união entre os que já estão distanciados de Deus e de Jesus Cristo. Mas fiquem atentos pois isso é o cumprimento das profecias bíblicas. O mundo está se unindo na religião e quem não se unir a esse movimento será perseguido. mas a igreja verdadeira, composta por aqueles que forão fiéis ao Senhor Jesus, estará livre da Tribulação gozando das Bodas do Cordeiro.
    Quanto aos demais se preferem viver na imundícia do pecado problemas deles. Conheceram a verdade e depois não podem reclamar.

    MARANATA!!! ORA VEM SENHOR JESUS!!!

  300. O que tenho a dizer é: o Senhor Deus no dia do julgamento mostrará a verdade! Enquanto isso, os católicos deviam ler mais a Bíblia! Essa adoração descarada a Maria e a outros “santos” deve ser revista. Em nenhuma parte da Bíblia há suporte para tão grande absurdo! Maria advogada? faz-me rir kkkkk… Só há um que intercede por nós que é o Senhor e Salvador da minha vida: Jesus! Eu fico pasma, como alguém que não tem nenhum retardo consegue ler a Bíblia e interpretá-la tão erroneamente. Conheço muito mais intelectuais que saíram da igreja católica do que aquele que saíram da fé evangélica! Desejo que o Espirito Santo com seu divino amor e paciência consiga libertar vocês das amarras da ignorância e da idolatria. De fato, um dia a igreja católica foi cristianismo, agora é politeísmo e mundanismo puro kkkkk… Só eles que não percebem! Ajuda eles Jesus!

  301. Eu só vou pedir a explicação, se a tiverem, de uma passagem bíblica que não vi nesta imensa discussão: ” Eu sou o caminho, a verdade e a vida; Ninguem vem ao Pai senão por mim” Jo.14-6 e “Porquanto há um só Deus e um só mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus” 1 Tm 2.5.
    Para mim não precisa mais nada. Temos realmente muitas denominações, mas um só Deus e o catolicismo, quantas “Nossas Senhoras” tem? Cada uma para uma coisa, eu tinha mais de 7 imagens na beira de minha cama e tinha que me concentrar para pedir a cada uma delas a especialidade de cada uma. Amo e respeito Maria, a mãe do meu Salvador, mas não a vejo com a competência para interferir no meu pedido a Deus, mesmo que ela tenha interferido no primeiro milagre de Jesus. Quando oro, oro a Deus diretamente, Ele falou que não existe mediadores entre Ele e os homens, a não ser seu único filho, Jesus.
    Caso isso acontecesse, a bíblia estaria mentindo e eu creio que ela é a palavra viva de Deus, inspirada pelo Espírito Santo. Em quem acreditar? Nas passagens acima ou no que o catecismo da igreja católica apregoa? Porque o padre da igreja que eu frequentava dizia que ele tinha mais valor que as própria bíblia, pois não tínhamos capacidade de entender a bíblia e ai necessitaríamos de interpretes.
    É isso, tenho inúmeras passagens que respaldam a minha crença, mas esta é indubitável. Sei que os católicos também tem algumas argumentações, mas a mais importante para mim, é esta que falei.
    Mas acabo de receber um wat zap do meu grupo de trabalho onde um catequista da igreja local acaba de ser preso por pedofilia, com uma imensa quantidade de material pornográfico de crianças e adolescentes da comunidade. Porque impedir que se casem os padres? A bíblia não fala isso, Paulo afirma que seria melhor que não se cassassem, mas em nenhum outro lugar se fala em celibato. Sei que temos pastores assim também, infelizmente é a carne, mas ai não se pode culpar a igreja, isso é ir contra a natureza do homem.
    Mas não vou me estender mais, só para finalizar, somos inquestionavelmente falhos, mas a palavra diz que não devemos mudar uma vírgula sequer da bíblia para atender aos nossos anseios de convencimento do outro. A palavra também adverte, “de Deus não se zomba” e com certeza não quero ver como um jogo de quem ganha mais. Para mim JESUS É O SALVADOR E NINGUÉM MAIS.

  302. o cara querendo converter o povo de volta ao vômito!

    quando você olha a cruz vazia!
    você olha o sepulcro vazio, pois o meu Deus resuscitou!
    agora o papo da serpente no Deserto, Jesus curou um cego com cuspe e lama, agora não é porque ele fez isso com uma pessoa, que eu vou cuspir na lama e passar na cara de todos os cegos que eu ver Kkk…
    tudo tem um propósito. se vocês querem adorar a serpente no deserto! façam então! só não tentei levar as pessoas juntos pra mesma perdiçao!
    aquilo tinha um motivo, algo tinha que ser levantado para que os homens tivessem coragem no meio daquela adversidades.
    hoje não precisamos de intermediários, de imagens, ou serpentes. nosso salvador veio pra levar sobre si nossas enfermidades e nos curar!
    só por ele,pra ele são todas as coisas

  303. minha esposa esposa era catolica passou estuda a biblia so por cincos anos e se converteu aao protestatismo onde veio descobrir a verdadera verdade en jesus a biblia diz erra o homem por que nao examina as escrituras

  304. Quem é o nosso próximo? Esta mensagem você encontra na escritura, são todos os protestantes, católicos, ateus, espíritas, etc. Para o Pai não tem distinção, somos todos irmãos e próximos uns dos outros. Qual o direito que nós temos de criar rótulos e ficar gerando guerras com isso ou aquilo? Vivamos em unidade e amor fraterno e isso é o que o Pai quer de cada um de nós e não tem outro ensinamento maior que este. “Amai-vos uns aos outros como o Pai nos ama”. Não precisa decorar qual o capitulo ou versículo de onde está escrito, todos sabem que é na escritura Sagrada.” Bíblia”. Então viva este ensinamento e estará cumprindo a Lei de Cristo.

  305. olá irmãos católicos, me chamo wagner e sou protestante adventista e cristão.
    não consigo compreender esse ódio pelos protestantes, se o catolicismo está tão certo assim porque chamais aos protestantes de cães”deixem os cães latirem”, até nistos estão equivocados? ou não leram as escrituras em isais 56;10-11, cães são guias cegos.
    vejo que a ira que havia na época em a igreja de roma tinha ainda está vivo, não é certo que o verdadeiro cristianismo prega o amor entre os irmãos? porque então chamais a nós de cães?
    amados, amo vcs em cristo, mas não posso deixar de adverti los de que estais errados, como anteriormente foi citado o apocalipse, e vos outros se mostraram tão ignorantes ao que realmente as escrituras falam, porque leem e não entendem, vos pergunto: esta mesma meretriz citada acima, uma tal prostituta mãe das prostitutas menores, por acaso não leste que ela está assentada entre sete montes? qual cidade é conhecida por está entre sete montes, qual prostituta está impregnada pelo sangue dos santos? qual igreja derramou o sangue dos santos ? e porque é chamada prostituta? não sabeis vos que é assim chamada por ter corrompido os mandamentos de Deus e misturando verdades com mentiras, pregais que o protestantismo acabou?
    amados peço a vós, que estais tão certos assim de seus princípios como os corretos, ouvi o nosso testemunho e a nossa pregação para que tenhas a verdade diante de seus olhos, para que possais escolher em quem acreditar.

  306. Paz e bem …

    Ele se levantou e ordenou ao vento e ao mar: “Silêncio! Cala-te!” O vento cessou e houve uma grande calmaria. 40Então Jesus perguntou aos discípulos: “Por que sois tão medrosos? Ainda não tendes fé?” 41Eles sentiram um grande medo e diziam uns aos outros: “Quem é este, a quem até o vento e o mar obedecem?”

    — Palavra da Salvação.

    — Glória a vós, Senhor

  307. Paz e bem…
    “Você é quem decide o que vai ser eterno em você, no seu coração. Deus nos dá o dom de eternizar em nós o que vale a pena, e esquecer definitivamente aquilo que não vale…”
    ―Padre Fábio de Melo

  308. 27Tendo ouvido falar de Jesus, aproximou-se dele por detrás, no meio da multidão, e tocou na sua roupa. 28Ela pensava: “Se eu ao menos tocar na roupa dele, ficarei curada”. 29A hemorragia parou imediatamente, e a mulher sentiu dentro de si que estava curada da doença. 30Jesus logo percebeu que uma força tinha saído dele. E, voltando-se no meio da multidão, perguntou: “Quem tocou na minha roupa?” 31Os discípulos disseram: “Estás vendo a multidão que te comprime e ainda perguntas: ‘Quem me tocou’?”

    32Ele, porém, olhava ao redor para ver quem havia feito aquilo. 33A mulher, cheia de medo e tremendo, percebendo o que lhe havia acontecido, veio e caiu aos pés de Jesus, e contou-lhe toda a verdade. 34Ele lhe disse: “Filha, a tua fé te curou. Vai em paz e fica curada dessa doença”.

    35Ele estava ainda falando, quando chegaram alguns da casa do chefe da sinagoga, e disseram: “Tua filha morreu. Por que ainda incomodar o mestre?” 36Jesus ouviu a notícia e disse ao chefe da sinagoga: “Não tenhas medo. Basta ter fé!” 37E não deixou que ninguém o acompanhasse, a não ser Pedro, Tiago e seu irmão João. 38Quando chegaram à casa do chefe da sinagoga, Jesus viu a confusão e como estavam chorando e gritando.

    39Então, ele entrou e disse: “Por que essa confusão e esse choro? A criança não morreu, mas está dormindo”. 40Começaram então a caçoar dele. Mas, ele mandou que todos saíssem, menos o pai e a mãe da menina, e os três discípulos que o acompanhavam. Depois entraram no quarto onde estava a criança. 41Jesus pegou na mão da menina e disse: “Talitá cum” — que quer dizer: “Menina, levanta-te!” 42Ela levantou-se imediatamente e começou a andar, pois tinha doze anos. E todos ficaram admirados. 43Ele recomendou com insistência que ninguém ficasse sabendo daquilo. E mandou dar de comer à menina.

    — Palavra da Salvação.

    — Glória a vós, Senhor.

    “A nossa fé opera e faz milagres acontecerem; a fé tranquila, consciente, responsável, fé que sabe invocar Deus e n’Ele colocar a confiança!”

    “Não tenhas medo. Basta ter fé!” (Marcos 5, 35).

    Paz e bem…

  309. Eclesiástico, 2

    1. Meu filho, se entrares para o serviço de Deus, permanece firme na justiça e no temor, e prepara a tua alma para a provação;

    2. humilha teu coração, espera com paciência, dá ouvidos e acolhe as palavras de sabedoria; não te perturbes no tempo da infelicidade,

    3. sofre as demoras de Deus; dedica-te a Deus, espera com paciência, a fim de que no derradeiro momento tua vida se enriqueça.

    4. Aceita tudo o que te acontecer. Na dor, permanece firme; na humilhação, tem paciência.

    5. Pois é pelo fogo que se experimentam o ouro e a prata, e os homens agradáveis a Deus, pelo cadinho da humilhação.

    6. Põe tua confiança em Deus e ele te salvará; orienta bem o teu caminho e espera nele. Conserva o temor dele até na velhice.

    João 19

    E junto à cruz de Jesus estava sua mãe, e a irmã de sua mãe, Maria mulher de Clopas, e Maria Madalena.
    Ora Jesus, vendo ali sua mãe, e que o discípulo a quem ele amava estava presente, disse a sua mãe: Mulher, eis aí o teu filho.
    Depois disse ao discípulo: Eis aí tua mãe. E desde aquela hora o discípulo a recebeu em sua casa.

    João 19:25-27

    Eclesiástico, 3

    1. Os filhos da sabedoria formam a assembléia dos justos, e o novo que compõem é, todo ele, obediência e amor.

    2. Ouvi, meus filhos, os conselhos de vosso pai, segui-os de tal modo que sejais salvos.

    3. Pois Deus quis honrar os pais pelos filhos, e cuidadosamente fortaleceu a autoridade da mãe sobre eles.

    4. Aquele que ama a Deus o roga pelos seus pecados, acautela-se para não cometê-los no porvir. Ele é ouvido em sua prece cotidiana.

    5. Quem honra sua mãe é semelhante àquele que acumula um tesouro.

    6. Quem honra seu pai achará alegria em seus filhos, será ouvido no dia da oração.

    7. Quem honra seu pai gozará de vida longa; quem lhe obedece dará consolo à sua mãe.

    8. Quem teme ao Senhor honra pai e mãe. Servirá aqueles que lhe deram a vida como a seus senhores.

    9. Honra teu pai por teus atos, tuas palavras, tua paciência,

    10. a fim de que ele te dê sua bênção, e que esta permaneça em ti até o teu último dia.

    11. A bênção paterna fortalece a casa de seus filhos, a maldição de uma mãe a arrasa até os alicerces.

    12. Não te glories do que desonra teu pai, pois a vergonha dele não poderia ser glória para ti,

    13. pois um homem adquire glória com a honra de seu pai, e um pai sem honra é a vergonha do filho.

    14. Meu filho, ajuda a velhice de teu pai, não o desgostes durante a sua vida.

    15. Se seu espírito desfalecer, sê indulgente, não o desprezes porque te sentes forte, pois tua caridade para com teu pai não será esquecida,

    16. e, por teres suportado os defeitos de tua mãe, ser-te-á dada uma recompensa;

    17. tua casa tornar-se-á próspera na justiça. Lembrar-se-ão de ti no dia da aflição, e teus pecados dissolver-se-ão como o gelo ao sol forte.

    18. Como é infame aquele que abandona seu pai, como é amaldiçoado por Deus aquele que irrita sua mãe!

    Paz e bem…

  310. Amados,
    Sou Evangélica vinda do Catolicismo.Fui proibida de comungar e de continuar membro da Pastoral da Saúde, já que não comunigava, e isto não foi na Idade Média, foi em 2001.Ou seja, por uma questão de doutrina.Más respeito a Igreja Católica e até hoje, após mais de vinte anos. sou sócia contribuinte da Canção Nova.O que nos une é maior do que o que nos separa.
    Quando nos ajoelhamos para orar em família, metade evangélicos, metade católicoss, somos sim, Irmãos em Cristo.
    Enquanto nos enfrentamos por questões irrisórias, milhares de Irmãos Cristãos estão morrendo no mundo: degolado,torturados, queimados ; crianças, jovens, idosos.
    E não vejo ação concreta nem da Rica e poderosa Igreja Católica Romana, e nem dos meus irmãos espalhados no mundo inteiro.Nem orações, nem doações, nem pedidos de adoção( para livrar pelo menos as crianças).
    E diante desta postura ultrapassada de briguinha de católicos e protestants, ambos imperfeitos,os mulçumanos estão extinguindo, pela dor, cristãos como nós, que não podem nem pronunciar o nome de Jesus Cristo para adora-lo …que dirá, usá-lo para a discórdia, falso testemunho e julgamentos.Nunca, na história do mundo e do nosso País foi tão imperativo que nos unamos em torno do Evangelho e do nome de Jesus.

  311. Fico imaginando se Paulo fosse capaz de estar no SÉC XXI… Quanta Heresia…

  312. MUITAS PESSOAS BRIGANDO A TOÁ!!!!
    SOU DA IGREJA DE CRISTO E NÃO A DE LUTERO.
    E ANTES DE CRITICAR OS CATÓLICOS VÃO ESTUDAR LUTERO.
    COMO SEGUEM LUTERO E NÃO CRISTO?
    CUIDADO POR QUE O INIMIGO NÃO E BURRO!!!
    ELE SE DISFARÇA TENTANDO DESVIAR O FOCO..
    SÓ JESUS CRISTO SALVA.

  313. estes pecadores que se dizem evangelicos na verdade eles sao malditos porque sempre falando mau de todas outras religioes …..

  314. Meu Deus, nunca imaginei que em pleno século XXl iria ver uma discussão tão vazia, desprovida de discernimento e fanática como esta. Ouvi vários comentários de que as pessoas estão mais maduras quanto a sua fé, mais toleráveis e respeitosas, mas o que vejo aqui é uma piada. Ainda bem que não preciso de nem uma igreja, nem de pessoas, nem papas, nem santos, nem de obras, nem de coisas e nem de mim mesmo para ser salvo. “DO SENHOR É A SALVAÇÃO”.

  315. O RAPAZ DO CARTAZ FOI UMA FARSA DA IGREJA CATÓLICA PARA QUE AS PESSOAS QUE SE CONVERTERAM VOLTASSEM PARA A IGREJA. ELES NÃO CONSEGUIRAM. ISTO SERVIRIA DE ALAVANCA PARA FORTALECER A FÉ DOS CATÓLICOS QUE ESTAVAM FRIOS E LEVASSEM MUITOS JOVENS A IGREJA CATÓLICA NOVAMENTE. DE NADA ADIANTOU. CONTINUAMOS CRESCENDO ASSUSTADORAMENTE.

  316. “Aprofundar o conhecimento acerca da história é abdicar ao protestantismo”. — John Henry Newman, ministro ex-protestante convertido ao Catolicismo.

  317. “Porquanto se, depois de terem escapado das corrupções do mundo, pelo conhecimento do Senhor e Salvador Jesus Cristo, forem outra vez envolvidos nelas e vencidos, tornou-se-lhes o último estado pior do que o primeiro. Porque melhor lhes fora não conhecerem o caminho da justiça, do que, conhecendo-o, desviarem-se do santo mandamento que lhes fora dado; Deste modo sobreveio-lhes o que por um verdadeiro provérbio se diz: O cão voltou ao seu próprio vômito, e a porca lavada ao espojadouro de lama”. (II Pedro 2:20-22)

    Quando Pedro fala do cão tornando ao seu vômito, ele esta se referindo ao tolo reiterando a sua estultícia. Ou seja, ele não era um sábio que se tornou tolo, mas ele já era tolo e ele reitera aquilo que ele já era. Ele não era um salvo que se tornou perdido, mas era um perdido que, ao se desviar, confirmou aquilo que ele realmente era. Essa é a mesma ideia da comparação que ele faz com o porco: “e a porca lavada volta a revolver-se no lamaçal” (II Pd 2:22). O argumento de S. Pedro aqui é que a porca, mesmo sendo lavada, acabará querendo voltar para a lama. Essa é sua “natureza”. Da mesma forma, impios podem passar por libertações externas sem passar por uma conversão genuína. Ímpios podem ser “lavados” externamente, mas continuam com a mesma natureza e por isso voltam para a lama.

    S. Pedro, então, longe de ensinar que um verdadeiro salvo pode acabar perdendo sua salvação, ensina justamente o contrário, que é necessário ser um falso convertido para acabar se desviando para a perdição eterna. É preciso ser um “porco” ou um “cão”. É preciso que casa esteja vazia, ainda que “varrida e adornada”.

  318. Que a misericórdia de DEUS seja sobre todos! estão numa discussão leviana e isso tudo aborrece a DEUS, esqueceram da Palavra que diz: “estudai as escrituras que cuidais ter nela a vida eterna” e tambem: “errais por não estudarem as escrituras” e a Palavra de DEUS tem como princípio: amar a DEUS sobre todas as coisas e ao teu próximo como a ti mesmo. Somos salvos pela graça através da morte de nosso Senhor Jesus Cristo, que padeceu por católicos, evangélicos, ateus e etc… Paulo repreendeu esse tipo de discussão entre as pessoas, porque uns diziam ser de Paulo, outros de João. A Bíblia diz que Jesus vem buscar um povo zeloso e de boas obras! zelo pela palavra de DEUS e para com o próximo praticando o bem e contando com a misericórdia de nosso PAI, pois as suas misericórdias são a causa de não sermos consumidos!
    A visão que o evangélico tem da cruz vazia é tão linda. A cruz está vazia por que cremos num Cristo vivo! ele padeceu, morreu e ressuscitou!
    Sobre Maria não é dificil entender, muito simples: temos respeito por Maria, mas não podemos te la como intercessora ou fazer qualquer oração a ela, pois por ser mortal, ela está no descanso, no pó da terra e nada pode ouvir ou interceder por nós! Jesus ressuscitou, Maria não! foi uma mulher santa escolhida por DEUS para gerar o nosso salvador, mas em nenhum momento a biblía cita que a ela foi dado algum poder, então como poderemos orar aos mortos, ou o que poderiam fazer por nós? questão de análise.
    Deixo claro que não pertenço a nenhuma igreja, não defendo essa ou aquela, vou à igreja que fala do amor de DEUS, ofereço a minha adoração e volto para minha casa renovada! creio da forma que descrevi acima por análise a palavra de DEUS que é viva e poderosa com o auxilio do Espirito Santo que é quem convence o homem do pecado e nos dá claresa quando queremos entender a vontade de DEUS para nossa vida!
    se voce pensa diferente, respeito; se voce acha que faz o correto e é zeloso com a Palavra, então podemos dar mãos e sermos irmãos, Jesus disse aos díscipulos que quem não é contra nós, é por nós! unamos nossa fé em prol dos necessitados, e como a Cristina disse em seu comentário, existem muitas pessoas e missionários sendo humilhados e até perdendo a vida por amor ao evangelho de Cristo e nós aqui desprovidos de sabedoria numa discussão que não diz respeito aos mandamentos de nosso PAI celestial.
    Se voce der lugar, o Espírito Santo o ajudará a agradar o nosso PAI celestial

  319. Me digam onde diz na bíblia sagrada que Maria tem poder?
    Vcs Católicos tem ê q aceitar a Vdd pq vcs estão é em uma cegueira espiritual, esse papa aí q se diz líder espiritual é um grande falso profeta pq se finge ser ovelha mais na Vdd elle é um lobo devorador, se prostrar perante uma imagen é pecado ella n vê n sente n anda n come e nem bebe e muito menos tem poder para resolver seus problemas só JESUS SALVA n venham vcs falar mal dos evangélicos pq a essa religião ê uma catástrofe espiritual enorme para a humanidade

  320. Só pra lembrar… Jesus deixou a IGREJA, a Bíblia é um documento formado pela igreja CATÓLICA para os CATÓLICOS, se não fosse a IGREJA CATÓLICA ter guardado por séculos os escritos sagrados os ” protestantes” nem conheceriam as escrituras e assim teriam que saber de Deus e de Jesus pelas tradições passadas pelos Apóstolos e seguidores de Cristo que sempre estiveram na IGREJA CATÓLICA. E por falar em CATÓLICO a palavra significa UNIVERSAL, essa é a verdadeira igreja de JESUS CRISTO. Aceitem que dói menos.