Deputado Estadual participa de encontro do CELAM, em Bogotá

Encontro em Bogotá reúne católicos com responsabilidades políticas à serviço dos povos da América Latina.  Carlos Matos é o único deputado estadual brasileiro a participar do encontro. 

Deputado estadual Carlos Matos é um dos propositores da homenagem.

O encontro organizado pelo Conselho Episcopal Latino-Americano (CELAM) e a Pontifícia Comissão para a América Latina (CAL), com a bênção do Santo Padre, o Papa Francisco, acontece de 1º a 3 de dezembro, na sede da Conferência Episcopal Colombiana, em Bogotá. O encontro reunirá 70 parlamentares da América Latina com objetivo de promover o intercâmbio de vivências, testemunhos e reflexões sobre a experiência dos católicos leigos, que assumem responsabilidades políticas à serviço dos povos da América Latina.

O Ceará estará presente, representado pelo Deputado Estadual Carlos Matos (PSDB). Carlos Matos é o único deputado estadual brasileiro a participar do encontro.  Para o parlamentar, durante muito tempo se acreditou na América Latina que a Igreja Católica fosse representada apenas pelos sacerdotes e religiosos; era o pensamento do clericalismo. Porém, hoje ficou mais claro que os fiéis leigos também são Igreja e têm o papel de trabalhar para a construção da civilização do amor, em prol do bem comum. Entre eles, alguns são chamados, por vocação, para a vida pública.

Cardeais participantes do encontro.

O evento contará com celebrações eucarísticas presididas pelo Arcebispo de Bogotá, Cardeal Rubén Salazar Gómez, Primaz da Colômbia e Presidente do Conselho Episcopal Latino-americano (Celam), pelo Bispo Ettore Ballestrero, Núncio Apostólico na Colômbia, e pelo Cardeal Marc Ouellet, Presidente da Pontifícia Comissão para a América Latina (CAL), durante os três dias de evento. O jantar de encerramento será oferecido pelo Presidente da República da Colômbia, Juan Manuel Santos.

Na Conferência de abertura do encontro, o Cardeal Primaz da Colômbia, Rubén Salazar Gómez, falou sobre a importância da iniciativa. “Os pastores da Igreja não intervêm em assuntos partidários, mas, sem dúvida, a Doutrina Social da Igreja orienta as principais decisões políticas. Não apoiamos um partido em particular em um país, mas somos obrigados a lembrar constantemente os princípios fundamentais que emanam do Evangelho sobre a dignidade da pessoa humana, a construção do bem comum, a construção da paz “.

Carlos Matos ao lado de Dom Sérgio da Rocha, presidente da CNBB, no encontro,em Bogotá.

Para Carlos Matos, onde está envolvido o presente e o futuro da pessoa humana,a Igreja também deve estar envolvida. “Acho oportuno esse movimento da Igreja de reunir um grupo de parlamentares que têm funções políticas e dedicam suas vidas ao bem comum, para refletirem sobre a realidade atual, nos âmbitos econômico e social da América  Latina. É importante existirem esses mecanismos de democracia e de fortalecimento dos que estão na vida pública. É uma grande honra ter sido convidado, e participo do evento em espírito de serviço, com o coração aberto para servir ao povo que confiou em mim o mandato de Deputado Estadual. Espero que possa ser um reavivar de toda a minha motivação para a vida pública”, pontua.

Encontro reúne 70 parlamentares da América Latina.

O evento terá a missão de colocar a Igreja, e especialmente seus pastores, numa atitude de ouvir as situações e necessidades dos católicos com responsabilidades políticas.
Com objetivo de incentivar uma maior participação dos leigos comprometidos com a vida política na comunhão e na missão da Igreja, o encontro encorajará uma maior atenção dos políticos às necessidades das comunidades cristãs e seus pastores.

O Cardeal Marc Ouellet, presidente da Pontifícia Comissão para a América Latina (CAL), lembrou que esta iniciativa foi promovida pelo papa Francisco, que há dois anos, depois de um plenário de bispos sobre o assunto, escreveu uma carta do compromisso dos católicos leigos na vida pública, especialmente na política da América Latina e do dever dos pastores de acompanhar, sustentar e capacitar aqueles que têm essas responsabilidades diretas, respeitando a autonomia dos leigos que são competentes em seu próprio campo.

Economista e Professor da Universidade Federal do Ceará escreveu sobre o encontro para o Jornal O Povo.

Dentro da programação haverá conferência sobre as grandes prioridades, desafios e tarefas da política na América Latina, de acordo com o ensinamento do Papa Francisco e o episcopado latino-americano. Além disso, acontecerá um momento especial com uma vídeo mensagem do Papa Francisco.

Mensagem do Papa Francisco aos participantes do encontro.

Outra conferência abordará as características fundamentais do testemunho e da ação dos católicos na política, à luz do ensino do Papa Francisco e do serviço aos povos latino-americanos, com foco na formação de uma nova geração de católicos na vida política. Ainda dentro da programação, haverá troca de experiências sobre políticas públicas com as temáticas: família, educação, desenvolvimento integral, inclusão social,  ecologia humana e natural da convivência, cultura de diálogo, além de debates a favor da vida.

Sobre Carlos Matos

Licenciado em Administração de Empresas pela Universidade de Fortaleza (1995), participou de um curso de especialização em Desenvolvimento Regional, Universidade de Barcelona UB, Espanha (2004). Diretor Corporativo do Instituto de Desenvolvimento Industrial do Ceará – INDI no período de 2011 a 2014, um instituto da Federação das Indústrias do Estado do Ceará – FIEC. Experiência em Planejamento Urbano e Regional, com ênfase em métodos e técnicas. Foi Secretário de Agricultura Irrigada do Estado do Ceará e também secretário de Agricultura (1999-2002 e 2003-2006). Desenvolvido entre outros projetos: Rosas do Ceará, Agropolos, Caminhos de Israel, no Ceará, Irriga Ceará, Pasto Verde, Agentes Rurais, Inova Ceará, Apóstolos da Inovação.

Atualmente é Deputado Estadual do Ceará, assumindo a Presidência da Comissão Desenvolvimento Regional, Recursos Hídricos, Minas e Pesca, Presidente da Frente Parlamentar de Combate ao Aedes aegypti, Presidente da Comissão Especial para acompanhar e monitorar o andamento das obras de Transposição do Rio São Francisco, membro da Comissão da Comissão de Agropecuária, membro da Comissão de Orçamento, Finanças e Tributação, membro da Frente Parlamentar de Beatificação do Padre Cícero.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *