Artistas Querem se Tornar Políticos

Você escolheria algum desses para ser seu representante por 4 anos?

Um fenômeno tem acontecido nas últimas eleições, celebridades de todas as áreas têm entrado na disputa política por um cargo público. Em Fortaleza já tivemos uma striper que se elegeu vereadora. Para o próximo pleito uma apresentadora de programa erótico entra na concorrência.

O jogador Romário disputará como deputado federal. “Afundado em dívidas, que o obrigaram a leiloar uma cobertura por R$ 8 milhões, Romário tem ainda cerca de 70 processos na Justiça sobre crimes tributários, danos morais, falta de pagamento de impostos, entre outros. O Baixinho correria o risco de ser um ficha-suja, não fosse o texto da reforma eleitoral aprovado na semana passada , que libera candidatos processados. ( Os principais pontos da reforma / O Globo)”.

Gabriela Leite, ex-prostituta e fundadora da Daspu também concorre a uma vaga. Entre outras bandeiras Gabriela luta pela profissionalização da prostituição. Ainda no páreo dos famosos ou semi-celebridades concorre  a mulher-melão e a funkeira Tati quebra-barraco.

Mas a lista não para por aí. Os lutadores Maguila e Popó, os jogadores Marcelinho Carioca, Edmundo e Vampeta, os cantores Sérgio Reis, Elymar Santos e Netinho de Paula, o ex-bbb Kléber Banban,os humoristas Tiririca e Pedro Manso também querem passar o próximo quadriênio sustentados pelo povo.

O eleitor deve ficar atento para não cair no canto da sereia. Política é coisa séria e não se pode confundir a admiração por um artista com a escolha dele como representante. Pesquisar sobre a real intenção dos candidatos no pleito é só um dos passos a serem tomados.

Para a política se exige além de vocação o mínimo de preparo, ou se vai querer deixar o país nas mãos de funkeiros, lutadores, jogadores, palhaços e stripers?

2 thoughts on “Artistas Querem se Tornar Políticos

  1. A Paz para todos,
    Nem em político comum eu voto ainda mais em artista, como fala a reportagem cuidado para não confundir admiração com a escolha de um representante.Voto é coisa séria, os políticos que não são. Misericórdia

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *