Chapecoense] Arcebispo de SC emite nota de solidariedade às vítimas da tragédia do voo 2933

Em nota de solidariedade, o arcebispo de Santa Catarina Dom Wilson Tadeu Jönck, expressou os sentimentos pela tragédia ocorrida com o time do Chapecoense na madrugada desta terça-feira, dia 29. “Deixamos nossas condolências a Associação Chapecoense de Futebol, aos familiares das vítimas e toda Chapecó. Nos solidarizamos com toda a cidade”.

Tragédia deixa Brasil em luto.
Tragédia deixa Brasil em luto.

O presidente Michel Temer decretou luto nacional de três dias e o Itamaraty já providencia o traslado dos corpos das vítimas para os funerais no Brasil. “Nesta hora triste que a tragédia se abate sobre dezenas de famílias brasileiras,  expresso minha solidariedade. Estamos colocando todos os meios para auxiliar familiares e dar toda a assistência possível”, lê-se em um trecho da nota.

A tragédia

O avião que transportava a delegação da Chapecoense para Medellín, na Colômbia, sofreu um acidente na madrugada desta terça-feira (29), informam autoridades colombianas. Segundo autoridades colombianas, há 76 mortos e cinco sobreviventes. O avião da LaMia, matrícula CP2933, decolou de Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia, com 81 pessoas a bordo: 72 passageiros e 9 tripulantes. Entre os passageiros havia 21 jornalistas. 

chapecoense-aviao-tragedia

Segundo a imprensa local, a aeronave com o time catarinense perdeu contato com a torre de controle às 22h15 (local, 1h15 de Brasília) e caiu ao se aproximar do Aeroporto José Maria Córdova, em Rionegro, perto de Medellín.

O Comitê de Operação de Emergência (COE) e a gerência do aeroporto informaram que a aeronave se declarou em emergência por falha técnica às 22h (local) entre as cidades de Ceja e La Unión. Anteriormente, a imprensa colombiana informou possível falta de combustível como causa do acidente. Mas a mídia local informou que o piloto despejou combustível após perceber que o avião iria cair.

Lista de passageiros e tripulantes do voo.
Lista de passageiros e tripulantes do voo.

Segundo a rede de TV Caracol, da Colômbia, a aeronave sumiu do radar entre La Ceja e Abejorral. Uma operação de emergência foi ativada para atender ao acidente. A Força Aérea Colombiana dispôs helicópteros para ajudar em trabalhos de resgate, mas missões de voos foram abortadas nesta madrugada por causa das condições climáticas. Choveu muito na região na noite de segunda, o que reduziu muito a visibilidade.

Equipes chegaram ao local do acidente por terra, mas o acesso à região montanhosa é difícil e a remoção é lenta.

Com informações do portal da Arquidiocese de Santa Catarina. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *