Exclusiva] “Depois dos grupos Europeus, brasileiros compõem maior número de inscritos na Jornada de Cracóvia”, afirma padre brasileiro ligado à organização do evento com o Papa

O Blog ANCORADOURO conversou com exclusividade com o Padre João Wilkes Rebouças Chagas Júnior, responsável pela seção Jovem do Pontifício Conselho para os Leigos, Dicastério da Sé Romana que organiza a Jornada Mundial da Juventude junto à Diocese escolhida, neste ano, a de Cracóvia.

Padre João Chagas é cearense e membro da Comunidade Católica Shalom.

Padre João Chagas é cearense e membro da Comunidade Católica Shalom.

Convidamos todos os jovens para que se mobilizem para participar da Jornada Mundial da Juventude. Creio que muitos poderão participar indo até Cracóvia e lá viverem  o jubileu da Misericórdia da juventude celebrada a nível mundial”, afirma o sacerdote que é membro da Comunidade Católica Shalom.

Aos que não podem ir até a Cracóvia padre João Wilkes estimula para que “participem espiritualmente deste momento”. Estes jovens poderão acompanhar as mensagens do Papa Francisco para a juventude, como a deste ano que já foi publicada.

“A Jornada será um momento de graça”, disse o sacerdote que adiantou ao blog que “o grupo do Brasil é o mais numeroso, depois dos grupos da Europa, inscritos na Jornada; os jovens brasileiros compõem o maior grupo absoluto  para o serviço voluntário da Jornada até o momento; e também representa o maior número de voluntários que já estão trabalhando no escritório da Jornada na Cracóvia”.

Imagem da missa de encarramento da JMJ Rio 2013.
Imagem da missa de encarramento da JMJ Rio 2013.

“Sabemos que o momento econômico do Brasil não é fácil”, pontua o padre, mas explica que os grupos de oração, pastorais, paróquias e movimentos podem se mobilizar para enviar “pelo menos um representante”. “Esperamos você ou alguém que lhe represente na Jornada de Cracóvia em 2016”, finaliza o sacerdote cearense.

O número de jovens inscritos na Jornada ultrapassa os 500 mil. Mais informações: http://www.krakow2016.com/pt/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *