Carta aberta ao deputado Jean Wyllys

O deputado federal Jean Wyllys (Psol) chamou o papa Bento XVI  de hipócrita em um tweet direcionado ao Chefe de Estado e líder máximo da Igreja Católica.

A mensagem do parlamentar foi considerada desnecessária por muitos internautas. “Foi uma agressão gratuita”, disse ao blog o carioca Cleiton Ramos.

Fac-Símile do Tweet do deputado federal Jean Wyllys

“Eu pergunto diante disso: quem são os intolerantes aqui? os religiosos ou os ativistas gays? Acho que o deputado é a resposta para essa pergunta”, foi o questionamento feito pelo jornalista Kaio Leonardo, do Espírito Santo.

Já o Baiano João Batista  relembra outra colocação infeliz do deputado em que chama os evangélicos de “fundamentalistas, e analfabetos funcionais “.

Para os católicos que se  sentiram ofendidos pelo pronunciamento do deputado federal uma possibilidade é ligar para o gabinete do parlamentar e, com muito respeito e tranquilidade, registrar a ofensa à sua chefia de gabinete. O número é: (61) 3215-5646 .

Uma carta aberta ao deputado Jean Wyllys circula na internet  creditada a Renata Gusson. Os internautas tem mudado apenas o primeiro parágrafo e utilizado o restante do texto de Renata: dep.jeanwyllys@camara.leg.br

Carta aberta ao deputado Jean Wyllys
(em negrito está  a parte que pode ser alterada )
V. Exa. deputado Jean Wyllys,
Deputado federal desrespeita Chefe de Estado e católicos escrevem e ligam em protesto ao parlamentar

Chamo-me Renata e resido em São Paulo. Sou cidadã brasileira, casada, mãe de família e profissional.O intuito dessa mensagem é dirigir-me a V. Exa. no sentido de expor-lhe, data venia, minha indignação e repúdio a diversas mensagens que V. Exa. postou em seu twitter, como resposta à primeira mensagem oficial do Santo Padre enviada por este meio de comunicação.

O senhor, em uma clara mensagem que incita o ódio e a humilhação ao Papa, afirma diversas acusações contra a Igreja Católica. Duas coisas me chamaram a atenção: primeiro, o senhor, como uma pessoa pública e representante do povo brasileiro que o elegeu (este povo, que em último censo realizado pelo IBGE mostrou-se majoritariamente religioso), teve uma postura desrespeitosa e impertinente.

Gostaria de lembrá-lo que o Papa é um chefe de Estado. Aos chefes de Estado deve-se o respeito e a consideração,por mais que discordemos de suas posturas éticas, filosóficas ou religiosas. O senhor, neste ponto,considerou-se acima do respeito devido a um chefe de Estado.

Em segundo lugar, eu quero pedir-lhe que me envie as fontes “primárias” que comprovem TODAS as acusações que o senhor levantou contra a Igreja Católica. Quero lembrá-lo que, para tanto, será necessário ir às fontes, não aos impropérios que qualquer professor de cursinho repete, sem nem mesmo saber o que faz, nas aulas de História, completamente ideologizadas pela visão marxista antireligiosa.

O senhor em seus comentários deveria, por força de justiça, junto com suas acusações à Igreja, dizer quais foram os bens legados e ainda hoje mantidos pela MAIOR INSTITUIÇÃO DE CARIDADE EXISTENTE NA FACE DA TERRA. Se não o fez, prova que a intenção não era a de simplesmente discordar da visão do Santo Padre e da Igreja Católica, mas a de incitar o ódio contra eles. O senhor deveria, por exemplo,citar que a Igreja Católica criou os conceitos de :

- Universidade,

- Hospital (com seu ápice em São Camilo de Lelis, o qual foi o fundador dos padres e freiras que se dedicam aos cuidados dos doentes e que deu origem à “Cruz Vermelha”)

- Atendimento “humanizado”, baseado na antropologia cristã de que somos todos imagens e semelhança de Deus. Aqui, vale lembrar que na India, por exemplo, o sistema de castas afirma que existem os “intocáveis”, que não devem nem ser tocados pelas pessoas de castas superiores – vide o trabalho de Madre Teresa de Calcutá)

- Avanço nos estudos astronômicos (uma pequena pesquisa pode fazê-lo ver que grande parte das estrelas e demais corpos celestes mais importantes receberam nomes de padres jesuítas, exímios astrônomos)

- Genética (o monge beneditino Gregor Mendel é considerado o pai da Genética por ter sido o primeiro a perceber que os fatores hereditários transmitiam-se de acordo com uma proporção matemática evidenciável)

- Cuidado de doentes incuráveis (os leprosários onde ninguém queria entrar eram cuidados por padres e freiras cujos nomes permanecem no mais total anonimato, mas que foram heróis da caridade, muitas vezes vindo a morrer pelas doenças transmitidas pelos doentes dos quais cuidavam desinteressadamente)

- Caridade: apesar de a máxima “fazer aos outro o que quer que ele lhe faça” ser universal, não podemos negar que ela encontrou um eco forte e vigoroso entre os cristãos, especialmente os católicos (vide São Francisco de Assis, Madre Teresa de Calcutá, São Vicente de Paulo e tantos e tantos católicos que não vão nunca aparecer na mídia, mas que são os verdadeiros herois da humanidade)

- Ecologia – o respeito pela criação, que vibra tão pujantemente das palavras e ações do “pobre de Assis”.

Como podemos evidenciar, deputado, sua mensagem deixou muita coisa por dizer. Evidenciou uma verdade distorcida, caluniadora e de fracos argumentos. Entendemos que, com isso, o senhor não teve uma verdadeira intenção de contrapor-se às ideias do Papa, mas em desrespeitá-lo e levar outros a fazer o mesmo.

Concluo esta mensagem pedindo-lhe que venha a público desculpar-se pelo viés causado por suas mensagens e também pedir-lhe que, em um próxima vez, lembre-se que com a fé das pessoas não se brinca; se respeita, por mais que dela discordemos.

Atenciosamente,

Renata Gusson

88 comentários sobre “Carta aberta ao deputado Jean Wyllys

  1. Renata Gusson, carta aberta para vc.

    A mulher patrícia não pode penetrar os arcanos da questão, na sua maioria escrava da religião, dos trapos, das jóias, dos bombons e do salário – não pode pensar senão pela cartilha dos dogmas, das modistas, das vitrines e da luta pelo estômago…

    A religião (principalmente as cristãs, como a católica do papa), em constante conflito com a ciência, tem na mulher (vc, mulher) a alavanca reacionária contra a evolução para feitos mais altos. Cumpre desembaraça-la das peias que a encarceram mentalmente.

    Enquanto não souber pensar, será instrumento passivo em favor das instituições do passado. E ela própria, inconsequente, trabalhara pela sua escravidão. E o cativeiro é tal que revolta-se caso outras mulheres queiram elevá-la a altura dos seus direitos clamando contra a violação do pensamento feminino

  2. Bruno,

    Renata Gusson só fez defender a igreja com muita propriedade. Você só fez criticá-la com colocações sem fundamento algum sobre “religião oprimir o pensamento e a mulher”.

    Ela não está pensando por “cartilhar dos dogmas”. Ela fez a propria escolha.

    Você, por outro lado, me parece escravo de verdades viciadas.

    Conheça as coisas ao fundo. Não fique repetindo informação, ou você só vai ser outro Jean Wyllys

  3. Considero que todos que efetivamente enviarem uma carta ao sr. deputado que o façam também pressionando seu próprios deputados para que ele faça uma retratação formal. No caso do rio, enviei ao alessandro molon para que ele se mova nesse sentido.

  4. CRESÇA E APAREÇA!
    Esse cara teria mesmo é um grande vontade de projetar-se na mídia ao identificar-se com grupos gays; ninguém como eles tanto apreciariam brilhar e se projetar na mídia e aproveitariam em beneficio pessoal.
    Ademais, pertence a um partido material-ateísta, de per si arquiinimigo de Jesus-Igreja Católica aos quais tecerem duras calunias e críticas garantem IBOPE e facilitariam acesso a outras pretensões megalomaníacas, seria o mais provável.
    Assemelha-se aos raros casos de denuncias de pedofilia entre sacerdotes em comparação a número bem maior de incidencia de pastores protestantes e pessoas em geral CASADOS, apenas dos sacerdotes católicos que são celibatarios muito repercutem os erros; dos outros, isso é normal, isso acontece…
    E esses militantes gays como Jean Wyllys querem nos incriminar de intolerantes, preconceituosos e homofóbicos, dentre mais; não seria ao contrario? Não usariam desse estratagema de comunistas um maneira de se defenderem, atacando os outros?

  5. O que acontece é que acabam dando muito ibope para esse debil mental imundo que teve votação de vereador e se acha a rainha da cocada preta no congresso.

  6. Caro Bruno, a religião não é do papa! Isso só já desqualificaria suas considerações.

  7. O papa diz que o casamento entre gays é uma “ameaça a humanidade” e esse senhora acha que diante de uma besteira dessa, um deputado que, sabidamente, representa também as minorias vai ficar calado. Não, claro que não e acho até que pegou leve. O papa divia se preocupar com sua denominação religiosa que cada vez descresce o número de fiéis.

  8. ESSE DEPUTADO É UMA VERGONHA PARA O PAÍS PEDE RESPEITO EM RELAÇÃO AS SUAS ESCOLHAS E NÃO RESPEITA AS ESCOLHAS ALHEIAS…FORAAAAAA

  9. Caro Daniel Oliveira,

    Onde vc leu eu afirmar que religião é o Papa? Numa leitura rápida do segundo parágrafo é possível perceber a amplitude da minha colocação.

    Caro Daniel,

    ‘Você só fez criticá-la com colocações sem fundamento algum sobre “religião oprimir o pensamento e a mulher”.’ Segue fundamentação colhida diretamente da sagrada literatura cristã:

    “Deus castiga Eva e todas as mulheres depois dela, com as dores do parto e sujeição aos homens. [3:16]”

    “Adão também é castigado, embora menos severamente. Ele terá que trabalhar para viver, porque “deste ouvidos à voz de tua mulher”. [3:17]”

    “Não cobiçarás… a mulher do teu próximo… nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo.” Na Bíblia, mulheres são propriedade dos homens; elas são posses – como um boi ou um jumento. [20:17]”

    “Se você “enganar alguma virgem” e se deitar com ela, terá que casar, a menos que o pai dela recuse dá-la a você, de qualquer modo você terá que pagar o dote das virgens. [22:16-17]”

    “A feiticeira não deixarás viver.” Milhares de mulheres inocentes sofreram mortes bárbaras por causa deste verso. [22:18]

    “Só machos puros serão mortos e oferecidos a Deus. [1:3]”

    “As mulheres que dão a luz são imundas, então Deus prescreve rituais para a purificação delas. Se nascer um menino, a mãe estará imunda durante 7 dias e deve ser purificada durante 33 dias; mas se for uma menina, a mãe estará imunda durante 14 dias e sua purificação será durante 66 dias. Isto porque, aos olhos de Deus, as meninas são duas vezes mais sujas do que os meninos. [12:1-5]”

    “Deus determina que a toda mulher menstruada é imunda e pecadora. E será imundo tudo o que ela tocar.” [15:19-23], [15:30]

    “Prostitutas e mulheres divorciadas não podem se casar, porque elas contaminariam o homem. [21:7]”

    “Quando a filha de um sacerdote se prostituir; com fogo será queimada.” [21:9]

    “Um homem só poderá se casar com uma virgem. Nenhuma prostituta, viúva, ou mulher divorciada servirá para mulher.” [21:13-14]

    “Deus define o valor da vida humana em cinqüenta siclos de prata. Claro que, para Deus, as mulheres valem bem menos que os homens (trinta siclos).” [27:3-7]

    Se, seguir uma doutrina religiosa com esses fundamentos (que reduzem o sexo feminino à mediocridade) não é pensar por uma “cartilha de dogmas”, eu não sei mais o que é.

    Não entrarei no mérito sobre “escolhas próprias”… Seria nonsense.

    Por fim, me diga oq pra vc seriam “verdades viciadas”… Pq se verdades viciadas forem o questionamento, a dúvida, a reflexão, o conhecimento, a evolução, o humanismo e o respeito ao próximo, devo admitir que sim, sou escravo dessas “verdades”

    P.S.: O Deus cristão, pelo menos de acordo com as “escrituras”, realmente gosta de virgens… Duvida? Leia mais

  10. É a intolerância dos “tolerantes”.
    Um cidadão que ganhou fama se passando por vítima em um programa deprimente agora, sob o pretexto de defender “minorias”, ataca de forma virulenta o Papa e os religiosos de maneira geral. Se ao menos usasse argumentos plausíveis, mas usa apenas de considerações preconceituosas obtidas na “catequese marxista” e de um autoritarismo típico dos intelectualmente incapacitados que, por falta de outros recursos, tenta vencer debates “no grito”. Lamentável. Uma lástima.

    Nós cristãos devemos rezar por pessoas assim. Devemos perdoar, mas jamais nos calar e permitir que os incautos pensem que tais erros são a verdade. Denuciemos. Exajamos respeito.

  11. Esse deputadinho estava precisando de uma dessa mesmo ele ta achando que como Deputado pode sair por ai dizendo o que quer, ele e uma besta parada no tempo suas palavras servem tanto o quanto areia no deserto. e deve pagar por essa ofensa, não sou católico mais respeito a religião, quem esta criticando a Renata Russon são gays que apoiam esse deputadinho, não temos culpa de vc escolher ser gay mais nossos olhos e ouvidos não são penicos para o vc soltar suas porcarias na midia e termos que ver e escultar seus mandamentos ridículos.

  12. O Papa disse que casamento entre gays é uma “ameaça a humanidade”, vamos fazer um pequeno teste para ver se pode ter alguma veracidade.
    “Suponhamos que fossem colocados em uma ilha (dotada de todos beneficios que existe em uma grande cidade) cinquenta casais gays em uma faixa etária de 30 anos, após se passarem 40 anos como estaria a população desta ilha com mais de cinquenta pessoas ou com menos de cinquenta pessoas, levando-se em conta as mortes que fatalmente viriam a acontecer devido a doenças.

  13. Caro Bruno, os trechos da bíblia que você citou, são do antigo testamento, pelo jeito você ainda não leu ou não compreendeu o novo testamento, quando Jesus veio ao mundo, ele deu um novo testamento, além disso, Deus no novo testamento, é misericordioso, ao invés de vingativo, a mulher ganha um novo papel. Lembre-se que Maria, foi escolhida para ser Mãe do Filho de Deus, sendo assim…Maria trouxe o Redentor, além de outras mulheres que seguiram Jesus; Maria Madalena que ia ser apedrejada em praça pública, Jesus a salvou, Isabel que foi a mãe de João Bastita, o Profeta que veio para abrir o caminho…
    Leia o Novo Testamento, e depois reflita o papel da mulher para os cristãos. Eu acho que o que faltou nesse deputado é o bom senso, ele não precisa de maneira nenhuma concordar com o Papa, porém antes de dizer qualquer coisa, precisa respeitar. O RESPEITO é o que está faltando, e antes de sair dizendo contra a Igreja, tenha provas, argumentos em bases sólidas…. A Igreja Católica não é santa, e, nem a Protestante; na verdade nenhuma Igreja, ou Religião é Santa, pois todos nós somos homens, pecadores. No final não é a placa religiosa, que o levará para o céu ou o inferno, Deus não julga, não condena, o que nos julga e nos condena são as nossas ações… Do que adianta eu se maior religioso, se vejo o outro passar fome, e nada faço? quem serve a Deus, um religioso que nada faz a um pobre ou um ateu que ajuda o outro? Lembre-se da parábola do Bom Samaritano. Não estou aqui defendendo essa ou aquela religião, mais porém a LIBERDADE religiosa, a Tolerância com os diferentes…. Se houvesse mais Tolerância e Respeito com o outro, independente de sexo, raça, credo, opção sexual, o mundo estaria melhor…. Antes de julgar, vamos procurar conhecer os motivos.

  14. Hipocrisia… O que algumas pessoas entendem por hipocrisia? Seria dizer a verdade sob à luz do Evangelho. Ao que me parece, hipócrita na visão do deputado e de vários de seus seguidores (vide comentarios) seria qualquer pessoa que discorde ou questione práticas homoafetivas. Sabemos sim que na própria Igreja existem estas práticas, o que em nenhum momento desmerece ou impede que o Papa se manifeste contrário, o que é seu papel enquanto pastor de um rebanho, chefe de uma instituição que ao longo de sua existencia trouxe o mundo à luz como bem colocou Renata Gusson. Lutar por convicções é um direito de qualquer cidadão, bem como é direito de qualquer outro manifestar-se contra. Creio que não é empurrando goela a baixo as mesmas ou insitando o ódio ou pre-julgamentos que mude ou melhore alguma coisa.

  15. Prezada Giselle,
    Citei trechos do antigo testamentos pois, pasme vc, eles continuam a fazer parte da doutrina cristã… Ou foram revogados?

    Qdo vc falou: “Deus no novo testamento, é misericordioso, ao invés de vingativo”, me lembrei de uma passagem cheia de misericórdia: “Não vim trazer a paz, mas a espada…” Teria tido Jesus (se é que ele realmente existiu)

    No Novo Testamento, o Deus bíblico em nada melhorou no que diz respeito à aplicação de penas severas, aumentando inclusive a sua rigidez. É difícil imaginar alguma coisa mais cruel e desproporcional do que condenar os homens ao inferno e à tortura eterna pela simples descrença de que o filho de Deus tenha nascido de uma virgem na Palestina há cerca de dois mil anos atrás, que tenha transformado água em vinho, expulsado demônios das pessoas, andado sobre as águas, que tenha sido morto pela instigação do próprio povo escolhido de Deus e que depois ressuscitasse dos mortos.

    Não me mande estudar a bíblia, conhecer a Igreja ou a igreja [em maiúscula e minúscula para diferenciar a instituição e o povo, não necessariamente nessa ordem], entender suas práticas ou conhecer suas atividades sociais. Conheço isso muitíssimo bem e de bastante perto.

    Sigamos. Renata Gusson está indignada com o que escreveu o deputado Jean Wyllys no twitter sobre o Papa. A série de dez tweets que Wyllys publicou em seu twitter não provocou a indignação somente dela, mas inúmeros blogs e perfis pessoais, tanto no twitter como no facebook reclamaram do ‘desrepeito’ para com o líder religioso máximo da ‘maioria do povo brasileiro’ [entre aspas porque basta ver o interior das igrejas pra perceber que essa maioria não é tão numerosa quanto vcs gostam de dizer que é]. Até porque ele não é só isso: é também chefe de Estado e, a um chefe de Estado ‘deve-se o respeito e a consideração, por mais que discordemos de suas posturas éticas, filosóficas ou religiosas‘ [palavras da própria Renata Gusson]. O email segue com uma série de contribuições dadas pela Igreja ao mundo. A partir daí, sigamos por partes.

    O papa é chefe do Estado do Vaticano. O menor país do mundo, que não deve ter sequer um habitante nativo [visto que a sua população é formada pelos membros da alta cúpula da Igreja, em tese (BEM EM TESE MESMO NÉ?), completamente casta e celibatária]. Qualquer católico humanista deve considerar vergonhoso que Bento XVI seja chefe de Estado quando o povo palestino, catalão e basco, por exemplo, não têm um Estado para chamar de seu. Vale lembrar, ainda, que o Estado do Vaticano existe graças ao Tratado de Latrão. O Tratado foi assinado entre o Papa Pio IX e, ninguém menos, que Benito Mussolini. Vc sabia disso, cara católica? Ou seja: o papa é chefe de um Estado conseguido graças a um acordo com um governo ditatorial e fascista. Porém, devemos respeitar as decisões de Mussolini como chefe do Estado italiano, ainda que discordemos de suas posturas éticas filosóficas e religiosas.

    Renata Gusson ensina ao deputado Wyllys [cristãos, via de regra, tem a péssima mania de achar que quem critica suas posturas não sabe das coisas. Há uma necessidade pedagógica – na pior acepção do termo – dentro do cristianismo que é quase doentia: é sempre necessário ensinar, tutelar, encaminhar que não sabe das coisas] que a Igreja é a responsável por universidades, hospitais, tratamento humanizado etc etc etc. Que ótimo que surgiram hospitais. Que péssimo que esses hospitais surgiram para acolher pessoas que faziam peregrinações desumanas em busca de irreais promessas de salvação. Grandes ordens hospitalares surgiram para atender os cristãos feridos nas Cruzadas ou às margens do caminho de Santiago de Compostela. Imagino eu que Gusson, que nos manda estudar História, deve ter ciência que as peregrinações para Santiago de Compostela surgiram com uma lenda [nunca comprovada por evidências históricas – como, aliás, quase nenhuma das histórias do cristianismo] de que teria sido evangelizada por São Tiago [controverso no cristianismo], o irmão de Jesus. Não deve ignorar também, que Santiago de Compostela ganhou fama como rota de peregrinação porque a cidade de Jerusalém estava dominada pelos muçulmanos.

    O ideal cruzadista que levou à criação dos hospitais originou guerras e massacres de culturas e populações, tanto no Oriente Médio quanto na América. Basta ir um pouco à História e ver que a empresa da colonização nada mais era que uma empresa cruzadista. E que dizimou praticamente toda a população encontrada no continente.

    Gusson fala ainda dos avanços em diversos campos da ciência. Esquece de citar que a Igreja tinha o monopólio da informação e do saber ‘científico’. Esquece que qualquer estudo de anatomia era considerado herege e só era feito, às escondidas, em mortuários [coincidentemente, controlados pela Igreja], que o povo era analfabeto e que a ‘divulgação científica’ era feita em latim – língua que só era dominada pela própria Igreja há muitos séculos. Nessas condições, que a Igreja tenha desenvolvido o que desenvolveu, não é de se espantar. Espanta que se desconsidere que a Igreja emperrou o desenvolvimento científico em várias ocasiões. Na astronomia, por exemplo, ela não cita o caso de GALILEU GALILEI, obrigado renegar publicamente a sua teoria heliocêntrica e condenado à prisão por tempo indeterminado.

    Uma coisa, porém, me deixou satisfeito com o email enviado ao deputado: o reconhecimento dado por uma católica a jesuítas e a São Francisco de Assis. Casualmente, tanto uns quanto o outro estiveram, durante boa parte de sua história, ao borde da heresia. Os jesuítas, aliados de primeira hora do expansionismo cristão na América [e condenáveis por muitas práticas aqui] acabaram tendo sua ordem proibida em diversos países. Boa parte dos membros da hierarquia católica que levantam sua voz pelos mais fracos, hoje, são jesuítas. São Francisco, por muito pouco, não consegue autorização para fundar a sua ordem de amor à Senhora Pobreza [ainda que, hoje em dia, essa ordem não tenha tanto de pobre quanto o seu fundador].

    Mas o melhor de tudo é o que Renata Gusson não sabia quando escreveu ao deputado Jean Wyllys. Três dias depois do seu email, a imprensa noticiou que o Papa Bento XVI, chefe do Estado do Vaticano e líder religioso da ‘maioria’ do povo brasileiro, em uma mensagem de Natal, mais uma vez ataca homossexuais. Condena a intenção de conceder direitos de casamento civil a eles. Cheio de tolerância e amor cristãos, o papa volta a atacar uma grande parcela da população mundial. Volta a atacar uma grande parcela do seu próprio povo, já que, segundo o Censo de 2010, 47,4% dos casais homossexuais é católico. Em outra ocasião, o papa já havia dito que o casamento gay era uma ameaça à paz mundial.

    É lamentável que, para uma grande parcela da população, chamar o papa de feio seja mais grave que atacar a dignidade de tantas pessoas que não querem nada mais que direitos civis iguais. É lamentável que uma série de 10 tweets de um deputado brasileiro seja acusado de incitar ódio, quando uma declaração de um chefe de Estado contra milhões de pessoas ao redor do mundo é recebida com naturalidade e obediência cristã.

    PARABÉNS PELA INCRÍVEL DEMONSTRAÇÃO DE RACIONALIDADE E HUMANISMO.

  16. Sra Jeana Wyli, saber respeitar é o mínimo, que a sra deveria ter com um Chefe de Estado como é o Santo Papa Bento XVI. QUEM FALA O QUER, ESCUTA O QUE NÃO QUER. Vc foi eleit(a) o ( infelizmente para vergonha de nosso país ) por mts votos de católicos, evangélicos, protestantes, etc. Não tiveram preconceito sobre sua preferência sexual, pq nosso povo necessita de projetos sobre os direitos humanos de policiais que estão perdendo a vida pelo tráfico de drogas: nosso povo necessita de saúde, melhores salários, de comida na mesa, de educação dígna, de respeito com nossos professores. Vc foi elei(a)(to) sem discriminação, mas como ser humano e para defender os direitos de qualquer cidadão, independente de classe, posição social, raçã, cor, etc. Se não tem nenhum projeto na Câmara, aqui vai uma singela sugestão ” tente, mas tente pelo menos um projeto para amenizar a fome de nosso país. Te garanto será um imenso PROJETO aos olhos de Deus. Aproveito para aplaudir de pé e tirar meu chapéu para a sra. Renata Gusson, se não tem competência para seu cargo, cai fora, gente igual a vc o inferno está cheio.

  17. O Papa S. S. Bento XVI é um exímio teólogo, porém tem sido criticado em alguns momentos por atritar com grupos. Note-se o desconforto de séculos de tentativas de um diálogo ecumênico com o Islam, numa citação que fez de um líder islâmico do passado numa aula magna. Depois, o desconforto com os divorciados, Agora com os homossexuais. Está patente a dificuldade de uma Instituição secular em dialogar com a modernidade que se afastou dos preceitos. Está patente a exacerbação de direitos de uma minoria que só recentemente vem se benefficiando de avanços. Está na hora de coexistirmos pacificamente e respeitarmos uns aos outros. Voltemos o nosso olhar para o modelo do oriente, o Dalai Lama XIV, que vem nos ensinando muita coisa.

  18. Seu Bruno, em primeiro lugar, todos esses seus argumentos não são originais. Eles podem ser facilmente encontrados no site da Atea e de ateus, em sites dos militantes abortistas, dos militantes que lutam a favor da liberação e descriminalização das drogas, entre outros. Portanto, é muito curioso, quando você vem com esses discursos do tipo Control C + CONTROL V. São fontes notoriamemente doentias, persecutórias e distorcidas. Quanto a você dizer que conhece a bíblia, eu sou obrigado a dizer que você não conhece coisa alguma. Apenas você usa um conceito bíblico muito usado pelos protestantes que é a Sola Scriptura, pinça um trecho, manipula e distorce. É a tática, tolinho de se achar intelectual. Alias, foi a mesma coisa que fizeram com a declaração do Papa, pinçaram um trecho, colocaram um verbo de impacto e vamos lá exercer o Quarto Poder. Eu sei disso, porque eu sou Jornalista, já trabalhei em redações de jornais e TV. Conheço o lado sórdido da imprensa que constrói a imagem de alguém e a destrói. Por acaso, Bruno, lembra da Escola de Base, em São Paulo?Lembra do que a MTV e mais recentemente o Faustão fez com os autistas?Que absurdo? Estude a Teoria da Comunicação que você vai entender muito bem o que eu estou falando. A imprensa muitas vezes é chapa branca e tendenciosa, meu caro. Imagino, que nem vc leu a mensagem do papa na integra, Eu tenho certeza absoluta.Quanto a Renata Gisson, para você, Bruno, ela não pode falar do deputado Jean Wylllys, ele é um “coitado” que está defendendo a militância. Um sujeito que foi eleito por voto de legenda. Eu falo isso, porque sou do Estado do Rio de Janeiro. Só se elegeu devido aos votos do Chico Alencar. Até nisso, ele é uma farsa representativa. Alias, eu não sei se vc sabe, acho que não ou finge não saber, a militância gay, xinga, ofende, faz ameaças de morte, dentre outras coisas. É claro que para a grande imprensa, eles fazem teatrinho, age por dissimulação. Eu posso provar ad argumentum ( A+B) isso.
    Quanto a Galilei Galileu, eu sugiro que vc leia alguns livros do Professor felipe Aquino e vc chegará a conclusão de que sua fala é errada.
    Para encerrar, você fala do Vaticano, de fato é o menor País do mundo e tem padres e religiosos em sua maioria. Qual é o problema, isso te incomoda em quê?Ao que me parece, você tenta usar premissas que lhe convem e as dos outros são reacionárias. É uma característica do Marxismo, que estraga a mente das pessoas.

  19. Caro Jean Willis,

    Vc deveria era criar vergonha na sua cara, porque a Ana Maria Braga tirou vc do laço da pobreza te deu um emprego e te fez gente. Agora posa de bom moço no Congresso Nacional. Vai tomar vergonha nessa tua cata seu deputado que nem falar sabe. [...]

  20. Caro, LENIÉVERSON Azeredo

    Rebata todos os meus “argumentos originais” . Um por um. Desconstrua-os.

    Me desqualificar, me chamar de tolinho, pseudo-intelectual e etc. só faz empobrecer o debate.

    “Alias, eu não sei se vc sabe, acho que não ou finge não saber, a militância gay, xinga, ofende, faz ameaças de morte, dentre outras coisas. É claro que para a grande imprensa, eles fazem teatrinho, age por dissimulação. Eu posso provar ad argumentum ( A+B) isso.”

    Hammm? Ofensa, xingamento, ameaça de morte? HETEROFOBIA!!!

    “-Seu filho é hétero? Coitado! Mas, não se preocupe, é apenas modismo, ele quer ser hétero só porque viu aquele casal hétero na novela, bobo. Aliás que pouca vergonha se tornou a televisão e o cinema?! Exibem cenas de sexo hétero a todo momento. Isso devia ser proibido, pois pode obrigar as crianças a se tornarem heterossexuais. Mas a bem da verdade os heterossexuais são seres promíscuos. P-R-O-M-Í-S-C-U-O-S! Não podem ver um rabo-de-saia que já estão gritando “gostosa”, são pervertidos. Ou você já viu um grupo de pedreiros gays gritando “tesão” quando passa o vizinho sarado? E quando se reúnem vários héteros, então? É uma putaria sem fim. É só ter uma micareta, um festival de axé, que os héteros ficam se pegando feito animais no cio, e no dia seguinte a rua fica cheia de camisinhas usadas.”

    “Isso sem falar na competência dos héteros. Por que uma empresa contrataria alguém tão conformado, sem criatividade e que vai dar em cima de todas as funcionárias, como um heterossexual? Não, não, héteros precisam de cartilhas a todo momento, para dizer o que é certo ou errado, não contrate-os. Fora isso, eles costumam sair à noite e ir a boates e ficam beijando na frente de pessoas que não estão acostumadas a ver isso, eles deviam se dividir em grupos, se afastar da sociedade e colocar na porta: “aviso: boate hétero”.”

    “Onde está a moral hétero, hein? Olha o número de adolescentes grávidas no Brasil! Héteros não amam, eles só pensam em sexo! Dispensa comentar acerca das doenças sexualmente transmissíveis, né? Héteros são lotados delas! Afinal não há mais grupos de risco e sim comportamentos de risco e quem sofre cada vez mais com a AIDS são as mulheres casadas. Héteros são um problema de saúde pública, não sei por que não tratam a heterossexualidade como doença (e ainda querem me impedir de falar heterossexualismo, que frescura!).”

    “Héteros não tem condições de criar uma família. Os homens héteros pensam apenas em futebol e cerveja, largam as esposas em casa para irem aos estádios de futebol, ou para se reunirem com os amigos no bar da esquina. As mulheres héteros só querem saber de cuidar do cabelo, fazer compras e até esquecem os bebês no carro para ir ao shopping. Existem registros de casais héteros, que geraram seus filhos biologicamente, e foram capazes de atirá-los pela janela e até na lagoa. Onde está o futuro de uma criança com um hétero?”

    “Na verdade pode ser falta de espiritualidade. Héteros devem ser pessoas afastadas de Deus, que não sabem seguir as regras do Senhor. O inferno tá cheio de héteros, queimando por suas vidas impuras. E Deus, O ser superior que ama a todos, jamais perdoaria alguém que ama um sexo diferente. Devemos alertá-los para deixarem de ser héteros, antes que seja tarde demais para voltarem a uma vida normal!”

    “E o que é pior é saber que ser hétero é uma OPÇÃO, uma ESCOLHA. Ou você não se lembra? Lembra sim, safado! Quando a criança faz 12 anos, os pais apresentam um menu e perguntam: “Meu filho, você agora precisa decidir se vai gostar de homem ou de mulher. Você prefere ter uma ereção ao ver a Britney Spears ou o Ricky Martin ou ambos?”. É tudo escolha, nós exercemos total controle sobre nossos sentimentos e sexualidade desde o nascimento. Chega disso, chega de heterossexuais, de suportá-los infiltrados na sociedade! Se eu tiver um filho, eu quero que ele seja gay!”

    ESSAS DECLARAÇÕES NÃO FAZEM O MENOR SENTIDO NÉ? Agora faça a simples troca de “heterossexuais” por “homossexuais” e veja se não faz todo o sentido. Quem é q de fato sofre. Gays são vítimas de intolerância, violência, ofensas, xingamentos, ameaças de morte durante a vida toda, todos os dias, em casa, na escola, no trabalho… O problema é que essa sociedade estava acostumada a bater sem escutar o choro.

    Sou heterossexual convicto, mas acima de tudo eu sou humano, muito humano, e não admito que quem quer q seja diminua a dignidade de um semelhante, incite irracionalmente o ódio… Pode ser quem for, inclusive o Papa. Vergonhoso.

  21. Realmente achei desnecessário o deputado “bater nas mesmas teclas” para alfinetar o papa, mas convenhamos o velho pediu por este tipo de resposta.

    Como diabos o casamento Gay pode ameaçar o nosso estilo de vida? como uma minoria pode ameaçar a paz mundial?

    Da mesma maneira que o deputado esta errado em revidar de maneira contra produtiva as alegações do Papa, o pontífice, esta errado em fazer a alegação que fez…,

    Da qui a pouco alguém vai falar, “mas ele (o Papa) tem direito de expressar a sua opinião”

    Da mesma maneira o Deputado Jean expressou a opinião dele.

    E sinceramente, considero errada a atitude dele porem não considero ela desproporcional

  22. Se o direito das minorias deve ser respeitado, mais ainda o direito das maiorias. Assim, nenhuma religião cristã está obrigada a modificar as suas crenças e os seus dogmas para adaptá-los ao comportamento vergonhoso de determinados grupos. Querer obrigar os heterossexuais a presenciarem as baixarias que muitos homossexuais praticam na tentativa de se autoafirmarem, é um grande insulto às famílias, além de ser uma coisa que não possui nada de natural.
    Se a sociedade entender tal coisa como natural, terá que aceitar a pedofilia, o incesto, e a união de pessoas com animais como naturais. Também não custa nada lembrar que todas as civilizações que seguiram pelo caminho da depravação sexual foram destruídas. Infelizmente, nós não estamos muito longe disso. E mesmo perseguida, a Igreja Católica jamais negará o seu Deus e os seus ensinamentos. A Igreja não odeia os homossexuais, mas discorda do seu comportamento porque o próprio Deus discorda, e registrou isso nas Sagradas Escrituras.
    Rm 1, 26-27: 26 Pelo que Deus os entregou a paixões infames. Porque até as suas mulheres mudaram o uso natural no que é contrário à natureza;

    27 semelhantemente, também os varões, deixando o uso natural da mulher, se inflamaram em sua sensualidade uns para como os outros, varão com varão, cometendo torpeza e recebendo em si mesmos a devida recompensa do seu erro.
    A Igreja Católica não odeia os homossexuais assim como Deus não odeia. Mas a Igreja não merece ser caluniada!

  23. Prezada Gabriela,

    O voto feminino foi instituído em 1932, antes disso as mulheres (assim como vc) não podiam votar pq n eram consideradas capazes de escolher seus governantes. A sociedade, a igreja, inclusive a MAIORIA das mulheres, achava normalíssimo… Isso sim é exemplo de um comportamento vergonhoso.

    Quanta burrice e hipocrisia num texto tão curto.

  24. Bruno, siga em frente. Se até hoje, depois de milhares e milhares de anos de existência sobre a face da Terra é preciso “LUTAR” para que o comportamento gay e, ainda mas, o “casamento” gay seja aceito é a prova mais cabal e incontestável de que ISSO JAMAIS PODE SER CONSIDERADO NATURAL. Ou será que precisamos LUTAR pelo direito de um homem se casar com uma mulher? Você, meu caro, já é um fruto do “admirável mundo novo” que Huxley descreveu há décadas atrás. Você olha para a neve e a enxerga preta. Quem pode te convencer do contrário? O “HD” foi completamente formatado pela ideologia e isso lhe impede e veda, completamente, para a REALIDADE. Continue na caverna do Mito de Platão. Só que depois não adiante reclamar quando a depressão e os ataques de ansiedade e pânico começarem a pesar no seu psicológico. Reclame com a “homofóbica” natureza que não deixa barato uma inversão da ordem natural das coisas.

  25. Mariana, vc parece (ou finge) desconhecer a história. Vou desenhar para vc… “Se até hoje, depois de milhares e milhares de anos de existência sobre a face da Terra é preciso “LUTAR” para que o comportamento gay e, ainda mas, o “casamento” gay seja aceito é a prova mais cabal e incontestável de que ISSO JAMAIS PODE SER CONSIDERADO NATURAL.”

    SEMPRE QUE HOUVER INJUSTIÇA SOCIAL, PESSOAS NOBRES COMO EU LUTARÃO INCANSAVELMENTE PARA EXTERMINÁ-LA OU PELO MENOS DIMINUÍ-LA.

    Há pouco mais de 100 anos (pouquíssimo tempo se comparado com a história das civilizações), negros eram escravizados simplesmente por terem um tom de pele escuro. A sociedade achava naturalíssimo essa violência (assim como perseguir homossexuais). Como explicar td a tortura que os negros sofreram? Todo o açoite? Não há, pelo menos no meu entendimento violência maior que a privação da liberdade. A sociedade é repugnante..

    Até menos tempo ainda, um negro não podia se casar com uma branca (casamento inter-racial) por não ser a “vontade de deus”… Sabia disso?

    A benevolente sociedade cristã era cruelmente incapaz de demonstrar nem mesmo o mínimo ato de compaixão. Infelizmente, Mariana, vc é resquício dessa sociedade nojenta que mata, tortura e desrespeita. Vc é inapta para entender e se sensibilizar com sofrimento do próximo, de ir além do seu umbiguinho. Vc é uma vergonha como ser humano…

    Mas sabe o que me dá mais esperança na luta pela igualdade de direitos? Ver que vc, mulher medíocre, possui HOJE, as custas de Mulheres Honradas e Guerreiras, a prerrogativa da liberdade de expressão, de aprendizado, o poder do voto, a possibilidade de escolher com quem se relacionar, a faculdade de poder se divorciar de quem vc já n ama… Coisas que TAMBÉM NUNCA EXISTIRAM… UM BRINDE AOS SEUS DIREITOS CONQUISTADOS COM MUITA LUTA E TAMBÉM MUITO SANGUE…

    Vc abraça a dor, a intolerância, o desprezo, ignorância, o preconceito, o desrespeito, o machismo, a violação de direitos humanos, o egoísmo, o machismo, a pregação do ódio…

    Eu abraço a razão humana, a ética, a justiça social… Eu coloco os humanos como principais, numa escala de importância. Sem distinção… Eu tenho a nobre capacidade de aceitar outra pessoa ou grupo social diferentes. Eu compadeço com a dor da perseguição… Eu acredito no livre-pensamento… Eu luto pela plenitude da democracia… Eu afirmo que os seres humanos têm o direito e a responsabilidade de dar sentido e forma às suas próprias vidas… Eu entendo que, com o uso da razão, do exercício da empatia e da tolerância, pode-se progredir na construção de um mundo melhor. Esse sou eu.

  26. Acabamos de comemorar os 64 anos de um documento que nasceu em dezembro de 1948 e mudou para sempre a visão de como tratamos os membros da família humana.

    A Declaração Universal dos Direitos Humanos provocou uma mudança fundamental no pensamento global, afirmando que todos os seres humanos, não alguns, não a maioria, mas todos nascem livres e iguais em dignidade e direitos.

    A luta para concretizar os ideais da declaração é o cerne da missão das Nações Unidas. A comunidade internacional tem construído um forte histórico de combate ao racismo, promoção da igualdade de gênero, proteção das crianças e quebra das barreiras enfrentadas por pessoas com deficiência.

    Enquanto alguns velhos preconceitos estão diminuindo, outros permanecem. Em todo o mundo, lésbicas, gays, bissexuais e transgêneros (LGBT) são agredidos, às vezes mortos. Mesmo crianças e adolescentes são insultados por seus pares, espancados e intimidados.

    Pessoas LGBT sofrem no trabalho, em clínicas e hospitais e nas escolas -os mesmos lugares que deveriam protegê-los. Mais de 76 países continuam criminalizando a homossexualidade.

    Muitas vezes já falei contra esta trágica e injusta discriminação, e os desenvolvimentos positivos dos últimos anos me encorajam a seguir lutando. Foram realizadas reformas em muitos países. Na ONU, tivemos inovações históricas.

    Em 2011, o Conselho de Direitos Humanos adotou a primeira resolução da ONU sobre direitos humanos, orientação sexual e identidade de gênero, expressando “grave preocupação” com a violência e a discriminação contra as pessoas LGBT.

    A alta comissária publicou o primeiro relatório da ONU sobre o problema e o conselho discutiu os resultados em 2012 -a primeira vez que um organismo da ONU fez um debate formal sobre o assunto. Os ativistas ajudaram a abrir a porta. Não podemos deixar que se feche.

    É um ultraje que tantos países continuem criminalizando as pessoas só por amar outro ser humano do mesmo sexo. Em alguns casos, novas leis discriminatórias estão sendo criadas. Em outros, essas leis foram herdadas das potências coloniais. Leis enraizadas em preconceitos do século 19 estão enchendo o século 21 de ódio.

    Quando me encontro com líderes de todo o mundo, levanto a minha voz e peço igualdade para os membros LGBT de nossa família humana. Muitos líderes dizem que gostariam de poder fazer mais, mas apontam a opinião pública como uma barreira para o progresso. Eles também citam as crenças religiosas e os sentimentos culturais.

    Respeito plenamente os direitos dos povos em acreditar nos ensinamentos religiosos que escolheram. Isso também é um direito humano. Mas não pode haver desculpa para violência ou discriminação, nunca.

    Entendo que pode ser difícil se levantar contra a opinião pública. Mas só porque a maioria desaprova determinados indivíduos, não dá direito ao Estado de reter seus direitos básicos.

    A democracia é mais do que a regra da maioria. Ela exige defesa das minorias vulneráveis diante de maiorias hostis. Os governos têm o dever de desafiar o preconceito, não ceder a ele.

    Todos temos um papel a desempenhar. Desmond Tutu disse recentemente que a onda da mudança é feita de até um milhão de ondulações. Ao celebrarmos os direitos humanos, vamos mais uma vez lutar pela implementação da promessa da Declaração Universal: que eles sejam para todas as pessoas -como foi planejado.

    BAN KI-MOON, 68, diplomata sul-coreano, é secretário-geral da ONU

  27. Bruno, não sou gay e nem cristão. Não que tenha alguma coisa a ver, mas posso observar tal discussão sem me doer. E achei super coerente suas palavras, vc quebrou com maestria o argumento ensinado a estas pessoas por seus respectivos “lideres”. Podem até não concordar, mas se calaram e não tem argumento contra fatos. Agora nem vc e nem ninguem consiguirá abrir “certas” cabeças, todos querem te levar para a religião deles, não intendem a máquina de manipular massas que impera, sem falar q casamento homossexual não pode, mas pedofilia a torto e à direito ninguém comenta… Enfim, parabéns, único no tópico q demonstrou conhecimento e não ficou falando q o outro não sabe nada (como a maioria por aqui)

  28. Obrigado, Áriston. Lutemos por um mundo melhor, por uma sociedade mais justa e igualitária. Pelo respeito ao próximo e pela liberdade de fato.

  29. É O CANTO DA SEREIA…
    É UMA ARMADILHA MUITO BEM MONTADA…
    Os partidos comunistas e seus defensores pregam, e como a libertação de todos, disso e daquilo, aplicando a cada um e a cada classe de pessoas de como safar-se da opressão, porém nunca esclarecem o que há por detrás de tanta GENEROSIDADE GRATUITA que dizem possuir.
    Jamais dizem que, esquivando-se disso e daquilo e abraçando suas teorias e modos de governo, as classes e pessoas irão se tornarem como na Coreia do Norte e Cuba, modelos que acham ideais, PERFEITOS para os outros, não para si, serão os escravizadores no comando do chicote.
    Aliás, os defensores disso idolatram Fidel Castro, Kim Jong Um, Chavez e outros ditadores opressores iguais…
    Portanto, as pregações para as mulheres evitarem a religião especialmente a católica é para cairem nas redes deles, tornarem-se apenas produtoras de seres humanos para um Estado extremamente opressor, quando vierem a dominar totalmente..
    V confiaria em pessoas e regimes de querer promovê-lo, quer todo os eu bem e de sua familia, que tem como base ódio à Igreja católica, a Jesus Cristo e por cima são materialistas e ateus?
    Parecem-se com a propaganda do cigarro de antes: SEJA LIVRE, SEJA MODERNO E REBELDE; só que depois o cara caía no vício, às vezes não mais saía, depois morreria de problemas pulmonares, asfixia na enfisema pulmonar.
    Aí ele dava contas de ter sido passado para trás; porém, agora é tarde.Os comunistas são da mesma forma, como a sereia que atrai depois devora.
    A propria ideologia deles baseia-se nos 10 mandamentos de Lênin; confira-os na net.
    Acreditar neles equivale a “dar crédito às promessas do diabo”.
    A não ser que v creia na ajuda dele…

  30. Marcio,
    Vc fala em regimes comunistas, exemplos de países ditatoriais e de “GENEROSIDADE GRATUITA”. Fala tb em líderes como Fidel, Cháves e Kim Jong…

    Mas vc, assim como a maioria dos que aqui comentam, parece nunca ter saído país. Só conhecem a nossa triste realidade…

    Mas vamos lá: Finlândia, Noruega, Suécia, Holanda, Nova Zelândia, Bélgica, Suíça. Alemanha, Islândia, Dinamarca, Canadá, Espanha, Portugal, França, Hungria, Irlanda, Luxemburgo, Monaco, Polônia, Reino Unido, Romênia, México, Uruguai, Australia, Japão… Todos esses citados possuem legislação que protegem o homossexual…

    Não é a toa que esses são considerados os melhores lugares para se viver, n apenas para um homossexual, mas para qualquer ser humano. são países, DEMOCRÁTICOS, com altíssimos níveis de desenvolvimento humano, os maiores do mundo. NÃO É A TOA… Esses, SIM, são nossos exemplos, não a Coreia do Norte.

    Ahhh sim, e não menos importante, são países com uma população de descrentes enorme. Quanto menos religioso é um país, mais desenvolvido humanamente ele é…

    Marcio, acredite no que vc quiser. É um problema seu, mas n tente impor a sua doutrina religiosa para pessoas que n concordam com ela.

  31. Finlândia, Noruega, Suécia, Holanda, Nova Zelândia, Bélgica, Suíça. Alemanha, Islândia, Dinamarca, Canadá, Espanha, Portugal, França, Hungria, Irlanda, Luxemburgo, Mônaco, Polônia, Reino Unido, Romênia, Uruguai, Austrália, Japão…

    Esses são os países com os maiores índices de desenvolvimento humano. As taxas de violência são inexpressíveis, assim como a miséria e a injustiça social… São países democráticos.

    Todos esses possuem legislação específica que visa proteger minorias como os homossexuais. Garantem a integridade física e mental, estabelecem o casamento e a possibilidade de adoção.

    Marcio, qdo for usar exemplos, use esses. Seria mais honesto e honrado.

    Vc fala em materialismo, e só me vem a cabeça todo o ouro e ostentação da igreja… Me desculpa, mas eu teria rido na cara se vc falasse isso pessoalmente.

    Por último, comparar a liberdade de crença ou descrença com a sedução do cigarro é de uma ignorância imensa. Faça o seguinte, continue assim, com essa sua vida medíocre.

  32. AQUI O NIVEL ESTA MUITO ALTO, SO QUERO DIZER UMA COISA…! CHUPA JEAN WILLYS……….!!!!!!!!!!!!!

  33. Interessante observar que o nível da discussão baixa toda vez que um ignorante cristão fundamentalista como vc, AMARILDO Santos, comenta…

    Pena de pessoas como vc. Medíocres

  34. O papa e do seu time tbm !!! Se ele e hipocrata vc e, o quer ? Eu vou responder julgar vc !!! Vc e, a besta-fera !!!!!!!

  35. Ah, Bruno, só para seu conhecimento, o Papa estava certíssimo sobre o homossexualismo ser um perigo à paz mundial. Quem o confirmou não foi nenhum cristão “sem cérebro” como você preconceituosamente gosta de chamar, mas os próprios gays. Veja o vídeo a seguir e tire suas próprias conclusões. O vídeo nos leva a seguinte conclusão: ou você me aceita do jeito que eu sou, ou eu te mato. Isso, é claro, contribui para a paz mundial!!!! E VIVA O SANTO PADRE, QUE TEM LUCIDEZ E CORAGEM DE DIZER O ÓBVIO!!!! http://www.youtube.com/watch?v=jwkIkw-whsU

  36. Bruno.
    Nem tive o trabalho de ler seus infinitos argumentos, apenas o final de cada um deles. E em todos você encerra fazendo ao menos uma colocação prepotente, arrogante e preconceituosa, além de pré-julgamentos, como suponho que você vai fazer em relação a minha pessoa, assim que ler este comentário. Não vou concordar ou discordar de suas opiniões, mas peço que não desqualifique a opinião dos outros, como se a verdade suprema estivesse apenas sob sua propriedade. Aliás, a verdade não é nada absoluto e definitivo: cada um de nós está com uma parte dela. A religião é algo criado pelo homem, e seja qual for, foi criada para que nos oriente a Deus, com todas as imperfeições, afinal é humana. E fé é uma questão de escolha: ou você crê ou não. Os dogmas são condições para se seguir uma religião, sob o pressuposto da fé. Dessa forma, concordar ou não com certos comportamentos humanos, como o homossexualismo, é uma questão de seguir os dogmas, que possuem embasamento bíblico-religioso. E nisso, os novos tempos, a modernidade e evolução do modo de vida JAMAIS poderão interferir, pois dogmas são atemporais, não seguem tendências e não acompanham a mudança de mentalidade dos homens. Não podem generalizar e classificar como homofobia a liberdade de expressão e o direito de exercer religião ou ideologia segundo as convicções de cada um. A homofobia é tão somente o ato que exprime violência, opressão e atitudes discriminatórias. Assim como o racismo, o assédio moral e sexual, o abuso e exploração da dignidade humana. Classificar tudo como homofobia é querer se proteger de tudo, inclusive da opinião contrária, impondo suas convicções em detrimento das demais. Amordaçar a sociedade nunca é solução para busca da igualdade entre as diferenças. O deputado citado primeiro procurava defender o direito dos homossexuais (apenas os deles) e realizava um trabalho que de certa forma era respeitado. Agora, com essa atitude desnecessária de atacar uma autoridade religiosa, mostra que o que quer realmente é impor suas convicções em relação a tudo. Se ele é ateu, tem suas opções sexuais ou segue outra religião não cristã, pode até ter suas opiniões e torná-las públicas. Porém julgar, ofender e denegrir a imagem de quem quer que seja, não o qualifica como o baluarte da ética e da moral. Atitudes ofensivas, assim como a violência, são utilizadas quando se quer ter razão a qualquer custo, mas não se possui a capacidade de se fundamentar por meio de palavras. Bom lembrar que muitos governos de nações surgiram dessa forma perigosa, oprimindo e impondo suas próprias verdades, fazendo uso inclusive de dogmas religiosos. Para que haja paz mundial, primeiro deve haver o respeito, passando pela inteligência e finalmente, a fraternidade. E, coincidentemente, isso todas as religiões pregam. Abraço.

  37. Parabens ao guerreiro Bruno… Eu realmente gostaria de saber uma coisa, alguém aqui sabe o que é o Marxismo? Alguém já leu o Capital? Acho muito engraçado desqualifcar comunistas sem saber ao menos que isso quer dizer… até entendo esse comportamento, afinal os exemplos de nações SOCIALISTAS, lembrando que no mundo moderno nunca existiu sociedade COMUNISTA… sim, existe diferença entre os 2.
    Desinformação é uma arma mesmo.

  38. Caro William, a resposta chega a ser pior para o caso de se colocarem cinquenta casais héteros com 20 ou 30 anos de idade numa ilha e após 40 ou 50 anos não sobrará ninguém pelo simples fato de morrerem de fome, ou todos se matarem simplesmente não havendo mais saída, afinal se for uma ilha diminuta esta já deveria tá super povoada com centenas de pessoas sem oferecer condições mínimas de subsistência, com seus recursos explorados no seu limite máximo, ocasionando o surgimento de várias doenças. Isso não só leva ao fim das pessoas na ilha mas como também contribui para o desequilíbrio da terra, ainda que haja algum grau de sustentabilidade, civilidade, igualdade… A própria sustentabilidade pressupõe um limite na quantidade de filhos por cada habitante e lembre-se que um gay da vida pode gostar de ambos os sexos. Aliás o que eu conheço de “hétero” que na maioria das vezes é casado e tem filhos mas na verdade é gay enrustido não tá escrito.

    Além do mais bastava uma tempestade para dizimar toda a população da ilha. O mundo é muito vulnerável e muito mais frágil do que imaginamos, imagina se fosse uma pequena ilha? Já nem existiria mais. E outra coisa a morte pode não ser o fim e sim apenas o começo. Vocês deveriam acreditar mais nisso já que são cristãos. Se a morte existe é porque há algum sentido nisso. O universo material e não material é tão vasto que a nossa mente sequer alcança uma fagulha dele. Aliás quando descobriram que existia o universo a Igreja surtou o que promoveu mudanças de planos e regras pois não fosse isso ela já teria sido suplantada. Por quê de uma forma ou de outra ela vai mudando de acordo com os tempos? Foi assim com as bruxas, negros e da própria mulher. Lembrem-se que da morte em diante não existe sexo, cor, matéria… Só pra deixar claro.

    Parabéns Bruno, você deu um show. Eis que logo após essa discussão toda sobre o Papa o mesmo acaba de renunciar…

  39. Ah e esse papo de incêndio em Sodoma e Gomorra já foi desmentido por evidências científicas de que o mais provável teria sido um incêndio provocado. Já passou até um documentário no HC bem esclarecedor sobre isso. A mulher que olha pra trás e vira uma estátua de sal, é o típico caso de toda pessoa que é atingida pelo fogo ou pela propagação do fogo sem que pra isso a pessoa tenha tempo de reagir, ficando carbonizada na posição em que se encontra. Um exemplo claríssimo disso foi notado e documentado quando das pessoas atingidas próximo a zona de impacto da bomba atômica em hiroshima e nagasaki.

    Então gente vamos parar de hipocrisia e abrir a cabeça. Chega dessa intolerância descabida. Não é porque estamos respeitando o direito dos outros que agora tudo se tornará uma bagaceira, isso não tem nada a ver. Só elaborar um regulamento que especifique condutas que vai ao encontro da moral e bons costumes do mundo atual e pronto. Não vai ser preciso lutar depois para vocês terem o direito de hétero reconhecido pois isso vocês já o têm. É o direito mais conquistado de todos, injusto falar que se perderá, nada a ver. O grave problema que está a ocorrer são das mortes DIÁRIAS de homossexuais, travestis e transgêneros e quanto isso todos se calam? A Igreja deveria se revoltar contra isso antes de sair condenando atos que não agridem ninguém enquanto no plano de direito individual do cidadão. Ela não pode inferir em assuntos de casamentos CIVIS. Fosse religioso, mas nem isso. Não é da esfera dela. Como esta passa a adentrar em assuntos que não lhe diz respeito, assim como dos pastores e tanta gente por aí que pregam o ódio, torna-se mais do que compreensível a defesa e resposta de pessoas que representam esta minoria e sentem agredidas diariamente por tal conduta, ainda mais de um político que está lá para isso. A gente pode discutir os seus excessos e falta de bom senso isso sim, mas não seu direito de se defender e pregar também seus ideais como todos os outros fazem.

  40. E é bom que elejam um Papa fora da Europa, chega de Europa! De preferência africano NEGRO ou latinoamericano que seria mais do que justo. Isso não é pedir muito e sim JUSTIÇA! Ao se constatar sendo mais um Papa europeu ou de um país que nem representa muito para o catolicismo pra mim a Igreja cairá mais em descrédito. Está mais que nítido que desde a morte do nosso saudoso, esse sim digníssimo papa João Paulo, a Igreja não consegue substituí-lo à altura frente a tanta pressão e evolução das coisas.

  41. Prezado Genivaldo,

    Primeiro diga-me seu entendimento sobre “prepotência, arrogância e preconceito”…

    Agora aponte nas minhas falas a ocorrência deles. Isso seria um ato de honestidade.

    Curiosamente vc afirma que eu faço “pré-julgamentos”… Assim como vc? Que me classifica como prepotente, arrogante e preconceituoso sem nem ao menos ter lido meus “infinitos argumentos”? Que baita contradição.

    Novamente peço: aponte os momentos onde eu “desqualifiquei a opinião” de alguém como se a verdade suprema estivesse apenas sob minha propriedade.

    O que eu fiz ao comentar ou rebater comentários foi expor A MINHA OPINIÃO, sempre muito bem fundamentada. Mas vc n leu meus “infinitos argumentos” não é? Em momento algum tive a intenção de impor algo à alguém.

    Leia tudo antes de falar qualquer coisa sobre mim… Isso faria vc parecer menos alienado.

  42. Obrigado, Thiago e Carlos.

    Não estamos sozinhos na luta contra o obscurantismo.

  43. Jean willes é gay, agride os preceitos evangelicos e catolicos, o papa encoberta a homoxesualidade (pedofilia) dentro da igreja, nenhum dos dos dois moral para tais questionamentos.

  44. Emerson,

    Se a expressão da sexualidade de alguém agride “preceitos” religiosos DOS OUTROS, conclui-se que está na hora de fazer uma revisão sobre a validade/racionalidade desses preceitos. Cada individuo tem o direito e a responsabilidade de dar forma e sentido à própria vida. Não cabe a ninguém querer pautar a sua vida, e vice-versa. É tão difícil mesmo de entender isso?

    Lembre-se sempre que esses preceitos são regras de condutas definidas por pessoas tão mortais e “pecadoras” quanto qualquer outra.

    Ah hipocrisia reina, não é?

    E por fim, antes de fazer qualquer associação, procure se informar sobre os fatos e se há algum tipo de relação entre eles. Associar a homossexualidade à pedofilia é pura ignorância, faz vc passar vergonha… Dados do ministério da justiça apontam que HETEROSSEXUAIS são responsáveis por quase a totalidade dos casos de pedofilia… E aí?

    Se informe.

  45. gente, sera que ninguém notou que o bruno é um gay, quem com tanto ardor defende um boiola, joga no meso time.
    chega a ser triste saber que um cara que nasceu com toda maquina masculina, goste de ficar por baixo de outro macho.
    vá se reciclar cara, já deve existir cirurgia para virar macho.

  46. Bruno,
    vc nasceu de chocadeira? asqueroso! petulante!idiota e sobretudo FEIO!!!!eu te conheço traste!!!!

  47. Palavras demais por aqui não?? Como dizia São Francisco de Assis…evangelize todo o tempo, SE necessário use palavras!! A igreja como um todo sempre será atacada….é assim desde o princípio..não seria mais fácil agora! Em vez de tomar as dores do nosso querido Papa Emérito Bento XVI, e contra atacar com mais acusações e até mesmo desrespeito por parte de alguns…ocupemo-nos em viver e dar aos outros aquilo que recebemos de graça, o amor! Ser católico, cristão é configurar-se a Cristo…pensem no que ele faria nesta situação …julgaria, acusaria ou amaria? Não mudamos opinião de ninguém com palavras de acusação, de pedido de respeito…, as ‘ações’ convencem muito mais do palavras… principalmente neste caso em que temos pessoas de ambos os lados com bastante estudo… Não tenho muito conhecimento assim como alguns…conheço muitos homossexuais, tenho alguns amigos que são… e sabem da minha opinião como católica…os amo sem nenhum preconceito…sei de seus sofrimentos com a homofobia em geral…e sofro junto! E além desses sofrimentos ainda vejo um mais fundo…que os impede de ser verdadeiramente felizes…mas que talvez neste mundo nunca irão ter oportunidade de alcançar…por resistências, por achar um absurdo, por achar retrógrado, por estar em um mundo em que tudo é permitido…sempre q converso relatam que lhes falta alguma coisa… aposto eu que não seja aceitação, nada disso… e quando um Papa diz a verdade sobre esta situação…sua mensagem é deturpada, pois não se viu que a ‘paz mundial’ citada dizia a respeito de seus corações…de sua paz interior, felicidade!!Não é isso que buscamos todo o tempo?? Aos que não concordam me perdoe..e peço perdão por todos aqueles intolerantes… o que posso e continuarei fazendo é rezar e tentar ao máximo dar testemunho do Deus vivo que habita em mim….

  48. Prezada Anecy,

    Eu pertenço a uma família feliz, composta por pessoas honestas e esforçadas e que prezam pelo respeito ao próximo acima de tudo.

    De onde vem essa fervorosa vontade de xingar? De onde surge tanto ódio? Isso é algo incomum a mim e minha família.

    Você não me conhece, não costumo me relacionar com extremistas/fundamentalistas que agridem por esporte.

    Quanto à beleza, isso é bem subjetivo mas minha mãe me acha lindo.

  49. Tanta gente morrendo de fome, tanta criança fora da escola, tantos hospitais matando pacientes, e um deputado perdendo tempo com questões menores que só incitam violência e intolerância. Deixem quem quiser ser cristão ser cristão, quem quiser ser ateu ser ateu, quem quiser ser gay ser gay, quem quiser ser prostituta ser prostituta.

  50. Todo aquele que NÃO reconhece que a palavra de Deus, é a verdade, certamente nunca irá entender nada desta vida. Se desde o início, e em várias passagens da bíblia, O SENHOR, condena, proíbe, determina, que abominável as relações impuras, quem sou eu para contradizer o que está escrito. Aqueles que não conseguem entender isso, infelizmente, vão prestar contas não a mim, nem a ninguém, e sim ao SENHOR DEUS, e para isso me basta. Cada um que viva na sua iniquidade, afinal, para isso Deus nos deu o livre arbítrio. Muitos retardados não conseguem enxergar isso. DEUS, criou o homem e a mulher, o resto, fica por conta dos ativistas gays. Lembrem-se o Senhor ama o pecador, MAS ABOMINA O PECADO.

  51. Todos seres humanos são passiveis de erros, não adianta ficar criticando um ao outro, sem olhar para dentro de nós mesmos. ” O próprio Jesus disse: ” Porque olhar os erros do seu semelhante e não olhar seus próprios erros.”. Concordo com o Adenilton que disse: “Cada um escolha o que deseja ser.” Porem, tudo que venha contribuir para a destruição da família deve ser combatido. Concordo também na fala de alguns ” Quem é cristãos seguidores dos ensinamentos bíblicos que não se deixe levar por nenhuma fala ao contrário esses ensinamentos,porque para o verdadeiro cristão a bíblia é a verdade absoluta,não importa o que as pessoas dizem,o importante é o que a bíblia diz, mesmo quando alguém usa textos isolados da bíblia para defender suas teses, você cristão não se deixe levar por tais praticas. A bíblia para o cristão seus ensinamentos valeu no passado, vale no presente e valerá para o futuro, nunca ficará ultrapassado. Ela nos ensina de Jesus que é nosso grande exemplo de vida e não de homens,mulheres. Acho essas discussões sem proveito se não sigamos o exemplo do maior mestre. Antes de Criticar ou tomar qualquer decisão, devemos pensar no titulo de um filme que assistir e não me recordo o nome do autor ” O que faria Jesus em meu lugar?”

  52. Beto, vc pode até estranhar mas eu não sou homossexual (e se fosse não teria problema algum em dizer).

    Triste não é a forma como adultos obtêm prazer sexual com outros adultos, triste é achar que tem o direito de opinar sobre a vida dos outros. Triste mesmo é a hipocrisia e a ignorância. E você tá repleto delas.

    Defendo qualquer um que esteja sendo oprimido. Pode ser um negro, uma mulher, um homossexual… Compadecimento com o sofrimento alheio faz parte da natureza humana… Pena que não existam tantos humanos por aí.

  53. Enilton,

    O deputado não incitou nada… Quem incitou a violência e a intolerância foi o Papa ao afirmar irresponsavelmente que o casamento gay é uma ameaça a humanidade. Nem preciso dizer o poder de influência que ele possui, nem o quão grave podem ser as consequências dessa estupidez.

    Mas ele prega o amor ao próximo, não é?

  54. Gente, pra que discutir com quem tem idéia pre determinada? Não adianta. Total perda de tempo. S Exa. (SIC) deputado Jean Willys pensa e age como um participante de um programa do nível do BBB, de baixíssimo nível. Estigmatizado que é e sempre será, hoje foge como um capeta ( que é ) da Cruz . Seu passado o condena. E esse ” Bruno ” deveria ser um grande eleitor dele naquele programa. Tudo farinha do mesmo saco.

  55. Bruno,

    Quanto infeliz você é?
    Sua infelicidade é tanta que quer transcender ao ser mais sublime que a natureza fez, por si só. Sou inteiramente livre e feliz, somente por já ter nascido MULHER. Não me sinto oprimida, muito menos voando baixo, não preciso de loucas que ficam nuas em praça pública para me perceber herdeira de uma dignidade que você pelo visto está longe de conhecer. Você é um revoltado contra sua própria natureza. A Igreja que é feita também de mim, é sábia quando diz que a mulher é tão digna quanto o homem. Eu não preciso carregar o mundo nas costas, para isso temos os homens, que estão esquecendo qual seu lugar numa sociedade, numa família. A mulher só tem perdido oportunidades fascinantes como a de gerar um filho em detrimentos da psicose do trabalho, mas elas também tem esse direito e hoje elas já fazem as opções, umas até frustradas por enganos de julgamento de uma vida sem filhos…sem família… pense bem meu filho…

  56. Silas,

    Entendo sua revolta, deve ser mesmo difícil para você encarar que não vivemos mais no mundo dominado por machistas, misóginos, racistas/escravocratas e homofóbicos. Vc está presenciando a extinção da sua classe de hipócritas e isso te deixa bem assustado.

    Mas te aviso, é um caminho sem volta. Estamos rumo ao mundo justo, igualitário e respeitoso. O meu mundo. O meu saco.

  57. A LEI DO CONGRESSO NÃO SALVARÁ O HOMOSSEXUAL
    A LEI DO CONGRESSO NÃO SALVARÁ O HOMOSSEXUAL
    Vamos mudar o foco!
    Chega de tanta inutilidade vinda em tempos de eleição. Não agüento mais ter que engolir COMIDA MAL PASSADA. Estou com vontade de vomitar. É vídeo , é e-mail, mensagens no orkut. São depoimentos, respostas, ataques e contra-ataques.Mas a quem??? A nós mesmos : Os crentes.
    Os oportunistas da vez, aqueles que concorrem a uma vaga no congresso federal na assembléia estadual, no senado, ou aqueles que defendem seus candidatos à Presidência do País, se deliciam ao ver que estão nos fazendo de “trouxas”, pois com os milhões de vozes que temos (projeções do censo do IBGE 2010: crescimento dos evangélicos será de 39, 32 no final de 2010: 36.480.000 crentes) vamos divulgando as asneiras que eles dizem em seus discursos infundados.
    Para cada grupo ou classe, os marketeiros usam uma estratégia. E conosco quase sempre as mesmas:Nas propostas dos candidatos, quando se dirigem ao povo crente, encontramos em primeiro lugar elencando a lista:A fé que o candidato professa, a opinião dele sobre o aborto, sobre a união civil homossexual e a legalização das drogas. E só sobre isso falam e discursam. Defendem-se e atacam.
    Eles levaram ao pé da palavra o que os crentes dizemos “ nós não somos deste mundo”. Ao se dirigirem a nós, não se fala sobre propostas para o crescimento econômico do país, não se fala sobre melhorias para a região onde moramos, não se fala de empregos para nossa família, estudo para nossos filhos. Isso é falta de seriedade conosco.
    De todos que ouvi em minha igreja, só pude ouvir. Só eles falam quando tem o microfone na mão. Já vem com o discurso prontinho recheados de propostas inúteis que vão nos “agradar”.
    Parece-me que só existem duas bandeiras quando se dirigem aos crentes: A do contra a união entre homossexuais, e a do contra o Aborto
    Como é muita coisa pra desabafar, detenho-me a falar sobre a primeira. Por que estamos fazendo tanto alarido sobre a lei que beneficiará os homossexuais.?Parece-me que estamos com medo de uma lei feita por homens.
    Gente!!!!. A lei do congresso não salvará o homossexual. Por favor!Se ainda acreditamos no poder da regeneração pelo Espírito Santo, somos nós que temos que levar a Palavra a eles, sejam eles casados civilmente ou não.
    Esse tipo de discurso faz com que o foco seja a discussão, o confronto entre Igreja e sociedade.
    Não é papel do Deputado ou Senador, ou Presidente lutar pelos valores cristãos. É nossa função. Temos que defender a nossa fé com argumentos, com verdade, com coragem. A nossa lei tem que ser espiritual. Sozinhos não venceremos o que contraria a natureza de Deus. Porém não precisamos do Estado para vencer o pecado, precisamos de união, de oração, de coragem.
    Votando em alguém que se diz contra isso ou aquilo não é certeza de que garantimos a nossa vitória.
    Temos que nos filiar ao partido de Cristo Jesus e do Espírito Santo. Não precisamos de coligação partidária para vencermos a natureza pecaminosa do homem. A vitória se dá mediante a vida no Espírito. Mas parece que estamos na carne. Tem crente que quer ficar de braços cruzados, deixar que o Estado faça as leis que estejam de acordo com a Bíblia Sagrada. Mas quanta ignorância!
    Se seguirmos a Bíblia, Roubar é pecado.Assassinar é pecado. Mas quantas leis existem que beneficiam ladrões! A lei solta ladrão. A lei diminui a pena do assassino. Votamos em ladrões sabendo que são ladrões. Mas também pregamos perdão aos ladrões. Pregamos nas cadeias, acreditamos na transformação de vidas. E por que levantamos esse muro nos separando daqueles a quem Jesus também ofereceria o seu amor e o seu perdão?Mentir é contrário ao caráter de Deus. Mas votamos em gente que mente.Sabemos que muitos políticos mentem, sabemos que não vão cumprir com suas palavras, e votamos neles,porque acreditamos que eles podem fazer a diferença.
    Ei, vamos mudar o foco!
    Os crentes queremos ouvir propostas para Segurança Pública, de reforma urbana, de Saúde de Educação.Os crentes ,mesmo sabendo que somos cidadãos dos céus, somos gente de carne e osso que tem os mesmo problemas que os demais brasileiros tem. Por isso queremos ouvir propostas de qualidade de vida, de cultura, de conhecimento.Os crentes queremos ouvir falar de transporte, de moradia , de previdência social.
    E se acreditamos que Jesus salva, restaura. Vamos pregar aos homossexuais uma vida em Cristo. Deixemos de ser crentes “abestados” e não vamos permitir que sejamos objetos de apelação em tempos de campanha.
    A nossa vida é que deverá influenciar as pessoas a buscarem a salvação, e não o congresso com suas leis temporárias.
    E para não pensarem que sou contra a política, termino dizendo que as nossas escolhas políticas deverão ser sensatas e conscientes. E se quem vier nos governar não fale a mesma linguagem que defendemos, nem por isso deixaremos de lado a nossa espiritualidade, e não nos afastaremos de Deus

  58. Caro Bruno,

    Eu li seu primeiro post aqui nesta página e fiquei estarrecido. Como pode chamar a mulher de “escrava da religião, dos trapos, das jóias, dos bombons e do salário – não pode pensar senão pela cartilha dos dogmas, das modistas, das vitrines e da luta pelo estômago…”? E mesmo que você estivesse falando apenas da Renata, autora da carta (o que não ficou nada claro), ainda sim é uma ofensa sem base alguma. Sinto muito, mas isso revela misogenia das mais profundas. Depois são os religiosos que são preconceituosos…

  59. Olá Bruno, tudo bem?

    Gostaria de saber contigo, que você por favor me esclarecesse. Você quer que as pessoas respeitem os homossexuais como a qualquer ser humano que merece respeito, ou que aceitem todas suas reivindicações, como adoção de crianças por casais homossexuais?

  60. Sr Bruno

    DEUS nos criou; homem e mulher e disse: crescei e multiplicai-vos.
    Como um casal de gays poderia se multiplicar?
    E qto a adoção de filhos, já pensou como ficará psicológicamente essa criança, tendo como pai e mãe dois ” homens” ou duas ” mulheres” ?
    E perante seus amiguinhos de escola ? como explicar pai e mãe com aparencia de homens,ou mãe e pai c/ aparência de mulhres?

  61. Rafael,

    Respeito ao próximo é item básico de sociedades civilizadas. O que claramente não é o nosso caso. Daí conclua vc se ele necessário ou não.

    As reivindicações do movimento LGBTS busca igualdade entre os individuos, nada mais. Nem mais, nem menos. Mais de 40 direitos civis garantidos a heterossexuais são negados aos homossexuais.

    O homossexual só se iguala como cidadão a um hétero qdo falamos de OBRIGAÇÕES. Dai vc me responde se é justo.

    Lembre-se que toda vez que um casal homo tenta uma adoção, ele está diretamente reparando uma crueldade (abandono de uma criança) cometida por um casal hétero. Pense tb sobre o destino que aquela criança terá ao lhe ser negado o direito a parternidade ou maternidade. Será que o nosso preconceito deve mesmo condenar os abandonados?

    Sempre que falam sobre adoção por homossexuais, levantam a questão absurda da pedófilia. Nunca lembrar que mais de 93% dos casos registrados no Brasil, de acordo com o Ministério da Justiça são cometidos por héteros. Ou seja, proibam os héteros de chegarem perto de crianças…

    Falando em pedofilia, o que a igreja católica acha disso? Ahhh ela acoberta e se cala, não é? Interessante…

    Por último, voltando a questão da igualdade, pq negar ao homem ou à mulher homossexual o direito garantido aos héteros? Essas pessoas são incapazes de amar? Quem diz isso? Vcs?

  62. Vanderlúcio,

    Meus comentários são sempre respeitosos, nunca uso xingamentos apenas apresento minhas ideias. Pq vc não publica mais meus comentários? É censura? Será que Jesus aprova isso??

  63. Ninguém é obrigado a seguir religião nenhuma, porém se vivemos em um país que se diz democrático, respeitar o próximo, inclusive as opções religiosas de cada um, é fundamental. É lamentável as declarações do Deputado Jean e as de vocês que o seguem. Concordar com declarações absurdas como a deste infeliz deputado é concordar plenamente com o desrespeito e intolerância contra o próximo. Ora, se o próprio deputado luta contra homofobia que também é um tipo de agressão, que exemplo ele dá agredindo os religiosos? Será que uma pessoa como essa pode falar sobre homofobia? Que representantes são esses que estamos elegendo? O Papa mesmo diz “Que Deus abençoe a todos, independente de sua crença”. A Igreja Católica e inclusive outras religiões estão procurando por paz, e não atacar o próximo. Não se consegue lutar contra homofobia descriminando a postura religiosa de cada um. A posição do Deputado Jean é incoerente.

  64. Lúcia,

    Vc é um belo exemplo para a palavra “incoerência”. Pede respeito ao desrespeitador (o papa). Respeito ao direito de desrespeitar, incitar o ódio.

    Declarações absurdas foram as proferidas pelo líder da igreja católica, não pelo deputado. Quem de fato foi irracional e manifestou intolerância foi o seu santo padre ao afirmar que o casamento igualitário é o maior mal do mundo. Pasme vc, não é a corrupção, não são as guerras, não é a violência, não é a fome (todas essas encabeçadas por heterossexuais). São os gays, esses são o maior mal do mundo, palavras do papa em sua cartinha de natal. Procure se informar.

    Acho que qualquer pessoa com desenvolvimento intelectual completo compreenderia quem de fato desrespeita.

  65. Bruno,
    quem precisa se informar mais é vc. E nem que vc devore todos os livros do mundo vc terá a sabedoria do Papa, se informe mais. Ao contrário de seu incoerente e lamentável comentário garanto que não é atacando o próximo que se consegue algo, principalmente quem luta pelos direitos dos gays. E aí repito sua afirmação em partes, a qual concordo que qualquer pessoa com desenvolvimento intelectual completo saberia disso. Se informe mais sobre as doutrinas da Igreja, e se não quiser se informar não fale o que não sabe. O Santíssimo Papa não tem o poder de mudar as palavras da Bíblia, Livro Sagrado em que baseamos nossas doutrinas religiosas. E aí mais uma vez afirmo, quem precisa se informar mais e amadurecer o intelecto é vc, que adimira um deputado o qual se preocupa em atacar as religiões ao invés de se dedicar aos problemas grandiosos que vem sofrendo o Rio de Janeiro. Vc não sabe nem argumentar, vejo vc tentando discutir com todos e não chega a conclusão nenhuma. Quem é Cristão verdadeiro não apoia o casamento gay, por isso as afirmações do Papa, dos evangélicos, entre outros. Em momento algum o Papa inspirou ódio, só em vcs que não tem religião e não aceitam as opiniões de quem tem. Concordo plenamente com o Papa, com os evangélicos, com os Cristãos, eu sou Cristã, tenho Cristo em meu coração. Rezarei por vc e por todos que tentam atacar as Igrejas, para que encontrem o caminho da Paz, do amor. Rezarei por vcs para que consigam defender suas causas sem atacar os outros e sem desrespeitar, perdendo assim a razão. Que Deus abençoe independente de sua crença. Aprenda a amar. :)

  66. Lúcia,

    1- “nem que vc devore todos os livros do mundo vc terá a sabedoria do Papa” Você tem quantos anos? 12?

    2- Me mostra os pontos incoerentes do meu comentário, e explica o pq deles serem incoerentes.

    3- Novamente repito, quem atacou o próximo (no caso, os gays) foi o Papa. Se informe, não passe vergonha.

    4- Não me mande estudar a bíblia ou a doutrina cristã, conhecer a Igreja ou a igreja [em maiúscula e minúscula para diferenciar a instituição e o povo, não necessariamente nessa ordem], entender suas práticas ou conhecer suas atividades sociais. Conheço isso muitíssimo bem e de bastante perto. Mais até do que a grande maioria dos fiéis.

    5- Antes de qualquer coisa, nunca se esqueça que o “Livro Sagrado” só é sagrado para quem segue o cristianismo, para os demais é só uma série de fantasias arcaicas. Lembre-se sempre que os demais não são obrigados a basear suas vidas de acordo com preceitos ou normas de qualquer religião.

    6- Caso vc não saiba, da mesma forma que hj o seu “livro sagrado” é usado para incitar o ódio aos homossexuais e negar a eles direitos civis, ele TAMBÉM já foi usado para fazer os mesmo com os negros e justificar a escravidão, a tortura, a violência. Duvida? Leia mais, querida.

    7- O deputado não se preocupa em atacar religiões, quem faz isso são os religiosos.

    8- Lembre-se também que a imensa maioria dos políticos brasileiros é formada por héteros. Ou seja, ser hétero não é sinônimo de honestidade e/ou competência.

    9- Vc levantou a questão “Apoiar o casamento gay”. Vamos lá: O casamento civil igualitário tem por objetivo regular uma relação que na prática já existe. É obrigação do Estado dar proteção jurídica a todos os indivíduos, não apenas aos héteros. Não há qualquer traço religioso nessa legislação.

    Você não precisa apoiar ou deixar de apoiar nada. Vc é irrelevante nessa questão. Você não perderá direitos. Vc não será obrigada a casar com ninguém que vc n queira.

    Isso se chama egoísmo. E vc tá cheia dele.

    10- Supondo que vc tenha lido as declarações do papa e mesmo assim continua a “pensar” que ele não incitou sentimentos repugnantes como o ódio, concluo que vc ou age por má-fé ou é totalmente desprovida de inteligência.

  67. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk ilário

  68. Lúcia,

    Acho que vc quis dizer “hilário”. Mas faltou o “H”… Assim como te falta discernimento.

  69. Vem cá, fora a religião de vcs, citem outro fundamento para a sua definição de família ou o seu juízo moral sobre a homossexualidade. Sabe o que é? É que tenho muito respeito pelas religiões e muita consideração pela fé de todo mundo, de forma que não posso discutir nem fé nem religião. Mas se vocês conseguirem um argumento que não tenha como base a fé ou um texto sagrado, eu terei o maior prazer em ouvi-lo.

    Vivemos em uma democracia, não se podem basear normas e valores em princípios que escolham a religião de um e desrespeite a religião de outro, que esta regra tem sido aplicada desde o final do século XVI para evitar Guerras Religiosas e que tem funcionado muito bem.

    A democracia é um sistema simples: nenhuma norma é válida para todos se o seu único fundamento depender de matéria de fé. O nome disso, desde Kant, é “razão pública”. A fé e os textos sagrados são fundadas em razões particulares (ou subjetivas), compartilhadas apenas por aqueles que condividem a mesma crença, mas na democracia só são consideradas razões públicas ou universalizáveis, aceitáveis por qualquer sujeito razoável. Fé não se discute, nem definições provenientes da fé. Por isso, normas válidas para toda a comunidade política, como leis ou políticas públicas, não podem se basear na fé. Em democracia liberal, o que não pode ser discutido nem deve ser considerado. Assim, ou os conservadores religiosos encontram outro fundamento para as suas definições dogmáticas, ou a democracia manda que nem as levemos em consideração.

    Estados que adotam a democracia liberal se regem por Constituições. Fizemos um caminho longo e árduo para chegar a modelos de Estados que não fossem regidos por compreensões da Bíblia. Não vamos retornar às trevas.

  70. Fé , direitos humanos , leis, a luta das mulheres ao longo dos anos , a luta dos negros , o preconceito as diversas culturas, o aborto , o direito de se expressar . Ao longo dos tempos tudo isso vem sendo reenvindicados , alguns conquistados . O homosexual sempre existiu dentro das familias , igrejas , desde o tempo das primeiras civilizaçôes , na sociedade , a diferença é que agora devido a evolução e as lutas citadas a cima entre outras estão mais a mostra , estão mais confiantes e por isso confundindo preferência sexual com carater e assim alguns como esse deputado que além de se achar o defensor dos gays oprimidos , por possuir alguns diplomas e estar no cargo de deputado , não percebe a sua falta de respeito e postura diante de autoridades que , existem e fazem parte da vida de milhoes de pessoas . Pessoas essas que o elegeram . Por isso eu sempre digo , diploma , cargos altos , dinheiro , não valem de nada , se o carater é podre , o coração é pequeno , a arrogância é enorme . os gays , saõ pessoas que merecem respeito sim , como qualquer ser humano .Mas jamais poderão construir uma sociedade , pq isso é cientificamente impossivel , homem com homem , ou mulher com mulher não evoluem , não pro criam , não ha civilização . Pode legalizar o que ja existe e dai , o que mudará um papel ,nada . Pra que tanta perca de tempo , quando existem necessidades muito maiores e mais importantes por ai .

  71. Gisele,

    Concordo em parte do que foi apresentado. Como você, eu acredito que a sociedade evoluiu e que homossexuais possuem uma maior liberdade e estão mais “confiantes”.

    Mas devo te dizer que “preferência sexual” não existe. O termo correto é “Orientação Sexual”. As pessoas não preferem ou optam por ser héteros, homos ou bis. Ninguém escolhe viver uma vida repleta por agressões cotidianas, físicas ou verbais, da infância à velhice. Não há um ponto na vida onde as pessoas escolhem se irão se atrair por homens ou mulheres.

    Eu, como heterossexual, nunca questionei meu desejo por mulheres.

    Discordo também quando você afirma “confundindo preferência sexual com carater”. Não há nada (pelo menos nenhum estudo científico que prove) que relacione a sexualidade à honestidade ou a valores éticos elevados. O que percebe-se é uma identificação com o discurso do deputado, com o que ele transmitiu e o pq disso. Pessoas que, como ele, se sentiram atingidas pelas palavras do papa. Palavras essas que influenciam diretamente no tratamento dado a essa parcela da população que já sofre muito com a ignorância e o preconceito. É a chamada “incitação ao ódio”.

    Ai você diz: “falta de respeito e postura diante de autoridades que , existem e fazem parte da vida de milhoes de pessoas.” Daí eu pergunto: Ser uma autoridade que faz parte da vida de milhões de pessoas legitima desrespeitar outras milhões de pessoas que potencialmente nem seguem essa crença? Pergunto isso pq devo te lembrar que o discurso do Jean é reação a um posicionamento obscurantista e medíocre do Papa.

    Deixa eu simplificar pra você entender: O papa, numa carta, desrespeita homossexuais. O Jean rebate as declarações. E quem desrespeita é o Jean?

    O fato de ser líder religioso dá o direito de desrespeita/incitar o ódio à minorias? E as minorias devem escutar caladas os absurdos oriundos dos líderes das religiões dos outros? Ou será que ele só tem essa legitimidade de desrespeitar pq é o seu líder? Por exemplo: Se um Aiatolá (líder islâmico) afirmar que o catolicismo é maior mal do mundo, deputados católicos podem questioná-lo? Ou não? Antes de responder, lembre-se que ele é uma autoridade que representa milhões de pessoas…

    Juro que não entendo essa lógica.

    Vem cá, se eu criar uma religião onde ser católico/evangélico é pecado… Eu posso discriminar-los alegando ser uma liberdade religiosa?

    “Mas jamais poderão construir uma sociedade” Da mesma forma que casais héteros que não desejam ter filhos ou da mesma forma que héteros que não podem gerar filhos por infertilidade. Qualquer ser humano merece o devido respeito (coisa que o antigo papa não praticava). E viva a diversidade de pensamento.

  72. É uma vergonha para o nosso país viver um debate tão fútil. Ter um deputado com ideias tão torpes, é sem dúvidas constrangedor para qualquer cidadão brasileiro.
    Querer impor a legalização trabalhista da ¨profissional do sexo¨, é um absurdo. Trabalho desde os 16 anos, trabalho, estudo, me viro da melhor forma possivel com dignidade e respeito como milhares de brasileiros e acho inadmissível ter que colaborar como por exemplo: a aposentadoria de uma pessoa que vende o proprio corpo e encare tal ato como profissão.
    O mesmo direito de escolha que eu tenho, de estudar e me profissionalizar para trabalhar de forma digna, as prostitutas também tem, pois somos cidadãos iguais. Ressalto então que ela ou ele segue esse caminho por escolha própria. Digo NÃO permanente a essa ideia horrivel de Jean wyllys.
    Hoje com essa tal homofobia, vivemos praticamente uma ditadura regida pelos homossexuais. É engraçado que se um gay me ofender como cidadã, como cristã, eu nao tenho como defender-me, porque a defesa será um ato HOMOFÓBICO. Não generalizo em dizer que todos os homossexuais desrespeitam a religião ou o proprio cidadão hetero, mas a maioria trás consigo o desrespeito para conosco. Sou a favor da familia formada como rege as escrituras sagradas de Deus, pelo homem, e pela mulher, que então trás a geração de seus filhos, que são homens e mulheres e dão continuidade a descendência de cada familia. Respeito a opção sexual de cada um, assim como também respeito a religião. Acho um desrespeito enorme não só de Jean, mas de todos os que tomam a frente as ofenças a Casa de Deus e aos seguidores de uma doutrina cristã.
    CHEGA!!!!! não podemos mais baixar a cabeça para essas e outras dezenas de coisas que só envergonham o nosso país.

  73. Ana Freitas,

    “CHEGA!!!!! não podemos mais baixar a cabeça para essas e outras dezenas de coisas que só envergonham o nosso país.”

    Considero motivo de vergonha, apesar de sermos o 6º país mais rico do mundo com um PIB nominal estimado em US$ 2,492 trilhões, apresentarmos um IDH (Índice de desenvolvimento HUMANO) de 0,730, ficando assim na vergonhosa posição de 85º, atrás de quase todos os países da America Latina.

    Vergonha é a concentração de riqueza nas mãos de poucos. É a miséria a qual boa parte da população está inserida.

    É a corrupção endêmica praticada por políticos, na sua imensa maioria religiosos e heterossexuais. Sim, esses que dizem proteger essa hipócrita sagrada família.

    Vergonhosa é a permissividade e o silêncio de uma população que legitima e aplaude de pé seus próprios algozes.

    Vergonhosa é a escalada da violência que vitima milhares de brasileiros todos os anos. Violência que é produzida a partir da ausência do Estado.

    Vergonhosa é assistir passivamente a formação de uma legião analfabetos funcionais (da qual você faz parte), que encontra na dúvida e no questionamento o principal inimigo. Pensar dói.

    E o que dizer do glorioso Sistema Único de Saúde? Como você não mora nesse planeta, vou desenhar: Pessoas definham até a morte aos montes nos corredores imundos dos hospitais públicos, medicamentos caríssimos perdem a validade em nome da burocracia, ambulâncias novas que poderiam salvar vidas são consumidas pela ferrugem, esqueletos de hospitais que nunca ficaram prontos pois a verba destinada a ele foi desviada. E tudo isso acontece em função do descaso, da irresponsabilidade, da ganância e da crueldade das pessoas que você ajudou a escolher para nos governar. Sempre tenha em mente que essas pessoas são heterossexuais e religiosos.

    Você diz “Chega”… Nesse “Chega”, leia-se: Chega de homossexuais com direitos iguais e com a responsabilidade de dar forma e sentindo as suas vidas, assim como faz qualquer indivíduo heterossexual. Chega de homossexuais que não aceitem mais apanhar calados. Chega de homossexuais denunciando as torturas, os xingamentos, os deboches, as ironias, as piadas, as humilhações, os espancamentos os quais são submetidos ao longo da uma vida inteira. Chega de homossexuais lutando pela sobrevivência. HOMOSSEXUAIS NÃO PODEM TER VOZ. HOMOSSEXUAIS NÃO SÃO HUMANOS.

    E que você propõe, Ana Freitas? Dizimá-los? Assassiná-los? Marginalizá-los?Expulsá-los do SEU país? VOCÊ DISSE: “NÃO PODEMOS MAIS BAIXAR A CABEÇA”… Baixar a cabeça para o que? Para o fim do domínio do medo?

    VOCÊ É UM BELÍSSIMO EXEMPLO DE AMOR CRISTÃO. Sinto profundo desprezo de pessoas como você.

  74. Amigos, vamos deixar esse BRUNO pra lá! Não adianta perder tempo com pessoas na situação dele. Deixem ele responder o que quer, pois é a luz que ele tem… ele tem conhecimento da letra, mas não conhece Deus, não tem o Espírito, é digno de misericórdia. O BRUNO crendo ou não crendo, aceitando ou não, criticando ou não, não poderá evitar o dia de sua morte, e consequentemente o dia do Juízo. Deixem que ele faça o barulho que quiser, que seja militante do que ele crê e continue criticando o que ele discorda, pois e daí? No fim o problema será totalmente dele. Bate boca não vai levar a gente a lugar nenhum, só a desgaste e ira. Uma pessoa como ele só é convencida pelo poder do Espírito Santo. Fazer o quê?? E nem vou perder o meu tempo para voltar aqui e ver o que o BRUNO vai me responder, pois pessoas como ele… bem… só lamento…

  75. H.14 HOMOSEXUALIDADE, Vide também Sexualidade

    §2357 CASTIDADE E HOMOSSEXUALIDADE A homossexualidade designa as relações entre homens e mulheres que sentem atração sexual, exclusiva ou predominante, por pessoas do mesmo sexo. A homossexualidade se reveste de formas muito variáveis ao longo dos séculos e das culturas. Sua gênese psíquica continua amplamente inexplicada. Apoiando-se na Sagrada Escritura, que os apresenta como depravações graves, a tradição sempre declarou que “os atos de homossexualidade são intrinsecamente desordenados”. São contrários à lei natural. Fecham o ato sexual ao dom da vida. Não procedem de uma complementaridade afetiva e sexual verdadeira. Em caso algum podem ser aprovados.

    §2358 Um número não negligenciável de homens e de mulheres apresenta tendências homossexuais profundamente enraizadas. Esta inclinação objetivamente desordenada constitui, para a maioria, uma provação. Devem ser acolhidos com respeito, compaixão e delicadeza. Evitar-se-á para com eles todo sinal de discriminação injusta. Estas pessoas são chamadas a realizar a vontade de Deus em sua vida e, se forem cristãs, a unir ao sacrifício da cruz do Senhor as dificuldades que podem encontrar por causa de sua condição.

    §2359 As pessoas homossexuais são chamadas à castidade. Pelas virtudes de autodomínio, educadoras da liberdade interior, às vezes pelo apoio de uma amizade desinteressada, pela oração e pela graça sacramental, podem e devem se aproximar, gradual e resolutamente, da perfeição cristã.

    (CIC= Catecismo da Igreja Católica)

  76. Caro Bruno
    Sou casada (com um homem, portanto sou hetero rsrsr), antes que venham me crucificar. Tenho 49 anos, filhos, sou professora…..Compartilho das mesmíssimas opiniões que vc, só não tenho a mesma paciência de responder a tantos questionamentos sem pé nem cabeça, além de preconceito escancarado escondido por trás da religião….que medo…..

  77. Brunão,

    Eu sou heterossexual e portanto só posso falar a partir de minhas experiências sexuais, daquilo que eu sinto. Nunca sobre os sentimentos, as emoções e a atração do outro.

    Presumindo sua heterossexualidade, como você pode ter tanta certeza ao afirmar que “Não procedem de uma complementaridade afetiva e sexual verdadeira. Em caso algum podem ser comprovados”? Você já experimentou para saber? Ou você apenas reproduz ignorâncias?

    Determinismo barato.

    A raiz do preconceito por alguém que tem uma outra orientação sexual explica-se pelo fato de não haver controle sobre o prazer dessa pessoa. A banalização do prazer heterossexual ou até mesmo a ausência dele, faz com que haja um desejo inconsciente de que esse alguém que não compartilha o mesmo desejo seja condenado a ser ainda mais infeliz, por sua orientação sexual e a maneira como busca o prazer. É uma forma de amenizar a própria insatisfação. O preconceito contra o homossexual espelha a incapacidade de lidar com a própria miséria afetiva, além de mostrar a vulnerabilidade da heterossexualidade

    Isso quem diz é a Psicologia, uma ciência. Um sistema de conhecimentos que abarca verdades gerais ou a operação de leis gerais especialmente obtidas e testadas através do método científico. Não uma instituição dogmática que não possui qualquer compromisso a investigação científica ou com estudo racionais.

  78. O que não pode deixar-se de creditar aos gays, é que depois da revolução sexual (que nem é “tão” revolução assim), da década de 50 para cá, é a sua grande força teológica, escriturística e eclesiástica. Teológica, porque partindo da premissa que o Espírito Santo é Deus, os gays conseguiram o que o Espírito Santo NÃO conseguiu em dois mil anos de história eclesiástica! Unir os cristãos. Embora não pelo amor, mas pelo ódio. Experimente juntar batistas, presbiterianos, pentecostais e católicos romanos num debate acerca da homossexualidade. Todos virão com o ponto cego em causa própria…Pois das categorias que mais fornecem candidatos à carreira institucional religiosa, os gays se sobressaem. Tanto os mais tendenciosos ao celibato compulsório, preponderantemente no lado católico, como os nitidamente efeminados; quanto os mais inclinados ao casamento, pela facilidade de aderir à bissexualidade. Estes últimos optando pelo lado evangélico. Pela perspectiva escriturística, os gays também são revolucionários, porque toda uma exegese e hermenêutica posta a serviço de compreender as causas textuais da discriminação; evidenciaram que os termos referentes a homossexuais, efeminados, sodomitas, NÃO constavam dos idiomas originais em que Velho e Novo Testamento foram escritos. Não fazendo parte nem do imaginário do povo semita! Como por exemplo, o neologismo “homossexual”, criado no século XIX. E sob a perspectiva eclesiástica, porque desde Paulo VI, os gays foram sendo sucessivamente empoderados nos altos escalões da Igreja Católica Romana. A ponto de encontrarem-se infiltrados, em redes internas de agenciamento de encontros gays, para altas autoridades não só eclesiásticas, como políticas! Há farta literatura na internet , transcrita de periódicos internacionais;relacionando muito do que foi descoberto em dossiê encomendado pelo anterior pontífice e atual papa emérito. Assim como Jesus nunca fez apologia da masculinidade e virilidade, – o que é incomum no fundamentalismo patriarcal judaico!-; também não discriminou gays ou quaisquer outras “diminuições” ou “variações” da macheza…nem da “naturalidade” heterossexual ou compulsoriedade conjugal. Jesus é até um homem com características maternais, femininas. Admitia que há eunucos, homens que necessariamente não estão destinados a copular com mulheres. E entre os tais, aponta aos que já nasceram eunucos. Uta Ranke-Heinemann faz justamente aí um gancho epistemológico para compreender a misoginia e a homofobia do clero católico romano. Fato é que a Igreja Vaticana usa de ume perseguição sistemática, odiosa, implacável contra os gays, sobretudo nas suas vertentes de movimentos leigos, impregnados do fascismo italiano de ação católica, recheados do romanismo triunfalista, de “prelazias pessoais do papa”, etc. Mas o “problema” continua sendo DE DENTRO DE CASA, e nesse aspecto, a Santa Sé como instituída no Direito Canônico, Juíza Suprema…É também Juíza em PRÓPRIA CAUSA.

  79. A bíblia foi escrita por homens e inspirada por Deus, está escrito que Deus criou um casal macho e fêmea, não é natural a união matrimonial de pessoas do mesmo sexo um dia Cristo votará e todos prestarão conta de seus atos todos somos pecadores o corpo morre a alma não!
    agressão verbal machuca por isso não ficarei criticando ninguém o inferno existe e o céu também uns acreditam e outros não; mais saiba que da morte ninguém escapará o coração é enganoso e a vida é passageira as leis dos homens mudam mais as de Deus jamais mudarão os homossexuais querem casar deixem que casem eu sei que um dia eles vão se arrepender dessa escolha essas leis serão aprovadas com o tempo o mundo se perverterá cada dia mais doenças terríveis serão anunciadas nos telejornais haverá terremotos no Brasil o sertão ficará coberto de gelo a Antártida vai virar deserto por causa da água haverá guerra vai chover fogo e eu não estarei aqui para ver essa desgraça boa sorte para os que ficarem.

  80. As pessoas que dizem que vou para o inferno e que vão para o céu me deixam feliz por não estarmos indo para o mesmo lugar.

  81. Jean,gostaria de saber,se você tem como ajudar uma amiga lésbica ,a historia é a seguinte ela viveu 31 anos como uma pessoa do mesmo sexo e a companheira veio a falecer e ela trabalhava para prefeitura de belém mais eles alegam que ela não tem direito a nada nem da pensão
    da companheira e esta esta com pendencias de funeral e hospital e não
    tem um valor a receber da prefeitura nem mesmo o seguro de vida que ela tinha como consigo obter ajuda junto ao jurídico dos glbt aguardo resposta.

  82. Quando nos deparamos com um politico como o Jean Wyllys, com um comportamento como esse, temos um claro exemplo de como é difícil escolher um candidato no Brasil. http://migre.me/hlIVE

  83. o QUE JEAN WILLYS ESCREVEU É A MAIS PURA VERDADE. BENTO XVI É HIPÓCRITA MESMO, A IGREJA CATÓLICA É HIPÓCRITA. ACOBERTA OS PADRES PEDÓFILOS. ISTO É FATO. SEM DISCUSSÃO. A QUEM NÃO GOSTA SUGIRO DEIXAR OS FILHOS NAS MÃOS DE PADRES.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>