Deputado processa pastor após zombar da padroeira do Brasil

Agenor Duque protagonizou uma cena lamentável em rede nacional. Com uma garrafa de Coca-Cola em mão, o tele-pastor sugeriu uma comparação zombeteira entre o refrigerante e a imagem de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.

“Vocês sabem do que estou falando”. Pastor Agenor Duque.

Na sua casa em cima da televisão tem – não se faça de louco – tem uma deusa ou um santo que é parecido com essa garrafa, até a cor e o véu [parecem], mas é uma Coca[-Cola], calma…Depois vão dizer que estou falando mal de sua santa”, zomba Agenor.

“Ela não pode ajudar nem ela”, continua o tele-pastor, manuseando a garrafa e fazendo a comparação. “Vocês sabem do que eu estou falando”, ironiza. Ao final, o homem pede para que o telespectador a tire do altar e a coloque no chão.

Nesta quarta-feira, dia 21, o Deputado Federal Flavinho acionou o Ministério Público de São Paulo contra o tele-pastor. “O ato deste pastor configura dois crimes: vilipendiar publicamente ato ou objeto de culto religioso e de racismo”, descreve o parlamentar que ressalta não ter nada contra os evangélicos.

4 thoughts on “Deputado processa pastor após zombar da padroeira do Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *